Você está na página 1de 38

14/09/2020

Introdução ao GPON

Objetivos
• Conhecer os conceitos básicos do GPON
• Descrever a arquitetura da rede GPON
• Apresentar as características das normas GPON
• Conhecer a aplicação GPON

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
2

1
14/09/2020

Conteúdos
1. Introdução ao GPON
2. Normas GPON
3. Tecnologias importantes do GPON

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
3

PON – Passive Optical Network

• PON é um tipo de rede óptica passiva, com características de arquitetura one-to-multiple points;
• PON é a abreviação de Passive Optical Network;
• PON consiste de um Optical Line Terminal (OLT), Optical Network Unit (ONU) e uma Passive Optical Network (PON) composta pelos
Passive Optical Splitters (POS) e pela rede Passive Optical Fibers (POFN)
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
4

2
14/09/2020

Introdução ao GPON
Comparação entre EPON e GPON
EPON x GPON
● PON é mais barato agora devido à sua
escala econômica
● Chipsets baseados em módulos ASIC e
ópticos são amplamente implementados
● O GPON é dimensionado melhor em
termos de largura de banda e serviços
● O GPON oferece funções OAM e de
gerenciamento mais completas

Componentes
● OLT: Optical Line Terminal
● POS: Passive Optical Splitter (PON only)
● ONT/ONU: Optical Network
Terminal/Unit (CPE device)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
5

Introdução ao GPON

Características básicas do EPON


• Transmissão de sinais entre OLT e ONU baseada no IEEE 802.3ah
• Taxas de Transmissão - Upstream: 1.25 Gbps; Downstream: 1.25 Gbps
• MPCP (Multi Point Control Protocol) Protocolo baseado na camada MAC. MPCP controla a
topologia da arquitetura P2MP através de mensagens, status e timers
• Fator de divisão (Splitter ratio): 1:32 (1:64)

Características chave EPON


• LLID (Logical Link Identifier)
• Tecnologia de recepção ótica paroxysmal
• Temporização e Sincronismo
• Descoberta de faixa (range finding)
• DBA (Dynamic Band Allocation)
• Link OAM (Operation and Maintenance)
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
6

3
14/09/2020

Introdução ao GPON
GPON – Arquitetura

GPON Line Rate:


• 155 Mb/s up, 1.25 Gbit/s down
• 622 Mb/s up, 1.25 Gbit/s down
• 1.25 Gb/s up, 1.25 Gbit/s down
• 155Mb/s up, 2.5 Gbit/s down
• 622 Mb/s up, 2.5 Gbit/s down
• 1.25 Gb/s up, 2.5 Gbit/s down
• 2.5 Gb/s up, 2.5 Gbit/s down
• Downlink wavelength: 1490 nm
• Uplink wavelength: 1310 nm
• Third party (TV analógica) wavelength: 1550 nm
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
7

Introdução ao GPON
GPON – Gigabit-capable over Passive Optical Networks
• GPON adota a tecnologia Wavelength Division Multiplexing (WDM), facilitando a comunicação bi-
direcional sobre uma única fibra.

• Para separar os sinais de upstream/downstream de múltiplos usuários sobre uma única fibra, GPON
adota 2 mecanismos de multiplexação:
• Na direção de downstream, os pacotes de dados são transmitidos para todos os usuários (broadcast)
no comprimento de onda de 1490 nm
• Na direção de upstream, os pacotes de dados são transmitidos em TDMA, ou seja, multiplexados no
tempo, no comprimento de onda de 1310 nm
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
8

4
14/09/2020

Introdução ao GPON
GPON – Estrutura da comunicação Downstream

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
9

Introdução ao GPON
GPON – Estrutura da comunicação Upstream

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
10

10

5
14/09/2020

Introdução ao GPON
GPON – Arquitetura da Tecnologia
G.984.1 GSR - Requisitos de serviço, configuração, tecnologia básica, requisitos, métodos de proteção
G.984.2 GPM - requisitos básicos de tecnologia, reciprocidade com camada TC
G. 984.3 GTC - modelo de camada, arquitetura de quadros TC, método ativo, OAM, segurança, etc.
G. 984.4 GOMCI - MIB, protocolo de controle e canal de controle e gerenciamento de ONT

*OMCI - ONT Management


and Control Interface

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
11

11

Introdução ao GPON
Elementos de rede GPON
OLT – Optical Line Terminal
• A OLT é conectada à uma rede comutada. É um conversor de tecnologias!
• A OLT é composta por três funções principais:
• Função de interface na porta de serviço
• Função cross-connect
• Interface da optical distribution network (ODN)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
12

12

6
14/09/2020

Introdução ao GPON
Elementos de rede GPON - OLT

Capacidade Flexível
Funcionamento Modular

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
13

13

Introdução ao GPON
Elementos de rede GPON - ONU
ONU – Optical Network Unit
• Os blocos funcionais da ONU G-PON são na sua maioria semelhantes aos blocos de construção
funcional da OLT
• Uma vez que a ONU opera com apenas uma única interface de PON (ou o máximo duas, que são para
fins de proteção)
• Serviço de MUX e DEMUX tem a função de lidar com o tráfego

WAN LAN

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
14

14

7
14/09/2020

Introdução ao GPON
Cenários
1. FTTB
SBU: Single Business Unit: provê uma quantidade pequena, comparado com o cenário com MTU, de portas como
POTS, 10/100/1000BASE-T, RF, e portas DS1/T1/E1
MTU: Business Multi-Tenant Unit: provê uma grande quantidade comparado com outros cenários de portas,
inclusive
POTS, 10/100/1000BASE-T, RF e portas DS1/T1/E1.

2. Cenário FTTC & FTTCab


MDU: Multi-Dwelling Unit: provê comparado com outros cenários uma grande quantidade de portas, inclusive
10/100/1000BASE-T, RF, VDSL2, e outros.

3. Cenário FTTH
SFU: Single Family Unit: provê uma pequena quantidade de portas comparado com outros cenários, inclusive os
seguintes tipos:
POTS, 10/100/1000BASE-T, e RF. No desenho

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
15

15

Introdução ao GPON (Huawei)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
16

16

8
14/09/2020

Introdução ao GPON
Cenário de rede GPON definido pela ITU-T G.984-1

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
18

18

Introdução ao GPON
Cenário multi-play

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
19

19

9
14/09/2020

Conteúdos
1. Introdução ao GPON
2. Normas GPON
3. Tecnologias importantes do GPON

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
20

20

Norma GPON

G.984.1: características gerais, 2008, com alterações 1 (2009) e 2 (2012)

G.984.2: especificação da camada Physical Media Dependent (PMD), 2003, com alterações 1
(2006) e 2 (2008)

G.984.3: especificação da camada convergência de transmissão, 2008, com alterações 1 (2009), 2


(2009), 3 (2012) e errata 1 (2010)

G.984.4: especificação ONT Management and Control Interface (OMCI), 2008, com alterações 1
(2009), 2 (2009), 3 (2010), errata 1 (2009), retificação 1 (2010) e um guia do implementador (2009)

G.984.5: aprimoramento de banda, 2014, coexistência com tecnologia do futuro WDM PON em
meio único

G.984.6: extensão de alcance (2008), com melhorias 1 (2009) e 2 (2012)

G.984.7: longo alcance (2010)


Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
21

21

10
14/09/2020

Norma GPON
Normas

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
22

22

Norma GPON
Normas
G.983.7
Especificação da interface de gerenciamento e controle do
ONT para o Sistema B-PON de atribuição dinâmica de
largura de banda (DBA, Dynamic Bandwidth Assignment).
Este documento define as extensões necessárias para a
interface de controle para gerenciamento de funções DBA
no ONT. Esta recomendação foi adotada em 2001.

G.983.8
Suporte B-PON OMCI para IP, ISDN, vídeo, VLAN Tagging,
VC Cross-connections e outras funções de seleção. Esta
recomendação especifica as extensões para a interface de
controle necessárias para gerenciar vários serviços
estendidos no ONT. Foi aprovado em 2003.
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
23

23

11
14/09/2020

Norma GPON
Normas
ITU-T Rec. G.984.2 - Camada Física – Define as Características de DOWNSTREAM como:
• Potência de transmissão
• Classe de Rede Óptica (A, B ou C)
• Taxa de Erro de Bit
• Sensibilidade, etc.

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
24

24

Norma GPON
Normas
ITU-T Rec. G.984.2 - Camada Física – Define as Características de UPSTREAM como:
• Potência de transmissão
• Classe de Rede Óptica (A, B ou C)
• Taxa de Erro de Bit
• Sensibilidade, etc.

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
25

25

12
14/09/2020

Norma GPON
Migração do GPON para 10G GPON (G.984.5)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
26

26

Norma GPON
Migração do GPON para 10G GPON (G.984.5)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
27

27

13
14/09/2020

Norma GPON
Migração do GPON para 10G GPON (G.984.5)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
28

28

Norma GPON
Migração do GPON para 10G GPON

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
29

29

14
14/09/2020

Norma GPON
Compatibilidade GPON para 10G GPON (combo)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
30

30

Norma GPON

• Atenuação da fibra está relacionada ao comprimento da fibra


• A atenuação por ponto de emenda de fibra é geralmente menor que 0.2 dB
• Outros fatores podem causar atenuação, como dobras em fibras

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
31

31

15
14/09/2020

Norma GPON
Alcance

• Máxima distância Lógica: 60 km


• Máxima distância Física: 40 km
• Máxima diferença de distância entre fibras: 20 km
• Splitter Óptico de divisão: 1:64, pode chegar à 1:128
• Alcance Lógico – Não depende dos recursos de camada física
• Alcance Físico – Dependente dos recursos de camada física
• Split Ratio – Divisão do sinal no ramo principal
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
32

32

Norma GPON
Estrutura de Protocolos

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
33

33

16
14/09/2020

Norma GPON
Estrutura de Protocolos

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
34

34

Norma GPON
VLANs – Virtual Local Area Network
Formato do quadro MAC Ethernet:

Preâmbulo: sequência de 01010101 DL: tamanho do campo de dados

Delimitador: indica o final do preâmbulo: 01010111 Info: informações (tamanho mínimo de 46 bytes)

Endereço de Destino e Origem: endereços físicos(MAC)


Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D FCS: sequência de verificação de erros (CRC32) 35

35

17
14/09/2020

Norma GPON
VLANs – Virtual Local Area Network
Os Padrões das VLANs

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
36

36

Norma GPON
VLANs – Virtual Local Area Network
Os Padrões das VLANs

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
37

37

18
14/09/2020

Norma GPON
Quadro MAC Ethernet

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
38

38

Norma GPON
O Quadro Ethernet e o PPPoE

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
39

39

19
14/09/2020

Norma GPON
VLANs – Virtual Local Area Network
Os Padrões das VLANs - O protocolo 802.1q

• Executado com ASIC (Application-Specific Integrated Circuit)


• Transparente para as estações cliente, o cabeçalho 802.1q
• Efetivo entre switches, roteadores e switches, switches e servidores 802.1q
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
40

40

Norma GPON
VLANs – Virtual Local Area Network

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
41

41

20
14/09/2020

Norma GPON
Cenários
Cenário 1 - Cada serviço em uma VLAN – Mesma VLAN de Serviço para Todos Usuários

Cada serviço será entregue por uma GEM-port específica, na mesma VLAN que outros usuários
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
42

42

Norma GPON
Cenários
Cenário 2 - Cada serviço em uma VLAN –VLANs de Serviço Individuais para Cada
Usuário

• Cada usuário tem sua C-VLAN específica


• Cada serviço será entregue em uma S-VLAN diferente
• O tráfego será enviado para a rede de transporte através de uma ‘stacked-Vlan”
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
43

43

21
14/09/2020

Conteúdos
1. Introdução ao GPON
2. Normas GPON
3. Tecnologias importantes do GPON

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
44

44

Tecnologias importantes GPON


Estrutura de comunicação GPON
Do Ethernet para o GPON
A informação do usuário entregue pela camada de enlace (ethernet) é encapsulada
no quadro GEM (GEM Header + GEM Payload):
• GEM Payload (Serviço ETH)
• GEM Payload (Serviço ETH)
• PLI (Payload Length Indicator) – Indica o comprimento do GEM
payload
• Port-ID – Indica o destinatário da informação contida no GEM
payload – GEM Port ID
• PTI (Payload Type Indicator) – Informa o conteúdo do GEM
payload (TDM, Eth, ATM)
• HEC (Header Error Correction) – Detecção e correção de erros

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
45

45

22
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Estrutura de comunicação GPON
Do TDM para o GPON
GEM Payload (Serviço TDM) - A informação do usuário entregue pela camada de enlace
(TDM) é encapsulada no quadro GEM (GEM Header + GEM Payload):

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
46

46

Tecnologias importantes GPON


Estrutura de comunicação GPON
Estrutura Básica de Comunicação (Upstream e Downstream)

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
47

47

23
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Estrutura de comunicação GPON - Estrutura Básica de Comunicação (Upstream e
Downstream)

US BW Map = Upstream Bandwidth Map – Fornece o mapeamento do uso dos time-slots de Upstream
Alloc-ID = T-CONTs (Traffic Containers) Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
48

48

Tecnologias importantes GPON


Tecnologia Burst Optical

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
49

49

24
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Tecnologia Ranging
OLT obtém o Round Trip Delay (RTD) através do processo de Ranging, então
especifica o Equalization Delay (EqD) assim como evitar a ocorrência de colisão
nos splitters ópticos.

Para adquirir o número de série e Ranging, o OLT necessita abrir uma janela, ou
seja, Quiet Zone, e pausa os canais upstream de transmissão de outros ONUs
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
50

50

Tecnologias importantes GPON


Por que usar a Tecnologia Ranging?

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
51

51

25
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Como funciona o Ranging?

● TDOWNSTREAM = Downstream transmission delay


● TWAIT = Waiting time of the ONU = t1 - t0
● TRESPONSE = Response time of the OLT = t2 - t0
● RTD = TDOWNSTREAM + TUPSTREAM = TRESPONSE - TWAIT
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
53

53

Tecnologias importantes GPON


Resultado de uso do Ranging
• A distância lógica de todos os ONUs até o OLT é a mesma
• A células de upstream enviadas de diferentes ONUs sobre a mesma ODN não
colidirão

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
54

54

26
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


ONU Rogue
● As redes PON usam a arquitetura de rede ponto-multiponto em downstream. Na
direção de upstream, utiliza-se múltiplo acesso por divisão de tempo (TDMA).
● Em upstream, portanto, espera-se que as ONUs enviem sinais ópticos nos
timeslots alocados pela OLT
As ONUs que enviam sinais
ópticos fora dos timeslots
alocados pela OLT são
consideradas ONUs de modo
contínuo, também sendo
chamadas de ONUs não
autorizadas, ou ROGUE
ONUs.
Uma ONU Rogue envia sinais
ópticos continuamente
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
56

56

Tecnologias importantes GPON


ONU Rogue

Uma ONU Rogue afeta adversamente o sistema:


● Se esta ONU estiver on-line, algumas ou todas as ONUs conectadas à mesma porta
PON ficam offline ou frequentemente ficam offline e online.
● Se esta ONU não tiver sido configurada, outras ONUs que não foram configuradas e
conectadas à mesma porta PON não serão descobertas pela OLT.

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
57

57

27
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Criptografia AES em GPON

AES: Advanced Encrypt Standard


Algoritmo de criptografia mais comumente usado
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
58

58

Tecnologias importantes GPON


PON Section Protection
Tipos de proteção

• Existem dois tipos de “protection switching”:


• automatic switching - é desencadeado por detecção de falhas, tais como perda de sinal
(LOS), perda de quadros (LOF), sinal degradado (BER torna-se pior do que o limite pré-
determinado), e assim por diante
• forced switching - é ativado por eventos administrativos, tais como troca de rotas,
substituição da fibra, etc.

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
59

59

28
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


PON Section Protection
Proteção Tipo A

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
60

60

Tecnologias importantes GPON


PON Section Protection
Proteção Tipo B

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
61

61

29
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


PON Section Protection
Proteção Tipo C

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
62

62

Tecnologias importantes GPON


PON Section Protection
Proteção Tipo D

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
63

63

30
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Tecnologia DBA
• O que significa DBA?
• DBA, Dynamic Bandwidth Assignment (Atribuição Dinâmica de Banda)

• O que faz o DBA?


• Faz controle e atribuição de banda de upstream para as ONUs

• Por que utilizar DBA?


• Este otimiza a utilização de largura de banda pelas portas PON
• Muitos usuários podem ser agregados em uma mesma porta PON
• Usuários podem receber serviços com grande largura de banda, especialmente aqueles
que requerem configurações específicas em termos de largura de banda

• Como o DBA faz o controle e atribuição de banda de upstream?


• A OLT faz a atribuição de banda de upstream para as ONUs baseando-se no relatório
de status de buffers que a ONU informa para a OLT

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
64

64

Tecnologias importantes GPON


Tecnologia DBA

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
65

65

31
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Processo de Operação DBA
MODO: SR (Status Reporting) - DBA
• Baseado no resultado do
algoritmo da ultima transmissão,
o OLT entrega BW Maps no
cabeçalho do framed
downstream
• Com base na informação de
alocação na largura de banda,
ONU envia o status report dos
dados que são armazenados no
T-CONTs para serem enviados
no time slots determinado
• OLT recebe o status report da
ONU, atualiza BW Map no
algoritimo DBA e entregar o
novo BW Map no proximo frame
• ONU recebe o BW Map da OLT
e envia os dados em um time
slot especifico
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
66

66

Tecnologias importantes GPON


Processo de Operação DBA
MODO: NSR (Non Status Reporting) - DBA
NSR é um esquema de algoritmo que também realiza DBA. Este algoritmo ajuda
a predizer a largura de banda alocada para cada ONU baseado no tráfego
vindo dos ONUs. Não leva em consideração o status atual da demanda de
tráfego.

Procedimento:
● Passo 1: Monitora o número de pacotes de dados recebidos pelo OLT
dentro de um intervalo específico.
● Passo 2: Usa o resultado do monitoramento em tempo real do passo 1
para calcular a taxa de utilização.
● Passo 3: Reconhece o status de congestionamento pela comparação de
utilização da taxa com os especificados limites.
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
67

67

32
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Arquitetura de Multiplexação GPON
T-CONT ou Traffic Container é uma representação lógica de uma reserva de banda. É um
perfil de reserva de Banda

Capacidade de Alloc-ID ou T-CONTs


Normalmente uma ONU suporta 7 TCONTs
• TCONT 0: OMCI – Controle de comunicação entre OLT e ONU
• Alloc-ID default – T-CONT 0
• Não pode ser usado para configuração de serviços
• TCONT 1 a 6: T-CONTs para Serviços (ETH e TDM)
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
68

68

Tecnologias importantes GPON


Processo de Operação DBA
A banda é atribuída ao T-CONT

SLA: Service Level Agreement


BW: Bandwidth
Maximum: bandwidth
Guaranteed: guaranteed bandwidth
Minimum: minimum bandwidth
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
69

69

33
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Largura de Banda T-CONT (Traffic Containers)

• São os “veículos” que transportam a


banda atribuída pelo DBA
• Recebem concessões de banda
entregues pelo OLT dinamicamente
• São usados para a gerência de
atribuição da largura de banda de
upstream na sessão de PON da
camada de Convergência de
Transmissão
• São usados principalmente para
otimizar a largura de banda de
upstream utilizada na porta PON.
• Transportam as “GEM ports”
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
70

70

Tecnologias importantes GPON


Como Atribuir Largura de Banda o T-CONT

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
71

71

34
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Tipos de T-CONT
T-CONT tipo 1
Tem a característica de ter uma componente de banda larga fixa, e não é recomendada para uma largura de banda com fins de
tratamento de banda excedente. Esse tipo de T-CONT pode ser utilizado para realização de projetos com taxas fixas (ou taxas
variáveis, com uma taxa relativamente baixa) de tráfego, que seja sensível ao atraso e ao jitter. Exemplo: Telefonia.
T-CONT tipo 2
Tem a característica de ter a largura de banda garantida, e não é recomendada para largura de banda com fins de de tratamento de
banda excedente. Ele é apropriado para o transporte de tráfego tipo on-off associado a uma taxa bem definida que não tenha atraso
rigoroso e exigências jitter. Exemplos: voz com taxa variável de bits e vídeo comprimido (MPEG, por exemplo).
T-CONT tipo 3
Tem a característica de ter a largura de banda garantida, e pode ser utilizado no compartilhamento de largura de banda não-
garantida. Ele é utilizado em projetos com tráfego em rajadas que possuem taxas variáveis que exigem uma garantia de taxa média.
Exemplos: interligações entre redes (com protocolo TCP/IP, entre outros) e a emulação de LANs.
T-CONT tipo 4
Tem a característica de compartilhar largura de banda best-effort, que não tenha banda fixa e nem banda garantida. Ele é utilizado
em projetos com tráfego em rajadas que possuem taxas variáveis que não sejam sensíveis ao atraso. Exemplos: também são
interligações entre redes e a emulação de LANs que executam a transferência de arquivos e emails.
T-CONT tipo 5
É uma junção de outros tipos de - T-CONT que pode ser aplicado em vários tipos de fluxo de tráfego.

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
72

72

Tecnologias importantes GPON


Parâmetros de Configuração dos T-CONT
● CIR (Commited Information Rate) – Taxa Configurada
● PIR (Peak Information Rate) – Taxa de Pico
● AR (Assured Rate) – Taxa Garantida

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
73

73

35
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


QoS Downstream de Fim a Fim

• O tráfego que chega na porta de uplink com destino às ONUs é classificado de acordo com a marcação IEEE 802.1p
(VLAN)
• O tráfego é mapeado em filas individualmente tratadas com diferentes larguras de banda (taxas de transmissão), para se
garantir o QoS
• O tráfego classificado é transportado por containers específicos (T-CONTs) criados de acordo com as especificações de
tratamento de tráfego
• Ao chegar na ONT, o tráfego será mapeado de seu container de transporte, para uma fila IEEE802.1p VLAN) na porta
Ethernet de saída da ONU para o cliente Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
74

74

Tecnologias importantes GPON


QoS Upstream de Fim a Fim

• O tráfego no sentido upstream com diferentes prioridades será classificado de acordo com o IEEE802.p (VLAN) e é
mapeado em diferentes GEM ports
• As GEM ports são mapeadas em T-CONTs específicos, adequado para cada tipo de tráfego para garantir o QoS
• Na OLT, o DBA vai ajustar a disponibilidade de banda dos T-CONTs dinamicamente para o próximo pooling de upstream
• O tráfego de cada conjunto GEM port / T-CONT será mapeado em classificado em filas do padrão IEEE802.1p (VLAN) nas
portas de uplink. 75
Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
75

75

36
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Mecanismo de QoS da ONU
A classificação do tráfego dos serviços baseado em LAN/802.1p

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
76

76

Tecnologias importantes GPON


Mecanismo de QoS da ONU

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
77

77

37
14/09/2020

Tecnologias importantes GPON


Mecanismo de QoS da ONU

Introdução ao GPON
Luiz Oliveira – CREA: 75436-D
78

78

Obrigado!
LUIZ Oliveira

35-99168-4985 035 99872 3509

@Treinamento.GPON

https://www.linkedin.com/in/luizoliveir

luiz@foton1.com.br
foton1@foton1.com.br

79

79

38