Você está na página 1de 23

Suporte e Resistência

O que é um suporte?
Um suporte é criado quando pelo menos dois inferiores foram observados ao
mesmo nível, ou na mesma área. Portanto, quando o mercado está em um nível
superior e ele cai de novo, podemos esperar que ele se recupere no suporte
observado anteriormente. O suporte tem sido testado, e é mais sólido e difícil
de atravessar. Por outro lado, o horizonte do tempo gráfico é maior, e assim o
suporte será mais sólido: por exemplo, um suporte em um gráfico mensal é mais
sólido do que o suporte em um gráfico diário.
No exemplo anterior, o suporte é horizontal em um nível. Ele também pode ser
oblíquo: subidas ou descidas. Muitas vezes encontramos este tipo de suporte
em um canal ascendente ou descendente.

Exemplo de um suporte com tendência de alta:

Exemplo de um suporte com tendência de baixa:


O que é uma Resistência?
Resistência é o espelho do suporte. Em vez de tocar mais baixo, digitamos desta vez
mais alto, é assim será mais difícil de atravessar. Uma resistência é formada e
observada com pelo menos mais dois pontos elevados. Estes podem ser o mesmo
ou não.

Exemplo de resistência horizontal:

Exemplo de resistência em um mercado com tendência de baixa:


Como usar o suporte e a resistência?
Muitas vezes o mercado desce ou sobe, os suportes e as resistências serão
criados e estarão em todos os pontos de entrada ou de saída possíveis. Quando
o mercado é incerto, sem nenhuma direção real, então devemos comprar o
suporte e vender a resistência. Da mesma forma, quando o mercado subir
oscilando, como é frequentemente o caso, então, compramos o suporte. Mas
por outro lado, se o mercado descer, então devemos vender mais alto, por
conseguinte o nível de resistência.

Quando um suporte ou resistência não é mais válido. Temos de agir: tomando


uma posição, cortando suas perdas, e elevando os ganhos. Isso é chamado
de breakout ou figura de saída. As áreas ligeiramente de subida da resistência
são frequentemente os pontos com objetivos de ganhos ou de stop-loss. Da
mesma forma, as áreas de baixa de um suporte são pontos de ações
interessantes.
Exemplos :

- Quando o mercado passa do limite de um suporte (para baixo): então é um


sinal de venda. Opções: vender em consignação ou cortar uma posição longa.
- Quando o mercado passa do limite de uma resistência (para cima): então é um
sinal de compra. Opções: comprar ou cortar uma posição curta.
Além disso, quando um suporte é pressionado, frequentemente ele se torna
uma resistência. Da mesma forma, quando o mercado excede a resistência, este
se torna um suporte.

Vantagens e Desvantagens:
A vantagem destas figuras é que elas são facilmente e visualmente detectáveis.
Eles podem ser aplicados em qualquer mercado e em qualquer gráfico.

No entanto, os suportes e as resistências nunca duram indefinidamente. O


objetivo é detectar as interrupções e as tendências de saída. Um suporte de
longo prazo pode não ser mais válido quando você pensar em fazer um bom
negócio. Nunca há certeza. Portanto, é difícil de basear a sua estratégia
unicamente nestas figuras.

É necessário ter cuidado com as diferentes unidades de tempo utilizados. A


força dos níveis dependem dele.

E por final, os níveis de suporte e de resistência nunca são muito precisos. Isto
são principalmente áreas mais ou menos definidas. Portanto, é difícil ter certeza
se um certo nível foi atingido, cruzado ou ultrapassado. Encontrar bons pontos
de entrada ou de saída é portanto, impossível. Ele deve se contentar com as
aproximações.
EXEMPLOS BÁSICOS DE

REGIÕES E INVERSÕES DO PREÇO

EXEMPLOS:

Você também pode gostar