Você está na página 1de 4

Transcrição do áudio:

Tia Neiva – Falanges de Murumbús, de Sexus


e de Sanguessus

Salve Deus!

Eu não sei qual é o assunto dessa aula, dessa questão de hoje, de forma que, antes de tudo,
eu quero deixar bem esclarecido, um tema que vocês, que vocês conversarem em uma aula
que não foi possível eu vir, eu estava no hospital, eu estava doente, não é?

Então me preocupou, porque é uma das coisas muito delicadas para vocês. E para mim é
uma das coisas... É uma coisa natural, e que eu tenho condições, graças a Deus, de explicar a
vocês, de deixar vocês cientes, bem esclarecidos, pelo menos a parte espiritual, que me toca.
Salve Deus!

Meus filhos há muitos anos eu esclareci para vocês, os três fenômenos, três falanges de
espíritos terríveis, que está atrapalhando, principalmente essa humanidade, esse chamado
Terceiro Milênio.

Esses espíritos são os sexus, são os sanguessus, e são os murumbús. São espíritos que, esses
três, de uma forma assim, são parecidos, porque eles têm uma.... Sabem? Eu não sei como
vou explicar, eles são... Eles têm uma combinação, eles entram num acordo... E vão atuar.

Por exemplo, um espírito que tem certas dúvidas por... Me desculpem, fraco, os sanguessus,
eles vêm, e como eles são “vampiros”, eles tiram mesmo a energia da pessoa, e põe...

Nós estamos falando disso, desses três, assim, sabem? Esses três, cada um atua de uma
maneira. Quando o médium está fraco, esses sanguessus, eles atuam de uma maneira
terrível. Muitas vezes você chega num doente, ele está vampirizado por um espírito desses.

E quando, quando, um Doutrinador, se ele estiver preparado, ele tira aquele espírito com a
maior facilidade.

O espírito mais difícil, o murumbú, ele atua muito em cima de quem faz essas mortes, ele
está por dentro de roubo, ele é super assassino mesmo, é um espírito perigoso. Agora
mesmo eu fui ali tirar um. Ele estava na casa do meu cunhado, estava lá, aqui em vão! Meu
cunhado não tem nem trinta anos!

Agora eles são ordinários, entendeu? Eles são falsos até um com o outro! Eles são falsos. Um
procura assim:
“Olha, eu vou na casa de fulano...”

Só para ter uma vantagem de ir ver aquele fulano para outro, se ele for atuar e encontrar
uma dificuldade, entendeu? Ou talvez ter a penetração de um sexus, ele vai lá buscar, corre
atrás, entendeu?

1
Tia Neiva - Falanges de Murumbús, de Sexus e de Sanguessus
Eles fazem umas coisas, são verdadeiros bandidos do espaço! Só que eles são mais aqui da
terra, sabem? Eles atuam muito nesse primeiro plano, nesse astral inferior onde a gente
está.

O Vale das Sombras, quando precisa de uma pessoa, de um espírito que ele sabe que vai
desencarnar e quer atuar sobre aquele espírito, é um passo! Um espírito desse arrasa um
homem, estão entendendo?

E eu, graças a Deus, eu tiro com a mão! Está bom? A clarividência, graças a Deus, filhos, em
nome de Jesus Cristo, a facilidade é essa, ela me ajuda a tirar com a mão, sabem?

Agora, tem um que eu não sei, é fácil para uns e não é fácil para outros, que é o sexus. São
espíritos que atuam no sexo. Nunca param, muitas coisas, é atuada por eles.

Aquele caso, é um caso tão monstruoso, e ele falou, se um dia vocês derem vacilo, vocês vão
ver que aí, que atuou nele um espírito. Aquilo foi uma vingança de outras encarnações. Salve
Deus!

Se comenta muito, se fala muito sobre sexo. Existe sempre uma preocupação com os nossos
filhos, com as pessoas que são dependentes, não é? A gente sempre tem uma preocupação
sobre sexo, sobre eles não podem sair, não é? O sexo é uma coisa tão normal, entenderam?
Que não existe.... Vamos... preocupar... E não existe na espiritualidade!

E para mim, por exemplo, eu converso sempre com o homem, normal, e não tenho vergonha
do homossexual, para mim é tão natural, é tão natural como um pai de família!
Uma coisa tão sem lógica para mim, entendeu?

E geralmente, esses casos são dívidas do passado, o homem entra em dívida, ele pode às
vezes se defender nas faixas cármicas dele. Ele pode se defender sendo aqui um
homossexual, ele pode se defender com as energias do passado. Muitas vezes há condições
dele se defender.

Essa cobrança, essa situação que o homem cria para ele mesmo, pode ser a cobrança de uma
entidade, como pode ser uma pena que ele vem pagar na terra. Porque aqui se fala muito, se
comenta, entenderam? E muitas vezes ele está pagando uma pena, chega naquele tempo e
ele se encontra, e é uma coisa tão normal, tão normal, como uma outra coisa qualquer.

É uma dívida da família, do homem. É claro que o homem, dessa maneira, ele não se realiza,
por falta da família, às vezes porque não se reencontrou, mas é um fenômeno, é um
fenômeno normal nos planos espirituais, na vida espiritual.

E, na sociedade dos homens, na vida dos homens poderia ser, e vai ser normal, desde que o
homem compreenda que todos nós estamos sob uma faixa cármica, e que a preocupação do
homem, a preocupação do homem é que forma esse obstáculo terrível. Mas, falando bem
claro aqui a vocês, não existe em nosso grupo.... Não se divide esse fato, esse fenômeno!
Tanto como... entenderam?

De forma que, uma coisa, vamos falar agora, vamos falar sobre... Salve Deus! Graças a Deus!
Salve Deus, meu filho, você me falou de homens.

(Pergunta de um mestre que assistia a aula)

2
Tia Neiva - Falanges de Murumbús, de Sexus e de Sanguessus
(Tia Neiva)
Foi bacana demais. Olha, é justamente o que eu acabei de dizer, está acontecendo isso, é uma
tendência, que não é uma dívida com espíritos, não é nada, entendeu? É só um capricho
deles, é uma tendência, mas essa tendência às vezes, ou na maioria, é levada por uma
entidade, estão compreendendo? Salve Deus!

(Pergunta de um mestre que assistia a aula)

(Tia Neiva)
Isso aí é uma falta de.... Pode falar.

(Pergunta de um mestre que assistia a aula sobre as repercussões de encarnações


anteriores na condição do homem hoje)

(Tia Neiva)
Salve Deus! Não, as coisas de Deus são finas, e não existe recurso. Aqui é uma casa de Deus,
não é?

Uma vida normal, e nós estamos aqui na terra somente por uma coisa: a família! O carma,
não é? Nós estamos aqui pela família, ou as dívidas, tanto que Deus, em sua sensibilidade,
deu a família, que é a coisa mais difícil, é a vida mais difícil de um homem, o homem
encontrar, essa é a coisa mais difícil de chegar aos pés de Deus!

É tão difícil uma família, e nessa época que nós estamos atravessando, principalmente
depois que a mulher se julga superior ao homem, ou essa paridade, não é? Acabou-se a
família!

A maioria, noventa e nove por cento de homens chegar até os pés de Deus com esse
compromisso! O homem mesmo, por suas leis, está atrapalhando a coisa de mais bela, que
é a lei da família!

O homem chega em casa, a mulher não está. A mulher chega e o homem ainda não chegou.
O homem tira férias, a mulher tem outras férias. O filho agora vê a mãe, daqui oito horas ele
vê o pai! Acabou aquela ligação, de você pegar um assassino, ou sua vítima, entenderam?
Trazer num berço, trazer no seio como a mãe traz um espírito desse, isso é a maior bênção
de Deus!

E no mesmo teto, pegar suas vítimas, entenderam? Limpar suas feridas, que você mesmo fez
em eras passadas, entendeu? Não existe mais essa oportunidade, é a coisa mais difícil você
pegar um filho, não existe mais!

Porque a família é a bênção de Deus! Olhem, eu saio daqui todos os dias, me transporto, me
transporto, ultimamente então está uma coisa, para procurar vocês, nessa vida espartana,
em Atenas, Esparta, eu volto para lá!

Lá tem um local deserto, onde passavam as tropas, existia um caso, um caso existia, os
homens respeitavam um ao outro, e depois daquela luta... Nossa tribo é espartana! Vivemos
em Esparta e Atenas. Vivemos em Atenas e Esparta. Em Atenas, nós aprendíamos a cultura.
Em Esparta a se defender, a luta, a conquista!

O espírito espartano fazia as conquistas. Em Atenas eles falavam a sabedoria, a cultura, a


compreensão dessa nova era, essa era que nós estamos vivendo, está certo? Salve Deus!

3
Tia Neiva - Falanges de Murumbús, de Sexus e de Sanguessus
Então, muitos de vocês aqui foram comandantes de tropas, formavam essas tropas, por
exemplo, o general dizia:
“Toma conta aqui dessa tropa!”

Então, você ia, você era comandante! E numa das bebedeiras, daquelas que eles faziam,
espancaram, isso eu vendo o quadro de vocês, espancaram um daqueles, como covardes,
que teve, saiu aquela, não sei como é que chama, tropa, não é?

E houve, e fizeram desse homem, em vez de matar, qualquer coisa, eles fizeram.... Inclusive,
bom, terminaram amarrando ele e soltando de novo, num animal, e soltando naquela, na
planície lá.

Pois bem, todos aplaudiram esse comandante que desmoralizou esse soldado, não é? Pois
bem, por causa dessa desmoralização, por causa disso, esse povo tem sofrido até hoje!

E esse espírito que foi, que pegaram e fizeram todas essas malvadezas com ele, ele é um
espírito maravilhoso. Voltou numa encarnação como uma criança, se purificou na terra,
voltou para tirar aquele resto de mágoa que ele teve daquela humilhação. E hoje é um
espírito de Luz maravilhoso, ainda não deu o nome aqui, mas ele está para chegar nesses
dias aqui, foi sacrificado. E todos nós temos sofrido por causa desse acontecimento. Pois
bem, desse tempo, nós temos também, na nossa tribo, murumbús!

Então, todos, que nós fizemos tanto mal. E outros escravos, que tem muitos aqui, em todo
lugar, não é?

Agora, fizemos um compromisso no espaço, de cuidar, e receber como filhos nos nossos
lares, dependendo dos nossos esforços, do nosso carinho, do nosso amor!

Agora, vocês imaginem, quantas tendências, e quantos sexus, quantos espíritos vão em
nosso lar, em busca desses espíritos, e as tendências que eles provocam em outros espíritos!
Salve Deus!

4
Tia Neiva - Falanges de Murumbús, de Sexus e de Sanguessus