Você está na página 1de 32

FOLHA DE ROSTO ORIENTATIVA PARA PROVA OBJETIVA

LEIA AS ORIENTAÇÕES COM CALMA E ATENÇÃO!

INSTRUÇÕES GERAIS

● Atenção ao tempo de duração da prova, que já inclui o preenchimento da folha de respostas.


● Cada uma das questões da prova objetiva está vinculada ao comando que imediatamente a
antecede e contém orientação necessária para resposta. Para cada questão, existe apenas UMA
resposta válida e de acordo com o gabarito.
● Faltando uma hora para o término do simulado, você receberá um e-mail para preencher o cartão-
resposta, a fim de avaliar sua posição no ranking. Basta clicar no botão vermelho de PREENCHER
GABARITO, que estará no e-mail, ou acessar a página de download da prova. Você deve fazer o
cadastro em nossa plataforma para participar do ranking. Não se preocupe: o cadastro é grátis e
muito simples de ser realizado.
– Se a sua prova for estilo Certo ou Errado (CESPE/CEBRASPE):
marque o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado
com o código E, caso julgue o item ERRADO. Se optar por não responder a uma determinada
questão, marque o campo “EM BRANCO”. Lembrando que, neste estilo de banca, uma resposta
errada anula uma resposta certa.
Obs.: Se não houver sinalização quanto à prova ser estilo Cespe/Cebraspe, apesar de ser no
estilo CERTO e ERRADO, você não terá questões anuladas no cartão-resposta em caso de
respostas erradas.
– Se a sua prova for estilo Múltipla Escolha:
marque o campo designado com a letra da alternativa escolhida (A, B, C, D ou E). É preciso
responder a todas as questões, pois o sistema não permite o envio do cartão com respostas
em branco.
● Uma hora após o encerramento do prazo para preencher o cartão-resposta, você receberá um e-mail
com o gabarito para conferir seus acertos e erros. Caso você seja aluno da Assinatura Ilimitada, você
receberá, com o gabarito, a prova completa comentada – uma vantagem exclusiva para assinantes,
com acesso apenas pelo e-mail e pelo ambiente do aluno.

Em caso de solicitação de recurso para alguma questão, envie para o e-mail:


treinodificil_jogofacil@grancursosonline.com.br.
Nossa ouvidoria terá até dois dias úteis para responder à solicitação.

Desejamos uma excelente prova!


PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

� Baseado no formato de prova


• Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas
marcações, use a Folha de Respostas, único documento válido para a correção da sua prova.
• Em seu caderno de prova, caso haja opção(ões) constituída(s) pela estrutura Situação hipotética:... seguida de Assertiva:..., os

� aplicado pela banca Cebraspe


dados apresentados como situação hipotética deverão ser considerados premissa(s) para o julgamento da assertiva proposta.
• Eventuais espaços livres – identificados ou não pela expressão “Espaço livre” – que constarem deste caderno de prova pode-
rão ser utilizados para rascunhos.

PC/AL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO


CONHECIMENTOS BÁSICOS 3 Mantendo-se a coerência gramatical e a correção gramatical
do texto, é possível deslocar a oração “Aquela que não pode
mudar de lugar” (l. 16) para o início do período.
LÍNGUA PORTUGUESA
ELIANE FONTANA
4 Em “Minha avó entendia de regências verbais. Ela falava de
sério.”, o desenvolvimento das ideias no texto permite a in-
TEXTO I
serção de conectivo de valor explicativo entre as orações, da
Cabeludinho seguinte forma: ... verbais, pois ela falava...

1  Quando a Vó me recebeu nas férias, ela me apresentou 5 É possível inferir do texto que existe uma distinção entre a
aos amigos: Este é meu neto. Ele foi estudar no Rio e voltou norma culta da língua e as variantes linguísticas existentes no
de ateu. Ela disse que eu voltei de ateu. Aquela preposição processo comunicativo das pessoas.
deslocada me fantasiava de ateu. Como quem dissesse no
5 Carnaval: aquele menino está fantasiado de palhaço. Minha 6 Depreende-se das ideias do texto que há indícios de metáfora
avó entendia de regências verbais. Ela falava de sério. Mas no trecho “trouxe um perfume de poesia à nossa quadra.”
todo-mundo riu. Porque aquela preposição deslocada podia
fazer de uma informação um chiste. E fez. E mais: eu acho 7 O desenvolvimento das ideias do texto confere à oração in-
que buscar a beleza nas palavras é uma solenidade de amor. E troduzida por “De outra feita” (l. 10) o valor temporal, ou
10 pode ser instrumento de rir. De outra feita, no meio da pela- seja, sentido de “em outro tempo”.
da um menino gritou: Disilimina esse, Cabeludinho. Eu não
disiliminei ninguém. Mas aquele verbo novo trouxe um per- 8 Na linha 8, a palavra “chiste” pode ser substituída sem preju-
fume de poesia à nossa quadra. ízo semântico pela palavra “problema”.
 Aprendi nessas férias a brincar de palavras mais do que
15 trabalhar com elas. Comecei a não gostar de palavra engave- 9 No trecho “que eu não sei a ler”, sem causar prejuízo para
tada. Aquela que não pode mudar de lugar. Aprendi a gostar
relação gramatical do texto, uma crase poderia ser inserida
mais das palavras pelo que elas entoam do que pelo que elas
em “a”, já que o verbo “sei” foi empregado na sua forma
informam. Por depois ouvi um vaqueiro a cantar com sauda-
transitiva indireta.
de: Ai morena, não me escreve / que eu não sei a ler. Aquele
20 a preposto ao verbo ler, ao meu ouvir, ampliava a solidão
do vaqueiro.

BARROS, M. Memórias inventadas: a infância. São Paulo:


Planeta, 2003. (com adaptações)

Quando à organização dos textos a seguir, julgue os itens.

1 Em “Quando a Vó me recebeu nas férias” (l. 1), o pronome


“me” recebe função sintática de objeto direto.

2 Infere-se das ideias do texto que o autor utiliza alguns des-


vios da norma culta da língua como em “voltou de ateu” a fim
de mostrar que eles possuem um significado incompreensível
na situação comunicativa.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

TEXTO II 16 O termo “mas” (l. 8) corresponde a qualquer um dos seguin-


tes: porém, todavia e entretanto.
Os desastres de Sofia
17 Em “era tudo o que sabíamos dele.” (l. 3), o termo “o” pode-
1  Qualquer que tivesse sido o seu trabalho anterior, ele ria ser substituído por “aquilo” sem prejuízo à correção gra-
o abandonara, mudara de profissão e passara pesadamente a matical, bem como ao sentido original do texto.
ensinar no curso primário: era tudo o que sabíamos dele.
 O professor era gordo, grande e silencioso, de ombros 18 O verbo “abandonara” (l. 2) está conjugado no tempo pre-
5 contraídos. Em vez de nó na garganta, tinha ombros contraí-
térito mais-que-perfeito do modo subjuntivo, que demonstra
dos. Usava paletó curto demais, óculos sem aro, com um fio
incerteza de um fato passado anterior a outro que já passou.
de ouro encimando o nariz grosso e romano. E eu era atra-
ída por ele. Não amor, mas atraída pelo seu silêncio e pela
TEXTO III
controlada impaciência que ele tinha em nos ensinar e que,
10 ofendida, eu adivinhara. Passei a me comportar mal na sala.
[...]
Falava muito alto, mexia com os colegas, interrompia a lição 1  Você está num restaurante com nome francês. O car-
com piadinhas, até que ele dizia, vermelho: dápio é todo escrito em francês. Só o preço está em reais.
 – Cale-se ou expulso a senhora da sala. Muitos reais. Você pergunta o que significa o nome de um
 Ferida, triunfante, eu respondia em desafio: pode me determinado prato ao maître. Você tem certeza que o maître
15 mandar! Ele não mandava, senão estaria me obedecendo. 5 está se esforçando para não rir da sua pronúncia. O maître
Mas eu o exasperava tanto que se tornara doloroso para mim levará mais tempo para descrever o prato do que você para
ser o objeto do ódio daquele homem que de certo modo eu comê-lo, pois o que vem é uma pasta vagamente marinha em
amava. Não o amava como a mulher que eu seria um dia, cima de uma torrada do tamanho aproximado de uma moeda
amava-o como uma criança que tenta desastradamente prote- de um real, embora custe mais de cem. Você come de um gol-
20 ger um adulto, com a cólera de quem ainda não foi covarde e 10 pe só, pensando no que os operários são obrigados a comer.
vê um homem forte de ombros tão curvos. Com inveja.
 (...) [...]
Disponível em: <https://www.trabalhosgratuitos.com/Outras/
Colegial/Os-Desastres-De-Sofia-81500.html>.
19 O trecho “Você tem certeza que o maître está se esforçando
para não rir da sua pronúncia.” (l. 4-5) respeita o padrão culto
10 Subentende-se que a aluna amava o professor de modo in- da linguagem.
controlável, sem receio de que os outros percebessem o amor
20 O gênero textual apresentado é classificado como injuntivo,
carnal que se mostrava recíproco.
pois revela caráter humorístico em uma situação comum re-
11 Na frase “Ferida, triunfante, eu respondia em desafio:” (l. tratada no cotidiano da cidade.
14), a reescrita do texto pode acontecer, sem prejuízo para as
21 Infere-se que o autor do texto recorre ao trecho “pensando no
relações gramaticais e sem alteração de sentido inicial, assim:
que os operários são obrigados a comer. Com inveja.” a fim
“Em desafio, eu triunfante respondia ferida:”
de produzir humor, característica bastante presente em texto
humorístico.
12 O termo “que”, em “que se tornara doloroso” (l. 16), introduz
oração de natureza restritiva e não pode, em hipótese alguma,
22 No trecho “embora custe mais de cem”, a conjunção “em-
receber vírgula anteposta.
bora” pode ser substituída, sem causar prejuízo gramatical
e para coerência textual, pelo correspondente semântico
13 As palavras “gordo”, “grande” e “silencioso” (l. 4) recebem
“apesar de”.
função sintática de predicativo do sujeito e os termos “mal”
(l. 10) e “alto” (l. 11) exercem função sintática de adjunto
23 A palavra “pronúncia” (l. 5) recebe acento na penúltima síla-
adnominal.
ba, por ser uma paroxítona terminada em ditongo crescente.

14 No trecho “Mas eu o exasperava tanto que se tornara do-


24 No texto, o termo “o” em “comê-lo”(l. 7) refere-se ao ele-
loroso para mim”, o elemento “se” exerce função de partí-
mento anteposto “o prato” (l. 6).
cula apassivadora.
25 A organização das ideias do texto permite subentender que
15 Na linha 13, a presença da preposição em “da sala” justi- os termos “Só” (l. 2) e “só” (l. 10) possuem o mesmo valor
fica-se pela regência do verbo bitransitivo “expulso”, na semântico, razão pela qual são classificados, sintaticamente,
mesma linha. como adjuntos adnominais.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO NOÇÕES DE DIREITOS HUMANOS


GLAUBER MARINHO LUCIANO FAVARO

A respeito de ética, moral, princípios e valores e quanto ao exercí- Quanto à teoria geral dos direitos humanos e ao sistema interame-
cio da função pública, julgue os itens. ricano de proteção dos direitos humanos previsto no Pacto de San
José da Costa Rica, julgue os itens a seguir.
26 A ética da responsabilidade se vincula a uma concepção de-
ontológica. 34 A imprescritibilidade dos direitos humanos está vinculada a
sua proteção contra o transcurso de tempo.
27 O utilitarismo consolida a dignidade da pessoa humana. Des-
se modo, avalia que o homem nunca deve ser utilizado como 35 A primazia dos direitos humanos de primeira geração sobre os
um meio para se alcançar um fim. direitos humanos de segunda geração está prevista na Decla-
ração Universal dos Direitos Humanos e em diversos outros
28 Ética e moral possuem significados semelhantes, porém com documentos internacionais de proteção dos direitos humanos.
raízes etimológicas distintas.
36 Os direitos humanos, internalizados pelo ordenamento jurídi-
  co brasileiro com a promulgação da Constituição da Repúbli-
29 A publicidade, por ser princípio constitucional, precisa se ca Federativa do Brasil, estão previstos em um rol taxativo na
consolidar por meio de qualquer ato administrativo. referida Constituição.

A respeito da Lei n. 6.754/2006 (Código de Ética Funcional do 37 O sistema interamericano de proteção de direitos é integrado
Servidor Público Civil do Estado de Alagoas), julgue os itens. pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos e pela
Corte Interamericana de Direitos Humanos, ambos compos-
30 O servidor deverá escolher o que melhor atenda ao interesse tos por sete integrantes, que deverão ser pessoas de alta au-
público, podendo, em situação dessa natureza, omitir a verda- toridade moral e de reconhecido saber em matéria de direitos
de em prol do bem comum. humanos, prescindindo-se que sejam juristas.

31 Todo ato administrativo deve ser publicado de modo a se 38 Situação hipotética: Ademir teve seus direitos humanos
atender a necessária transparência frente ao Estado Demo- violados por um Estado das Américas o qual é signatário do
crático de Direito. Pacto de San José da Costa Rica e, em razão disso, pretende
submeter o caso à análise do sistema interamericano de pro-
32 Comportamentos adotados na vida particular podem afetar teção dos direitos humanos, protocolando, para tanto, uma
de maneira positiva ou negativa o conceito do agente pú- petição perante a Comissão Interamericana de Direitos Hu-
blico na esfera funcional e de maneira reflexiva na imagem manos. Assertiva: nesse caso, Ademir deverá, entre outros
institucional. requisitos, interpor e esgotar os recursos da jurisdição interna
do referido Estado, de acordo com os princípios de Direito
33 De acordo com o Código de Ética, considera-se servidor pú-
Internacional geralmente reconhecidos, sob pena de ter sua
blico todo aquele que, por força de lei, contrato ou de qual-
petição declarada inadmissível pela Comissão.
quer ato jurídico, preste serviços de natureza permanente,
temporária ou excepcional, desde que com retribuição finan- Atinente aos tratados internacionais de direitos humanos e à
ceira, e ligado direta ou indiretamente a qualquer órgão ou Constituição da República Federativa do Brasil, julgue os subse-
entidade do Poder Estatal. quentes itens.

39 O Pacto de San José da Costa foi internalizado no ordena-


mento jurídico brasileiro por meio do Decreto n. 678, de
1992, que promulgou o texto do tratado, donde se pode con-
cluir que esse tratado possui status de norma infralegal.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

40 O tratado de Marraqueche para facilitar o acesso a obras Em relação a programas de correio eletrônico, julgue o
publicadas às pessoas cegas, com deficiência visual ou com próximo item.
outras dificuldades para ter acesso ao texto impresso possui,
no ordenamento jurídico brasileiro, estatuto normativo supra- 47 No Mozilla Thunderbird, para enviar uma mensagem a di-
constitucional, tendo em vista sua aprovação, em cada Casa versos destinatários como cópia, sem que os destinatários
do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos saibam dos demais destinatários, deve-se preencher o campo
respectivos membros. Cco no corpo da mensagem.

Quanto à afirmação histórica dos direitos humanos, julgue o item. A respeito de edição de textos, planilhas e apresentações (ambien-
tes Microsoft Office e LibreOffice), julgue o item a seguir.
41 A Bill of Rights americana e a Declaração dos Direitos do
Homem e do Cidadão, ambas de 1789, são documentos rela- 48 O MS Word 2019 permite compartilhar seu documento com
cionados aos direitos humanos de primeira geração. outras pessoas, dando permissão para exibir e editar.

Sobre conceitos de organização e de gerenciamento de informa-


NOÇÕES DE INFORMÁTICA ções, arquivos, pastas e programas no sistema operacional Win-
LEONARDO VASCONCELOS dows 10, julgue os próximos itens.

Acerca de computação na nuvem (cloud computing), julgue o item 49 O Policial Civil Leonardo Vasconcelos não consegue salvar
subsequente.
um documento do Word com o nome “Prova dia 29/8/2021.
docx” pois ele utilizou caracteres restritos pelo sistema ope-
42 A computação em nuvem é a entrega de recursos de Tecno-
racional Windows.
logia da Informação sob demanda, por meio da Internet, com
definição de preço de pagamento conforme o uso.
50 No Sistema operacional Windows 10, é possível desinstalar
um software abrindo o Menu Iniciar, clicando com botão di-
Com referência a conceitos de proteção e de segurança, julgue os
reito sobre o programa que se deseja desinstalar e escolhendo
itens subsecutivos.
a opção desinstalar.
43 Backdoor é um dispositivo de segurança da rede que moni-
tora o tráfego de rede de entrada e saída e decide permitir CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
ou bloquear tráfegos específicos de acordo com um conjunto
definido de regras de segurança. NOÇÕES DE DIREITO
44 Um dispositivo configurado como IPS (intrusion prevention ADMINISTRATIVO
system) analisa tráfegos na rede de computadores, em busca LEANDRO PEREIRA
de assinaturas de ataques, e possui autonomia para bloquear
Organização administrativa é o capítulo do Direito Administra-
o tráfego de rede.
tivo que estuda a estrutura interna da Administração Pública, os
órgãos e pessoas jurídicas que a compõem personalidade jurídica
No que se refere a redes de computadores, julgue os itens que
própria de atribuições do Estado. Sobre o tema, julgue os pró-
se seguem.
ximos itens.
45 O IMAP é um protocolo indicado para enviar informações
51 Desconcentração é a distribuição externa de atribuições à
do software cliente de e-mail para o servidor, não mantendo
nova pessoa jurídica que representa o Estado na prestação
cópia local.
de serviços.
46 Os computadores, smartphones e tablets comunicam-se entre
52 As autarquias são pessoas jurídicas dotadas de personalidade
si e com os demais meios de transmissão de dados por meio
jurídica de direito público para desempenho de atividades tí-
da NIC (Network Interface Card), a qual possui um número
picas e atípicas do Estado.
único denominado endereço IP (Internet Protocol).
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Ato Administrativo é toda manifestação unilateral de vontade da Entende-se por responsabilidade civil do Estado (ou da Adminis-
Administração Pública que, agindo nessa qualidade, tenha por tração) a obrigação legal da Fazenda Pública de ressarcir terceiros
fim imediato adquirir, resguardar, transferir, modificar, extinguir pelos danos patrimoniais que lhe foram causados por atos comis-
e declarar direitos, ou impor obrigações aos administrados ou a sivos ou omissivos, materiais ou jurídicos, lícitos ou ilícitos dos
si próprio. Sobre atos administrativos, julgue os próximos itens. agentes públicos, no desempenho de suas funções ou a pretexto de
exercê-las. Sobre o tema, julgue os próximos itens.
53 A Competência é o poder decorrente da lei que dá ao agente
administrativo a capacidade de exercer suas atribuições e pra- 61 A Administração Pública se baseia na tese constitucional
ticar o ato administrativo, sendo delegável e avocável quando de responsabilidade civil pela teoria do risco integral, res-
permitido pela lei. pondendo objetivamente pelos danos que seus agentes cau-
sarem a terceiros.
54 Os atributos dos atos administrativos cumprem o propósito
de diferenciar atos administrativos, praticados pela adminis- 62 A Administração Pública responde objetivamente pelos atos
tração pública por seus agentes, e atos praticados pela inicia- omissivos e comissivos.
tiva privada, por um particular.
Sobre licitações e contratos, julgue os próximos itens.
55 A anulação dos atos administrativos se justifica pela ilega-
lidade presente no ato e pode ser declarada de ofício pela 63 A Administração Pública deve sempre adotar o processo lici-
Administração Pública e pelo Poder Judiciário. tatório para aquisição de bens e serviços que atendam o inte-
resse público.
Sobre agentes públicos, julgue o próximo item.
64 O Princípio da Vinculação ao Instrumento Convocatório tam-
56 O agente público é todo aquele que presta qualquer tipo de bém vincula a Administração Pública às regras que ela mes-
serviço ao Estado, que exerce funções públicas, no sentido ma estabelece para o procedimento licitatório.
mais amplo possível dessa expressão, significando qualquer
atividade pública. 65 A modalidade de licitação concurso é utilizada pela Adminis-
tração Pública para trabalhos artísticos, científicos e técnicos.
Os poderes administrativos são aqueles da Administração Pública
para consecução de seus interesses, visando o bem comum da cole-
tividade. Sobre poderes administrativos, julgue os próximos itens.
NOÇÕES DE DIREITO
CONSTITUCIONAL
57 O objetivo do poder hierárquico é ordenar, coordenar, cor- RICARDO BLANCO
rigir, aplicar penalidades e controlar os atos administrativos
internos da Administração. Julgue o item em relação aos direitos individuais.

58 No exercício do poder de polícia, a Administração Pública 66 No caso de iminente perigo público, a autoridade competente
está autorizada a tomar medidas preventivas, e não apenas poderá usar de propriedade particular, assegurada ao proprie-
repressivas. tário indenização prévia, se houver dano.

59 A autoexecutoriedade é um atributo do poder de polícia e au- Julgue os itens em relação ao entendimento do STF.
toriza a Administração Pública a decidir ou executar decisão
67 O aviso prévio é uma condicionante ao exercício do direito
pelos próprios meios, sem que o judiciário possa intervir.
de reunião previsto na CF: a inexistência de notificação às
O controle da Administração Pública é o conjunto de mecanis- autoridades competentes torna ilegal a manifestação coletiva.
mos jurídicos e administrativos por meio dos quais se exerce o
poder de fiscalização e de revisão da atividade administrativa em 68 A falta de estabelecimento penal adequado autoriza a manu-
qualquer das esferas de poder. Sobre controle da Administração tenção do condenado em regime prisional mais gravoso, não
Pública, julgue o próximo item. podendo o juiz da execução autorizar a saída antecipada de
sentenciados enquadrados nesse regime em razão da falta de
60 Por meio de recursos administrativos, a Administração Pú- vagas no estabelecimento penal.
blica controla suas decisões sobre o prisma da legalidade
de mérito.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

69 O ingresso regular da polícia no domicílio, sem autorização 79 Na seara penal, o dia do começo inclui-se no cômputo do
judicial, em caso de flagrante delito, para que seja válido, ne- prazo, e contam-se os dias, os meses e os anos pelo calen-
cessita que haja fundadas razões (justa causa) que sinalizem dário comum.
a ocorrência de crime no interior da residência. 
80 Leis excepcionais penais diferem de leis temporárias, pois,
Julgue o item em relação à nacionalidade. nas leis temporárias, em que pese não haver data pré-definida
para sua revogação, há a previsão de um evento que irá cau-
70 São brasileiros natos os nascidos na República Federativa do sar a revogação do referido diploma legal.
Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde que estes não
estejam a serviço de seu país. 81 João praticou feminicídio contra sua ex-companheira Joana,
um mês após Joana dar à luz o seu primeiro filho. Nesse con-
Julgue o item em relação aos direitos políticos. texto, é correto afirmar que não há causa de aumento aplicá-
vel à conduta de João, haja vista que o Código Penal prevê,
71 Não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, du- no caso de feminicídio, apenas hipótese de aumento de pena
rante o período do serviço militar obrigatório, os conscritos. para condutas praticadas em desfavor de gestantes.

Julgue o item em relação ao Poder Executivo. 82 Por se tratar de infração penal condicionada ao resultado, o
induzimento ao suicídio requer, no mínimo, a ocorrência de
72 Compete privativamente ao Presidente da República sancio-
lesão corporal grave para sua configuração. Do contrário, ha-
nar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir
verá fato atípico.
decretos e regulamentos para sua fiel execução;
83 Eventual lesão corporal culposa que cause perigo de vida
Julgue os itens em relação à segurança pública.
deve ser classificada como lesão corporal de natureza grave,
segundo o Código Penal.
73 Segundo o STF, é constitucional a atribuição às guardas mu-
nicipais do exercício de poder de polícia de trânsito, inclu-
84 Se determinado sujeito, primário, furta uma mochila de pe-
sive para imposição de sanções administrativas legalmente
queno valor, o juiz pode substituir a pena de reclusão pela de
previstas.
detenção, diminuí-la de um a dois terços ou aplicar somente
a pena de multa.
74 A segurança viária compreende a educação, a engenharia e a
fiscalização de trânsito, vetores que asseguram ao cidadão o
85 A subtração de coisa comum pelo co-herdeiro requer repre-
direito à mobilidade urbana eficiente.
sentação para que seja realizada a instauração do inquérito ou
oferecimento da denúncia em juízo.
75 O patrulhamento ostensivo das rodovias federais é da compe-
tência da PRF e das polícias militares.
86 Equiparam-se, para os fins de dosimetria da pena, o roubo
praticado com armas brancas e o roubo praticado com arma
NOÇÕES DE DIREITO PENAL de fogo de uso permitido.
DOUGLAS VARGAS
87 No âmbito dos crimes contra a Administração Pública, o
76 A lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período delito de peculato, na forma culposa, admite a aplicação do
de sua duração ou cessadas as circunstâncias que a determi- instituto do arrependimento posterior para extinção da puni-
naram, aplica-se ao fato praticado durante sua vigência. bilidade do acusado.

77 Na teoria penal, considera-se praticado o crime no momen- 88 Aquele que promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmen-
to da ação ou do resultado, ainda que outro seja o momento te presa, dolosamente, pratica o delito conhecido como “arre-
da conduta. batamento de preso”.

78 A afirmação de que “não há crime sem lei anterior que o defi- 89 No âmbito do delito de falso testemunho, aumenta-se a pena
na e de que não há pena sem prévia cominação legal” contida se o crime é praticado mediante suborno ou se cometido com
no Código Penal traduz os ideais dos princípios da fragmen- o fim de obter prova destinada a produzir efeito em pro-
tariedade e do juiz natural. cesso penal.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

90 Sean comparece, perante a autoridade, e acusa-se de crime Analise a seguinte situação hipotética e julgue os três itens a seguir.
praticado por outrem. Nesse contexto, é correto afirmar que
Sean praticou o delito de comunicação falsa de crime ou Afonso foi preso em flagrante delito pela prática do crime de
contravenção. roubo praticado no centro da capital de Alagoas. Durante a abor-
dagem, Afonso resistiu à prisão, tendo os policiais civis feito uso
de algemas para condução do preso à delegacia.
NOÇÕES DE DIREITO
PROCESSUAL PENAL 96 Conforme entendimento jurisprudencial, a condução do pre-
DEUSDEDY SOLANO so com a utilização de algemas durante a prisão em flagrante
viola os princípios fundamentais da presunção de inocência
91 Situação hipotética: Antônia, vítima de ameaça, dirigiu-se e da dignidade da pessoa humana, motivo pelo qual a pri-
a um Distrito Policial de Arapiraca/AL e noticiou o fato. As são é ilegal.
graves ameaças são dirigidas a ela e a vários de seus familia-
res. Assertiva: mesmo que o crime de ameaça seja punível 97 A falta de testemunhas oculares do roubo supostamente prati-
apenas com detenção, é possível que o juiz decrete intercep- cado por Afonso não impedirá o auto de prisão em flagrante;
tação telefônica em desfavor do suspeito, desde que não exis- mas, nesse caso, com o condutor, deverão assiná-lo pelo me-
ta outro meio de prova. nos duas pessoas que hajam testemunhado a apresentação do
preso à autoridade.
Conforme descreve a Lei n. 7.960/1990, que trata sobre a prisão
temporária, julgue o item a seguir. 98 Se o delegado que presidiu o auto de prisão em flagrante der
causa, sem motivação idônea, à não realização da audiência
92 Decorrido o prazo contido no mandado de prisão temporária, de custódia de Afonso no prazo de 24 horas, embora não res-
a autoridade responsável pela custódia deverá, independen- ponda criminalmente por isso, responderá administrativa e
temente de nova ordem da autoridade judicial, pôr imediata- civilmente pela omissão.  
mente o preso em liberdade, salvo se já tiver sido comunica-
da da prorrogação da prisão temporária ou da decretação da Conforme disposto no CPP sobre a prisão preventiva, analise os
prisão preventiva.   três itens a seguir.

Em relação à prova no processo, conforme descreve o Código de 99 Em qualquer fase da investigação policial ou do processo pe-
Processo Penal, julgue os três itens a seguir. nal, caberá a prisão preventiva decretada pelo juiz, a requeri-
mento do Ministério Público, do querelante ou do assistente,
93 A acareação será admitida entre acusados, entre acusado e ou por representação da autoridade policial, podendo o juiz,
testemunha, entre testemunhas, entre testemunha e a pessoa em caso de necessidade, decretar a prisão preventiva de ofí-
ofendida, e entre as pessoas ofendidas, sempre que divergi- cio, desde que seja durante a ação penal.
rem, em suas declarações, sobre fatos ou circunstâncias rele-
vantes, sendo vedada apenas a acareação entre o acusado e a 100 Decretada a prisão preventiva, deverá o órgão emissor da de-
pessoa ofendida. cisão revisar a necessidade de sua manutenção a cada 90 (no-
venta) dias, mediante decisão fundamentada, de ofício, sob
94 Nos termos da lei, excepcionalmente, o juiz, por decisão fun- pena de tornar a prisão ilegal.  
damentada, de ofício ou a requerimento das partes, poderá
realizar o interrogatório do réu que esteja preso ou solto, por 101 A decisão que decretar, substituir ou denegar a prisão preven-
sistema de videoconferência ou outro recurso tecnológico de tiva será sempre motivada e fundamentada.
transmissão de sons e imagens em tempo real.

95 Nos exames e perícia criminal, há a chamada cadeia de cus-


tódia, que tem início com a preservação do local de crime
ou com procedimentos policiais ou periciais nos quais seja
detectada a existência de vestígio.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Analise a seguinte situação hipotética e julgue os dois LEGISLAÇÃO


itens a seguir. GUSTAVO BRÍGIDO/MARCOS
FAGNER/RODRIGO CARDOSO
Anita foi indiciada em inquérito policial pela suposta prática do
crime de estelionato contra idosos de mais de 70 anos. Durante a
107 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, a segurança
investigação criminal foi levantado que a investigada praticava o
pública, dever do Estado e direito e responsabilidade de to-
crime em conluio com outras pessoas e de forma continuada.
dos, é exercida para a preservação da ordem pública e da in-
columidade das pessoas e do patrimônio.
102 Nesse caso, se Anita estiver solta, o inquérito deverá termi-
nar no prazo de 30 dias, sendo que, se o fato for de difícil
108 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, são respon-
elucidação, a autoridade poderá requerer ao juiz a devolução
sáveis pela segurança pública, respeitada a competência da
dos autos, para ulteriores diligências, que serão realizadas no
União: a Polícia Civil, a Polícia Militar, o Corpo de Bombei-
prazo marcado pelo juiz.
ros Militar e a Polícia Penal.

103 Mesmo que o crime de estelionato contra pessoa maior de 70 109 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, à Polícia Ci-
anos seja de ação penal pública incondicionada, para que a vil, dirigida por delegado de polícia, incumbe as funções de
autoridade possa iniciar as investigações seria necessário que polícia judiciária e a apuração das infrações penais, inclusive
pelo menos uma das vítimas idosas apresentasse a represen- as militares.
tação criminal contra Anita.
110 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, à Polícia Pe-
Nos termos da Lei n. 9.099/1995 que trata sobre o Juizado Espe- nal, instituição permanente, essencial à segurança pública e
cial Criminal e sua orientação jurisprudencial, julgue os três
à execução penal, com autonomia administrativa, estruturada
itens a seguir.
em carreira única, dirigida por Polícia Penal, incumbe a segu-
rança dos estabelecimentos penais.
104 O processo nos Juizados Especiais orientar-se-á pelos cri-
térios da oralidade, simplicidade, informalidade, economia
111 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, o preen-
processual e celeridade, buscando, sempre que possível, a
chimento do quadro de servidores da Polícia Penal será
conciliação ou a transação.
feito, exclusivamente, por meio de concurso público e por
meio da transformação dos cargos isolados, dos cargos de
105 A autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrên-
carreira dos atuais Agentes Penitenciários e dos cargos pú-
cia lavrará termo circunstanciado e o encaminhará imediata-
blicos equivalentes.
mente ao Juizado, com o autor do fato e a vítima, deixando
a cargo do juiz ou do Ministério Público as requisições dos
112 A Polícia Civil fundamenta-se na hierarquia e na disciplina.
exames periciais necessários.
113 São autoridades policiais civis apenas os delegados distritais,
106 Para o oferecimento da denúncia, que será elaborada com
especializados, regionais e demais delegados de polícia.
base no termo de ocorrência referido na Lei dos Juizados,
com dispensa do inquérito policial, prescindir-se-á do exame
114 Na data da conclusão do estágio, o Conselho Superior de
do corpo de delito quando a materialidade do crime estiver
Polícia, de posse do relatório, opinará sobre a adaptação, ou
aferida por boletim médico ou prova equivalente.
não, do servidor em estágio probatório.

115 A promoção é a progressão vertical no escalonamento de cada


série de classes, condicionada a critério de rendimento, dedi-
cação, probidade, assiduidade, lealdade e aperfeiçoamento.

116 Quando houver conveniência para o serviço, a pena de sus-


pensão poderá ser convertida em multa na base máxima de
50% (cinquenta por cento) do vencimento ou remuneração,
obrigado, neste caso, o policial civil a permanecer em serviço.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Julgue os itens abaixo com fulcro na Lei n. 5.247/1991 (Regime


Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis do Estado de Ala-
goas, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais).

117 Será tornado sem efeito o aproveitamento e cassada a aposen-


tadoria se o servidor não entrar em exercício no prazo legal,
salvo doença comprovada por junta médica oficial.

118 Promoção e readaptação são formas de vacância do car-


go público.

119 O Policial Civil que solicitar remoção para trabalhar em nova


sede terá direito a receber ajuda de custo para compensar as
despesas de instalação.

120 A responsabilidade administrativa do servidor será afastada


no caso de absolvição criminal que negue a existência do fato.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

DISCURSIVA
JÚNIA ANDRADE

Informações Preliminares:

• A prova discursiva valerá 20,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de tema da
atualidade.
• A prova discursiva avaliará o conteúdo (desenvolvimento do tema), a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das
normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.
• O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência
e pela coesão.
• Reserva-se 1,00 ponto para a nota de Apresentação.

Proposta Temática

O controle do crime e da violência no Brasil foge ao poder do Estado. A polícia brasileira vive uma rotina estressante de traba-
lho em função das demandas decorrentes de atuação de criminosos nas mais diversas tipificações. Mesmo em cenários de redução
de mobilidade como o vivenciado nestes tempos de combate à Covid-19, o que se nota é um tom de mudança de redução de um
tipo de atividade criminosa para a compensação de outra cujos números aumentam substancialmente. Em que pese o governo
invista em programas e políticas de redução da violência, a impressão que se tem é a de que períodos de trégua são organizados
pelos próprios criminosos.

Considerando o texto acima como meramente motivador, disserte sobre o seguinte tema:

A NECESSIDADE DE OPERAR MUDANÇAS NO PARADIGMA DE COMBATE AO CRIME NO BRASIL

Em seu texto, considere, necessariamente, os seguintes aspectos:


1) O cenário do enfrentamento policial à criminalidade do Brasil. [7,00 pontos]
2) Os atuais instrumentos de modernização de combate ao crime. [7,00 pontos]
3) A importância de o Estado investir efetivamente em atividade de inteligência policial. [5,00 pontos]
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Rascunho

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30
SIMULADO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO
POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE ALAGOAS
AGENTE E ESCRIVÃO

GABARITO

Item 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15
Gabarito C E E C C C E E E E E E E E E

Item 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
Gabarito C C E E E C E C C E E E C E E

Item 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45
Gabarito E C E C E E E C E E C C E C E

Item 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60
Gabarito E E C C C E E C C E C E C C C

Item 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75
Gabarito E E E C C E E E C C C C C C E

Item 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90
Gabarito C E E C E E E E C C E E E C E

Item 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105


Gabarito E C E E C E C E E C C C E C E

Item 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120
Gabarito C C C E C C C E E C C E C E C
QUESTÕES COMENTADAS

Se surgir dúvida, não se


preocupe. O app conta com
mais de 340 mil questões
comentadas pelos nossos
App professores para que você
assimile melhor o conteúdo.

GRAN QUESTÕES
E continuamos contando
mais questões!

ASSUNTOS FREQUENTES

Saiba o que despenca nas


provas. Com essa
funcionalidade, você fica por
dentro dos assuntos mais
cobrados dos concursos,
podendo assim dar mais
atenção para as matérias mais
importantes.

SER APROVADO É UMA MARCADORES

QUESTÃO DE TREINO Nessa categoria, quem manda


é você! Crie seus próprios

»
marcadores, organizando suas
questões como for mais fácil
E, com mais de 1 milhão de questões, para você. Separe por erros,
difíceis, fáceis, com peguinhas
você vai achar que a prova é mais uma ou conforme sua imaginação
bateria delas. mandar!

Selecione questões por órgão, nível,


cargo, banca, ano, estado, conteúdo
e matéria. A MELHOR PARTE

Tenha controle do que já fez, avalie Uma infinidade de vantagens


com facilidade seus erros e acertos espera por você no Gran
Questões, mas a melhor parte
e estude de forma pragmática para é: GRÁTIS PARA ALUNOS
passar no concurso dos seus sonhos. ILIMITADOS. Garanta agora sua
Assinatura Ilimitada e use e
abuse do app de questões mais
completo do Brasil!

Contato para vendas: Quero estudar pelo


(61) 99884-6348 | De segunda a quinta até as 22h e sexta até as 21h. app gran questões
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

CONHECIMENTOS BÁSICOS 3 Mantendo-se a coerência gramatical e a correção gramatical


do texto, é possível deslocar a oração “Aquela que não pode
mudar de lugar” (l. 16) para o início do período.
LÍNGUA PORTUGUESA
ELIANE FONTANA Errado.
Caso a oração seja deslocada para o início do período, a coe-
TEXTO I rência será prejudicada, pois a oração faz referência ao termo
“palavra engavetada”.
Cabeludinho
4 Em “Minha avó entendia de regências verbais. Ela falava de
1  Quando a Vó me recebeu nas férias, ela me apresentou
sério.”, o desenvolvimento das ideias no texto permite a in-
aos amigos: Este é meu neto. Ele foi estudar no Rio e voltou
serção de conectivo de valor explicativo entre as orações, da
de ateu. Ela disse que eu voltei de ateu. Aquela preposição
seguinte forma: ... verbais, pois ela falava...
deslocada me fantasiava de ateu. Como quem dissesse no
5 Carnaval: aquele menino está fantasiado de palhaço. Minha
Certo.
avó entendia de regências verbais. Ela falava de sério. Mas
As orações estão coordenadas entre si e permitem o entendi-
todo-mundo riu. Porque aquela preposição deslocada podia
mento de explicação da segunda oração em relação à primeira.
fazer de uma informação um chiste. E fez. E mais: eu acho
que buscar a beleza nas palavras é uma solenidade de amor. E
10 pode ser instrumento de rir. De outra feita, no meio da pela- 5 É possível inferir do texto que existe uma distinção entre a
da um menino gritou: Disilimina esse, Cabeludinho. Eu não norma culta da língua e as variantes linguísticas existentes no
disiliminei ninguém. Mas aquele verbo novo trouxe um per- processo comunicativo das pessoas.
fume de poesia à nossa quadra.
 Aprendi nessas férias a brincar de palavras mais do que Certo.
15 trabalhar com elas. Comecei a não gostar de palavra engave- As pessoas não se comunicam somente utilizando a linguagem
tada. Aquela que não pode mudar de lugar. Aprendi a gostar formal (de acordo com as regras propostas pela gramática nor-
mais das palavras pelo que elas entoam do que pelo que elas mativa). A comunicação perpassa os limites das regras e utiliza
informam. Por depois ouvi um vaqueiro a cantar com sauda- diversos recursos comunicativos a fim de que a mensagem seja
de: Ai morena, não me escreve / que eu não sei a ler. Aquele transmitida, mesmo que para isso tenha de ferir o padrão culto.
20 a preposto ao verbo ler, ao meu ouvir, ampliava a solidão
do vaqueiro. 6 Depreende-se das ideias do texto que há indícios de metáfora
no trecho “trouxe um perfume de poesia à nossa quadra.”
BARROS, M. Memórias inventadas: a infância. São Paulo:
Planeta, 2003. (com adaptações) Certo.
Metáfora é a figura de linguagem que produz sentido figu-
Quando à organização dos textos a seguir, julgue os itens. rado por meio de comparações, como é visto em “perfume
de poesia”.
1 Em “Quando a Vó me recebeu nas férias” (l. 1), o pronome
“me” recebe função sintática de objeto direto. 7 O desenvolvimento das ideias do texto confere à oração in-
troduzida por “De outra feita” (l. 10) o valor temporal, ou
Certo. seja, sentido de “em outro tempo”.
O verbo “receber”, com sentido de acolher como visita, é tran-
sitivo direto. Logo, o pronome “me” recebe função sintática de Errado.
objeto direto. A expressão utilizada na introdução oracional confere ao trecho
a ideia de “de outra forma”, “aliás”.
2 Infere-se das ideias do texto que o autor utiliza alguns des-
vios da norma culta da língua como em “voltou de ateu” a fim 8 Na linha 8, a palavra “chiste” pode ser substituída sem preju-
de mostrar que eles possuem um significado incompreensível ízo semântico pela palavra “problema”.
na situação comunicativa.
Errado.
Errado. A palavra “chiste”, no texto, foi empregada com sentido de algo
Apesar de irem contra preceitos da norma culta, desvios como engraçado, cômico. Logo, não pode ser trocada sem causar pre-
“voltou de ateu”, “Disilimina” e “a ler” são totalmente compre- juízo semântico por um termo de significado distinto.
endidos quando estão empregados em um contexto específico,
valorizando diferentes formas de comunicação.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

9 No trecho “que eu não sei a ler”, sem causar prejuízo para 11 Na frase “Ferida, triunfante, eu respondia em desafio:” (l.
relação gramatical do texto, uma crase poderia ser inserida 14), a reescrita do texto pode acontecer, sem prejuízo para as
em “a”, já que o verbo “sei” foi empregado na sua forma relações gramaticais e sem alteração de sentido inicial, assim:
transitiva indireta. “Em desafio, eu triunfante respondia ferida:”

Errado. Errado.
Não se usa crase diante de verbo, pois o uso do determinante é Os adjetivos “Ferida” e “triunfante” deveriam ser mantidos
proibido diante dessa classe gramatical. isolados por vírgulas, a fim de conservar o sentido original
do período.
TEXTO II
12 O termo “que”, em “que se tornara doloroso” (l. 16), introduz
Os desastres de Sofia oração de natureza restritiva e não pode, em hipótese alguma,
receber vírgula anteposta.
1  Qualquer que tivesse sido o seu trabalho anterior, ele
o abandonara, mudara de profissão e passara pesadamente a Errado.
ensinar no curso primário: era tudo o que sabíamos dele. A partícula “que” introduz oração subordinada adverbial e con-
 O professor era gordo, grande e silencioso, de ombros fere ao período ideia de consequência.
5 contraídos. Em vez de nó na garganta, tinha ombros contraí-
dos. Usava paletó curto demais, óculos sem aro, com um fio 13 As palavras “gordo”, “grande” e “silencioso” (l. 4) recebem
de ouro encimando o nariz grosso e romano. E eu era atra- função sintática de predicativo do sujeito e os termos “mal”
ída por ele. Não amor, mas atraída pelo seu silêncio e pela
(l. 10) e “alto” (l. 11) exercem função sintática de adjunto
controlada impaciência que ele tinha em nos ensinar e que,
adnominal.
10 ofendida, eu adivinhara. Passei a me comportar mal na sala.
Falava muito alto, mexia com os colegas, interrompia a lição
Errado.
com piadinhas, até que ele dizia, vermelho:
Os termos “mal” e “alto” recebem função sintática de adjunto
 – Cale-se ou expulso a senhora da sala.
adverbial.
 Ferida, triunfante, eu respondia em desafio: pode me
15 mandar! Ele não mandava, senão estaria me obedecendo.
14 No trecho “Mas eu o exasperava tanto que se tornara do-
Mas eu o exasperava tanto que se tornara doloroso para mim
loroso para mim”, o elemento “se” exerce função de partí-
ser o objeto do ódio daquele homem que de certo modo eu
amava. Não o amava como a mulher que eu seria um dia, cula apassivadora.
amava-o como uma criança que tenta desastradamente prote-
Errado.
20 ger um adulto, com a cólera de quem ainda não foi covarde e
O verbo “tornara” exerce função sintática de ligação. Logo, o
vê um homem forte de ombros tão curvos.
complemento verbal é um predicativo e a função da partícula
 (...)
“se” é parte integrante do verbo.
Disponível em: <https://www.trabalhosgratuitos.com/Outras/
Colegial/Os-Desastres-De-Sofia-81500.html>. 15 Na linha 13, a presença da preposição em “da sala” justi-
fica-se pela regência do verbo bitransitivo “expulso”, na
10 Subentende-se que a aluna amava o professor de modo in- mesma linha.
controlável, sem receio de que os outros percebessem o amor
carnal que se mostrava recíproco. Errado.
O verbo “expulso” é transitivo direto.
Errado.
Subentender é chegar à conclusão tendo por base indícios. Não 16 O termo “mas” (l. 8) corresponde a qualquer um dos seguin-
há traços no texto para que o leitor subentenda o que está afir- tes: porém, todavia e entretanto.
mado no item. As linhas 118 e 19, em “Não o amava como
a mulher que eu seria um dia, amava-o como uma criança” Certo.
comprovam que o amor da aluna ao professor era diferente Todas as conjunções são coordenadas adversativas.
do “carnal”.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

17 Em “era tudo o que sabíamos dele.” (l. 3), o termo “o” pode- Certo.
ria ser substituído por “aquilo” sem prejuízo à correção gra- Espera-se que o leitor perceba a presença da quebra de expecta-
matical, bem como ao sentido original do texto. tiva no trecho supracitado, razão do humor no texto.

Certo. 22 No trecho “embora custe mais de cem”, a conjunção “em-


O termo “o” é pronome substantivo e pode ser substituído por bora” pode ser substituída, sem causar prejuízo gramatical
“aquilo” sem prejudicar o sentido ou a correção gramatical e para coerência textual, pelo correspondente semântico
do período. “apesar de”.

18 O verbo “abandonara” (l. 2) está conjugado no tempo pre- Errado.


térito mais-que-perfeito do modo subjuntivo, que demonstra Para que a troca seja efetivada com sucesso, sem ferir a corre-
incerteza de um fato passado anterior a outro que já passou. ção gramatical e a coerência do período, alguns ajustes são ne-
cessários no contexto, como reformular o verbo, por exemplo.
Errado. Assim: “apesar de custar mais de cem.”
O verbo está empregado no pretérito mais-que-perfeito do indi-
cativo, que representa o pretérito do pretérito. 23 A palavra “pronúncia” (l. 5) recebe acento na penúltima síla-
ba, por ser uma paroxítona terminada em ditongo crescente.
TEXTO III
Certo.
[...] Na norma padrão, recebem acento as palavras paroxítonas ter-
1  Você está num restaurante com nome francês. O car- minadas em ditongo crescente.
dápio é todo escrito em francês. Só o preço está em reais.
Muitos reais. Você pergunta o que significa o nome de um 24 No texto, o termo “o” em “comê-lo”(l. 7) refere-se ao ele-
determinado prato ao maître. Você tem certeza que o maître mento anteposto “o prato” (l. 6).
5 está se esforçando para não rir da sua pronúncia. O maître
levará mais tempo para descrever o prato do que você para Certo.
comê-lo, pois o que vem é uma pasta vagamente marinha em O pronome oblíquo átono “o” é substantivo e retoma “o prato”
cima de uma torrada do tamanho aproximado de uma moeda (linha anterior).
de um real, embora custe mais de cem. Você come de um gol-
10 pe só, pensando no que os operários são obrigados a comer. 25 A organização das ideias do texto permite subentender que
Com inveja. os termos “Só” (l. 2) e “só” (l. 10) possuem o mesmo valor
[...] semântico, razão pela qual são classificados, sintaticamente,
como adjuntos adnominais.
19 O trecho “Você tem certeza que o maître está se esforçando
para não rir da sua pronúncia.” (l. 4-5) respeita o padrão culto Errado.
da linguagem. Os termos foram empregados com sentido de “somente” ou
“apenas”, entretanto recebem função sintática de adjuntos
Errado. adverbiais.
Conforme o padrão culto da língua, o substantivo “certeza” exi-
ge o uso da preposição “de” para seu complemento.

20 O gênero textual apresentado é classificado como injuntivo,


pois revela caráter humorístico em uma situação comum re-
tratada no cotidiano da cidade.

Errado.
O gênero textual é uma crônica, que conta de forma humorísti-
ca uma situação comum no cotidiano de alguém. Texto injunti-
vo é aquele que tem por objetivo instruir o leitor.

21 Infere-se que o autor do texto recorre ao trecho “pensando no


que os operários são obrigados a comer. Com inveja.” a fim
de produzir humor, característica bastante presente em texto
humorístico.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO A respeito da Lei n. 6.754/2006 (Código de Ética Funcional do


GLAUBER MARINHO Servidor Público Civil do Estado de Alagoas), julgue os itens.

A respeito de ética, moral, princípios e valores e quanto ao exercí- 30 O servidor deverá escolher o que melhor atenda ao interesse
cio da função pública, julgue os itens. público, podendo, em situação dessa natureza, omitir a verda-
de em prol do bem comum.
26 A ética da responsabilidade se vincula a uma concepção de-
ontológica. Errado.
Atendendo ao disposto no Código de Ética, art. 2º, VIII:
Errado.
A ética da convicção se apresenta como uma ética absoluta, em Art. 2º, VIII – toda pessoa tem direito à verdade. O ser-
que todos os valores se subordinam a um dever – um valor abso- vidor público não pode omiti-la ou falseá-la, ainda que
luto (caráter deontológico). A ética da responsabilidade conside- contrária aos interesses da própria pessoa interessada ou
ra as consequências previsíveis das ações (caráter teleológico). da Administração Pública Estadual. O Estado de Alagoas
não pode crescer ou estabilizar-se sobre o poder corruptivo
27 O utilitarismo consolida a dignidade da pessoa humana. Des- do hábito do erro, da opressão, ou da mentira, que sempre
aniquila a dignidade humana.
se modo, avalia que o homem nunca deve ser utilizado como
um meio para se alcançar um fim.
31 Todo ato administrativo deve ser publicado de modo a se
Errado. atender a necessária transparência frente ao Estado Demo-
Para Kant e sua ética deontológica, sendo racional e livre, o crático de Direito.
homem é capaz de impor a si mesmo normas de conduta, desig-
nadas por normas éticas, válidas para todos os seres racionais Errado.
que, por sua racionalidade, são fins em si e não meios a serviço Considerando o disposto no Código de Ética, art. 2º, VII:
de outros. Logo, a norma básica de conduta moral que o homem
pode prescrever é que em tudo o que faz deve sempre tratar a Art. 2º, VII – salvo os casos de investigações policiais ou
si mesmo e a seus semelhantes como fim e nunca como meio. interesse superior do Estado e da Administração Pública
<https://jus.com.br/artigos/7069/a-dignidade-da-pessoa-hu- Estadual, a serem preservados em processo previamente
mana-no-pensamento-de-kant>. declarado sigiloso, nos termos da Lei, a publicidade de
qualquer ato administrativo constitui requisito de eficácia e
28 Ética e moral possuem significados semelhantes, porém com moralidade, ensejando sua omissão comprometimento éti-
co contra o bem comum, imputável a quem a negar.
raízes etimológicas distintas.

Certo. 32 Comportamentos adotados na vida particular podem afetar


Para Bittar, há aparente identidade etimológica de significado. de maneira positiva ou negativa o conceito do agente pú-
Ethos, em grego, e mos, em latim, querem dizer costumes. blico na esfera funcional e de maneira reflexiva na imagem
  institucional.
29 A publicidade, por ser princípio constitucional, precisa se
consolidar por meio de qualquer ato administrativo. Certo.
De acordo com o Código de Ética, art. 2º, VI:
Errado.
De acordo com o Código de Ética, art. 2º, VII: Art. 2º, VI – a função pública integra-se na vida particular
de cada servidor público. Assim, os fatos e atos verificados
Art. 2º, VII – salvo os casos de investigações policiais ou na conduta do dia a dia em sua vida privada poderão acres-
interesse superior do Estado e da Administração Pública Es- cer ou diminuir o seu bom conceito na vida funcional.
tadual, a serem preservados em processo previamente decla-
rado sigiloso, nos termos da Lei, a publicidade de qualquer 33 De acordo com o Código de Ética, considera-se servidor pú-
ato administrativo constitui requisito de eficácia e moralida- blico todo aquele que, por força de lei, contrato ou de qual-
de, ensejando sua omissão comprometimento ético contra o quer ato jurídico, preste serviços de natureza permanente,
bem comum, imputável a quem a negar. temporária ou excepcional, desde que com retribuição finan-
ceira, e ligado direta ou indiretamente a qualquer órgão ou
entidade do Poder Estatal.

Errado.
Segundo o art. 3º da seção II do Código de Ética:
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Art. 3º Para fins de apuração do comprometimento ético, 37 O sistema interamericano de proteção de direitos é integrado
entende-se por servidor público todo aquele que, por força pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos e pela
de Lei, contrato ou de qualquer ato jurídico, preste serviços Corte Interamericana de Direitos Humanos, ambos compos-
de natureza permanente, temporária ou excepcional, ain- tos por sete integrantes, que deverão ser pessoas de alta au-
da que sem retribuição financeira, desde que ligado direta toridade moral e de reconhecido saber em matéria de direitos
ou indiretamente a qualquer órgão ou entidade do Poder humanos, prescindindo-se que sejam juristas.
Estatal, como as autarquias, as fundações públicas, as en-
tidades paraestatais, as empresas públicas e as sociedades Errado.
de economia mista, ou em qualquer setor onde prevaleça o Realmente, o sistema interamericano de proteção de direitos é
interesse do Estado de Alagoas. integrado pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos
e pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. O erro no
NOÇÕES DE DIREITOS HUMANOS item é afirmar que as pessoas integrantes da Corte prescindem
LUCIANO FAVARO (dispensam) ser juristas, em discordância com o previsto no ar-
tigo 52, 1, do Pacto de San José da Costa Rica.
Quanto à teoria geral dos direitos humanos e ao sistema interame-
ricano de proteção dos direitos humanos previsto no Pacto de San 38 Situação hipotética: Ademir teve seus direitos humanos
José da Costa Rica, julgue os itens a seguir. violados por um Estado das Américas o qual é signatário do
Pacto de San José da Costa Rica e, em razão disso, pretende
34 A imprescritibilidade dos direitos humanos está vinculada a submeter o caso à análise do sistema interamericano de pro-
sua proteção contra o transcurso de tempo. teção dos direitos humanos, protocolando, para tanto, uma
petição perante a Comissão Interamericana de Direitos Hu-
Certo. manos. Assertiva: nesse caso, Ademir deverá, entre outros
Uma das características dos direitos humanos é a sua impres- requisitos, interpor e esgotar os recursos da jurisdição interna
critibilidade. Em síntese, os direitos humanos não prescrevem
do referido Estado, de acordo com os princípios de Direito
com o passar/transcurso do tempo.
Internacional geralmente reconhecidos, sob pena de ter sua
petição declarada inadmissível pela Comissão.
35 A primazia dos direitos humanos de primeira geração sobre os
direitos humanos de segunda geração está prevista na Decla-
Certo.
ração Universal dos Direitos Humanos e em diversos outros Ademir deverá, antes de apresentar a petição, interpor e esgotar
documentos internacionais de proteção dos direitos humanos. os recursos da jurisdição interna, de acordo com os princípios
de Direito Internacional geralmente reconhecidos, sob pena de
Errado. ter sua petição declarada inadmissível pela Comissão, confor-
Não há primazia/prevalência de uma geração de direitos huma- me previsto nos artigos 46, “a”, c/c 47, “a”, do Pacto de San
nos sobre a outra, decorrendo esse entendimento da caracterís- José da Costa Rica.
tica da indivisibilidade dos direitos humanos.
Atinente aos tratados internacionais de direitos humanos e à
36 Os direitos humanos, internalizados pelo ordenamento jurídi- Constituição da República Federativa do Brasil, julgue os subse-
co brasileiro com a promulgação da Constituição da Repúbli- quentes itens.
ca Federativa do Brasil, estão previstos em um rol taxativo na
referida Constituição. 39 O Pacto de San José da Costa foi internalizado no ordena-
mento jurídico brasileiro por meio do Decreto n. 678, de
Errado. 1992, que promulgou o texto do tratado, donde se pode con-
Os direitos humanos caracterizam-se inexauríveis, de modo cluir que esse tratado possui status de norma infralegal.
que o rol de direitos é enumerativo e não taxativo, tal qual se
verifica pelo disposto no artigo 5º, § 2º da CRFB/1988. Errado.
Todo tratado internacional é internalizado no Brasil por meio
de um Decreto Presidencial que promulga, no âmbito interno,
o texto do Tratado. Isso não significa afirmar que os tratados
possuem status de norma infralegal (abaixo das leis) devendo
atentar para o rito de aprovação no âmbito do Congresso Nacio-
nal para avaliar o status do Tratado.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

40 O tratado de Marraqueche para facilitar o acesso a obras Com referência a conceitos de proteção e de segurança, julgue os
publicadas às pessoas cegas, com deficiência visual ou com itens subsecutivos.
outras dificuldades para ter acesso ao texto impresso possui,
no ordenamento jurídico brasileiro, estatuto normativo supra- 43 Backdoor é um dispositivo de segurança da rede que moni-
constitucional, tendo em vista sua aprovação, em cada Casa tora o tráfego de rede de entrada e saída e decide permitir
do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos ou bloquear tráfegos específicos de acordo com um conjunto
respectivos membros. definido de regras de segurança.

Errado. Errado.
O referido tratado possui estatuto de norma constitucional Esse conceito é referente a Firewall.
(emenda constitucional). Não há previsão normativa ou juris- Firewall é uma solução de segurança baseada em hardware ou
prudencial que considere um tratado internacional como norma software (mais comum) que, a partir de um conjunto de regras
supraconstitucional. ou instruções, analisa o tráfego de rede para determinar quais
operações de transmissão ou de recepção de dados podem ser
Quanto à afirmação histórica dos direitos humanos, julgue o item. executadas. "Parede de fogo", a tradução literal do nome, já
deixa claro que o firewall se enquadra como uma espécie de
41 A Bill of Rights americana e a Declaração dos Direitos do barreira de defesa. A sua missão, por assim dizer, consiste ba-
Homem e do Cidadão, ambas de 1789, são documentos rela- sicamente em bloquear tráfego de dados indesejado e liberar
cionados aos direitos humanos de primeira geração. acessos bem-vindos.

Certo. 44 Um dispositivo configurado como IPS (intrusion prevention


Tanto a Bill of Rights americana (dez primeiras emendas à system) analisa tráfegos na rede de computadores, em busca
Constituição dos EUA), de 1789, quanto a Declaração dos Di- de assinaturas de ataques, e possui autonomia para bloquear
reitos do Homem e do Cidadão (que decorreu da Revolução o tráfego de rede.
Francesa) são documentos relacionados aos direitos humanos
de primeira geração (direitos civis e políticos). Certo.
Um sistema de prevenção de intrusão (IPS) é uma forma de
segurança de rede que funciona para detectar e prevenir amea-
NOÇÕES DE INFORMÁTICA ças identificadas. Os sistemas de prevenção de intrusões moni-
LEONARDO VASCONCELOS
toram continuamente sua rede, procurando por possíveis inci-
dentes maliciosos e capturando informações sobre eles. O IPS
Acerca de computação na nuvem (cloud computing), julgue o item
relata esses eventos aos administradores do sistema e toma me-
subsequente.
didas preventivas, como fechar pontos de acesso e configurar
firewalls para evitar ataques futuros. As soluções IPS também
42 A computação em nuvem é a entrega de recursos de Tecno- podem ser usadas para identificar problemas com as políticas
logia da Informação sob demanda, por meio da Internet, com de segurança corporativa, impedindo os funcionários e convi-
definição de preço de pagamento conforme o uso. dados da rede de violar as regras que essas políticas contêm.

Certo. No que se refere a redes de computadores, julgue os itens que


Computação em Nuvem, como o próprio nome sugere, engloba se seguem.
as chamadas nuvens, que são ambientes que possuem recur-
sos (hardware, plataformas de desenvolvimento e/ou serviços) 45 O IMAP é um protocolo indicado para enviar informações
acessados virtualmente e de fácil utilização. Esses recursos, de- do software cliente de e-mail para o servidor, não mantendo
vido à virtualização, podem ser reconfigurados dinamicamente
cópia local.
de modo a se ajustar a uma determinada variável, permitindo,
assim, um uso otimizado dos recursos. Esses ambientes são, em
Errado.
geral, explorados através de um modelo pay-per-use.
O IMAP permite que você acesse seu e-mail onde quer que
A definição universal que foi elaborada considera principal-
esteja, de qualquer dispositivo. Ao ler uma mensagem de e-
mente três conceitos: virtualização, ou seja, a criação de am-
-mail usando IMAP, você não está realmente baixando-a ou
bientes virtuais para os usuários, escondendo as características
armazenando-a em seu computador; em vez disso, você está
físicas da plataforma computacional; escalabilidade, que diz
lendo a partir do serviço de e-mail. Como resultado, você pode
respeito à capacidade de aumento ou redução do tamanho dos
verificar seu e-mail por diferentes dispositivos, em qualquer
ambientes virtuais, caso seja necessário; e, por último, mode-
lugar do mundo: seu telefone, um computador, um computador
lo pay-per-use, em que o usuário só paga por aquele serviço
de um amigo. O IMAP só baixa uma mensagem quando você
que consome.
clica nele e os anexos não são baixados automaticamente.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

O POP funciona contatando seu serviço de e-mail e baixando 50 No Sistema operacional Windows 10, é possível desinstalar
todas as suas novas mensagens dele. Depois que elas são baixa- um software abrindo o Menu Iniciar, clicando com botão di-
das em seu computador ou Mac, elas são excluídas do serviço reito sobre o programa que se deseja desinstalar e escolhendo
de e-mail. Isso significa que, depois que o e-mail for baixado, a opção desinstalar.
ele só poderá ser acessado usando o mesmo computador. Se
você tentar acessar seu e-mail de um dispositivo diferente, as Certo.
mensagens que foram baixadas anteriormente não estarão dis- Está correta a afirmação, conforme ilustra a imagem:
poníveis para você. O e-mail baixado é armazenado localmente
em seu computador ou Mac, não no servidor de e-mail.

46 Os computadores, smartphones e tablets comunicam-se entre


si e com os demais meios de transmissão de dados por meio
da NIC (Network Interface Card), a qual possui um número
único denominado endereço IP (Internet Protocol).

Errado.
NIC (Network Interface Card) é a placa de rede. Ela possui
um endereço único, o endereço MAC (Media Access Control),
endereço físico da placa de rede de um computador.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Em relação a programas de correio eletrônico, julgue o NOÇÕES DE DIREITO


próximo item.
ADMINISTRATIVO
LEANDRO PEREIRA
47 No Mozilla Thunderbird, para enviar uma mensagem a di-
versos destinatários como cópia, sem que os destinatários Organização administrativa é o capítulo do Direito Administra-
saibam dos demais destinatários, deve-se preencher o campo tivo que estuda a estrutura interna da Administração Pública, os
Cco no corpo da mensagem. órgãos e pessoas jurídicas que a compõem personalidade jurídica
própria de atribuições do Estado. Sobre o tema, julgue os pró-
Errado. ximos itens.
O correto seria o campo Cco no cabeçalho da mensagem.
51 Desconcentração é a distribuição externa de atribuições à
A respeito de edição de textos, planilhas e apresentações (ambien- nova pessoa jurídica que representa o Estado na prestação
tes Microsoft Office e LibreOffice), julgue o item a seguir.
de serviços.

48 O MS Word 2019 permite compartilhar seu documento com Errado.


outras pessoas, dando permissão para exibir e editar. A distribuição externa à nova pessoa jurídica trata-se de des-
centralização.
Certo.
O MS Word 2019 permite salvar diretamente no OneDrive e 52 As autarquias são pessoas jurídicas dotadas de personalidade
compartilhar para edição colaborativa, ou seja, possibilitar a
jurídica de direito público para desempenho de atividades tí-
participação, de forma síncrona, de várias pessoas na elabora-
picas e atípicas do Estado.
ção de um documento.
Errado.
Sobre conceitos de organização e de gerenciamento de informa-
As autarquias desempenham atividades típicas de estado, ou
ções, arquivos, pastas e programas no sistema operacional Win-
seja, prestam serviços. As autarquias não desenvolvem ativi-
dows 10, julgue os próximos itens.
dade atípica.

49 O Policial Civil Leonardo Vasconcelos não consegue salvar


um documento do Word com o nome “Prova dia 29/8/2021.
docx” pois ele utilizou caracteres restritos pelo sistema ope-
racional Windows.

Certo.
O sistema operacional Windows restringe os oitos caracteres *,
:, “, |, <, >, \, /, ?.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Ato Administrativo é toda manifestação unilateral de vontade da Os poderes administrativos são aqueles da Administração Pública
Administração Pública que, agindo nessa qualidade, tenha por para consecução de seus interesses, visando o bem comum da cole-
fim imediato adquirir, resguardar, transferir, modificar, extinguir tividade. Sobre poderes administrativos, julgue os próximos itens.
e declarar direitos, ou impor obrigações aos administrados ou a
si próprio. Sobre atos administrativos, julgue os próximos itens. 57 O objetivo do poder hierárquico é ordenar, coordenar, cor-
rigir, aplicar penalidades e controlar os atos administrativos
53 A Competência é o poder decorrente da lei que dá ao agente internos da Administração.
administrativo a capacidade de exercer suas atribuições e pra-
ticar o ato administrativo, sendo delegável e avocável quando Errado.
permitido pela lei. O poder hierárquico não tem atribuição para aplicar penalida-
des aos seus agentes.
Certo.
A competência será atribuída ao agente no momento de sua 58 No exercício do poder de polícia, a Administração Pública
posse e é intransferível, delegável e avocável sempre que a está autorizada a tomar medidas preventivas, e não apenas
lei permitir. repressivas.

54 Os atributos dos atos administrativos cumprem o propósito Certo.


de diferenciar atos administrativos, praticados pela adminis- O poder de polícia se apresenta de forma preventiva e repressiva.
tração pública por seus agentes, e atos praticados pela inicia-
tiva privada, por um particular. 59 A autoexecutoriedade é um atributo do poder de polícia e au-
toriza a Administração Pública a decidir ou executar decisão
Certo. pelos próprios meios, sem que o judiciário possa intervir.
Atos administrativos são dotados de características específicas
para diferenciá-los dos atos privados. A presunção de legitimi- Certo.
dade ou veracidade, autoexecutoriedade, imperatividade, tipi- Autoexecutoriedade é o direito de decidir ou executar deci-
cidade e a exigibilidade são atributos dos atos administrativos. são pelos próprios meios, sem que o judiciário possa intervir.
Assim, a Administração impõe medidas e sanções de polícia
55 A anulação dos atos administrativos se justifica pela ilega- administrativas para conter atividades antissociais. O princípio
lidade presente no ato e pode ser declarada de ofício pela da autoexecutividade autoriza prática de polícia administrativa
Administração Pública e pelo Poder Judiciário. pela Administração sem que o judiciário possa intervir.

Errado. O controle da Administração Pública é o conjunto de mecanis-


A anulação pelo Poder Judiciário não pode ser feita de ofício, mos jurídicos e administrativos por meio dos quais se exerce o
pois o Poder Judiciário depende de provocação. poder de fiscalização e de revisão da atividade administrativa em
qualquer das esferas de poder. Sobre controle da Administração
Sobre agentes públicos, julgue o próximo item. Pública, julgue o próximo item.

56 O agente público é todo aquele que presta qualquer tipo de 60 Por meio de recursos administrativos, a Administração Pú-
serviço ao Estado, que exerce funções públicas, no sentido blica controla suas decisões sobre o prisma da legalidade
mais amplo possível dessa expressão, significando qualquer de mérito.
atividade pública.
Certo.
Certo. Das decisões administrativas cabe recurso em face de legalida-
Agente público é todo aquele que exerce, ainda que transito- de e mérito.
riamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, desig-
nação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou
vínculo, mandato, cargo, emprego ou função.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Entende-se por responsabilidade civil do Estado (ou da Adminis- NOÇÕES DE DIREITO


tração) a obrigação legal da Fazenda Pública de ressarcir terceiros
pelos danos patrimoniais que lhe foram causados por atos comis- CONSTITUCIONAL
sivos ou omissivos, materiais ou jurídicos, lícitos ou ilícitos dos RICARDO BLANCO
agentes públicos, no desempenho de suas funções ou a pretexto de
exercê-las. Sobre o tema, julgue os próximos itens. Julgue o item em relação aos direitos individuais.

61 A Administração Pública se baseia na tese constitucional 66 No caso de iminente perigo público, a autoridade competente
de responsabilidade civil pela teoria do risco integral, res- poderá usar de propriedade particular, assegurada ao proprie-
pondendo objetivamente pelos danos que seus agentes cau- tário indenização prévia, se houver dano.
sarem a terceiros.
Errado.
Errado. CF, art. 5º, XXV – no caso de iminente perigo público, a au-
A tese constitucional se baseia na teoria do risco administrativo, toridade competente poderá usar de propriedade particular, as-
respondendo objetivamente pelos danos que seus agentes cau- segurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.
sarem a terceiros.
Julgue os itens em relação ao entendimento do STF.
62 A Administração Pública responde objetivamente pelos atos
omissivos e comissivos. 67 O aviso prévio é uma condicionante ao exercício do direito
de reunião previsto na CF: a inexistência de notificação às
Errado. autoridades competentes torna ilegal a manifestação coletiva.
A Administração Pública responde objetivamente pelos atos
comissivos, e pelos atos omissivos responde subjetivamente. Errado.
A exigência constitucional de aviso prévio relativamente ao di-
Sobre licitações e contratos, julgue os próximos itens. reito de reunião é satisfeita com a veiculação de informação
que permita ao poder público zelar para que seu exercício se
63 A Administração Pública deve sempre adotar o processo lici- dê de forma pacífica ou para que não frustre outra reunião no
tatório para aquisição de bens e serviços que atendam o inte- mesmo local. STF. Plenário. RE 806339/SE, Rel. Min. Marco
Aurélio, redator do acórdão Min. Edson Fachin, julgado em
resse público.
14/12/2020 (Repercussão Geral – Tema 855) (Info 1003).
Errado.
A Administração Pública pode efetivar contratações diretas por 68 A falta de estabelecimento penal adequado autoriza a manu-
meio da dispensa e da inexigibilidade. tenção do condenado em regime prisional mais gravoso, não
podendo o juiz da execução autorizar a saída antecipada de
64 O Princípio da Vinculação ao Instrumento Convocatório tam- sentenciados enquadrados nesse regime em razão da falta de
bém vincula a Administração Pública às regras que ela mes- vagas no estabelecimento penal.
ma estabelece para o procedimento licitatório.
Errado.
Certo. Súmula Vinculante 56: A falta de estabelecimento penal ade-
Esse princípio vincula a administração e os licitantes às regras quado não autoriza a manutenção do condenado em regime
do edital. prisional mais gravoso, devendo-se observar, nessa hipótese,
os parâmetros fixados no RE 641.320/RS.
65 A modalidade de licitação concurso é utilizada pela Adminis-
tração Pública para trabalhos artísticos, científicos e técnicos. 69 O ingresso regular da polícia no domicílio, sem autorização
judicial, em caso de flagrante delito, para que seja válido, ne-
Certo. cessita que haja fundadas razões (justa causa) que sinalizem
Concurso é a modalidade de licitação entre quaisquer interessa- a ocorrência de crime no interior da residência. 
dos para escolha de trabalho técnico, científico ou artístico, me-
diante a instituição de prêmios ou remuneração aos vencedores, Certo.
conforme critérios constantes do edital. O ingresso regular da polícia no domicílio, sem autorização
judicial, em caso de flagrante delito, para que seja válido, ne-
cessita que haja fundadas razões (justa causa) que sinalizem
a ocorrência de crime no interior da residência. A mera in-
tuição acerca de eventual traficância praticada pelo agente, em-
bora pudesse autorizar abordagem policial, em via pública, para
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

averiguação, não configura, por si só, justa causa a autorizar 74 A segurança viária compreende a educação, a engenharia e a
o ingresso em seu domicílio, sem o seu consentimento e sem fiscalização de trânsito, vetores que asseguram ao cidadão o
determinação judicial. STJ. 6ª Turma. REsp 1.574.681-RS, Rel. direito à mobilidade urbana eficiente.
Min. Rogério Schietti Cruz, julgado em 20/4/2017 (Info 606).
Certo.
Julgue o item em relação à nacionalidade. CF, art. 144, § 10. A segurança viária, exercida para a preser-
vação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do seu
70 São brasileiros natos os nascidos na República Federativa do patrimônio nas vias públicas:
Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde que estes não I – compreende a educação, engenharia e fiscalização de trân-
estejam a serviço de seu país. sito, além de outras atividades previstas em lei, que assegurem
ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente; e (Incluído
Certo. pela Emenda Constitucional n. 82, de 2014)
Art. 12. São brasileiros: II – compete, no âmbito dos Estados, do Distrito Federal e dos
I – natos: Municípios, aos respectivos órgãos ou entidades executivos e
os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais seus agentes de trânsito, estruturados em Carreira, na forma da
estrangeiros, desde que estes não estejam a serviço de seu país. lei. (Incluído pela Emenda Constitucional n. 82, de 2014)

Julgue o item em relação aos direitos políticos. 75 O patrulhamento ostensivo das rodovias federais é da compe-
tência da PRF e das polícias militares.
71 Não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, du-
rante o período do serviço militar obrigatório, os conscritos. Errado.
CF, art. 144, § 2º A Polícia Rodoviária Federal, órgão perma-
Certo. nente, organizado e mantido pela União e estruturado em car-
Art. 14, § 2º Não podem alistar-se como eleitores os estran- reira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento ostensivo
geiros e, durante o período do serviço militar obrigatório, das rodovias federais.
os conscritos.

Julgue o item em relação ao Poder Executivo.


NOÇÕES DE DIREITO PENAL
DOUGLAS VARGAS

72 Compete privativamente ao Presidente da República sancio-


76 A lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período
nar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como expedir
de sua duração ou cessadas as circunstâncias que a determi-
decretos e regulamentos para sua fiel execução;
naram, aplica-se ao fato praticado durante sua vigência.

Certo.
Certo.
Art. 84. Compete privativamente ao Presidente da República:
Trata-se da literalidade do art. 3º do Código Penal Brasileiro.
IV - sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem como
expedir decretos e regulamentos para sua fiel execução;
77 Na teoria penal, considera-se praticado o crime no momen-
to da ação ou do resultado, ainda que outro seja o momento
Julgue os itens em relação à segurança pública.
da conduta.
73 Segundo o STF, é constitucional a atribuição às guardas mu-
Errado.
nicipais do exercício de poder de polícia de trânsito, inclu-
Na verdade, prevê o art. 4º do Código Penal que “Considera-se
sive para imposição de sanções administrativas legalmente
praticado o crime no momento da ação ou omissão, ainda que
previstas. outro seja o momento do resultado”.

Certo.
78 A afirmação de que “não há crime sem lei anterior que o defi-
É constitucional a atribuição às guardas municipais do exer-
na e de que não há pena sem prévia cominação legal” contida
cício de poder de polícia de trânsito, inclusive para imposição
no Código Penal traduz os ideais dos princípios da fragmen-
de sanções administrativas legalmente previstas. RE 658.570,
rel. p/ o ac. min. Roberto Barroso, j. 6-8-2015, P, DJE de 30-9- tariedade e do juiz natural.
2015, Tema 472.
Errado.
Na verdade, o referido parágrafo traduz a ideia da legalidade e
da anterioridade, respectivamente (art. 1º do CPB).
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

79 Na seara penal, o dia do começo inclui-se no cômputo do 84 Se determinado sujeito, primário, furta uma mochila de pe-
prazo, e contam-se os dias, os meses e os anos pelo calen- queno valor, o juiz pode substituir a pena de reclusão pela de
dário comum. detenção, diminuí-la de um a dois terços ou aplicar somente
a pena de multa.
Certo.
Exato! O item cuida da expressa previsão do art. 10 do CPB. Certo.
Exato. Trata-se da exata previsão do art. 155, § 2º, para o cha-
80 Leis excepcionais penais diferem de leis temporárias, pois, mado furto privilegiado.
nas leis temporárias, em que pese não haver data pré-definida
para sua revogação, há a previsão de um evento que irá cau- 85 A subtração de coisa comum pelo co-herdeiro requer repre-
sar a revogação do referido diploma legal. sentação para que seja realizada a instauração do inquérito ou
oferecimento da denúncia em juízo.
Errado.
A lei vinculada a um evento é a lei excepcional. A lei temporá- Certo.
ria já é editada com prazo pré-definido para sua autorrevogação Exato. Prevê o art. 156 do CPB, ao tratar do delito de furto de
(como foi o caso, por exemplo, da Lei Geral da Copa, cujos coisa comum, que somente se procede mediante representação
tipos penais perdiam o efeito em 31/12/2014). no âmbito do referido crime.

81 João praticou feminicídio contra sua ex-companheira Joana, 86 Equiparam-se, para os fins de dosimetria da pena, o roubo
um mês após Joana dar à luz o seu primeiro filho. Nesse con- praticado com armas brancas e o roubo praticado com arma
texto, é correto afirmar que não há causa de aumento aplicá- de fogo de uso permitido.
vel à conduta de João, haja vista que o Código Penal prevê,
no caso de feminicídio, apenas hipótese de aumento de pena Errado.
para condutas praticadas em desfavor de gestantes. Na verdade, a pena é aumentada de 2/3 caso o roubo seja prati-
cado com uso de arma de fogo, e de 1/3 até a metade no caso de
Errado. utilização de armas brancas.
Primeiramente, há previsão de outras causas de aumento de
pena para o feminicídio (tais como idade da vítima ou a presen- 87 No âmbito dos crimes contra a Administração Pública, o
ça de ascendente ou descendente). delito de peculato, na forma culposa, admite a aplicação do
Ademais, prevê o art. 121, § 7º, I, CPB, que se aumenta a pena instituto do arrependimento posterior para extinção da puni-
do feminicídio praticado contra a mulher nos três meses poste- bilidade do acusado.
riores ao parto.
Errado.
82 Por se tratar de infração penal condicionada ao resultado, o Negativo! O peculato culposo possui causa própria de extinção
induzimento ao suicídio requer, no mínimo, a ocorrência de de punibilidade ou de redução de pena (art. 312, § 2º), não ha-
lesão corporal grave para sua configuração. Do contrário, ha- vendo aplicabilidade do art. 16 ao referido caso.
verá fato atípico.
88 Aquele que promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmen-
Errado. te presa, dolosamente, pratica o delito conhecido como “arre-
Trata-se de ponto modificado pela Lei n. 13.968/2019. Atual- batamento de preso”.
mente, o induzimento ao suicídio não requer qualquer resul-
tado (mesmo que não ocorra a referida lesão, o delito poderá Errado.
consumar-se). Estamos diante do delito conhecido como fuga de pessoa presa
ou submetida a medida de segurança (art. 351 do CPB).
83 Eventual lesão corporal culposa que cause perigo de vida
deve ser classificada como lesão corporal de natureza grave, 89 No âmbito do delito de falso testemunho, aumenta-se a pena
segundo o Código Penal. se o crime é praticado mediante suborno ou se cometido com
o fim de obter prova destinada a produzir efeito em pro-
Errado. cesso penal.
A gradação das lesões em grave ou gravíssima só é aplicável
aos casos de lesão corporal dolosa. Certo.
É o que prevê o art. 342, § 1º, do CPB.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

90 Sean comparece, perante a autoridade, e acusa-se de crime Em relação à prova no processo, conforme descreve o Código de
praticado por outrem. Nesse contexto, é correto afirmar que Processo Penal, julgue os três itens a seguir.
Sean praticou o delito de comunicação falsa de crime ou
contravenção. 93 A acareação será admitida entre acusados, entre acusado e
testemunha, entre testemunhas, entre testemunha e a pessoa
Errado. ofendida, e entre as pessoas ofendidas, sempre que divergi-
Na verdade, trata-se do delito de autoacusação falsa (art. rem, em suas declarações, sobre fatos ou circunstâncias rele-
341 do CPB). vantes, sendo vedada apenas a acareação entre o acusado e a
pessoa ofendida.
NOÇÕES DE DIREITO
Errado.
PROCESSUAL PENAL A lei admite a acareação entre acusado e ofendido.
DEUSDEDY SOLANO
CPP, art. 229. A acareação será admitida entre acusados,
91 Situação hipotética: Antônia, vítima de ameaça, dirigiu-se entre acusado e testemunha, entre testemunhas, entre acu-
a um Distrito Policial de Arapiraca/AL e noticiou o fato. As sado ou testemunha e a pessoa ofendida, e entre as pessoas
graves ameaças são dirigidas a ela e a vários de seus familia- ofendidas, sempre que divergirem, em suas declarações,
res. Assertiva: mesmo que o crime de ameaça seja punível sobre fatos ou circunstâncias relevantes.
apenas com detenção, é possível que o juiz decrete intercep-
tação telefônica em desfavor do suspeito, desde que não exis- 94 Nos termos da lei, excepcionalmente, o juiz, por decisão fun-
ta outro meio de prova. damentada, de ofício ou a requerimento das partes, poderá
realizar o interrogatório do réu que esteja preso ou solto, por
Errado. sistema de videoconferência ou outro recurso tecnológico de
Não poderá ser decretada a interceptação telefônica para crimes transmissão de sons e imagens em tempo real.
punidos com detenção, só para crimes punidos com reclusão.
Errado.
Lei n. 9.296/1996, art. 2º Não será admitida a intercepta- Só há previsão legal dessa modalidade de interrogatório para o
ção de comunicações telefônicas quando ocorrer qualquer réu preso.
das seguintes hipóteses:
I – não houver indícios razoáveis da autoria ou participação CPP, art. 185, § 2º Excepcionalmente, o juiz, por deci-
em infração penal; são fundamentada, de ofício ou a requerimento das partes,
II – a prova puder ser feita por outros meios disponíveis; poderá realizar o interrogatório do réu preso por sistema
III – o fato investigado constituir infração penal punida, no de videoconferência ou outro recurso tecnológico de trans-
máximo, com pena de detenção. missão de sons e imagens em tempo real (...)

Conforme descreve a Lei n. 7.960/1990, que trata sobre a prisão 95 Nos exames e perícia criminal, há a chamada cadeia de cus-
temporária, julgue o item a seguir. tódia, que tem início com a preservação do local de crime
ou com procedimentos policiais ou periciais nos quais seja
92 Decorrido o prazo contido no mandado de prisão temporária, detectada a existência de vestígio.
a autoridade responsável pela custódia deverá, independen-
temente de nova ordem da autoridade judicial, pôr imediata- Certo.
mente o preso em liberdade, salvo se já tiver sido comunica- CPP, art. 158-A, § 1º O início da cadeia de custódia dá-se com
da da prorrogação da prisão temporária ou da decretação da a preservação do local de crime ou com procedimentos poli-
prisão preventiva.   ciais ou periciais nos quais seja detectada a existência de vestí-
gio. (Incluído pela Lei n. 13.964, de 2019).
Certo.
Lei n. 7.960/1990, art. 2º, § 7º Decorrido o prazo contido no
mandado de prisão, a autoridade responsável pela custódia de-
verá, independentemente de nova ordem da autoridade judicial,
pôr imediatamente o preso em liberdade, salvo se já tiver sido
comunicada da prorrogação da prisão temporária ou da decreta-
ção da prisão preventiva. (Incluído pela Lei n. 13.869. de 2019).
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Analise a seguinte situação hipotética e julgue os três itens a seguir. Conforme disposto no CPP sobre a prisão preventiva, analise os
três itens a seguir.
Afonso foi preso em flagrante delito pela prática do crime de
roubo praticado no centro da capital de Alagoas. Durante a abor- 99 Em qualquer fase da investigação policial ou do processo pe-
dagem, Afonso resistiu à prisão, tendo os policiais civis feito uso nal, caberá a prisão preventiva decretada pelo juiz, a requeri-
de algemas para condução do preso à delegacia. mento do Ministério Público, do querelante ou do assistente,
ou por representação da autoridade policial, podendo o juiz,
96 Conforme entendimento jurisprudencial, a condução do pre- em caso de necessidade, decretar a prisão preventiva de ofí-
so com a utilização de algemas durante a prisão em flagrante cio, desde que seja durante a ação penal.
viola os princípios fundamentais da presunção de inocência
e da dignidade da pessoa humana, motivo pelo qual a pri- Errado.
são é ilegal. Após a alteração do CPP pelo chamado “pacote anticrime”, o
juiz não pode mais decretar prisões provisórias de ofício, em
Errado. nenhuma fase da persecução criminal.
Excepcionalmente pode ser feito o uso de algemas, como no
caso da situação hipotética, em que havia uma situação de CPP, art. 311. Em qualquer fase da investigação policial
resistência. ou do processo penal, caberá a prisão preventiva decretada
pelo juiz, a requerimento do Ministério Público, do quere-
STF, Súmula Vinculante 11: Só é lícito o uso de algemas lante ou do assistente, ou por representação da autoridade
em casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de policial. (Redação dada pela Lei n. 13.964, de 2019).
perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do
preso ou de terceiros, justificada a excepcionalidade por es- 100 Decretada a prisão preventiva, deverá o órgão emissor da de-
crito, sob pena de responsabilidade disciplinar, civil e penal cisão revisar a necessidade de sua manutenção a cada 90 (no-
do agente ou da autoridade e de nulidade da prisão ou do venta) dias, mediante decisão fundamentada, de ofício, sob
ato processual a que se refere, sem prejuízo da responsabi- pena de tornar a prisão ilegal.  
lidade civil do Estado.
Certo.
97 A falta de testemunhas oculares do roubo supostamente prati- CPP, art. 316, Parágrafo único. Decretada a prisão preven-
cado por Afonso não impedirá o auto de prisão em flagrante; tiva, deverá o órgão emissor da decisão revisar a necessidade
mas, nesse caso, com o condutor, deverão assiná-lo pelo me- de sua manutenção a cada 90 (noventa) dias, mediante decisão
nos duas pessoas que hajam testemunhado a apresentação do fundamentada, de ofício, sob pena de tornar a prisão ilegal. (In-
preso à autoridade. cluído pela Lei n. 13.964, de 2019).

Certo. 101 A decisão que decretar, substituir ou denegar a prisão preven-


CPP, art. 304, § 2º A falta de testemunhas da infração não im- tiva será sempre motivada e fundamentada.
pedirá o auto de prisão em flagrante; mas, nesse caso, com o
condutor, deverão assiná-lo pelo menos duas pessoas que ha- Certo.
jam testemunhado a apresentação do preso à autoridade. CPP, art. 315. A decisão que decretar, substituir ou denegar a
prisão preventiva será sempre motivada e fundamentada.
98 Se o delegado que presidiu o auto de prisão em flagrante der
causa, sem motivação idônea, à não realização da audiência
de custódia de Afonso no prazo de 24 horas, embora não res-
ponda criminalmente por isso, responderá administrativa e
civilmente pela omissão.  

Errado.
Responde também criminalmente.

CPP, art. 320, § 3º A autoridade que deu causa, sem moti-


vação idônea, à não realização da audiência de custódia no
prazo estabelecido no caput deste artigo responderá admi-
nistrativa, civil e penalmente pela omissão. (Incluído pela
Lei n. 13.964, de 2019)
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

Analise a seguinte situação hipotética e julgue os dois 105 A autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrên-
itens a seguir. cia lavrará termo circunstanciado e o encaminhará imediata-
mente ao Juizado, com o autor do fato e a vítima, deixando
Anita foi indiciada em inquérito policial pela suposta prática do a cargo do juiz ou do Ministério Público as requisições dos
crime de estelionato contra idosos de mais de 70 anos. Durante a exames periciais necessários.
investigação criminal foi levantado que a investigada praticava o
crime em conluio com outras pessoas e de forma continuada. Errado.
Lei n. 9.099/1995, art. 69. A autoridade policial que tomar
102 Nesse caso, se Anita estiver solta, o inquérito deverá termi- conhecimento da ocorrência lavrará termo circunstanciado e
nar no prazo de 30 dias, sendo que, se o fato for de difícil o encaminhará imediatamente ao Juizado, com o autor do fato
elucidação, a autoridade poderá requerer ao juiz a devolução e a vítima, providenciando-se as requisições dos exames peri-
dos autos, para ulteriores diligências, que serão realizadas no ciais necessários.
prazo marcado pelo juiz.
106 Para o oferecimento da denúncia, que será elaborada com
Certo. base no termo de ocorrência referido na Lei dos Juizados,
CPP, art. 10. O inquérito deverá terminar no prazo (...) de 30 com dispensa do inquérito policial, prescindir-se-á do exame
dias, quando estiver solto, mediante fiança ou sem ela. do corpo de delito quando a materialidade do crime estiver
§ 3º Quando o fato for de difícil elucidação, e o indiciado esti- aferida por boletim médico ou prova equivalente.
ver solto, a autoridade poderá requerer ao juiz a devolução dos
autos, para ulteriores diligências, que serão realizadas no prazo Certo.
marcado pelo juiz. Lei n. 9.099/1995, art. 77, § 1º Para o oferecimento da de-
núncia, que será elaborada com base no termo de ocorrência
103 Mesmo que o crime de estelionato contra pessoa maior de 70 referido no art. 69 desta Lei, com dispensa do inquérito po-
anos seja de ação penal pública incondicionada, para que a licial, prescindir-se-á do exame do corpo de delito quando a
autoridade possa iniciar as investigações seria necessário que materialidade do crime estiver aferida por boletim médico ou
pelo menos uma das vítimas idosas apresentasse a represen- prova equivalente.
tação criminal contra Anita.
LEGISLAÇÃO
Errado. GUSTAVO BRÍGIDO/MARCOS
CPP, art. 5º Nos crimes de ação pública o inquérito policial FAGNER/RODRIGO CARDOSO
será iniciado:
I – de ofício; 107 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, a segurança
II – mediante requisição da autoridade judiciária ou do Minis- pública, dever do Estado e direito e responsabilidade de to-
tério Público, ou a requerimento do ofendido ou de quem tiver dos, é exercida para a preservação da ordem pública e da in-
qualidade para representá-lo. columidade das pessoas e do patrimônio.

Nos termos da Lei n. 9.099/1995 que trata sobre o Juizado Espe- Certo.
cial Criminal e sua orientação jurisprudencial, julgue os três Art. 244. A segurança pública, dever do Estado e direito e res-
itens a seguir. ponsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem
pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.
104 O processo nos Juizados Especiais orientar-se-á pelos cri-
térios da oralidade, simplicidade, informalidade, economia 108 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, são respon-
processual e celeridade, buscando, sempre que possível, a sáveis pela segurança pública, respeitada a competência da
conciliação ou a transação. União: a Polícia Civil, a Polícia Militar, o Corpo de Bombei-
ros Militar e a Polícia Penal.
Certo.
Lei n. 9.099/1995, art. 2º O processo orientar-se-á pelos crité- Certo.
rios da oralidade, simplicidade, informalidade, economia pro- Art. 244, § 1º São responsáveis pela segurança pública, respei-
cessual e celeridade, buscando, sempre que possível, a conci- tada a competência da União:
liação ou a transação. I – a Polícia Civil; (Redação dada pela Emenda Constitucional
n. 48/2020)
II – a Polícia Militar;
III – o Corpo de Bombeiros Militar; e
IV – a Polícia Penal. (Redação dada pela Emenda Constitucio-
nal n. 48/2020).
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

109 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, à Polícia Ci- 114 Na data da conclusão do estágio, o Conselho Superior de
vil, dirigida por delegado de polícia, incumbe as funções de Polícia, de posse do relatório, opinará sobre a adaptação, ou
polícia judiciária e a apuração das infrações penais, inclusive não, do servidor em estágio probatório.
as militares.
Errado.
Errado. O Conselho Superior de Polícia deverá opinar sobre a aprova-
Art. 244, § 2º À Polícia Civil, dirigida por delegado de polícia, ção ou não do servidor em estágio probatório dois meses antes
incumbe as funções de polícia judiciária e a apuração das infra- do prazo de conclusão do estágio, conforme artigo 57, da Lei
ções penais, exceto as militares. n. 3.437/1975.

110 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, à Polícia Pe- 115 A promoção é a progressão vertical no escalonamento de cada
nal, instituição permanente, essencial à segurança pública e série de classes, condicionada a critério de rendimento, dedi-
à execução penal, com autonomia administrativa, estruturada cação, probidade, assiduidade, lealdade e aperfeiçoamento.
em carreira única, dirigida por Polícia Penal, incumbe a segu-
rança dos estabelecimentos penais. Certo.
Os critérios para promoção, previstos no artigo 59 do Estatuto
Certo. da PCAL, são “P.A.R.D.A.L.”: Probidade, Assiduidade, Rendi-
Art. 244, § 7º À Polícia Penal, instituição permanente, essen- mento, Dedicação, Aperfeiçoamento e Lealdade.
cial à segurança pública e à execução penal, com autonomia ad-
ministrativa, estruturada em carreira única, dirigida por Polícia 116 Quando houver conveniência para o serviço, a pena de sus-
Penal, incumbe a segurança dos estabelecimentos penais. (Re- pensão poderá ser convertida em multa na base máxima de
dação acrescentada pela Emenda Constitucional n. 48/2020). 50% (cinquenta por cento) do vencimento ou remuneração,
obrigado, neste caso, o policial civil a permanecer em serviço.
111 Segundo a Constituição do Estado de Alagoas, o preen-
chimento do quadro de servidores da Polícia Penal será Certo.
feito, exclusivamente, por meio de concurso público e por Havendo conveniência para a Administração Pública, o artigo
meio da transformação dos cargos isolados, dos cargos de 95 da Lei n. 3.437/1975 permite a conversão da penalidade de
carreira dos atuais Agentes Penitenciários e dos cargos pú- suspensão em multa de 50% da remuneração do dia trabalhado.
blicos equivalentes.
Julgue os itens abaixo com fulcro na Lei n. 5.247/1991 (Regime
Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis do Estado de Ala-
Certo.
goas, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais).
Art. 244, § 8º O preenchimento do quadro de servidores da
Polícia Penal será feito, exclusivamente, por meio de concurso
público e por meio da transformação dos cargos isolados, dos 117 Será tornado sem efeito o aproveitamento e cassada a aposen-
cargos de carreira dos atuais Agentes Penitenciários e dos car- tadoria se o servidor não entrar em exercício no prazo legal,
gos públicos equivalentes. (Redação acrescentada pela Emen- salvo doença comprovada por junta médica oficial.
da Constitucional n. 48/2020).
Errado.
112 A Polícia Civil fundamenta-se na hierarquia e na disciplina. É cassada a disponibilidade do servidor (art. 26).

Certo. 118 Promoção e readaptação são formas de vacância do car-


O artigo 5º do Estatuto da PCAL expressamente dispõe como go público.
fundamentos da instituição a hierarquia e a disciplina.
Certo.
113 São autoridades policiais civis apenas os delegados distritais, Art. 40. Determinarão a vacância do cargo público: (...)
especializados, regionais e demais delegados de polícia. III – a promoção; (...)
VI – a readaptação.
Errado.
São autoridades policiais civis, conforme o artigo 8º do Esta- 119 O Policial Civil que solicitar remoção para trabalhar em nova
tuto da PCAL: o Secretário de Segurança Pública; o Chefe de sede terá direito a receber ajuda de custo para compensar as
Gabinete da SSP; o Corregedor Geral de Polícia; os Diretores despesas de instalação.
de Departamentos e os Delegados Distritais, Especializados,
Regionais e demais Delegados de Polícia. Errado.
Ajuda de custo só é devida em remoção de ofício (art. 58).
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

120 A responsabilidade administrativa do servidor será afastada


no caso de absolvição criminal que negue a existência do fato.

Certo.
Art. 128. A responsabilidade administrativa do servidor será
afastada no caso de absolvição criminal que negue a existência
do fato ou sua autoria.
PCAL – AGENTE E ESCRIVÃO – 2º SIMULADO

DISCURSIVA
JÚNIA ANDRADE

Informações Preliminares:

• A prova discursiva valerá 20,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de tema da
atualidade.
• A prova discursiva avaliará o conteúdo (desenvolvimento do tema), a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das
normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.
• O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência
e pela coesão.
• Reserva-se 1,00 ponto para a nota de Apresentação.

Proposta Temática

O controle do crime e da violência no Brasil foge ao poder do Estado. A polícia brasileira vive uma rotina estressante de traba-
lho em função das demandas decorrentes de atuação de criminosos nas mais diversas tipificações. Mesmo em cenários de redução
de mobilidade como o vivenciado nestes tempos de combate à Covid-19, o que se nota é um tom de mudança de redução de um
tipo de atividade criminosa para a compensação de outra cujos números aumentam substancialmente. Em que pese o governo
invista em programas e políticas de redução da violência, a impressão que se tem é a de que períodos de trégua são organizados
pelos próprios criminosos.

Considerando o texto acima como meramente motivador, disserte sobre o seguinte tema:

A NECESSIDADE DE OPERAR MUDANÇAS NO PARADIGMA DE COMBATE AO CRIME NO BRASIL

Em seu texto, considere, necessariamente, os seguintes aspectos:


1) O cenário do enfrentamento policial à criminalidade do Brasil. [7,00 pontos]
2) Os atuais instrumentos de modernização de combate ao crime. [7,00 pontos]
3) A importância de o Estado investir efetivamente em atividade de inteligência policial. [5,00 pontos]
DPDF – ANALISTA – ADMINISTRAÇÃO

POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE ALAGOAS


CARGO: AGENTE E ESCRIVÃO
PROVA DISCURSIVA

PADRÃO DE RESPOSTA DEFINITIVO


Para o item 1, espera-se que os candidatos possam dissertar sobre o cenário de enfrentamento policial à criminalidade. No
texto, os alunos poderão empregar exemplos como a falta de condições materiais e psicológicas dos policiais para enfrentamento do
crime, como, por exemplo, ausência de armamento adequado, presença de viaturas sucateadas, falta de treinamento eficiente etc. Por
outro lado, os alunos poderão discorrer sobre o crescimento do poderio do crime organizado, principalmente em associação com as
novas tecnologias e com a ampla possibilidade de se lavar dinheiro etc.
Para o item 2, espera-se que os candidatos possam discorrer sobre o recente aumento dos investimentos dos governos em
segurança pública, o que tem possibilitado às polícias adquirir materiais tecnológicos para o desenvolvimento de perícias, para o
policiamento preventivo e para a obtenção de provas. Em seu texto, o aluno poderá citar exemplos desses investimentos tecnológi-
cos, como o uso de armamento não letal, de computação em nuvem, de câmeras de vigilância, de imagens obtidas por satélites, de
drones etc.
Para o item 3, espera-se que os candidatos possam discorrer sobre a importância de o Estado investir mais em inteligência po-
licial. Nesse sentido, espera-se que os alunos expliquem que o investimento em inteligência reduz a letalidade das polícias e permite
ampliar o banco de informações da segurança pública para dar mais celeridade e amplitude às investigações.

Você também pode gostar