Você está na página 1de 5

Tema 6 | Sólidos geométricos 125

Exercícios e problemas propostos


1. A fotografia é de uma escultura, o Cubo da Ribeira, no
Porto. O cubo tem 2 metros de aresta.
Determina:
1.1 o volume do cubo, em m3;
1.2 a área da superfície do cubo, em m2.

2. Na figura ao lado está representado um paralelepípedo e a 3 cm

respetiva planificação. 2 cm

2.1 Na planificação faltam duas medidas. Qual é a medida 4 cm

representada por a ? E a medida representada por b ?


2.2 Determina:
2.2.1 o volume do paralelepípedo, em cm3; b cm
2.2.2 a área da superfície do paralelepípedo, em cm2. a cm

4 cm
3. O esquema ao lado é de uma caixa de piza. A caixa tem a
forma de um prisma triangular reto.
A altura do triângulo em relação à aresta que mede 28 cm

21 cm é, aproximadamente, 26 cm. 21 cm
4,5 cm
3.1 Classifica o triângulo da base do prisma quanto à
medida dos seus lados.
28 cm
3.2 Determina o volume da caixa, em cm3.

4. A base da pirâmide reta da figura ao lado é um retângulo.


4.1 Atendendo às dimensões assinaladas na figura, deter-
mina o volume da pirâmide, em cm3. 6 cm

4.2 Qual das opções seguintes pode representar uma pla- 5 cm


nificação reduzida da pirâmide? 4 cm

Transcreve a letra da opção correta.


(A) (B) (C) (D)
126 PREPARAR A PROVA FINAL | Matemática 9.o ano

Exercícios e problemas propostos (continuação)


5. A fotografia ao lado é de uma lata cilíndrica de tinta. A lata tem 3,8 dm
de altura e a base tem um diâmetro de 2,6 dm.
5.1 Calcula a capacidade da lata, em litros, sabendo que 1 dm3 corres-
ponde a 1 litro. Apresenta o resultado aproximado às unidades.
5.2 Os fabricantes da tinta pretendem colocar à volta da lata uma tira
plástica retangular com 1 dm de largura e 8 dm de comprimento.
A tira dará uma volta completa à lata? Justifica a tua resposta.

6. O sólido representado na figura ao lado é composto por um prisma


quadrangular regular e por uma pirâmide reta de base quadrada.
6.1 Atendendo às dimensões assinaladas na figura, determina o
volume do sólido, em cm3. 15 cm

6.2 Qual dos seguintes comprimentos deveria corresponder à


altura da pirâmide para que a pirâmide e o prisma tivessem o
mesmo volume?
Transcreve a letra da opção correta. 3 cm
(A) 3 cm (B) 6 cm (C) 9 cm (D) 12 cm

6 cm

O volume de uma pirâmide


é a terça parte do volume
7. Em baixo está uma fotografia de um chapéu de aniversário feito em car- de um prisma com base e
altura iguais à pirâmide.
tolina e uma planificação esquemática desse chapéu.
O chapéu tem a forma de um cone com 20 cm altura, o raio da base
mede 7 cm e a geratriz mede 21 cm.

20 cm

21 cm
A

7.1 Determina o comprimento do arco AB , em cm. Apresenta o resultado aproximado às unidades.


7.2 Qual é, aproximadamente, a área da cartolina utilizada na construção do chapéu? Apresenta
o resultado em cm2, aproximado às décimas.
Tema 6 | Sólidos geométricos 127

Exercícios e problemas propostos (continuação)


8. A caixa de chocolates da fotografia seguinte é um prisma triangular regular. O lado do triângulo
da base do prisma mede 3,5 cm e a caixa tem 21 cm de comprimento.
A área de superfície do triângulo é, aproximadamente, 5,3 cm2.

8.1 Qual é, em cm, a altura do triângulo da base da caixa? Apresenta o resultado aproximado às
centésimas.
8.2 A embalagem da fotografia seguinte tem a forma de um prisma hexagonal regular e é com-
posta por seis caixas como as da fotografia acima.
Determina o volume da embalagem, em cm3.

8.3 A figura 1 mostra uma embalagem feita de cartão que contém sete caixas de chocolate, a qual
já foi aberta e retirada uma tampa. A figura 2 mostra o modelo geométrico dessa embalagem.
Qual é a quantidade mínima de cartão necessária para a embalagem? Mostra como chegaste
à tua resposta.

Figura 1 Figura 2

9. A casa da fotografia é esférica e tem 3,2 m de diâmetro.

9.1 Determina a área da superfície da casa, em m2. Apresenta o resultado aproximado às décimas.
9.2 Determina o volume da casa, em m3. Apresenta o resultado aproximado às décimas.
128 PREPARAR A PROVA FINAL | Matemática 9.o ano

Exercícios e problemas propostos (continuação)


10. Na fotografia abaixo (figura 1) podes ver um dos vulcões de água da Alameda dos Oceanos, no
Parque das Nações, em Lisboa. Estes vulcões deitam, periodicamente, jatos de água.
Na figura 2 está representado um cone de revolução. A parte colorida desta figura é um esque-
ma do sólido que serviu de base à construção do vulcão de água.

0,6
2

1,8

Figura 1 Figura 2

As medidas de comprimento indicadas na figura 2 estão expressas em metros.


Os comprimentos dos raios das duas circunferências são 1,8 m e 0,6 m, respetivamente.
A altura do cone é 6 m.
Determina, em metros cúbicos, o volume do sólido colorido representado no esquema.
(Se a tua calculadora não possui a tecla  , utiliza o valor aproximado 3,14.)
Apresenta o resultado arredondado às unidades e apresenta todos os cálculos que efetuares.
Sempre que, nos cálculos intermédios, procederes a arredondamentos, conserva duas casas
decimais.
Adaptado de Exame Nacional de Matemática, 3.o Ciclo, 1.a Chamada, 2006.
Resoluções 203

2. ]–3, 13[
 
3,5  altura
8.1 3,03 cm  = 5,3
3. (C) 2

4. (B) 8.2 667,8 cm3 (= 5,3  21  6)

 
14 + 10,5
5.1 [–2, 3] 8.3 735,7 cm3 2  21  3,5 + 10,5  21 + 14  21 + 2    3,03
2
5.2 [–1,8; 0]
5.3 (B) 9.1 32,2 m2 ( 4  1,62)

 
4
9.2 17,2 m3    1,63
PÁG. 117 3
10. 20 m3
1 1
 
4
1.1 , + Vsólido = Vcone maior – Vcone menor =    1,82  6 –    0,62  2
3 3 3
1.2 2
2.1 Por exemplo, 2x + 50 > 150 , x é o número de pontos obtidos no
NÍVEL DE APROFUNDAMENTO
segundo jogo.
PÁGS. 131 a 134
2.2 51
1. 6,8 m2 aresta 1
7,6 2,6
3
3. (D)

 
1 2.1 (C)
4.1 – , + 
4 2.2 108 cm2 (= 6  3 + 6  3 + 6  6 + 6  3 + 6  3)

 
2
4.2  , + 3.1 Quatro cubos.
27
3.2.1 175 76 cm3 (n2 + n = 182 , logo n = 13 ;
5. {–2, –1, 0, 1} aresta cubo maior = 2  13 = 26 cm ; volume = 263)
3.2.2 Uma torre com 13 cubos tem uma altura de 1,82 m e uma torre
6.1 3
de 14 cubos tem uma altura de 210 cm = 2,1 m , logo não existe
6.2 ]– , 3[ 傼 ]3, + [
nenhuma torre com 2 metros de altura.
6.3 1 e 2.
4. 8 cm aresta = 
576 : 9 

 
2,73  0,47
NÍVEL DE APROFUNDAMENTO 5.1 14,31 m3 = 2,73  2,81  1,63 +   2,81
2
PÁG. 118
5.2 11,87 m2
2
 x + y = 30 GE = 0,472 + 1,3652 , logo GE 1,44
1.1 Por exemplo,


Área = 2  [(2,81 + 0,60)  (1,44 + 0,30)]

x2 – y2 < 180 6.1 38,2 cm. Pelo teorema de Pitágoras, AB = 9
2 , e portanto,
1.2 Por exemplo, 13 e 17. P = 3  9 2.
6.2 60o, porque o triângulo [ABC] é equilátero.
2. ]– , 1]
360o 180o – 450
 
^ ^
7.1 67,5o BQC =  = 45o ; QBC =  = 67,5o
3.1 3, pois A(0, 4) e B(0, 1) . 8 2

 
2 7.2 Sim, porque a capacidade do jarro é, aproximadamente,
3.2 , +
3 1,123 dm3 1,1 litros .
3.3 ]0, 4] (a abcissa de P varia entre –2 e 0 e a ordenada varia 0 e 4).
8. 1260 cm3

   1500
1 2
Vsólido = V[ABCDEFGHIJ] – V[KLMNOPQRST] = 1500 – 
2,5
SÓLIDOS GEOMÉTRICOS 9. 7,2 m
13h
72,8 = 13  2h +   h = 2,4 m
3
PÁGS. 125 a 128
3h = 3  2,4 = 7,2 m
1.1 8 m3 (= 23) 10. 6 bolas.
1.2 24 m2 (= 6  22) Vdesocupado = V3 bolas 
4 4
2.1 a = 2 , b = 3  r2  2r  n –  r3  n = 3   r3 
2.2.1 24 cm3 (= 4  3  2) 3 3
2.2.2 52 cm2 (= 2  4  3 + 2  3  2 + 2  4  2)
 
4
 n 2r3 –  r3 = 4 r3 
3
3.1 Triângulo isósceles.
4 r3
 
21  26 n=
3.2 1228,5 cm3 =   4,5 2
3  r3
3

 
1 n=6
4.1 40 cm3 =   4  5  6
3
4.2 (C)
PÁGS. 138 e 139
5.1 20 litros (  1,32  3,8 20 dm3 = 20 l).
5.2 Não, porque a base da lata tem um perímetro maior do que 8 dm, 1.1 Estritamente paralelos.
cerca de 8,2 dm. 1.2 (C)
1.3 Plano b .
 
1
6.1 288 cm3 = 6  6  3 +   6  6  15
3 2.1 FC ou GB .
6.2 (C) 2.2 Por exemplo, plano HGB .
7.1 44 cm ( 2  7) 2.3 Por exemplo, AB e GC .
7.2 461,8 cm2 (   7  21) 3.1 Por exemplo, AD e BC .
3.2 (C)

Você também pode gostar