Você está na página 1de 75

ADMINISTRAÇÃO

EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem

SISTEMA DE ENSINO

Livro Eletrônico
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

SUMÁRIO
Organização do Processo de Trabalho em Saúde e Enfermagem.........................3
Apresentação da Professora..........................................................................3
1. Organização do Processo de Trabalho em Saúde e Enfermagem.....................5
1.1 Introdução............................................................................................5
1.2. Resolução COFEN n. 358/2009................................................................8
1.3 Coleta de Dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem)................. 16
1.4. Diagnósticos de Enfermagem................................................................ 20
1.5. Planejamento de Enfermagem.............................................................. 26
1.6. Implementação da Assistência de Enfermagem....................................... 30
1.7. Avaliação de Enfermagem.................................................................... 32
Questões de Concurso................................................................................ 62
Gabarito................................................................................................... 73
Referências Bibliográficas........................................................................... 74

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 2 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

NATALE SOUZA
Enfermeira, graduada pela UEFS – Universidade Estadual de Feira de
Santana – em 1999; pós-graduada em Saúde Coletiva pela UESC – Uni-
versidade Estadual de Santa Cruz – em 2001, em Direito Sanitário pela
FIOCRUZ em 2004; e mestre em Saúde Coletiva.
Atualmente, é servidora pública da Prefeitura Municipal de Salvador e
atua como Educadora/Pesquisadora pela Fundação Osvaldo Cruz – FIO-
CRUZ – no Projeto Caminhos do Cuidado. Além disso, é docente em
cursos de pós-graduação e preparatórios para concursos há 16 anos,
ministrando as disciplinas: Legislação do SUS, Políticas de Saúde, Pro-
gramas de Saúde Pública e específicas de Enfermagem.

ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE
TRABALHO EM SAÚDE E ENFERMAGEM

Apresentação da Professora

Sou a Professora Natale Souza, enfermeira, graduada pela Universidade Es-

tadual de Feira de Santana (UEFS) em 1999, pós-graduada em Saúde Coletiva pela

Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em 2001, e em Direito Sanitário pela

FIOCRUZ, em 2004, e mestre em Saúde Coletiva.

Atualmente, sou funcionária pública da Prefeitura Municipal de Salvador e atuo

como educadora/pesquisadora pela Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ) no Projeto

Caminhos do Cuidado e há 16 anos na docência em cursos de pós-graduação e

preparatórios de concursos, ministrando as disciplinas: Legislação do SUS, Políticas

de Saúde, Programas de Saúde Pública e Específicas de Enfermagem.

Autora dos livros: Legislação do SUS para concursos – pela editora Concur-

sos Psicologia; Legislação do SUS – comentada e esquematizada / Políticas

de Saúde, Legislação do SUS e Saúde Coletiva 500 questões, pela editora

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 3 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Sanar. De capítulos nos seguintes livros: 1000 Questões Comentadas de Enfer-

magem – Editora Sanar; 1000 Questões Residências em Enfermagem – Edi-

tora Sanar; e em fase de finalização de mais três obras.

Iniciei a minha trajetória em concursos públicos desde que saí da graduação,

tanto como “concurseira” quanto como docente, sendo aprovada em 12 concursos

e seleções públicas. Apaixonei-me pela docência e hoje dedico meu tempo ao estu-

do dos Conhecimentos Específicos de Enfermagem, da Legislação Específica do SUS

e aos milhares de profissionais que desejam ingressar em uma carreira pública.

Nesta aula abordaremos o tema Organização do processo de trabalho em

saúde e enfermagem, de forma que você saiba o que realmente é cobrado nos

certames do conteúdo. Fique atento(a) aos grifos e caixas de textos, além dos co-

mentários das questões.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 4 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

1. Organização do Processo de Trabalho em Saúde e Enfermagem

1.1 Introdução

Vamos primeiramente entender o que Sistematização da Assistência de Enfer-

magem?

Os estudos sobre SAE no Brasil só se destacaram no final dos anos 1980, quan-

do o Decreto-lei n. 94.406/1987, que regulamenta o exercício profissional da en-

fermagem no país, definiu como atividade privativa do enfermeiro, entre outras, a

elaboração da prescrição de enfermagem (COFEN, 1986).

Consoante Tannure e Pinheiro (2014), a Sistematização da Assistência de Enfer-

magem (SAE) é uma metodologia cientifica que vem sendo cada vez mais imple-

mentada na prática assistencial, conferindo maior segurança aos pacientes,

melhora da qualidade da assistência e maior autonomia aos profissionais

de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 5 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

A resolução que iremos estudar ao longo da aula é a Resolução COFEN n.

358/2009, que traz em seu texto que a Sistematização da Assistência de Enferma-

gem organiza o trabalho profissional quanto ao método, pessoal e instrumentos,

tornando possível a operacionalização do processo de enfermagem.

Em resumo, sistematizar é organizar a assistência de enfermagem.

O que é processo de enfermagem?

Conforme Tannure e Pinheiro (2014), o processo de Enfermagem é um método

utilizado para se implantar, na prática profissional, uma teoria de enfermagem.

Após escolha da teoria de enfermagem, torna-se necessária a utilização de um mé-

todo cientifico para que os conceitos da teoria sejam implantados na prática.

Ainda citando Tannure e Pinheiro (2014), o processo de enfermagem se opera-

cionaliza em etapas (ou fases, ou componentes) que variam de acordo com cada

autor no que diz respeito ao número de fases e à terminologia utilizada.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 6 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Tannure e Pinheiro (2014) afirmam que, no Brasil, na segunda metade dos anos

1960, Wanda de Aguiar Horta, com base em sua teoria, apresentou um modelo de

processo de enfermagem com os seguintes passos:

• Histórico de enfermagem;

• Diagnóstico de enfermagem;

• Plano assistencial;

• Plano de cuidado ou prescrição e enfermagem;

• Evolução;

• Prognóstico de enfermagem.

Na Resolução n. 358/2009, é apresentado o método científico que deve ser uti-

lizado para a sistematização da assistência de enfermagem, denominado processo

de enfermagem (PE). Segundo a Resolução COFEN n. 358/2009, o PE organiza-se

em cinco etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 7 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Apesar de haver divergências entre autores quanto à nomenclatura e número


de etapas do Processo de Enfermagem, optamos por priorizar a resolução que dis-
põe sobre o tema, sem deixar de citar conceitos de autores outros autores.
Segundo Tannure e Pinheiro (2014), a ciência da enfermagem está baseada em
uma ampla estrutura teórica, e o processo de enfermagem é uma das ferramentas
por meio das quais essa estrutura é aplicada à prática da enfermagem – ou seja, é
o método de solução dos problemas do paciente.

1.2. Resolução COFEN n. 358/2009

Para o melhor entendimento da SAE e do PE, comentaremos os tópicos mais


importantes da Resolução n. 358/2009. Importante lembrar que, quando há uma
base legal para uma ação, é imprescindível a compreensão da mesma.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 8 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

 Obs.: o texto da Resolução encontra-se na íntegra e em itálico.

Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação


do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre
o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências. O Conselho Federal de
Enfermagem (COFEN), no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas pela Lei
n. 5.905, de 12 de julho de 1973, e pelo Regimento da Autarquia, aprovado pela Reso-
lução COFEN n. 242, de 31 de agosto de 2000.

Sistematizar a assistência é uma atribuição do profissional de enfermagem, inde-

pendentemente de em qual serviço ele está inserido. A sistematização deve ser

feita por meio do processo de enfermagem. O que isso significa? A SAE é a base

científica, oriunda das Teorias de Enfermagem. O Processo de Enfermagem é a par-

te operacional, ou seja, o MÉTODO.

CONSIDERANDO o art. 5º, Inciso XIII, e o art. 196 da Constituição da República Fede-
rativa do Brasil, promulgada em 05 de outubro de 1988;
CONSIDERANDO a Lei n. 7.498, de 25 de junho de 1986, e o Decreto n. 94.406, de 08
de junho de 1987, que a regulamenta;
CONSIDERANDO os princípios fundamentais e as normas do Código de Ética dos Pro-
fissionais de Enfermagem, aprovado pela Resolução COFEN n. 311, de 08 de fevereiro
de 2007;
CONSIDERANDO a evolução dos conceitos de Consulta de Enfermagem e de Sistemati-
zação da Assistência de Enfermagem;
CONSIDERANDO que a Sistematização da Assistência de Enfermagem organiza
o trabalho profissional quanto ao método, pessoal e instrumentos, tornando
possível a operacionalização do processo de Enfermagem;
CONSIDERANDO que o processo de Enfermagem é um instrumento metodoló-
gico que orienta o cuidado profissional de Enfermagem e a documentação da prática
profissional;
CONSIDERANDO que a operacionalização e documentação do Processo de Enfermagem
evidencia a contribuição da Enfermagem na atenção à saúde da população, aumentando
a visibilidade e o reconhecimento profissional;
CONSIDERANDO resultados de trabalho conjunto havido entre representantes do CO-

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 9 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

FEN e da Subcomissão da Sistematização da Prática de Enfermagem e Diretoria da As-


sociação Brasileira de Enfermagem, Gestão 2007-2010;
e CONSIDERANDO tudo o mais que consta nos autos do Processo n. 134/2009;

RESOLVE:
Art. 1º O Processo de Enfermagem deve ser realizado, de modo deliberado e sis-
temático, em todos os ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cui-
dado profissional de Enfermagem.
§ 1º Os ambientes de que trata o caput deste artigo referem-se a instituições presta-
doras de serviços de internação hospitalar, instituições prestadoras de serviços
ambulatoriais de saúde, domicílios, escolas, associações comunitárias, fábri-
cas, entre outros.
§ 2º Quando realizado em instituições prestadoras de serviços ambulatoriais de saúde,
domicílios, escolas, associações comunitárias, entre outros, o Processo de Saúde de En-
fermagem corresponde ao usualmente denominado nesses ambientes como Consulta
de Enfermagem.

O Processo de Enfermagem deve ser realizado em todos os espaços onde há atu-

ação da enfermagem. Observe que a resolução deixa claro: quando o processo de

saúde em enfermagem for realizado em ambientes que não sejam hospitalares,

corresponde à CONSULTA DE ENFERMAGEM.

Art. 2º O Processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas,


interdependentes e recorrentes:
I – Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) – processo deli-
berado, sistemático e contínuo, realizado com o auxílio de métodos e técnicas variadas,
que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família ou coletivida-
de humana e sobre suas respostas em um dado momento do processo saúde e doença.
II – Diagnóstico de Enfermagem – processo de interpretação e agrupamento dos
dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre os con-
ceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão, as respostas
da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e
doença; e que constituem a base para a seleção das ações ou intervenções com as quais
se objetiva alcançar os resultados esperados.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 10 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

III – Planejamento de Enfermagem – determinação dos resultados que se espera


alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realizadas face às res-
postas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo
saúde e doença, identificadas na etapa de Diagnóstico de Enfermagem.
IV – Implementação – realização das ações ou intervenções determinadas na etapa
de Planejamento de Enfermagem.
V – Avaliação de Enfermagem – processo deliberado, sistemático e contínuo de ve-
rificação de mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um
dado momento do processo saúde doença, para determinar se as ações ou intervenções
de enfermagem alcançaram o resultado esperado; e de verificação da necessidade de
mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 11 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Processo de Enfermagem – Resolução n. 358/2009

O processo de enfermagem, embora esteja dividido EM ETAPAS, não é desenvolvi-

do de forma isolada ou linear – POR ETAPAS. Mas sim de forma inter-relacionada e

concomitante.

Art. 3º O Processo de Enfermagem deve estar baseado num suporte teórico que oriente
a coleta de dados, o estabelecimento de diagnósticos de enfermagem e o planejamento
das ações ou intervenções de enfermagem; e que forneça a base para a avaliação dos
resultados de enfermagem alcançados.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 12 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Art. 4º Ao enfermeiro, observadas as disposições da Lei n. 7.498, de 25 de junho de


1986 e do Decreto n. 94.406, de 08 de junho de 1987, que a regulamenta, incumbe
a liderança na execução e avaliação do Processo de Enfermagem, de modo a
alcançar os resultados de enfermagem esperados, cabendo-lhe, privativamente, o
diagnóstico de enfermagem acerca das respostas da pessoa, família ou coletividade
humana em um dado momento do processo saúde e doença, bem como a prescrição
das ações ou intervenções de enfermagem a serem realizadas, face a essas respostas.
Art. 5º O Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem, em conformidade
com o disposto na Lei n. 7.498, de 25 de junho de 1986, e do Decreto 94.406, de 08 de
junho de 1987, que a regulamenta, participam da execução do Processo de Enfer-
magem, naquilo que lhes couber, sob a supervisão e orientação do Enfermeiro.
Art. 6º A execução do Processo de Enfermagem deve ser registrada formalmente,
envolvendo:
a) um resumo dos dados coletados sobre a pessoa, família ou coletividade humana em
um dado momento do processo saúde e doença;
b) os diagnósticos de enfermagem acerca das respostas da pessoa, família ou coletivi-
dade humana em um dado momento do processo saúde e doença;
c) as ações ou intervenções de enfermagem realizadas face aos diagnósticos de enfer-
magem identificados;
d) os resultados alcançados como consequência das ações ou intervenções de enferma-
gem realizadas.
Art. 7º Compete ao Conselho Federal de Enfermagem e aos Conselhos Regionais de
Enfermagem, no ato que lhes couber, promover as condições, entre as quais, firmar
convênios ou estabelecer parcerias, para o cumprimento desta Resolução.
Art. 8º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as dis-
posições contrárias, em especial, a Resolução COFEN n. 272/2002.
Brasília-DF, 15 de outubro de 2009.
MANOEL CARLOS NERI DA SILVA
COREN-RO n. 63.592
Presidente GELSON LUIZ DE ALBUQUERQUE
COREN-SC n.. 25.336
Primeiro-Secretário

Disponível em: <http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.htm>.

1. (AOCP/EBSERH/HUCAN/2014) O Processo de Enfermagem deve ser organizado

em etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Assinale a alternati-

va que inclui todas as etapas preconizadas pela Resolução COFEN n. 358/2009, que

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 13 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação

do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o

cuidado profissional de Enfermagem.

a) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de alta.

b) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Implementação e Avaliação de Enfermagem.

c) Levantamento de problemas de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem,

Prescrição de Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de Alta.

d) Levantamento de problemas de Enfermagem, Prescrição de Enfermagem, Evo-

lução de Enfermagem e Plano de Alta.

e) Consulta de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem, Implementação e Pla-

no de Alta.

Letra b.

Segundo a Resolução n. 358/2009, em seu art. 2º, o processo de enfermagem

organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes:

Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Implementação e Avaliação de Enfermagem.

2. (IBFC/ILSL-BAURU-SP/2013) Considerando a Resolução do COFEN n. 358/2009,

que dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), assinale

a alternativa incorreta:

a) ao enfermeiro, observadas as disposições da Lei n. 7.498/1986, incumbe a lide-

rança na execução e avaliação do Processo de Enfermagem, de modo a alcançar os

resultados de enfermagem esperados, cabendo-lhe, privativamente, o diagnóstico

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 14 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

de enfermagem acerca das respostas da pessoa, família ou coletividade humana

em um dado momento do processo saúde e doença, bem como a prescrição das

ações ou intervenções de enfermagem a serem realizadas, face a essas respostas.

b) A SAE organiza-se em cinco etapas: Coleta de dados de Enfermagem (ou Histó-

rico de Enfermagem), Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem,

Implementação e Avaliação de Enfermagem.

c) A SAE deve ser realizada, de modo deliberado e sistemático, sendo compulsória

apenas em ambientes hospitalares, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado

profissional de Enfermagem.

d) O Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem, em conformidade com

o disposto na Lei n. 7.498/1986, participam da execução do SAE, naquilo que lhes

couber, sob a supervisão e orientação do Enfermeiro.

Letra c.

Segundo a Resolução n. 358/2009, em seu art. 1º: “O Processo de Enfermagem

deve ser realizado, de modo deliberado e sistemático, em todos os ambientes, pú-

blicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem”.

3. (IADES/ EBSERH/2014) Na Sistematização da Assistência de Enfermagem, o

elemento inerente ao processo de enfermagem, cuja base é o julgamento sobre os

fenômenos humanos específicos, é o (a)

a) problema de enfermagem.

b) avaliação de enfermagem.

c) consulta de enfermagem.

d) diagnóstico de enfermagem.

e) ação de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 15 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra d.

Segundo a Resolução n. 358/2009, “processo de interpretação e agrupamento dos

dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre

os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão,

as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença”.

1.3 Coleta de Dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfer-


magem)

Segundo a Resolução n. 358/2009, a coleta de dados de Enfermagem (ou

Histórico de Enfermagem) é um processo deliberado, sistemático e contínuo,

realizado com o auxílio de métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a

obtenção de informações sobre a pessoa, família ou coletividade humana e sobre

suas respostas em um dado momento do processo saúde e doença.

Já para Tannure e Pinheiro (2014), a investigação (anamnese e exame físico) é

a primeira fase do processo de enfermagem, ou seja, é o primeiro passo para de-

terminação do estado de saúde do paciente.

Atente que mesmo com nomes diferentes, a primeira etapa sempre será o momen-

to de “busca” das informações.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 16 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Essa fase consiste na coleta de informações referentes ao estado de saúde do

indivíduo, da família e da comunidade (definidos de acordo com a teoria de enfer-

magem utilizada como marco conceitual), com o propósito de identificar as neces-

sidades, os problemas, as preocupações e as reações humanas destes.

Portanto, torna-se imprescindível que as informações coletadas sejam mais pre-

cisas e fidedignas possíveis, para que sejam estabelecidos o perfil de saúde ou de

necessidade do paciente.

Segundo Alfaro-Lefevre (2005), existem cinco passos que podem ajudar o enfer-

meiro a realizar uma investigação sistemática e ordenada. Descreveremos a seguir.

Coleta de dados

Os dados referentes ao estado de saúde do paciente são investigados de ma-

neira direta ou indireta.

Dados diretos: são aqueles coletados diretamente do paciente por meio da anam-

nese e do exame físico.

Dados indiretos: são aqueles obtidos por meio de outras fontes, como familiares,

prontuários, registros de outros profissionais da equipe, resultados de exames,

entre outros.

Os dados podem ser classificados em duas categorias:

• objetivos: o que é observável;

• subjetivo: o que a pessoa afirma.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 17 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Validação dos dados

O enfermeiro deve comprovar se os dados coletados estão corretos.

E como fazer?

Comparando com valores normais ou valores padrões, o enfermeiro deve ve-

rificar se a informação coletada é factual e completa, não deixando margem para

erros na identificação do problema e evitando que algum dado importante deixe

de ser coletado. É importante ressaltar que não se deve jamais fazer presunções.

Agrupamento dos dados

Os dados devem ser agrupados em conjunto de informações relacionadas. É o

momento em que o enfermeiro deve utilizar pensamento crítico e julgamentos com

base em evidências.

Identificação de padrões

A partir dos dados listados, o enfermeiro deverá identificar as impressões ini-

ciais dos padrões de funcionamento humano e decidir o que é relevante, direcio-

nando a investigação para a aquisição de mais informações, ou seja, procurar os

fatores que contribuem para a criação do padrão.

Comunicação e registro de dados

Os dados significativos ou ANORMAIS, devem ser registrados e comunicados.

Essa ação assegura que os outros membros da equipe interdisciplinar tenham co-

nhecimento da situação do paciente, garantindo a detecção precoce dos problemas

e a intervenção adequada.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 18 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

O registro de dados promove continuidade da assistência.

Cinco passos da investigação segundo Alfaro-LeFevre

4. (CESGRANRIO/2011) O histórico de enfermagem é um instrumento de levan-

tamento sistemático de dados sobre o trabalhador/cliente, família e comunidade.

Ele possibilita a identificação de riscos, direcionando as ações de enfermagem. No

histórico, o enfermeiro

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 19 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) determina se o plano de cuidados foi implementado conforme prescrito.


b) estabelece prioridades e toma decisões de maneira oportuna.
c) descreve o estado esperado dos problemas de enfermagem.
d) transfere ao técnico de enfermagem a responsabilidade do cuidado.
e) utiliza os registros médicos e de enfermagem, incluindo os estudos diagnósticos
e laboratoriais.

Letra e.
Segundo Alfaro-Lefevre (2005), uma das etapas para facilitar a construção do his-
tórico de enfermagem do paciente é a coleta de dados. Os dados referentes ao
estado de saúde do paciente são investigados de maneira direta ou indireta
Dados diretos: são aqueles coletados diretamente do paciente por meio da anam-
nese e do exame físico.
Dados indiretos: são aqueles obtidos por meio de outras fontes, como familiares,
prontuários, registros de outros profissionais da equipe, resultados de exames,
entre outros.

1.4. Diagnósticos de Enfermagem

O diagnóstico de enfermagem consiste no processo de interpretação e agru-


pamento dos dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de
decisão sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com
mais exatidão, as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um
dado momento do processo saúde e doença, e que constituem a base para a se-
leção das ações ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados

esperados (COFEN, 2009).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 20 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Os diagnósticos de enfermagem baseiam-se tanto nos problemas reais (volta-

dos para o presente) quanto nos problemas potenciais (voltados para o futuro), que

podem ser sintomas de disfunções fisiológicas, comportamentais, psicossociais ou

espirituais (Carpenito-Moyet apud Tannure e Pinheiro, 2014).

Os diagnósticos devem ser identificados e listados em ordem de prioridade, com

base no grau de ameaça ao nível de bem-estar do paciente, proporcionando, assim,

um foco central para as etapas subsequentes.

Para NANDA (2010), citada por Tannure e Pinheiro (2014),

os diagnósticos de enfermagem são julgamentos clínicos sobre as respostas de um


indivíduo, da família ou da comunidade a problemas de saúde reais ou potenciais, e
proporcionam as bases para a seleção de intervenções de enfermagem e para o alcance
de resultados pelos quais os enfermeiros são responsáveis.

Para Carpenito-Moynet apud Tannure e Pinheiro (2014), a expressão “diagnós-

tico de enfermagem” tem sido usada em três contextos:

• na segunda etapa do processo de enfermagem;

• numa lista de categorias ou títulos diagnósticos;

• numa afirmativa redigida em duas ou três partes.

Componentes estruturais dos diagnósticos de enfermagem

Utilizaremos os componentes estruturais dos diagnósticos de enfermagem, se-

gundo a NANDA.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 21 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

• Enunciado do diagnóstico: estabelece um nome para o diagnóstico por

meio de um termo ou uma frase concisa.

Ex.: integridade tissular prejudicada.

• Fatores relacionados: constituem a etiologia do problema.

Ex.: Integridade tissular prejudicada relacionada à imobilização física e circu-

lação alterada.

• Características definidoras: são os sinais e sintomas, ou melhor, as mani-

festações clínicas, as evidências que levaram o profissional a concluir que o

problema existe.

Ex.: Integridade tissular prejudicada relacionada a imobilização física e circulação

alterada, evidenciada por ferida com área de solapamento em região tro-

cantérica direita.

• Fatores de risco: os riscos podem ser ambientais, fisiológicos, psicológicos,

genéticos ou químicos, que aumentam a vulnerabilidade de um indivíduo, de

uma família ou de uma comunidade.

Ex.: Risco de integridade da pele prejudicada relacionada a imobilização física,

idade avançada e proeminências ósseas.

Ao selecionar um enunciado diagnóstico, o enfermeiro deve ficar atento à sua defi-

nição a fim de usar corretamente o termo.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 22 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Apresentação dos Dados na Taxonomia da NANDA

Tipos de Diagnóstico de Enfermagem segundo a NANDA

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 23 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Quando se utiliza a taxonomia NANDA, o enunciado diagnóstico, assim como a de-

finição, é fornecido por ela. Desse modo, o enunciado diagnóstico sempre deve ser

escrito na íntegra, conforme encontrado nessa taxonomia.

Em cada diagnóstico de enfermagem só pode haver um título diagnóstico.

5. (CEPERJ/GOVERNO-RJ/2012) De acordo Tannure (2010), a alternativa que não

se constitui como um dos tipos de diagnóstico de enfermagem segundo a NANDA é:

a) diagnósticos reais.

b) diagnósticos de risco.

c) diagnósticos de promoção da saúde.

d) diagnósticos de bem-estar.

e) problema colaborativo.

Letra e.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 24 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

6. (IADES/ EBSERH/2014) Na Sistematização da Assistência de Enfermagem, o

elemento inerente ao processo de enfermagem, cuja base é o julgamento sobre os

fenômenos humanos específicos, é o (a)

a) problema de enfermagem.

b) avaliação de enfermagem.

c) consulta de enfermagem.

d) diagnóstico de enfermagem.

e) ação de enfermagem.

Letra d.

Segundo NANDA (2010), “os diagnósticos de enfermagem são julgamentos clíni-

cos sobre as respostas de um indivíduo, da família ou da comunidade a problemas

de saúde reais ou potenciais, e proporcionam as bases para a seleção de interven-

ções de enfermagem e para o alcance de resultados pelos quais os enfermeiros

são responsáveis”.

7. (UPENET/COMPESA/2013) A enfermeira responsável pelo atendimento ao pa-

ciente idoso diabético em nível ambulatorial atende ao paciente seguindo a Legis-

lação do Exercício Profissional e as Resoluções do COFEN. Quando o enfermeiro

realiza a sistematização da assistência de enfermagem, são desenvolvidas ações

que se iniciam na coleta de dados até a avaliação dos resultados obtidos com a re-

alização das ações assistenciais. Assinale a alternativa CORRETA para a realização

de ações interdependentes de Enfermagem na assistência ao cliente.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 25 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) Examinar sinas vitais e verificar alterações dos índices pressóricos.

b) Efetuar a realização dos descritos na prescrição médica.

c) Transcrever a prescrição e orientar a realização da insulina.

d) Estabelecer qual ação tem prioridade no tratamento clínico.

e) Determinar prescrições segundo os diagnósticos de enfermagem.

Letra e.

Segundo NANDA (2010), “os diagnósticos de enfermagem são julgamentos clíni-

cos sobre as respostas de um indivíduo, da família ou da comunidade a problemas

de saúde reais ou potenciais, e proporcionam as bases para a seleção de interven-

ções de enfermagem e para o alcance de resultados pelos quais os enfermeiros

são responsáveis”.

1.5. Planejamento de Enfermagem

De acordo com a Resolução COFEN n. 358/2009, o Planejamento de Enferma-

gem é a determinação dos resultados que se espera alcançar e das ações ou

intervenções de enfermagem que serão realizadas face às respostas da pessoa, fa-

mília ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e doença,

identificadas na etapa de Diagnóstico de Enfermagem.

Para Bachion apud Tannure e Pinheiro (2014), o planejamento da assistência de

enfermagem consiste em plano de ações para se alcançar resultados em relação

a um diagnóstico de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 26 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Segundo Alfaro-LeFevre (2005), o planejamento da assistência constitui a ter-

ceira etapa do processo de enfermagem e consiste nos seguintes passos: estabe-

lecimento de prioridades para os problemas diagnósticos; e fixação de resultados

com o paciente, se possível, a fim de corrigir, minimizar ou evitar problemas.

Desse modo, a fase do planejamento, possibilita que os profissionais enfer-

meiros mantenham uma comunicação a partir de resultados esperados para cada

necessidade (diagnósticos de enfermagem) levantados durante a anamnese e o

exame físico do paciente.

Operacionalmente, o planejamento inicia-se pela priorização dos diagnósti-

cos de enfermagem que foram estabelecidos. Essa priorização leva em conta quais

problemas/necessidades do paciente são mais urgentes e precisam de atendimento

imediato e os que poderão se dar a médio ou a longo prazo.

Os problemas urgentes são aqueles que interferem na estabilidade hemodinâmica.

A Importância do Planejamento da Assistência – Alfaro-Lefevre (2005)

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 27 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Vamos retornar ao exemplo da etapa diagnóstico de enfermagem: integridade

tissular prejudicada relacionada a imobilização física e circulação alterada, eviden-

ciada por ferida com área de solapamento em região trocantérica direita.

O enfermeiro poderá observar a primeira metade do enunciado diagnóstico:

“Integridade tissular prejudicada” e perguntar-se: que resultado se espera

que o paciente alcance?

O resultado deve ser centrado no paciente, logo a resposta: o paciente irá

apresentar melhora da integridade tissular da região trocantérica direita.

O enfermeiro deve tornar o resultado mensurável e observável. Deve-se estabe-

lecer o PRAZO (período) em que e espera que este seja alcançado: (o paciente irá...)

“apresentar melhora da integridade tissular da região trocantérica em até 15 dias”.

Para cada diagnóstico de enfermagem deverá haver um resultado esperado, ou

seja, para cada problema detectado espera-se algo para aquele paciente.

Vamos discorrer mais um pouco sobre as fases do PLANEJAMENTO DO CUI-

DADO DE ENFERMAGEM.

De acordo com Potter e Perry (2009, p. 57), o processo do planejamento do

cuidado contempla três fases:

• Fase 1: estabelecimento de diagnósticos prioritários;

• Fase 2: definição dos resultados e metas de enfermagem;

• Fase 3: prescrições das intervenções de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 28 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Fase 1: Estabelecimento de diagnósticos prioritários

Para identificar os diagnósticos de enfermagem, lançamos mão dos dados cole-

tados e registrados no histórico de enfermagem, a fim de identificar respostas reais

ou potenciais que requeiram uma intervenção de enfermagem. Porém, é irreal a

possibilidade de desenvolver um plano que atenda a todos os diagnósticos, fazen-

do-se necessário o estabelecimento de prioridades.

Fase 2: Definição dos resultados e metas de enfermagem

Os resultados também podem ser definidos como metas ou objetivos compor-

tamentais. Entretanto, Alfaro-Lefevre (2005) aponta que metas são ações a serem

desenvolvidas e orienta para que o enunciado seja o resultado centralizado no

cliente.

Mas, independentemente da denominação, esse momento do planejamento tem

por objetivo “[...] definir a maneira pela qual o enfermeiro e o cliente saibam que a

resposta identificada no enunciado do diagnóstico foi prevenida, modificada ou

corrigida” (Iyer; Taptich; Bernocchi-Losey apud Potter E Perry, 2009).

Segundo Alfaro-Lefevre (2005), os resultados possuem três propósitos: são ele-

mentos de medidas do plano de cuidado; direcionam as intervenções; e são fatores

motivadores da assistência. Eles também são úteis como componentes da avalia-

ção do processo, possibilitando determinar a eficácia das intervenções.

Fase 3: Intervenções de enfermagem

As intervenções de enfermagem são focadas na promoção, manutenção e res-

tauração da saúde do cliente, baseadas nos diagnósticos de enfermagem, podendo

ser do tipo dependentes, interdependentes e independentes.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 29 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

• Intervenções dependentes: buscam implementar as recomendações médicas.

• Intervenções interdependentes: são aquelas que descrevem atividades de

enfermagem realizadas conjuntamente com outros membros da equipe de

saúde, como psicólogos, nutricionistas, médicos etc.

• Intervenções independentes: são aquelas que podem ser executadas pelo

enfermeiro e pela equipe de enfermagem, sem recomendação prévia de ne-

nhum outro profissional, e são traçadas e implementadas.

A determinação das intervenções, segundo Alfaro-Lefevre (2005), exigem

resposta para quatro indagações:

• O que deve ser feito para minimizar os riscos, ou as causas deste problema?

• O que deve ser feito para minimizar o problema?

• Como adaptar as intervenções voltadas aos resultados esperados?

• Como obter respostas esperadas ou respostas adversas às intervenções para

reduzir o risco e aumentar o benefício ao paciente?

A determinação das intervenções consta na terceira fase do processo de enferma-

gem. Já a implementação das intervenções, incluindo a execução da prescrição,

constará na quarta fase do PE.

1.6. Implementação da Assistência de Enfermagem

Segundo o COFEN (2009), a implementação da assistência de enfermagem é a

realização das ações ou intervenções determinadas na etapa de Planejamento de

Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 30 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

A implementação constitui a quarta etapa do processo de enfermagem. Imple-

mentar significa colocar em prática, executar o que antes era uma proposta (Souza

et al. apud Tannure e Pinheiro, 2014).

Ao colocar em prática as prescrições, o enfermeiro deverá estar constantemen-

te investigando e reinvestigando tanto as respostas do paciente quanto seu próprio

desempenho, pois o ser humano é imprevisível e precisa ser monitorado cuidado-

samente (Alfaro-Lefevre, 2005).

Diagnósticos, Resultados Esperados e Prescrição de Enfermagem

Para cada diagnóstico de enfermagem, deve haver um resultado esperado. Para

se alcançar cada resultado, deve haver a prescrição dos cuidados de enfermagem.

Souza et al. (apud Tannure e Pinheiro, 2014) ressaltam que a implementação

deve resultar em benefício para o paciente, ser respaldada na investigação (anam-

nese e exame físico) e na identificação dos diagnósticos de enfermagem e partir de

um planejamento individualizado.

Potter e Perry (2009) abordam a quarta etapa do processo de enfermagem

como o momento que se dará início, bem como se completará as ações de enfer-

magem, tendo como meta o alcance dos resultados esperados, sendo o ponto de

partida para execução do plano de cuidados.

A quarta fase do processo de enfermagem pode ser considerada como aquela

que o profissional interage de modo mais efetivo com o cliente, pois ele volta nova-

mente a tocá-lo, contudo, com o intuito não específico de coletar dados, mas para

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 31 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

desenvolver ações que irão melhorar ou minimizar o quadro existente. Ao realizar

tais atividades o profissional consegue ser o diferencial na assistência para aquele

paciente que recebe as intervenções.

8. (IADES/EBSERH/2013) No processo de Sistematização da Assistência de Enfer-

magem (SAE), a realização das ações levantadas e determinadas pelo enfermeiro

está contida em qual etapa?

a) Coleta de dados.

b) Diagnóstico de enfermagem.

c) Implementação.

d) Planejamento.

e) Avaliação.

Letra d.

Segundo COFEN (2009) a implementação da assistência de enfermagem é a re-

alização das ações ou intervenções determinadas na etapa de Planejamento de


Enfermagem.

1.7. Avaliação de Enfermagem

Avaliação de Enfermagem é o processo deliberado, sistemático e contínuo de

verificação de mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletividade huma-

na em um dado momento do processo saúde-doença, para determinar se as ações

ou intervenções de enfermagem alcançaram o resultado esperado, e de verificação

da necessidade de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enferma-

gem (COFEN, 2009).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 32 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Para Potter e Perry (2009), a avaliação é compreendida por muitos como a últi-

ma fase do processo de enfermagem, sendo esta sistemática e planejada, visando

comparar o estado de saúde do cliente com as metas e os objetivos anteriormente

definidos. Entretanto, a avaliação precisa ser vista não apenas como um momento

para comparar o quadro de saúde atual do paciente com o anterior. É necessário

que o enfermeiro veja nessa fase um momento também para refletir sobre a qua-

lidade de sua assistência.

A avaliação da assistência de enfermagem consiste na ação de acompanhar as

respostas dos pacientes aos cuidados prescritos e implementados, por meio de anota-

ção no prontuário ou nos locais próprios, da observação direta da resposta do pacien-

te à terapia proposta, bem como do relato do paciente (Tannure e Pinheiro, 2014).

A avaliação cuidadosa, deliberada e detalhada de vários aspectos do atendi-

mento ao paciente é a chave para a excelência no fornecimento do atendimento de

saúde (Alfaro-Lefevre, 2005).

Cabe reforçar que, mesmo sendo considerada a última etapa do processo de

enfermagem, a avaliação não o conclui, pois deve levar à reavaliação que resulta

em reinício do processo.

Essa etapa é realizada durante a execução do exame físico diário pelo enfermei-

ro e a cada novo contato com o paciente. Os dados são registrados no prontuário

e, após a coleta de informações, os diagnósticos devem ser reavaliados e, quando

necessário, atualizados.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 33 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

9. (2014 – INSTITUTO AOCP – UFC) Conforme a resolução do COFEN 358/2009, o

Processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas, interde-

pendentes e recorrentes que são:

a) histórico de enfermagem, diagnóstico médico, planejamento de enfermagem,

incorporação e avaliação de enfermagem

b) histórico de enfermagem, diagnóstico de enfermagem, planejamento de enfer-

magem, incorporação e consolidação de enfermagem.

c) histórico de enfermagem, diagnóstico médico, planejamento médico de enfer-

magem, implementação e avaliação médica

d) histórico de enfermagem, diagnóstico médico, planejamento de enfermagem e

avaliação de enfermagem.

e) histórico de enfermagem, diagnóstico de enfermagem, planejamento de enfer-

magem, implementação e avaliação de enfermagem

Letra e.

De acordo com o art. 2°, da resolução do COFEN 358/2009, o Processo de Enferma-

gem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas, independentes e recorrentes.

Veja quais são: Coleta de dados (ou histórico de enfermagem); Diagnóstico

de enfermagem; Planejamento de enfermagem; Implementação; e Avalia-

ção de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 34 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

10. (2015 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) O Processo de Enfermagem organiza-se

em cinco etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Qual destas

etapas consiste em um processo deliberado, sistemático e contínuo, realizado com

o auxílio de métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de in-

formações sobre a pessoa, família ou coletividade humana e sobre suas respostas

em um dado momento do processo saúde e doença?

a) Planejamento da Assistência.

b) Diagnóstico de Enfermagem.

c) Prescrição de Enfermagem.

d) Coleta de dados de Enfermagem.

e) Implementação da Assistência.

Letra d.

A resolução do COFEN n. 358/2009, em seu art. 2°, inciso I, diz que: I – Coleta de

dados de Enfermagem (ou Histórico de enfermagem) – processo deliberativo, sis-

temático e contínuo, realizado com o auxilio de métodos e técnicas variadas, que

tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família ou coletivida-

de humana e sobre respostas em um dado momento do processo saúde e doença.

11. (2015 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) O processo de enfermagem resume-se

em 5 etapas. São elas, respectivamente:

a) diagnóstico de enfermagem, implementação, abordagem inicial, planejamento,

avaliação.

b) avaliação, implementação, abordagem inicial, planejamento, execução das ati-

vidades.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 35 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

c) abordagem inicial, diagnóstico, planejamento, implementação, avaliação.

d) planejamento, abordagem inicial, diagnóstico de enfermagem, implementação,

avaliação.

e) diagnóstico de enfermagem, abordagem inicial, implementação, avaliação, pla-

nejamento.

Letra c.

Segundo Tannure e Pinheiro (2014), o processo de enfermagem se operacionali-

za em etapas (ou fases, ou componentes) que variam de acordo com cada autor

no que diz respeito ao número de fases e à terminologia utilizada. Na resolução

do COFEN 358/2009, o processo de enfermagem é organizado em cinco etapas

inter-relacionadas, independentes e recorrentes. A saber: Coleta de dados (ou

histórico de enfermagem); Diagnóstico de enfermagem; Planejamento de

enfermagem; Implementação; e Avaliação de enfermagem.

12. (2014 – INSTITUTO AOCP – UFC) O que é a Sistematização da Assistência de

Enfermagem – SAE?

a) Atividade da classe de enfermagem, que identifica situações de saúde/doença,

subsidiando ações de assistência de Enfermagem que possam contribuir para a

promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde do indivíduo.

b) Atividade privativa do enfermeiro, utiliza método e estratégia de trabalho cien-

tífico para a identificação das situações de saúde/doença, subsidiando ações de

assistência de Enfermagem que possam contribuir para a promoção, prevenção,

recuperação e reabilitação da saúde do indivíduo, família e comunidade.

c) Atividade realizada pelo enfermeiro em que sistematiza a assistência realizada

pelo técnico e auxiliar de enfermagem

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 36 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

d) Atividade da classe de enfermagem, que simula situações de saúde/doença,

subsidiando ações de assistência que possam contribuir para a promoção, preven-

ção, recuperação e reabilitação da saúde do indivíduo.

e) Atividade realizada pelo médico onde sistematiza a assistência realizada pelo

enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem.

Letra a.

ATENÇÃO! A SAE é uma atividade em que todos os profissionais de enfermagem

participam, logo podemos excluir as alternativas B e C, pois ambas trazem a SAE

como privativa do enfermeiro. A alternativa D é incorreta uma vez que menciona a

SAE como uma atividade que simula situações de saúde/doença. A SAE não simula

situações de saúde/doença, ela identifica situações saúde/doença. Estamos falando

de Sistematização da Assistência de Enfermagem, sendo assim, é uma atividade

executada pelos profissionais de enfermagem, e não pelo médico.

13. (2016 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) Segundo a Resolução COFEN 358/2009,

o Processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas, inter-

dependentes e recorrentes. Assinale a alternativa que apresenta uma dessas eta-

pas.

a) Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) – verificação de

mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado

momento do processo saúde doença, para determinar se as ações ou intervenções

de enfermagem alcançaram o resultado esperado; e de verificação da necessidade

de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 37 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

b) Diagnóstico de Enfermagem – processo de interpretação e agrupamento dos

dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre

os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão,

as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença.

c) Planejamento de Enfermagem – realizado com o auxílio de métodos e técnicas

variadas, que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família

ou coletividade humana.

d) Implementação – também conhecido como prescrição de enfermagem, é a de-

terminação dos resultados que se espera alcançar; e das ações ou intervenções de

enfermagem que serão realizadas face às respostas da pessoa, família ou coletivi-

dade humana em um dado momento do processo saúde e doença, identificadas na

etapa de Diagnóstico de Enfermagem.

e) Avaliação de Enfermagem – realização das ações ou intervenções determinadas

na etapa de Planejamento de Enfermagem.

Letra b.

De acordo com o art. 2°, da resolução do COFEN 358/2009, em seu inciso II –

Diagnóstico de Enfermagem – processo de interpretação e agrupamento dos da-

dos coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre os

conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão, as

respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença; e que constituem a base para a seleção dos ações ou

intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados esperados.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 38 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

14. (2015 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) A Resolução do Conselho Federal de En-

fermagem que dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem é a

a) Resolução COFEN-212/1998.

b) Resolução COFEN-358/2009.

c) Resolução COFEN-292/2004.

d) Resolução COFEN-270/2002.

e) Resolução COFEN-424/2012.

Letra b.

Questão presente de mãe, não é verdade? A Resolução COFEN n. 358/2009 – Dis-

põe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do

Processo Enfermagem, e dá outras providências.

15. (2015 – AOCP – EBSERH) O processo de enfermagem organiza-se em cinco

etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Referente ao assunto,

analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta as corretas.

I – O Histórico de Enfermagem é um processo deliberado, sistemático e contínuo

que tem a finalidade de obter informações sobre a pessoa.

II – O diagnóstico de Enfermagem é a realização das ações ou intervenções de-

terminadas na etapa do Planejamento de Enfermagem.

III – O Planejamento de Enfermagem é a determinação dos resultados que se es-

pera alcançar.

IV – A Implementação é um processo de interpretação e agrupamento dos dados

coletados na primeira etapa.

V – A avaliação é um processo deliberado, sistemático e contínuo de verificação

de mudanças nas respostas da pessoa.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 39 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, III e V.

c) Apenas II, IV e V.

d) Apenas II e IV.

e) I, II, III, IV e V.

Letra b.

Veja o que diz a Resolução COFENn. 358/2009:

I – Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) – processo

deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxilio de métodos e

técnicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a

pessoa, família ou coletividade humana e sobre suas respostas em um dado mo-

mento do processo saúde e doença.

II – Diagnóstico de Enfermagem – processo de interpretação e agrupamento dos

dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre

os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão

as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença; e que constituem a base para a seleção das ações

ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados espera-

dos.

III – Planejamento de Enfermagem – determinação dos resultados que se es-

pera alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem que serão rea-

lizadas face às respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado

momento do processo saúde e doença, identificadas na etapa de Diagnóstico de

Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 40 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

IV – Implementação – realização das ações ou intervenções determinadas na

etapa de Planejamento de Enfermagem.

V – Avaliação de Enfermagem – processo deliberado, sistemático e contínuo

de verificação de mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletivi-

dade humana em um dado momento do processo saúde doença, para determinar

se as ações ou intervenções de enfermagem alcançaram o resultado esperado; e

de verificação da necessidade de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo

de Enfermagem.

16. (2015 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) De acordo com a Resolução do COFEN

358/2009, o processo de Enfermagem organiza-se em quantas etapas inter-rela-

cionadas, interdependentes e recorrentes?

a) Duas etapas.

b) Três etapas.

c) Quatro etapas.

d) Cinco etapas.

e) Seis etapas.

Letra d.

Muito fácil. Sabemos que conforme a Resolução COFEN n. 358/2009, em seu art.

2°, o processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas,

interdependentes e recorrentes.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 41 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

17. (2014 – IADES –UFBA) O processo de enfermagem é uma abordagem cíclica

para a resolução de problemas, de modo a atender às necessidades dos pacientes

como um todo. Acerca desse assunto, assinale a alternativa que apresenta uma das

etapas desse processo.

a) Assistência.

b) Análise.

c) Feedback.

d) Desempenho.

e) Evolução.

Letra e.

IMPORTANTE! O enunciado não se refere à Resolução COFEN n. 358/2009. Se-

gundo Tannure e Pinheiro (2014), o processo de enfermagem se operacionaliza em

etapas (ou fases, ou componentes) que variam de acordo com cada autor no que

diz respeito ao número de fases e à terminologia utilizada. De acordo com a autora

supracitada, a maioria dos autores é de acordo quanto à necessidade de quatro

etapas no processo de enfermagem: Investigação ou histórico, diagnostico, inter-

venção ou implementação e evolução ou avaliação de enfermagem.

18. (2014 – IADES – EBSERH) O processo de enfermagem consiste em um méto-

do utilizado para ordenar a assistência de enfermagem e é composto por fases. O

autor que divide esse processo em seis fases é

a) Imogene King.

b) Rosalinda Alfaro Lefevre.

c) Wanda de Aguiar Horta.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 42 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

d) Florence Nightingale.

e) Patricia Iyer.

Letra c.

Tannure e Pinheiro (2014) traz que, na segunda metade do anos 1960, Wanda de

Aguiar Horta, com base em suas teorias, apresentou um modelo de processo de

enfermagem com os seguintes passos:

1) Histórico de Enfermagem;

2) Diagnóstico de Enfermagem;

3) Plano assistencial;

4) Plano de cuidado ou prescrição de enfermagem;

5) Evolução; e

6) Prognóstico de Enfermagem.

CUIDADO! Essas SEIS etapas é segundo Wanda de Aguiar Horta!

19. (2014 – EBSERH – IADES) Na Sistematização da Assistência de Enfermagem,

o elemento inerente ao processo de enfermagem, cuja base é o julgamento sobre

os fenômenos humanos específicos, é o (a)

a) problema de enfermagem.

b) avaliação de enfermagem.

c) consulta de enfermagem.

d) diagnóstico de enfermagem.

e) ação de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 43 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra d.

De acordo com a Resolução COFEN 358/2009 – Diagnóstico de Enfermagem – pro-

cesso de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira etapa, que

culmina com a tomada de decisão sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem

que representam, com mais exatidão as respostas da pessoa, família ou coletivida-

de humana em um dado momento do processo saúde e doença; e que constituem

a base para a seleção das ações ou intervenções com as quais se objetiva

alcançar os resultados esperados.

20. (2014 – EBSERH– IADES) Segundo Horta, nenhuma ciência pode sobreviver

sem filosofia própria e assim tem de ser a enfermagem, que não deve prescindir de

uma filosofia unificada que lhe dê bases seguras para o próprio desenvolvimento.

Considerando essa informação, assinale a alternativa correta.

a) O histórico de enfermagem consiste na identificação das necessidades do ser

humano e na determinação do grau de dependência desse atendimento em natu-

reza e extensão.

b) O diagnóstico de enfermagem consiste na determinação da assistência de en-

fermagem que o ser humano deve receber.

c) O plano assistencial consiste na determinação global da assistência de enferma-

gem que o ser humano deve receber diante do diagnóstico estabelecido.

d) O plano de cuidados consiste na identificação das necessidades do ser humano

e na determinação do grau de dependência desse atendimento em natureza e ex-

tensão.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 44 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

e) O prognóstico de enfermagem consiste na assistência de enfermagem diante do

diagnóstico estabelecido.

Letra c.

Horta (1974) traz em seu texto que o Plano Assistencial é “A determinação global

da assistência de enfermagem que o ser humano deve receber diante do diagnós-

tico estabelecido. Este plano assistencial é sistematizado em termos do conceito

de assistir em enfermagem, isto é, encaminhamentos, supervisão (observação e

controle), orientação, ajuda e execução de cuidados (fazer)”.

21. (2013 – EBSERH – IADES) O processo de enfermagem é um método para or-

ganização e prestação do cuidado na área. Sobre o assunto, assinale a alternativa

correta.

a) As intervenções da NIC estão relacionadas aos diagnósticos de enfermagem e

prontamente constroem resultados dispostos em ordem alfabética.

b) Nursing Outcomes Classification (NOC) denomina e descreve as intervenções

que os enfermeiros executam.

c) O diagnóstico de enfermagem é definido pela NANDA como julgamento clínico

sobre as respostas individuais, familiares ou comunitárias aos atuais ou potenciais

problemas de saúde.

d) Horta (1979) fundamentou a teoria da enfermagem transcultural.

e) NANDA refere-se a diagnósticos de enfermagem fundamentados em diagnósti-

cos médicos.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 45 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra c.

Para NANDA (2010), citada por Tannure e Pinheiro (2014), “Os diagnósticos de en-

fermagem são julgamentos clínicos sobre as respostas do indivíduo, da família ou

da comunidade a problemas de saúde reais ou potenciais, e proporcionam as bases

para a seleção de intervenções de enfermagem e para alcance de resultados pelos

quais os enfermeiros são responsáveis”.

22. (2014 – EBSERH – AOCP) O Processo de Enfermagem deve ser organizado em

etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Assinale a alternativa

que inclui todas as etapas preconizadas pela Resolução COFEN no. 358/2009, que

dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação

do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o

cuidado profissional de Enfermagem.

a) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de alta.

b) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Implementação e Avaliação de Enfermagem.

c) Levantamento de problemas de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem,

Prescrição de Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de Alta.

d) Levantamento de problemas de Enfermagem, Prescrição de Enfermagem, Evo-

lução de Enfermagem e Plano de Alta.

e) Consulta de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem, Implementação e Pla-

no de Alta.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 46 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra b.

As etapas do processo de enfermagem são bastante cobradas em provas. De acor-

do com o art. 2°, da resolução do COFEN n. 358/2009, o Processo de Enfermagem

organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas, independentes e recorrentes. Veja

quais são: Coleta de dados (ou histórico de enfermagem); Diagnóstico de

enfermagem; Planejamento de enfermagem; Implementação; e Avaliação

de enfermagem.

23. (INSTITUTO AOCP/EBSERH/UFCG/2017) Sobre os aspectos legais da Sistema-

tização da Assistência de Enfermagem e do Processo de Enfermagem, estabeleci-

dos pelo Conselho Federal de Enfermagem – COFEN, assinale a alternativa correta.

a) O COFEN estabelece normas e diretrizes sobre a Sistematização da Assistência

de Enfermagem e implementação do Processo de Enfermagem nos serviços públi-

cos de saúde, porém não contempla os serviços privados de saúde.

b) Processo deliberado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas

respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde doença, consiste na fase V do processo de enfermagem, denomi-

nada avaliação de enfermagem.

c) Quando realizado em instituições prestadoras de serviços ambulatoriais de saú-

de, domicílios, escolas, associações comunitárias, entre outros, o Processo de En-

fermagem é usualmente denominado como Atendimento de Enfermagem.

d) O Processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas que são independentes

entre si.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 47 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

e) A determinação dos resultados que se espera alcançar e das ações ou interven-


ções de enfermagem que serão realizadas face às respostas da pessoa, família ou
coletividade humana, em um dado momento do processo saúde e doença, refere-
-se à IV etapa do PE, ou seja, Implementação.

Letra b.
A avaliação de Enfermagem é a quinta etapa do Processo de Enfermagem, confor-
me a Resolução 358/2009. Veja: V – Avaliação de Enfermagem – processo delibe-
rado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas respostas da pessoa,
família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde doença,
para determinar se as ações ou intervenções de enfermagem alcançaram o resul-
tado esperado; e de verificação da necessidade de mudanças ou adaptações nas
etapas do Processo de Enfermagem.

24. (IADES/EBSERH/2013)No processo de Sistematização da Assistência de Enfer-


magem (SAE), a realização das ações levantadas e determinadas pelo enfermeiro
está contida em qual etapa?
a) Coleta de dados.
b) Diagnóstico de enfermagem.
c) Implementação.
d) Planejamento.
e) Avaliação

Letra c.
A questão exige do candidato conhecimento sobre as etapas do Processo de En-
fermagem. A Resolução n. 358/2009 traz, dentre as cinco etapas deste Processo,

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 48 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a IMPLEMENTAÇÃO, que é a quarta etapa do Processo. Veja: IV – implementação


– realização das ações ou intervenções determinadas na etapa de Planejamento de

Enfermagem.

25. (AOCP/COREN/SC/2013) Sobre o processo de enfermagem, informe se é ver-

dadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a

sequência correta.

 (  ) A Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) constitui-se

em processo deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxílio de

métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de informa-

ções sobre a pessoa, família ou coletividade humana e sobre suas respostas

em um dado momento do processo saúde e doença.

 (  ) O Diagnóstico de Enfermagem é um processo de interpretação e agrupamento

dos dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão

sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais

exatidão, as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um

dado momento do processo saúde e doença; e que constituem a base para a

seleção das ações ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resul-

tados esperados.

 (  ) A Implementação de Enfermagem é a determinação dos resultados que se es-

pera alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realiza-

das face às respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado

momento do processo saúde e doença, identificadas na etapa de Diagnóstico

de Enfermagem.

 (  ) O Planejamento de Enfermagem é a realização das ações ou intervenções de-

terminadas pela consulta de Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 49 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) V – V –V – V.

b) V – V – F – F.

c) F – V – F – F.

d) F – F – V – V.

e) V – V – V – F.

Letra b.

Veja as cinco etapas do Processo de Enfermagem, de acordo com a Resolução n.

358/2009:

I – Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) – pro-

cesso deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxilio de métodos e téc-

nicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa,

família ou coletividade humana e sobre suas respostas em um dado momento do

processo saúde e doença.

II – Diagnóstico de Enfermagem – processo de interpretação e agrupamento

dos dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão so-

bre os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais exatidão

as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença; e que constituem a base para a seleção das ações ou

intervenções com as quais se objetiva alcançar os resultados esperados.

III – Planejamento de Enfermagem – determinação dos resultados que se espe-

ra alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realizadas face

às respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde e doença, identificadas na etapa de Diagnóstico de Enfermagem.

IV – Implementação – realização das ações ou intervenções determinadas na

etapa de Planejamento de Enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 50 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

V – Avaliação de Enfermagem – processo deliberado, sistemático e contínuo de

verificação de mudanças nas respostas da pessoa, família ou coletividade humana

em um dado momento do processo saúde doença, para determinar se as ações ou

intervenções de enfermagem alcançaram o resultado esperado; e de verificação da

necessidade de mudanças ou adaptações nas etapas do Processo de Enfermagem.

26. (PREFEITURA DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO-SE/AOCP/2011) O processo

de enfermagem por ter origem nas práticas da enfermagem, possui fases interde-

pendentes e complementares e quando realizadas concomitantemente resultam

em intervenções satisfatórias para a assistência. A segunda fase deste processo

que identifica as necessidades e o grau de dependência do cliente é chamado de

a) Histórico de Enfermagem.

b) Avaliação.

c) Anotação de Enfermagem.

d) Implementação.

e) Diagnóstico de Enfermagem.

Letra e.

A segunda etapa do Processo de Enfermagem é denominado: Diagnóstico de Enfer-

magem – processo de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primei-

ra etapa, que culmina com a tomada de decisão sobre os conceitos diagnósticos de

enfermagem que representam, com mais exatidão as respostas da pessoa, família

ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde e doença; e que

constituem a base para a seleção das ações ou intervenções com as quais se obje-

tiva alcançar os resultados esperados.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 51 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

27. (HU- UFRN/EBSERH/IADES/2014/JM) O diagnóstico de enfermagem é a se-

gunda etapa no processo de enfermagem. Acerca desse tema, é correto afirmar

que o diagnóstico de enfermagem é composto por:

a) título, característica definidora e fatores relacionados.

b) introdução, desenvolvimento e conclusão.

c) problema, causa e consequência.

d) agente causador, patogenia e tratamento.

e) etiologia, patogenia e farmacologia.

Letra a.

Os componentes estruturais do diagnóstico de enfermagem da NANDA são:

• Enunciado (estabelece um nome para o diagnóstico);

• Fatores Relacionados; e

• Características definidoras.

28. (2017 – AOCP – EBESERH) ’’Elaborar estratégias para prevenir, minimizar ou

corrigir os problemas identificados nas etapas anteriores sempre estabelecendo

metas com a pessoa com Diabetes Mellitus”. Conforme a descrição apresentada,

qual é a etapa correta da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) em

uma consulta de enfermagem para acompanhamento de pessoas com diabetes?

a) Histórico.

b) Exame Físico.

c) Diagnóstico das Necessidades de Cuidado.

d) Planejamento da Assistência.

e) Implementação da Assistência e Avaliação do processo de cuidado

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 52 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra d.

Questão presente de mãe, visto que você já está se habituando às questões. A eta-

pa do Processo de Enfermagem descrita no enunciado é o Planejamento de Enfer-

magem. De acordo com a Resolução n. 358/2009 Planejamento de Enfermagem é a

“determinação dos resultados que se espera alcançar; e das ações ou intervenções

de enfermagem que serão realizadas face às respostas da pessoa, família ou cole-

tividade humana em um dado momento do processo saúde e doença, identificadas

na etapa de Diagnóstico de Enfermagem”.

29. (2017 – AOCP – EBESERH) A fase inicial do processo de enfermagem, comu-

mente conhecida como histórico de enfermagem ou coleta de dados de enferma-

gem, corresponde ao levantamento de dados por meio da aplicação do método

científico. Sobre essa fase do processo de enfermagem, assinale a alternativa IN-

CORRETA.

a) Diz respeito a basicamente três atividades: coleta de dados objetivos e subjeti-

vos, organização dos dados e documentação metódica.

b) Serve de embasamento para as decisões quanto a diagnósticos e intervenções

de enfermagem, além da avaliação dos resultados.

c) A coleta de dados é realizada por meio da anamnese, na qual o enfermeiro uti-

liza um roteiro semiestruturado, e pela realização do exame físico com a aplicação

das técnicas propedêuticas.

d) Nessa etapa do processo, devem ser valorizados os dados de natureza clínica,

sendo os aspectos psicossociais considerados de pouca relevância nesse momento.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 53 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

e) A parte do exame físico inclui a mensuração dos SSVV, perímetros, estatura e

peso, além de dados coletados por meio da inspeção, palpação, percussão e aus-

culta, a fim de identificar sinais normais e anormais nos diversos sistemas.

Letra d.

ATENÇÃO! A banca solicita marcação da alternativa INCORRETA. A Coleta de dados

de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) é a primeira fase do processo de

enfermagem. Para Tennure (2014), essa fase consiste na coleta de dados referen-

tes aos estados de saúde do indivíduo, da família e da comunidade, com o propó-

sito de identificar as necessidades, os problemas, as preocupações e as reações

humanas destes. Portanto, torna-se imprescindível que as informações coletadas

sejam o mais precisas e fidedignas possíveis, para que seja estabelecido o perfil de

saúde ou de necessidades do paciente. A Resolução do COFEN n. 358/2009 afirma

que: Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) é processo

deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxilio de métodos e técnicas

variadas, que tem por finalidade a obtenção de informações sobre a pessoa, família

ou coletividade humana e sobre suas respostas em um dado momento do processo

saúde e doença.

30. (2015 – AOCP – EBESERH) O Processo de Enfermagem (PE), considerado a

base de sustentação da Sistematização da Assistência de Enfermagem, é constitu-

ído por fases ou etapas que envolvem, EXCETO

a) a identificação de problemas de saúde do cliente.

b) o delineamento do diagnóstico de enfermagem.

c) a supervisão e treinamento de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 54 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

d) a instituição de um plano de cuidados.

e) a implementação das ações planejadas e a avaliação

Letra c.

O Conselho de Enfermagem, por meio da Resolução n. 358/2009, afirma serem

cinco as etapas do Processo de Enfermagem, são elas: Coleta de dados (ou histó-

rico de enfermagem); Diagnóstico de enfermagem; Planejamento de enfermagem;

Implementação; e Avaliação de enfermagem.

31. (2015 – AOCP – EBESERH) Sobre o Processo de Enfermagem, é correto afirmar

que

a) o Processo de Enfermagem deve estar baseado em um suporte teórico que

oriente sua aplicação e que forneça a base para a avaliação de seus resultados.

b) o Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem não participam da exe-

cução do Processo de Enfermagem, uma vez que o Processo de Enfermagem é ato

privativo do enfermeiro.

c) ao enfermeiro, incumbe exclusivamente a avaliação do Processo de Enferma-

gem.

d) o Processo de Enfermagem deve ser realizado exclusivamente em serviços de

saúde públicos.

e) a consulta em enfermagem não está relacionada ao processo de enfermagem.

Letra a.

Segundo Tannure e Pinheiro (2014), a ciência da enfermagem está baseada em

uma ampla estrutura teórica, e o processo de enfermagem é uma das ferramentas

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 55 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

por meio das quais essa estrutura é aplicada à prática da enfermagem – ou seja, é

o método de solução dos problemas do paciente.

32. (2013 – IBC – AOCP) Sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem,

assinale a alternativa correta.

a) O Processo de Enfermagem deve estar baseado num suporte teórico que oriente

a coleta de dados, o estabelecimento de diagnósticos de enfermagem e o plane-

jamento das ações ou intervenções de enfermagem; e que forneça a base para a

avaliação dos resultados de enfermagem alcançados.

b) A coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) é um processo

deliberado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas respostas da

pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde

doença.

c) O processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas interrelacionadas, in-

terdependentes erecorrentes: 1-Coleta de dados de Enfermagem, 2-Histórico de

Enfermagem, 3-Consulta de Enfermagem, 4-Prescrição de Enfermagem e 5-Evolu-

ção de Enfermagem.

d) Quando o processo de enfermagem é realizado em instituições prestadoras de

serviços ambulatoriais de saúde, domicílios, escolas, associações comunitárias, en-

tre outros, ele corresponde ao usualmente denominado nesses ambientes de Con-

sulta de Rotina.

e) Fica sob responsabilidade do Técnico de Enfermagem juntamente com o enfer-

meiro, a liderança na execução e avaliação do Processo de Enfermagem, de modo

a alcançar os resultados de enfermagem esperados

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 56 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Letra a.
Questão simples que requer do candidato conhecimento da Resolução COFEN n.
358/2009. Veja que a alternativa A é uma transcrição literária dessa Resolução.

Art. 3° O Processo de Enfermagem deve estar baseado num suporte teórico que oriente
a coleta de dados, o estabelecimento de diagnósticos de enfermagem e o planejamento
das ações ou intervenções de enfermagem; e que forneça a base para a avaliação dos
resultados de enfermagem alcançados.

33. (ELABORADA PELO AUTOR – 2018) De acordo com o Art. 4° da Resolução


COFEN n° 358/2009, o diagnostico de enfermagem é competência:
a) Do auxiliar de enfermagem
b) Da equipe multidisciplinar
c) Do técnico de enfermagem
d) Do enfermeiro
e) Do médico da equipe

Letra d.
Conforme a Resolução COFEN n. 358/2009, em seu art. 4° – Ao enfermeiro, ob-
servadas as disposições da Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986 e do Decreto nº
94.406, de 08 de junho de 1987, que a regulamenta, incumbe a liderança na exe-
cução e avaliação do Processo de Enfermagem, de modo a alcançar os resultados
de enfermagem esperados, cabendo-lhe, privativamente, o diagnóstico de enfer-
magem acerca das respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um
dado momento do processo saúde e doença, bem como a prescrição das ações ou

intervenções de enfermagem a serem realizadas, face a essas respostas.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 57 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

34. (ELABORADA PELO AUTOR – 2018) O processo de enfermagem é um método

utilizado para se implantar na pratica profissional, uma teoria de enfermagem. Em

relação aos profissionais é correto afirmar que:

a) O auxiliar não pode participar da execução do processo de enfermagem

b) O técnico de enfermagem só pode participar da primeira etapa do processo de

enfermagem

c) O técnico não pode participar da execução do processo de enfermagem

d) O Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem, participam da

execução do Processo de Enfermagem, naquilo que lhes couber, sob a supervi-

são e orientação do Enfermeiro.

Letra d.

Questão bem simples! Consoante o art. 5°, da Resolução COFEN n. 358/2009:

O Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem, em conformidade com o

disposto na Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, e do Decreto 94.406, de 08 de

junho de 1987, que a regulamenta, participam da execução do Processo de Enfer-

magem, naquilo que lhes couber, sob a supervisão e orientação do Enfermeiro.

35. (2015 – AOCP – EBSERH) Nos termos do Art. 1º da Resolução COFEN nº

358/2009, o Processo de Enfermagem deve ser realizado, de modo deliberado e

sistemático, em todos os ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado

profissional de Enfermagem. Desse modo, os ambientes de que trata o caput deste

artigo referem-se a

a) serviço de atendimento pré-hospitalar, serviço hospitalar, serviço de atenção

domiciliar, entre todos os componentes da rede de atenção.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 58 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

b) instituições prestadoras de serviços de internação hospitalar, instituições pres-

tadoras de serviços ambulatoriais de saúde, domicílios, escolas, associações comu-

nitárias, fábricas, entre outros.

c) serviços de baixa, média e alta complexidade assistencial, apenas com fins de

internação hospitalar.

d) instituições de saúde, exclusivamente da atenção primária, atenção secundária

e atenção terciária.

e) todos os tipos de instituição de saúde, bem como casas de longa permanência e

presídios, não tendo incluídos serviços ambulatoriais ou de hospital-dia.

Letra b.

De acordo com a Resolução COFEN n. 358/2009, em seu art. 1°, parágrafo § 1º:

os ambientes de que trata o caput deste artigo referem-se a instituições prestado-

ras de serviços de internação hospitalar, instituições prestadoras de serviços am-

bulatoriais de saúde, domicílios, escolas, associações comunitárias, fábricas, entre

outros.

36. (2015 – INSTITUTO AOCP – EBSERH) A Resolução do COFEN 358/2009 dispõe

sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Pro-

cesso de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuida-

do profissional de Enfermagem. A SAE compreende os seguintes passos:

a) histórico de Enfermagem, identificação de problemas, planejamento de enfer-

magem, implementação e avaliação.

b) histórico de Enfermagem ou coleta de dados, identificação dos problemas, pla-

nejamento de Enfermagem, execução e avaliação.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 59 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

c) c) coleta de dados (histórico de Enfermagem), diagnóstico de Enfermagem,

planejamento de Enfermagem, implementação e avaliação.

d) d) anamnese e exame físico, identificação dos problemas, prescrição de Enfer-

magem, evolução e avaliação do cuidado.

e) e) coleta de dados, exame físico, levantamento de problemas, prescrição de

Enfermagem e evolução.

Letra c.

Conforme a Resolução n. 358/2009, a SAE compreende os seguintes passos: Cole-

ta de dados (ou histórico de enfermagem); Diagnóstico de enfermagem; Planeja-

mento de enfermagem; Implementação; e Avaliação de enfermagem.

37. (ELABORADA PELO AUTOR – 2018) A primeira etapa do processo de enferma-

gem consiste na coleta de dados. Sobre a coleta de dados é INCORRETO afirmar:

a) Os dados referentes ao estado do paciente são investigados de maneira direta

e indireta

b) Os dados são classificados em objetivos e subjetivos

c) Os dados objetivos não oferecem suporte aos dados subjetivos

d) A separação dos dados em objetivos e subjetivos auxilia o raciocínio critico.

Letra c.

Uma questão bastante simples. Conforme Tannure e Pinheiro (2014), os dados ob-

jetivos oferecem suporte aos dados subjetivos (o que é observado confirma o que

o paciente diz).

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 60 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

38. (ELABORADO PELO AUTOR – 2018) Sobre a Sistematização da Assistência de

Enfermagem assinale a alternativa correta:

a) Para que a SAE seja incorporada à prática, é preciso uma educação permanente

de todos os profissionais exceto o auxiliar de enfermagem.

b) A SAE confere maior segurança ao paciente

c) A implantação da SAE não contribui para a qualidade da assistência

d) A Sistematização da Assistência de Enfermagem confere pouca autonomia aos

profissionais de enfermagem.

Letra b.

Questão bem presente de mãe, não é verdade? Segundo Tennure (2014), a SAE

confere maior segurança aos pacientes, uma vez que, para ser implantada, requer

que o enfermeiro realize o julgamento clínico.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 61 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

QUESTÕES DE CONCURSO

1. (AOCP /EBSERH/HUCAN / 2014) O Processo de Enfermagem deve ser organizado

em etapas inter-relacionadas, interdependentes e recorrentes. Assinale a alterna-

tiva que inclui todas as etapas preconizadas pela Resolução COFEN no. 358/2009,

que dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implemen-

tação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que

ocorre o cuidado profissional de Enfermagem.

a) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de alta.

b) Coleta de dados de Enfermagem, Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de

Enfermagem, Implementação e Avaliação de Enfermagem.

c) Levantamento de problemas de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem,

Prescrição de Enfermagem, Evolução de Enfermagem e Plano de Alta.

d) Levantamento de problemas de Enfermagem, Prescrição de Enfermagem, Evo-

lução de Enfermagem e Plano de Alta.

e) Consulta de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem, Implementação e Pla-

no de Alta.

2. (IBFC /ILSL-BAURU-SP / 2013) Considerando a Resolução do COFEN nº 358/2009,

que dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), assinale

a alternativa incorreta:

a) ao enfermeiro, observadas as disposições da Lei nº 7.498/1986, incumbe a lide-

rança na execução e avaliação do Processo de Enfermagem, de modo a alcançar os

resultados de enfermagem esperados, cabendo-lhe, privativamente, o diagnóstico

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 62 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

de enfermagem acerca das respostas da pessoa, família ou coletividade humana

em um dado momento do processo saúde e doença, bem como a prescrição das

ações ou intervenções de enfermagem a serem realizadas, face a essas respostas.

b) A SAE organiza-se em cinco etapas: Coleta de dados de Enfermagem (ou Histó-

rico de Enfermagem), Diagnóstico de Enfermagem, Planejamento de Enfermagem,

Implementação e Avaliação de Enfermagem.

c) A SAE deve ser realizada, de modo deliberado e sistemático, sendo compulsória

apenas em ambientes hospitalares, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado

profissional de Enfermagem.

d) O Técnico de Enfermagem e o Auxiliar de Enfermagem, em conformidade com

o disposto na Lei nº 7.498/1986, participam da execução do SAE, naquilo que lhes

couber, sob a supervisão e orientação do Enfermeiro.

3. (FUMARC /TJ-MG/ 2012) A Resolução COFEN-358/2009 dispõe sobre a Sistema-

tização da Assistência de Enfermagem. Tendo como base esta resolução. Análise as

afirmativas abaixo e marque a opção INCORRETA.

a) O processo de Enfermagem deve ser realizado de modo deliberado e sistemático

em todos os ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional

de enfermagem.

b) Os ambientes de que se trata o caput deste artigo referem-se a instituições

prestadoras de serviço de internação hospitalar, prestadoras de saúde ambulato-

rial, escolas, domicílios, associações comunitárias, fábricas entre outros.

c) O processo de enfermagem, quando realizado fora das instituições prestadoras

de serviço de internação hospitalar corresponde ao denominado Consulta de Enfer-

magem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 63 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

d) O processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas,

independentes e recorrentes

4. (IADES/ EBSERH/2014) Na Sistematização da Assistência de Enfermagem, o

elemento inerente ao processo de enfermagem, cuja base é o julgamento sobre os

fenômenos humanos específicos, é o (a)

a) problema de enfermagem.

b) avaliação de enfermagem.

c) consulta de enfermagem.

d) diagnóstico de enfermagem.

e) ação de enfermagem.

5. (2011/CESGRANRIO) O histórico de enfermagem é um instrumento de levan-

tamento sistemático de dados sobre o trabalhador/cliente, família e comunidade.

Ele possibilita a identificação de riscos, direcionando as ações de enfermagem. No

histórico, o enfermeiro

a) determina se o plano de cuidados foi implementado conforme prescrito.

b) estabelece prioridades e toma decisões de maneira oportuna.

c) descreve o estado esperado dos problemas de enfermagem.

d) transfere ao técnico de enfermagem a responsabilidade do cuidado.

e) utiliza os registros médicos e de enfermagem, incluindo os estudos diagnósticos

e laboratoriais.

6. (CEPERJ/ GOVERNO/RJ/2012) De acordo Tannure (2010), a alternativa que não

se constitui como um dos tipos de diagnóstico de enfermagem segundo a NANDA é:

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 64 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) diagnósticos reais

b) diagnósticos de risco

c) diagnósticos de promoção da saúde

d) diagnósticos de bem-estar

e) problema colaborativo

7. (IADES/EBSERH/2014) Na Sistematização da Assistência de Enfermagem, o ele-

mento inerente ao processo de enfermagem, cuja base é o julgamento sobre os

fenômenos humanos específicos, é o (a)

a) problema de enfermagem.

b) avaliação de enfermagem.

c) consulta de enfermagem.

d) diagnóstico de enfermagem.

e) ação de enfermagem.

8. (UPENET/COMPESA/2013) A enfermeira responsável pelo atendimento ao pa-

ciente idoso diabético em nível ambulatorial atende ao paciente seguindo a Legis-

lação do Exercício Profissional e as Resoluções do COFEN. Quando o enfermeiro

realiza a sistematização da assistência de enfermagem, são desenvolvidas ações

que se iniciam na coleta de dados até a avaliação dos resultados obtidos com a re-

alização das ações assistenciais. Assinale a alternativa CORRETA para a realização

de ações interdependentes de Enfermagem na assistência ao cliente.

a) Examinar sinas vitais e verificar alterações dos índices pressóricos.

b) Efetuar a realização dos descritos na prescrição médica.

c) Transcrever a prescrição e orientar a realização da insulina.

d) Estabelecer qual ação tem prioridade no tratamento clínico.

e) Determinar prescrições segundo os diagnósticos de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 65 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

9. (IADES/EBSERH/2013)No processo de Sistematização da Assistência de Enfer-

magem (SAE), a realização das ações levantadas e determinadas pelo enfermeiro

está contida em qual etapa?

a) Coleta de dados.

b) Diagnóstico de enfermagem.

c) Implementação.

d) Planejamento.

e) Avaliação

10. (FGV/ SUSAM/2014) Considerando que o Processo de Enfermagem deva ser

realizado, de modo deliberado e sistemático, em todos os ambientes públicos ou

privados em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, assinale V para a

afirmativa verdadeira e F para a falsa.

 (  ) O Histórico de Enfermagem tem por finalidade a obtenção de informações so-

bre a pessoa, família ou coletividade humana, e sobre suas respostas em um

dado momento do processo saúde – doença.

 (  ) A fase de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira eta-

pa e que constituem a base para a seleção das ações ou intervenções com as

quais se objetiva alcançar os resultados esperados é denominada Diagnóstico

de Enfermagem.

 (  ) A etapa de implementação consiste na determinação dos resultados que se

espera alcançar e das Ações ou Intervenções de Enfermagem que serão rea-

lizadas face às respostas obtidas nas demais etapas.

As afirmativas são, respectivamente,

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 66 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) V, F e F.
b) F, V e V.
c) V, V e F.
d) F, F e V.
e) V, F e V.

11. (GESTÃO DE CONCURSOS/PREFEITURA DE BRUMADINHO/2013) A Sistema-


tização da Assistência de Enfermagem, organiza-se em etapas inter-relacionadas,
interdependentes e recorrentes. Numere a COLUNA II de acordo com a COLUNA I.

COLUNA I
1. Coleta de dados.
2. Diagnóstico de enfermagem.
3. Planejamento de enfermagem.
4. Implementação.
5. Avaliação de enfermagem.

COLUNA II
 (  ) Processo deliberado, sistemático e contínuo, que tem, entre outras finalida-
des, a obtenção de informações e respostas em um dado momento do proces-
so saúde e doença.
 (  ) Processo sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas respostas da
pessoa, família ou coletividade humana.
 (  ) Determinação dos resultados que se espera alcançar.
 (  ) Processo de interpretação e agrupamento dos dados coletados na primeira
etapa, que culmina com a tomada de decisão.
 (  ) Realização das ações ou intervenções determinadas na etapa de planejamen-

to de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 67 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

Escolha a alternativa que contém a sequência CORRETA.

a) 3 4 5 2 1.

b) 1 5 3 2 4.

c) 4 2 3 1 5.

d) 2 1 3 4 5.

12. (AOCP/COREN/SC/2013) Sobre o processo de enfermagem, informe se é ver-

dadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a

sequência correta.

 (  ) A Coleta de dados de Enfermagem (ou Histórico de Enfermagem) constitui-se

em processo deliberado, sistemático e contínuo, realizado com o auxílio de

métodos e técnicas variadas, que tem por finalidade a obtenção de informa-

ções sobre a pessoa, família ou coletividade humana e sobre suas respostas

em um dado momento do processo saúde e doença.

 (  ) O Diagnóstico de Enfermagem é um processo de interpretação e agrupamento

dos dados coletados na primeira etapa, que culmina com a tomada de decisão

sobre os conceitos diagnósticos de enfermagem que representam, com mais

exatidão, as respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um

dado momento do processo saúde e doença; e que constituem a base para a

seleção das ações ou intervenções com as quais se objetiva alcançar os resul-

tados esperados.

 (  ) A Implementação de Enfermagem é a determinação dos resultados que se es-

pera alcançar; e das ações ou intervenções de enfermagem que serão realiza-

das face às respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 68 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

momento do processo saúde e doença, identificadas na etapa de Diagnóstico

de Enfermagem.

 (  ) O Planejamento de Enfermagem é a realização das ações ou intervenções de-

terminadas pela consulta de Enfermagem.

a) V – V –V – V.

b) V – V – F – F.

c) F – V – F – F.

d) F – F – V – V.

e) V – V – V – F.

13. (CONSULPLAN/HOB/ENFERMEIRO/2015) Sobre a Sistematização da Assistên-

cia de Enfermagem, é INCORRETO afirmar que

a) organiza a equipe de trabalho.

b) é um instrumento jurídico-legal.

c) torna mais eficiente a realização das prescrições médicas.

d) aumenta a resolutividade dos problemas apresentados pelo paciente.

14. (CONSULPLAN/HOB/ENFERMEIRO/2015) São fatores que dificultam a Sistema-

tização da Assistência de Enfermagem, EXCETO:

a) A área de atuação do enfermeiro.

b) A complexidade envolvida na sua elaboração.

c) A pouca experiência por parte do profissional.

d) O acúmulo de funções exercidas pelo enfermeiro.

15. (INSTITUTO AOCP/EBESERH/HDT-UFT/Enfermeiro do Trabalho/2015) A Reso-

lução do Conselho Federal de Enfermagem que dispõe sobre a Sistematização da

Assistência de Enfermagem é a

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 69 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

a) Resolução COFEN-212/1998.

b) Resolução COFEN-358/2009.

c) Resolução COFEN-292/2004.

d) Resolução COFEN-270/2002.

e) Resolução COFEN-424/2012.

16. (IBFC/EBSERH/ENFERMEIRO/HUAP–UFF) A Resolução do Conselho Federal de

Enfermagem (COFEN) número 358/2009, descreve que a fase da Sistematização da

Assistência de Enfermagem (SAE) denominada _________________ é o processo

deliberado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas respostas da

pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do processo saúde

doença, para determinar se as ações ou intervenções de enfermagem alcançaram

o resultado esperado e de verificação da necessidade de mudanças ou adaptações

nas etapas do Processo de Enfermagem. Assinale a alternativa que completa cor-

retamente a lacuna.

a) Histórico de Enfermagem

b) Prognóstico de Enfermagem

c) Avaliação de Enfermagem

d) Prescrição de Enfermagem

e) Evolução de Enfermagem

17. (IF-TO/IF-TO/ENFERMEIRO/2015) A determinação dos resultados que se espe-

ra alcançar e das ações ou intervenções de enfermagem que são realizadas em face

das respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento

do processo saúde e doença, representa qual etapa do Processo de Enfermagem,

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 70 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

descrita na Resolução COFEN nº 358/2009 que estabelece a Sistematização da As-

sistência de Enfermagem (SAE):

a) Implementação;

b) Planejamento de Enfermagem.

c) Avaliação Enfermagem.

d) Coleta de dados de Enfermagem.

e) Diagnóstico de Enfermagem.

18. (INSTITUTO AOCP/EBSERH/UFCG/2017) Sobre os aspectos legais da Sistema-

tização da Assistência de Enfermagem e do Processo de Enfermagem, estabeleci-

dos pelo Conselho Federal de Enfermagem – COFEN, assinale a alternativa correta.

a) O COFEN estabelece normas e diretrizes sobre a Sistematização da Assistência

de Enfermagem e implementação do Processo de Enfermagem nos serviços públi-

cos de saúde, porém não contempla os serviços privados de saúde.

b) Processo deliberado, sistemático e contínuo de verificação de mudanças nas

respostas da pessoa, família ou coletividade humana em um dado momento do

processo saúde doença, consiste na fase V do processo de enfermagem, denomi-

nada avaliação de enfermagem.

c) Quando realizado em instituições prestadoras de serviços ambulatoriais de saú-

de, domicílios, escolas, associações comunitárias, entre outros, o Processo de En-

fermagem é usualmente denominado como Atendimento de Enfermagem.

d) O Processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas que são independentes

entre si.

e) A determinação dos resultados que se espera alcançar e das ações ou interven-

ções de enfermagem que serão realizadas face às respostas da pessoa, família ou

coletividade humana, em um dado momento do processo saúde e doença, refere-

-se à IV etapa do PE, ou seja, Implementação.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 71 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

19. (FUNRIO/IF-BA/ENFERMEIRO/2016) A Resolução COFEN-358/2009 dispõe so-

bre a Sistematização da Assistência de Enfermagem. Tendo como base esta resolu-

ção, analise as afirmativas abaixo e marque a opção INCORRETA.

a) O processo de Enfermagem deve ser realizado de modo deliberado e sistemático

em todos os ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional

de enfermagem.

b) O processo de enfermagem, quando realizado fora das instituições prestadoras

de serviço de internação hospitalar, corresponde ao denominado Consulta de En-

fermagem.

c) O processo de Enfermagem organiza-se em cinco etapas inter-relacionadas,

independentes e recorrentes.

d) Os ambientes de que trata o artigo 1º referem-se a instituições prestadoras de

serviço de internação hospitalar, prestadoras de saúde ambulatorial, escolas, domi-

cílios, associações comunitárias, fábricas entre outros.

e) O Processo de Enfermagem deve estar baseado num suporte teórico que oriente

a coleta de dados, o estabelecimento de diagnósticos de enfermagem e o plane-

jamento das ações ou intervenções de enfermagem; e que forneça a base para a

avaliação dos resultados de enfermagem alcançados.

20. (QUADRIX/SEDF/ENFERMAGEM/2017) A respeito do processo de enfermagem

e (ou) da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), julgue o item sub-

sequente.

A etapa de coleta de dados é estática e não reflete o uso de um referencial teórico

de enfermagem.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 72 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

GABARITO

1. b

2. c

3. d

4. d

5. e

6. e

7. d

8. e

9. c

10. c

11. b

12. b

13. c

14. a

15. b

16. c

17. b

18. b

19. c

20. E

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 73 de 75
ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM
Processo de Enfermagem
Prof.ª Natale Souza

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALFARO-LEFEVRE, R. Aplicação do processo de enfermagem: Promoção do cuidado

colaborativo, 5ª ed., Porto Alegre: Artmed, 2005.OFEN. Decreto N 94.406/87: Re-

gulamenta a Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da

Enfermagem, e dá outras providências. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/

decreto-n-9440687_4173.html.

COFEN. Resolução 358 de 15 de outubro de 2009: Dispõe sobre a Sistematização

da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em

ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enferma-

gem, e dá outras providências. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resoluo-

-cofen-3582009_4384.html.

North American Nursing Association. Diagnóstico de enfermagem da NANDA. 2009-

2011. NANDA internacional. Porto Alegre: Artmed, 2010.

ROZA, B. A. Pensamento crítico e julgamento clínico na enfermagem. In: Bork, A.

M. T. Enfermagem baseada em evidências, 2ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koo-

gan, 2005.

POTTER, P.A; PERRY, A.G. Fundamentos de Enfermagem. 7. ed. Rio de Janeiro:

Elsevier, 2009.

TANNURE, M.C; PINHEIRO, A. M; CARVALHO, D. V. O processo de enfermagem In:

Sistematização da Assistência de Enfermagem: Guia prático. 2ª ed. Rio de Janeiro:

Guanabara Koogan, 2014.

TANNURE, M.C; PINHEIRO, A. M. Sistematização da Assistência de Enfermagem:

Guia prático. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
www.grancursosonline.com.br 74 de 75
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Nome do Concurseiro(a) - 000.000.000-00, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.