Você está na página 1de 12

Os requisitos da qualidade

Atender às exigências e aos requisitos é


a principal característica da qualidade, e
para isso é necessário a compreensão do
ambiente que envolve a organização.
Significa dizer que compreender as
relações entre organização, clientes,
fornecedores e sociedade é de
fundamental importância para o
estabelecimento dos requisitos da
qualidade.
Dessa maneira, muitos autores apontam
a qualidade como uma atividade inseri-
da dentro do marketing da organização,
uma vez que a qualidade depende
essencialmente de informações e
pesquisas sobre as necessidades e
exigências de clientes e para com
fornecedores.
Os funcionários de marketing devem
naturalmente compreender não apenas
as necessidades do cliente, mas também
conhecer a capacidade de sua própria
organização em atendê-las (OAKLAND,
1994, p.19).
A comunicação clara e direta entre
cliente e fornecedor é fundamental para
que as organizações possam identificar
não conformidades dos produtos
vendidos ou serviços prestados. Uma
falha na comunicação dos requisitos
pelo setor de marketing da organização,
com o cliente ou fornecedor, pode
comprometer a qualidade do produto e
consequentemente prejudicar a
companhia.
As políticas de qualidade

A qualidade deve ser encarada com


seriedade na organização,
principalmente pelos altos executivos,
diretores e gerentes sêniors. Esses
profissionais possuem poder de decisão
estratégica e são os responsáveis por
definir as intenções e diretrizes globais
de uma organização relativas à
qualidade, formalmente expressas pela
alta administração, originando as
políticas de qualidade.
A política de qualidade é um ativo da
organização, um bem de direito que
deve ser comunicado a todos os
funcionários. Para se desenvolver uma
política de qualidade,

é necessário identificar as necessidades


do cliente e percebê-las mesmo que não
tenham sido explicitadas, além de
avaliar a capacidade da empresa em
atender a essas necessidades quanto a
aspectos como recursos pessoais,
tecnológicos e financeiros.
Outra regra importante para o
desenvolvimento de políticas de
qualidade é a concentração na filosofia
de“é melhor prevenir do que remediar”.
Além disso, é fundamental que a
organização esteja sempre promovendo
novos treinamentos e aperfeiçoamentos
nos processos e políticas de qualidade.
A conformidade da qualidade
A conformidade de um produto ou
serviço é o grau ou medida em que a
qualidade é realizada, ou seja, significa
dizer que aquilo que o cliente receber
estará de acordo com os padrões e
requisitos esperados.

A não conformidade, por sua vez, é uma


deficiência em características,
documentação ou procedimento, que
caracteriza um item ou serviço como
estando em desacordo com os requisitos
especificados no projeto.
A conformidade de um projeto pode ser
verificada através de inspeções ou
revisões, que podem ser feitas em
atividades do projeto, como no produto
ou serviço final.

A qualidade, entretanto, não pode ser


transferida aos produtos através da
inspeção; o procedimento de reparos de
defeito é que pode assegurar qualidade
a um produto ou serviço, mesmo este
tendo apresentado uma não
conformidade.
Muitas vezes empresas tentam trazer
qualidade ao produto somente na fase
da inspeção, e, sem sucesso, acabam por
conseguir apenas significativos
aumentos de custos.
O processo de qualidade deve estar
presente em todo o ciclo do projeto, ou
seja, qualidade não é uma parte do
projeto ou um departamento da
empresa, a qualidade é um processo que
está presente desde a concepção de um
produto até sua finalização, em todos os
processos de uma empresa e
certamente é o maior diferencial
competitivo de uma organização.

Você também pode gostar