Você está na página 1de 11

Visto:

CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 1


___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

3ª QUESTÃO (10 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

2. (Unifor – CE) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar da cana em função da temperatura.

Adicionou-se açúcar a 100 g de água a 50 °C até não mais o açúcar se dissolver. Filtrou-se a solução. O filtrado foi
deixado esfriar até 20 °C . Qual a massa aproximada de açúcar que precipitou (restou insolúvel) ?

( A ) 100 g.
( B ) 80 g.
( C ) 50 g.
( D ) 30 g.
( E ) 20 g.

2. (UFRGS- RS) Quais as soluções aquosas, contendo uma única substância dissolvida, que podem apresentar corpo de
fundo dessa substância ?

(A) Saturadas e supersaturadas.


(B) Saturadas.
(C) Insaturadas diluídas.
(D) Supersaturadas.
(E) Insaturadas concentradas.

2. (FAEE - GO) O coeficiente de solubilidade de um sal é 40 g por 100 g de água a 80 °C. A massa em gramas desse
sal, nessa temperatura, necessária para saturar 70 g de água, é:

(A) 18
(B) 28
(C) 36
(D) 40
(E) 70
2. (UFMA - PSG) Considerando o gráfico abaixo:
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 2
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

As soluções indicadas pelos pontos x, y e z são classificadas, respectivamente, como:

(A) saturada com soluto precipitado, saturada e insaturada.


(B) saturada, saturada com soluto precipitado e insaturada.
(C) supersaturada, saturada e saturada com soluto precipitado.
(D) saturada com soluto precipitado, insaturada e saturada.
(E) insaturada, saturada e insaturada com soluto precipitado.

2. (UEL - PR) O gráfico a seguir refere-se à solubilidade (em g/100g de água) de determinado sal em diferentes
temperaturas ( em °C).

Se, a 40°C forem acrescentados 20,0 g de sal em 200 g de água, e deixada a mistura em repouso sob
temperatura constante, obter-se-á:
I. solução saturada.
II. corpo de fundo
III. solução insaturada

Dessas afirmações, está(ao) correta(s):

(A) I.
(B) II.
(C) III.
(D) I e II.
(E) II e III.

2. (Mack - SP) Têm-se cinco recipientes contendo soluções aquosas de cloreto de sódio, conforme os dados da tabela
abaixo.

Recipiente 1 2 3 4 5
Volume de solução 2L 3L 5L 8L 10 L
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 3
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio
Massa de cloreto de sódio 0,5 g O,75 g 1,25 g 2,0 g 2,5 g

É correto afirmar que:

(A) o recipiente 5 contém a solução menos concentrada.


(B) o recipiente 1 contém a solução mais concentrada.
(C) somente os recipientes 3 e 4 contêm soluções de igual concentração.
(D) as cinco soluções contêm a mesma concentração.
(E) o recipiente 5 contém a solução mais concentrada.

Para os itens 7, 8 e 9 utilize o gráfico da Figura 1 e considere a pressão externa 1 atm.

Figura1: Curvas que expressam a relação entre as pressões


máximas de vapor dos dois líquidos, A e B, e a
temperatura em 0C.

2. Na temperatura de 500C e 1 atm de pressão, permanece(m) no estado líquido:

(A) Somente A.
(B) Somente B.
(C) A e B.
(D) Nenhum dos dois.
(E) Existe equilíbrio de fases.

2. A pressão para o líquido A entrar em ebulição deve ser


(A) 1 atm.
(B) menor que 1 atm.
(C) maior que 1 atm.
(D) maior que a de B.
(E) menor que a de B.

2. A uma atmosfera (1atm) de pressão

( A ) os líquidos A e B entram em ebulição na mesma temperatura.


( B ) o líquido B possui a menor temperatura de ebulição.
( C ) a temperatura de ebulição do líquido A é 50 0C.
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 4
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio
( D ) e 100 0C, ocorre o equilíbrio de fases para o líquido A.
( E ) e 70° C, os líquidos A e B entram em ebulição.

2. O quadro abaixo apresenta a Pressão de Vapor (mmHg) da Água, Etanol e do Éter Etílico em várias
temperaturas(0C) em um ambiente sobre a influência da mesma pressão externa (760 mmHg).

Com base nestes dados, podemos afirmar que a menor temperatura na qual encontramos duas substâncias no
estado líquido é:

( A ) 100
( B ) 80
( C ) 60
( D ) 40
( E ) 20

3ª QUESTÃO (05 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO COM V, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO VERDADEIRO, OU


NO RETÂNGULO COM F, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

2. O sistema abaixo é constituído de dois compartimentos separados por uma membrana permeável somente ao
solvente (MPS).

Após o sistema atingir o equilíbrio, pode-se afirmar que:

V F a solução no compartimento II torna-se mais concentrada.

V F a solução no compartimento I torna-se mais diluída.

V F o volume em II será maior.


Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 5
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

V F ocorre diluição nos dois compartimentos.

V em nenhum dos dois compartimentos ocorre diluição.


F

3ª QUESTÃO ( 31 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

2. Numa mesma temperatura, foram medidas as pressões de vapor dos três sistemas, listados a seguir:

Os resultados, para esses três sistemas, foram: x= 108,2; y= 104,5 e z= 106,2 mmHg. Justifique estes resultados.
( 06 escores)
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

Para responder aos itens 13 a 19, leia o texto a seguir e considere os dados abaixo. Não esqueça de utilizar as
unidades adequadas e apresentar todas as etapas para a confecção do resultado, inclusive equações químicas.

Dados:
1) Na= 23; O=16u; H=1u; Pb=207u; Cℓ = 35,5u.
2) 1000 L= 1 m3 e 1 cm3= 1mL
Considere para facilitar seus cálculos,
3) densidade da água potável, ou do mar igual a 1,00 g/cm3
4) massa molar aproximada do cloreto de sódio igual a 60 g/mol

A água é um composto químico essencial a todo ser vivo. Três partes da superfície da terra são recobertos por
água. Trata-se de quase 1,5 bilhão de km3 de água em todo o planeta. Parece inacreditável afirmar que o mundo
está prestes a enfrentar uma crise de abastecimento de água. Mas é exatamente isso o que está começando a
acontecer, pois já noticia-se que na região da Amazônia está ocorrendo hidropirataria, feita por navios que trocam
a água do mar contida no seu interior por água doce dos rios, para ser vendida no exterior. Apesar de sua
aparente abundância a água de boa qualidade começa a escassear em vários lugares da terra, devido ao grande
aumento do consumo fruto do aumento populacional, do desperdício e da poluição.
A dessalinização da água do mar é uma solução para o problema da falta de água doce. A dessalinização deve
remover entre outros sais, os cerca de 3,0% em massa de cloreto de sódio presentes na água do mar, o que é
economicamente inviável para utilização em larga escala.
Alguns dos agentes poluidores mais comuns, que em muito contribuem para diminuir a qualidade da água
são:
• esgotos residenciais
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 6
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio
• microorganismos patogênicos
• fertilizantes
• compostos orgânicos(plásticos, detergentes, tintas, óleos, petróleo)
• resíduos industriais inorgânicos (ácidos, bases, sais e compostos de metais pesados)

As empresas responsáveis pelo abastecimento de água potável fazem verdadeiros milagres, que na realidade
não passam de sucessivas reações químicas com reagentes adequados, para eliminar, ou pelo menos diminuir na
água a quantidade de agentes poluidores.
Frente a esse quadro não deixe de fazer a sua parte, evitando o desperdício de água e o consumo exagerado
de produtos industrializados, pois apesar de você não saber, é utilizada uma grande quantidade de água na
fabricação de produtos como, por exemplo, um computador comum que necessita aproximadamente 1500 kg de
água para sua produção.
Após atenta leitura do texto acima:

2. Calcule a concentração em mol/L de cloreto de sódio na água do mar. (04 escores)

2. Determine a massa de íons Na+ existentes em 200 mL da água do mar. Considere que todo íon sódio provém
apenas do cloreto de sódio e que esse apresenta na água do mar uma concentração aproximadamente igual a 30
g/L. Apresente a equação química. (04 escores)

15. Imagine uma situação emergencial na qual restassem apenas 500 L de água potável para serem consumidos por
vítimas de alagamento. Esse grupo de pessoas encontra-se em uma região com acesso ao mar. Um dos
integrantes do grupo é um excelente aluno de química e propõe que seja feita uma diluição da água do mar com
a pouca quantidade de água potável existente, transformando-a em soro fisiológico, que é próprio ao consumo
humano e tem uma concentração de cloreto de sódio igual a 10 g/L. Diante dessa situação calcule o volume total
de soro obtido com a diluição, utilizando os 500 L de água potável.
(04 escores)
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 7
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

16. A contaminação de águas e também de solos por metais pesados é bastante tóxica ao meio aquático e à vida
humana. Entre esses metais há o chumbo, um elemento relativamente abundante na crosta terrestre. Sabe-se que
a água contendo 0,05 ppm (m/m) de íons Pb 2+ já é imprópria para consumo humano. Determine, em gramas, a
máxima quantidade de íons chumbo presente em 1L de água de forma que ela permaneça potável.
(03 escores)

17. O derramamento de óleos nos cursos d’água forma uma película que dificulta a absorção do oxigênio. O limite
máximo de óleo na água é de 30 mg/L. Considerando esse parâmetro qual é a massa de óleo que pode estar
presente em 1 m3 de água sem comprometer o ecossistema. (02 escores)

18. Uma determinada empresa pública responsável pelo abastecimento de água potável do seu bairro, ao receber
uma denúncia que o rio onde capta sua água, para posterior tratamento, estava sendo contaminada com resíduos
industriais ácidos, mandou seu laboratório realizar uma análise da água do rio. Após a análise, verificou-se que
uma alíquota de 10,00 mL foi neutralizada com 25,00 mL de hidróxido de sódio com concentração de 1200 mg/L.
Considerando o contaminante como um monoácido (HA), determine a concentração em mol/L desse ácido na
água do rio. (05 escores)
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 8
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

19. O carbonato de cálcio e o hidróxido de alumínio são exemplos de substâncias utilizadas como principio ativo para
combater a acidez estomacal, reagindo com o ácido clorídrico,causador dessa acidez, como representado nas
equações abaixo:

CaCO3(s) + HCℓ(aq) → CaCℓ2(aq) + CO2(g) + H2O(ℓ)

Aℓ(OH)3(s) + HCℓ(aq) → AℓCℓ3(aq) + H2O(ℓ)

Sabendo que um comprimido antiácido da marca A contém 780 mg de hidróxido de alumínio e que o da marca B
contém 780 mg de carbonato de cálcio, indique, qual dos comprimidos, neutraliza a maior quantidade de ácido
clorídrico presente no estômago e justifique sua resposta. (03 escores)

_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

3ª QUESTÃO (06 escores)

DISCURSIVA

LEIA ATENTAMENTE O TEMA ABAIXO, REDIJA UM TEXTO NA CAIXA DE RASCUNHO E TRANSCREVA-O PARA A
CAIXA DO TEXTO DEFINITIVO.

20. TEMA – PROPRIEDADES COLIGATIVAS NAS SOLUÇÕES IÔNICAS.

“Ainda no século XIX, os cientistas F. M. Raoult e J. H. Van´t Hoff já haviam percebido que, em
concentrações idênticas, as soluções eletrolíticas (condutoras de eletricidade) apresentam efeitos coligativos
maiores do que os das soluções não-eletrolíticas (não-condutoras de eletricidade). A teoria da dissociação
iônica de Arrhenius fornecia uma resposta: “em soluções eletrolíticas, as moléculas do soluto se dividem em
íons”. Uma vez que as propriedades coligativas dependem do número de partículas dissolvidas, fica evidente
que haverá um aumento nos efeitos coligativos. Experimentalmente observa-se que uma solução aquosa 1
molal de Cloreto de Sódio se congela a ―0,3720C enquanto que uma solução aquosa 1 molal de Glicose se
congela a apenas ―0,1860C. Por essa razão, Van´t Hoff propôs a criação de um fator de correção para as
fórmulas das propriedades coligativas, que passou a ser chamado de fator i de Van´t Hoff. Sendo assim, as
medidas de variações para os efeitos tonométrico, ebuliométrico e crioscópico, tanto para eletrólitos ou não,
são escritas da seguinte forma:
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 9
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

(efeito coligativo) = K. W. i
Matematicamente, a fórmula genérica para o fator i de Van´t Hoff é:

i = 1 + α (q -1)
Sendo α = grau de ionização e q quantidade de partículas em solução.
Quando a solução for molecular o valor de α é igual a 0 (zero) e quando totalmente dissociada ou ionizada o
valor de α é igual a 1”.
Adaptado de Feltre, R.- v.2. Físico-quimica - 6.ed-Moderna , 2004, p.85.

Após ler as informações acima e utilizando-as como apoio, elabore uma dissertação, apresentando as seguintes
ideias:

I – No primeiro parágrafo, elabore uma introdução descrevendo (01) uma vantagem para a utilização dos efeitos
de uma destas propriedades coligativas em relação à substância água (pura).
II – No segundo parágrafo classifique o tipo de cada uma das soluções, usadas como exemplo, indicando a
quantidade de partículas presentes em cada uma delas, considerando um (01) litro por solução. Ainda com
base no texto, faça uma abordagem sobre quais os valores possíveis para o fator de i de Van´t Hoff.
III - No terceiro parágrafo faça uma comparação entre as temperaturas de ebulição das duas soluções usadas
como exemplo.

RASCUNHO:
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
5 ________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
10 ________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
15 ________________________________________________________________________________
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 10
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

TEXTO DEFINITIVO:
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
5 ________________________________________________________________________________
BOA PROVA!
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
10 ________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
15 ________________________________________________________________________________

TABELA PERIÓDICA
1 18
1A 2 13 14 15 16 17 0
H1
1 2A 3A 4A 5A 6A 7A 2 He4
Li7
3 Be9
4 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 B10,8
5 C12
6 N14
7 O16
8 9 F19 10 Ne20
11 Na23 12 Mg24 3B 4B 5B 6B 7B --------- 8B ---------- 1B 2B 13 Al27 14 Si28 15 P31 16 S32 17 Cl35,5 18 Ar40
39 40 48 52 55 56 59 58 65 70 80
19 K 20 Ca 21 Sc 22 Ti 23 V 24 Cr 25 Mn Fe
26 27 Co 28 Ni 29 Cu 63,5
30 Zn 31 Ga 32 Ge 73
33 As 75
34 Se 35 Br 36 Kr84
37 Rb85 38 Sr88 39 Y 40 Zr 41 Nb 42 Mo 43 Tc Ru Rh 46 Pd106 47 Ag108 Cd112
48 49 In115 50 Sn118 51 Sb122 52 Te 53 I127 54 Xe
133 137 195 197 204 209
55 Cs 56 Ba * 72 Hf 73 Ta 74 W 75 Re Os Ir 78 Pt 79 Au Hg
80
200
81 Tl 82 Pb207 83 Bi 84 Po 85 At 86 Rn
87 Fr223 88 Ra226 ** 104 Rf Db Sg Bh Hs Mt

* 57 La Ce Pr Nd Pm Sm Eu Gd Tb Dy 67 Ho Er Tm Yb Lu
A
zX ** 89Ac Ac Pa U Np Pu Am Cm Bk Cf 99Es Fm Md No Lr
Visto:
CMCG AE1/2011 – QUÍMICA 2º ANO DO ENS. MÉDIO 1ª CHAMADA 11
___________
ALUNO N°: NOME: TURMA: Cap Rejane Prof
Aloízio

Você também pode gostar