Você está na página 1de 22

Elaboração e Análise de

Projetos

Análise de Mercado

Professor: Roberto César


CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

Imagine o consumo de um produto no período de 2001 a 2007.


310
ANO CONSUMO % 300
1 232 - 290
2 249 7,3% 280
3 245 -1,6%
270
4 272 11,0%
260
5 263 -3,3%
6 278 5,7% 250

7 301 8,3% 240


230
1 2 3 4 5 6 7

Problema: Qual o consumo para 2008?


CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

Projeção com o uso de Taxas


Para projetar um consumo aparente uma das técnicas é o uso
das taxas de crescimento observadas no passado.

a) Taxa aritmética – usa a fórmula do calculo do valor futuro em juros


simples.
VF = VP . (1 + i . n)

Onde:
VP = primeiro valor observado (232)
VF = Ultimo valor observado (301)
n = número de períodos da série (2007 – 2001 = 6)
i = taxa de crescimento a ser calculada
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

Taxa aritmética
VF – 1 301 – 1
VF = VP . (1 + i . n) então i = VP . = 232 . = 0,049569 a.a
n 6
Qual o valor para 2008?

VF = VP . (1 + i . n)

V7 = 232 . (1 + 0,049569 . 7)

V7 = 312,5  313
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

b) Taxa geométrica – usa a fórmula do calculo do valor futuro em juros


compostos.

 
i= n VF -1 = 6 301 -1 = 0,04435 a.a
VF = VP . (1 + i)n então
VP 232

Qual o valor para 2008?

VF = VP . (1 + i)n
V7 = 232 . (1 + 0,04435)7

V7 = 314,35  314
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

ANO CONSUMO TAXA ARITMÉTICA TAXA GEOMÉTRICA

1 232 232 232


2 249 244 242
3 245 255 253
4 272 267 264
5 263 278 276
6 278 290 288

7 301 301 301

8 - 313 314
9 - 324 328
10 - 336 343
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS
350
340
330
320
310
300
Taxa Aritmética
290
Taxa Geométrica
280
Consumo
270
260
250
240
230
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS
Quando o preço é de R$ 60,00; 10 bolsas são vendidas, porém, quando
o preço é de R$ 50,00 , são vendidas 15 bolsas.
Usando sistemas:
y = a + bx  Função linear P
60 = a + b10
50 = a + b15
60
60 = a + b.10 50
-50 = -a – b.15 (-1)
10 = 0 – 5.b
5b = -10  b = - 2
60 = a + - 2x10
a = 60 - 20 = 40
y = 40 – 2x Q
a = intercepto (valor de y quando x = 0) b = y
b = coeficiente angular da reta x
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS
Projeção pela regressão linear
_
Equação de regressão: ^
y = a + b (x-x)

onde

_ _ _
a=y e b= (x-x)(y-y)
 ( x - x )2
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

ANO CONSUMO
Valores pela
_ _ _ _ _ _
X y (x - x) (x-x)^2 (y - y) (y - y)^2 (x-x)(y-y) Regressão
1 232 -3 9 -31 952,16 93 233

2 249 -2 4 -14 192,02 28 243

3 245 -1 1 -18 318,88 18 253

4 272 0 0 9 83,59 0 263

5 263 1 1 0 0,02 0 273

6 278 2 4 15 229,31 30 283

7 301 3 9 38 1.454,88 114 293

303
Soma 28 1.840 0 28 0,00 3.230,86 283
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

Memória de calculo
_ _
x = x/n = 28/7 = 4 y = y/n = 1.840/7 = 262,857143
_ _
b =  ( x - x ) _( y - y ) = 283 = 10,1071429
 ( x - x )2 28
_
a = y = 262,857143
Então
_
^
y = a + b (x-x) = 262,86 + 10,11 (x – 4)
ou seja, para o ano 1:
_
^
y = a + b (x-x) = 262,86 + 10,11 (1 – 4) = 233
ou seja, para o ano 8:
_
^
y = a + b (x-x) = 262,86 + 10,11 (x – 4) = 303
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS
310

300

290

280

270
Consumo
260 Regressão
250

240

230

220
1 2 3 4 5 6 7 8
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS
Correlação linear

O termo correlação é utilizado em estatística para verificar o grau de


relação entre duas variáveis.

n ( xy) – [( x) . ( y)]


r=
 [n ( x2) – ( x) 2 ]. [ n ( y2) . ( y) 2 ]
CRITÉRIOS QUANTITATIVOS

Coeficientes de correlação

Correlação negativa perfeita r=-1


Correlação negativa forte - 0,7 > r > - 1
Correlação negativa moderada - 0,4 > r >= - 0,7
Correlação negativa fraca -0 > r >= - 0,4
Ausencia de Correlação r=0
Correlação positiva fraca 0 < r <= 4
Correlação positiva moderada 04 < r <= 7
Correlação positiva forte 0,7 < r < 1
Correlação positiva perfeita r=1
ELASTICIDADE

É um conceito da teoria econômica onde mostra


comportamento na quantidade demandada de certo produto quando
há mudança em outras variáveis como preço e renda.

Tipos de elasticidade a serem estudados:

• Elasticidade-preço da demanda – EPD

• Elasticidade cruzada da demanda – EXY

• Elasticidade-renda da demanda – ERD


ELASTICIDADE

Matematicamente a quantidade demandada de certo produto pode


ser representada pela seguinte função:
Q= f (P, Pc , Ps , R)
Q = Quantidade demandada Ps = Preço do produto substituto
P = Preço do produto R = Nível de renda dos consumidores
Pc = Preço do produto complementar

Quando há vários produtos complementares e/ou substitutos, seus preços (Pc e Ps )


devem ser calculados com base nas médias ponderadas dos preços destes produtos.

Qual a repercussão da variação de 1% em cada variável (isoladamente)


sobre a demanda de um certo produto?
ELASTICIDADE

Elasticidade Variável Fórmula Sinal/ Classificação


Preço Preço - P % Q < 0 NORMAL
% P > 0 BEM DE GIFFEN

Cruzada Preço do % Q < 0 COMPLEMENTAR


complementar –Pc % Pc

Cruzada Preço do % Q > 0 SUBSTITUTO


substituto - Ps % Ps

Renda Nível de Renda - R % Q > 0 NORMAL


% R > 1 SUPÉRFULO
< 0 INFERIOR
Fonte: Clemente, 2008, p. 74.
ELASTICIDADE

Bem Normal – São bens cuja demanda diminuem com o aumento do


preço ou aumenta com o aumento da renda do consumidor.
Bem Superior – São bens cuja demanda é altamente elástica, ou seja,
com sensibilidade relativamente alta da demanda em relação ao
preço. Ex.: Uma variação percentual de 5% no preço reflete numa
variação da quantidade demandada em 20%.
Bem Inferior – São bens cuja demanda é inelástica, ou seja, com
sensibilidade relativamente baixa da demanda em relação ao preço.
Ex.: Uma variação percentual de 20% no preço reflete numa variação
da quantidade demandada em 5%.

Bem Neutro – São bens cuja demanda varia exatamente em função do


preço. Ex.: Uma variação percentual de 20% no preço reflete numa
variação da quantidade demandada em 20%.
Elasticidade-preço da demanda – EPD

Mede a variação percentual na quantidade demandada de um


bem quando ocorre uma variação percentual no seu preço.

O preço de um bem era de R$ 10,00 e se vendia 100 unidades,


este preço passou a ser de R$ 14,00 e passou a vender 50 unidades.

Calcule a elasticidade - preço da demanda.

% Q
EPD 
% P

 50%
EPD   1,25
40%
Elasticidade cruzada da demanda – EXY

Mede a variação percentual na quantidade demandada de um


bem quando ocorre uma variação percentual no preço de outro bem;
podendo ele ser substituto, complementar ou independente.

O preço da margarina passou de R$ 2,00 para R$2,50 e a


venda de manteiga passo de 50 unidades para 60 unidades.

Calcule a elasticidade - preço da demanda.

% Q
EXY 
 % Ps
20%
EXY   0,8
25%
Elasticidade-renda da demanda – ERD

Mede a variação percentual na quantidade demandada de um


bem quando ocorre uma variação percentual na renda do consumidor.

Renda   Bem Inferior   Bem Superior  = Bem neutro

A renda do consumidor passou de R$ 1.000,00 para R$


1.500,00 a demanda por um produto aumentou de 100 para 180.

Calcule a elasticidade - preço da demanda.


% Q
EXY 
% R
80%
EXY   1,6
50%
Bibliografia
CASAROTTO FILHO, N. Projeto de negócio: estratégias, estudo de viabilidade e plano de
negócio. São Paulo: Atlas, 2009.

COHEN, E., FRANCO, R. Avaliação de projetos sociais. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.

CLEMENTE, Ademir. Projetos Empresariais e Públicos. 3ª Ed. São Paulo: Atlas, 2008

FONSECA, José W. F. da. Elaboração e Análise de Projetos: a viabilidade econômico-


financeira. São Paulo: Atlas, 2012.

HOLANDA, N. Planejamento e projeto. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 1983.

MATHIAS, W. F., WOILER, S. Projetos: planejamento, elaboração e análise. 2 ed. São


Paulo: Atlas, 2008.

SANDES, Reinaldo. Elaboração e Análise de Projetos. Slides utilizados em sala de aula;


Montes Claros-MG: Unimontes, 2013.

WOILER, Sansão; MATHIAS, Washington Franco. Projetos: planejamento, elaboração,


análise. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

Você também pode gostar