Você está na página 1de 10

Visto:

CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 1


___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

3ª QUESTÃO (12 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

2. (U.F. Santa Maria-RS) Calor é:


UD: I - Ass.: 1 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’

( A ) a energia contida em um corpo.


( B ) o processo de transferência de energia de um corpo para outro, porque existe uma diferença
de temperatura entre eles.
( C ) um fluido invisível e sem peso, que é transmitido por condução de um corpo para outro.
( D ) a transferência de temperatura de um corpo para outro.
( E ) o processo espontâneo de transferência de energia do corpo de menor temperatura para o de maior
temperatura.

2. (U.F.São Carlos-SP - modificado) Um grupo de amigos compra barras de gelo para um churrasco, num dia de
calor. Como as barras chegam com algumas horas de antecedência, alguém sugere que sejam envolvidas num
grosso cobertor para evitar que derretam demais. Essa sugestão:
UD: I - Ass.: 1 - Obj.: a,b - ID: f - Tempo: 1’

( A ) é absurda, porque o cobertor vai aquecer o gelo, derretendo-o ainda mais depressa.
( B ) é absurda, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, fazendo com que ele
derreta ainda mais depressa.
( C ) não faz sentido, pois o cobertor não fornece nem absorve calor ao gelo, não alterando a rapidez com que
o gelo derrete.
( D ) faz sentido, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o seu
derretimento.
( E ) faz sentido, porque o cobertor dificulta a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando
o seu derretimento.

2. (Unirio) Um aluno pegou uma fina placa metálica e nela recortou um disco de raio r. Em seguida, fez um anel
também de raio r com um fio muito fino do mesmo material da placa. Inicialmente, todos os corpos encontravam-
se à mesma temperatura e, nessa situação, tanto o disco quanto o anel encaixavam-se perfeitamente no orifício
da placa. Em seguida, a placa, o disco e o anel foram colocados dentro de uma geladeira até alcançarem o
equilíbrio térmico com ela. Depois de retirar o material da geladeira, o aluno pôde observar que:
UD: I - Ass.: 3 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’

( A ) tanto o disco quanto o anel continuam encaixando-se no orifício na placa.


( B ) o anel encaixa-se no orifício, mas o disco, não.
( C ) o disco passa pelo orifício, mas o anel, não.
( D ) nem o disco nem o anel se encaixam mais no orifício, pois ambos aumentaram de tamanho.
( E ) nem o disco nem o anel se encaixam mais no orifício, pois ambos diminuíram de tamanho.

2. (F.M. Ttriângulo Mineiro-MG) Uma dona de casa lava dois copos de materiais diferentes e, logo em seguida,
coloca um dentro do outro. Depois de algum tempo em que a temperatura ambiente permanece constante, ela
nota que eles estão presos e não consegue separá-los. Dentre as muitas explicações possíveis para esse fato,
uma delas é que a temperatura da água com a qual os copos foram lavados:
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 2
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:
UD: I - Ass.: 3 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’
( A ) era mais baixa que a temperatura ambiente e o copo de dentro tem coeficiente de dilatação
maior que o de fora.
( B ) era mais alta que a temperatura ambiente e o copo de dentro tem coeficiente de dilatação maior que o
de fora.
( C ) era mais baixa que a temperatura ambiente e o copo de dentro tem coeficiente de dilatação menor que o
de fora.
( D ) era igual à temperatura ambiente, mas o copo de dentro tem coeficiente de dilatação maior que o de
fora.
( E ) era igual à temperatura ambiente, mas o copo de dentro tem coeficiente de dilatação menor que o de
fora.
05. (Mackenzie-SP) Quando um recipiente totalmente preenchido com um líquido é aquecido, a parte que
transborda representa sua dilatação ________________ . A dilatação ________________ do líquido é dada pela
________________ da dilatação do frasco e da dilatação ________________ . Com relação à dilatação dos líquidos,
assinale a alternativa que, ordenadamente, preenche de modo correto as lacunas do texto acima.
UD: I - Ass.: 3 - Obj.: b - ID: f - Tempo: 1’
( A ) aparente — real — soma — aparente
( B ) real — aparente — soma — real
( C ) aparente — real — diferença — aparente
( D ) real — aparente — diferença — aparente
( E ) aparente — real — diferença — real

06. (PUC-MG) Na figura abaixo, estão representadas três chapas bimetálicas idênticas, formadas pela sólida junção
de uma chapa de aço e de uma chapa de cobre, conforme indicado. Suas temperaturas são, respectivamente, t1,
t2 e t3. Sabe-se que os coeficientes de dilatação linear para esses materiais são:
• para o aço: 11 . 10-6 °C-1
• para o cobre: 17 . 10-6 °C-1

Assinale a alternativa que contém valores de t1, t2 e t3, nessa ordem, compatíveis com a figura:
UD: I - Ass.: 3 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’
( A ) 20 °C; 50 °C; –10 °C.
( B ) 20 °C; –10 °C; 50 °C.
( C ) –10 °C; 20 °C; 50 °C.
( D ) 50 °C; –10 °C; 20 °C.
( E ) 50 °C; 20 °C; –10 °C.

07. (FURG-RS) A tabela a seguir mostra os pontos de ebulição e os calores de vaporização (à pressão de 1 atm) para
7 substâncias diferentes.
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 3
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

Analisando a tabela podemos concluir que:


UD: I - Ass.: 4 - Obj.: b - ID: f - Tempo: 1’

( A ) o bromo passa de líquido para vapor em 44ºC.


( B ) para passar para vapor, um grama de nitrogênio requer o dobro de calorias que um grama de
iodo.
( C ) para vaporizar 50 g de hélio, são necessárias 600 calorias.
( D ) na temperatura em que a água ferve, o álcool etílico é líquido.
( E ) na temperatura ambiente, o mercúrio é vapor.

08. (Unesp) Massas iguais de cinco líquidos distintos, cujos calores específicos estão dados na tabela adiante,
encontram-se armazenadas, separadamente e à mesma temperatura, dentro de cinco recipientes com boa
isolação e capacidade térmica desprezível. Se cada líquido receber a mesma quantidade de calor, suficiente
apenas para aquecê-lo, mas sem alcançar seu ponto de ebulição, aquele que apresentará temperatura mais alta,
após o aquecimento, será a(o):
UD: I - Ass.: 4 - Obj.: a,b - ID: f - Tempo: 1’

( A ) água.
( B ) petróleo.
( C ) glicerina.
( D ) leite.
( E ) mercúrio.

09. Durante a passagem do estado líquido para o de vapor, sob pressão constante, uma substância:
UD: I - Ass.: 5 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’

( A ) absorve calor e aquece.


( B ) absorve calor e esfria.
( C ) cede calor e esfria.
( D ) cede calor e esquenta.
( E ) absorve calor mas permanece com sua temperatura constante.
10. (Mackenzie) A quantidade de calor necessária para que uma unidade de massa de uma substância mude de
estado de agregação molecular é chamada de Calor Latente de Transformação. No caso da fusão, temos o calor
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 4
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:
latente de fusão (Lf) e, no caso da solidificação, temos o calor latente de solidificação (Ls). Considerando uma
certa substância, sempre num mesmo ambiente, podemos afirmar que:
UD: I - Ass.: 4 - Obj.: a - ID: f - Tempo: 1’

( A ) Lf > Ls
( B ) Ls > Lf
( C ) Ls = Lf
( D ) Lf = 2.Ls
( E ) Ls = -Lf

11. (UNISINOS - RS) Nos dias de sol forte, à beira-mar, verifica-se que, durante o dia, a areia aquece muito mais
rapidamente que a água do mar. À noite, a areia esfria mais rapidamente que a água do mar. Isso ocorre porque
o calor específico da água do mar:
UD: I - Ass.: 4 - Obj.:a, b - ID: f - Tempo: 1’

( A ) é maior do que o da areia.


( B ) é menor do que o da areia.
( C ) é igual ao da areia.
( D ) depende da massa de água.
( E ) depende do volume de água.

12. (Ufjf) Quando uma pessoa cozinha um ovo numa vasilha com água, pode diminuir a intensidade da chama do
fogo que aquece a vasilha tão logo a água começa a ferver. Baseando-se na Física, assinale a alternativa que
explica porque a pessoa pode diminuir a intensidade da chama e ainda assim a água continua a ferver:
UD: I - Ass.: 4 - Obj.: a, b,c - ID: f - Tempo: 1’

( A ) Durante a mudança de estado, a quantidade de calor cedido para a água diminui e sua temperatura
aumenta.
( B ) Durante a mudança de estado, a quantidade de calor cedido para a água e sua temperatura diminuem.
( C ) Apesar do calor estar sendo cedido mais lentamente, na mudança de estado, enquanto
houver água em estado líquido na vasilha, sua temperatura não varia.
( D ) O calor é cedido mais lentamente para a água, aumentando a temperatura de mudança de estado da
água.
( E ) O calor é cedido mais lentamente para a água, diminuindo a temperatura de mudança de estado da
água.

3ª QUESTÃO (04 escores)

SOMATÓRIO

ASSINALE A(S) PROPOSIÇÃO(ÕES) QUE RESPONDE(M) AO ITEM; SOME OS NÚMEROS A ELE ASSOCIADOS, SE
NECESSÁRIO, E ESCREVA O RESULTADO NO LOCAL ADEQUADO.

13. (Ufsc - modificado) O gráfico a seguir representa a quantidade de calor absorvida por dois objetos A e B ao
serem aquecidos, em função de suas temperaturas:
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 5
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

Observe o gráfico e dê como resposta a soma da(s) proposição(ões) CORRETA(S).


UD: I - Ass.: 4 - Obj.:a, b - ID: M - Tempo: 1

01 A capacidade térmica do objeto A é maior que a do objeto B.

02 A partir do gráfico é possível determinar as capacidades térmicas dos objetos A e B.

04 Não se pode afirmar que o calor específico do objeto A é maior que o do objeto B.

08 A variação de temperatura do objeto B, por caloria absorvida, é maior que a variação de temperatura do
objeto A, por caloria absorvida.
SOMA:
15

3ª QUESTÃO (04 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO COM V, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO VERDADEIRO, OU


NO RETÂNGULO COM F, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

14. Com relação aos conceitos de calor, capacidade térmica e calor específico, podemos afirmar que:
UD: I - Ass.: 4 - Obj.:a,b c,d - ID: f - Tempo: 1
a capacidade térmica de um corpo corresponde à quantidade de calor que ele absorve para
V F aumentar de 1 oC a sua temperatura.

V a capacidade térmica de um corpo não depende da sua massa.


F

V o calor específico de um material não depende da sua massa.


F
se dois corpos receberem a mesma quantidade de calor, aquele que tiver maior capacidade
V F térmica sofrerá menor variação de temperatura.

4ª QUESTÃO (34 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

ATENÇÃO: Para resolver os itens de 15 a 21, sempre que necessário, utilize os seguintes dados para a
água:
calor específico do gelo = 0,5 cal/g.oC
calor específico da água = 1 cal/g.oC
calor específico do vapor = 0,5 cal/goC
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 6
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:
calor latente de fusão = 80 cal/g
calor latente de ebulição = 540 cal/g

15. Comparando-se a escala E de um termômetro com a escala C (Celsius), obteve-se o seguinte gráfico de
correspondência entre as medidas. A partir dos dados fornecidos, determine:
UD: I - Ass.: 2 - Obj.: a,b - ID: M - Tempo: 5’

a) a temperatura de fusão da água na escala E. (01 escore)

TfE = -10 oE√

b) a relação entre as escalas E e Celsius. (02 escores)

c) a temperatura de ebulição da água na escala E. (02 escores)

16. Um pequeno tanque, completamente preenchido com 20,0 L de gasolina a 0 °F, é logo a seguir transferido para
uma garagem mantida à temperatura de 72 °F. Sendo γ = 0,0012 °C -1 o coeficiente de dilatação volumétrica da
gasolina e desprezando a dilatação sofrida pelo tanque, determine:
UD: I - Ass.: 1,2 - Obj.:a,b,b - ID: M - Tempo: 5’

a) a variação de temperatura sofrida pela gasolina em Celsius. (02 escores)

b) o volume de gasolina, em litros, que vazará em consequência do seu aquecimento até a temperatura da
garagem. (02 escores)

17 (UEL-PR) Um recipiente de vidro de capacidade 2 . 10 2 cm3 está completamente cheio de mercúrio, a 0 °C. Os
coeficientes de dilatação volumétrica do vidro e do mercúrio são, respectivamente, 4 . 10 -5 °C-1 e 1,8 . 10 -4 °C-1.
Aquecendo-se o conjunto a 100 °C, determine o volume de mercúrio que extravasa, em cm 3.
(05 escores)
UD: I - Ass.: 3 - Obj.: b - ID: M - Tempo: 8’
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 7
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

18. O gráfico abaixo mostra a temperatura de um pedaço de gelo, inicialmente a - 10 ºC, que está sendo aquecido.
Determine o estado físico que se encontra a água e o tipo de calor envolvido, para os trechos abaixo
especificados. (06 escores)
UD: I - Ass.: 4,5 - Obj.: ab,c,a – - ID: M - Tempo: 5’

- TRECHO 2

ESTADO FÍSICO Sólido e líquido√ TIPO DE CALOR________Latente√________

- TRECHO 3

ESTADO FÍSICO Líquido√ TIPO DE CALOR__________sensível√_____

- TRECHO 5

ESTADO FÍSICO Gasoso√ TIPO DE CALOR________Específico√______

19. (Unisinos - RS - modificado)

AMARGO

Amigo boleia a perna


Puxa o banco e vai sentando
Descansa a palha na orelha
E o crioulo vai picando
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 8
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:
Que enquanto a chaleira chia
O amargo eu vou cevando.
(Lupicínio Rodrigues)

Ao esquentar a água para o chimarrão, um gaúcho utiliza uma chaleira de capacidade térmica 250 cal/°C na
qual ele coloca 2 litros de água (2 kg). A temperatura inicial do conjunto é +10 °C e considerando que a
temperatura ideal,da água, para se preparar o chimarrão é de 90oC, determine quantas calorias devem ser
fornecidas para:
UD: I - Ass.: 4 - Obj.: a,b,c,d - ID: M - Tempo: 7’

a) a chaleira. (02 escores)

b) a água. (03 escores)

c) o conjunto (chaleira + água). (01 escore)

20. (Vunesp - modificado) Uma zelosa “mãe de primeira viagem” precisa preparar o banho do recém-nascido, mas
não tem termômetro. Seu pediatra disse que a temperatura ideal para o banho é de 38 °C. Ela mora em Campo
Grande, onde a temperatura de ebulição da água é de aproximadamente 98 oC e acabou de ouvir, pelo rádio, que
a temperatura ambiente é de 32 °C. Como boa estudante de física, resolve misturar água fervente com água à
temperatura ambiente, para obter a temperatura desejada.
UD: I - Ass.: 4 - Obj.: a,d - ID: MD - Tempo: 8’

a) Enuncie o princípio físico em que se baseia o seu procedimento. (01 escore)

Princípio das trocas de calor (equilíbrio térmico) √

b) Suponha que ela dispõe de uma banheira com 10 litros de água à temperatura ambiente. Sabendo que a
densidade da água é de 1 kg/litro, calcule qual é o volume de água fervente que ela deve misturar à água da
banheira para obter a temperatura ideal. Admita desprezível o valor do calor absorvido pela banheira e que a
água não transborde. (03 escores)

Como a densidade da água é de 1 kg/l, a massa de água a temperatura ambiente é de 10 kg √, então


temos pelo princípio das trocas de calor, que
Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 9
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

21. O gráfico a seguir representa a curva de aquecimento de 50 gramas de água no estado sólido (gelo) à
temperatura inicial de - 10 oC. Determine a quantidade de calor necessária para transformá-lo em água a 50 oC.
(04 escores)
UD: I - Ass.: 4,5 - Obj.: a,b,c,a,b - ID: D - Tempo: 8’

TRECHO 1 - aumentar a temperatura de -10oC a 0oC

TRECHO 2 - fusão do gelo

TRECHO 3 - aumentar a temperatura de 0oC a 50oC

Qtotal = 250 + 4000 + 2500 = 6750 cal√

5ª QUESTÃO (06 escores)

DISCURSIVA

COM BASE NO TEXTO ABAIXO, FAÇA O QUE SE PROPÕE NO ITEM 22

Os lagos congelam só na superfície?


Visto:
CMCG AE1/2011 – FÍSICA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 1ª CHAMADA 10
___________
Ten Thomaz
ALUNO N°: NOME: TURMA:

Sim. Isso acontece porque a camada de gelo funciona com um tipo de cobertor. "O gelo é mau condutor
de temperatura e impede que a água que está abaixo continue a perder calor em direção à atmosfera", diz o
glaciologista Jefferson C. Simões, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Com isso, a temperatura da água
que está em regiões mais profundas não baixa e ela se mantém líquida. No mar, acontece o mesmo fenômeno. A
diferença é que a água dos lagos congela a 0 oC e nos mares, por ser salgada, a menos 1,8 oC. Além do isolamento
térmico, o calor armazenado no verão pelo solo do fundo dos lagos é liberado, e as correntes de água quente
ajudam a manter o mar aquecido.

Superinteressante. São Paulo: Abril. jun. 1993, p. 15.

TEMA : O texto explica como a água que está abaixo da camada de gelo não perde calor em direção à atmosfera.
Não explica, porém, o mais importante: porque a água dos lagos congela só na superfície. O texto ainda
apresenta, em sua explicação, dois erros conceituais graves.

22. Elabore um texto identificando e corrigindo os erros apresentados e com base nas leituras realizadas sobre o
assunto, explique resumidamente o por que das águas dos lagos congelarem apenas em suas superfícies.
UD: 4 - Ass.:1,4 - Obj.: a,b,a,b - ID: D - Tempo: 10’

TEXTO DEFINITIVO:
O fato dos lagos congelarem apenas na superfície, pode ser explicado pelo comportamento anômalo
da água√, que quando é resfriada de 4 oC a 0oC, começa a dilatar e a 4oC sua densidade é máxima, logo
a água a essa temperatura tende a descer e a água mais fria (abaixo de 4 oC) torna-se menos densa e
tende a subir√ e se mantém na superfície, em contato com o ar frio congela. A partir daí, sim, a
camada de gelo formada funciona como isolante térmico (mau condutor de calor √ e não de
temperatura√), impedindo assimgramatical
Correção a troca de calor
e/ou (que é uma
apresentação forma0,0
da prova: energia térmica em trânsito √,
de ponto.
ou seja não pode ser armazenada como relata o texto √) dá água abaixo dela, permanecendo esta no
estado ************************************************************************************
************************************************************************************
líquido.____________________________________________________________________________________________________________
________________________________

BOA PROVA!

Você também pode gostar