Você está na página 1de 10

5

UNIVERSIDADE ROVUMA
Departamento de Engenharia e Ciências Tecnológicas

CURSO: ENGENHARIA INFORMATICA

HORTÊNCIO BENEDITO DA ROCHA AMBRÓSIO

Nampula
2021

HORTÊNCIO BENEDITO DA ROCHA AMBRÓSIO


6

APLICAÇÃO DA ELETRICIDADE E MAGNETISMO

(Licenciatura em Engenharia Informática)

Trabalho em grupo de carácter científico e de


pesquisa, a ser apresentado como condição de
nota da cadeira de Física II lecionado por dr:
Salomão Arrone Dombole

Universidade Rovuma

2021

Índic
7

e
Introdução.............................................................................................................................8

Objectivo Geral.....................................................................................................................9

Objectivos específicos...........................................................................................................9

Aplicações de eletricidade....................................................................................................9

Tensão eléctrica....................................................................................................................9

Aplicações de Magnetismo.................................................................................................10

Ferrites Macias...................................................................................................................11

Ferro-Cobalto.....................................................................................................................12

Ferrites duras......................................................................................................................12

As aplicações de materiais magnéticos macios nanocristalinos.....................................13

Metodologia.........................................................................................................................13

Materiais..............................................................................................................................13

Métodos...............................................................................................................................13

Método científico................................................................................................................13

Bibliografia...............................................................................Erro! Indicador não definido.


8

Introdução

A eletricidade é importante não só para o nosso bem-estar e lazer, mas também para o
desenvolvimento de nossas atividades no trabalho. Uma vez que ela é tão importante, vamos
conhecer um pouco mais sobre essa fonte de energia e sobre como ela pode fazer funcionar
todos esses aparelhos.
9

Objetivo Geral

 Analisar as aplicações de eletricidade e magnetismo no que concerne aplicação nas


engenheiras no nosso quotidiano
Objetivos específicos

 Explorar as aplicações de eletricidade e magnetismo, na engenharia informática;

 Aplicar eletricidade e magnetismo para a produção de produtos informáticos;

 Avaliar as aplicações de eletricidade e magnetismo para os ganhos científicos


obtidos na engenharia informática;
 Descrever as aplicações de eletricidade e magnetismo.

Aplicações de eletricidade
Tensão eléctrica

As grandezas fundamentais em (Santos, 2011) electricidade são a tensão eléctrica, a corrente


eléctrica, a resistência eléctrica e a potência eléctrica. Essas grandezas sempre estão presentes em
qualquer circuito eléctrico e não podem ser dissociadas.

A tensão eléctrica é a diferença de potencial eléctrico (d.d.p.) gerado entre dois pontos
quaisquer. Essa diferença e responsável por colocar em movimento ordenado as cargas eléctricas
livres do meio condutor.
O conceito de tensão eléctrica pode ser exemplificado fazendo analogia com um
reservatório de água, como na Figura1. Nessa figura, o reservatório de água encontra-se em um
ponto muito mais alto do que o ponto onde esta o homem. (Santos, 2011) Quanto mais alto
estiver o reservatório, maior será a forca com a qual a água ira fluir em direcção ao homem.
Figura1: Reservatório de água

Fonte: Reservatório de água em Juazeiro do norte-foto Chico Gomes

O potencial eléctrico funciona do mesmo modo. O reservatório seria o ponto onde haveria a
maior concentração de electrões, e o ponto onde o homem está seria onde há menor
concentração de electrões. Quanto maior for essa diferença de electrões entre os dois pontos,
maior será a diferença de potencial (d.d.p.).
A tensão eléctrica em um circuito gera o movimento ordenado dos electrões, criando assim a
corrente eléctrica. A oposição ao fluxo de corrente e chamada de resistência eléctrica e
depende das características do material utilizado. A quantidade de electrões e protões em um
material define se sua carga e positiva ou negativa. Cargas de sinais opostos se atraem e de
sinais diferentes se repelem. A resistência e uma propriedade de um elemento electrónico e a
resistividade e uma propriedade de um material. A potência e a energia consumida ou
fornecida pelos componentes do circuito. A percentagem de potência dissipada e chamada de
factor de potência.

Aplicações de Magnetismo

As primeiras memórias (Jaime.E.Villante, 2019) de computador que foram construídas,


consistiam numa quadrícula de fios de cobre, com pequenos anéis de material ferromagnético
em cada intersecção entre dois fios. Fazendo passar uma corrente por dois fios
perpendiculares, consegue-se magnetizar o anel que está na intersecção entre os dois fios; nos
outros anéis, a corrente de um único fio não é suficiente para os magnetizar. O estado de
magnetização de um anel pode ser detectado pois produz interferências na corrente nos fios
que passam pelo anel. Para apagar uma posição na memória (desmagnetizar um dos anéis),
faz-se passar corrente nos dois fios correspondentes em sentido oposto ao sentido usado para
magnetizar o anel. O sistema na fotografia está ampliado; os 16 anéis que se mostram
permitem armazenar apenas 2 bytes, e fazem parte de uma memória com capacidade total de 4
quilobytes. Hoje em dia usam-se outras técnicas que permitem obter capacidades um milhão
de vezes superior (gigabytes), num espaço muito menor.

Fonte: Jaime.E.Villante 1

Os materiais ferromagnéticos e ferrimagnéticos (Pinto, Janeiro de 2009) são utilizados


por possuírem uma característica única, em relação a outros metais, polímeros ou cerâmicas:
a sua capacidade de amplificar um campo magnético externamente aplicado. Essa
propriedade é o que viabiliza a existência da maioria das máquinas eléctricas: motores,
geradores e transformadores. Os fabricantes de motores gostariam de trabalhar com a maior
indução magnética possível, pois daí resultariam enormes poupanças de material e a
possibilidade de redução substancial de dimensões, conduzindo a equipamentos com menor
atravancamento e, potencialmente, mais baratos.

Ferrites Macias

A elevada resistividade das ferrites macias é uma propriedade que as torna


indispensáveis para aplicações desde uns escassos MHz até frequências de micro ondas,
devido à redução nas perdas por correntes de Foucault.
Uma elevada resistividade eléctrica (Pinto, Janeiro de 2009) é importante nas
aplicações magnéticas que requerem altas frequências, porque, se o material for condutor, as
perdas de energia por correntes de Foucault serão elevadas a altas frequências. Como as
ferrites macias são isoladoras, podem ser usadas em aplicações magnéticas, tais como núcleos
de transformadores que operem a altas frequências.
Algumas das principais utilizações das ferrites macias incluem aplicações de sinal fraco, em
núcleos de transformadores, audiovisuais e cabeças de gravação. Núcleos de ferrite macia são
usados em transformadores e indutores de baixa energia, com níveis de sinal baixos. Grandes
quantidades são utilizadas em núcleos de deflexão, transformadores de inércia e bobinas de
convergência em receptores de televisão.
. A maior expansão na aplicação de materiais magnéticos nos anos recentes foi na área de
gravação magnética. Por exemplo, as memórias dos primeiros computadores eram feitas de
tambores magnéticos girantes. Posteriormente, deram lugar aos núcleos de ferrite.

Ferro-Cobalto

Utilizam-se nas partes dos circuitos magnéticos onde se devem produzir induções elevadas
em presença de campos fracos. Produzem-se em finas lâminas, tais como as utilizadas no
fabrico de diafragmas dos telefones ou em circuitos de corrente alternada.
Ferrites duras

Os ímanes permanentes cerâmicos de ferrite dura têm grande utilização em geradores, relés e
motores. As aplicações em electrónica incluem ímanes para altifalantes, discos e receptores
de telefones.

Neste ponto apresentar-se-ão algumas aplicações dos materiais emergentes referidos no


capítulo anterior, os materiais magnéticos macios nanocristalinos, e os ferrofluidos. No que
respeita aos materiais magnéticos macios nanocristalinos, a tecnologia já está suficientemente
desenvolvida, permitindo uma redução de volume, simplificação de construção e diminuição
de custos dos aparelhos. Em termos de aplicações, estão exemplificadas na figura 3. algumas
delas, como são o caso dos núcleos de transformadores de altas frequências, o ramo das
telecomunicações e as cabeças de leitura e gravação de aparelhos digitais.
As aplicações de materiais magnéticos macios nanocristalinos

Fonte2 1pinto,L.C.Janeiro 2019

Metodologia
Materiais

Os materiais usados perante o presente trabalho foram a: Web site, telemóvel com sistema
operacional andróide, esferográfica e caderno para a notação científica, computador pessoal
para digitalização do presente trabalho em vigor.

Métodos
Método científico

É um conjunto de procedimentos sistemáticos e racionais que descrevem e explicam os


fenómenos, a fim de obter o objectivo (RICHARDSON,1999,GIL,1999).

A metodologia de trabalho consiste essencialmente em definir o trajecto a se percorrer para


atingir um certo objectivo, concretamente, realizar uma pesquisa ou um estudo. E por forma
atingir tais metas, foram realizadas dois tipos de pesquisas: metodologia de pesquisa e
metodologia de desenvolvimento.
Bibliografia
Jaime.E.Villante. (2019). Eletricidade Magnetismo e Circuitoa. Universidade de Porto.

Pinto, L. C. (2009). Materias Magneticos e suas aplicacoes. Universidade de Porto.

Santos, K. V. (2011). Fundamentos de eletricidade. Santa Catarina.

Você também pode gostar