Você está na página 1de 2

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO PRESIDENTE KENNEDY

Rua Dr. Décio Martins Costa, 312 - Cachoeirinha / RS – Fone: 3470 1301
DISCIPLINA: Sociologia PROFESSOR(A): Daniela Machado TURMAS: 201/202/203/204/205
BLOCO: 3 Data Abrangente: 22 /03 a 26 /03 /2021
NOME DO(A) ALUNO(A):.................................................................................. Nº: .................. TURMA:.................
AULA ASSÍNCRONA
Bem vindos(as) lindinhos e lindinhas às aulas de Sociologia do 2º ano

A Sociologia contribui para o estudo e compreensão das relações sociais no


meio em que vivemos. O objetivo da Sociologia é conhecer e problematizar as
relações sociais que se estabelecem nos grupos sociais e as maneiras pelas quais os indivíduos interagem
entre si. Como disciplina curricular, o objetivo geral da Sociologia é levar o aluno a pensar a realidade
social da qual faz parte, desenvolvendo uma consciência crítica de que toda sociedade é uma construção
histórica e permeada por relações de poder e não uma fatalidade regida por “leis naturais”, podendo ser
construída e reconstruída segundo as necessidades dos grupos e sujeitos. O estudante de Sociologia no
ensino básico deve além de interpretar o mundo, sentir-se capaz de transformá-lo ou de, no mínimo,
percebê-lo como passível de transformação.
A formação cultural e científica diversificada, a qualificação para o mundo do trabalho e a
formação crítica para a cidadania devem ser os eixos centrais do nosso trabalho, bem como, a rejeição de
posicionamentos e práticas discriminatórias, individualistas e de segregação.
Definido como nosso trabalho que deve ser contruído ao longo deste ano letivo, que já se
apresenta desafiador, quero fazer alguns combinados para nossas aulas:
 Criem uma pasta virtual para guardar todos os trabalhos enviados, bem como mantenham um
caderno com anotações claras e data das aulas, pois essa organização vai ajudá-los a ter um bom
rendimento esse ano;
 Pensem que acumular atividades e leituras só dificultará no final e trará prejuízo no entendimento
do conteúdo;
 A participação nas aulas, é fundamental, pois é com a troca de vivências que amadurecemos e
construímos conhecimento (além de deixar a profe muitooo feliz!);
 Por fim, mas não menos importante, nossa sala de aula é um espaço de respeito e EMPATIA,
vamos praticar bastante!

Beijocas,
Sora Dani, A Bonita!

O QUE É CULTURA?
Quando se fala de cultura, temos a tendência de relacionar esse conceito com alguma forma de erudição.
Como se conhecimento acadêmico ou artístico fosse sinônimo de cultura. O problema desse pensamento é que
além de elitista, ele tende a reduzir o conceito a uma definição simplista. É uma linha de pensamento que está na
base, por exemplo, do preconceito à cultura popular. Como se essa fosse naturalmente inferior às outras
manifestações do gênero.
A cultura é um conceito muito amplo, e não se resume à erudição e ao estudo. Todos os aspectos da
nossa existência vão ser perpassados por esse elemento. E não podemos menosprezar ou diminuir nenhuma
visão de mundo, seja as que existem na nossa proximidade imediata ou em sociedades longínquas. Pois mais do
que um conceito, a cultura é um elemento que faz parte da vida em sociedade. Seja essa como for. Pode não ser
fácil resumir a cultura em uma única frase. Mas compreender a importância de respeitar sua variedade de
manifestações, não é uma tarefa difícil, pois a diversidade inegavelmente faz parte da cultura.

Para exemplificar essa diversidade, temos a carta do Cacique Seattle, de uma tribo indígena
americana, quando certa vez, o governo de estado da Virginia, nos EUA, sugeriu a uma tribo de Índios que
enviasse alguns dos seus jovens para estudar nas escolas dos brancos. Na carta resposta, o cacique
indígena recusa. Eis um trecho da carta:
“(...) Nós estamos convencidos, portanto, de que os senhores desejam o nosso bem e agradecemos de todo
o coração. Mas aqueles que são sábios reconhecem que diferentes nações têm concepções diferentes das
coisas e, sendo assim, os senhores não ficarão ofendidos ao saber que a vossa ideia de educação não é a
mesma que a nossa. (...) Muitos dos nossos bravos guerreiros foram formados nas escolas do Norte e
aprenderam toda a vossa ciência. Mas, quando eles voltaram para nós, eram maus corredores, ignorantes
da vida da floresta e incapazes de suportar o frio e a fome. Não sabiam caçar o veado, matar o inimigo ou
construir uma cabana e falavam nossa língua muito mal. Eles eram, portanto, inúteis. (...) Ficamos
extremamente agradecidos pela vossa oferta e, embora não possamos aceitá-la, para mostrar a nossa
gratidão concordamos que os nobres senhores de Virgínia nos enviem alguns de seus jovens, que lhes
ensinaremos tudo que sabemos e faremos deles homens.”

Atividade: Pesquise características da cultura de povos que ajudaram a formar nosso país e
nosso estado, e que nos influenciam ainda hoje. Ex. Indígenas – farinha de mandioca.
Portugueses – Africanos -
Italianos – Indígenas -
Alemães –