Você está na página 1de 6

Aula 2

APRENDA 5
TÉCNICAS NÃO
TRATANDO A DOR E
SIM INVESTIGANDO
A CAUSA
Aprenda 5 técnicas não tratando a
dor e sim investigando a causa.
É importante deixar claro, um paciente faz uma cirurgia, e vai ao
meu consultório, eu não faço a reabilitação, isso ele vai fazer com
um outro fisioterapeuta, eu reequilibro a unidade. Eu olho o
corpo como um todo. E é isso que eu vou ensinar para você.

Eu olho para o ser humano, não só para técnica, eu entendo o


todo para que eu possa ajudar na origem do problema. Quando o
paciente se deita na minha maca, existe uma conexão. Eu
acredito muito em energia, que existe uma troca. O corpo
humano é formado por sistemas, estes sistemas são formados
pelos órgãos e tecidos, que são formados por células, que por sua
vez, são as moléculas, que são formadas por átomos e os átomos
são subatomos, que são energia. Olha como tudo é energia! Eu
adoro física quântica – convido você a pesquisar sobre isso - uso
no meu trabalho, uso até mais a mente, o poder que ela tem.

Por exemplo, o pré-julgamento gera um bloqueio mental. Se o


paciente olhar pra mim e pensar: “acho que ele não é bom, olha
essas tatuagens”. Pronto, nada que eu fizer vai adiantar. Então eu
bato um papo com o meu paciente, eu entendo sua história e isso
é o mais valioso no meu tratamento.

Eu não sou educador físico, não sou nutricionista, mas eu tenho


bons hábitos e com isso posso explicar para o meu paciente que
ele não tem e isso está atrapalhando a vida dele. Eu sou duro com
os meus pacientes, tem que comer bem, tem que fazer exercícios.
Então pense nisso, pense nos seus hábitos de vida.

Eu inclusive, prefiro ser sincero com o paciente, se ele não se


comprometer com a saúde dele. Eu prefiro ter tempo livre a
atender alguém só para encher linguiça, só pelo dinheiro, eu faço
o meu melhor.

O termo Liberação Miofascial não é reconhecido pelo Conselho


de Fisioterapia, por isso posso ensinar meu conteúdo para
qualquer profissional que trabalhe de alguma maneira cuidando
de pessoas.
Lembre-se, o trabalho manual vem com o tempo, é prática.
O meu conceito não é com força, não julgo quem faz, mas o meu
não é agressivo, não coloco em risco a integridade.

O corpo é uma unidade. Quando você anda, balança os


braços, existe um porque fisiológico. Um exemplo, um
paciente estava com um problema no ombro, fez mais de 30
sessões de fisioterapia, melhorava e voltava. Até que foi até
o meu consultório. Quando ele tirou a camisa, eu vi que
tinha uma cicatriz de apêndice, achei estranha, coloquei
minha mão por debaixo da cicatriz, levei pra cima e aliviei.
Falei pra ele levantar o braço, o ombro não doeu! Tratei a
cicatriz e em duas sessões ele não sentia mais dor e ele
nunca mais teve problema.

Músculo
Esternocleidomastoideo
Responsável pela rotação do pescoço
e movimentação da cabeça.
É o vilão do torcicolo.
É preciso tomar cuidado com muita
pressão, pode dar dor de cabeça
depois.

Pede pra pessoa olhar para o lado, coloca sua mão, pega com os
dedos nessa lateral e volta a cabeça para o centro, você vai
conseguir sentir. Faço uma pequena pressão – igual a pressão da
tia que pega pela bochecha. Assim, vou aliviando a tensão, faço de
3 a 6 segundos. Mas sua intuição pode pedir que você fique mais,
faça. Se for esse o caso, depois compartilhe com a gente na
comunidade

Estabilizo o esterno, posso palpar de um lado com uma mão e com


a outra, eu movimento a cabeça, eu vou junto, não é força.
Músculo
Peitoral Maior
Responsável pela adução e anteversão
da articulação do ombro.
Sobrecarga pode dar dor no peito,
nas axilas e nos ombros.
Trabalhar com as digitais, acho o
esterno, toco, quebro a barreira de
tecido e saio, vou contornando a
musculatura e posso ir até a porção
clavicular fazendo isso.

Tenho observado em muitos pacientes com dor no ombro, que


quando eu pego na inserção do peitoral e faço o toque e pressiono,
gera um ótimo resultado de soltura. Tenho notado excelentes
resultados.

Levanto o braço, afasto, meu polegar entra por debaixo do


músculo, palpo com a digital e pressiono e consigo a trabalhar
toda soltura.

Mulher: tomar muito cuidado com os seios, evito esbarrar de


todas as maneiras possíveis, tomem cuidado com isso. A técnica
da axila é a mesma. O acesso é o mesmo. Só torcer a mão para
que não esbarre na região dos seios. No meio, vou até o limite
de palpação.
Músculos Fibulares
e Tibial Anterior
Ajuda a gente a correr, andar e é o
que faz a gente colocar a ponta do
pé pra cima.
Pode gerar dores nos joelhos, nas
canelas e nos peitos dos pés.
Pede pra pessoa levantar o pé, vai
batendo canela, canela, canela,
músculo, você vai sentir. Começo lá na origem e vou trabalhando até
a metade, não vou até o final. Dobra o joelho e palpa embaixo, acha a
cabecinha, chegou no Fibular, vai na lateral da perna para fazer a
palpação. Tenho ótimos resultados de alívio na perna e no joelho.

Músculo Tríceps
Branquial
Dor no cotovelo.
A gente consegue trabalhar alguns
gatilhos em cima do músculo, uma
mão quebra barreira de tecido e com a
outra eu faço o toque.

Seguro o braço, encaixo minha mão no meio, deixo a pessoa relaxar,


localizo o cotovelo, subo um pouquinho e faço meu toque, faço pra
frente e pra traz com o meu punho. Toco com as digitais e uso o que
a fáscia dele me permite de movimento. Faço esse movimento um
pouco mais rápido, só posso deslizar o que a pele dele me permite.
Faço uma fricção. Estimulo a membrana, não o músculo.
Eu trabalho cada braço de acordo com a necessidade. Por isso, eu
comecei a usar a nomenclatura Sniper. Sniper não é atoa, eu vou
bater na necessidade. Eu tenho que achar a necessidade e deixar
o corpo trabalhar. A gente tem que atuar em cima disso.

Uma pessoa forte não quer dizer que tem que ter uma pressão
mais forte, muitas vezes é exatamente o contrário.

Minha prioridade é o bem estar da pessoa, não a grana dela. E tem


marketing melhor do que o boca a boca?

No curso tem uma área de anatomia para que todo mundo possa
aprender exatamente onde trabalhar. Na comunidade, eu
compartilho todo esse meu raciocínio. Você vai ter 1 ano comigo,
acesso aos materiais de todas as lives, vídeos de técnicas, aulas
com vários profissionais.

A comunidade abre no dia 18/03/2021.


Calma, tá chegando!

Te vejo na

h
próxima live!
Até lá,

Jos e f
A ll an

Você também pode gostar