Você está na página 1de 2

EMEF VEREADOR MARTIM ARANHA

Atividades Remotas da Disciplina de Filosofia

Professor(a): Diogo Lindner Turma: C 31, C 32

PERIODO: 01/07 até 21/07/21 Carga Horária: 4 horas/aula


ALUNO (A): .........................................................................................................TURMA: ...............
Olá pessoal. Tudo bem?
Anteriormente, vimos a relação que os dos três poderes devem ter uns com os outros para que a
democracia possa funcionar. Como visto, sempre que um dos poderes ultrapassa as suas
funções ou tenta realizar as atribuições dos outros, há um desequilíbrio no poder que pode
inclusive ameaçar os direitos e a liberdade dos cidadãos.
Dentre os assuntos que comentamos brevemente nas aulas, ainda não analisamos quem pode e
quem não pode concorrer a um cargo político no Brasil.
Quem pode concorrer a um cargo?
Qualquer cidadão, desde que cumpra determinados requisitos para ser elegível. Essas regras
diferem um pouco entre os cargos das três esferas (federal, estadual e municipal). Segundo a
Constituição Federal, são elegíveis cidadãos que tenham:
I - a nacionalidade brasileira;
II - o pleno exercício dos direitos políticos;
III - o alistamento eleitoral (estejam em dia com suas obrigações eleitorais e estejam cadastrados
como eleitores);
IV - o domicílio eleitoral na circunscrição, ou seja, para eleições para Governador ou para
Prefeito, o candidato deve votar e residir no Estado ao qual se candidata a Governador ou no
Município para o qual se candidatou a Prefeito, valendo o mesmo para senadores, Deputados e
Vereadores;
V - a filiação partidária, ou seja, ele deve pertencer a um partido político;
VI - a idade mínima de:
a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-Presidente da República e Senador;
b) trinta anos para Governador e Vice-Governador de Estado e do Distrito Federal;
c) vinte e um anos para Deputado Federal, Deputado Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice-Prefeito
e juiz de paz;
d) dezoito anos para Vereador.
E quem NÃO pode concorrer a um cargo?
Assim como existem os requisitos para elegibilidade, há os que impedem ou invalidam a
participação do indivíduo nas eleições, a fim de manter a integridade do processo.
Primeiramente, não podem se eleger os analfabetos e os inalistáveis: ou seja, os estrangeiros e
conscritos – aqueles que estão prestando o serviço militar obrigatório.
Assim sendo, são inelegíveis, logo, não podem disputar o pleito aqueles que se enquadrarem
nestes requisitos:
  Critério familiar: o cônjuge (marido ou esposa) e os parentes consanguíneos ou afins,
até o segundo grau ou por adoção, do presidente, governador, prefeito ou de quem os haja
substituído dentro de seis meses anteriores à eleição, salvo se já titular de mandato eletivo
e candidato à reeleição. São eles: pai, mãe, filho(s), irmão(s), avós, neto(s), sogra, sogro,
genro, nora, padrasto, madrasta, enteado(s), cunhado(s) e avós do(a) cônjuge.
  Lei da Ficha Limpa: aqueles que praticaram algum ato que viola esta Lei (como, por
exemplo, ser condenados por corrupção, ou estarem cumprindo pena por conta de algum
crime);
  Contas Rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União ou Legislativo: Ou seja, os
políticos que já ocupam cargos públicos, que tiveram suas contas rejeitadas pelo tribunal
(a relação dos gastos realizados no mandato anterior está incorreta ou com sinais de
fraude ou exagero nos gastos, por exemplo), não poderão concorrer a nova eleição;
 Violação da Constituição Federal, Estadual ou Lei Orgânica: quando os políticos já
ocupantes de cargos públicos agem em violando as normas constitucionais, sendo ainda
sujeitos a impeachment por conta de suas condutas contrárias ao interesse público.

ATIVIDADES:

1) Quantos anos um candidato deve ter para concorrer ao pleito para o cargo de Prefeito de um
município?

2) Além da idade, o que mais o candidato a prefeito deve possuir ou fazer?

3) Caso uma pessoa tenha cometido um crime, sido presa, julgada, condenada e cumprido toda a
pena, ela poderá se candidatar a algum cargo público? Justifique sua resposta.

Você também pode gostar