Você está na página 1de 16

EMEFM PROFESSOR DERVILLE ALLEGRETTI

APOSTILA
MATEMÁTICA FINANCEIRA E COMERCIAL

2011

PROFª. ELISÂNGELA
RAZÕES E PROPORÇÕES

1. RAZÃO

Um dos conceitos mais básicos da matemática, porém de extrema utilização em nossa vida
diária é a comparação entre quantidades, através da divisão entre elas. Chamamos de razão a
divisão ou relação entre duas grandezas.

Razão de um número a para um número b, sendo b, diferente de zero, é o quociente de a por b.


a : b ou (lê: “a” está para “b” ou simplesmente “a para b”)

O número a é chamado de antecedente e o b de conseqüente..

Exemplos:

1) Para saber quantas vezes o número 100 é maior do que o número 2 (ou em outras palavras,
qual a razão entre 100 e 2), procedemos da seguinte forma:

100 : 2 = 50

Portanto, o número 100 é 50 vezes maior do que o número 2.

2) Aleatoriamente, duas cidades, digamos “a” e “b” possuem uma população de 150.000 e 75.000
habitantes, respectivamente. Podemos comparar estas duas quantidades através da divisão
150.000 ÷ 75.000 , que resulta em 2. Isto significa que a cidade “a” tem o dobro da população
da cidade “b”, ou seja, para cada habitante da cidade “b” há dois na cidade “a”.

Vejamos alguns exemplos do uso de razões.

a) Velocidade média de deslocamento de um automóvel entre dois pontos: Dividimos a distância


percorrida entre estes dois pontos pelo tempo do percurso;

b) Densidade populacional de uma área geográfica: Dividimos o número de habitantes pela área
geográfica ocupada por esta população;

c) Variação de preço de um determinado artigo de consumo: Dividimos o valor do aumento pelo


preço anterior deste artigo;

d) Consumo médio de combustível de um automóvel: Dividimos a quilometragem percorrida por


este automóvel pela quantidade de litros de combustível que utilizou.

Inúmeras são as aplicações da comparação entre duas grandezas obtidas pela divisão. O
resultado obtido chamamos de razão.

Grandeza: É uma relação numérica estabelecida com um objeto. Assim, a altura de uma árvore, o
volume de um tanque, o peso de um corpo, a quantidade de pães, entre outros, são grandezas.
Grandeza é tudo que você pode contar, medir, pesar, enfim, enumerar.

Exercícios:

1) Um avô tem 60 anos de idade e o neto 15 anos. Qual é a razão entre as idades de ambos?

2
2) Em um concurso, concorreram 2500 candidatos. Sabendo-se que o número de vagas era de
500 qual a razão de candidatos por vagas?

3) Em uma prova de matemática, havia 20 questões. Determinado aluno acertou 12 questões.


Determine:

a) A razão do número de questões que acertou para o número de questões que havia na prova.

b) A razão do número de questões que acertou para o número de questões que errou.

4) Em determinada localidade, de cada 15 habitantes, 5 moram na zona rural. Qual é a razão de


moradores da zona rural com a urbana?

5) Dois amigos, “x” e “y”, participaram de um bolão da faculdade e foram contemplados. “x”,
recebeu R$ 600,00 e R$ 750,00 Qual a razão entre a quantia que “x” recebeu e a quantia que
“y” recebeu?

2. PROPORÇÃO:

Exemplo:

Meu carro faz 13km por litro de combustível, então para 26km preciso de 2L, para 39km preciso de
3L e assim por diante.

PROPORÇÃO: é uma igualdade entre duas frações:

3
Representação:

(lemos: “a está para b, assim como c está para d”)


Temos:

1ª situação:

2ª situação:

, logo formam uma proporção.

2.1-Propriedade Fundamental da Proporção

Observe , se você multiplicar em cruz o resultado será o mesmo: 26 x 3 = 2 x 39 = 78.

Numa proporção, quando multiplicamos em cruz, o resultado é o mesmo. Mas além desta
propriedade, temos outras que serão muito úteis:

Numa proporção quando somamos termo a termo: , a razão se


mantém.

Numa proporção quando subtraímos termo a termo: , a razão se


mantém.

Dadas as proporções:

Exemplos:

a) 4 e 20 são proporcionais a 16 e 80? Isto é, 4 ÷ 20 = 16 ÷80?


.
4
b) 2 e 3 são proporcionais a 4 e 6? (2 ÷ 3 = 4 ÷ 6)

c) 6 e 3 são proporcionais a 4 e 2? (6 ÷ 3 = 4 ÷ 2)

d) 10 e 15 são proporcionais a 30 e 40? (10 ÷ 15 = 30 ÷ 40)

e) 2 e 9 são proporcionais a 4 e 18?

3. PORCENTAGEM:

Toda fração de denominador 100, representa uma porcentagem, como diz o próprio nome por
cem.

Exemplo:

Observe que o símbolo % que aparece nos exemplos acima significa por cento.

Se repararmos em nosso volta, vamos perceber que este símbolo % aparece com muita
freqüência em jornais, revistas, televisão e anúncios de liquidação, etc.

Devemos lembrar que a porcentagem também pode ser representada na forma de números
decimal, observe os exemplos.

Exemplos:

Vamos fazer alguns cálculos envolvendo porcentagens.

1) Em uma classe de 30 alunos , 15 fora aprovados. Qual a taxa percentual de aprovação?

Pelo principio fundamental da proporção(pfp), temos:

30x = 100 . 15
5
30x = 1500

x= = 50% de aprovados

2) Ao comprar um livro , obtive um desconto de R$3,00. Qual o preço do livro sabendo que a taxa
de desconto foi de 5%?

Aplicando o PFP, temos:

5x = 3.100
x= = 60

4. SÉRIES DE RAZÕES IGUAIS

Quando temos uma igualdade de três ou mais razões, dizemos que se trata de uma proporção
múltipla. Consideremos a série de razões iguais

Podemos observar que:

; ; ;

ou

Propriedade Fundamental:

onde

então,

6
Portanto:

Em uma série de razões iguais,a soma dos antecedentes está para a soma dos conseqüentes
assim como qualquer antecedente está para seu conseqüente.

Exemplos:

1) Calcule x, y e z, sabendo que e x+y+z = 420.

2) Determine os antecedentes de uma proporção, sabendo que sua soma é 47 e que os


conseqüentes são 2 e 8.

3) Determine dois números, sabendo que sua soma é 60 e que a razão entre eles é .

4) Dois números cuja diferença é 12, estão na relação . Quais são esses números?

Exercícios

1) Dois números, cuja a soma é 28, guardam entre si a relação . Quais são esses números?

2) Dois números, cuja a diferença é 12, estão na relação . Quais são esses números?

3) A idade de um pai está para a de seu filho como 7 está para . Se a soma das idades é 52,
qual a idade de cada um?

4) Qual é o número que, aumentado de 2 unidades, está para 5 assim como 28 está para 20?

5) A importância de R$ 588 foi dividida entre três pessoas. Sabendo que a parte da primeira está
para a segunda como 5 para 7, e que a parte da segunda está para a terceira como 7 para 9,
determine as três partes.

7
5. Grandezas Proporcionais

Introdução:

Ocorrem no dia-a-dia situações que envolvem números tais como: tempo; espaço;
velocidade;pressão; massa; volume; salário; horas de trabalho; número de empregados etc. A cada
uma dessas situações mencionadas acima chamamos de grandeza. Assim, o número de horas de
viagem realizado por um automóvel depende da sua velocidade e do espaço a ser percorrido.
As grandezas podem ser diretamente proporcionais ou inversamente proporcionais.

5.1 Grandezas Diretamente Proporcionais (G.D.P.)

Duas grandezas são ditas diretamente proporcionais, quando o aumento de uma implica no
aumento da outra, quando a redução de uma implica na redução da outra, ou seja, o que você fizer
com uma acontecerá com a outra.

Propriedade: Em grandezas diretamente proporcionais, a razão é constante.

Exemplos:

1) Se numa receita de pudim de microondas uso duas latas de leite condensado, 6 ovos e duas
latas de leite, para um pudim. Terei que dobrar a quantidade de cada ingrediente se quiser
fazer dois pudins, ou reduzir a metade cada quantidade de ingredientes se quiser, apenas
meia receita.

2) Observe a tabela abaixo que relaciona o preço que tenho que pagar em relação à
quantidade de pães que peça:

Preço
0,20 0,40 1,00 2,00 4,00 10,00
R$
Nº de pães 1 2 5 10 20 50

Preço e quantidade de pães são grandezas diretamente proporcionais. Portanto se peço mais
pães, pago mais, se peço menos pães, pago menos. Observe que quando dividimos o preço pela
quantidade de pães obtemos sempre o mesmo valor.

3) Sejam as sucessões de números (3; 4; 5; 6) e (6; 8; 10; 12), verifique se são diretamente
proporcionais.

8
4) Divida o número 56 em partes proporcionais a 2 e 3 e ao mesmo tempo proporcional a 1 e 4.

5) A importância de R$ 684.000,00 foi dividida entre duas pessoas. Sabendo que a primeira
recebeu na razão direta 7 e de 3 e que a segunda recebeu na razão direta de 9 e 4, calcular
a parte de cada uma.

5.3 Grandezas Inversamente Proporcionais (G.I.P.)

Duas grandezas são ditas inversamente proporcionais quando o aumento de uma implica na
redução da outra, quando a redução de uma implica no aumento da outra, ou seja, o que você fizer
com uma acontecerá o inverso com a outra.

Exemplo:

1) Numa viagem, quanto maior a velocidade média no percurso, menor será o tempo de viagem.
Quanto menor for a velocidade média, maior será o tempo de viagem.

Observe a tabela abaixo que relaciona a velocidade média e o tempo de viagem, para uma
distância de 600km.

Velocidade média
60 100 120 150 200 300
(km/h)
Tempo de viagem
10 6 5 4 3 2
(h)

Velocidade média e Tempo de viagem são grandezas inversamente proporcionais, assim se viajo
mais depressa levo um tempo menor, se viajo com menor velocidade média levo um tempo maior.
Observe que quando multiplicamos a velocidade média pelo tempo de viagem obtemos sempre o
mesmo valor.

Propriedade: Em grandezas inversamente proporcionais, o produto é constante.

9
2) Sejam as sucessões de números (1; 2; 4; 5) e (20; 10; 5; 4), verifique se são inversamente
proporcionais.

3) Divida o número 60 em partes diretamente proporcionais a 1 e 2 e inversamente proporcionais


a 3 e 4.

4) A quantia de R$ 20.650,00 foi dividida entre duas pessoas, sendo que a primeira recebeu na
razão direta de 8 e na razão inversa de 3 e a segunda pessoa recebeu na razão direta de 9 e
na razão inversa de 4. Quanto recebeu cada pessoa?

EXERCICIOS:

1) Verifique se as seqüências de números abaixo são diretamente ou inversamente proporcionais.


a) (2; 4; 5) e (6; 12; 15)
b) (1; 4; 10) e (20; 5; 2)

2) O lucro de determinada empresa foi dividido entre seus três sócios, na proporção de 3; 5 e 9.
Sabendo que o segundo sócio recebeu R$ 40.000,00 a mais do que o primeiro, pergunta-se:
qual foi o lucro total da empresa e quanto coube a cada um dos sócios?

10
3) A importância de R$ 780.000,00 deve ser dividida entre os três primeiros colocados de um
concurso, em partes diretamente proporcionais aos pontos conseguidos por eles, que são 50;
43 e 37, respectivamente. Determinar a importância que caberá a cada um.

4) Três pessoas desejam formar uma sociedade, entrando o primeiro com o capital de R$
1.200,00, o segundo com R$ 800,00 e o terceiro com R$ 1.000,00. Calcule o lucro de cada
sócio, sabendo que o lucro total da empresa foi de R$ 6.000,00.

6. REGRA DA SOCIEDADE

Entendemos por regra de sociedade um grupo de pessoas que se reúnem, cada qual tendo
um capital para ser aplicado por um período de tempo, numa atividade comercial podendo ocorrer
lucros ou prejuízos. Os problemas de regra de sociedade serão resolvidos através das aplicações
dos casos de divisões em partes diretamente proporcionais.

6.1 Casos de Regra de Sociedade

1º ) Capitais iguais e tempos diferentes

Neste caso, o lucro ou prejuízo da sociedade será dividido em partes diretamente


proporcionais aos tempos de permanência dos sócios.

Exemplos:

1) Três pessoas formam uma sociedade permanecendo o primeiro durante 12 meses, o


segundo 8 meses e o terceiro 6 meses. Quanto ganhou cada um, se a sociedade
apresentou um lucro de R$ 260.000,00?

11
2º) Tempos iguais e capitais diferentes

O lucro ou prejuízo será dividido em partes diretamente proporcionais aos capitais dos
sócios.

Exemplo:

1) Quatro pessoas formam uma sociedade de R$ 50,00; R$ 60,00; R$ 75,00 e R$ 25,00


respectivamente. No fim de certo tempo, a sociedade apresentou um lucro de R$ 840,00.
Quanto coube a cada sócio?

3º) Tempos diferentes e capitais diferentes

Os lucros ou prejuízos serão divididos em partes diretamente proporcionais aos produtos do


tempo pelo capital respectivo de cada sócio.

Exemplo:

1) Uma empresa teve lucro de R$ 22.200,00. O primeiro sócio empregou R$ 1.200,0 durante 1
ano e 3 meses, o segundo sócio R$ 800,00 por 1 ano e meio; o terceiro sócio R$ 1.000,00
durante 1 ano. Qual foi o lucro de cada sócio?

12
EXERCÍCIOS:

1) Três pessoas formaram uma sociedade, o primeiro sócio permanece 2 meses, o segundo 3
meses, o terceiro 5 meses. Sabendo que o lucro total foi de R$ 6.000,00, calcule o lucro de
cada sócio.

2) Uma sociedade constituída por duas pessoas obteve R$ 1.800,00 de lucro total. O primeiro
sócio entrou com um capital de R$ 300,00, o segundo sócio com R$ 600,00. Qual o lucro
que coube a cada sócio?

3) (TTN)Dois sócios lucraram com a dissolução da sociedade e devem dividir entre si o lucro
de R$ 28.000,00. O sócio A empregou R$ 9.000,00 durante 1 ano e 3 meses e o sócio B
empregou R$ 15.000,00 durante 1 ano. Calcule o lucro do sócio A.

4) (Banco do Brasil) Em uma certa sociedade, os capitais de A e B estão entre si como 3 está
para 5. Sabendo-se que esses capitais estiveram aplicados durante 15 e 18 meses,
respectivamente, e que a sociedade teve prejuízo de R$ 311.100,00, calcular o prejuízo de
cada sócio.

7. REGRA DE TRÊS

São problemas onde relacionamos duas grandezas podendo ser diretamente ou inversamente
proporcionais. Para solução dos mesmos consiste em formar com três valores conhecidos e a
incógnita procurada, uma proporção e dela tiramos o valor desejado.

7.1 REGRA DE TRÊS SIMPLES

Exemplos:

1) Um automóvel fez 120Km com 10 litros de gasolina. Quantos litros de gasolina esse
automóvel gastaria para percorrer 200Km?

13
2) Um ônibus com a velocidade 60Km/h percorre a distância entre duas cidades em 3h. Que
tempo levará, se aumentar a velocidade média para 90Km/h?

7.2 REGRA DE TRÊS COMPOSTA


Consideremos o problema abaixo:

1) Um operário, trabalhando 2h por dia fabrica 50 objetos em 3 dias. Quantas horas deveria
trabalhar para fabricar 100 objetos em 4 dias?

2) Na perfuração de um poço de 160m de profundidade, 40 operários levaram 21 dias. Quantos


dias 30 operários levariam na perfuração de 200m de um poço igual ?

EXERCÍCIOS:

1) O investimento de R$10.000,00 na melhoria da logística de uma empresa gera uma economia


de R$2.000,00.

a) Qual a economia se investirmos R$4.000,00?

14
b) Para termos uma economia de R$2.500,00quanto devemos investir?

2) Se 21 pintores, trabalhando 8 horas por dia, pintam um edifício em 6 dias. Nas mesmas
condições, quantos dias serão necessários para que 9 pintores, trabalhando 7 horas por dia,
pintem o mesmo edifício?

3) Se 10 máquinas, funcionando 6 horas por dia, durante 60 dias, produzem 90 000 peças, em
quantos dias, 12 dessas mesmas máquinas, funcionando 8 horas por dia, produzirão 192 000
peças?

4) Um caminhoneiro entrega uma carga em um mês, viajando 8 horas por dia, a uma velocidade
média de 50 km/h. Quantas horas por dia ele deveria viajar para entregar essa carga em 20
dias, a uma velocidade média de 60 km/h?

15
5) ( CEFET – 1990 ) Uma fazenda tem 30 cavalos e ração estocada para alimentá-los durante 2
meses. Se forem vendidos 10 cavalos e a ração for reduzida à metade. Os cavalos restantes
poderão ser alimentados durante:

a) 10 dias b) 15 dias c) 30 dias d) 45 dias e) 180 dias

16