Você está na página 1de 6

QUESTÃO 1 - Revoltas do Periodo Colonial

Protesto que ocorreu em 1641, contra o fim do comércio com a região do Rio da Prata, provocado pela
Restauração Portuguesa, bem como, contra repressão à escravidão indígena:

a) Aclamação de Amador Bueno

b) Guerra dos Emboabas

c) Revolta de Filipe dos Santos

d) Confederação do equador

e) Confederação dos Tamoios

➥ Resposta » A

QUESTÃO 2 - Revoltas do Periodo Colonial

Durante os séculos XVI e XVII, no Brasil, ocorreram diversas rebeliões que refletiam a divergência de
interesses entre colônia e metrópole. Dentre essas revoltas, pode-se destacar, respectivamente, com seu
objetivo a:

a) Conjuração Baiana, movimento da elite baiana que, embora identificada com os ideias da Revolução
Francesa, não trazia em seu programa de revolução o fim da escravidão.

b) Revolta de Beckman, ocorrida no Maranhão que devido a insatisfação com a Companhia de Comércio
do Estado do Maranhão, propunha a abolição do monopólio desta companhia.

c) Conjuração Carioca, organizada por escravos libertos que buscavam melhores condições de trabalhos
nas casas da aristocracia fluminense.

d) Inconfidência Mineira, que objetivava a abolição da escravidão, pois desejava a ampliação do mercado
interno com a mudança nas relações de trabalho na região.

e) Guerra dos Mascates, ocorrida em Pernambuco, um conflito de interesses entre senhores de engenho
de Olinda e senhores de engenho do Recife, que disputavam mercado consumidor de cana de açúcar.

➥ Resposta » B

QUESTÃO 3 - Revoltas do Periodo Colonial

A chamada Guerra dos Mascates, ocorridas em Pernambuco em 1710, deveu-se:

A) ao surgimento de um sentimento nativista brasileiro, em oposição aos colonizadores portugueses


B) ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda, menosprezados pelos portugueses.

C) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda pelo controle da
mão-de-obra escrava.

D) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda cujas relações
comerciais eram, respectivamente, de credores e devedores.

E) a uma disputa interna entre grupos de comerciantes, que eram chamados depreciativamente de
mascates.

➥ Resposta » D

QUESTÃO 4 - Revoltas do Periodo Colonial

Revolta nativista ocorrida na Capitania de São Paulo e Minas de Ouro em 1710, em que teve como figura
importante o fazendeiro Bartolomeu Fernandes de Faria:

a) Sabinada

b) Revolta do Sal

c) Sedição de Juazeiro

d) Setembrada

e) Revolta de Jacareacanga

➥ Resposta » B

QUESTÃO 5 - Revoltas do Periodo Colonial

No final do século XVIII, a colônia brasileira foi palco de alguns movimentos influenciados pela
Independência das Treze Colônia Inglesas da América do Norte (1776) e pela Revolução Francesa (1789).
A Inconfidência Mineira (1789) e a Conjuração Baiana (1789), respectivamente, estão inseridas nesse
contexto histórico, cujo objetivo comum era a:

a) abolição total da escravidão.

b) melhoria da remuneração dos soldados.

c) criação de um tipo de serviço militar obrigatório.

d) implantação de indústrias do Brasil.


e) criação de uma República independente.

➥ Resposta » E

QUESTÃO 6 - Revoltas do Periodo Colonial

Identifique a alternativa que apresenta, respectivamente, um movimento de intelectuais brasileiros da


segunda metade do século XVIII e a satisfação de uma de suas aspirações, já no início do século XIX,
realizada pelo próprio governo que antes a combatia.

a) Inconfidência Mineira e abertura dos portos brasileiros às nações amigas.

b) Conjuração Baiana e criação do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

c) Confederação do Equador e independência política do Brasil.

d) Revolução Praieira e transmigração da Família Real Portuguesa para o Brasil.

e) Conspiração do Rio de Janeiro e proclamação do Império do Brasil.

➥ Resposta » A

QUESTÃO 7 - Revoltas do Periodo Colonial

(UNESP 2017) A Inconfidência Mineira (1789) e a Conjuração Baiana (1798) tiveram semelhanças e
diferenças significativas. É correto afirmar que

a) as duas revoltas tiveram como objetivo central a luta pelo fim da escravidão.

b) a revolta mineira teve caráter eminentemente popular e a baiana, aristocrático e burguês.

c) a revolta mineira propunha a independência brasileira e a baiana, a manutenção dos laços com
Portugal.

d) as duas revoltas obtiveram vitórias militares no início, mas acabaram derrotadas.

e) as duas revoltas incorporaram e difundiram ideias e princípios iluministas.

➥ Resposta » E

QUESTÃO 8 - Revoltas do Periodo Colonial

A respeito da Inconfidência Mineira, ocorrida no Brasil Colônia em 1789, pode ser afirmado com
correção que

A) a extinção da escravidão no Brasil era defendida pelo movimento inconfidente.

B) entre os projetos dos inconfidentes estava o fechamento dos engenhos e minas.

C) a coroa portuguesa propôs a anistia de todos os revoltosos e o perdão das dívidas em troca da
rendição incondicional dos inconfidentes.

D) a rebelião foi desencadeada em um contexto marcado pela diminuição da produção aurífera e o


aumento da cobrança de impostos.

E) as lideranças do movimento defendiam a extinção da propriedade privada.

➥ Resposta » D

QUESTÃO 9 - Revoltas do Periodo Colonial

Em 1798, surgiu na Bahia um movimento rebelde conhecido como Conjuração Baiana ou Revolta dos
Alfaiates, que contou com a participação das camadas sociais mais humildes. Esse movimento

A) pretendia fundar uma universidade e aproveitar as jazidas de ferro da região.

B) contava, no plano político, com elementos adeptos da monarquia constitucional.

C) defendia o estímulo à produção de couro e charque, principais produtos da Bahia.

D) foi o primeiro movimento de rebeldia no Brasil a questionar o Pacto Colonial.

E) defendia a abolição da escravatura e o aumento da remuneração dos soldados.

➥ Resposta » E

QUESTÃO 10 - Revoltas do Periodo Colonial

Com relação a Revolução pernambucana de 1817 é possível afirmar que os insurgentes

a) pretendiam a separação de Pernambuco do restante do reino, impondo a expulsão dos portugueses


desse território.

b) contaram com a ativa participação de homens negros, pondo em risco a manutenção da escravidão na
região.
c) dominaram Pernambuco e o norte da colônia, decretando o fim dos privilégios da Companhia do
Grão-Pará e Maranhão.

d) propuseram a independência e a república, congregando proprietários, comerciantes e pessoas das


camadas populares.

e) implantaram um governo de terror, ameaçando o direito dos pequenos proprietários à livre


exploração da terra.

➥ Resposta » E

QUESTÃO 11 - Revoltas do Periodo Colonial

No ano de 1817, na Província de Pernambuco, deu-se uma revolta contra o governo de D. João VI que
ficou conhecida como

A) Revolução Liberal.

B) Cabanagem.

C) Confederação do Equador.

D) Revolta dos Alfaiates.

E) Revolução Pernambucana.

➥ Resposta » D

QUESTÃO 12 - Revoltas do Periodo Colonial

Revolta que ocorreu em Minas Gerais entre os anos de 1708 e 1709, quando os bandeirantes paulistas
queriam exclusividade na exploração das minas de ouro:

a) Guerra dos Mascates

b) Revolta de Beckman

c) Aclamação de Amador Bueno

d) Revolta de Felipe dos Santos

e) Guerra dos Emboabas


➥ Resposta » E

QUESTÃO 13 - Revoltas do Periodo Colonial

Um dos primeiros movimentos nativistas ocorrido no Brasil Colônia em 1666, causado pelas dificuldades
econômicas no período após a expulsão dos holandeses e pela nomeação de Jerônimo de Mendonça
Furtado para governar Pernambuco foi:

a) a Revolta do Sal

b) a Revolta da Cachaça

c) o Motins do Maneta

d) a Guerra dos Emboabas

e) a Revolta de Nosso Pai

➥ Resposta » E

Você também pode gostar