Você está na página 1de 5

CONCEITOS

BÁSICOS PARA
HOMOLOGAÇÃO
DE ENERGIA
SOLAR
Como homologar energia solar?
Um dos principais desafios ao produzir energia fotovoltaica é saber como homologar energia
solar do seu imóvel à concessionária de energia elétrica. Mas não se preocupe, a homologação é
mais simples do que parece, sendo uma opção acessível e vantajosa para os brasileiros.

Por isso, vamos falar sobre o processo de regularização, como fazê-lo e seus benefícios. Através
da regulamentação da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), é possível homologar sua
microgeração e minigeração de energia solar. Então, vamos falar sobre o processo?

O que é a homologação de sistemas fotovoltaicos?


A homologação de sistemas fotovoltaicos constitui-se de um procedimento padrão em que sua
distribuidora de energia realiza a fiscalização do sistema solar instalado em seu imóvel,
verificando se ele possui as especificações estabelecidas nas normas de segurança.

Por exemplo, de acordo com a Resolução Normativa nº 687/2015 revisando a Resolução


Normativa nº 482/2012 regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as
novas regras, válidas desde 2016, é permitido o uso de qualquer fonte renovável, além da
cogeração qualificada, denominando-se microgeração distribuída.

Portanto, entende-se por microgeração a central geradora com potência instalada até 75
quilowatts (KW) e minigeração distribuída aquela com potência acima de 75 kW e menor ou
igual a 5 MW (sendo 3 MW para a fonte hídrica), conectadas na rede de distribuição por meio de
instalações de unidades consumidoras.

Para isso, o processo de homologação é feito, de forma simples e eficiente, seguindo os passos
a seguir:

-É feita a solicitação da conexão do sistema de energia solar previamente à concessionária de


energia;
-Será feito o envio do projeto para a concessionária analisar;

-Feito isso, há um prazo de 120 dias para realizar a instalação do seu sistema de energia solar e
solicitar a vistoria para a distribuidora de energia;

-Neste passo, um técnico especializado deverá realizar a vistoria (quando solicitado) e


desenvolverá um relatório que será encaminhado à concessionária para a regularização;

-Por fim, a concessionária fará uma nova vistoria técnica a fim de autorizar a ligação do sistema,
quando o relógio é trocado por um medidor bidirecional.

A importância da homologação de sistemas de energia solar


A homologação de um sistema de energia solar é importante pois garante a segurança dos
técnicos no momento de instalação do projeto fotovoltaico e dos consumidores que residirão
(no caso da instalação em casas), ou trabalharão (no caso de estabelecimentos comerciais e
indústrias), sob as placas solares. Tais regulamentos promovem o bem estar e proteção, bem
como as funcionalidades do sistema, que deverá operar entre 25 e 30 anos, devido à sua longa
durabilidade.

Além disso, por meio da homologação, toda a energia produzida, e que não for consumida,
poderá ser revertida em créditos energéticos disponíveis pela concessionária, podendo ser
utilizados em até 60 meses. Sendo assim, essa é uma ótima opção para o funcionamento em
dias nublados, ou períodos noturnos, quando o sistema fotovoltaico não opera.

Como é feito o processo de homologação de energia solar?

Hoje em dia, a homologação de energia pode ser realizada de forma simplificada e acessível.
Veja como é feito o procedimento:

-Você solicita a conexão do sistema de energia solar previamente à concessionária de energia;

-Envia o projeto à concessionária para a análise;

Feito isso, tem se um prazo de 120 dias para realizar a instalação do seu sistema de energia solar
e solicitar a vistoria para a distribuidora de energia;

-Neste passo, um técnico especializado deverá realizar a vistoria (quando solicitado) e um


relatório que será encaminhado à concessionária para a regularização;

-Por fim, a concessionária fará uma nova vistoria técnica a fim de autorizar a ligação do sistema
na qual o relógio é trocado por um medidor bidirecional.
Em vista disso, vamos aos detalhes necessários para cada passo de como homologar a energia
solar:

1º passo - Solicitação de conexão

Para solicitar seu acesso à concessionário, serão necessários os seguintes documentos:

-Certificado de conformidade do(s) inversor(es) ou número de registro da concessão do Inmetro;

-Lista de consumidores participantes do sistema de compensação;

-ART do Responsável Técnico pelo projeto elétrico e pela instalação do sistema de microgeração;

-Formulários de Solicitação de Acesso preenchidos para a micro e a minigeração distribuída,


disponíveis nos Anexos II, III e IV da seção 3.7 do Módulo 3 do PRODIST, determinados em
função da potência instalada da geração. Além disso, o formulário específico para cada caso
deve ser protocolado na distribuidora acompanhado dos documentos pertinentes, não cabendo
à distribuidora solicitar documentos adicionais além dos indicados nos formulários
padronizados.

2º passo - Análise do projeto pela concessionária

Dentro de um prazo de 15 dias, a concessionária avalia o projeto técnico do seu imóvel para
então autorizar o início de sua instalação.

3º passo - Instalação do sistema de energia solar

Após a autorização, inicia-se o processo de instalação de seu sistema de energia fotovoltaica. No


entanto, seu prazo estará sujeito à disponibilidade da empresa instaladora.

4º passo - Solicitação de vistoria técnica

Nesta etapa, é necessário realizar o pedido de vistoria da instalação de seu sistema de energia
solar. Porém, seu prazo também depende da empresa instaladora e disponibilidade do
solicitante.

5º passo - Realização da vistoria


Em um prazo de 7 dias úteis, após a instalação, a equipe técnica da concessionária de energia
elétrica deverá avaliar todos seus aspectos. Portanto, fatores apontados no parecer de conexão e
acesso deverão estar cumpridos no momento da vistoria.

6º passo - Concessão do relatório

Caso necessário, após a vistoria, a distribuidora deverá entregar um relatório de pendências


dentro do período de 5 dias. Logo, se for o caso, seu sistema fotovoltaico deverá passar por
algumas alterações para o funcionamento.

7º passo - Homologação do uso do sistema de energia solar

Para concluir, a concessionária trocará o medidor (relógio) do seu imóvel por um bidirecional.
Assim, ela dará o aval de funcionamento para iniciar sua geração de energia solar fotovoltaica.

Desta forma, se o seu projeto for aprovado em todas as etapas dentro do período
estabelecido, sua homologação será feita em até 34 dias.

Você também pode gostar