Você está na página 1de 20

A RELÍQUIA

Crítica à hipocrisia religiosa


Oposição: realidade vs sonho
Personagens principais:
.Teodorico Raposo (“Raposão”)
.Dona Patrocínio (“Titi”)
.Padre Negrão
. Dr. Margaride
. Amélia
. Adelaide
. Miss Mary (“M.M.”)
A CIDADE E AS SERRAS
. Oposição básica: cidade vs campo
. Narrador-personagem (secundário): José
Fernandes
. Protagonista: Jacinto de Tormes
. Evolução dialética do enredo (Hegel):
TESE: exaltação da tecnologia (“Suma Ciência
x Suma Potência = Suma Felicidade”);
ANTÍTESE: inviabilidade do espaço urbano,
falhas da tecnologia e exaltação do campo;
SÍNTESE: tecnologia aplicada no campo.
REALISMO NO BRASIL

INÍCIO: 1881
Memórias póstumas de Brás
Cubas

Machado de Assis
FASE ROMÂNTICA DE MACHADO
DE ASSIS
Ressurreição

Helena

A mão e a luva

Iaiá Garcia
FASE REALISTA DE MACHADO DE
ASSIS
Memórias póstumas de Brás Cubas

Quincas Borba

Dom Casmurro

Esaú e Jacó
Narrador-personagem: Brás Cubas
Três Projetos:
. Sentimental: Marcela, Eugênia,
Virgília, Eulália.
. Político: não foi Ministro de
Estado.
. Científico: o fracasso da criação de
um medicamento.
. Foco narrativo cambiante: 3ª
pessoa e 1ª pessoa.
. Desenvolve o Humanitarismo,
cuja síntese é “ao vencedor, as
batatas”.
. Personagens: Quincas Borba (o
filósofo e o cão), Rubião,
Cristiano Palha e Sofia.
Narrador-personagem: Bento Santiago
Personagens:
. Bento Santiago
. Capitu
. Ezequiel
. Escobar
. Sancha
.
CARACTERÍSTICAS DA PROSA
MACHADIANA
Quebra da linearidade

Metalinguagem

Digressão: considerações acerca dos mais vários temas

Discurso não narrativo: uso de sinais gráficos

Ironia, “humor do tipo inglês”


QUEBRA DA LINEARIDADE
“Algum tempo hesitei se devia abrir estas memórias pelo
princípio ou pelo fim, isto é, se poria em primeiro lugar o
meu nascimento ou a minha morte. Suposto o uso vulgar
seja começar pelo nascimento, duas considerações me
levaram a adotar diferente método: a primeira é que eu
não sou um autor defunto, mas um defunto autor, para
quem a campa foi outro berço; a segunda é que o escrito
ficaria assim mais galante e mais novo. Moisés, que
também contou a sua morte, não a pôs no introito, mas no
cabo: diferença radical entre este livro e o Pentateuco.”
METALINGUAGEM
O senão do livro
Começo a arrepender-me deste livro. Não que ele
me canse; eu não tenho que fazer; e, realmente, expedir
alguns magros capítulos para esse mundo sempre é
tarefa que distrai um pouco da eternidade. Mas o livro é
enfadonho, cheira a sepulcro, traz certa contração
cadavérica; vício grave, e aliás ínfimo, porque o maior
defeito deste livro és tu, leitor. Tu tens pressa de
envelhecer, e o livro anda devagar; tu amas a narração
direita e nutrida, o estilo regular e fluente, e este livro e
o meu estilo são como os ébrios, guinam à direita e à
esquerda, andam e param, resmungam, urram,
gargalham, ameaçam o céu, escorregam e caem..
CRÍTICA AO ROMANTISMO
“Não a vi partir; mas à hora marcada senti alguma coisa
que não era dor nem prazer, uma coisa mista, alívio e
saudade, tudo misturado, em iguais doses. Não se irrite o
leitor com essa confissão. Eu bem sei que, para titilar-lhe
os nervos da fantasia, devia padecer um grande
desespero, derramar algumas lágrimas, e não almoçar.
Seria romanesco; mas não seria biográfico. A realidade
pura é que eu almocei, como nos demais dias, acudindo
ao coração com as lembranças da minha aventura, e ao
estômago com os acepipes de M. Prudhon...”
CARÁTER NÃO NARRATIVO
O VELHO DIÁLOGO DE ADÃO E EVA
Brás Cubas: ... ... ... ?
Virgília: ... ... ...
Brás Cubas: ... ... ... ... ... ... ... ...
Virgília: ... ... ... ... ... !
Brás Cubas: ... ... ... ... ... ... ...
Virgília: ... ... ... ... ... ... ? ... ... ... ... ...
Brás Cubas: ... ... ... ... ? ... ... ... ... !
[...]
DIGRESSÕES
DO LIVRO
Agora que expliquei o título, passo a
escrever o livro. [...] A casa em que moro
é própria [...] Nos quatro cantos do teto as
figuras das estações, e ao centro das
paredes os medalhões de César, Augusto,
Nero e Massinissa, com os nomes por
baixo. Não alcanço a razão de
tais personagens. [...]
HUMOR BRITÂNICO
PARÊNTESIS
Quero deixar aqui, entre parêntesis, meia dúzia de
máximas das muitas que escrevi por esse tempo. São
bocejos de enfado [... ]:
Suporta-se com paciência a cólica do próximo.
Matamos o tempo; o tempo nos enterra.
Um cocheiro filósofo costumava dizer que o gosto da
carruagem seria diminuto, se todos andassem de
carruagem.
Não se compreende que um botocudo fure o beiço
para enfeitá-lo com um pedaço de pau. Esta reflexão é de
um joalheiro. [...]
IRONIA
DO TÍTULO
[...]
Não consultes dicionários. Casmurro
não está aqui no sentido que eles lhe dão,
mas no que lhe pôs o vulgo de homem
calado e metido consigo. Dom veio por
ironia, para atribuir-me fumos de fidalgo.
Tudo por estar cochilando!
INTERTEXTUALIDADE: BÍBLIA
O CAMINHO DE DAMASCO
Ora aconteceu, que, oito dias depois, como eu
estivesse no caminho de Damasco, ouvi uma voz
misteriosa, que me sussurrou as palavras da
Escritura (Atos, IX: 7): “Levanta-te, e entra na
cidade”. Esta voz saía de mim mesmo, e tinha duas
origens: a piedade, que me desarmava ante a
candura da pequena, e o terror de vir a amar
deveras, e desposá-la. Uma mulher coxa!
INTERTEXTUALIDADE: SHAKESPEARE
OTELO
Jantei fora. De noite fui ao teatro. Representava-se
justamente Otelo, que eu não vira nem lera nunca;
sabia apenas o assunto, e estimei a coincidência. Vi
as grandes raivas do mouro, por causa de um lenço
[...] Os lenços perderam-se, hoje são precisos os
próprios lençóis [...] Ouvi as súplicas de Desdêmona
[...] “E era inocente”, vinha eu dizendo rua abaixo;
“que faria o público, se ela deveras fosse culpada, tão
culpada como Capitu? E que morte lhe daria o
mouro?” [...]
PRETERIÇÃO
VIRGÍLIA
[...] Não digo que lhe coubesse a primazia
da beleza, entre as mocinhas do tempo [...]
mas também não digo que lhe maculasse o
rosto nenhuma sarda ou espinha, não. Era
bonita, fresca, saía das mãos da natureza,
cheia daquele feitiço [...]
INFLUÊNCIA DE SCHOPENHAUER
DAS NEGATIVAS
[...]
Este último capítulo é todo de negativas. [...] E
imaginará mal; porque ao chegar a este outro
lado do mistério, achei-me com um pequeno
saldo, que é a derradeira negativa d este
capítulo de negativas: __ Não tive filhos, não
transmiti a nenhuma criatura o legado da
nossa miséria.

Você também pode gostar