Você está na página 1de 67

Sistemas de Unidades e Proprieda

1. Classificar e expressar as grandezas abaixo em unidade do Sistema técnico (MK*S). Exemplo: 50 L s -1 = 0,05 m3

a) 9810 dinas
b) 250 g
ρ 250 g*
c)
d) 7814 N
e) 200 cm s-2
f) 80 km h-1
g) 200.000 KN (quilonewtons)
h) 3.000 L h-1
i) 4” (polegadas ou “in” (inch))
j) 5 lb* (libra - força)
l) 7.500 N m-2
m) 5 PSI (libra-força por polegada quadrada)
n) 7 Kgf cm-2
o) 9,81 g cm-3
p) 1 g* cm-3
q) 820 N m-3
r) 8.000.000 cm2 s-1
s) 9.700 din cm-3
t) 0,01 poise
u) 1 centistoke
v) 37 joules
x) 2.000 KW (quilowat)
y) 10 hp
z) 10 cv

Página de resolução
Observações: Colar imagens nítidas com as paginas de resolução a mão dos exercícios da questão 1
2. 10.0 litros de mel em Júpiter pesam 1.402,83 N. Supondo que nesse planeta a aceleração da gravidade seja 11 vez

a) A massa específica do mel nos sistemas CGS, MKS e MK*S


b) Sua densidade
c) Seu peso específico na Terra, nos sistemas CGS, MKS e MK*S

Página de resolução
Observações: Colar imagns nítidas com as paginas de resolução a mão dos exercícios da questão 2 ou usar o Microsoft Equati
3. Determinar o módulo de elasticidade volumétrica na seguinte situação:
Pressão 1 = 35 Kgf cm-2 Volume = 0,0300 m3
Pressão 2 = 225 Kgf cm-2 Volume = 0,0297 m3
4. Que acréscimo de pressão deve ser aplicada à água a temperatura de 20°C e a pressão atmosférica, para que seu v

5. 1 litro de óleo SAE 30 pesa 900 gf a 35°C. Expressar sua viscosidade dinâmica em poises, sabendo-se que sua vi
6. Qual a viscosidade cinemática em STOKES de um óleo de densidade 0,85 e coeficiente de viscosidade dinâmica d
7. Qual o diâmetro mínimo necessário para um tubo de vidro a fim de que o nível da água (20°C) no seu interior, nã
Tensão superficial (20°C) = 74,3·10-4 Kgf m-1
Peso específico da água (20°C) = 998,2 Kgf m-3
8.     Um tubo de vidro de 0,6 mm de diâmetro foi inserido em um reservatório (becker) com água a 20° C. Determine
também a ascensão capilar caso o fluido deslocado seja água do mar.
9.     Qual o diâmetro requerido para que a ascensão capilar da água a 20°C em um tubo de vidro limpo seja menor qu
altura da ascensão capilar para a água a 4, 20 e 50 °C.
Respostas:
Exercício 1)
a) 9.810 dinas = 0,01 Kgf (força)  
b) 250 g = 0,0255 UTM (massa)  
c) 250 g* = 0,25 Kgf (força)  
d) 7.814 N = 796,53 Kgf (força)  
e) 200 cm s-2 = 2,0 m s-2 (aceleração)  
f) 80 km h-1 = 22,22 m s-1 (velocidade)  
g) 200.000 N = 20.387.359,84 Kgf (força)  
h) 3.000 L h-1 = 0,000833 m3 s-1 (vazão)  
i) 4” = 0,1016 m (comprimento)  
j) 5 lb* = 2,27 Kgf (força)  
l) 7.500 N m-2 = 764,53 Kgf m-2 (pressão)  
m) 5 PSI = 3.514 Kgf m-2 (pressão)  
n) 7 Kgf cm-2 = 70.0000 Kgf m-2 (pressão)  
o) 9,81 g cm-3 = 1.000 UTM m-3 (massa específica)  
p) 1 g cm-3 = 1.000 Kgf m-3 (peso específico)  
q) 820 N m-3 = 83,59 Kgf m-3 (peso específico)  
r) 8.000.000 cm-2 s-1 = 800 m-2 s-1 (viscosidade específica)  
s) 9.700 dina cm-3 = 9.887,87 Kgf m-3 (peso específico)  
t) 0,01 poise = 0,000102 Kgf s m-2
u) 1 centistoke = 0,000001 m2 s-1 (viscosidade cinemática)
v) 37 joule = 3,77 Kgf.m (quilogrâmetros – trabalho ou energia)
x) 2.000 KW = 204.081,75 Kgf s-1 (potência)
y) 10 hp = 760,2 Kgf s-1 (potência)
z) 10 cv = 750 Kgf s-1 (potência)
Exercício 2)
a) massa específica do mel no sistema MKS = 1.300 kg m-3
massa específica do mel no sistema CGS = 1,3 g cm-3 
massa específica do mel no sistema MK*S = 132,52 UTM cm-3 
b) Sua densidade: d = 1,3 
c) peso específico do mel no sistema MKS = 12.753 N m3
peso específico do mel no sistema MK*S = 1.300 Kgf m-3
peso específico do mel no sistema CGS = 1.275,3 dina cm-3
Exercício 3) Módulo de elasticidade: 1,9.108 Kgf m-2   = 190.000.000 Kgf m-2
Exercício 4) Acréscimo de pressão:= 2,18.106 Kgf m-2 = 218 atm  técnicas
Exercício 5) x = 0,909 dina s cm-2 ou 0,909 poise 
Exercício 6) ν = 1,212 cm2 s-1 (stoke) 
Exercício 7) d = 2,98 cm
de Unidades e Propriedades dos Fluidos

Exemplo: 50 L s -1 = 0,05 m3 s-1 (vazão)

Página de resolução
ração da gravidade seja 11 vezes maior que a da Terra, calcule:

Página de resolução
ão 2 ou usar o Microsoft Equation para a resolução
ão atmosférica, para que seu volume se reduza em 1%? (Expressar a pressão em atmosféricas técnicas. 1 atm = 1 Kgf cm -2).

poises, sabendo-se que sua viscosidade cinemática a esta temperatura é 100 vezes superior a da água a 20°C.
ente de viscosidade dinâmica de 1,03 POISE.
gua (20°C) no seu interior, não seja afetado por efeitos capilares numa altura superior a 1mm?
com água a 20° C. Determine a ascensão capilar da água no tubo, considerando o ângulo de contato igual a 0. Determinar
de vidro limpo seja menor que 1,0 mm? Construir no gráfico abaixo, as curvas que representa a relação entre o diâmetro e a
Respostas:
atm = 1 Kgf cm -2).

20°C.
ual a 0. Determinar
entre o diâmetro e a
Estática dos Flu

1. Um tubo vertical longo, de 30 m de comprimento e 25 mm de diâmetro, tem sua extremidade inferior aberta e
de fundo horizontal. Desprezando-se os pesos dos tubos da caixa, ambas cheias d’água, calcular:
a) a pressão hidrostática total sobre o fundo da caixa;
b) a pressão total sobre o chão em que repousa a caixa.

Página de resoluçã
Observações: Colar imagens nítidas com as paginas de resolução a mão dos exercícios da questão 1

2. Se a pressão manométrica num tanque de óleo (peso específico = 0,80) é de 4,2 Kgf cm-2, qual a altura da carg
a) em metros de óleo
b) em metros de água
c) em milímetros de mercúrio
Página de resoluçã
Observações: Colar imagns nítidas com as paginas de resolução a mão dos exercícios da questão 2 ou usar o Microsoft Eq

3. Um tubo vertical , de 0,025 mm de diâmetro e 0,30 m de comprimento, aberto na extremidade superior, contém
a) qual a pressão manométrica, em kgf cm-2, mm Hg, m.c.a., PSI, Pascal e (KPa) no fundo do tubo ?
b) qual os pesos líquidos nele contido?
Observações: Colar imagns nítidas com as paginas de resolução a mão dos exercícios da questão 2 ou usar o Microsoft Eq
0,15
0,15

4. A pressão atmosférica de uma dada localidade (pressão barométrica) é de 740 mm Hg. Expressar a pressão m
a) kgf m-2

b) Pascal e (KPa)
c) m.c.a.
d) atmosfera técnica
e) PSI
f) mm Hg
5. Determinar as pressões relativas e absolutas nos pontos A, B, C, D e E da figura abaixo em equilíbrio, supondo
kgf cm-2, mm Hg, m.c.a., PSI, Pascal e KPa.

6. Qual o peso específico do líquido (B) do esquema abaixo?


7. Dadas as figuras A, B, C, pede-se:
a) Na Fig. A, o fluido A e água, o fluido B é mercúrio, Z = 450 mm e Y = 0,90 m. Calcular a diferença de pres
b) Na figura B, o fluido A é água, o fluido B, é óleo (d = 0.85) x = 680 mm e Y = 680 mm. Calcular a diferenç
8.     Calcular o empuxo exercido sobre uma comporta circular de 0,4m de diâmetro, instalada hori

Esquematizar o problema!

9. Uma comporta circular vertical, de 0,90 m de diâmetro, trabalha sob pressão de melaço (d = 1,5), cuja superfíc
a) o empuxo
b) o centro de pressão
Esquematizar o problema!

10. Seja uma comporta triangular vertical, com 1,20 m de base e 0,90 m de altura, tendo o vértice para cima e a
a) Calcular o valor do empuxo
b) Localizar o ponto de aplicação
Esquematizar o problema!
11. Calcular o empuxo que age sobre a parede à esquerda, sobre a comporta à direita e no fundo. Calcular tamb
Obs.: Dimensões em metros (m).
12. Uma barragem de terra e enrocamento é projetada para uma lâmina d’água máxima de 9,0 m. considerando a
a) O esforço exercido pela água armazenada por unidade de largura da barragem.
b) A localização do esforço calculado no item anterior.
13. Dada uma barragem de perfil trapezoidal esquematizada abaixo, calcular:
a) o empuxo de montante em kgf m-1 linear;
b) o empuxo de jusante em kgf m-1linear;
c) o centro de pressão na face de montante;
d) o centro de pressão na face de jusante.
14. Um orificio circular existente no talude de um dique apresenta 72° de inclinação com a horizontal e está fech
mantem na cota 136,2 e o centro do orificio está na cota 128,2 m, calcular:
a) O empuxo exercido sobre a chapa de ferro;
b) A força a se aplicar em uma haste vertical para suspender a valcula;
c) A que distancia do centro da válvula deverá está a conexão haste-válvula a fim de que esta seja aberta por igu
136,2
Estática dos Fluidos

remidade inferior aberta e nivelada com a superfície interna da tampa de uma caixa de 0,20 m 2 de seção e altura de 0,15 m,
, calcular:

Página de resolução

cm-2, qual a altura da carga equivalente:


Página de resolução
ão 2 ou usar o Microsoft Equation para a resolução

tremidade superior, contém volumes iguais de água e mercúrio. Pergunta-se :


undo do tubo ?

ão 2 ou usar o Microsoft Equation para a resolução


Hg. Expressar a pressão manométrica de 0,25 kgf cm -2, de forma relativa e absoluta, nas seguintes unidades:
ixo em equilíbrio, supondo que o dispositivo se encontre no laboratório na UFERSA - Angicos. Expressar os resultados em
Calcular a diferença de pressão
0 mm. Calcular a diferença de pressão
diâmetro, instalada horizontalmente sobre o fundo de um reservatório, com 4 m de lâmina d’água.

aço (d = 1,5), cuja superfície livre está a 2,40 m acima do topo da mesma. Calcular:
do o vértice para cima e a uma profundidade de 1,50 m.
e no fundo. Calcular também o ponto de aplicação do empuxo na parede e na comporta lateral.
a de 9,0 m. considerando a seção transversal na figura a seguir, pede-se determinar:
om a horizontal e está fechado por uma chapa de ferro plana de 2 metros de diâmetro. Se o nivel da água na barragem se

que esta seja aberta por igual?


136,2
2
de seção e altura de 0,15 m,
ntes unidades:
os. Expressar os resultados em
de lâmina d’água.
l.
vel da água na barragem se
MLT FLT
Dimensão
CGS MKS MK*S
Massa g kg U. T. M
Força dina N kgf
Comprimento cm m m
Tempo S S S

Você também pode gostar