Você está na página 1de 17

2019

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
GLOSSÁRIO
DE BIOLOGIA
Aberração Cromossômica: Alteração Actina: Uma das proteínas que constituem
estrutural (perda de pedaços, inversões, a miofibrila. Desliza sobre a miosina durante a
translocações, deleções ou duplicações) ou contração muscular.
numérica (falta ou excesso) de cromossomos nas
células. Na espécie humana há diversas síndromes Adaptação: Capacidade de os seres vivos
causadas por aberrações cromossômicas. ajustarem-se ao ambiente. Pode-se pensar na
adaptação como um processo de ajustamento
Abiogênese: (Teoria da geração espontânea) individual (homeostase) ou como ajustamento de
Teoria segundo a qual seres vivos podiam surgir uma espécie ao ambiente no curso da evolução
espontaneamente a partir de matéria não-viva. (adaptação evolutiva, depende do aparecimento
Foi largamente aceita até meados do século XIX, e permanência de mutações).
quando cedeu lugar à Biogênese.
Adrenalina (ou Epinefrina): Hormônio
Acelomado: Animal que não apresenta liberado pela medula da glândula adrenal em
nenhuma cavidade corporal além da cavidade resposta a estímulos nervosos. Permite ao
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

digestiva. organismo responder rapidamente a situações


de emergência.
Ácido Desoxirribonucleico: é o DNA,ácido
nucleico constituido por desoxirribose, por Aglutininas: Anticorpo natural presente no
fosfato e pelas bases nitrogenadas adenina, sangue de determinadas pessoas, capaz de
guanina, citosina e timina. A molécula de DNA é provocar aglutinação de hemácias que possuam
filamentosa, tem cadeia dupla e arranjo helicoidal o aglutinogênio complementar. No grupo
(dupla-hélice). O DNA é a substância que forma sanguíneo AB0, pessoas do tipo A têm aglutinina
os genes, onde estão inscritas, em código, as anti-B, pessoas do tipo B têm aglutinina anti-A,
informações hereditárias. pessoas do tipo AB não têm aglutininas e
pessoas do tipo 0 têm ambas as aglutininas,
Ácido Graxo: São substâncias formadas por anti-A e anti-B.
uma longa cadeia carbônica (carbonos ligados a
átomos de hidrogênio), com um grupo carboxila Aeróbio: Processo, mecanismo ou organismo
em uma extremidade. que utiliza oxigênio.
Ácido Nucléico: Macromolécula formada por Aglutinogênio: Substância presente na
fosfato, glicídio (pentose) e bases nitrogenadas, superfície das hemácias que provoca aglutinação
presente nas células de todos os seres ao reagir com uma aglutinina complementar.
vivos. Há dois tipos de ácido nucléico: ácido No grupo sanguíneo ABO há dois tipos de
desoxirribonucleico (DNA) e ácido ribonucleico aglutinogênio, A e B. hemácias do tipo A contém
(RNA). Estão relacionados ao controle das apenas aglutinogênio A. As hemácias do tipo O
atividades celulares e à hereditariedade. não apresentam nenhum tipo de aglutinogênio.
Ácido Ribonucleico: é um tipo de ácido Agnatha: São agnatos ou animais (peixes) sem
nucleico, uma molécula polimérica linear formada mandíbula, pertencentes à superclasse Pisces do
por unidades menores chamadas nucleotídeos. subfilo Vertebrata. Possuem uma boca circular
Intervém em várias funções biológicas (daí serem denominados ciclostomados) dotada
importantes como a codificação genética, e a de pequenos dentes, com os quais sugam sangue
descodificação durante a tradução de proteínas, de outros peixes. Ex.: lampreia e peixe-bruxa.
regulação e expressão dos genes.

2
Aids: Sigla para a expressão inglesa acquired Abundante em caules e raízes tubérculos (batata,
immunodeficiency syndrome (síndrome da mandioca etc).
imunodeficiência adquirida). Deficiência Aminoácido: Substância orgânica que
imunitária provocada por um retrovírus (HIV) apresenta ao menos um grupo carboxila (COOH)
que ataca as células responsáveis pela defesa e um grupo amina 2NH2) ligados à sua longa
do organismo humano (linfócitos). A queda na cadeia de carbonos. Os seres vivos apresentam
imunidade permite que se instalem diversos vinte tipos de aminoácido que, unidos por
agentes infecciosos corriqueiros (oportunistas), ligações peptídicas, constituem as moléculas de
levando a pessoa à morte, na maioria dos casos. proteína.
Ainda não há cura para a aids e a única forma
possível de controle é a prevenção. Âmnio: Anexo embrionário presente em
répteis, aves e mamíferos. Consiste em uma
Alantóide: Anexo embrionário membranoso bolsa membranosa cheia de líquido que
presente em répteis, aves e mamíferos, cuja envolve o embrião. Sua função é absorver
função é armazenar as excreções do embrião até choques mecânicos e manter um ambiente
o nascimento. Em répteis e aves, a membrana aquoso e quimicamente adequado e prevenir a
do alantóide une-se ao córion, constituindo o desidratação.
alantocório, que exerce função respiratória.
Anaeróbio: Processo, mecanismo ou organismo
Alelo: Cada uma das formas que um gene pode que não utiliza dioxigênio, podendo ou não ser
apresentar. Alelos ocupam o mesmo lócus gênico destruído/inutilizado na presença deste.
em cromossomos homólogos (cromossomos do
mesmo par). Anáfase: Fase da divisão celular que se

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
caracteriza pela separação dos cromossomos
Alelo Dominante: Cópia de um gene cujo homólogos ou cromátides irmãs para pólos
fenótipo se expressa com uma única cópia opostos da célula.
(heterozigose). é representado pela letra
maiúscula da característica analisada. No caso Anáfase l: Penúltima fase da meiose I, que
do albinismo o alelo dominante é representado se caracteriza pela separação de cromossomos
por A. homólogos (com duas cromátides irmãs cada)
para pólos opostos da célula.
Alelo Múltiplo: Certos genes podem apresentar
não apenas dois alelos, mas três ou mais. Anáfase ll: Penúltima fase da meiose II, que se
caracteriza pela separação de cromátides-irmãs
Alelo Recessivo: Cópia de um gene para pólos opostos da célula, aspecto em que se
cujo fenótipo se expressa com duas cópias assemelha à anáfase da mitose.
(homozigose). é representado pela letra minúscula
da característica analisada. No caso do albinismo Anexo Embrionário: Estrutura ligada
o alelo recessivo é representado por a. ao embrião de répteis, aves e mamíferos,
relacionada com a adaptação desses vertebrados
Alternância de Gerações (ou Metagênese): ao ambiente de terra firme. Os principais anexos
Tipo de ciclo de vida no qual se alternam gerações embrionários são: placenta,âmnio (bolsa
assexuadas e sexuadas. Ocorre em certas algas, amniótica), alantóide, saco vitelínico e córion.
nas plantas e em certos animais.
Angiosperma (ou Antófita): Planta fanerógama
Amebíase (Disenteria Amebiana): Diarréia da divisão Anthophyta, com flores e sementes
dolorosa e sanguinolenta causada pela infestação contidas em frutos. As antófitas dividem-se em duas
de Entamoeba histolytica (protozoário sarcodíneo). classes: Dicotyledoneae (dois cotilédones na semente)
Ametábolo: Inseto que não sofre metamorfose e Monocotyledoneae (um cotilédone na semente).
durante seu ciclo de vida. O jovem que sai do ovo Annelida (Anelídeos): Filo do reino Animalia
já é semelhante ao adulto. constituído por animais de corpo cilíndrico, com
Amido: Polissacarídeo formado pela união de metameria, triblásticos, com celoma e sistema
moléculas de glicose. É utilizado por certas algas digestivo completo. Seus representantes vivem
e pelas plantas como substância de reserva. em ambientes aquáticos ou terrestres. Ex.:
minhoca, sanguessuga etc.

www.biologiatotal.com.br 3
Anticódon: Trinca de bases nitrogenadas Ausência de Dominância: Casos em que os
específica de um RNA transportador, que se alelos de um gene não apresentam dominância
combina com o códon do RNA mensageiro no entre si.
processo de síntese de proteínas.
Autossomo: Cromossomo presente em igual
Anticorpo: Substância de natureza protéica, número tanto em machos quanto em fêmeas de
produzida pelos linfócitos B do sangue, que uma espécie. Na espécie humana, por exemplo,
identifica substâncias ou microorganismos homens e mulheres têm 22 pares de autossomos
(antígenos) estranhos ao corpo e sinaliza sua em suas células.
presença para células fagocitórias do sistema
imunológico. Bactéria: Organismo unicelular, procariótico,
pertencente ao reino Monera. Há dois
Antígeno: Qualquer substância ou partícula grandes grupos de bactéria: arqueobactérias
estranha que, ao ser introduzida no corpo, e eubactérias. As bactérias podem apresentar
provoca uma reação de defesa imunitária, com nutrição heterotrófica ou autotrófica.
produção de anticorpos específicos.
Bacteriófago (ou Fago): Vírus que se
Aparelho de Golgi: Sistema membranoso reproduz no interior de bactérias.
localizado no citoplasma de células eucarióticas,
especializado no armazenamento, na Bainha de Mielina: É constituída por camadas
transformação e na secreção de substâncias. As concêntricas de membranas plasmáticas de
unidades do aparelho de Golgi são chamadas células do sistema nervoso, principalmente
dictiossomos. células de Schwann. Amplia a condução do
impulso nervoso.
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

Artérias: são vasos sanguíneos que carregam


sangue a partir dos ventrículos do coração para Base Nitrogenada: Substância cujas moléculas
todas as partes do nosso corpo. apresentam anéis mistos de carbono e nitrogênio.
As bases no DNA são: adenina, citosina, timina e
Arthropoda (Artrópodes): Filo do reino guanin
Animalia constituído por cerca de 1 milhão
de espécies de animais dotados de apêndices Basidiomiceto:é um filo que, juntamente com
articulados, triblásticos, com celoma e sistema Ascomycota e Zygomycota, constitui o reino
digestivo completo. Seus representantes vivem Fungi do domínio Eukarya.
em ambientes aquáticos ou terrestres. Apresenta Bentos: Conjunto de seres do bioma aquático
as seguintes classes: aracnídeos, crustáceos e que vivem em estreita relação com o fundo
insetos. submerso, seja caminhando, fixados ou
Ascaridíase: É uma doença parasitária enterrados. Ex.: estrelas-do-mar, corais etc.
causada pelo verme nematoda Ascaris Bicamada Lipídica: Camada de natureza
lumbricoides, também conhecido popularmente dupla constituída por fosfoacilgliceróis, de tal
como lombriga. modo que a parte hidrofílica (cabeças) destes
Ascomiceto: São fungos do filo Ascomycota esteja em contato com o meio aquoso envolvente
que produzem seus esporos em esporângios e a parte hidrofóbica (caudas) esteja no interior
específicos chamados ascos. da camada.

Assexuada: Refere-se à reprodução que não Biodiversidade: Diversidade de espécies de


envolve fusão dos gametas. um ecossistema. Quanto maior a quantidade
de nichos ecológicos, maior a diversidade
ATP (Trifosfato de Adenosina): Substância de espécies do ambiente, ou seja, maior sua
formada pela união química de ribose, adenina e biodiversidade.
três grupos fosfato. A reação de transformação
de ATP em ADP + P libera grande quantidade de Biogênese: Refere-se à produção e à forma
energia, utilizada pelo metabolismo. Se perder de produção de novos organismos ou organelas
um grupo fosfato, o ADP transforma-se em AMP. vivas.

AMP: São nucleotídeos. Biologia Molecular: Ramo da ciência que une


conhecimentos bioquímicos e biológicos para

4
compreender a organização e o metabolismo feminino e masculino, respectivamente),
dos seres vivos. originando o núcleo de fecundação do zigoto.
Bioma: Comunidade clímax adaptada a uma Carioteca: É um envoltório formado por duas
determinada região. Biomas podem ser aquáticos membranas lipoprotéicas cuja organização
ou terrestres. molecular é semelhante às demais membranas
celulares.
Biomassa: Massa da matéria orgânica
presente em um ser vivo ou em um conjunto de Cariótipo: Conjunto de cromossomos de cada
seres vivos. célula de um organismo. O cariótipo de uma célula
diplóide humana, por exemplo, é constituído por
Bioquímica: Ramo da Química Orgânica que 46 cromossomos. Os cromossomos de painel
estuda as substâncias presentes nos seres vivos constituem um idiograma.
e as reações químicas fundamentais à vida.
Catabolismo: Tipo de metabolismo em que
Biossíntese Síntese de moléculas usadas em existe degradação de biomoléculas mais ou
processos bioquímicos. Requer o gasto de energia menos complexas para haver libertação de
química, normalmente sob a forma de ATP. energia.
Blástula: Estágio do desenvolvimento embrionário Celomado (Esquizocelomado e Enterocelomado):
que sucede o de mórula. A blástula é uma bola oca Com exceção de espongiários, cnidários,
de células, com uma cavidade interna chamada platelmintos e nematódeos, todos os outros animais
blastocela, delimitada por uma camada celular são celomados. Celoma é a cavidade interna do
chamada blastoderma. corpo de animais, totalmente revestida por tecido

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
Bomba de Sódio e Potássio: Mecanismo de originário do mesoderma. Conforme o processo
transporte ativo no qual proteínas carreadoras de formação do celoma os animais se dividem
da membrana plasmática transportam íons sódio em esquizocelomados e enterocelomados (origem
para fora da célula e íons potássio para dentro. embrionária).

Briófita (Filo Bryophyta): Divisão do reino Célula: Unidade estrutural e fisiológica da


Planta que reúne os vegetais sem sistema condutor vida. As células podem ser procarióticas (sem
de seiva (avasculares) e sem flores (criptógamas). núcleo organizado) ou eucarióticas (com núcleo
Os principais representantes são os musgos (filo delimitado pela carioteca). Os vírus são os únicos
Bryophyta), as hepáticas (filo Hepatophyta) e os seres que não apresentam células. O estudo das
antóceros (filo Anthocerophyta). células é a Citologia.

Cadeia Alimentar: Sequência linear de Célula Glial: Célula do tecido nervoso que
alimentação em que os produtores servem de sustenta e nutre os neurônios. Um exemplo de
alimento para os consumidores primários, estes célula da glia é o oligodendrócito.
para os secundários e assim por diante. Célula Haploide: É aquela que possui, no
Cadeia Transportadora de Elétrons: é núcleo, apenas um representante de cada tipo
uma série de complexos que transferem elétrons de cromossomo. Representa-se por n. As únicas
de doadores de elétrons para aceptores de células haplóides (n) de nosso corpo são as
elétrons através de reações redox, e acopla essa da linhagem que forma os gametas (óvulo e
transferência de elétrons com a transferência de espermatozóide).
prótons através de uma membrana. Célula Procariótica: Célula na qual não há
Capsídeo: é o invólucro de origem proteica carioteca envolvendo o material hereditário nem
dos vírus formado por proteínas e que protege organelas membranosas no citoplasma. Bactérias
e facilita sua proliferação, e além de proteger o têm células procarióticas.
ácido nucléico, tem a capacidade de se combinar Celulose: Polissacarídeo constituído pela união
quimicamente com substâncias presentes na de milhares de moléculas de celobiose, a qual é
superfície celular. formada por duas moléculas de glicose unidas.
Cariogamia (ou Anfimixia): Fusão dos A celulose é o principal componente da parede
núcleos do óvulo e do espermatozóide (pronúcleos celular dos vegetais.

www.biologiatotal.com.br 5
Centríolo Organela: Citoplasmática presente Cisticercose: Doença parasitária causada
nas células eucarióticas, com exceção das plantas pela presença de cisticercos (formas imaturas de
frutíferas. Suas funções são originar cílios e tênia), alojados principalmente na musculatura
flagelos. do corpo de animais mamíferos que ingeriram
ovos de tênia. Se uma pessoa comer carne com
Centrômero Estrutura: Localizada na cisticercos, poderá adquirir teníase.
constrição primária dos cromossomos, definindo
dois braços cromossômicos. Após a duplicação Citoesqueleto: Conjunto de fibras e túbulos
cromossômica, as cromátides-irmãs permanecem de proteína que dão sustentação às células e
unidas pelo centrômero. permitem sua movimentação.
Centrossomo (ou Centro Celular): Local da Citologia: Ramo da Biologia que estuda as
célula para onde convergem os microtúbulos do células.
citoplasma
Citoplasma: Região da célula compreendida
Chordata (Cordados): Filo do reino entre a membrana plasmática e o núcleo das
Animalia cujos representantes se caracterizam células eucarióticas. Em células procarióticas
por apresentar, durante a fase embrionária, refere-se a todo o conteúdo celular. Contém um
notocorda, sistema nervoso dorsal, fendas fluido viscoso chamado hialoplasma ou citosol.
branquiais na faringe e cauda. São triblásticos, Nas células eucarióticas o citoplasma contém
deuterostômios e com celoma. Apresenta três organelas e sistemas de canais membranosos,
subfilos: Urochordata ou Tunicata (urocordados além de ribossomos, também presentes no
ou tunicados), Cephalochordata (cefalocordados) citoplasma de células procarióticas.
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

e Vertebrata ou Craniata (vertebrados).


Urocordados e cefalocordados são chamados Citocinese: Divisão do citoplasma que ocorre
cordados invertebrados ou protocordados. posteriormente à divisão nuclear (cariocinese) e
que completa o processo de divisão celular. Pode
Cianobactéria Organismo: unicelular, ser centrípeta, como nas células animais, ou
procariótico, isolado ou colonial, autotrófico centrífuga, como em células de plantas.
fotossintetizante, pertencente ao reino Monera.
Antigamente as cianobactérias eram consideradas Citosol: Fluido viscoso presente no citoplasma
algas (algas azuis ou cianofíceas). Atualmente são celular.
classificadas no grupo das eubactérias. Classe : Categoria taxonômica que reúne
Ciclo Celular: Período de vida de uma célula, ordens semelhantes.
compreendido desde sua origem pela divisão Clivagem (ou Segmentação): Cada
da célula-mãe até sua divisão, quando origina uma das divisões celulares que ocorrem no
células-filhas. ovo, nas primeiras fases do desenvolvimento
Ciclo de Krebs (ou do Ácido Cítrico): embrionário. As células resultantes das clivagens
Etapa da respiração aeróbica que, nos organismos são os blastômeros. O tipo de clivagem depende
eucarióticos, ocorre no interior das mitocôndrias. da quantidade de vitelo presente no ovo. Ovos
O ácido cítrico é a primeira substância formada oligolécitos sofrem clivagem holoblástica (total)
no ciclo, que produz gás carbônico e libera e igual. Ovos heterolécitos sofrem clivagem
hidrogênios energéticos. Estes passam pela cadeia holoblástica e desigual, na qual se formam
respiratória, fornecendo energia para a síntese blastômeros grandes (macrômeros) e pequenos
de 36 moléculas de ATP por molécula de glicose (micrômeros). Ovos telolécitos sofrem clivagem
utilizada. meroblástica (parcial).

Cercária: Larva aquática do verme Schistosoma, Cloroplasto: Organela citoplasmática presente


que se desenvolve no corpo de um caramujo exclusivamente em células de plantas e de
planorbídeo (hospedeiro intermediário), de algas, onde ocorre a fotossíntese. É envolvida
onde se liberta e passa a nadar até encontrar por duas membranas e apresenta estruturas
um hospedeiro definitivo. Penetra ativamente membranosas achatadas e discoidais (tilacóides),
através da pele do homem e de animais. empilhadas de modo a formar os grana (singular
granum). O líquido que preenche o cloroplasto é

6
o estroma. A clorofila localiza-se nas membranas descondensados e emaranhados da célula em
dos tilacóides. intérfase.
Cnidaria (ou Coelenterata - cnidários Cromossomo: Cada um dos longos filamentos
ou celenterados): Filo do reino Animalia presentes no núcleo das células eucarióticas,
constituído por animais diblásticos, com sistema constituído basicamente por DNA e proteínas. Nos
digestivo incompleto (cavidade gastrovascular), cromossomos situam-se os genes.
dotados de células urticantes (cnidoblastos). Os
cnidários vivem em ambientes aquáticos. Ex.: Cromossomos Autossômicos: Cada um dos
águas-vivas, anêmonas-do-mar, corais etc. cromossomos presentes tanto em machos quanto
em fêmeas; na espécie humana, por exemplo,
Código Genético: Sistema de informação homens e mulheres têm 22 pares de autossomos
gênica em que cada trinca de bases nitrogenadas em suas células.
do RNA mensageiro corresponde a um
aminoácido na proteína. Cromossomo Homólogo: Cada membro
de um par de cromossomos geneticamente
Códon: Cada uma das trincas de bases equivalentes, presentes em uma célula diplóide.
nitrogenadas do RNA mensageiro que é Esses cromossomos apresentam a mesma
traduzida, no ribossomo, em um aminoácido seqüência de lócus gênicos, ou seja, a mesma
específico da proteína. seqüência de genes.
Colônia: Conjunto altamente integrado e Cromossomo Sexual (ou Heterossomo):
funcional formado pela associação de seres Tipo de cromossomo que difere nos sexos. Na
de mesma espécie. Fala-se, nesse caso, em espécie humana, por exemplo, as mulheres

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
cooperação intra-específica. Ex.: corais, apresentam, além dos autossomos, dois
caravelas-portuguesas (Physalia). cromossomos sexuais X.
Córion: Anexo embrionário que envolve Cruzamento-teste: É realizado entre
totalmente o embrião e os demais anexos indivíduos de genótipo homozigótico recessivo e
em répteis, aves e mamíferos. Possui função indivíduos cujo genótipo se quer descobrir.
protetora e, em répteis e aves, une-se ao
alantóide, constituindo o alantocório, que exerce Darwinismo: Teoria evolucionista elaborada
função respiratória. por Charles Darwin, publicada em 1859 no livro
On the origin of species (A origem das espécies),
Corpo Celular: Parte mais volumosa do que explica a evolução dos seres vivos por meio
neurônio onde se localizam o núcleo e a maioria da seleção natural.
das estruturas citoplasmáticas.
Desnaturação (ou Desnaturação de
Cortisol: É um hormônio corticosteróide da Proteína): Alteração da estrutura espacial de
família dos esteróides, produzido pela parte uma proteína. Os principais agentes desnaturantes
superior da glândula supra-renal diretamente são a temperatura elevada e os extremos de pH.
envolvido na resposta ao estresse.
Desenvolvimento Embrionário: Processo
Criacionismo (ou Teoria da Criação): que envolve a transformação do zigoto em um
Crença segundo a qual toda espécie viva seria indivíduo multicelular adulto. A primeira etapa
resultado de criação divina. do desenvolvimento, que vai até a formação
dos órgãos corporais, é o desenvolvimento
Cromátide: Cada um dos dois filamentos do embrionário. Espécies em que o jovem nasce
cromossomo duplicado que se mantêm unidos com aparência semelhante à do adulto têm
pelo centrômero. Cromátides de um cromossomo desenvolvimento direto
duplicado são cromátides-irmãs. Depois de
separadas, na anáfase da divisão celular, cada Desoxirribose Monossacarídeo (Pentose):
cromátide passa a ser chamada cromossomo. Presente nos nucleotídeos que entram na
composição do ácido desoxirribonucléico (DNA).
Cromatina: Material filamentoso, que se cora
com facilidade, presente no núcleo das células. Diabete Insípida Distúrbio: No metabolismo
É constituído pelo conjunto de cromossomos de sal e água marcado por sede intensa e vontade
excessiva de urinar.

www.biologiatotal.com.br 7
Diabetes Melito: Doença causada por célula-mãe) e meiose (origina quatro células-
alterações no metabolismo da glicose, em filhas com metade do número de cromossomos
geral por deficiência do hormônio insulina, com da célula-mãe).
aumento da taxa de glicose no sangue. DNA: é o ácido desoxirribonucleico, ácido
Diacinese: Última subfase da prófase I da nucleico constituido por desoxirribose, por
meiose que se caracteriza pelo deslizamento dos fosfato e pelas bases nitrogenadas adenina,
quiasmas para as extremidades dos cromossomos guanina, citosina e timina. A molécula de DNA
(terminalização dos quiasmas). é filamentosa, tem cadeia dupla e arranjo
helicoidal (dupla-hélice). O DNA é a substância
Diástole: Relaxamento das câmaras do coração que forma os genes, onde estão inscritas, em
(diástole auricular e diástole ventricular), que se código, as informações hereditárias.
enchem de sangue.
Dominância: Propriedade de um alelo
Diatomácea: Gênero de alga unicelular do filo (dominante) de produzir o mesmo fenótipo tanto
Bacillariophyta, dotada de uma carapaça externa em condição homozigótica quanto em condição
silicosa formada por duas metades (valvas) heterozigótica.
encaixadas. Ao se dividir, uma diatomácea produz
um descendente de tamanho ligeiramente menor Echinodermata (Equinodermos): Filo
que o outro. do reino Animalia constituído por animais
com simetria radial, triblásticos, com celoma e
Diblástico (ou Diploblástico): Animais sistema digestivo completo. Os equinodermos
que apresentam dois folhetos germinativos, vivem exclusivamente em ambientes marinhos.
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

ectoderma e endoderma, como os cnidários.


Ecologia: Ramo da Biologia que estuda as
Diplóteno: Subfase da prófase I da meiose que interações entre os seres vivos e o meio onde
se caracteriza pela separação dos cromossomos vivem.
homólogos (que constituíam as tétrades).
O afastamento dos homólogos possibilita a Ecossistema: Conjunto formado pelas
visualização dos quiasmas, nos locais onde comunidades biológicas em interação com os
ocorreu permutação. fatores abióticos do meio (biótopo).

Dissacarídeo: Glicídio proveniente da reação Endoparasita: Organismo que vive no interior


de síntese entre dois monossacarídeos, com do corpo de animais vertebrados e invertebrados.
formação de uma molécula de água (síntese Por exemplo: os esporozoários do gênero
por desidratação). Essa união entre dois Plasmodium causadores de diversas formas de
monossacarídeos é uma ligação glicosídica. A malária humana.
sacarose é um exemplo de dissacarídeo. Enzima Catalisador: Biológico de natureza
DIU (Dispositivo Intra-uterino): Método protéica. As enzimas facilitam a ocorrência das
anticoncepcional que consiste em um dispositivo, reações biológicas porque diminuem a energia
geralmente feito de plástico e metal, que é de ativação dos reagentes. Estes são chamados
introduzido na cavidade do útero, impedindo o de substratos enzimáticos.
embrião de se implantar no endométrio (nidação). Era Geológica: Cada uma das grandes
Divisão Binária (ou cissiparidade): divisões do tempo geológico. Desde a origem
Processo assexuado de reprodução que consiste da Terra até hoje, passaram-se quatro eras. Da
na divisão de um organismo unicelular em dois mais antiga à mais recente, são: Pré-Cambriana,
organismos-filhos. Ocorre em bactérias, em Paleozóica, Mesozóica e Cenozóica. As eras são
protozoários e em algas e fungos unicelulares. subdivididas em períodos geológicos.

Divisão Celular: Processo pelo qual uma Especiação: Processo pelo qual surgem novas
célula se divide em duas outras. É através da espécies. Especiação filética é aquela em que
divisão que células procarióticas e eucarióticas uma espécie ancestral vai se transformando
se reproduzem. Células eucarióticas executam lentamente em uma nova espécie. Especiação
dois tipos de divisão celular: mitose (origina duas por diversificação é aquela em que uma espécie
células-filhas cromossomicamente idênticas à ancestral se diversifica em duas ou mais novas

8
espécies. de características físicas, fisiológicas ou
comportamentais de um ser vivo. O fenótipo é
Espermatozoide: Gameta masculino dos determinado pelo genótipo, em interação com o
animais. Forma-se a partir da diferenciação ambiente.
de uma espermátide. Possui um flagelo para
locomoção e um acrossomo para perfurar o Fermentação: Processo de degradação
óvulo. incompleta de substâncias orgânicas, com
liberação de energia. Atualmente é utilizada
Esquistossomo (Schistosoma mansoni): principalmente por fungos e bactérias. Há
Espécie de verme platelminto (classe Trematoda) diversos tipos de fermentação, que variam
que vive nas veias do fígado e do intestino quanto ao produto final (álcool, ácido acético,
humano, causando a esquistossomose ácido lático etc.).
(barriga-d’água), (como agente causador da
esquistossomose). Flagelado (Filo Mastigophora): Classe de
protozoários cujos representantes se locomovem
Estômato: Estrutura da epiderme de partes por meio de flagelos.
aéreas da planta, principalmente na face inferior
das folhas. Através dele ocorrem trocas gasosas Flagelo: Estrutura filiforme presente na
entre a planta e o ar atmosférico. O estômato é superfície da célula, em geral mais longa e em
formado por duas células especializadas, ricas em menor número que o cílio. Sua função é promover
cloroplastos (células estomáticas), que deixam movimentos (para locomoção ou captura de
entre si uma abertura regulável (ostíolo), através alimento).
da qual há difusão de gases atmosféricos.
Fosfolipídio: Substância cujas moléculas são

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
Estrógeno: Hormônio sexual feminino formadas por caudas apolares de ácido graxo e
produzido pelos ovários de vertebrados. por uma cabeça polar que contém fósforo. É o
É responsável pelo impulso sexual e pelo principal componente das membranas celulares.
desenvolvimento das características sexuais
secundárias femininas. Fosforilação Oxidativa: Termo usado como
sinônimo de cadeia respiratória, onde o aceptor
Evolução Biológica: Processo de final de hidrogênios é o gás oxigênio (O2). Refere-
transformação dos seres vivos ao longo das se especificamente ao processo de produção de
gerações. ATP.
Exoesqueleto: Cobertura rígida que envolve Fóssil: Resto ou vestígio preservado de seres
total ou parcialmente o corpo do animal. Por que viveram em épocas pré-históricas há mais
exemplo: nos artrópodes e crustáceos. de 10 mil anos. Os fósseis constituem uma das
principais evidências da evolução biológica.
Fagocitose: Processo pelo qual certos tipos de
célula engloba partículas relativamente grandes Fotorreceptor: São os receptores sensoriais
com o auxílio de pseudópodes. Amebas e outros responsáveis pela visão.
protozoários capturam partículas alimentares
por fagocitose. Gameta Célula: Haplóide especializada na
reprodução sexuada que, na fecundação, se
Fagossomo: Bolsa membranosa citoplasmática une a outro gameta originando o ovo ou zigoto
que contém a partícula capturada pelo processo (diplóide). Quando os gametas que se fundem
de fagocitose. têm forma e tamanho semelhantes, fala-se em
isogamia.
Fecundação (ou Fertilização): Processo
de fusão entre dois gametas que origina o ovo Gene: Segmento de molécula de DNA que
ou zigoto. Pode ocorrer no interior do corpo contém uma instrução gênica codificada para a
da fêmea (fecundação interna) ou no ambiente síntese de uma proteína. A natureza dos genes e
(fecundação externa). Quando a fecundação o modo pelo qual são transmitidos ao longo das
se dá entre gametas produzidos pelo mesmo gerações são estudados pela Genética.
organismo, fala-se em autofecundação
Gênero: Categoria taxonômica que reúne
Fenótipo: Característica ou conjunto espécies semelhantes.

www.biologiatotal.com.br 9
Genoma: Lote completo de genes que responsável pelo transporte de gás oxigênio.
caracteriza uma espécie. Na espécie humana, Hemácias de mamíferos são anucleadas, isto é,
por exemplo, o genoma distribui-se entre 23 não têm núcleo, perdido durante a maturação
cromossomos. Uma célula haplóide tem apenas do eritroblasto, célula precursora da hemácia
um genoma localizada na medula óssea vermelha.

Genótipo: Constituição genética de um Hemoglobina: Proteína que atua como


indivíduo que, em interação com o ambiente, pigmento respiratório (transportador de gás
determina suas características (fenótipo). oxigênio), presente no interior das hemácias
Pode referir-se a um gene em particular ou ao de animais vertebrados e na hemolinfa de
conjunto total de genes. Usualmente o genótipo alguns invertebrados (anelídeos, por exemplo).
é representado por letras e outros símbolos, que A hemoglobina é uma proteína conjugada,
identificam os genes. constituída por quatro cadeias de aminoácidos
e por quatro grupos heme (grupos prostéticos),
Glicerídeo: Lipídio formado pela síntese de que contêm ferro.
uma molécula do álcool glicerol e três moléculas
de ácidos graxos. Os glicerídeos podem ser Herbivorismo: Relação ecológica
óleos (líquidos à temperatura ambiente) e interespecífica na qual animais herbívoros se
gorduras (sólidos à temperatura ambiente). São alimentam de plantas.
importantes como material de reserva de plantas Heterotrófico: Ser vivo que obtêm alimento a
e animais. Gorduras servem como isolante partir da matéria orgânica fabricada por outros
térmico de certos animais. seres vivos, dos quais dependem.
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

Glicídio (açúcar, carboidrato ou hidrato Heterozigótico (ou híbrido): Condição de


de carbono): Classe de substâncias orgânicas uma célula ou de um indivíduo em que os alelos
cujas moléculas são constituídas por carbono, de um gene são diferentes.
hidrogênio e oxigênio. Em muitos tipos de
glicídio a proporção entre os átomos, na fórmula, Hipertônico: É uma propriedade química,
é C(H2O), o que levou à denominação hidrato de pertencente a soluções que estão contidas em
carbono. uma membrana com permeabilidade seletiva.
Glicogênio: Polissacarídeo sintetizado a Hipófise (ou pituitária): Glândula endócrina
partir da reunião de moléculas de glicose. É localizada na base do encéfalo. Divide-se em
abundante em células do fígado e dos músculos, duas partes: neuroipófise, que secreta hormônios
sendo utilizado por animais vertebrados como produzidos por células neurossecretoras do
substâncias de reserva. encéfalo, e adenoipófise, que produz e secreta
hormônios controladores do funcionamento de
Glicólise: Etapa inicial da respiração celular na outras glândulas (hormônios tróficos).
qual ocorre a quebra da glicose, com produção
de energia. O rendimento energético líquido Hipotálamo: Região do encéfalo (diencéfalo) de
dessa etapa é de duas moléculas de ATP por vertebrados cuja função é manter a homeostase
molécula de glicose quebrada. A glicólise tem (isto é, o equilíbrio das funções corporais em
lugar no hialoplasma. ajustamento ao ambiente), principalmente por
meio da coordenação entre o sistema nervoso e
Glucagon: Hormônio protéico produzido o sistema endócrino. Produz hormônios (ADH e
pelas células alfa das ilhotas de Langerhans do ocitocina), que são secretados pela neuroipófise,
pâncreas, que atua elevando o nível de glicose e libera fatores que regulam a atividade da
no sangue. adenoipófise.
Gônadas: Órgão onde ocorre a produção de Hipótese Autotrófica: Hipótese segundo a
gametas. qual os primeiros seres que habitaram a Terra eram
Hemácia (glóbulo vermelho ou autotróficos. Essa hipótese tem sido fortalecida
eritrócito): Célula vermelha do sangue de
animais vertebrados. Possui hemoglobina e é

10
pela descoberta de seres quimiolitoautotróficos. é geralmente empregado para associações de
espécies vegetais.
Hipótese Científica: É uma tentativa
de explicação para um fenômeno natural, Insulina: Hormônio protéico produzido pelas
sendo elaborada com base em observações células beta das ilhotas de Langerhans do
e em outros conhecimentos relacionados ao pâncreas, que faz diminuir a taxa de glicose
fenômeno. As hipóteses podem ser testadas pela no sangue (glicemia). Sua deficiência, ou a
experimentação. diminuição da sensibilidade das células ao
hormônio, causa aumento da taxa de glicose e
Hipótese Endossimbiótica: Hipótese sua excreção na urina, doença conhecida como
segundo a qual mitocôndrias e plastos diabete melito.
descenderam de bactérias primitivas, que,
em um passado distante, se associaram às Interfase: Fase do ciclo celular em que a
primitivas células eucarióticas, passando a viver célula não está se dividindo. Na intérfase
em simbiose com elas. os cromossomos e genes estão em grande
atividade, o que não ocorre durante a divisão
Hipótese Heterotrófica: Hipótese segundo celular. A interfase é dividida em três períodos:
a qual os primeiros seres que habitaram a Terra G1, S e G2. No período S ocorre a síntese de DNA
eram heterotróficos. Vem sendo substituída pela e a duplicação dos cromossomos.
recente hipótese autotrófica.
Lei da segregação (ou Primeira lei de
Hormônio Folículo-estimulante (FSH): Mendel): Também chamada de monoibridismo,
Hormônio trófico da adenoipófise que promove refere-se à segregação dos fatores (alelos) de um
o amadurecimento das gônadas e a produção de

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
par (um gene) na formação de gametas.
gametas.
Leptóteno: Subfase inicial da prófase I da meiose
Hormônio Sexual: Genericamente refere- que se caracteriza pelo início da condensação
se aos hormônios que atuam sobre órgãos do cromossômica, com aparecimento dos cromômeros.
sistema reprodutor e/ou na determinação das
características sexuais secundárias. Testosterona, Leucócito (Glóbulo Branco): Célula branca
estrógeno e progesterona, por exemplo, são do sangue de animais mamíferos cuja função é a
hormônios sexuais. defesa do organismo. Há cinco tipos de glóbulo
branco: neutrófilo, basófilo, eosinófilo, linfócito e
Hormônio luteinizante (LH): Hormônio da monócito. Cada tipo de glóbulo desempenha um
adenoipófise que atua na indução da ruptura do papel específico na defesa corporal.
folículo ovariano (ovulação) e na formação do
corpo lúteo (ou corpo amarelo). Ligação Peptídica: Ligação química covalente
que se estabelece entre o grupo carboxila de
Hormônio Sexual: Genericamente refere- um aminoácido e o grupo amina de outro, com
se aos hormônios que atuam sobre órgãos do formação de uma molécula de água (síntese por
sistema reprodutor e/ou na determinação das desidratação).
características sexuais secundárias. Testosterona,
estrógeno e progesterona, por exemplo, são Linfa: Líquido esbranquiçado, rico em gorduras
hormônios sexuais. e de constituição semelhante à do sangue, que
circula no interior dos vasos do sistema linfático.
Impulso Nervoso: Onda de despolarizações e Contém apenas glóbulos brancos dos quais 99%
repolarizações que se propaga nos neurônios. A são linfócitos.
membrana do neurônio em repouso é polarizada
(potencial de repouso) e, durante o impulso, Linfócito B: Tipo de glóbulo branco do
sofre uma súbita despolarização no local do sangue que atua nos processos imunitários.
estímulo (potencial de ação), que se propaga em É responsável pela produção de anticorpos
alta velocidade. O impulso sempre se propaga (imunidade humoral). É o tipo de célula mais
no sentido dendrito, corpo celular e axônio. utilizado na preparação de cariótipos humanos.
Inquilinismo: Relação ecológica interespecífica Lipídio: Classe de substâncias orgânicas que se
em que apenas uma das partes obtém caracterizam por sua insolubilidade em água. Os
benefícios, sem prejuízo da outra parte. O termo principais tipos de lipídio são os glicerídios (óleos

www.biologiatotal.com.br 11
e gorduras), as ceras e os esteróides. Membrana nuclear (ou Carioteca): É o
Líquen: Associação mutualística entre algas (ou envoltório que delimita o núcleo das células
cianobactérias) e fungos. eucarióticas.

Lisossomo: Organela citoplasmática que Metabolismo: Conjunto de processos e reações


consiste em uma bolsa membranosa repleta químicas implicados na manutenção da vida de
de enzimas digestivas. Executa a digestão um organismo. Pode-se dividir o metabolismo em
intracelular. anabolismo (reações de síntese) e catabolismo
(reações de degradação).
Lombriga (Ascaris lumbricoides): Animal
do filo Nematoda que parasita o intestino Metáfase: Fase intermediária da divisão celular,
humano e de alguns animais domésticos (porco, em que ocorre o desaparecimento da carioteca
por exemplo). e a disposição dos cromossomos na região
mediana (equatorial) da célula. (da mitose).
Mammalia (Mamíferos): Classe do subfilo
Vertebrata cujos representantes possuem Metáfase I: Terceira fase da primeira divisão
glândulas mamárias e pêlos corporais. da meiose, que se caracteriza pela ligação dos
centrômeros de cromossomos homólogos (ainda
Medula espinhal (ou Raquidiana): Parte do duplicados) a fibras do fuso acromático.
sistema nervoso central dos vertebrados situada
no canal da coluna vertebral. Além de controlar Metáfase ll: Terceira fase da segunda divisão
certas atividades corporais reflexas (reflexos da meiose, que se caracteriza pela ligação do
nervosos), a medula estabelece a comunicação centrômero de cada cromátide dos cromossomos
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

entre os diversos órgãos do corpo e o encéfalo. (ainda duplicados) a fibras do fuso acromático.

Medula Óssea: Tecido conjuntivo presente Metameria (ou Segmentação Corporal):


no interior dos ossos longos. A medula óssea Corpo dividido em segmentos transversais
vermelha localiza-se em lacunas das extremidades repetidos (metâmeros). A metameria é evidente
ósseas e é responsável pela formação das células nos anelídeos e nos artrópodes. Os vertebrados
do sangue. A medula amarela (tutano) localiza- adultos apresentam vestígios de metameria, a
se na cavidade central dos ossos e é rica em qual é mais evidente no embrião.
gordura. (na formação das células sangüíneas). Metâmero: É uma porção do corpo que contém
Meiose: Processo de divisão celular pelo qual todas as partes orgânicas essenciais.
uma célula diplóide origina quatro células Metamorfose: Transformação de um animal
haplóides. Há redução do número cromossômico jovem em animal adulto, em espécies que
(divisão reducional), representada pela sigla R!. apresentam desenvolvimento indireto. Os insetos
Dependendo do grupo de organismo, a meiose podem ser ametábolos (sem metamorfose)
pode ocorrer em diferentes momentos do ciclo ou metábolos (com metamorfose). Essa
de vida: a) na formação de gametas (meiose metamorfose pode ser gradual ou incompleta
gamética) (insetos hemimetábolos) ou completa (insetos
Meiose Espórica: Ocorre nos ciclos de vida holometábolo).
de organismos onde a divisão meiótica leva à Microscópio: Aparelho destinado a
formação de esporos haplóides por um indivíduo observações no nível microscópico e que
diplóide. fornece imagens ampliadas e nítidas de objetos
Meiose Gamética: Meiose que resulta na microscópicos. Os primeiros microscópios eram
formação de gametas haplóides a partir de um denominados microscópios simples por terem
indivíduo diplóide. uma só lente

Meiose Zigótica: A única célula que se dividirá Microscópio: Aparelho destinado a


por meio da meiose. observações no nível microscópico e que
fornece imagens ampliadas e nítidas de objetos
Melanina: Cada uma das diversas proteínas de microscópicos. Os primeiros microscópios eram
cor marrom ou preta, encontrada como pigmento denominados microscópios simples por terem
em vegetais e animais uma só lente

12
Microscópio Composto: É um instrumento sem concha), triblásticos, com celoma e sistema
óptico composto fundamentalmente por um digestivo completo. Os moluscos vivem em
tubo delimitado nas suas extremidades por ambientes aquáticos ou terrestres. Ex.: mexilhão,
lentes esféricas convergentes, formando uma lesma, caracol, lula etc.
associação de lentes separadas. Monossacarídeo: Glicídio de fórmula geral
Microscópio Eletrônico: Com potencial de Cn(H2O)n, onde n varia de 3 a 7. A glicose é
aumento muito superior ao óptico. um exemplo de monossacarídeo em que n 5 6
(hexose)
Microscópio Eletrônico de Transmissão:
Um microscópio no qual um feixe de elétrons é Mórula: Esfera maciça de células resultante
emitido em direção a uma amostra ultra fina, das primeiras clivagens, no desenvolvimento do
interagindo com a amostra enquanto a atravessa. embrião. O estágio que sucede o de mórula é o
de blástula.
Microscópio Eletrônico de Varredura:
A técnica possibilita investigar a superfície Nematocisto: são cápsula arredondada e
de amostras com magnificações da ordem de diminuta, existente na epiderme, que contém
centenas de milhares de vezes. um filamento espiralado e é preenchida com um
líquido urticante
Microscópio Óptico: É um instrumento
utilizado para ampliar e observar estruturas Nematoda (Nematódeo): Filo do reino
pequenas dificilmente visíveis ou invisíveis a olho Animalia constituído por animais de corpo
nú. cilíndrico, triblásticos, com pseudoceloma e
sistema digestivo completo. Os nematódeos

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
Microscópio Simples: É um instrumento podem ter vida livre (em ambientes aquáticos ou
óptico de uma lente convergente, de distância terrestres) ou ser parasitas. Ex.: nematódeos do
focal pequena e grande convergência. solo, lombrigas etc.
Microtúbulo: Túbulo microscópico constituído Neurônio: Principal célula do tecido nervoso,
pela proteína tubulina, que compõe o responsável pela condução do impulso nervoso.
citoesqueleto, o fuso acromático, os cílios e os Suas partes são o corpo celular, os dendritos e o
flagelos. axônio.
Mitocôndria: Organela citoplasmática formada Neurotransmissor (ou Mediador Químico):
por duas membranas, a mais interna com pregas Substância que atua nas sinapses nervosas, sendo
denominadas cristas mitocondriais. É a organela- responsável pela propagação química do impulso
sede da respiração celular. nervoso. Exemplos de neurotransmissores são:
acetilcolina, adrenalina etc.
Mitose: Ocesso de divisão celular pelo
qual uma célula eucariótica origina, em uma Nêurula: Estágio do desenvolvimento do
seqüência ordenada de etapas, duas células- embrião dos animais cordados que sucede o de
filhas cromossômica e geneticamente idênticas. gástrula. Caracteriza-se pela formação do tubo
neural (ou nervoso), que dá origem ao sistema
Modelo de Chave-fechadura: Modelo
nervoso.
que explica a alta especificidade das reações
enzimáticas, segundo o qual as moléculas de Nicho Ecológico: Conjunto de interações
determinada enzima se encaixam perfeitamente que os indivíduos de uma determinada espécie
às moléculas de seu substrato específico, assim mantêm com o ambiente. O nicho é típico para
como uma chave se ajusta perfeitamente à sua cada espécie. Engloba tudo o que caracteriza o
fechadura. modo de vida de uma espécie em seu hábitat.
Modelo do Mosaico Fluido: Modelo Nidação: Implantação do embrião de mamíferos
molecular que explica a constituição da placentários no útero. Na espécie humana,
membrana plasmática, elaborado em 1972 por o embrião se fixa em estágio de blástula
Singer e G. Nicholson. (blastocisto).
Mollusca (Moluscos): Filo do reino Animalia
constituído por animais de corpo mole (com ou

www.biologiatotal.com.br 13
Nível Trófico: Conjunto dos seres vivos de Polinização: Transferência de grãos de pólen
uma cadeia alimentar que apresentam tipo dos órgãos reprodutivos masculinos para os
semelhante de nutrição. Seres autotróficos femininos. Geralmente a polinização é realizada
fotossintetizantes como as plantas, por exemplo, pelo vento (anemofilia) ou por animais (zoofilia)
constituem o primeiro nível trófico das cadeias como insetos, morcegos, beija-flores etc.
alimentares.
Polissacarídeo: Macromolécula resultante
Núcleo Celular: Região da célula eucariótica da união de centenas ou milhares de
delimitada pela carioteca (membrana nuclear), monossacarídeos por meio de ligações
onde se localizam os cromossomos e um ou glicosídicas (síntese por desidratação). Exemplos
mais nucléolos, mergulhados na cariolinfa (ou de polissacarídeos são o amido, o glicogênio e a
nucleoplasma). celulose.
Nucleóide: Região da célula procariótica onde Potencial Biótico: Capacidade de crescimento
se concentra o material hereditário. de uma população biológica. É limitado pela
Nucléolo: Corpo denso presente no núcleo das resistência do meio (conjunto de fatores que
células eucarióticas, onde ocorre a síntese do limitam o crescimento populacional).
RNA ribossômico e a formação dos ribossomos. Predador: ser que caça e destrói totalmente
Nucleotídeo: Molécula formada pela união de outro organismo, principalmente com o intuito
uma pentose, uma base nitrogenada e um grupo de se alimentar.
fosfato. É a unidade constitutiva dos ácidos Prófase: Fase inicial da divisão celular, na
nucléicos. No DNA os nucleotídeos possuem
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

qual ocorre a condensação dos cromossomos, o


desoxirribose (desoxirribonucleotídeos), e a base desaparecimento dos nucléolos e a formação do
nitrogenada pode ser adenina, guanina, citosina fuso acromático.
ou timina. No RNA os nucleotídeos possuem
ribose (ribonucleotídeos), e a base nitrogenada Prófase I: Primeira fase da primeira divisão da
pode ser adenina, guanina, citosina ou uracila. meiose, que se caracteriza pela formação do fuso
acromático, pelo desaparecimento da carioteca e
Ovulação: Liberação do óvulo pelo ovário. pela condensação progressiva dos cromossomos
Plaqueta (ou Trombócito): Cada um dos Prófase II: Primeira fase da segunda divisão da
fragmentos celulares presentes no sangue de meiose, que se caracteriza pela formação do fuso
mamíferos, originado a partir de células da acromático, pelo desaparecimento da carioteca e
medula óssea (megacariócitos). Na região de pela condensação progressiva dos cromossomos
um ferimento, as plaquetas liberam a enzima
tromboplastina-quinase, que desencadeia a Progesterona: Hormônio sexual feminino
coagulação. de vertebrados, produzido pelos ovários e
pela placenta. Nos mamíferos, estimula o
Plasto: Organela citoplasmática presente crescimento da mucosa do útero (endométrio) e
exclusivamente em células de plantas e de algas. sua manutenção durante a gravidez.
Os plastos podem ser incolores (leucoplastos)
ou coloridos, com pigmentos em seu interior Proteína: Substância formada por
(cromoplastos). Um exemplo de cromoplasto aminoácidos unidos em seqüência por meio
é o cloroplasto que apresenta o pigmento de ligações peptídicas. O filamento formado
clorofila. Plastos originam-se da diferenciação de pelos aminoácidos é a cadeia polipeptídica. A
proplastos. seqüência de aminoácidos da proteína é sua
estrutura primária.
Platyhelminthes (Platelmintos ou
Vermes Achatados): Filo do reino Animalia Recombinação Gênica: Mistura de genes que
constituído por animais de corpo achatado, ocorre entre indivíduos de mesma espécie como
triblásticos, acelomados, com sistema digestivo resultado dos processos sexuais de reprodução.
incompleto (cavidade gastrovascular). Os A distribuição aleatória dos cromossomos de
platelmintos podem ter vida livre (em ambientes origem materna e paterna, na meiose, é o
aquáticos ou terrestres) ou ser parasitas. principal mecanismo de recombinação gênica. A
permutação entre cromossomos homólogos na

14
meiose também leva à recombinação gênica. Retículo Endoplasmático Rugoso: Formado
por sacos achatados, cujas membranas têm
Reino: Cada um dos grandes grupos em que está aspecto verrugoso devido à presença de grânulos –
dividido o conjunto dos seres vivos. Atualmente os ribossomos – aderidos à sua superfície externa
divide-se o mundo vivo em cinco reinos: Monera, (voltada para o citosol).
Protista, Fungi, Plantae e Animal.
Ribose Monossacarídeo (pentose): Presente
Reino Animal (Animais): Reino de seres nos nucleotídeos que entram na composição do
vivos que reúne organismos multicelulares, ácido ribonucléico (RNA).
eucarióticos e heterotróficos. A espécie humana
pertence ao reino Animalia. Ribossomo Grânulo: Citoplasmático
constituído por RNA e proteínas, no qual ocorre a
Reino Fungi (Fungos): Reino de seres síntese de proteínas.
vivos que reúne organismos unicelulares ou
multicelulares, eucarióticos e heterotróficos. RNA: É o ácido ribonucleico, ácido nucléico
Há quatro filos no reino: Phycomycetes, constituído por ribose, por fosfato e pelas bases
Ascomycetes, Basidiomycetes e Deuteromycetes. nitrogenadas adenina, guanina, citosina e uracila.
A molécula de RNA é filamentosa e tem cadeia
Reino Monera: Reino de seres vivos que simples. Três tipos de RNA participam da síntese
reúne organismos unicelulares procarióticos. Os das proteínas: RNA mensageiro, RNA ribossômico
representantes desse reino são as bactérias e as e RNA transportador.
arqueobactérias, que podem apresentar nutrição
heterotrófica ou autotrófica. RNA Mensageiro: Tipo de RNA que contém o
código genético para a síntese de uma proteína. No

GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA
Reino Plantae (Plantas): Reino de seres ribossomo, sua seqüência de códons determina a
vivos que reúne organismos multicelulares, seqüência em que se unem os aminoácidos trazidos
eucarióticos e autotróficos (plantas ou vegetais). pelos RNA transportadores.
Reino Protista: Reino de seres vivos que RNA Ribossômico: Tipo de RNA que faz
reúne protozoários e algas. Protozoários parte, juntamente com proteínas, da estrutura dos
são organismos unicelulares, eucarióticos e ribossomos.
heterotróficos. Algas são uni ou multicelulares,
eucarióticas e autotróficas. RNA Transportador : Tipo de RNA que
transporta os aminoácidos aos sítios dos ribossomos
Reprodução Sexuada: É uma forma de no processo de síntese de proteínas. Cada RNAt
reprodução que se realiza por meio da fusão de tem uma trinca de bases específica (anticódon)
dois tipos de células reprodutoras especializadas que se emparelha ao códon complementar do RNA
chamadas gametas. mensageiro.
Reptilia (Répteis): Classe da superclasse Ser Autotrófico: É aquela em que o ser vivo
Gnathostomata do subfilo Vertebrata, cujos produz seu próprio alimento.
representantes apresentam pele coberta por
escamas ou placas ósseas. Ex.: cobras, lagartos, Ser Heterotrófico: Que é incapaz de produzir
jacarés etc. o próprio alimento e se nutre de outros seres vivos
(diz-se de organismo); alotrófico.
Retículo Endoplasmático: Sistema de
canalículos e bolsas membranosos presente Taxonomia (ou sistemática): Ramo da Biologia
no citoplasma de células eucarióticas. As que se dedica à classificação e à nomenclatura dos
membranas do retículo podem ser lisas (retículo seres vivos.
liso) ou apresentar ribossomos aderidos (retículo
Telófase: Última fase da divisão celular que se
endoplasmático rugoso ou ergastoplasma).
caracteriza pela descondensação dos cromossomos,
Retículo Endoplasmático Liso: É formado reorganização da carioteca e reaparecimento dos
por estruturas membranosas tubulares, sem nucléolos.
ribossomos aderidos, e, portanto, de superfície lisa.
Telófase I: Última fase da primeira divisão da
meiose, que se caracteriza pela reorganização da
carioteca dos núcleos-filhos e pela descondensação

www.biologiatotal.com.br 15
dos cromossomos, ainda constituídos por duas Vacina: Consiste em antígenos isolados de
cromátides unidas pelo centrômero. microrganismos causadores de certa doença ou
Telófase II: Última fase da segunda divisão da dos próprios microorganismos atenuados. Quando
meiose, que se caracteriza pela reorganização da injetada no ser humano estimula o organismo a
carioteca dos núcleos-filhos e pela descondensação reagir formando células de memória e anticorpos.
dos cromossomos, cada um constituído por Vírus: Seres vivos que não apresentam
apenas uma cromátide organização celular (acelulares). Todos os vírus
Teoria da Biogênese: Teoria segundo a qual os são parasitas intracelulares obrigatórios de
seres vivos somente se originam pela reprodução bactérias, protozoários, plantas ou animais. Os
de outros seres semelhantes. A biogênese firmou- vírus compõem-se de um envoltório proteico
se definitivamente após os experimentos de (capsídeo) que protege o material genético
Pasteur. Vitamina: Substância orgânica essencial que
Teoria da Geração Espontânea: Considerava o organismo precisa receber em pequenas
possível a formação espontânea de determinados quantidades. As principais vitaminas para o
seres vivos a partir de matéria orgânica, de matéria organismo humano são: A (retinol), B1 (tiamina),
inorgânica ou de uma combinação de ambas. B2 (riboflavina), B6 (piridoxina), B (PP) (niacina), C
(ácido ascórbico), D (calciferol) e E (tocoferol).
Transgênico: Organismo produzido pela
Engenharia Genética que contém genes de Zoosporia: Processo de reprodução em que se
outra(s) espécie(s). A ovelha Tracy, propriedade dos formam esporos móveis dotados de flagelos para
laboratórios Bayer, por exemplo, é um organismo a natação (zoósporos).
GLOSSÁRIO DE BIOLOGIA

transgênico, que contém um gene humano


incorporado em um de seus cromossomos.

ANOTAÇÕES

16
contato@biologiatotal.com.br
/biologiajubilut
Biologia Total com Prof. Jubilut
@paulojubilut
@Prof_jubilut
biologiajubilut
+biologiatotalbrjubilut

Você também pode gostar