Você está na página 1de 16

Indicadores

Indicadores
O QUE SÃO? QUAIS OS TIPOS DE INDICADORES?
Através dos anos, diversos operadores dos mercados financeiros,
dedicaram-se (e dedicam-se) na criação de ferramentas que Os principais tipos de indicadores são:
pudessem, de algum modo, auxilia-los em suas tomadas de
decisão, no que resultou em uma vastidão de indicadores que tem De tendência: São indicadores que tem por objetivo nos indicar a
por principal função informar de forma simples e intuitiva ao direção atual dos preços com base em uma serie de dados
negociante alguma informação desejada na variação dos preços, a coletados pelo passado (recente ou não).
principal característica dos indicadores é o fato de trabalhar com
os preços gerados pelas candlesticks, portanto, tudo que De Momentum/Oscilação: São indicadores com a função de nos
aprenderemos aqui poderá ser observado diretamente na ação do informar a respeito da fase do mercado, podendo muitas vezes nos
preço, o objetivo deste módulo é que possamos compreender suas sinalizar com brevidade as viradas do mercado, nessa classe estão
funcionalidades e utiliza-las de modo que nossas tomadas de incluídos os osciladores.
decisão torne-se mais rápida e eficiente.
De Volume: São indicadores que trabalham coletando dados a
partir do volume financeiro, compactuando com a relação preço e
volume, são indicadores que nos sinalizam importantes informações
no rastreamento do “dinheiro esperto”.
De volatilidade: São indicadores que tem como principal função nos
apresentar o momento atípico do mercado, quando a volatilidade
está maior ou menor que a normal, inclusive nos auxiliando a
entender o que é “normal” neste cenário.
Indicador de oscilação - RSI
RSI(IFR) – ÍNDICE DE FORÇA RELATIVA – O QUE É?
O RSI(IFR) índice de força relativa é um indicador O indicador calcula o momentum com base no
técnico criado por J. Welles Wilder que tem como afastamento médio entre os fechamentos das
função calcular a força ou fraqueza atual e candles, ou seja, quanto mais candles dentro de
histórica de um instrumento financeiro, este um período tem seu fechamento maior que o
indicador é classificado como oscilador de fechamento anterior e este fechamento segue
momentum, pois mede a velocidade e em distanciamento, ascendente, o RSI estará em
magnitude dos movimentos direcionais dos aumento, o inverso ocorre para movimentos
preços, descendentes do preço.
Momentum é a taxa de variação da alta ou da É normalmente utilizado na configuração de 14
baixa do preço. perídos, podendo ser modificado e adaptado
para sua estratégia, entendimento em relação ao
comportamento do ativo e até mesmo, as
condições de mercado.
Indicador de oscilação - RSI
CALCULO
Para cada período de negociação, uma mudança para cima ou para Se tivermos então:
baixo é calculada.
A = Fa – Fp
Portanto:
B=0
A = Alto
Significa dizer que o fechamento atual foi superior ao fechamento
B = Baixo anterior, logo, há um movimento ascendente no calculo do
indicador.
Fa = Fechamento atual
Se tivermos então:
Fp = Fechamento anterior
A=0
B = Fp – Fa
Significa dizer que o fechamento atual foi inferior ao fechamento
superior, logo, há um movimento descendente no calculo do
indicador.
Indicador de oscilação - RSI
CALCULO
Ainda se: RS = EMA(A,n) / EMA(B,n)
Fa = Fp Se as médias dos valores de B for zero, o valor do
RSI será definido como 100.
A=0
Se as médias dos valores de A for zero, o valor do
B=0 RSI será definido como 0.
Esse calculo é efetuado no período selecionado Converte-se então a força relativa em um índice
pelo operador, e uma média exponencial é de força relativa entre 0 e 100, onde:
calculada com base nesse resultado.
RSI = 100 – (100/1+RS)
O resultado de A e B serão considerados como
valor de referencia para construção da média
exponencial, este resultado é a força relativa (RS).
Indicador de oscilação - RSI
OVERBOUGHT (SOBRECOMPRADO) OVERSOLD (SOBREVENDIDO)

Segundo Wilder, os topos e fundos são indicados quando o RSI vai acima de 70 ou abaixo de 30, é
tradicional que leia-se como “sobrecomprado” quando acima de 70 e “sobrevendido” quando a
leitura é abaixo de 30, desta forma, em uma tendência, é esperado que inicie portanto uma correção.
O RSI mede a força comercial recente de um ativo, a inclinação do RSI está diretamente ligada a
velocidade da mudança dos preços, a distancia percorrida pelo RSI diretamente proporcional a
magnitude do movimento dos preços, ou seja, quanto mais direcional (candles na mesma direção
consecutiva) mais íngreme será o a linha do RSI, quanto maior a distancia entre fechamentos nesse
movimento, maior será o deslocamento da linha, fazendo com que, em um plano cartesiano, o
indicador atinjas os extremos mais rapidamente.
Tem ainda o nível 50, considerado neutro, onde é comum o preço retornar nos momentos de
correção e, girar em torno nos períodos de consolidação.
Indicador de oscilação - RSI
EXEMPLO DO INDICADOR

Ao lado um exemplo do indicador, as linhas


azuis tracejadas horizontais são os níveis de
30, 50 e 70.
Na parte inferior do indicador, após um
movimento de baixa, ele atingiu a região de
sobrevenda retornando a subir em seguida,
em direção a região de sobrecompra,
compreender isso é o conceito básico do
entendimento para bom uso dessa
ferramenta.
Indicador de oscilação - RSI
INTERPRETAÇÃO DO INDICADOR

Wilder acreditava que a divergência entre RSI Ainda segundo Wilder, as formações e as
e o preço era uma indicação forte de virada do regiões de suportes e resistências podiam por
mercado. muitas vezes ser mais facilmente visualizadas
no indicador do que no gráfico de preços, a
Uma divergência de alta acontece quando o linha central de valor 50 no RSI é geralmente
preço atinge uma nova mínima mas o RSI faz vista como suporte ou resistência.
uma mínima mais alta já uma divergência de
baixa acontece quando o preço atinge uma Se o RSI estiver abaixo de 50, entende-se que
nova máxima e o RSI faz uma máxima mais as perdas estão superando os ganhos naquele
baixa. instrumento, quando o RSI está acima de 50,
entende-se que os ganhos estão superando as
perdas, vejamos exemplos a seguir:
Indicador de oscilação - RSI
DIVERGÊNCIA DE ALTA
Ao lado temos o gráfico de Petrobrás (PETR4) gráfico diário,
acompanhe da esquerda para a direita, quando o ativo teve um
movimento descendente acelerado, durante o impacto do covid19
sobre os ativos, que ele atingiu a região de sobrevenda na candle
que numeramos com 1, após atingir essa região, o preço voltou a
seguir, e onde apontamos como 2 e 3, o RSI na região dos 50 ,
apresentou um bom nível de resistência.
Note que a seguir, o preço do ativo volta a cair, onde no preço, no
ponto indicado pelo 4 fez um fundo mais baixo que o fundo
formando no 1, todavia, note que no indicador, o fundo do
indicador 4 está acima do fundo 1 do próprio indicador,
caracterizando então uma divergência de alta. Identificar a
divergência é o primeiro passo, o indicador também pode servir
como um sinal de entrada, afinal de contas, ele é o próprio preço
suavizado pela média e transformado em índice, daremos um
zoom na região do fundo mencionado como 4 para fazer uma
avaliação mais detalhada.
Indicador de oscilação - RSI
DIVERGÊNCIA DE ALTA
Agora que identificamos que o fundo na imagem (4)
apresentou uma divergência de alta, vamos procurar
uma razão e uma região para realizar a nossa compra,
observe que, após a candle 4, marquei a candle 4.1,
que ao atingir a o nível 30 do RSI voltou a subir, no dia
seguinte, temos a candle descrita como 4.2 e o
indicador volta a cair, note que, formaria um pivô de
baixa caso perdesse a mínima no dia seguinte, tanto o
indicador quanto o preço, seguiria caindo, porem, na
candle 4.3 o que ocorre é o rompimento da máxima da
4.1, note que agora no indicador, temos um pivô de
alta formado, poderíamos assumir posição de compra
nesse momento, mas é comum que o preço retorne a
uma resistência rompida (pullback) observe que no dia
seguinte, a candle 4.4 é uma candle de baixa, porem o
indicador em 4.4 faz mínima na máxima 4.1, temos um
pullback perfeito, logo, o rompimento da máxima da
4.3 é nosso ponto de execução de compra.
Indicador de oscilação - RSI
DIVERGÊNCIA DE BAIXA
No gráfico a esquerda, temos a ação da Mariza (Amar3),
onde o indicador indicava uma reversão antes mesmo do
preço fazê-lo.
Dispensa explicações né? A divergência de baixa é o
inverso da divergência de alta, a candle 2 fez nova máxima
em relação ao candle 1, ao passo que o indicador fazia
máxima mais baixa, onde 2 estava abaixo de 1 (no próprio
indicador), observe as candles 3, 4, 5, 6 e 7 e na área
indicada no indicador, o indicador faz um pivô de baixa
naquele período com muito mais clareza, se possível abra
esse ativo em seu gráfico e vá até esse período, tente
encontrar esse momento e analise você mesmo.
Espero que as divergências tenham ficado claras, procure-
as em seu gráfico, você certamente encontrará varias
situações onde o RSI poderia ter auxiliado fortemente em
suas tomadas de decisões.
Indicador de oscilação - RSI
RSI NA TENDÊNCIA
Durante uma tendência de alta, o nível 50 do RSI tende a ser um
excelente nível de suporte.
Observe o gráfico ao lado, da Estácio Participações S/A (YDUQ3),
quando podemos observar uma tendência bem definida (topos e
fundos ascendentes) e em um dado momento o preço começa a
fazer um movimento de baixa, tal qual o indicador, este, ao atingir
o nível 50, começa a retornar, note onde está indicado pelo 1 no
indicador, o preço reagindo positivamente, uma nova tentativa de
rompimento acontece, mas o indicador em N2 faz fundo mais alto
que N1, ao passo que o preço também volta a subir, aquele torna-
se portanto uma localização para execução de uma compra do
instrumento, acreditando na retomada da tendência.
Mais a frente, em N3, o evento se repete, o preço começa a fazer
movimento descendente até que ao se aproximar do nível 50, a
tendência é retomada.
Durante uma tendência de alta, é esperado que o indicador atue
entre os níveis 40 e 80 na maior parte do tempo.
Indicador de oscilação - RSI
RSI NA TENDÊNCIA
A nossa esquerda, o gráfico diário de dólar futuro (DOLFUT) onde
durante uma tendência de baixa há uma correção em que o
indicador atinge a o nível 50, a essa altura, não se faz necessário
muita explicação, mas observe um detalhe que, durante todo o
movimento de baixa do ativo, desde o inicio do gráfico, aquela
correção foi a única que formou um pivô de baixa, o preço caia em
quanto o indicador estava subindo, até que um pivô de baixa foi
formado e ganhamos aceleração, afinal, esta é uma das funções do
indicador analisá-lo com um gráfico comum onde topos e fundos
descendentes representa tendência de baixa e topos e fundos
ascendentes representam a tendência de alta é a forma mais
eficiente de usa-lo, não adianta somente o indicador atingir
determinada região, sobrecompra ou sobrevenda, faz-se
necessário que ele transmita a informação que se enquadre em
compra efetiva ou venda efetiva.
Durante uma tendência de baixa, é esperado que o indicador atue
entre os níveis 60 e 20.
Indicador de oscilação - RSI
REVERSÕES
Andrew Cardwell descobriu a existência positiva Cardwell descobriu também, que as reversões
e negativa do RSI, as reversões são o inverso da positivas acontecem apenas em tendências de
divergência. alta e reversões negativas apenas em tendências
de baixa, ou seja, a existência de uma reversão
A reversão positiva acontece quando durante positiva confirma uma tendência de alta, vamos
uma correção de uma tendência de alta, o observar as imagens a seguir para entender
indicador faz mínima mais baixa do que a mínima melhor.
formada na correção anterior. enquanto a
reversão negativa é quando, durante uma
correção de uma tendência de baixa o indicador
faz máxima mais alta do que a máxima da ultima
correção. Confuso? Não se preocupe, vamos
observar alguns exemplos.
Indicador de oscilação - RSI
REVERSÃO POSITIVA
Observe a imagem ao lado, da ação da ViaVarejo (VVAR3)
no gráfico diário, note que o fundo da correção (1)
representada no gráfico, foi rompida no (2), porem, o
preço ainda está acima, isso é chamado portanto de
reversão positiva, funcionando como uma confirmação da
tendência de alta.
Isso não significa dizer que o ativo não cairá, diz somente
que, uma eventual queda dos preços do instrumento tem
pouca probabilidade de romper o fundo majoritário da
tendência (fundo representado por 1 por se tratar do
ultimo fundo a ter o topo prévio rompido, onde a
tendência de alta foi confirmada (novamente)). De modo
quê, devemos estar atentos uma possível oportunidade de
compra mais a frente.
Por falta de exemplo, ficarei devendo uma reversão
negativa, mas não é difícil compreender que se trata do
inverso da positiva.
Indicador de oscilação - RSI
RSI NO DAY TRADE CONCLUSÃO

Para utilização no day trade, é tudo feito do O RSI é uma excelente ferramenta de apoio
mesmo jeito, porem, por ser time frames aos traders, consegue suavizar os movimentos
muito curtos, (5~10~15 minutos) está mais e transforma-lo em uma informação simples e
suscetível a erro, mas isso não muda a leitura objetiva de ser ler, mesmo com o atraso
e a dinâmica do indicador, para o uso no day comum dos indicadores, é uma excelente
trade se faz necessário que você se aprofunde ferramenta de comparativo do preço atual
no entendimento e pratique muito a com o preço histórico, mostrando portanto
utilização, precisa pegar o timing do indicador excelentes pontos de reversão e correção dos
em tempos menores, pois em gráficos diários mercados, sua leitura detalhada e atenta pode
você tem muito mais tempo para analisar e te proporcionar excelentes resultados em suas
tomar decisões. operações.

Você também pode gostar