Você está na página 1de 5

Associação de Diclofenaco e Vitaminas B

na Dor Lombar
Melhora a Mobilidade e a Amplitude de Movimentos
Dor Lombar
Ação do Diclofenaco e Vitaminas B
O diclofenaco é um dos agentes Anti-Inflamatórios Não-Esteroidais (AINEs) mais
amplamente utilizado e tem sido avaliado por diversos estudos no tratamento de condições
dolorosas, como na Dor Lombar (DL).

X Ciclooxigenase
Diclofenaco
Enzima que converte o ácido
araquidônico em prostaglandinas

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas B1, B6 e B12 participam no metabolismo de todas as células do organismo,


porém sua atividade predominante se dá sobre as células do sistema nervoso, daí serem
denominadas vitaminas neurotróficas (Geller et al., 2016).

ofosfato de tiamina intervém na liberação deste neurotransmissor pela membrana pré-sináptica, pois foram encontradas altas concentrações de t
Vitamina B1 (Tiamina)

tabólicas dos aminoácidos. A vitamina B6 age na síntese dos neurotransmissores ácido gama-aminobutírico, dopamina e serotonina, bem como
Vitamina B6 (Piridoxina)

tocondrial dos neurônios, para a formação da bainha de mielina axônica, para proporcionar os componentes bioquímicos da neurotransmissão e
Vitamina B12 (Cianocobalamina)

Referência
Geller M1, Mibielli MA1, Nunes CP1, da Fonseca AS1, Goldberg SW2, Oliveira L1. Comparison of the action of diclofenac alone versus diclofenac plus B vitamins
on mobility in patients with low back pain. J Drug Assess. 2016 Mar 31;5(1):1-3. eCollection 2016.

Estudo Comprova
Magaña-Villa MC1, Rocha-González HI, Fernández del Valle-Laisequilla C, Granados-Soto V, Rodríguez-Silverio J, Flores-Murrieta FJ, Carrasco-Portugal MC,
Reyes-García JG. B-vitamin mixture improves the analgesic effect of diclofenac in patients with osteoarthritis: a double blind study. Drug Res (Stuttg). 2013
Jun;63(6):289-92. doi: 10.1055/s-0033-1334963. Epub 2013 Mar 22.

Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998. Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotadas na prática, e são de
distribuição e uso exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e outros profissionais autorizados a prescrever. É proibida a veiculação para público leigo, por meios eletrônicos, ou de
2
qualquer outro modo que não seja diretamente para profissionais autorizados a prescrever. É proibida a alteração parcial ou total deste material. A Consulfarma não autoriza e não se
responsabiliza por qualquer alteração efetuada neste material.
www.consulfarma.com. 19 3736.6888.
Diclofenaco Associado à Vitaminas B é Eficaz em
Pacientes com Dor Lombar
O objetivo deste estudo conduzido por Geller et al. (2016) foi avaliar os parâmetros
relacionados a dor lombar após o tratamento com monoterapia com diclofenaco ou a
associação de diclofenaco com vitaminas B.

372 pacientes foram randomizados em dois grupos para receberem:

Grupo 1 Grupo 2
Diclofenaco
+ Diclofenaco
Vitaminas B

 Os resultados foram avaliados através da Distância do Dedo ao Chão (DDC) em centímetros e


Teste de Schober.

Resultados:
Alterações de DDC do Pré-Tratamento
 Antes do tratamento, a média de
DDC no grupo 1 era de 19,57 cm,
enquanto que no grupo 2 era de
21,19 cm;
 Após o 3º e 5º dias de tratamento, a
Grupo 1 Grupo 2 Grupo 1 Grupo 2 Grupo 1 Grupo 2
pontuação de DDC no grupo 1 foi
para 13,72 cm e 9,89 cm, e no grupo Visita 2 Visita 3 Visita 4

2 foi para 16,64 cm e 12,86 cm, Melhora >10cm Melhora <10cm


respectivamente; Sem alteração Piora

 A pontuação de Schober aumentou


de 16,01 cm (antes do tratamento) para 17,23 cm no grupo 1 e de 16,1 cm (antes do
tratamento) para 16,8 cm no grupo 2.

Conclusão:

Os resultados demonstraram que a combinação de diclofenaco e vitaminas B1, B6 e B12


teve um efeito adicional positivo na restauração da mobilidade em pacientes com dor
lombar.
Referência
Geller M1, Mibielli MA1, Nunes CP1, da Fonseca AS1, Goldberg SW2, Oliveira L1. Comparison of the action of diclofenac alone versus diclofenac plus B vitamins
on mobility in patients with low back pain. J Drug Assess. 2016 Mar 31;5(1):1-3. eCollection 2016.

Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998. Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotadas na prática, e são de
distribuição e uso exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e outros profissionais autorizados a prescrever. É proibida a veiculação para público leigo, por meios eletrônicos, ou de
3
qualquer outro modo que não seja diretamente para profissionais autorizados a prescrever. É proibida a alteração parcial ou total deste material. A Consulfarma não autoriza e não se
responsabiliza por qualquer alteração efetuada neste material.
www.consulfarma.com. 19 3736.6888.
Formulário 1
Formulações para Pacientes com Dor Lombar

Associação para Restaurar a Mobilidade em Pacientes com Dor Lombar

Cápsulas de Diclofenaco

Diclofenaco......................................50 mg

Vitamina B1......................................50 mg

Vitamina B6......................................50 mg

Vitamina B12.......................................1 mg

Excipiente qsp............................1 Cápsula


Administrar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

Controle da Lombalgia

Cápsulas de Amitriptilina Dose inicial de 12,5 mg/dia ao deitar por 2


semanas, após 25 mg por 4 semanas e, se
Amitriptilina.....................................12,5 necessário, as doses foram gradualmente
mg aumentadas até o máximo de 50 mg/dia.

Excipiente qsp............................1 Cápsula


Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica.

 Estudo conduzido por Kalita et al. (2014) avaliou a eficácia da amitriptilina em


comparação com a pregabalina em pacientes com lombalgia crônica.

Os resultados demonstraram que a amitriptilina melhorou significativamente os


escores da escala analógica visual (VAS) e Oswestry Disability Index (ODI), que
avalia a disabilidade. Além disso, houve melhora da dor (57,3%) e da disabilidade
(65%).

Referência
Geller M1, Mibielli MA1, Nunes CP1, da Fonseca AS1, Goldberg SW2, Oliveira L1. Comparison of the action of diclofenac alone versus diclofenac plus B vitamins
on mobility in patients with low back pain. J Drug Assess. 2016 Mar 31;5(1):1-3. eCollection 2016.
Kalita J1, Kohat AK2, Misra UK2, Bhoi SK2. An open labeled randomized controlled trial of pregabalin versus amitriptyline in chronic low backache. J Neurol Sci.
2014 Jul 15;342(1-2):127-32. doi: 10.1016/j.jns.2014.05.002. Epub 2014 May 10.

Formulário 2
Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998. Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotadas na prática, e são de
distribuição e uso exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e outros profissionais autorizados a prescrever. É proibida a veiculação para público leigo, por meios eletrônicos, ou de
4
qualquer outro modo que não seja diretamente para profissionais autorizados a prescrever. É proibida a alteração parcial ou total deste material. A Consulfarma não autoriza e não se
responsabiliza por qualquer alteração efetuada neste material.
www.consulfarma.com. 19 3736.6888.
Outras Formulações para Redução da Dor
Ácido Alfa-lipoico e Acetil-L-carnitina Reduzem Sintomas da Dor Ciática Causada
por Hérnia de Disco

Ácido Alfa-Lipoico

Ácido Alfa-lipoico............................300 mg

Excipiente qsp............................1 Cápsula


Administrar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou conforme orientação
médica.

Acetil-L-Carnitina

Acetil-L-carnitina.............................295 mg

Excipiente qsp............................1 Cápsula


Administrar 1 cápsula 4 vezes ao dia ou conforme orientação médica.

De acordo com Memeo e Loiero (2008), o ácido alfa-lipoico, 600 mg/dia, parece ser pelo
menos tão eficaz quanto a acetil-L-carnitina no tratamento da lombalgia causada por uma
hérnia de disco e seu uso pode ser associado à melhora nos escores dos sintomas e a menor
necessidade de analgésicos.

Duloxetina – Reduz os Escores que Medem a Severidade da Dor


De acordo com Konnoet al. (2016), a média de
Cápsulas de Duloxetina alteração nos escores da dor avaliados pelo BPI
(Brief Pain Inventory) melhorou de maneira
Duloxetina ....................................... 60 mg significativa no grupo duloxetina quando
comparado com o grupo placebo na semana 14 (-
2,13 vs. -1,96; p=0,0026). A terapia com 60 mg ao
Excipiente qsp............................1 Cápsula dia com duloxetina foi efetiva e bem tolerada em
Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica. pacientes japoneses com lombalgia crônica.

Referência
Konno S1, Oda N, Ochiai T, Alev L. A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Phase III Trial of Duloxetine Monotherapy in Japanese Patients with Chronic
Low Back Pain.Spine (Phila Pa 1976). 2016 May 23. [Epub ahead of print]
Memeo A, Loiero M. Thioctic acid and acetyl-L-carnitine in the treatment of sciatic pain caused by a herniated disc: a randomized, double-blind, comparative study.
Clin Drug Investig. 2008;28(8):495-500.

Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998. Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotadas na prática, e são de
distribuição e uso exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e outros profissionais autorizados a prescrever. É proibida a veiculação para público leigo, por meios eletrônicos, ou de
5
qualquer outro modo que não seja diretamente para profissionais autorizados a prescrever. É proibida a alteração parcial ou total deste material. A Consulfarma não autoriza e não se
responsabiliza por qualquer alteração efetuada neste material.
www.consulfarma.com. 19 3736.6888.

Você também pode gostar