Você está na página 1de 41

Taxonomia

Prof. Emanuel
Sistemas de classificação Prof. Emanuel

Globo
Sistemas de classificação
Prof. Emanuel

Sistemas de
classificação

Classificação Classificação
Artificial Natural

Baseado apenas na Baseado no grau de


observação visual Parentesco evolutivo
Sistemática X Taxonomia Prof. Emanuel

Sistemática Utiliza Critérios de classificação

Ocupa-se Taxonomia

Utiliza
Regras de
nomenclatura

Cria Espécie

Gênero

Família

Ordem

História evolutiva Táxons Classe


Filo

Reino
Cladística (Filogenia)
Prof. Emanuel

A Cladística é um método de análise das relações


evolutivas (filogenéticas) entre grupos de seres que
possibilita a criação de cladogramas
Cladograma - Gráfico que representa a relação
ancestral-descendente

Ancestral
Cladística (Filogenia)
Prof. Emanuel

A evolução é um
processo lento, gradual e
ramificado

Descendentes
Presente
Certo Errado

Ancestral Passado

Dicotomia

Ancestral
Cladística (Filogenia) Prof. Emanuel

Apomorfia – É uma novidade evolutiva.


Pode ser compartilhada (sinapomorfia) ou exclusiva
de um grupo (autapomorfia)

(Sinapomorfia para B e C)

(Sinapomorfia para A, B e C)
Cladística (Filogenia)
Prof. Emanuel

Longo período de
gestação

Placenta

Pêlos e glândula mamária

Coluna vertebral
Cladística (Filogenia)
Prof. Emanuel

X X
Cladística (Filogenia)
Prof. Emanuel
Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel

Reino
Filo
Classe
Ordem
Família
Gênero

Espécie
Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel

Reino Animalia

Filo Chordata E
S
G P
E Classe Mammalia E
N C
É Ordem Carnivora Í
R F
I Família Canidae I
C C
O O
Gênero Canis

Espécie Canis familiaris


Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel

Felis lynus
(lince)

Felis
Felis concolor
concolor
G E
Felis manul
(sussuarana)
(sussuarana)
(gato de pallas)
E Felis silvestris
Felis rufus
(lince americano) S
N (gato selvagem)
P
É E
R C
I Í
C F
O I
C
O
Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel

CÃO GATO CHIMPANZÉ HOMEM


R Animal Animal Animal Animal
F Cordado Cordado Cordado Cordado
C Mamífero Mamífero Mamífero Mamífero
O Carnívoro Carnívoro Primata Primata
F Canidae Felidae Hominidae Hominidae
G Canis Felis Pan Homo
E C. Familiaris F.catus P.troglodytes H.sapiens
Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel
Categorias taxonômicas (Táxons)
Prof. Emanuel

Espécie biológica – Conjunto formado por organismos


capazes de realizar intercruzamentos produzindo
descendência fértil.

ESPÉCIE 1 ESPÉCIE 2

Sem descendentes
ou
descendentes
estéreis (híbridos)
Regras de nomenclatura (Sistema lineano)
Prof. Emanuel

 O nome científico da espécie deve ser escrito em


latim e destacado do texto (negrito,grifado ou itálico)
 A espécie é binomial
 O 1º nome deve ser escrito com inicial maiúscula e o
2º nome com inicial minúscula
• Ex. – Sus domesticus • EX. – Canis lupus

Gênero
• Ex. – Canis latrans
Epíteto específico

ESPÉCIE
Regras de nomenclatura (Sistema lineano)
Prof. Emanuel

 Todos os táxons superiores a espécie são uninomiais

 Após a primeira referência o nome da espécie pode


ser abreviado.
Ex. E.coli e T.rex.

 A abreviatura "sp.“ é usada quando o nome da


espécie não pode ou não interessa ser explicitado.
Ex. Plasmodium sp.

 O subgênero deve ser escrito após o nome do gênero


e entre parênteses.
Ex. Aedes (Stegomya) aegypit
Regras de nomenclatura (Sistema lineano)
Prof. Emanuel

 As raças ou sub-espécies são trinomiais


Ex. – Rhea americana albicans (ema branca)
- Rhea americana grisea (ema cinza)
Classificação da espécie humana
Prof. Emanuel

Reino Animalia
Filo Chordata
Subfilo Vertebrata
Classe Mammalia
Ordem Primates
Familía Hominidae
Gênero Homo
Espécie Homo sapiens
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

A) Sistema Lineano de classificação (Sec. XVIII)


• Reino animal
• Reino Vegetal
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

Dois Reinos – Aristóteles a Lineu


Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

B) Classificação de Haeckel (1866)

• Três Reinos:
1. Animal
2. Vegetal
3. Protoctista
• Bactérias
• Algas
• Fungos
• Protozoários
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

Dois Reinos – Aristóteles a Três Reinos – Haeckel


Lineu
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

C) Classificação de Copeland (1938)

• Quatro Reinos:
1. Animal
2. Vegetal
3. Protoctista
4. Monera
• Bactérias
• Algas azuis
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

D) Classificação de Whittaker (1969)

• Cinco Reinos:
1. Animal
2. Vegetal
3. Protoctista
4. Monera
5. Fungi
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel

De acordo com Whittaker:

a) Os seres de Monera foram os primeiros


organismos vivos
b) Os protistas evoluíram diretamente a
partir dos monera.
c) Os reinos fungi, animalia e plantae
evoluiram dos protistas por três vias
evolucionárias diferentes que foi baseado
nas diferenças das formas nutricionais
Divisão dos Reinos
Prof. Emanuel
Reinos de Whittaker (1969) Prof. Emanuel

 Reino Monera - Seres


unicelulares, procariontes,
auto ou heterotróficos

Reino Monera
Reinos de Whittaker (1969) Prof. Emanuel

 Reino Protista - Seres


uni ou pluricelulares, euca-
riontes, auto ou heterotró-
ficos

Reino
Protista
Reinos de Whittaker (1969) Prof. Emanuel

 Reino Fungi - Seres uni ou


pluricelulares, eucariontes,
heterotróficos por absorção Reino
Fungi
Reinos de Whittaker (1969) Prof. Emanuel

 Reino Animalia - Seres Reino Animalia

pluricelulares, eucariontes,
heterotróficos por ingestão
Reinos de Whittaker (1969) Prof. Emanuel

 Reino Plantae - Seres Reino Plantae


pluricelulares, eucariontes,
fotoautotróficos
Divisão dos Domínios
Prof. Emanuel

 Classificação de Woese (1990)

FILOGENIA MOLECULAR

• Três domínios:
1.Archaea
2.Bactéria
3.Eukerya
Divisão dos Domínios
Prof. Emanuel

Critérios:

a) Comparação da seqüência dos genes ribossomais


- Está presente em todos os seres vivos
- É essencial para a vida
- É conservado do ponto de vista evolutivo
b) Composição química da parede celular e
membrana plasmática
c) Dados metabólicos
Divisão dos Domínios
Prof. Emanuel

Eukaryota

Animal
Fungi

Archaea Plantae

Protista

Eubactéria

Progenoto
Divisão dos Domínios
Prof. Emanuel
Archaea ou arqueobactérias
Prof. Emanuel

• Domínio caracterizado por bactérias que


vivem em locais de condições adversas
• Estruturalmente são procariontes como as
eubactérias
• As arqueobactérias possuem diferenças
moleculares significativas quando comparadas
com outras bactérias
• Ex. Metanogênicas, Halófilas e Termófilas
Archaea ou arqueobactérias
Prof. Emanuel

 Metanogênicas
• São anaeróbias
restritas
• Holocausto do oxigênio
• Encontradas nos
pântanos
• Podem ser
decompositoras ou
mutualísticas
Archaea ou arqueobactérias
Prof. Emanuel

 Halófilas
• Vivem em ambientes
hiperosmóticos
• São quimioautotróficas
• Encontradas no Mar
morto
Archaea ou arqueobactérias
Prof. Emanuel

 Termófilas
• Resistem a
temperaturas extremas
• Oxidam enxofre
(acidófilas)
• Encontradas em
fontes termais