Você está na página 1de 20

FISIOTERAPIA EM UNIDADE

HOSPITALAR
PROF. ESP. MARLLA SOUZA
 Contato – pode ser direta, quando há contato entre dois
corpos, ou indireta, quando há um material contaminado
entra em contato com um hospedeiro susceptível.
(Exemplo: Staphylococcus sp.)
 Ar – Dispersão de partículas que podem permanecer
suspensas no ar por tempo prolongado. (Exemplo:
Tuberculose)
 Perdigotos – dispersão pelo ar em distâncias inferiores a
90 cm. (Exemplo:Vírus Influenza)
 Veículos comuns – alimento ou água contaminada.
(Exemplo: Salmonela)
 Vetores – insetos que transmitem agentes infecciosos.
(Exemplo: Malária)
 Uma equipe do código azul (equipe de emergência) solicita que
os profissionais de saúde do 5º andar do Hospital Djalma
Marques se dirija rapidamente ao quarto de número 502. Ao
chegar no local o fisioterapeuta verifica uma placa na porta
identificando o quarto como um local de isolamento por contato.
Quais são os EPIs necessários antes de entrar no quarto do
paciente? Após o procedimento de socorro, onde deve ser
descartado os EPIs e materiais utilizados?
 Maria precisará realizar um procedimento de aspiração traqueal
em um paciente que está intubado devido a complicações em seu
pós-operatório de lobectomia em consequência de um câncer de
pulmão. Este paciente ainda apresenta uma queda da imunidade
por ter termi-nado a pouco tempo o tratamento com
quimioterapia, o que fez o seu médico recomendar que ele fosse
mantido num quarto de isolamento.
 Maria iniciou a preparação do material e separou gaze para
limpeza da cavidade oral do paciente e aspirou com uma seringa,
a água destilada para lavar o circuito do aspirador após a
utilização.
 Ao final do procedimento, Maria se perguntou: qual é o local
correto de descarte do material perfurocortante (agulha),
seringa, sonda de aspiração traqueal e gaze com secreção do
paciente?
 Além disso, para onde o hospital destina todos estes materiais
contaminados? Será que colocaram para desinfecção ou para
esterilização?
LIMPEZA

NORMAS DE DESINFECÇÃO

SEGURANÇA
SESSÃO 1.3

ESTERILIZAÇÃO
RESÍDUOS
HOSPITALARES
 Os resíduos do grupo E devem ser
descartados em um recipiente rígido,
sinalizado com o símbolo internacional de
risco biológico e a descrição de
identificação de material perfurocortante
 O manuseio incorreto destes resíduos impõe
um risco em potencial à saúde do
trabalhador, à saúde pública e ao ambiente,
por isso, em março de 2018 uma atualização
da RDC 222 regulamentou o meio correto de
acondicionamento e destinação desses
resíduos, a este processo denominamos
gerenciamento de resíduos, que engloba
desde a fase da operação pela instituição
hospitalar até a fase extra do
estabelecimento de saúde.
 O responsável pela geração do resíduo é o
responsável legal pela sua destinação.
Portanto, a instituição precisa ter um Plano
de Gerenciamento de Resíduos de Serviços
de Saúde (PGRSS), no qual deve constar as
PGRSS
estratégias de identificação da geração do
resíduo, além de estratégias de minimização,
manuseio, separação na origem e
acondicionamento.
 Os resíduos do tipo A1 e A2 com presença de
agentes infecciosos precisam ser tratados dentro
da unidade de saúde antes de ser descartado. Os
outros do subtipo A (A2 sem presença de
agentes infecciosos, A3, A4 e A5) não precisam
ser tratados, apenas contidos em sacos plásticos
dentro de recipiente lavável para evitar
vazamento de líquidos.
 No caso de material que tenha potencial de
putrefação, ele deverá ser mantido sob
refrigeração após 24 h do início do processo de
acondicionamento até que a empresa respon-
sável possa retirá-lo e mandar para a
incineração.
 Uma equipe do código azul (equipe de emergência)
solicita que os profissionais de saúde do 5º andar do
Hospital Clementino Moura se dirija rapidamente ao
quarto de número 502. Ao chegar no local o
fisioterapeuta verifica uma placa na porta
SOLUÇÃO identificando o quarto como um local de isolamento
por contato.
PROBLEMA
 Quais são os EPIs necessários antes de entrar no
quarto do paciente?
 Após o procedimento de socorro, onde deve ser
descartado os EPIs e materiais utilizados?

Você também pode gostar