Você está na página 1de 6

A IMPORTÂNCIA DOS OBJETIVOS NA PESQUISA CIENTÍFICA

Profa. Sonia M.M. Gomes Bertolini

Antes da elaboração dos objetivos de uma pesquisa científica é

necessário que o pesquisador tenha feito a escolha do tema, definido o

problema, formulado a hipótese e a justificativa. No que se refere ao tema

existem alguns fatores que interferem em sua escolha, tais como:

- afetividade em relação a um tema ou alto grau de interesse pessoal;

- tempo disponível para a realização do trabalho de pesquisa;

- o limite das capacidades do pesquisador em relação ao tema

pretendido;

- a significação do tema escolhido, sua novidade, sua oportunidade e

seus valores acadêmicos e sociais;

- Material de consulta e dados necessários ao pesquisador.

O problema é o elemento propulsor de todo o trabalho científico.

Depois de definido o tema, levanta-se uma questão para ser respondida

através de uma hipótese, que será confirmada ou refutada através do trabalho

de pesquisa. O problema é criado pelo próprio autor e relacionado ao tema

escolhido. O autor, no caso, criará um questionamento para definir a

abrangência de sua pesquisa. Não há regras para se criar um problema,

mas alguns autores sugerem que ele seja expresso em forma de pergunta.

Hipótese é sinônimo de suposição. Neste sentido, hipótese é uma

afirmação categórica, que tente responder ao problema levantado no tema


escolhido para pesquisa. É uma pré-solução para o problema levantado. O

trabalho de pesquisa, então, irá confirmar ou negar a hipótese levantada.

A justificativa num projeto de pesquisa, como o próprio nome indica,

é o convencimento de que o trabalho é fundamental importância e, por

consequência, a sua efetivação. Desta forma, importa que o pesquisador, neste

momento, apresenta os argumentos que justifiquem o porquê da importância

do tema escolhido das hipóteses levantadas serem comprovadas para a

sociedade ou para alguns indivíduos. Inúmeras pessoas confundem verbos de

objetivo, de verbos de justificativa: estes últimos expressam ideais e, por

isso, podem ou não ser atingidos. A justificativa de um trabalho responde

à pergunta: para que (serve este trabalho?); a relevância responde a pergunta

para quem, considerando as dimensões sociais, políticas e científicas.

A definição dos objetivos determina o que o pesquisador quer atingir

com a realização do trabalho de pesquisa. Objetivo é sinônimo de meta. Tem

como função nortear os conteúdos.

Alguns autores separam os objetivos em objetivos gerais e objetivos

específicos, ou em objetivo principal e objetivos secundários, mas não há

regra a ser cumprida quanto a isto e outros autores consideram desnecessário

dividir os objetivos em categorias.

Uma maneira simples para se definir os objetivos é colocá-los

começando com o verbo no infinitivo: esclarecer tal coisa; definir tal assunto;

procurar aquilo; permitir aquilo outro, demonstrar alguma coisa etc.

O número de objetivos específicos é determinado pelo número de

variáveis de um estudo. Não devem ser muitos, geralmente dois a quatro.


Lembrando que o estudo deverá ter início, meio e fim, bem como o

cronograma a ser cumprido e um orçamento a ser considerado.

OBJETIVO GERAL

O objetivo geral pode ser definido como a grande meta que seu

trabalho científico deverá atingir. Ele é o principal. É a resposta à pergunta: O

que você quer com seu estudo?

Esta resposta será dada pela pesquisa contida no TCC (graduação,

especialização, mestrado, doutorado etc.), de forma que o pesquisador deverá

buscar respostas e, moldando um ambiente de conhecimento, a partir da

revisão da literatura (pesquisa bibliográfica) que realizará, poderá, da melhor

forma possível, resolver o problema.

Para que se possa atingir um problema de grande dimensão, o

pesquisador precisará estabelecer outros objetivos, geralmente paralelos, que

acabarão cercando o objetivo geral. Estes são os objetivos específicos. Da

mesma forma, é interessante destacar que cada objetivo acompanha uma

determinada hipótese de pesquisa, ou seja, um elemento de predição variável

para a compreensão de um aspecto do problema da investigação.

OBJETIVOS ESPECIFICOS

Os objetivos específicos são “metas parciais” que, ao serem

alcançadas conjuntamente, acabarão contemplando o objetivo geral. O objetivo


geral seria a resolução do problema de fato, já os objetivos específicos

seriam as formas de obter dados para construir uma solução.

Se o objetivo geral é apresentado em um projeto de pesquisa como um

enunciado mais amplo, os objetivos específicos devem ser estabelecidos de

acordo com suas capacidades. Sendo assim, a escrita dos objetivos

específicos em um projeto de investigação é feita a partir de enunciados curtos

e bem fechados, bem especificados mesmo, usando verbos marcados

(construir, analisar, avaliar, detectar, quantificar, medir).

Em um projeto de pesquisa, o objetivo geral está mais próximo do

problema, enquanto os objetivos específicos estão mais irmanados com a

metodologia. Enquanto a meta geral estuda um fenômeno, as metas

específicas vão medir, quantificar, analisar, avaliar, o mesmo.

A importância do objetivo geral é tão significativa que ele deve estar

presente no final da introdução e também no resumo da pesquisa.

Da mesma forma, os objetivos considerados como um dos principais

elementos da pesquisa, relacionam-se profundamente com o problema, as

hipóteses e à metodologia na construção da pesquisa.

PROCEDIMENTOS PARA FORMULAÇÃO DE OBJETIVOS:

- Todo objetivo começa com um verbo no infinitivo.

- Devem ser iniciados com verbos que exprimam ação, tais como:

verificar, analisar, comparar, descrever, determinar etc.

- Todo objetivo deve ser alcançável, ou seja, não se deve formular um

objetivo que não seja passível de ser atingido.


PRINCIPIAS PROBLEMAS ENCONTRADOS NA ELABORAÇÃO DOS

OBJETIVOS

a) Confundir um objetivo geral, com um específico;

b) Escolher um objetivo específico muito óbvio, que já é próprio da

elaboração da monografia ou do TCC. Por exemplo: reunir fontes

bibliográficas sobre o tema do projeto. Ora, você já vai precisar reunir a

bibliografia própria do assunto da sua pesquisa. Escrever isso é

redundante;

c) Apontar algo impossível;

d) Enumerar os objetivos específicos fora de ordem. Para tudo há uma

sequência. Muitas vezes, durante a elaboração da pesquisa, o aluno vai

precisar alcançar um objetivo específico antes de passar para outro.

Assim, eles devem estar em sequência no texto do projeto de

investigação;

e) Confundir o objetivo geral com o tema do projeto de pesquisa. Em

alguns casos, eles podem ser parecidos, mas neste caso, você vai

precisar rever o seu título, por este ser muito amplo.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A definição dos objetivos é pré-requiso, sem o qual não se realiza

nenhum trabalho científico, da clareza dos objetivos dependem a relevância,

a justificativa do tema a ser pesquisado, as hipóteses, as variáveis, o material,


o método, os resultados, a discussão e conclusões de um trabalho acadêmico

científico.

REFERÊNCIAS

GREENHALGH, Trisha; BOLNER, Ane Rose. Como ler artigos científicos:


fundamentos da medicina baseada em evidências. 2. ed. Porto Aleger: Artmed,
2005. 228 p.

MARTINS JUNIOR, Joaquim. Como escrever trabalhos de conclusão de


curso: instruções para planejar e montar, desenvolver, concluir, redigir e
apresentar trabalhos monográficos e artigos. : Vozes, 2008. 222 p.

VIEIRA, Sonia. Metodologia científica para a área de saúde. Rio de Janeiro:


Elsevier, 2003. 192 p.

Você também pode gostar