Você está na página 1de 6

Instruções Básicas:

Dados:

MOTOR

Diâmetro do pistão: Deverá ser dado em mm, sendo osvalores originais do VW a ar,
77mm (1200 e 1300); 83mm (1500); 85,5mm (1600); e 88mm (1700 SP2).
Existem também os especiais de 90,5mm; 92mm e 94mm.

Curso do Virabrequim: Deverá ser em mm, sendo o original de todos motores VW a ar o


de 69mm, (com exceção do 1200 que é de 64mm)
Existem também os especiais de 74mm; 76mm; 78,4mm; 82mm e 84mm.

Comando de válvulas: deverá ser digitado uma das opções a seguir:


VWG – se quisermos utilizar o comando original do motor a gasolina (aproximadamente
250 Graus)
VWA – se quisermos utilizar o comando original do motor a álcool (aproximadamente 257
Graus)
W100 – se quisermos utilizar o comando Engle W100 (276 Graus)
W110 – se quisermos utilizar o comando Engle W110 (284 Graus)
W120 – se quisermos utilizar o comando Engle W120 (294 Graus)
W130 – se quisermos utilizar o comando Engle W130 (308 Graus)
W140 – se quisermos utilizar o comando Engle W140 (313 Graus).

Os 4 primeiros, podem ser utilizados normalmente na rua sem maiores preocupações na


montagem e regulagem do motor. Contudo se a idéia é a de utilizar somente 1 carburador,
devemos ficar no máximo com o W100.
A utilização dos Engle W130 e W140, é mais recomendada para pessoas que já tenham
alguma experiência no acerto de motores, e caso um destes comandos seja utilizado em
motores para uso urbano, o ideal será a utilização de carburação Quádrupla (2 Weber 40 ou
44 por exemplo).
Caso contrário, o motor apresentará bastante “falhação” em baixas rotações.

Os comandos que chamo de VWG, são utilizados na maioria dos casos em motores a
gasolina, porém também em alguns motores a álcool mais modernos (Fusca Itamar e
Kombi) e em geral são encontrados nos motores com de série: BF; BH; BA; BB; BD; BV
(Variant1 Tl , Zé do Caixão e Karmann Guia 1600 até 1976); BJ; BY; BZ; BG; UA; BN;
UG; UH; UF; UJ e UK.
Os comandos VWA, são utilizados na maioria dos casos em motores a álcool, mas também
em alguns gasolina e são encontrados originalmente nos motores de série: BV (somente da
Variant2); BL(SP2); BK; BM; BX; BP e BV(a partir de 1976).

Tipo do cabeçote: Deverá ser preenchido com 1 ou 2, conforme os cabeçotes tenham 1 ou


duas entradas de admissão.
Em geral os motores 1300 e 1500 são de 1 entrada e os 1600 são de 2 entradas.

Combustível: Deverá ser preenchido com A para álcool e G para gasolina.

Balanceamento estático: Deverá ser preenchido com S caso tenha balanceamento estático
ou N caso não tenha.

Trabalho nas Válvulas: Deverá ser preenchido com S ou N da mesma forma que para o
balanceamento, em função de ter ou não o trabalho de retífica de 44 Graus nas válvulas e
45 Graus nas sedes.

Brunimento com Grana 400: Deverá ser preenchido também com S ou N, em função de
ter ou não Brunimento dos cilindros com pedras de brunimento de grana bem fina (400
por exemplo).

Carburação: Deverá ser preenchido com 1; 2 ou 4, conforme o número de corpos de


aceleração que forem montados no motor.
Exemplo: Carburação simples (Solex 30 ou 31) digite 1; Carburação dupla (Solex 32 ou
Solex 40) digite 2;
Dois Weber duplos (IDF40 44 ou 48) digite 4.

Escape: Digite D para escape Dimensionado ou O para Original.

PNEUS TRASEIROS

Exemplo: Caso Utilizemos um pneu 205/45R17, teremos os seguintes valores a ser


digitados.

ARO: 17
SÉRIE: 45
Largura: 205

Transmissão

Deverão ser Digitados os valores das relações das 4 marchas e mais o número de dentes da
Coroa e Pinhão (relação Final)
A título de recordação:
Os Câmbios do Fusca tem as seguintes relações:
Primeira – 3,8
Segunda – 2,06
Terceira – 1,32
Quarta – 0,88
As únicas exceções são feitas quando falamos da transmissão do 1200 e dos demais Fuscas
(1300, 1500 e 1600) até 1976, que possuíam a quarta marcha de 0,89. Contudo a diferença
é tão pequena, que podemos considerar sempre a quarta marcha (original) como sendo 0,88.
A relação final (Coroa e pinhão), possui 4 relações originais:
31 x 8 – SP2 e Fuscas 1600 (gasolina ou álcool), a partir de 1984 (inclusive os Itamar).
33 x 8 – Fuscas 1500 e 1600 (antes de 84), e demais 1600 (com exceção da Kombi).
35 x 8 – Fuscas 1300 a (gasolina ou álcool); Brasília 1300 (álcool); Gol (1300).
36 x 7 – Kombi todas as 1600 sem redução no eixo.

As relações estão na ordem da mais longa para a mais curta.


Recomenda-se o uso da mais longa em situações de utilização na estrada, ou com
comandos muito mansos (VWG, VWA ou até W100).
Em contrapartida a utilização da relação 35 x 8 é mais adequada para carros de arrancada
ou com comandos mais fortes.
O uso da relação 36 x 7 só é recomendada para carros de arrancada e com preparação muito
forte além do comando W140. Quando o carro conseguirá fazer 0-402m em mais ou menos
15 segundos!!

Veículo:
Deverão ser dados os valores do peso, CX e Área Frontal do veículo.

O peso deverá ser verificado no Manual do Proprietário por exemplo.


O Cx, é um valor (coeficiente de penetração aerodinâmica), obtido experimentalmente, e
vale:
Fusca: 0,48
Gol (Quadrado): 0,49
Brasília: 0,43

A Área frontal pode ser estimada como sendo 0,9*Altura* Largura

Para o Fusca eu uso Cx 0,48; área Frontal de 1,5 m2, e peso de 800 kg, que dá um
resultado bem próximo da realidade.

Resumo do Projeto:
Nesta Planilha, você terá a maior parte das características do Projeto, mostrando desde o
desempenho do Veículo, como uma sugestão inicial de carburador (Borboleta, Venturi e
Gicleur).
Nela também aparece a quantas RPM o motor estará girando com o veículo a 100km/h,
valor muito importante para vermos o aspecto de conforto em caso de viagens.
Curvas do motor:
Estes gráficos simulam teoricamente as curvas de Potência e Torque, pelo processo de
aproximação Polinomial.
O Torque é calculado por uma equação de 2º Graus do tipo Y= ax2 + bx +c, ao passo que a
Potência é a integral do Torque , sendo portanto de 3º Grau do tipo Y = ax3 + bx2 +cx +d.
A precisão destas curvas jamais poderão ser comparadas as curvas reais, mas é justamente
desta forma que começamos um projeto de motor, estimando-se o seu desempenho
matematicamente.
Lembro que diferentemente da Planilha anterior, os coeficientes atuais geram valores
bastante próximos aos da Norma DIN e ABNT, dando-nos valores bastante próximos da
realidade.
Caso tentem simular motores originais, verão que os valores obtidos são bem próximos dos
informados pela própria VW.

Curva de Aceleração:
Esta curva mostra como se comporta a aceleração do veículo em função da velocidade.
Nela pode-se inclusive verificar a variação ao se mudar de marchas.
Temos 4 curvas simultaneamente: a mais da esquerda é da primeira marcha e assim
sucessivamente abaixando até a da quarta marcha.
Quando esta curva toca o eixo das velocidades, temos a velocidade máxima possível para o
veículo em função das rotações e potência do motor.
Caso o valor apontado seja menor que o indicado no quadro acima a direita, significa que
podemos melhorá-la alterando-se a relação final.

Desempenho:
Aqui temos um resumo dos resultados de desempenho possível para a preparação simulada

Alcance das marchas:


Esta tela, mostra o chamado Gráfico dente de Serra, que representa a variação de
velocidade em cada marcha.
Nele conseguimos verificar, em conjunto com as tabelas à direita, se a relação de marchas
está coerente ou não.
Às vezes uma simples mudança de pneu (mais alto ou mais baixo), faz com que a
velocidade máxima aumente, para os valores esperados.
De uma forma geral, o cambio estará bem escalonado quando o ponto preto, sobre a reta da
quarta marcha (reta vermelha), se encontrar na rotação de potência máxima.
Caso se encontre muito abaixo, alongue a transmissão (Coroa e pinhão e/ou pneus
traseiros).

Carburação:
Aqui os carburadores (Venturis e gicleurs) são calculados considerando-se uma mistura
levemente rica (5% acima da estequiométrica) tanto para álcool como para nossa Gasolina
com 24 a 26% de álcool.

Na Tabela a direita, teremos várias combinações entre borboletas, Venturis e Gicleurs.


Os valores em amarelo, nos dão uma boa relação de Potência. Os valores em Laranja, só
devem ser utilizados para casos em queremos efetivamente Colocar o Veículo para Correr,
sem qualquer pretensão de Consumo Baixo. Já a Faixa em Verde nos dá as relações mais
apropriadas para veículos que rodam no dia a dia, em que não abrimos mão do
Desempenho, mas que também levamos em consideração o Consumo de Combustível.
No Cálculo dos Gicleurs, os valore obtidos são em centésimos de mm, como os
normalmente encontrados comercialmente. Por exemplo um Gicleur 155, tem 1,55mm de
diâmetro, ou 155 centésimos de milímetro de diâmetro (no furo é claro!). Contudo na
prática não temos todos os valores calculados. NaPrática encontramos gicleurs de 2,5 em
2,5 centésimos de milímetro, ou seja se o simulador informar que deveremos utilizar um
Gicleur 188, poderemos utilizar na prática um Gicleur 187,5 ou 190.

Cálculos:
Nesta Tela pode ser vista toda a Rotina de Cálculos gerada para determinação de todas as
informações deste Simulador. Nada na mesma deve ser alterado, sob pena de se perder a
rotina de cálculos necessária.

Escape:
Nesta Tela pode ser vista o cálculo do escape dimensionado com seus diÂmetros e
comprimentos.

Esforços e Viabilidade:
Nesta Tela pode ser visto uma análise da viabilidade dos parâmetros digitados na primeira
pasta (dados), dando inclusive além das possíveis montagens viáveis do ponto de vista da
confiabilidade a mais vantajosa (Melhor opção).

Observações:

Todas as Telas (planilhas) estão travadas, para se evitar que dados importantes sejam
alterados.
Os únicos dados que devem ser alterados, são os da Primeira Tela (Dados).
Apesar destes dados serem livres, caso sejam utilizados valores fora dos especificados
nesta instrução, os resultados poderão não ser coerentes e nem mesmo confiáveis.

Como já disse, este simulador utiliza coeficientes de modo a gerar Potência e Torque na
Norma DIN / ABNT, além de considerar também as perdas naturais da transmissão do
veículo, desta forma algumas discrepâncias serão verificadas em relação ao simulador
antigo. Desta forma, os dados obtidos nesta versão são muito mais precisos, podendo ser
considerados como os que serão obtidos na realidade com um erro de no máximo mais ou
menos 5%

Espero que estes Cálculos possam ser de utilidade para todos, ao menos como forma de
diversão. Abraços,

Vader. Novembro de 2005.