Você está na página 1de 3

Escola Secundária C/ 3º CEB

MATEMÁTICA
Quinta das Flores 12º J MÓDULO A8

Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos

- Modelos discretos. PROGRESSÕES -


Objetivos
 Identificar uma progressão aritmética/ geométrica;
 Determinar a razão de uma progressão aritmética/geométrica;
 Calcular qualquer termo de uma progressão aritmética/ geométrica;
 Determinar a soma dos n primeiros termos de uma progressão aritmética/geométrica;
 Utilizar progressões aritméticas/ geométricas na resolução de problemas.

Problema 1:

Um distribuidor informático lançou, no início do mês de Janeiro, uma campanha de


impressoras, tendo 1500 impressoras em stock. Logo no primeiro dia vendeu 30
impressoras. Nos dias seguintes, o número de vendas subiu de uma forma constante
aumentando as vendas em 10 impressoras a mais por dia, até esgotar o stock.

Seja a sucessão que define o número de impressoras vendidas, por dia.

a) Mostra que é uma progressão aritmética e indica a respetiva razão.

b) Determina uma expressão que permita calcular o número de impressoras vendidas,


por dia.
c) Quantas impressoras foram vendidas no 5º dia?
d) Qual a percentagem de impressoras vendidas ao longo dos primeiros dez dias?
e) Em quantos dias se esgotou o stock?

Elsa M. V. M. Dinis
Problema 2:

Uma empresa industrial produziu 30 mil unidades de um certo produto no primeiro


trimestre de 2005. Supõe que a produção tinha dobrado a cada trimestre.

Seja a sucessão que define o nº de unidades desse produto, por trimestre. Quantas

unidades desse produto foram produzidas no 2º trimestre, em 2005? E no 3º trimestre de


2006?
a) Se construísse uma sequência com número de unidades no trimestre, no 2º
trimestre, no 3º trimestre, …., os termos desta sequência poderiam fazer parte de
uma sequência. De que tipo de sequência se trataria? Justifica a tua resposta.
b) Determina a expressão que permita calcular o número de unidades desse produto
no n-ésimo trimestre, após o primeiro trimestre de 2005.
c) Quantas unidades foram produzidas entre 1de Janeiro de 2005 e 30 de Setembro
de 2009?

Problema 3:
A evolução da massa salarial de um conjunto de trabalhadores é, por vezes, explicável
através de modelos matemáticos.
Numa dada empresa, fez-se um estudo comparativo da evolução dos vencimentos (em
euros) de dois trabalhadores, A e B, entre 1998 e 2006.

 Relativamente ao trabalhador A, o valor do vencimento mensal em cada ano, no


período compreendido entre 1998 e 2006, é apresentado na tabela seguinte e
reproduzido num diagrama de dispersão.

 Relativamente ao
trabalhador B, sabe-se que,
em 1998, recebia

Elsa M. V. M. Dinis
mensalmente 652 euros e que, nos anos seguintes, referentes ao período em
estudo, o valor do seu vencimento mensal pode ser obtido através do modelo

v n  652  1,0502 n 1

Nota: a variável 8n está associada aos anos relativos ao período em estudo,


concretamente, n=1 corresponde a 1998, n=2 corresponde a 1999, etc.

1.1. Utilizando a sua calculadora, indique um valor aproximado do coeficiente de


correlação linear entre as variáveis descritas na tabela (anos/salário) referente ao
trabalhador A. Apresente o resultado com duas casas decimais.
Interprete esse valor, tendo em conta o diagrama de dispersão correspondente.

1.2. Tome em atenção que o modelo que traduz a evolução do salário do trabalhador B é
uma progressão geométrica.
1.2.1. Indique o primeiro termo e a razão da progressão geométrica em questão.

1.2.2. Um trabalhador aufere, por ano, 12 ordenados mensais mais o subsídio de férias
e o décimo terceiro mês, ambos com valor igual ao do ordenado mensal.
Utilizando a fórmula apropriada calcule, aproximadamente, o valor da totalidade
dos vencimentos auferidos pelo trabalhador B entre 1998 e 2006, inclusive.
Apresente o resultado arredondado às unidades.
Nota: Sempre que, em cálculos intermédios, proceder a arredondamentos, conserve, no
mínimo, duas casas decimais.

Elsa M. V. M. Dinis

Você também pode gostar