Você está na página 1de 2

TEP I - Amanda Prais, Larissa Silva – Psicologia 3°B

PSICOMETRIA

TESTE: ESAVI - Escala de Avaliação da Impulsividade Formas A e B – EsAvI-A e EsAvI-B.

CONSTRUTO QUE AVALIA

A Escala de Avaliação da Impulsividade – EsAvI tem por objetivo avaliar a impulsividade,


definida como a  propensão a reações rápidas e não planejadas a partir de estímulos externos
ou internos, sem que sejam levadas em consideração as consequências negativas que podem
decorrer das ações para a própria pessoa ou para outras.

DESCRIÇÃO

A Escala de Avaliação da Impulsividade – EsAvI é um instrumento construído no Brasil para


avaliar exclusivamente o construto impulsividade, presente em uma série de transtornos, tais
como déficit de atenção e hiperatividade, nos transtornos por abuso de substâncias e ainda
nos comportamentos violentos e antissociais, podendo, assim, ser utilizado em vários
contextos, como: segurança, trânsito, organizacional, judiciário e clínica. Principais áreas de
aplicação:  organizacional, clínica, no contexto do trânsito e no judiciário.

PARAMETROS PSICOMÉTRICOS

VALIDADE

Nos estudos realizados com ESAVI, foi possível encontrar evidencias de validade com base na
estrutura interna do teste, sendo que a análise fatorial evidenciou uma escala composta por
31 itens que se referem a quatro fatores relacionados a impulsividade. No primeiro estudo
com a escala os quatro fatores explicaram 47,18% da variância acumulada. Ao realizar outro
estudo em uma amostra diferente no qual os 31 itens da escala foram redistribuídos na folha
de resposta, observou-se que a estrutura original anteriormente verificada, foi mantida, ou
seja, a presença de quatro fatores compostos pelos mesmos itens. Dessa forma as análises por
meio da estrutura interna por meio da análise fatorial permitiram que a EsavI fosse
apresentada em duas versões de aplicação, denominadas EsAvI-A e EsAvI-B, em que os
mesmos itens foram distribuídos de forma diferente, dificultando o treinamento para
respostas da escala. Os fatores avaliados pela escala foram denominados, falta de
Concentração e de Persistência, Controle Cognitivo, Planejamento Futuro e Audácia e
Temeridade.
TEP I - Amanda Prais, Larissa Silva – Psicologia 3°B

FIDEDIGNIDADE

Uma escala ou teste é fidedigno se repetidas mensurações são obtidas em condições


constantes e dão o mesmo resultado, supondo nenhuma mudança nas características básicas,
isto é, na atitude sendo medida. Assim, podemos estimar fidedignidade do teste EsAvI
repetindo a aplicação do teste sobre a mesma pessoa usando os mesmos métodos após 15
dias da realização do primeiro.

SATEPSI

Ano de  Recepção Data Resultado


Teste Autores Editora
Publicação em Plenária final
Escala de Ana Cristina
Avaliação da Ávila-Batista;
EsAvI-A e Impulsividade -
2013 VETOR  01/11/2011 28/07/2012 Favorável
EsAvI-B Formas A e B Fabián Javier
(EsAvI-A e Marín Rueda;
EsAvI-B)

Você também pode gostar