Você está na página 1de 13

12/08/2021 lddkls211_pen_cie

NÃO PODE FALTAR Imprimir

COMO COLETAR DADOS E


ANÁLISÁ-LOS?

0
Amanda Soares de Melo

Ver anotações
Fonte: Shutterstock.

Deseja ouvir este material?

Áudio disponível no material digital.

PRATICAR PARA APRENDER

Caro estudante,

Você já deve ter percebido como o conhecimento cientí co é cercado de prestígio e


autoridade. Até os dias de hoje, há uma crença de que a ciência é, de algum modo,

superior aos outros conhecimentos. Produtos e técnicas produzidos por pesquisa


cientí cas são quase imediatamente aceitos pela sociedade. Na verdade, o selo

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 1/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

“comprovado cienti camente” é um fator relevante para muitas pessoas na hora


de decidir comprar ou não determinado produto. Além disso, diversos
conhecimentos procuram se passar por cientí cos buscando, de alguma forma,
alcançar sua credibilidade. Esse prestígio da ciência deve muito aos seus

0
resultados práticos nos diversos segmentos da sociedade. Tais resultados,

Ver anotações
considerados con áveis e bem-sucedidos, só foram alcançados por meio de um
método especial que, quando seguido rigorosamente, produz conhecimento
con ável e verdadeiro. Assim, o método cientí co tem uma série de regras e

procedimentos a serem conduzidos e que não podem ser negligenciados. Uma das
etapas mais importantes, o núcleo da con abilidade cientí ca, é a etapa de análise
e coleta de dados. Convido-lhe ao estudo das fontes, técnicas e formas de coletar e
analisar dados brutos ou secundários, tão essenciais à integridade da pesquisa.

Em uma indústria química, o departamento de marketing quer veri car o efeito da


propaganda na venda de álcool em gel. Com as informações dos faturamentos
anteriores desse produto, a empresa começa a fazer grandes campanhas
publicitárias e o faturamento desse produto no mês seguinte, fevereiro, é
signi cativamente maior. O departamento de marketing imediatamente
comemora os resultados e supõe que a propaganda provocou um efeito positivo

nas vendas do produto. Para comprovar essa hipótese, a empresa nancia uma
pesquisa cientí ca.

Na etapa de coleta de dados, o pesquisador responsável de ne “estado civil” como


uma das variáveis do estudo. Isto é, na amostra de 1.050 pessoas entrevistadas,
1.000 disseram ser solteiras. A atribuição de “estado civil” como variável nesta
etapa a pesquisa está correta? Justi que.


“O conhecimento cientí co é independente dos conhecimentos da fé que são imutáveis, a fé nos faz dizer creio,

e a ciência, sei”
— Blaise Pascal

CONCEITO-CHAVE

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 2/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

COMO COLETAR DADOS: FONTE DE DADOS

A pesquisa cientí ca geralmente tem pelo menos cinco fases: a elaboração e


exploração do problema, o estabelecimento de um modelo de análise (hipóteses),
a veri cação e coleta de dados, a análise de dados e os resultados. A coleta de

0
dados é uma etapa essencial a qualquer pesquisa cientí ca, todavia, os métodos e

Ver anotações
procedimentos de coleta serão diferentes para cada tipo de pesquisa. Por

exemplo, temos ao menos dois tipos gerais de pesquisa: a pesquisa experimental,


que envolve a coleta de dados em campo ou laboratório, podendo ser tanto
qualitativa quanto quantitativa, e a pesquisa bibliográ ca, que envolve a procura
na literatura existente de uma resposta para o problema tratado. Ela também é
essencial para a fundamentação teórica de qualquer pesquisa.

Como se pode observar, ambas abordagens são complementares e geralmente


trabalham juntas. Na pesquisa experimental, as fontes dos dados mais comuns
são: experimentos laboratoriais, estudos de campo, entrevistas, estudos de caso,
observações empíricas, experimentos computacionais, etc. Na pesquisa
bibliográ ca, as fontes são documentos, registros, atas, cartas, livros, teses, artigos

cientí cos, relatórios, periódicos técnicos, estudos gerais, metanálises, bancos de


dados digitais etc. Cada fonte exige um tratamento especí co da informação.

Há pesquisas que contam com fontes secundárias e fontes primárias de


informação. As fontes secundárias são geralmente dados que já foram coletados
por outros estudos e estão disponíveis por meio de alguma listagem de
informação. As fontes primárias seriam os dados brutos a serem coletados na
pesquisa, como os dados obtidos de um questionário elaborado pelo pesquisador.

Na pesquisa quantitativa, com relação a suas fontes primárias, em geral elas


podem vir da observação ou da utilização de instrumentos como levantamentos
ou survey, que são formas de descobrir o que existe e como existe no ambiente
social analisado; em geral, são descritivos e visam determinar as características,
opiniões de populações, a partir de amostragens representativas. Têm como
vantagem a aplicação simples, fácil decodi cação e análise dos dados. Como

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 3/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

desvantagem, há o problema de con abilidade, pois uma vez que se faz perguntas
às pessoas, elas podem se recusar a prestar informações verídicas, por isso é
necessário muito cuidado na análise dos dados coletados.

0
Devido ao grande volume de informações disponíveis nas pesquisas bibliográ cas,
que ocorrem tanto para fundamentar teoricamente a pesquisa quanto para dar

Ver anotações
respostas ao problema tratado, deve-se ter muito cuidado com a con abilidade e
autenticidade das informações coletadas. Em geral, as fontes de pesquisa e bancos
de dados são a base para veri car o que já existe publicado e o que está em pauta
na comunidade cientí ca. Ao longo do tempo, muitas teorias foram consagradas e
conhecê-las é tarefa indispensável de um pesquisador iniciante.

Procurar conhecer fontes seguras sobre o assunto tratado é fundamental. As


informações servem à tomada de decisão nas pesquisas. Dessa maneira, o
pesquisador precisa ter a capacidade de saber ltrar, veri car consistência,
validade e pertinência das informações que encontra. Com informações mais
consistentes, chegamos a decisões mais corretas e, por consequência, a resultados
melhores.

Na pesquisa bibliográ ca, recomenda-se o chamento de artigos, teses ou demais


materiais. São perguntas essenciais a serem feitas quando se cha o artigo: como
se procedeu a pesquisa? Quais foram os caminhos para alcançar o objetivo
proposto? Qual foi o tipo de pesquisa? Como foi utilizada a amostragem? Quais

instrumentos utilizados para a coleta de dados? Quais foram os resultados?


(BARLETA et al., 2018, p. 8).

A maioria das bases de dados con áveis estão vinculadas ao trabalho realizado em
universidades. Essas são algumas bases de dados de acesso gratuito: BV –
Biblioteca Virtual, Periódicos CAPES, SIB, Livres, BDTD, Biblioteca digital de
Produção Intelectual, Portal de Livros Abertos USP, SciELO, ERIC, Educ@,
WebQualis, Dedalus, Biblioteca digital de teses, entre outros. Há também fontes
seguras para a pesquisa bibliográ ca que são pagas ou por convênio, algumas
delas: Scopus, Web of Science, JSTOR, LISA, Academic Search Premier, Project

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 4/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

Muse, ANPAD, entre outras. Outras fontes de busca possíveis: Google Scholar,
Books, Open Library, Bioline International, Arca, Directory of Open Acess Journal,
SpringerLink, Scirus, Inomics, BPubs, EconLit, American History Online, Ethnologue,
Political Information, WikiArt, WorldWideScience, MathGuide, Academic Index,

0
Lexis, entre outros.

Ver anotações
ASSIMILE

1. Há dois tipos gerais de pesquisa: experimental e bibliográ ca. A


pesquisa experimental envolve a coleta de dados brutos, sendo possível
mesclar com a bibliográ ca. A pesquisa bibliográ ca envolve a coleta de
dados produzidos anteriormente por outros estudos.

2. As fontes de pesquisa devem ser con áveis. É necessário checar a


consistência lógica, validade e pertinência das informações antes de
adotá-las.

3. Na pesquisa bibliográ ca, recomenda-se o chamento dos artigos,


teses, livros, estruturando e elencando os objetivos, a metodologia e os
resultados do estudo analisado.

TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS

Há diversas técnicas de coletas de dados. Cada pesquisa utilizará uma técnica que
esteja mais adequada aos seus objetivos. Nas pesquisas quantitativas, as fontes
dos dados podem vir da observação, levantamentos ou survey. Comecemos pela

observação, que pode ser classi cada em seis tipos:

a. Estruturada: em que é especi cado o que deve ser observado e como deve ser
sua coleta.

b. Não estruturada: o problema ainda não foi formulado, apenas se orienta a


observação.

c. Natural: no ambiente em que a situação ocorre.

d. Planejada: em um ambiente arti cial.

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 5/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

e. Disfarçada: entrevistados não sabem que estão sob observação.

f. Não disfarçada: entrevistados sabem que estão sob observação.

A observação é muito importante na pesquisa cientí ca e, em relação a outros

0
métodos, ela traz a vantagem de que os dados são apreendidos diretamente, sem

Ver anotações
intermediação. Contudo, uma possível desvantagem é que o próprio pesquisador
pode provocar alterações nos fenômenos observados, podendo dar uma
interpretação deslocada do objeto, produzindo resultados pouco con áveis. Por
essa razão, o pesquisador observador deve estar atento para não contaminar sua
observação com suas crenças, pensamentos e opiniões.

Os levantamentos, por sua vez, examinam amostras de uma população ou grupo


por meio de documentos, questionários, entrevistas e formulários. A entrevista é a
técnica em que o pesquisador formula perguntas ao sujeito observado. As
questões devem ser elaboradas pensando nas mais relevantes ao estudo, além de
estarem baseadas em uma bibliogra a atualizada do assunto. Todos os dados
coletados devem ser veri cados em termos da sua credibilidade.

Como vantagem, a entrevista: é e ciente na obtenção de dados com profundidade,


os dados são suscetíveis à classi cação e quanti cação, permite a avaliação de
informações não previstas anteriormente, etc. As desvantagens seriam:
fornecimento de respostas inverídicas, in uência exercida pelo entrevistador no
entrevistado, etc. A entrevista ainda pode ser classi cada como sendo: estruturada
(roteiro previamente estabelecido), não estruturada (sem direcionamento do
processo pelo pesquisador) e semiestruturada (roteiro básico exível).

O questionário é uma série de perguntas que devem ser respondidas pelo público
pertinente à pesquisa. Ele deve ser objetivo e com uma extensão limitada, estando
acompanhado de instruções que esclareçam o propósito e facilite o
preenchimento pelo público-alvo. As vantagens dos questionários são: menor
curso, anonimato das respostas, menor in uência dos entrevistadores, etc. As
desvantagens podem ser: baixo índice de retorno, limitado a quem saiba ler e
escrever, etc. É preciso que o número de questões não seja extenso. Os tipos de

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 6/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

questões podem ser classi cados em abertas (em que o informante pode
responder livremente), fechadas (escolha entre duas opções disponíveis de
resposta) e múltipla escolha (dispõe uma série de respostas possíveis).

0
Os formulários, por sua vez, são coleção de questões anotadas pelo entrevistador
na presença do público-alvo que pode ser con gurado como um meio termo entre

Ver anotações
entrevista e questionário. Suas vantagens são: a presença do pesquisador. que

pode elucidar os objetivos da pesquisa, e ser amplamente utilizado e exível.


Como desvantagens possíveis do formulário temos: menor liberdade de respostas
dada a presença do pesquisador, tempo de resposta mais demorado e risco de
distorções pela presença do pesquisador entrevistador.

Na elaboração do projeto e no planejamento de pesquisa, caberá ao pesquisador


indicar qual método de coleta de dados mais se adequa a sua pesquisa e aos seus
objetivos. Também é possível que o pesquisador insira outros métodos quando os
dados obtidos não parecerem atender su cientemente à demanda da pesquisa.

REFLITA

Em sua opinião, como o pesquisador pode fazer para diminuir as chances


de interferência da sua própria subjetividade no objeto observado?

METODOLOGIAS E PROCEDIMENTOS

As metodologias e os procedimentos em pesquisa devem responder as perguntas


“como” e “onde”, porque são elas que ditam o trajeto a ser seguido para o alcance
dos objetos de pesquisa. Assim, o primeiro passo para coleta de dados é
determinar qual o método de análise adequado à pesquisa. Além disso, deve-se
determinar qual a natureza da pesquisa: qualitativa ou quantitativa.

Deve estar claro o tipo de pesquisa que será trabalhada: bibliográ ca, documental
ou de campo. A pesquisa bibliográ ca é obtida a partir de material já existente
presente em teses, livros e artigos. A pesquisa documental é similar, a diferença é a

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 7/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

natureza das fontes, pois as informações dos documentos não necessariamente

foram anteriormente tratadas e analisadas. Já a pesquisa de campo consiste na


produção dos dados no ambiente observado.

0
Também é preciso indicar as modalidades da pesquisa, isto é, o papel do
pesquisador e dos participantes na pesquisa.

Ver anotações
a. Pesquisa participante: trata-se do envolvimento do pesquisador com o objeto
observado, o pesquisador interage com os participantes em todas as situações
acompanhando-os bem de perto.

b. Pesquisa ação: o pesquisador não só acompanha o ambiente, como também


intervém para modi cá-lo. Existe um objetivo de alterar a situação dos
participantes.

c. Estudo de caso: o pesquisador traça um estudo profundo sobre um objeto


particular que pode ser representativo dos demais.

d. História oral: os participantes são protagonistas nos registros dos fatos; é um


método que se utiliza de entrevistas e retratos autobiográ cos.

Vale lembrar que tais métodos não são excludentes entre si, eles podem ser
utilizados em conjunto na pesquisa. Os pesquisadores devem ter ciência do tipo de
universo e amostragem da pesquisa, bem como das técnicas que podem ser
utilizadas, como observação, questionários, formulários, entrevistas. 

O universo trata do conjunto da população a ser estudada e a amostragem é a


base lógica do estudo que serve de referencial do todo. A amostragem para ser
representativa precisa oferecer a melhor descrição da população. Ela é exclusiva
da pesquisa quantitativa, na qual temos: amostragem probabilísticas e não

probabilísticas. A primeira busca uma maior imparcialidade, pode ser aleatória,


sistemática, estrati cada ou de conglomerados. É o único método que permite a
representação do todo. A segunda consiste em uma escolha dos elementos que
irão compor a amostra, embora exija uma análise imparcial, podendo ser dos
tipos: conveniência, intencional ou cotas.

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 8/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

A coleta de dados também pode ser classi cada em termos de contínuas,


periódicas ou ocasionais. A primeira ocorre quando as informações dos eventos
que acontecem são coletadas à medida que eles ocorrem. A segunda acontece em
ciclos, como os levantamentos (censos). Por m, a terceira ocorre sem

0
preocupação de continuidade ou periodicidade. Nas pesquisas em que são

Ver anotações
realizadas coletas de dados contínuas ou periódicas, o objetivo é a enumeração
total. A estatística participa desse processo dando organização e delineamento aos
dados a m de permitir inferências a partir das informações coletadas.

ANÁLISE DE DADOS

Depois de feita a coleta, os dados estão desorganizados e pouco claros, então, a


primeira coisa a fazer é tratá-los. A apresentação dos dados pode se dar por meio
de tabelas, quadros e grá cos que permitam ao pesquisador fazer inferências e
chegar a conclusões. Para a elaboração desses, há inúmeros recursos digitais que
auxiliam a apresentação dos dados, como o Excel.

As tabelas são formas não discursivas, representadas por números e códigos,


dispostos em ordem, segundo as variáveis analisadas do fenômeno. As tabelas,
preferencialmente, devem ser completas para que dispense a consulta ao texto,
contenha os dados necessários, tenha uma estrutura simples, objetiva e certa
consistência lógica.

Os quadros podem ser entendidos como arranjos de palavras dispostas em


colunas e linhas, com ou sem números. Eles possuem um teor esquemático e
descritivo, não estatístico como as tabelas, mas suas formas de apresentação são
bastante semelhantes.

Por sua vez, os grá cos representam a forma dinâmica dos dados, sendo mais
e cientes na visualização de tendências. Não se deve utilizar tabela e grá co para
uma mesma informação.

O grá co pode ser particularmente útil para traduzir dados de difícil compreensão
em uma linguagem simples.

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividade… 9/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

As escalas dividem-se em duas: nominais e de ordem. As nominais consistem na


atribuição de nomes a eventos ou objetos: gênero, local de nascimento. As ordinais
são atribuição de ordem, hierarquia a dados qualitativos como: classe social (A, B,
C), estado geral do paciente (ruim, regular, bom).

0
Na análise de dados, também é importante o procedimento de operacionalização

Ver anotações
dos dados, que consiste em transformar os dados em variáveis para que depois
sejam expressos em tabelas, grá cos e quadros.

Uma variável é simplesmente alguma coisa que muda, ou seja, as variáveis devem
assumir valores diferentes ou categorias diferentes. Exemplo, as variáveis de valor
podem ser as idades: 17, 18, 20, 32, 45. As variáveis de categoria podem ser os
gêneros: feminino, masculino, não binário etc.

As variáveis são muito importantes porque, através delas, observamos as variações


dos fenômenos analisados na pesquisa. Elas podem ser de dois tipos: qualitativas
e quantitativas. As variáveis qualitativas são os dados de atributos ou qualidades,
por exemplo, sobre o assunto que você mais lê: Literatura. Já as variáveis
quantitativas são números em certa escala, por exemplo, quantos livros você lê ao
ano: 12.

As variáveis também se dividem por tipos:

a. Independentes: são explicativas das variáveis dependentes, consistem em


fatores determinantes, causas, de certo resultado. Exemplo: testagem da
temperatura como fator modi cador da taxa de crescimento de determinado
organismo. A variável independente é a temperatura, enquanto a dependente
é a taxa de crescimento.

b. Dependentes: são afetadas pelas variáveis independentes, constituem o


resultado ou a resposta de algo que foi estimulado.

c. Moderadoras: também pode ser condição, causa, estímulo, contudo, são


menos importantes que as independentes. Por exemplo, o desempenho do

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividad… 10/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

aluno pode variar dependendo do número de horas de estudo (variável


independente) e da iluminação do ambiente (variável moderada).

d. Intervenientes: são as variáveis que estão entre as independentes e

0
dependentes. Elas afetam o fenômeno observado, mas não podem ser
mensuradas devido ao seu caráter puramente hipotético. Exemplo: menor nº

Ver anotações
de dias trabalhados -> satisfação no trabalho -> produtividade.

e. De controle: as variáveis de controle são neutralizadas ou anuladas de


propósito para não interferirem na análise da relação entre variável
independente e dependente. Por exemplo, sexo e idade. A hipótese colocada:
as variáveis “sexo” e “idade” in uenciam a relação entre asma e alergia. Assim,
o pesquisador saberá que variações próximas dessas hipóteses não são
signi cativas, porque a hipótese não é verdadeira.

As variáveis também expressam relações: lineares, curvilíneas ou exponenciais.


Isso signi ca analisar se, por exemplo, caso X mude, há mudanças em Y? Caso
aumente Y, X também aumenta? Se Y diminui, X aumenta? etc.

EXEMPLIFICANDO

Na realização de pesquisas com questionários, cada questão se torna uma


variável. Cada variável deve ser codi cada em uma coluna de uma planilha
e cada questionário ocupa uma linha da planilha.

Você deve ter notado que os procedimentos metodológicos podem variar de


acordo com o escopo, o objetivo e a natureza da pesquisa. Por essa razão, o
planejamento deve ser feito levando em conta as características do objeto de
estudo, dos objetivos da pesquisa e do problema que se propõe resolver.

FAÇA A VALER A PENA


Questão 1

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividad… 11/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

A circulação de notícias falsas tem levado a um crescente ceticismo quanto à


veracidade e con abilidade das informações disponíveis na internet. Todavia,
atualmente, a internet é um lugar imprescindível para a divulgação da pesquisa

cientí ca. Dessa maneira, sabendo ltrar, é possível chegar a informações certas e

0
seguras.

Ver anotações
Quando se pesquisa na internet, qual é o procedimento que deve ser realizado
acerca das informações?

a.  É necessário checar a inteligibilidade, a validade e relevância das informações, antes de adotá-las.

b.  É necessário checar a gramática, invalidade e utilidade das informações, antes de adotá-las.

c.  É necessário checar a consistência, invalidade e relevância das informações, antes de adotá-las.

d.  É necessário checar a consistência lógica, validade e pertinência das informações, antes de adotá-las.

e.  É necessário checar a inteligibilidade, validade e utilidade das informações, antes de adotá-las. 

Questão 2

A entrevista é uma técnica de coleta de dados em que o pesquisador tem um


contato direto com a pessoa ou grupo observado a m de coletar suas impressões
acerca de um assunto. Esse método não dispensa um planejamento adequado de
seus objetivos, desenvolvimento e aplicação. Caso contrário, a entrevista pode não
gerar dados con áveis.

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente:

As _________ da entrevista devem ser elaboradas pensando nas mais ________ ao


estudo e devem estar baseadas em uma _____________ do assunto. Todos os dados
coletados devem ser _________ em termos da sua ___________.

a.  teorias, irrelevantes, bibliogra a atualizada, clonados, plausabilidade.

b.  hipóteses, relevantes, bibliogra a desatualizada, veri cados, credibilidade.

c.  questões, irrelevantes, bibliogra a atualizada, apagados, razoabilidade. 

d.  teorias, relevantes, bibliogra a desatualizada, direcionados, con abilidade.

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividad… 12/13
12/08/2021 lddkls211_pen_cie

e.  questões, relevantes, bibliogra a atualizada, veri cados, credibilidade.  

Questão 3

Na pesquisa quantitativa, após a coleta dos dados brutos, é necessário organizá-

0
los em termos de variáveis ou constantes e em termos de apresentação que

Ver anotações
podem ser por grá cos, quadros e tabelas. Esse procedimento garante que as
informações estejam claras e organizadas para a visualização das causas, efeitos e
tendências do fenômeno observado.

Em relação às variáveis dependentes e independentes, assinale a alternativa


correta:

a.  A primeira é explicada pela segunda, a segunda é determinante da primeira.

b.  A primeira é determinante pela segunda, a segunda é explicada pela primeira.

c.  A primeira é causada pela segunda, a segunda é determinante da primeira.

d.  A primeira é explicada pela segunda, a segunda é causada pela primeira.

e.  A primeira é causada pela segunda, a segunda é explicada pela primeira.  

REFERÊNCIAS

DA SILVA, D.; LOPES, E. L.; JUNIOR, S. S. B. Pesquisa quantitativa: elementos,


paradigmas e de nições. Revista de Gestão e Secretariado, v. 5, n. 1, p. 01-18,
2014.

BARLETA, M. et al. Fontes de pesquisa e bases de dados especializadas, PUC,


2018.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de Metodologia Cientí ca. São


Paulo: Atlas, 1991.

SEVERINO, A. Metodologia do Trabalho Cientí co. Cortez, 2002.

https://colaboraread.com.br/integracaoAlgetec/index?usuarioEmail=vivianekleinn%40gmail.com&usuarioNome=VIVIANE+KLEIN&disciplinaDescricao=PENSAMENTO+CIENTÍFICO&atividadeId=3015150&atividad… 13/13

Você também pode gostar