Você está na página 1de 37

Questão 1/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação

A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “POLÍTICA DA


HABITAÇÃO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988”, marque V para Verdadeiro ou F
para Falso:
(___) a política da Habitação, mesmo com forte pressão dos movimentos sociais, não
se configurou como direito social na Constituição de 1988 como um dos direitos que
deve ser assegurado ao cidadão;
(___) a política da Habitação após o a Constituição Federal de 1988 se configura
como direito social contido no artigo 6º da Constituição como um dos direitos que deve
ser assegurado ao cidadão;
(___) o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar, Fernando Collor
de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da política de bem-estar
social, que impactou nas ações referentes a política habitacional;
(___) entre 1990 a 1992 foi instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação
(PAIH), cuja pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. A política da Habitação após o a Constituição Federal
de 1988 se configura como direito social contido no artigo 6º da Constituição como
um dos direitos que deve ser assegurado ao cidadão. Logo após o governo da “Nova
República” temos o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar,
Fernando Collor de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da
política neoliberal o que impactou nas ações referentes a política habitacional. Neste
período é instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação ( PAIH), cuja
pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado,
embora o objetivo do Plano fosse aceitável, não se revelou consistente e os recursos
não foram aplicados de forma eficaz, visto que os prazos não foram cumpridos
gerando a escassez do recurso e impactando na redução de unidades habitacionais
entregues.(NOAL; JANCZURA, 2011).

D V, F, V, F;

E F, F, V, V.

Questão 2/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E ABORDAGEM TERRITORIAL”, lei as assertivas abaixo e assinale V
para Verdadeiro e F para Falso:
(___) as políticas públicas com abordagem territorial estão em discussão no cenário
mundial desde a revolução industrial, marcada por profundas transformações
societárias;
(___) as transformações societárias nunca estiveram relacionadas ao processo de
reestruturação capitalista, no qual o território passou a ser foco de disputa entre o
Estado e as demais camadas de interesses econômicos e políticos da sociedade;
(___) um território é produzido ao mesmo tempo, por relações políticas, culturais e
econômicas, nas quais as relações de poder inerentes as relações sociais estão
presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de controle do espaço
geográfico;
(___) o território é apropriado e construído enquanto processo individual, fruto do
processo de territorialização, do enraizamento; é resultado de apropriação e domínio
de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo de poder, de relações
interpessoais.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra D. As políticas públicas com abordagem territorial estão
em discussão no cenário mundial desde a revolução industrial, marcada por
profundas transformações societárias, relacionadas principalmente pelo processo de
reestruturação do capitalista, neste quadro o território passou a ser foco de disputa
entre o Estado e as demais camadas de interesses econômicos e -políticos da
sociedade que para Saquet “Um território é produzido ao mesmo tempo, por
relações políticas, culturais e econômicas, nas quais as relações de poder inerentes
as relações sociais estão presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de
controle do espaço geográfico. O território é apropriado e construído socialmente,
fruto do processo de territorialização, do enraizamento; é resultado do processo de
apropriação e domínio de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo
de poder, de relações socioespaciais”. (2004,p.128-129).
 
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, F.

Questão 3/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E A QUESTÃO URBANA”, assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) ao falamos de políticas públicas e questão urbana, nos referindo as relações do
Estado com a sociedade civil;
(___) as relações do Estado com a sociedade civil estão intimamente atreladas aos
interesses da sociedade como um todo e não se foca em interesses particulares;
(___) no Brasil, desde os anos 90, com a ofensiva neoliberal o Estado tem transferido
suas responsabilidades à esfera privada, por meio das chamadas parceiras público
privado;
(___) as parcerias público privado, com fulcro no terceiro setor, as políticas públicas
sociais ganham forças por ganharem mais agilidade e impactam diretamente na vida
de milhões de trabalhadores;
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. Quando falamos de políticas públicas e questão
urbana, estamos nos referindo as relações do Estado com a sociedade civil, relação
essa intimamente atrelada ao capital e ao modo de produção nos centros urbanos.
Desde os anos 90 com a ofensiva neoliberal no Brasil que transferem tal
responsabilidade à esfera privada, por meio das chamadas parceiras público
privado com fulcro no terceiro setor, as políticas públicas vêm sofrendo desmanches
e perdas substanciais e que impactam na vida de milhões de trabalhadores.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, V

Questão 4/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “DIREITO À CIDADE”,
leia as assertivas abaixo quanto ao tema Direito à Cidade:
(___) ao falarmos de direito à cidade reportamo-nos ao direito individual, e podemos
pensar que a organização das cidades sempre emergiu onde existiu produção e
possibilidade de trabalho para os indivíduos;
(___) nas cidades como espaço de cidadania, é facultado o dever de proporcionar aos
seus diversos sujeitos sociais a inclusão, a participação social, econômica e política,
numa relação dialética;
(___) na maioria das cidades da América Latina o padrão de urbanização dos
territórios reflete uma enorme desigualdade social, onde mais de 50% da população
urbana vivem em uma cidade ilegal, sem direito a infraestrutura, na irregularidade o
que corresponde a uma exclusão territorial;
(___) o direito à cidade está enquanto ao direito de um coletivo, a organização das
cidades sempre emergiu onde existiu a produção excedente, da concentração das
relações sociais a urbanização sempre foi um fenômeno de classe.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Ao falarmos de direito à cidade estamos nos
reportando ao direito de um coletivo, se pensarmos que a organização das cidades
sempre emergiu onde existiu a produção excedente, da concentração das relações
sociais a urbanização sempre foi um fenômeno de classe. A cidade entendida como
espaço de cidadania deve proporcionar aos seus diversos sujeitos sociais a inclusão,
a participação social, econômica e política, numa relação dialética, no entanto na
maioria das cidades latino – americanas o padrão de urbanização dos territórios
reflete uma enorme desigualdade social, onde mais de 50% da população urbana
vivem em uma cidade ilegal, sem direito a infraestrutura, na irregularidade o que
corresponde a uma exclusão territorial.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F.

E F, F, F, V.

Questão 5/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Durante os períodos históricos foram destacados alguns movimentos
populares urbanos como fomentadores da luta pela moradia, em relação aos
conteúdos estudados na Aula 5, tema “MOVIMENTOS SOCIAIS E A POLÍTICA DA
HABITAÇÃO”, leia as assertivas abaixo quanto aos movimentos que fizeram
parte da luta por moradia no Brasil:
Nota: 10.0

A clube de trabalhadores rurais na cidade na década de 1910, as Sociedades Amigos


de Bairro no período de 1945 a 1964, o Movimentos dos Trabalhadores Sem
Terra até a década de 1970, a União Nacional por Moradia Popular 1989 e a
Central de Movimentos Populares a partir da década de 90;

B organização de operários excluídos do mercado de trabalho entre 1930 e 1946, as


Sociedades Beneficentes de Assistência Social no período de 1945 a 1964, os
Novos Movimentos Populares Urbanos a partir do final dos anos 70, a União
Municipal por Moradia Popular 1989, a Central de Movimentos Populares a partir
da década de 90;
C sindicato de trabalhadores do comércio na década de 1930, as Sociedades Amigos
de Bairro no período de 1945 a 1964, as Sociedades Beneficentes de Assistência
Social no final dos anos 70, a União Nacional por Moradia Popular 1989, a
Central de Movimentos Populares a partir da década de 90;

D ligas de Inquilinos do começo do século passado, as Sociedades Amigos de


Bairro no período de 1945 a 1964, os Novos Movimentos Populares Urbanos a
partir do final dos anos 70, a União Nacional por Moradia Popular 1989, a Central
de Movimentos Populares a partir da década de 90;
Você acertou!
Alternativa correta Letra D. Podemos destacar durante os períodos históricos
alguns movimentos populares urbanos como fomentadores da luta pela moradia:
Ligas de Inquilinos do começo do século passado, as Sociedades Amigos de Bairro
no período de 1945 a 1964, os Novos Movimentos Populares Urbanos a partir do
final dos anos 70, a União Nacional por Moradia Popular 1989, a Central de
Movimentos Populares a partir da década de 90.

E Novo movimento popular em prol da moradia 1930, Liga dos inquilinos em 1945
e a Central de Movimentos Populares a partir da década de 90.

Questão 6/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - 
Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “POLÍTICA DA HABITAÇÃO
GOVERNO TEMER”, leia as assertivas abaixo:

I. após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em 2016, Michel Temer assume
o cargo de presidente do Brasil, com uma postura progressistas frente as políticas
públicas, principalmente na questão habitacional;

II. no governo Temer, a política de habitação, principalmente no Programa Minha Casa


Minha Vida, sofre alterações nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1,
sendo as que mais representam o déficit habitacional no Brasil;
III. a gestão do governo Michel Temer ampliou o Programa Habitacional, mantendo as
famílias com menor poder aquisitivo e também para as famílias do grupo da faixa com
maior poder aquisitivo com ganho mensal de até R$ 9.000 mil reais por mês;
IV. o Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são
as famílias do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupos
dois e três o que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a
9.000 mil reais
 
Está correta em:
Nota: 10.0

A I e II;

B II e III;
C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em
2016, assume a presidência da república Michel Temer, o qual assume uma postura
conservadora frente as políticas públicas, sendo que na política de habitação
principalmente no que tange ao Programa Minha Casa Minha Vida sofre com a alteração
nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1 a qual corresponde a renda bruta
mensal de até R$ 1.800, as que mais representam o defict habitacional no Brasil. O
Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são as famílias
do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupo dois e três o
que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a 9.000 mil reais.

D III e IV

E I e IV

Questão 7/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “POLÍTICA DA
HABITAÇÃO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988”, marque V para Verdadeiro ou F
para Falso:
(___) a política da Habitação, mesmo com forte pressão dos movimentos sociais, não
se configurou como direito social na Constituição de 1988 como um dos direitos que
deve ser assegurado ao cidadão;
(___) a política da Habitação após o a Constituição Federal de 1988 se configura
como direito social contido no artigo 6º da Constituição como um dos direitos que deve
ser assegurado ao cidadão;
(___) o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar, Fernando Collor
de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da política de bem-estar
social, que impactou nas ações referentes a política habitacional;
(___) entre 1990 a 1992 foi instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação
(PAIH), cuja pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. A política da Habitação após o a Constituição Federal
de 1988 se configura como direito social contido no artigo 6º da Constituição como
um dos direitos que deve ser assegurado ao cidadão. Logo após o governo da “Nova
República” temos o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar,
Fernando Collor de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da
política neoliberal o que impactou nas ações referentes a política habitacional. Neste
período é instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação ( PAIH), cuja
pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado,
embora o objetivo do Plano fosse aceitável, não se revelou consistente e os recursos
não foram aplicados de forma eficaz, visto que os prazos não foram cumpridos
gerando a escassez do recurso e impactando na redução de unidades habitacionais
entregues.(NOAL; JANCZURA, 2011).

D V, F, V, F;

E F, F, V, V.

Questão 8/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “PROJETO DE
TRABALHO TÉCNICO SOCIAL”, leia as assertivas abaixo:

I. a portaria 465 de 2011 do Ministério das Cidades há orientação sobre a elaboração


do Trabalho Técnico Social junto as comunidades onde serão realizados os
empreendimentos, entendendo que temos os locais de intervenção (onde as famílias
estão residindo) e os locais de realocação (para onde as famílias serão realocadas) e
as áreas de regularização fundiária;

II. aos bancos privados houve a incumbência de operacionalizar o financiamento dos


empreendimentos habitacionais, com a elaboração de Caderno de Orientação Técnica
(COT) direcionando as equipes técnicas na elaboração do Projeto, sem que fosse
respeitadas as particularidades e as características de cada município;
III. a Caixa Econômica Federal o agente operador dos empreendimentos habitacionais
foi elaborado uma Caderno de Orientação Técnica (COT) para auxiliar as equipes
técnicas na elaboração do Projeto, respeitando as particularidades e as características
de cada município;

IV. com a obrigatoriedade de utilização do Caderno de Orientação Técnica (COT)


organiza as informações concentrando algumas etapas para a sua elaboração, sem
que houvesse a possibilidade de adaptações de acordo com particularidades e as
características de cada município.
Está correto em:
Nota: 0.0

A I e II;

B I e III;
Alternativa correta Letra B.Com a portaria 465 de 2011 do Ministério das Cidades há
orientação sobre a elaboração do Trabalho Técnico Social junto as comunidades onde
serão realizados os empreendimentos, entendendo que temos os locais de intervenção
(onde as famílias estão residindo) e os locais de realocação (para onde as famílias serão
realocadas) e as áreas de regularização fundiária. Sendo a Caixa Econômica Federal o
agente operador dos empreendimentos habitacionais foi elaborado uma Caderno de
Orientação Técnica (COT) para auxiliar as equipes técnicas na elaboração do Projeto,
respeitando as particularidades e as características de cada município.

C II e IV;

D III e IV;

E I e IV

Questão 9/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “PERÍODOS
HISTÓRICOS E A POLIÍTICA HABITACIONAL NO BRASIL”, lei as assertivas
abaixo e assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) no Governo Vargas, houve a criação dos parques proletários em Brasília, com
forte característica administrativa e a criação das Carteiras Prediais vinculadas aos
bancos públicos, garantindo acesso aos servidores públicos do governo federal;
(___) com a Lei do Inquilinato, aprovada no segundo governo de Vargas, criou regras
mais rígidas nos contratos de aluguéis, medida essa que aumentou a construção de
moradias irregulares, pois uma parcela da população não conseguia pagar os
aluguéis;
(___) Com a Lei do Inquilinato, em 1942, houve o congelamento dos aluguéis, medida
adotada para estimular a construção de casas para venda, no entanto as famílias de
trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo poder aquisitivo;
(___) desde a década de 1930 até o período de 1964, existia no Brasil a discussão
sobre uma política habitacional, política essa que estava pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”.
 
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra C. Segundo Silva (1989) até o período de 1964 a
discussão sobre uma política habitacional era pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”. 1937 – Governo Vargas – Criação dos parques proletários no
Rio de Janeiro com forte característica administrativa e a criação das Carteiras
Prediais vinculado ao sistema da previdência (IAPs) Instituto de Aposentadoria e
Pensão e, aos seus associados. 1942 – Governo Vargas – Lei do Inquilinato – congela
os aluguéis, medida adotada para estimular a construção de casas para venda, no
entanto as famílias de trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo
poder aquisitivo.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F

E F, F, F, V.

Questão 10/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “DEFICT HABITACIONAL”,
leia as assertivas abaixo

I. o déficit habitacional no Brasil vem acompanhando o processo de desenvolvimento


econômico sem privilegiar a classe dominante e nem promover a exclusão e a
desigualdade social;

II. o déficit habitacional no Brasil vem acompanhando o processo de desenvolvimento


econômico que privilegia a concentração de renda para as classes dominantes e,
promove a exclusão social;

III. o déficit habitacional no Brasil atinge aproximadamente 6.189 milhões de famílias,e


mesmo com a implantação de alguns programas habitacionais de interesse social
como Minha Casa Minha Vida não foi possível reduzir esse déficit que é crescente;

IV. a dinâmica antagônica entre o capital e as relações da vida em sociedade


impactam no acumulo do déficit habitacional que em 2014 chega a mais de seis
milhões de unidades em todo Brasil.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A  
I e II;

B II e III;

C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C.O déficit habitacional no Brasil vem acompanhando o
processo de desenvolvimento econômico que privilegia a concentração de renda para as
classes dominantes e, promove a exclusão e a expansão da desigualdade social para a
população de baixa renda. Esta dinâmica antagônica entre o capital e as relações da vida
em sociedade impactam no acumulo do déficit habitacional que em 2014 chega a mais de
seis milhões de unidades em todo Brasil e, 80% desse percentual atingem as famílias com
renda entre 1 a 3 salários mínimos.  Tivemos períodos de pequena queda dos percentuais
conforme dados da Fundação José Pinheiro (2013) o déficit habitacional no Brasil atinge
aproximadamente 6.189 milhões de famílias, contra 6,941 milhões em 2010 essa redução
se evidencia em virtude da implantação de alguns programas habitacionais de interesse
social como Minha Casa Minha Vida, implanta

do em 2009.

D III e IV;

E I e IV

Questão 1/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) a cidade teve sua configuração alterada, do urbano com foco no negócio, no
mercado, no resultado na especulação imobiliária e, na mundialização financeira;
(___) a cidade passa a ser palco da especulação imobiliária para atrair investimentos e
ampliar as áreas urbanas estabelecendo parcerias público/privado num conjunto de
ações que priorizam o privado, o capital em detrimento ao desenvolvimento urbano
pautado nas questões mais amplas da população;
(___) a cidade nunca transmitiu uma imagem que tenha promoção de venda e tão
pouco foi capaz de criar condições favoráveis e atrativas para os investimentos;
(___) o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do processo
de acumulação do capital, deste modo, a cidade e o espaço urbano sãos distintos e
não reproduz o interesse do capital.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C V, V, F, F;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Essa temática se faz relevante visto a alteração da
configuração da cidade e do urbano com foco no negócio, no mercado, no resultado
na especulação imobiliária e, na mundialização financeira. Neste cenário a cidade
precisa de uma imagem que tenha promoção de venda, criando condições favoráveis
e atrativas para os investimentos. A cidade passa a ser palco da especulação
imobiliária para atrair investimentos e ampliar as áreas urbanas estabelecendo
parcerias público/privado num conjunto de ações que priorizam o privado o capital
em detrimento ao desenvolvimento urbano pautado nas questões mais amplas da
população. É mister compreender, dentro da ótica das cidades, o olhar sobre
o espaço urbano delimitado. O espaço urbano que representa, em tese, o território
vivido da população ali localizada. Porém, para além desta compreensão, cabe
ressaltar o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do
processo de acumulação do capital. Deste modo, a cidade e o espaço urbano
reproduzem os interesses do capital, quando “financeirizam” o acesso à cidade, aos
seus bens e serviços.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D F, F, V, V;

E V, F, V, F.

Questão 2/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E ABORDAGEM TERRITORIAL”, lei as assertivas abaixo e assinale V
para Verdadeiro e F para Falso:
(___) as políticas públicas com abordagem territorial estão em discussão no cenário
mundial desde a revolução industrial, marcada por profundas transformações
societárias;
(___) as transformações societárias nunca estiveram relacionadas ao processo de
reestruturação capitalista, no qual o território passou a ser foco de disputa entre o
Estado e as demais camadas de interesses econômicos e políticos da sociedade;
(___) um território é produzido ao mesmo tempo, por relações políticas, culturais e
econômicas, nas quais as relações de poder inerentes as relações sociais estão
presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de controle do espaço
geográfico;
(___) o território é apropriado e construído enquanto processo individual, fruto do
processo de territorialização, do enraizamento; é resultado de apropriação e domínio
de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo de poder, de relações
interpessoais.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra D. As políticas públicas com abordagem territorial estão
em discussão no cenário mundial desde a revolução industrial, marcada por
profundas transformações societárias, relacionadas principalmente pelo processo de
reestruturação do capitalista, neste quadro o território passou a ser foco de disputa
entre o Estado e as demais camadas de interesses econômicos e -políticos da
sociedade que para Saquet “Um território é produzido ao mesmo tempo, por
relações políticas, culturais e econômicas, nas quais as relações de poder inerentes
as relações sociais estão presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de
controle do espaço geográfico. O território é apropriado e construído socialmente,
fruto do processo de territorialização, do enraizamento; é resultado do processo de
apropriação e domínio de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo
de poder, de relações socioespaciais”. (2004,p.128-129).
 
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, F.

Questão 3/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E A QUESTÃO URBANA”, assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) ao falamos de políticas públicas e questão urbana, nos referindo as relações do
Estado com a sociedade civil;
(___) as relações do Estado com a sociedade civil estão intimamente atreladas aos
interesses da sociedade como um todo e não se foca em interesses particulares;
(___) no Brasil, desde os anos 90, com a ofensiva neoliberal o Estado tem transferido
suas responsabilidades à esfera privada, por meio das chamadas parceiras público
privado;
(___) as parcerias público privado, com fulcro no terceiro setor, as políticas públicas
sociais ganham forças por ganharem mais agilidade e impactam diretamente na vida
de milhões de trabalhadores;
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. Quando falamos de políticas públicas e questão
urbana, estamos nos referindo as relações do Estado com a sociedade civil, relação
essa intimamente atrelada ao capital e ao modo de produção nos centros urbanos.
Desde os anos 90 com a ofensiva neoliberal no Brasil que transferem tal
responsabilidade à esfera privada, por meio das chamadas parceiras público
privado com fulcro no terceiro setor, as políticas públicas vêm sofrendo desmanches
e perdas substanciais e que impactam na vida de milhões de trabalhadores.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, V
Questão 4/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação
A4 - A política urbana tem por objetivo ordenar o pleno desenvolvimento das
funções sociais da cidade e da propriedade urbana, mediante as seguintes
diretrizes gerais, em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, lei as
assertivas abaixo e assinale a alternativa correta quanto ao , tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E ABORDAGEM TERRITORIAL”:
Nota: 0.0

A o território constitui a expressão de domínio individual para manter o controle e


influências sobre o comportamento dos demais, exercendo relações de poder e, ao
mesmo tempo é um espaço contraditório e desigual, com embates e contestações;

B no Brasil pós CF88, a abordagem territorial teve forte influência nas alterações da
discussão das políticas públicas, visto a centralização da estrutura do poder,
garantindo a reivindicação antiga dos cidadãos, com foco na esfera Federal e com
olhar na perspectiva de uma nova política para o planejamento das políticas
públicas nacionais;

C a abordagem territorial no Brasil teve forte influência nas alterações da discussão


das políticas públicas, visto a descentralização da estrutura do poder, antes com
foco na esfera Federal e agora com um olhar na perspectiva de um novo
paradigma para o planejamento das políticas públicas nacionais, considerando a
cooperação e coordenação entre os diferentes entes federativos;
Alternativa Correta Letra C: No Brasil pós Constituição de 1988, a abordagem
territorial teve forte influência nas alterações da discussão das políticas públicas,
visto a descentralização da estrutura do poder, antes com foco na esfera Federal e
agora com um olhar na perspectiva de um novo paradigma para o planejamento
das políticas públicas nacionais, considerando a cooperação e coordenação entre os
diferentes entes federativos. Mesmo com todas essas alterações na configuração da
estrutura do poder questiona-se a capacidade da abordagem territorial em
contribuir com o enfrentamento da pobreza e das desigualdades sociais. Essa nova
configuração do Estado com relação a participação efetiva dos estados, municípios e
da sociedade civil não é garantia de políticas públicas inclusivas e que garantam
direitos constitucionais
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D no cenário pós CF88, temos uma nova configuração do Estado com relação a
participação, ainda que restrita, dos estados, municípios e da sociedade civil, na
qual conseguem efetivar e garantir que as políticas públicas inclusivas garantam
direitos constitucionais a todos os cidadãos.

E a abordagem territorial no Brasil teve forte influência nas alterações da discussão


das políticas públicas, visto a centralização da estrutura do poder, com foco na
esfera Federal com um olhar na perspectiva do planejamento das políticas
públicas nacionais, considerando a cooperação e coordenação entre os diferentes
entes federativos;

Questão 5/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “CONTEXTO
HISTÓRICO POLÍTICA DA HABITAÇÃO NO BRASIL”, assinale V para Verdadeiro
e F para Falso:
(___) a questão habitacional quando relacionada a dimensão estrutural é um
fenômeno intimamente relacionado ao desenvolvimento capitalista;
(___) as populações rurais migram para os centros urbanos e essa nova configuração
das relações de trabalho e das relações sociais formam a inclusão social;
(___) a exclusão social, está, principalmente no que tange ao acesso aos serviços
urbanos como moradia, água, esgoto, luz entre outros;
(___) habitação está compreendida apenas como abrigo, mas, no entanto, não
consegue garantir acesso aos serviços urbanos.
Está correto a sequência:
Nota: 0.0

A V, F, V, V;
Alternativa Correta Letra A. A questão habitacional quando relacionada a
dimensão estrutural é um fenômeno intimamente relacionado ao desenvolvimento
capitalista, onde as populações rurais migram para os centros urbanos e essa nova
configuração das relações de trabalho e das relações sociais irão fomentar a
exclusão social, principalmente no que tange ao acesso aos serviços urbanos como
moradia, água, esgoto, luz entre outros, desta forma “habitação não pode ser
concebida como mero abrigo, pois ela representa a porta de entrada dos serviços
urbanos.

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D F, V, V, F.

E V, V, V,F.

Questão 6/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “POLÍTICA DA
HABITAÇÃO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988”, marque V para Verdadeiro ou F
para Falso:
(___) a política da Habitação, mesmo com forte pressão dos movimentos sociais, não
se configurou como direito social na Constituição de 1988 como um dos direitos que
deve ser assegurado ao cidadão;
(___) a política da Habitação após o a Constituição Federal de 1988 se configura
como direito social contido no artigo 6º da Constituição como um dos direitos que deve
ser assegurado ao cidadão;
(___) o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar, Fernando Collor
de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da política de bem-estar
social, que impactou nas ações referentes a política habitacional;
(___) entre 1990 a 1992 foi instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação
(PAIH), cuja pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. A política da Habitação após o a Constituição Federal
de 1988 se configura como direito social contido no artigo 6º da Constituição como
um dos direitos que deve ser assegurado ao cidadão. Logo após o governo da “Nova
República” temos o primeiro presidente eleito após o período de ditadura militar,
Fernando Collor de Melo, 1990 a 1992 seu governo sofre uma forte orientação da
política neoliberal o que impactou nas ações referentes a política habitacional. Neste
período é instituído o Plano de Ação Imediata para Habitação ( PAIH), cuja
pretensão era construir em 180 dias mais de 245 mil unidades, através da
contratação de empreiteiras privadas, favorecendo o capital imobiliário privado,
embora o objetivo do Plano fosse aceitável, não se revelou consistente e os recursos
não foram aplicados de forma eficaz, visto que os prazos não foram cumpridos
gerando a escassez do recurso e impactando na redução de unidades habitacionais
entregues.(NOAL; JANCZURA, 2011).

D V, F, V, F;

E F, F, V, V.

Questão 7/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “CONTEXTO
HISTÓRICO POLÍTICA DA HABITAÇÃO NO BRASIL”, assinale V para Verdadeiro
e F para Falso:
(___) a questão habitacional no Brasil se fez em construção, após ao longo do período
do Governo Militar, compreendido entre 1964 e 1985, se expandiu em virtude das
políticas neoliberais da década de 1990;
(___) a questão habitacional no Brasil se fez em construção ao longo do período da
colonização a partir de 1916 e início de 1920 e, se expandiu em virtude do processo
de urbanização e industrialização;
(___) processo de urbanização e industrialização, no Brasil, aconteceu de forma
desordenada e com estreita ligação as transformações conjunturais impostas pelo
sistema capitalista;
(___) o processo de urbanização e industrialização, na sociedade brasileira, está
relacionado de forma organizada, com restrita ligação entre as transformações
culturais e o sistema capitalista;
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D F, V, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. A questão habitacional no Brasil se fez em construção
ao longo do período da colonização a partir de 1916 e início de 1920 e, se expandiu
em virtude do processo de urbanização e industrialização, essa se fez de forma
desordenada e com estreita ligação as transformações conjunturais impostas pelo
sistema capitalista, tais como alteração no modo de vida das pessoas tanto cultural,
econômica e social.

E V, F, F, F.

Questão 8/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “PROJETO DE
TRABALHO TÉCNICO SOCIAL”, leia as assertivas abaixo:

I. a portaria 465 de 2011 do Ministério das Cidades há orientação sobre a elaboração


do Trabalho Técnico Social junto as comunidades onde serão realizados os
empreendimentos, entendendo que temos os locais de intervenção (onde as famílias
estão residindo) e os locais de realocação (para onde as famílias serão realocadas) e
as áreas de regularização fundiária;

II. aos bancos privados houve a incumbência de operacionalizar o financiamento dos


empreendimentos habitacionais, com a elaboração de Caderno de Orientação Técnica
(COT) direcionando as equipes técnicas na elaboração do Projeto, sem que fosse
respeitadas as particularidades e as características de cada município;
III. a Caixa Econômica Federal o agente operador dos empreendimentos habitacionais
foi elaborado uma Caderno de Orientação Técnica (COT) para auxiliar as equipes
técnicas na elaboração do Projeto, respeitando as particularidades e as características
de cada município;

IV. com a obrigatoriedade de utilização do Caderno de Orientação Técnica (COT)


organiza as informações concentrando algumas etapas para a sua elaboração, sem
que houvesse a possibilidade de adaptações de acordo com particularidades e as
características de cada município.
Está correto em:
Nota: 10.0

A I e II;
B I e III;
Você acertou!
Alternativa correta Letra B.Com a portaria 465 de 2011 do Ministério das Cidades há
orientação sobre a elaboração do Trabalho Técnico Social junto as comunidades onde
serão realizados os empreendimentos, entendendo que temos os locais de intervenção
(onde as famílias estão residindo) e os locais de realocação (para onde as famílias serão
realocadas) e as áreas de regularização fundiária. Sendo a Caixa Econômica Federal o
agente operador dos empreendimentos habitacionais foi elaborado uma Caderno de
Orientação Técnica (COT) para auxiliar as equipes técnicas na elaboração do Projeto,
respeitando as particularidades e as características de cada município.

C II e IV;

D III e IV;

E I e IV

Questão 9/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “CONTEXTO
HISTÓRICO POLÍTICA DA HABITAÇÃO NO BRASIL”, assinale V para Verdadeiro
e F para Falso:
(___) a questão habitacional no Brasil se fez em construção, após ao longo do período
do Governo Militar, compreendido entre 1964 e 1985, se expandiu em virtude das
políticas neoliberais da década de 1990;
(___) a questão habitacional no Brasil se fez em construção ao longo do período da
colonização a partir de 1916 e início de 1920 e, se expandiu em virtude do processo
de urbanização e industrialização;
(___) processo de urbanização e industrialização, no Brasil, aconteceu de forma
desordenada e com estreita ligação as transformações conjunturais impostas pelo
sistema capitalista;
(___) o processo de urbanização e industrialização, na sociedade brasileira, está
relacionado de forma organizada, com restrita ligação entre as transformações
culturais e o sistema capitalista;
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D F, V, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. A questão habitacional no Brasil se fez em construção
ao longo do período da colonização a partir de 1916 e início de 1920 e, se expandiu
em virtude do processo de urbanização e industrialização, essa se fez de forma
desordenada e com estreita ligação as transformações conjunturais impostas pelo
sistema capitalista, tais como alteração no modo de vida das pessoas tanto cultural,
econômica e social.

E V, F, F, F.

Questão 10/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “TERRITÓRIO NA
PERSPECTIVA DO MATERIALISMO HISTÓRICO DIALÉTICO”, leia as assertivas
abaixo:

I - a discussão de território na perspectiva do materialismo dialético analisa o contexto


sob a dimensão econômica pautada pela sociedade capitalista, permeada pelas
contradições e conflitos sociais;

II - dentro do materialismo histórico dialético a noção de território defende “a dimensão


material, sobretudo no sentido econômico; que está historicamente situada e, define-
se a partir das relações sociais nas quais se encontra inserido, ou seja, tem um
sentido claramente relacional;
III. no materialismo histórico dialético apresenta a discussão de território sem abordar
o contexto sob a dimensão econômica pautada pela sociedade capitalista, permeada
pelas contradições e conflitos sociais;

IV - na perspectiva do materialismo histórico dialético apresenta a noção de território


defendida como dimensão imaterial, sobretudo no sentido ao não analisar o
econômico, definindo-se apenas nas relações sociais nas quais não se encontra
inserido, sem contexto relacional;
Está correto em:
Nota: 10.0

A I e II;
Você acertou!
Alternativa correta Letra A. a discussão de território na perspectiva do
materialismo dialético analisa o contexto sob a dimensão econômica pautada pela
sociedade capitalista, permeada pelas contradições e conflitos sociais. Segundo
Haeesbaer (2007, p. 45) entro do materialismo histórico dialético a noção de
território defende “a dimensão material, sobretudo no sentido econômico; que está
historicamente situada e, define-se a partir das relações sociais nas quais se
encontra inserido, ou seja, tem um sentido claramente relacional.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

B II e III;
C II e IV;

D III e IV.

E Todas as alternativas estão corretas.

Questão 1/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “DIREITO À CIDADE”,
assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) é no território que os sujeitos são excluídos da vida política, ficando a margem
dos projetos de sociedade;
(___) o território significa uma marca e uma matriz daquilo que verdadeiramente
somos e do queremos para as novas gerações de cidadãos;
(___) não existe uma dimensão fundamental entre a prática cidadã e o uso do território
como condição da democracia;
(___) A cidade entendida como espaço de cidadania deve proporcionar aos seus
diversos sujeitos sociais a inclusão, a participação social, econômica e política.
Assinale a sequencia correta:
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. É no território que nos fazemos sujeitos da política e
portadores de projetos de sociedade. O território significa, portanto, uma marca e
uma matriz daquilo que verdadeiramente somos e do queremos para as novas
gerações de cidadãos. Sendo assim, há uma dimensão fundamental entre a prática
cidadã e o uso do território como condição da democracia, pois estamos diante da
exterioridade/proximidade dos nossos atos societários. A cidade entendida como
espaço de cidadania deve proporcionar aos seus diversos sujeitos sociais a inclusão,
a participação social, econômica e política.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F.

E V, V, F, F.

Questão 2/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema POLÍTICA DA
HABITAÇÃO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) no início da década de 1990 o Brasil chegava há um número de 60 milhões de
cidadãos em situação de rua, em uma realidade no qual 55,2% das famílias que se
encontravam em déficit habitacional recebiam até dois salários mínimos;
(___) durante o governo Collor de Melo entre 1992 a 1995 fundando a Central dos
Movimentos Populares (CMP), buscando articulação com diferentes movimentos
populares;
(___) no período compreendido entre 1992 e 1995 foi implantado os programas
Habitar Brasil e Morar Município, com recursos oriundos do Orçamento Geral da União
e do Imposto Provisório sobre Movimentações Financeiras (IPMF).;
(___) nos anos de 1996 a 2002, por dois mandatos consecutivos esteve no poder
Fernando Henrique Cardoso, neste período se consolida a política de estado de bem-
estar social, através de privatizações, da terceirização e desresponsabilização do
Estado frente as políticas sociais.
Está correto a sequência:
Nota: 0.0

A V, F, V, F.
Alternativa Correta Letra A. Segundo IBGE (1991) o Brasil chegava há um número
de 60 milhões de cidadãos em situação de rua, em uma realidade no qual 55,2% das
famílias que se encontravam em déficit habitacional recebiam até dois salários
mínimos. Após o Impeachment de Collor assume Itamar Franco, 1992 a 1995
fundando a Central dos Movimentos Populares (CMP), buscando articulação com
diferentes movimentos populares, que resulta no surgimento do Movimento
Nacional de Luta por Moradia (MNLM) e a União Nacional por Moradia Popular
(UNMP). Neste período é implantado os programas Habitar Brasil e Morar
Município, com recursos oriundos do Orçamento Geral da União e do Imposto
Provisório sobre Movimentações Financeiras (IPMF). Nos anos de 1996 a 2002, por
dois mandatos consecutivos esteve no poder Fernando Henrique Cardoso, neste
período se consolida a política neoliberal através de privatizações, da terceirização e
desresponsabilização do Estado frente as políticas sociais.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

B V, F, F, V;

C  F, V, V, F;

D F, V, F, V;

E F, F, V, F.

Questão 3/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E ABORDAGEM TERRITORIAL”, lei as assertivas abaixo e assinale V
para Verdadeiro e F para Falso:
(___) as políticas públicas com abordagem territorial estão em discussão no cenário
mundial desde a revolução industrial, marcada por profundas transformações
societárias;
(___) as transformações societárias nunca estiveram relacionadas ao processo de
reestruturação capitalista, no qual o território passou a ser foco de disputa entre o
Estado e as demais camadas de interesses econômicos e políticos da sociedade;
(___) um território é produzido ao mesmo tempo, por relações políticas, culturais e
econômicas, nas quais as relações de poder inerentes as relações sociais estão
presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de controle do espaço
geográfico;
(___) o território é apropriado e construído enquanto processo individual, fruto do
processo de territorialização, do enraizamento; é resultado de apropriação e domínio
de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo de poder, de relações
interpessoais.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra D. As políticas públicas com abordagem territorial estão
em discussão no cenário mundial desde a revolução industrial, marcada por
profundas transformações societárias, relacionadas principalmente pelo processo de
reestruturação do capitalista, neste quadro o território passou a ser foco de disputa
entre o Estado e as demais camadas de interesses econômicos e -políticos da
sociedade que para Saquet “Um território é produzido ao mesmo tempo, por
relações políticas, culturais e econômicas, nas quais as relações de poder inerentes
as relações sociais estão presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de
controle do espaço geográfico. O território é apropriado e construído socialmente,
fruto do processo de territorialização, do enraizamento; é resultado do processo de
apropriação e domínio de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo
de poder, de relações socioespaciais”. (2004,p.128-129).
 
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, F.

Questão 4/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, analise as assertivas abaixo:

I - a cidade não é capaz de representar a personificação das relações mercadológicas


e financeiras corporificadas no cotidiano dos territórios e espaços urbanos;

II - o propósito do princípio da universalidade do direito à cidade é garantido a todos os


cidadãos, já que, a relação de princípios universais e relações mercadológicas
constituem, em sua base, relações equivalentes;
III. cidade-negócio, cabe ressaltar o processo próprio de exclusão territorial;

IV - preocupação que aqui se coloca é não apenas a de considerar a cidade-negócio


enquanto elemento importante e presente na realidade social brasileira; mas, para
além disso, a naturalização dos processos de exclusão social.
Está correta em:
Nota: 10.0

A  I e II;

B II e III;

C II e IV;

D III e IV.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. A cidade representa, per se, a personificação das
relações mercadológicas e financeiras corporificadas no cotidiano dos territórios e
espaços urbanos. O propósito do princípio da universalidade do direito à cidade
será desmitificado, já que, a relação de princípios universais e relações
mercadológicas constituem, em sua base, relações antagônicas. A cidade-negócio,
cabe ressaltar o processo próprio de exclusão territorial. A preocupação que aqui se
coloca é não apenas a de considerar a cidade-negócio enquanto elemento importante
e presente na realidade social brasileira; mas, para além disso, a naturalização dos
processos de exclusão social.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E Todas as alternativas estão corretas.

Questão 5/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “DEFICT HABITACIONAL”,
marque V para Verdadeiro ou F para Falso:
(___) os índices do déficit habitacional estão vinculados as famílias de classe média
que vivem do recebimento de aluguéis;
(___) os índices do déficit habitacional estão vinculados as famílias de baixa renda que
vivem de aluguel ou em condições de adensamento familiar;
(___) entre as UF o estado de São Paulo é o que menos concentra dos domicílios
vagos no país, com apenas 18% de ociosidade;
(___) a região sudeste do Brasil apresenta o maior índice de domicílios vagos.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0
A  V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Com podemos perceber os índices do déficit habitacional
está vinculado as famílias de baixa renda que vivem de aluguel ou em condições de
adensamento familiar, os locais com maior déficit situam-se na região sudeste 38% e
nordeste 30% o que corresponde a 68% do total do déficit brasileiro e, sua maior
concentração está no estado de São Paulo com um total de 2.674 milhões de unidades.
Diante deste contexto quando comparamos os dados dos defict habitacional com os
índices de domicílios vagosno país que corresponde: “6,052 milhões de domicílios vagos,
77% localizados nas áreas urbanas e 23% nas áreas rurais. Do total de domicílios vagos,
40% localizam-se na região Sudeste e 32%, na região Nordeste. O estado de São Paulo
concentra 18% dos domicílios vagos do país.” (FJP, 2013,P.72).

D V, F, V, F.

E F, F, F, F,

Questão 6/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “PERÍODOS
HISTÓRICOS E A POLIÍTICA HABITACIONAL NO BRASIL”, lei as assertivas
abaixo e assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) no Governo Vargas, houve a criação dos parques proletários em Brasília, com
forte característica administrativa e a criação das Carteiras Prediais vinculadas aos
bancos públicos, garantindo acesso aos servidores públicos do governo federal;
(___) com a Lei do Inquilinato, aprovada no segundo governo de Vargas, criou regras
mais rígidas nos contratos de aluguéis, medida essa que aumentou a construção de
moradias irregulares, pois uma parcela da população não conseguia pagar os
aluguéis;
(___) Com a Lei do Inquilinato, em 1942, houve o congelamento dos aluguéis, medida
adotada para estimular a construção de casas para venda, no entanto as famílias de
trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo poder aquisitivo;
(___) desde a década de 1930 até o período de 1964, existia no Brasil a discussão
sobre uma política habitacional, política essa que estava pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”.
 
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;
B V, V, F, F;

C F, F, V, V;
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra C. Segundo Silva (1989) até o período de 1964 a
discussão sobre uma política habitacional era pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”. 1937 – Governo Vargas – Criação dos parques proletários no
Rio de Janeiro com forte característica administrativa e a criação das Carteiras
Prediais vinculado ao sistema da previdência (IAPs) Instituto de Aposentadoria e
Pensão e, aos seus associados. 1942 – Governo Vargas – Lei do Inquilinato – congela
os aluguéis, medida adotada para estimular a construção de casas para venda, no
entanto as famílias de trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo
poder aquisitivo.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F

E F, F, F, V.

Questão 7/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) a cidade teve sua configuração alterada, do urbano com foco no negócio, no
mercado, no resultado na especulação imobiliária e, na mundialização financeira;
(___) a cidade passa a ser palco da especulação imobiliária para atrair investimentos e
ampliar as áreas urbanas estabelecendo parcerias público/privado num conjunto de
ações que priorizam o privado, o capital em detrimento ao desenvolvimento urbano
pautado nas questões mais amplas da população;
(___) a cidade nunca transmitiu uma imagem que tenha promoção de venda e tão
pouco foi capaz de criar condições favoráveis e atrativas para os investimentos;
(___) o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do processo
de acumulação do capital, deste modo, a cidade e o espaço urbano sãos distintos e
não reproduz o interesse do capital.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C V, V, F, F;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Essa temática se faz relevante visto a alteração da
configuração da cidade e do urbano com foco no negócio, no mercado, no resultado
na especulação imobiliária e, na mundialização financeira. Neste cenário a cidade
precisa de uma imagem que tenha promoção de venda, criando condições favoráveis
e atrativas para os investimentos. A cidade passa a ser palco da especulação
imobiliária para atrair investimentos e ampliar as áreas urbanas estabelecendo
parcerias público/privado num conjunto de ações que priorizam o privado o capital
em detrimento ao desenvolvimento urbano pautado nas questões mais amplas da
população. É mister compreender, dentro da ótica das cidades, o olhar sobre
o espaço urbano delimitado. O espaço urbano que representa, em tese, o território
vivido da população ali localizada. Porém, para além desta compreensão, cabe
ressaltar o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do
processo de acumulação do capital. Deste modo, a cidade e o espaço urbano
reproduzem os interesses do capital, quando “financeirizam” o acesso à cidade, aos
seus bens e serviços.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D F, F, V, V;

E V, F, V, F.

Questão 8/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - 
Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “POLÍTICA DA HABITAÇÃO
GOVERNO TEMER”, leia as assertivas abaixo:

I. após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em 2016, Michel Temer assume
o cargo de presidente do Brasil, com uma postura progressistas frente as políticas
públicas, principalmente na questão habitacional;

II. no governo Temer, a política de habitação, principalmente no Programa Minha Casa


Minha Vida, sofre alterações nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1,
sendo as que mais representam o déficit habitacional no Brasil;
III. a gestão do governo Michel Temer ampliou o Programa Habitacional, mantendo as
famílias com menor poder aquisitivo e também para as famílias do grupo da faixa com
maior poder aquisitivo com ganho mensal de até R$ 9.000 mil reais por mês;
IV. o Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são
as famílias do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupos
dois e três o que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a
9.000 mil reais
 
Está correta em:
Nota: 10.0

A I e II;

B II e III;
C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em
2016, assume a presidência da república Michel Temer, o qual assume uma postura
conservadora frente as políticas públicas, sendo que na política de habitação
principalmente no que tange ao Programa Minha Casa Minha Vida sofre com a alteração
nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1 a qual corresponde a renda bruta
mensal de até R$ 1.800, as que mais representam o defict habitacional no Brasil. O
Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são as famílias
do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupo dois e três o
que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a 9.000 mil reais.

D III e IV

E I e IV

Questão 9/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - 
Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “POLÍTICA DA HABITAÇÃO
GOVERNO TEMER”, leia as assertivas abaixo:

I. após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em 2016, Michel Temer assume
o cargo de presidente do Brasil, com uma postura progressistas frente as políticas
públicas, principalmente na questão habitacional;

II. no governo Temer, a política de habitação, principalmente no Programa Minha Casa


Minha Vida, sofre alterações nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1,
sendo as que mais representam o déficit habitacional no Brasil;
III. a gestão do governo Michel Temer ampliou o Programa Habitacional, mantendo as
famílias com menor poder aquisitivo e também para as famílias do grupo da faixa com
maior poder aquisitivo com ganho mensal de até R$ 9.000 mil reais por mês;
IV. o Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são
as famílias do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupos
dois e três o que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a
9.000 mil reais
 
Está correta em:
Nota: 10.0

A I e II;

B II e III;

C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em
2016, assume a presidência da república Michel Temer, o qual assume uma postura
conservadora frente as políticas públicas, sendo que na política de habitação
principalmente no que tange ao Programa Minha Casa Minha Vida sofre com a alteração
nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1 a qual corresponde a renda bruta
mensal de até R$ 1.800, as que mais representam o defict habitacional no Brasil. O
Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são as famílias
do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupo dois e três o
que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a 9.000 mil reais.

D III e IV

E I e IV

Questão 10/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) a cidade teve sua configuração alterada, do urbano com foco no negócio, no
mercado, no resultado na especulação imobiliária e, na mundialização financeira;
(___) a cidade passa a ser palco da especulação imobiliária para atrair investimentos e
ampliar as áreas urbanas estabelecendo parcerias público/privado num conjunto de
ações que priorizam o privado, o capital em detrimento ao desenvolvimento urbano
pautado nas questões mais amplas da população;
(___) a cidade nunca transmitiu uma imagem que tenha promoção de venda e tão
pouco foi capaz de criar condições favoráveis e atrativas para os investimentos;
(___) o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do processo
de acumulação do capital, deste modo, a cidade e o espaço urbano sãos distintos e
não reproduz o interesse do capital.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C V, V, F, F;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Essa temática se faz relevante visto a alteração da
configuração da cidade e do urbano com foco no negócio, no mercado, no resultado
na especulação imobiliária e, na mundialização financeira. Neste cenário a cidade
precisa de uma imagem que tenha promoção de venda, criando condições favoráveis
e atrativas para os investimentos. A cidade passa a ser palco da especulação
imobiliária para atrair investimentos e ampliar as áreas urbanas estabelecendo
parcerias público/privado num conjunto de ações que priorizam o privado o capital
em detrimento ao desenvolvimento urbano pautado nas questões mais amplas da
população. É mister compreender, dentro da ótica das cidades, o olhar sobre
o espaço urbano delimitado. O espaço urbano que representa, em tese, o território
vivido da população ali localizada. Porém, para além desta compreensão, cabe
ressaltar o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do
processo de acumulação do capital. Deste modo, a cidade e o espaço urbano
reproduzem os interesses do capital, quando “financeirizam” o acesso à cidade, aos
seus bens e serviços.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D F, F, V, V;

E V, F, V, F.

Questão 1/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “DIREITO À CIDADE”,
assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) é no território que os sujeitos são excluídos da vida política, ficando a margem
dos projetos de sociedade;
(___) o território significa uma marca e uma matriz daquilo que verdadeiramente
somos e do queremos para as novas gerações de cidadãos;
(___) não existe uma dimensão fundamental entre a prática cidadã e o uso do território
como condição da democracia;
(___) A cidade entendida como espaço de cidadania deve proporcionar aos seus
diversos sujeitos sociais a inclusão, a participação social, econômica e política.
Assinale a sequencia correta:
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. É no território que nos fazemos sujeitos da política e
portadores de projetos de sociedade. O território significa, portanto, uma marca e
uma matriz daquilo que verdadeiramente somos e do queremos para as novas
gerações de cidadãos. Sendo assim, há uma dimensão fundamental entre a prática
cidadã e o uso do território como condição da democracia, pois estamos diante da
exterioridade/proximidade dos nossos atos societários. A cidade entendida como
espaço de cidadania deve proporcionar aos seus diversos sujeitos sociais a inclusão,
a participação social, econômica e política.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F.
E V, V, F, F.

Questão 2/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema POLÍTICA DA
HABITAÇÃO PÓS CONSTITUIÇÃO DE 1988”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) no início da década de 1990 o Brasil chegava há um número de 60 milhões de
cidadãos em situação de rua, em uma realidade no qual 55,2% das famílias que se
encontravam em déficit habitacional recebiam até dois salários mínimos;
(___) durante o governo Collor de Melo entre 1992 a 1995 fundando a Central dos
Movimentos Populares (CMP), buscando articulação com diferentes movimentos
populares;
(___) no período compreendido entre 1992 e 1995 foi implantado os programas
Habitar Brasil e Morar Município, com recursos oriundos do Orçamento Geral da União
e do Imposto Provisório sobre Movimentações Financeiras (IPMF).;
(___) nos anos de 1996 a 2002, por dois mandatos consecutivos esteve no poder
Fernando Henrique Cardoso, neste período se consolida a política de estado de bem-
estar social, através de privatizações, da terceirização e desresponsabilização do
Estado frente as políticas sociais.
Está correto a sequência:
Nota: 0.0

A V, F, V, F.
Alternativa Correta Letra A. Segundo IBGE (1991) o Brasil chegava há um número
de 60 milhões de cidadãos em situação de rua, em uma realidade no qual 55,2% das
famílias que se encontravam em déficit habitacional recebiam até dois salários
mínimos. Após o Impeachment de Collor assume Itamar Franco, 1992 a 1995
fundando a Central dos Movimentos Populares (CMP), buscando articulação com
diferentes movimentos populares, que resulta no surgimento do Movimento
Nacional de Luta por Moradia (MNLM) e a União Nacional por Moradia Popular
(UNMP). Neste período é implantado os programas Habitar Brasil e Morar
Município, com recursos oriundos do Orçamento Geral da União e do Imposto
Provisório sobre Movimentações Financeiras (IPMF). Nos anos de 1996 a 2002, por
dois mandatos consecutivos esteve no poder Fernando Henrique Cardoso, neste
período se consolida a política neoliberal através de privatizações, da terceirização e
desresponsabilização do Estado frente as políticas sociais.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

B V, F, F, V;

C  F, V, V, F;

D F, V, F, V;

E F, F, V, F.
Questão 3/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação
A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “POLÍTICAS
PÚBLICAS E ABORDAGEM TERRITORIAL”, lei as assertivas abaixo e assinale V
para Verdadeiro e F para Falso:
(___) as políticas públicas com abordagem territorial estão em discussão no cenário
mundial desde a revolução industrial, marcada por profundas transformações
societárias;
(___) as transformações societárias nunca estiveram relacionadas ao processo de
reestruturação capitalista, no qual o território passou a ser foco de disputa entre o
Estado e as demais camadas de interesses econômicos e políticos da sociedade;
(___) um território é produzido ao mesmo tempo, por relações políticas, culturais e
econômicas, nas quais as relações de poder inerentes as relações sociais estão
presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de controle do espaço
geográfico;
(___) o território é apropriado e construído enquanto processo individual, fruto do
processo de territorialização, do enraizamento; é resultado de apropriação e domínio
de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo de poder, de relações
interpessoais.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;

D V, F, V, F.
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra D. As políticas públicas com abordagem territorial estão
em discussão no cenário mundial desde a revolução industrial, marcada por
profundas transformações societárias, relacionadas principalmente pelo processo de
reestruturação do capitalista, neste quadro o território passou a ser foco de disputa
entre o Estado e as demais camadas de interesses econômicos e -políticos da
sociedade que para Saquet “Um território é produzido ao mesmo tempo, por
relações políticas, culturais e econômicas, nas quais as relações de poder inerentes
as relações sociais estão presentes num jogo contínuo de dominação e submissão, de
controle do espaço geográfico. O território é apropriado e construído socialmente,
fruto do processo de territorialização, do enraizamento; é resultado do processo de
apropriação e domínio de um espaço, cotidianamente, inscrevendo-se num campo
de poder, de relações socioespaciais”. (2004,p.128-129).
 
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E F, V, F, F.
Questão 4/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação
A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, analise as assertivas abaixo:

I - a cidade não é capaz de representar a personificação das relações mercadológicas


e financeiras corporificadas no cotidiano dos territórios e espaços urbanos;

II - o propósito do princípio da universalidade do direito à cidade é garantido a todos os


cidadãos, já que, a relação de princípios universais e relações mercadológicas
constituem, em sua base, relações equivalentes;
III. cidade-negócio, cabe ressaltar o processo próprio de exclusão territorial;

IV - preocupação que aqui se coloca é não apenas a de considerar a cidade-negócio


enquanto elemento importante e presente na realidade social brasileira; mas, para
além disso, a naturalização dos processos de exclusão social.
Está correta em:
Nota: 10.0

A  I e II;

B II e III;

C II e IV;

D III e IV.
Você acertou!
Alternativa Correta Letra D. A cidade representa, per se, a personificação das
relações mercadológicas e financeiras corporificadas no cotidiano dos territórios e
espaços urbanos. O propósito do princípio da universalidade do direito à cidade
será desmitificado, já que, a relação de princípios universais e relações
mercadológicas constituem, em sua base, relações antagônicas. A cidade-negócio,
cabe ressaltar o processo próprio de exclusão territorial. A preocupação que aqui se
coloca é não apenas a de considerar a cidade-negócio enquanto elemento importante
e presente na realidade social brasileira; mas, para além disso, a naturalização dos
processos de exclusão social.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

E Todas as alternativas estão corretas.

Questão 5/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “DEFICT HABITACIONAL”,
marque V para Verdadeiro ou F para Falso:
(___) os índices do déficit habitacional estão vinculados as famílias de classe média
que vivem do recebimento de aluguéis;
(___) os índices do déficit habitacional estão vinculados as famílias de baixa renda que
vivem de aluguel ou em condições de adensamento familiar;
(___) entre as UF o estado de São Paulo é o que menos concentra dos domicílios
vagos no país, com apenas 18% de ociosidade;
(___) a região sudeste do Brasil apresenta o maior índice de domicílios vagos.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A  V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, V, F, V;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Com podemos perceber os índices do déficit habitacional
está vinculado as famílias de baixa renda que vivem de aluguel ou em condições de
adensamento familiar, os locais com maior déficit situam-se na região sudeste 38% e
nordeste 30% o que corresponde a 68% do total do déficit brasileiro e, sua maior
concentração está no estado de São Paulo com um total de 2.674 milhões de unidades.
Diante deste contexto quando comparamos os dados dos defict habitacional com os
índices de domicílios vagosno país que corresponde: “6,052 milhões de domicílios vagos,
77% localizados nas áreas urbanas e 23% nas áreas rurais. Do total de domicílios vagos,
40% localizam-se na região Sudeste e 32%, na região Nordeste. O estado de São Paulo
concentra 18% dos domicílios vagos do país.” (FJP, 2013,P.72).

D V, F, V, F.

E F, F, F, F,

Questão 6/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A5 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 5, tema “PERÍODOS
HISTÓRICOS E A POLIÍTICA HABITACIONAL NO BRASIL”, lei as assertivas
abaixo e assinale V para Verdadeiro e F para Falso:
(___) no Governo Vargas, houve a criação dos parques proletários em Brasília, com
forte característica administrativa e a criação das Carteiras Prediais vinculadas aos
bancos públicos, garantindo acesso aos servidores públicos do governo federal;
(___) com a Lei do Inquilinato, aprovada no segundo governo de Vargas, criou regras
mais rígidas nos contratos de aluguéis, medida essa que aumentou a construção de
moradias irregulares, pois uma parcela da população não conseguia pagar os
aluguéis;
(___) Com a Lei do Inquilinato, em 1942, houve o congelamento dos aluguéis, medida
adotada para estimular a construção de casas para venda, no entanto as famílias de
trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo poder aquisitivo;
(___) desde a década de 1930 até o período de 1964, existia no Brasil a discussão
sobre uma política habitacional, política essa que estava pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”.
 
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B V, V, F, F;

C F, F, V, V;
Você acertou!
Alternativa Correta: Letra C. Segundo Silva (1989) até o período de 1964 a
discussão sobre uma política habitacional era pautada na tríade “controle,
repressão, exclusão”. 1937 – Governo Vargas – Criação dos parques proletários no
Rio de Janeiro com forte característica administrativa e a criação das Carteiras
Prediais vinculado ao sistema da previdência (IAPs) Instituto de Aposentadoria e
Pensão e, aos seus associados. 1942 – Governo Vargas – Lei do Inquilinato – congela
os aluguéis, medida adotada para estimular a construção de casas para venda, no
entanto as famílias de trabalhadores assalariados não tinham acesso pelo baixo
poder aquisitivo.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D V, F, V, F

E F, F, F, V.

Questão 7/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) a cidade teve sua configuração alterada, do urbano com foco no negócio, no
mercado, no resultado na especulação imobiliária e, na mundialização financeira;
(___) a cidade passa a ser palco da especulação imobiliária para atrair investimentos e
ampliar as áreas urbanas estabelecendo parcerias público/privado num conjunto de
ações que priorizam o privado, o capital em detrimento ao desenvolvimento urbano
pautado nas questões mais amplas da população;
(___) a cidade nunca transmitiu uma imagem que tenha promoção de venda e tão
pouco foi capaz de criar condições favoráveis e atrativas para os investimentos;
(___) o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do processo
de acumulação do capital, deste modo, a cidade e o espaço urbano sãos distintos e
não reproduz o interesse do capital.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;
B F, V, V, F;

C V, V, F, F;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Essa temática se faz relevante visto a alteração da
configuração da cidade e do urbano com foco no negócio, no mercado, no resultado
na especulação imobiliária e, na mundialização financeira. Neste cenário a cidade
precisa de uma imagem que tenha promoção de venda, criando condições favoráveis
e atrativas para os investimentos. A cidade passa a ser palco da especulação
imobiliária para atrair investimentos e ampliar as áreas urbanas estabelecendo
parcerias público/privado num conjunto de ações que priorizam o privado o capital
em detrimento ao desenvolvimento urbano pautado nas questões mais amplas da
população. É mister compreender, dentro da ótica das cidades, o olhar sobre
o espaço urbano delimitado. O espaço urbano que representa, em tese, o território
vivido da população ali localizada. Porém, para além desta compreensão, cabe
ressaltar o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do
processo de acumulação do capital. Deste modo, a cidade e o espaço urbano
reproduzem os interesses do capital, quando “financeirizam” o acesso à cidade, aos
seus bens e serviços.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D F, F, V, V;

E V, F, V, F.

Questão 8/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - 
Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “POLÍTICA DA HABITAÇÃO
GOVERNO TEMER”, leia as assertivas abaixo:

I. após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em 2016, Michel Temer assume
o cargo de presidente do Brasil, com uma postura progressistas frente as políticas
públicas, principalmente na questão habitacional;

II. no governo Temer, a política de habitação, principalmente no Programa Minha Casa


Minha Vida, sofre alterações nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1,
sendo as que mais representam o déficit habitacional no Brasil;
III. a gestão do governo Michel Temer ampliou o Programa Habitacional, mantendo as
famílias com menor poder aquisitivo e também para as famílias do grupo da faixa com
maior poder aquisitivo com ganho mensal de até R$ 9.000 mil reais por mês;
IV. o Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são
as famílias do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupos
dois e três o que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a
9.000 mil reais
 
Está correta em:
Nota: 10.0
A I e II;

B II e III;

C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em
2016, assume a presidência da república Michel Temer, o qual assume uma postura
conservadora frente as políticas públicas, sendo que na política de habitação
principalmente no que tange ao Programa Minha Casa Minha Vida sofre com a alteração
nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1 a qual corresponde a renda bruta
mensal de até R$ 1.800, as que mais representam o defict habitacional no Brasil. O
Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são as famílias
do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupo dois e três o
que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a 9.000 mil reais.

D III e IV

E I e IV

Questão 9/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A6 - 
Em relação aos conteúdos estudados na Aula 6, tema “POLÍTICA DA HABITAÇÃO
GOVERNO TEMER”, leia as assertivas abaixo:

I. após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em 2016, Michel Temer assume
o cargo de presidente do Brasil, com uma postura progressistas frente as políticas
públicas, principalmente na questão habitacional;

II. no governo Temer, a política de habitação, principalmente no Programa Minha Casa


Minha Vida, sofre alterações nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1,
sendo as que mais representam o déficit habitacional no Brasil;
III. a gestão do governo Michel Temer ampliou o Programa Habitacional, mantendo as
famílias com menor poder aquisitivo e também para as famílias do grupo da faixa com
maior poder aquisitivo com ganho mensal de até R$ 9.000 mil reais por mês;
IV. o Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são
as famílias do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupos
dois e três o que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a
9.000 mil reais
 
Está correta em:
Nota: 10.0

A I e II;
B II e III;

C II e IV;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Após o impeachment sofrido pela presidenta Dilma em
2016, assume a presidência da república Michel Temer, o qual assume uma postura
conservadora frente as políticas públicas, sendo que na política de habitação
principalmente no que tange ao Programa Minha Casa Minha Vida sofre com a alteração
nos subsídios concedidos as famílias da faixa etária 1 a qual corresponde a renda bruta
mensal de até R$ 1.800, as que mais representam o defict habitacional no Brasil. O
Governo Temer deixa claro que sua escolha para o Programa Habitacional são as famílias
do grupo da faixa com maior poder aquisitivo estabelecidas entre os grupo dois e três o
que em 2017 corresponde a famílias de tem um ganho mensal de 4.000 a 9.000 mil reais.

D III e IV

E I e IV

Questão 10/10 - Políticas Sociais - Cidades e Habitação


A4 - Em relação aos conteúdos estudados na Aula 4, tema “CIDADE COMO
ESPAÇO DE ACUMULAÇÃO E NEGÓCIO”, assinale V para Verdadeiro e F para
Falso:
(___) a cidade teve sua configuração alterada, do urbano com foco no negócio, no
mercado, no resultado na especulação imobiliária e, na mundialização financeira;
(___) a cidade passa a ser palco da especulação imobiliária para atrair investimentos e
ampliar as áreas urbanas estabelecendo parcerias público/privado num conjunto de
ações que priorizam o privado, o capital em detrimento ao desenvolvimento urbano
pautado nas questões mais amplas da população;
(___) a cidade nunca transmitiu uma imagem que tenha promoção de venda e tão
pouco foi capaz de criar condições favoráveis e atrativas para os investimentos;
(___) o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do processo
de acumulação do capital, deste modo, a cidade e o espaço urbano sãos distintos e
não reproduz o interesse do capital.
Está correto a sequência:
Nota: 10.0

A V, F, F, V;

B F, V, V, F;

C V, V, F, F;
Você acertou!
Alternativa Correta Letra C. Essa temática se faz relevante visto a alteração da
configuração da cidade e do urbano com foco no negócio, no mercado, no resultado
na especulação imobiliária e, na mundialização financeira. Neste cenário a cidade
precisa de uma imagem que tenha promoção de venda, criando condições favoráveis
e atrativas para os investimentos. A cidade passa a ser palco da especulação
imobiliária para atrair investimentos e ampliar as áreas urbanas estabelecendo
parcerias público/privado num conjunto de ações que priorizam o privado o capital
em detrimento ao desenvolvimento urbano pautado nas questões mais amplas da
população. É mister compreender, dentro da ótica das cidades, o olhar sobre
o espaço urbano delimitado. O espaço urbano que representa, em tese, o território
vivido da população ali localizada. Porém, para além desta compreensão, cabe
ressaltar o espaço urbano como um elemento de construção e reprodução do
processo de acumulação do capital. Deste modo, a cidade e o espaço urbano
reproduzem os interesses do capital, quando “financeirizam” o acesso à cidade, aos
seus bens e serviços.
Nível de dificuldade: MÉDIA.

D F, F, V, V;

E V, F, V, F.

Você também pode gostar