Você está na página 1de 4

A primeira placa-mãe surgiu inicialmente em um computador da empresa

IBM, no ano de 1982. O design das placas mãe continua basicamente o

mesmo das primeiras, até os dias atuais. A placa da IBM assim como as

sucessoras tem portas e slots para vários tipos de Hardwares, que são

ligados nela para que a comunicação entre os componentes seja possível.

A placa-mãe nada mais é do que uma central de comunicação. É nela que são

conectados todos os componentes do PC necessários para que uma máquina

funcione. Os pentes de memória, a placa de vídeo, a fonte de energia, o

processador, o HD, o SSD e as placas de rede, todos têm o seu lugar definido para

se conectarem à placa-mãe.

Dessa forma, essa placa de circuitos, quando energizada, permite a troca de

informações entre todos os componentes. Essas informações são lidas e unificadas

pelo sistema operacional, que gerencia todas as peças de hardware, permitindo que

o computador funcione.

Um pouco sobre o que a placa mãe faz com cada peça conectada:
● Processador: A placa mãe transmite os “pedidos” de dados para a

memória RAM e para o HD, e transfere estes dados para o

processador

● Placa de vídeo: A placa mãe envia as informações e dados do

Processador e HD para a placa de vídeo, e a placa de vídeo envia

estes para o monitor.

● Memória RAM: A memória RAM sempre precisa de dados do HD,

estes dados passam pela placa mãe para chegarem á memória.

● HD: A placa mãe pega as informações e dados do HD quando a

memória RAM precisa.

● Leitor de CD/DVD: Quando o leitor interpreta os dados do CD ou

DVD, ele envia estes dados para a memória RAM, que por sua vez

manda para o processador. Estes dados são enviados para a placa

de vídeo, que os transmite pelo monitor.

● Gravador de CD/DVD. Embora seja feito pelo mesmo equipamento,

o sistema de gravação age diferente. O processador manda os

dados á serem gravados para o gravador, que interpreta e grava os

dados.

É a partir da placa-mãe que todos os PCs são construídos. Placas-mãe mais

simples, por exemplo, podem contar com menos slots para receber componentes ou

podem ter limitações com relação à quantidade de energia suportada.

O primeiro item a se observar é o chipset. É ele quem vai dizer quais são os

processadores compatíveis com a placa-mãe. Se a placa em questão é compatível


com processadores Intel, por exemplo, de nada vai adiantar comprar uma CPU

AMD.

A partir do chipset descobre-se ainda qual é o tipo de soquete da placa-mãe. Isso

também é determinante para descobrir quais tipos de memória são compatíveis,

quantas portas USB a placa oferece e assim por diante. Essas limitações devem ser

levadas em consideração, pois caso contrário você terá componentes

incompatíveis.

CPU

CPU é a sigla para Central Process Unit, ou Unidade Central de Processamento.


Ele é o principal item de hardware do computador, que também é conhecido como
processador. A CPU é responsável por calcular e realizar tarefas determinadas pelo
usuário e é considerado o cérebro do PC.
As características da CPU influenciam diretamente na velocidade com que seus
programas vão rodar na máquina. Existem vários tipos de processadores no
mercado: de 32 e 64-bits, com um ou múltiplos núcleos, e compatíveis com
diferentes placas-mãe. As principais fabricantes são a ​Intel e a ​AMD​. A CPU é
ligada à placa mãe por meio de um soquete, um dispositivo que permite ao
processador receber energia para comandar as atividades do computador. Também
existem vários tipos de soquetes no mercado e sua escolha limita a lista de CPUs
compatíveis com a máquina.

RAM

3.5 Memória RAM – Random Access Memory

O significado do nome RAM é memória de acesso aleatório. A memória RAM é um


tipo de tecnologia que permite o acesso aos arquivos armazenados no computador.
Ela funciona como um armazenamento de dados permitindo que arquivos sejam
escritos e lidos em curto prazo, não importando em qual ordem individual as
entradas estão sendo acessadas. Também pode ser entendida como um espaço
temporário de trabalho, pois, após a tarefa ser realizada, os arquivos são retirados
da memória, mantidos no HD.
A memória RAM vai permitir que o seu computador tenha acesso imediato aos
dados que ele deseja, contribuindo para uma maior rapidez e capacidade de
resposta. Quanto maior a memória RAM, maior sua capacidade de trabalho.
Memória RAM, basicamente, é o que vai determinar o que o seu computador vai ser
capaz de rodar, ou seja, se ela for baixa, ela pode até funcionar com eficiência
naquele editor de imagens básico, mas um editor de vídeo ou alguns jogos mais
modernos precisarão ser deixados de lado.

Você também pode gostar