Você está na página 1de 13

Aula 2

Torção

Disciplina: Resistência dos Materiais II


Docente: Leovegildo Douglas Pereira de Souza
Carga horária: 6 créditos = 90 horas.aula
S: 13~17hs; Q: 13~15h
leovegildo.douglas@professor.ufcg.edu.br – @eng.leovegildo
Torção em Barras Cilíndricas:

Onde J:
𝑇 = න 𝜌. 𝜏. 𝑑𝐴 2
𝐽 = න 𝜌 . 𝑑𝐴

𝑇. 𝜌 Para seções circulares:


𝜏= 𝜋. 𝜌4 𝜋. 𝑑 4
𝐽= =
𝐽 2 32
Determinar:
(a) a máxima tensão de
cisalhamento provocada por um
torque T de 4,5 kN.m em um eixo
maciço de alumínio de 75 mm de
diâmetro;
(b) idem, considerando que o eixo
maciço deve ser substituído por
um eixo vazado de mesmo
diâmetro externo e de 25,4 mm
de diâmetro interno.
Exemplo 1: 𝜋. 𝜌4 𝜋. 𝑑 4 𝑇. 𝜌 𝑑1 = 75 𝑚𝑚;
𝐽= = 𝜏= 𝑇 = 4,5 𝑘𝑁. 𝑚 𝑑 = 75 𝑚𝑚
2 32 𝐽 𝑑2 = 25,4 𝑚𝑚;
Determinar:
(a) o torque T que causará uma
tensão de cisalhamento máxima
de 45 MPa no cilindro vazado de
aço, como indicado;
(b) a máxima tensão de
cisalhamento causada pelo
mesmo torque T, em um eixo
cilíndrico maciço de mesma área
e seção transversal.
Exemplo 2: 𝜋. 𝜌4 𝜋. 𝑑 4 𝑇. 𝜌 𝑟1 = 45 𝑚𝑚;
𝐽= = 𝜏= 𝜏𝑎𝑑𝑚 = 45 𝑀𝑃𝑎
2 32 𝐽 𝑟2 = 30 𝑚𝑚;
Relações Tensão x Deformação:
Tensão x Deformação por Torção:

∅. 𝜌 𝜏
𝛾= 𝛾=
𝐿 𝐺

𝑇. 𝐿 𝑇. 𝜌
∅= 𝜏=
𝐽. 𝐺 𝐽
Pede-se determinar:
• o torque T que causa um
ângulo de torção de 3º no eixo
cilíndrico vazado de aço (G = 77
GPa);
• o ângulo de torção causado
pelo mesmo torque T, num
eixo cilíndrico maciço de
mesma área de seção
transversal.
Exemplo 3: 𝜋. 𝑑 4 𝑇. 𝐿 𝑑1 = 90 𝑚𝑚;
𝐽= ∅= 𝐺 = 77 𝐺𝑃𝑎 ∅ = 3º
32 𝐽. 𝐺 𝑑2 = 60 𝑚𝑚;
Pede-se determinar:
• o ângulo de torção causado
por um torque T de 4500 N·m,
em um eixo de alumínio
maciço e de diâmetro 75 mm
(G = 25,5 GPa);
• idem assumindo que o eixo
maciço tenha sido substituído
por um eixo vazado, com
mesmo diâmetro externo e
com 25,4 mm de diâmetro
interno.
Os torques mostrados são
aplicados às polias A, B e C.
Sabendo-se que todo o eixo é
maciço é feito de latão (G = 39
GPa), determinar o ângulo de
torção entre: A e B ; A e C.

Você também pode gostar