Você está na página 1de 73

ESTA OBRA PODE SER REPRODUZIDA E DISTRIBUÍDA

PARCIAL OU INTEGRALMENTE DESDE QUE CITADA A FONTE.

VENDA PROIBIDA

CID – COORDENADORIA DE INCLUSÃO DIGITAL

IDORT – INSTITUTO DA ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO


TRABALHO

EQUIPE CAPACITAÇÃO – ÁREA TÉCNICA

DANIEL PEREIRA MARTINS


DOUGLAS DINIZ ALVES
PAULO JORDÃO DA SILVA BOCCATTO
AUDRE ELLER
NANCI FURTADO

site: www.telecentros.sp.gov.br
email: capacitatecnica@gmail.com
Indice

Objetivos .......................................................................... 01

Justificativa …..................................................................... 02

Introdução ........................................................................ 03

Primeiro Contato ................................................................ 04

Caixa de Ferramentas ......................................................... 04

Formas de Seleção …........................................................... 04

Retangular ........................................................................ 04

Elíptica ............................................................................. 05

Livre ................................................................................ 05

Contígua ........................................................................... 06

Por Cor ............................................................................. 06

Tesoura ............................................................................ 06

Vetores ............................................................................ 07

Ferramentas de Transformação ............................................ 07

Zoom ............................................................................... 07

Mover ............................................................................... 08
Medidas ............................................................................ 08

Cortar .............................................................................. 08

Rotacionar ........................................................................ 09

Redimensionar .................................................................. 09

Inclinar ............................................................................ 09

Perspectiva ....................................................................... 10

Espelhar ........................................................................... 10

Texto ............................................................................... 10

Preenchimento .................................................................. 11

Preenchimento com degradês .............................................. 11

Seletor de Cores ................................................................ 11

Lápis ................................................................................ 12

Pincel ............................................................................... 12

Borracha ........................................................................... 12

Aerógrafo ......................................................................... 13

Tinta ................................................................................ 13
Clone ............................................................................... 13

Convolver ......................................................................... 14

Borrar .............................................................................. 14

Sub-exposição ou Super-exposição ….................................... 14

Cores de frente e fundo ….................................................... 15

Atalho para pincel / Textura / Degradê …................................ 15

Criando nova imagem …...................................................... 16

Janela imagem …................................................................ 17

Guias …............................................................................. 20

Tipos de seleção ….............................................................. 21

Seleção Retangular ….......................................................... 21

Seleção Elíptica …............................................................... 22

Seleção à mão livre ….......................................................... 24

Seleção de áreas contíguas …............................................... 25

Modos de Seleção …............................................................ 26

Desenhando linhas retas no Gimp …...................................... 29


Ferramenta de Preenchimento …........................................... 30

Texturas …......................................................................... 31

Camadas …....................................................................... 32

Criando Logo Olimpíadas ….................................................. 33

Tipos de Imagem …............................................................. 39

Dessaturar uma Imagem ….................................................. 43

Montagem com duas imagens …............................................ 43

Removendo itens não desejados …........................................ 45

Sombreamento …................................................................ 48

Criando uma página web …................................................... 52

Criando animações …........................................................... 54

Adicionando novas Fontes …................................................. 56

Adicionando novos Pinceis …................................................. 59

Teclas de Atalhos das ferramentas …...................................... 61

Plano de Aula ….................................................................. 63

Bibliografia …...................................................................... 67
GIMP – GNU Image Manipulation Program 1

Objetivo

Capacitar os profissionais a utilizarem o software livre Gimp


2.2; possibilitando que através deste conhecimento, multiplicarem:
trabalho com imagens através de reparos, tratamento e manipulação.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 2

Justificativa
Percebe-se a necessidade da comunidade atendida no
Telecentro em mexer com imagens e fotos, para trabalho ou lazer.
Para tanto este curso vem de encontro a esta necessidade.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 3

Introdução

Antes da existência do The Gimp, não havia um


programa fácil de usar, livre e similar ao Photoshop
(MR Adobe Corp.) para o Linux. O Gimp criou história
no mundo do software livre, pois além de deixar acessível um
programa maravilhoso para editarmos as figuras das nossas páginas
web, foi concebido de uma forma extremamente modularizada, com
seus plugins, permitindo centenas de programadores aumentarem a
sua capacidade sem modificar o seu núcleo. Além disso, graças a ele,
temos hoje mais um toolkit, o gtk, de aparência agradável, extensível,
e poderoso. Mas nossa viagem pelo mundo maravilhoso do Gimp não
será de programação. Mostraremos nessa série de artigos algumas
técnicas fáceis e efetivas para tirarmos o maior proveito possível
desse programa admirável, na escrita de logotipos, letreiros artísticos,
criação de backgrounds e texturas, no processamento, retoque, e
outros tantos efeitos com imagens digitalizadas que podemos
conseguir usando o Gimp.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 4

Primeiro Contato

A Caixa de ferramentas

As ferramentas mais usuais são


encontradas nos botões mostrados na
figura. Os quadros no canto inferior
esquerdo mostram as duas cores
usadas para desenhar ou apagar (que
podem ser modificadas ).

A caixa de ferramentas está localizada na janela principal e contém


ícones e acessos para facilitar a utilização de seus principais recursos.

Formas de Seleção

Retangular

A primeira ferramenta na caixa, e, até a versão 2.0, a fer


ramenta padrão do GIMP é a Seleção Retangular. Para se criar uma
nova seleção retangular, basta, na janela da imagem, clicar no que
será um dos cantos do retângulo, e arrastar o mouse com o botão
GIMP – GNU Image Manipulation Program 5

pressionado até a extremidade oposta do retângulo. A nova seleção é


indicada por um contorno tracejado intermitente, por vezes chamado
de "Formigas Marchantes".

Elíptica

A ferramenta de Seleção Elíptica usa as mesmas opções que a


ferramenta de Seleção Retangular, só que desenha uma elipse inscrita
em retângulo imaginário que vai do ponto em que se começa a
desenhar a seleção até a posição atual do cursor.

Livre

Esta versátil opção permite que se refine a seleção, traçando-se


diretamente com o Mouse ou outro dispositivo apontador os contornos
da seleção. No entanto sua versatilidade pode enganar é uma
ferramenta muito útil para numa imagem com um fundo diferenciado
e vários objetos misturados, selecionar a grosso modo um único
objeto. Ou ainda para remover ou acrescentar rapidamente uma parte
a uma seleção feita com outra ferramenta .
GIMP – GNU Image Manipulation Program 6

Contígua

Também chamada de ’varinha mágica’ de onde vem seu ícone, é uma


das mais interessantes para seleção, em vários tipos de trabalho. Ela
simplesmente seleciona todas as cores similares à cor da região em
que foi clicada em regiões contíguas permitindo uma rápida
separação entre objetos e fundo em imagens com o fundo uniforme.

Seleção por Cor

Esta ferramenta funciona de forma bem similar a seleção de regiões


contíguas, no entanto, seleciona instantaneamente cores similares
em toda a imagem.

Tesoura

Esta ferramenta é um pouco diferente em seu uso como a ferramenta


de seleção livre, a idéia é criar seleções em torno de objetos que
possam ser recortados de fotos ou imagens, a fim de serem colocados
em outras composições. A diferença é que a ferramenta tesoura tenta
adivinhar o contorno do objeto que se quer recortar.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 7

Vetor

Apesar de poder ser usada como uma ferramenta de seleção, a


ferramenta de Vetores, ou curvas de Bézier, ou ainda "Caminhos" nas
traduções antigas, na prática é toda uma classe de objetos com
funcionalidade própria. O seu uso pode, na verdade, ser bastante
simples. Como a ferramenta Tesoura, pode se escolher o vetor, clicar
nos pontos de controle desejados o GIMP unirá esses pontos de
controle com segmentos de reta. Esses segmentos não tentam se
adaptar por si próprios à imagem existente, mas pode-se clicar em
cada segmento desses, e arrasta-lo de forma a curva-lo para que
tenha o contorno desejado.

Ferramentas de Transformação
Zoom

O ZOOM no GIMP é imprescindível para a edição de qualquer tipo de


imagem. O tamanho ideal de visualização sempre será uma janela de
aproximadamente 2/3 da largura da tela, ou com a tela cheia
(pressione F11). De acordo com o que se está fazendo na imagem
pode ser conveniente fazer com que toda a imagem seja visível nesse
espaço, ou, pelo contrário, pode ser interessante ver nitidamente cada
pixel de um certo trecho do trabalho, através da ampliação.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 8

Mover

Ferramenta permite que uma parte da imagem, ou uma camada, seja


arrastada com o mouse para qualquer outro ponto do espaço da
imagem.

Medidas

Essa é uma outra ferramenta que não causa alterações na imagem.


Tudo o que ela faz, é informar a distância entre dois pontos na
imagem, e o ângulo formado entre a linha que une esses dois pontos
e a horizontal.

Cortar

Ferramenta que para o usuário casual pode a princípio parecer pouco


útil, na verdade é vital na finalização de imagens fotográficas e
mesmo outras .
GIMP – GNU Image Manipulation Program 9

Rotacionar

A primeira ferramenta do grupo de ferramentas de transformação -


todas essas partilham opções em comum e de fato causam alterações
na imagem. A ferramenta Rotacionar permite rotacionar livremente,
ao redor de um centro arbitrário, uma camada ou seleção.

Redimensionar

Esta ferramenta permite que se redimensione partes ou detalhes de


uma imagem. Seu funcionamento não foge as regras das outras
ferramentas de transformação, e é bem semelhante ao da Ferramenta
Rotacionar.

Inclinar

Certamente a transformação menos utilizada, a ferramenta Inclinar só


tem uso quando se deseja distorcer um objeto para obtenção de um
efeito.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 10

Perspectiva

A ferramenta mais completa de transformação. Também chamada de


"Transformação Livre", a transformação de perspectiva permite que se
posicione, de forma indepen- dente os quatro pontos dos cantos do
retângulo a ser transformado, de forma que a imagem final se ajuste
nesses quatro pontos.

Espelhar

A mais simples, e mais prática de se usar de todas as ferramentas de


transformação, a ferramenta espelhar simplesmente espelha na
horizontal ou na vertical os conteúdos da seleção.

Texto

Sem estar relacionada com Transformações, esta ferramenta adiciona


texto a uma imagem, na fonte, tamanho e cor escolhidos. Sempre se
deve ter em mente que o GIMP lida com pixels, e que texto, uma vez
adicionado, será tratado como tal ou seja, distorções, efeitos e
pinturas aplicados ao texto que já esteja imagem serão perdidos se o
texto for alterado.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 11

Ferramentas de Pintura
Preenchimento

Sendo a primeira ferramenta de pintura, na ordem em que as mesmas


são apresentadas na caixa de ferramentas do GIMP, esta popular
ferramenta, presente mesmo nos programas mais simples para
manipulação de imagens, permite que uma área da imagem seja
preenchida com uma cor sólida ou com uma textura.

Preenchimento com Degradê

Esta ferramenta preenche com degradês. Seu nome vem do inglês


"Blend Tool" que quer dizer uma mistura suave, sem saltos abruptos -
dai sua relação com o degradê.

Seletor de Cores

Esta prática ferramenta não causa nenhuma alteração na imagem -


ela apenas seleciona a cor da região escolhida, exibindo seus valores,
e colocando-a como cor ativa do GIMP.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 12

Lápis

A primeira ferramenta de desenho a mão livre, associada pela maioria


das pessoas aos "programas de desenho". Em sua forma mais
simples, esta ferramenta reproduz o desenho do pincel selecionado,
conforme as demais opções de pintura selecionadas, sobre a camada
ativa.

Pincel

A ferramenta padrão "de fato" para desenhar a mão livre no GIMP.


Funciona em tudo como a ferramenta lápis, mas quase todos os
pincéis se beneficiam de se mesclarem com a transparência em menor
ou maior grau em suas bordas - eliminando o efeito de "aliasing" as
escadinhas de pixels.

Borracha

Esta ferramenta "apaga" partes do desenho. Em camadas que tenham


transparência, ela apaga para transparência - na verdade ela diminui
a opacidade nos pontos em que o pincel utilizado é preto (os mesmos
pontos em que as outras ferramentas deixam a tinta passar).
GIMP – GNU Image Manipulation Program 13

Aerógrafo

Talvez a ferramenta de pintura mais importante para quem tem dons


artísticos, o aerógrafo se parece com a ferramenta Pincel, com
algumas opções a mais.

Tinta

Esta ferramenta simula o efeito de uma pena utilizando tinta nanquim.


Ao contrário das outras ferramentas de pintura, a Ferramenta Tinta
não utiliza um pincel do GIMP.

Clone

A ferramenta de pintura mais útil para modificar ou restaurar


fotografias danificadas. Ela trabalha como a ferramenta Pincel, no
entanto, em vez de usar uma cor sólida, ou proveniente de um
degradê, a ferramenta Clone copia um mapa de bits de outra parte da
própria imagem, de outra imagem, ou de uma textura do GIMP.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 14

Convolver - Desfocar ou Deixar nítido.

Esta ferramenta permite que se tire de foco, ou torne mais nítida uma
parte pequena da imagem.

Borrar

Esta ferramenta faz com que as cores presentes na imagem deslizem


sobre outras, na direção do movimento do pincel.

Sub-exposição ou Super-exposição

Esta ferramenta atua como os modos de combinação de sub-


exposição ou super- exposição. A diferença de se usar esta em vez da
ferramenta Pincel nesses modos, é que esta permite que se filtre os
pixels afetados, no penúltimo bloco de opções - ela pode atuar
somente nas áreas mais claras da imagem, somente nas áreas d tons
médios, ou somente nos pixels escuros.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 15

Cores de frente e fundo

Os quadros branco e preto reinicializam as cores. As setas trocam as


cores. O clique duplo seleciona uma cor a partir do diálogo de seleção
de cores.

Atalho para pincel / textura / Degradê

Pincel: Clicando nesta opção abrirá opções


de pincel.

Textura: Clicando nesta opção abrirá opções


de textura.

Degradê: Clicando nesta opção abrirá opções


de degradê.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 16

Criando uma imagem


Os novos arquivos que o Gimp abre são tratados como uma imagem.
Para criar uma nova imagem, Ferramentas:Arquivo-Novo.

1.Modelos de imagens pré-definidas pelo programa.


2. Largura da imagem (em pixel).
3. Altura da imagem (em pixel).
4. Orientação da Imagem: Retrato ou Paisagem.
5. Tipo da imagem: RGB - Red Green Blue;
Escala de Cinza - Tons de cinza.
6. Preenchimento da Imagem:
- Cor de Frente - Preenche o fundo com a cor selecionada
para desenhos(1a. cor).

- Cor de Fundo - Preenche o fundo com a cor selecionada


GIMP – GNU Image Manipulation Program 17

como background (2a. cor).


- Transparência - Fundo transparente.
- Branco – Fundo da Imagem branca.

Janela Imagem

A janela de imagem apresenta inúmeros recursos para a edição de


imagens, além de fornecer o Menu de Opções, que contém todas as
funcionalidades do GIMP . Cada novo arquivo criado ou aberto será
visualizado dentro de uma nova Janela de Imagem, todas com as
mesmas características

1. Menu de opções: Diferente do menu de opções da caixa de


ferramentas, este item encontra-se inteiramente direcionado para
ações realizadas apenas dentro da Janela de Imagem. Está localizado
logo abaixo da barra de título, mas também pode ser acessado pelo
botão direito do mouse em qualquer ponto da área de imagem. Além
disso, assim como a grande maioria das aplicações, as opções deste
menu podem ser acessadas por meio de teclas de atalho que ficam
GIMP – GNU Image Manipulation Program 18

visíveis no próprio menu, nos caracteres sublinhados.


2. Navegação rápida: Uma outra maneira de acessar os menus de
opções do GIMP é utilizar o botão de Navegação Rápida, localizado no
canto superior esquerdo da Janela de Imagem, mais precisamente
onde se originam as réguas vertical e horizontal. Trata-se apenas uma
outra maneira de acesso ao menu.
3. Réguas: Abaixo do menu de opções encontra-se a régua horizontal
e no extremo esquerdo da janela, a vertical. Ambas medem a imagem
e exibem a posição do cursor do mouse na unidade de medida
habilitada na barra de estado.
4. Máscara rápida: O botão de máscara rápida está localizado no
canto inferior esquerdo, anterior ao do início da barra de rolagem
horizontal.
5. Barra de título: Encontra-se no topo da janela. Apresenta
algumas informações sobre a imagem e a janela em questão. Exibe o
título do arquivo (antes do título há um asterisco “*”, caso o arquivo
tenha sofrido alterações sem ter sido salvo). Em seguida, aparece o
número da janela, que inicia em 1 e é incrementado para cada
imagem aberta. Na seqüência, mostra, entre parênteses, o modo da
imagem, o qual pode ser RGB, escala de cinza ou indexado , seguido
do número total de camadas que esta janela possui. Por último,
apresenta o tamanho da imagem em pixels (largura e altura). Todas
essas informações da barra de título podem ser alteradas por meio da
caixa de diálogo de Preferências, acessando o item “Imagem-Título &
Estado”.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 19

6. Zoom automático quando o tamanho da janela mudar:


Localiza-se no canto superior direito, logo após o final da régua
horizontal. Altera a intensidade do zoom para que a imagem preencha
toda a janela do GIMP, quando a mesma tiver o seu tamanho
alterado.
7. Área de trabalho: Área de trabalho é o espaço interno ao
quadrado formado pelas réguas e barras de rolagem. Seu tamanho é
sempre igual ou maior que o tamanho visível na tela da imagem, já
que nem todas preenchem completamente a área de trabalho.
8. Área de imagem: A Área de imagem está contida na Área de
Trabalho. Todos os recursos gráficos do GIMP, como ferramentas,
filtros e scripts, atuarão dentro desta área.
9. Barras de rolagem: Existem duas barras de rolagem da tela: uma
horizontal, localizada no rodapé, e outra vertical, no canto direito da
janela.
10. Movimentação rápida: Para auxiliar na movimentação na
imagem, quando a mesma é maior que a resolução visível do monitor,
existe o botão de Movimentação Rápida. Ao se clicar neste botão é
exibida uma miniatura da imagem completa (janela de navegação) e
um contorno de seleção que representa a área visível da imagem.
Enquanto o botão do mouse estiver pressionado, é possível navegar
pela imagem até se encontrar a área que deve ser centralizada na
tela.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 20

Guias

Guias são linhas paralelas às réguas e distribuídas ao longo da


imagem por meio de sobreposição. É possível criar guias horizontais e
verticais para auxiliar na medição de regiões, limitação de desenhos e
seleções, além de poder ser empregada como guia para o uso de
outras ferramentas. Para criar uma guia, clique na régua e arraste o
cursor do mouse para dentro da área de trabalho. Desde a versão 2.2
do GIMP é possível também criar guias com base em seleções ativas
na janela de imagem, acessando a opção “Imagem:Guias-Novas guias
a partir de seleção”. Assim, não há limitação da forma da guia,
podendo esta ter o contorno de um objeto, região, ou qualquer outro
formato selecionado.
Atrair para as guias
Habilitando-se esta opção, as guias terão um comportamento similar à
de um ímã, atraindo para as guias o cursor do mouse com a
ferramenta em uso, guiando-o, a qual pode ser de desenho, seleção,
transformação ou qualquer outra passível de ser guiada.
Esta opção pode ser usada mesmo que a exibição de guias esteja
GIMP – GNU Image Manipulation Program 21

desabilitada, pois suas estruturas estarão atuando atrás da imagem. A


distância em pixels necessária entre as linhas e o cursor do mouse
para que este recurso seja ativado pode ser configurada por meio das
preferências do GIMP (na guia “Opções de ferramentas”, item “Atração
para as Guias e para a Grade”).
É uma função muito útil quando se deseja obter perfeição de encaixes
geométricos, transformações simétricas a mão livre, assim como na
realização de desenhos regulares. Menu Imagem:Visualizar-Atrair
para as guias.
Tipos de Seleção

Seleção retangulares

Como o nome sugere, esta ferramenta seleciona áreas retangulares.


Você determina dois vértices opostos da figura e ele cria a seleção.
Selecione uma área retangular clicando em um ponto da imagem com
o botão esquerdo do mouse e arrastando o mouse até o outro ponto,
soltando então o botão para finalizar a seleção.
Caso necessite a seleção de uma área quadrada, pressione a tecla
“shift” logo após a seleção do primeiro vértice, isso fará com que a
seleção se torne um quadrado perfeito que englobe o ponto inicial e o
ponto final da seleção.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 22

Se após a seleção do primeiro ponto você pressionar (e mantiver


pressionada) a tecla 'CTRL' o ponto inicial será o “ponto médio” do
retângulo (o ponto em que as duas diagonais se cruzam) e o segundo
ponto será um de seus vértices, muito útil quando precisamos que o
retângulo seja centralizado em um determinado ponto da imagem
com que estamos trabalhando.

Seleção elíptica
Esta ferramenta seleciona áreas elípticas. Você determina dois
vértices opostos de um retângulo imaginário e ele cria a seleção
elíptica. Selecione clicando em um ponto da imagem e arrastando o
mouse até o outro ponto, soltando então o botão esquerdo do mouse
para finalizar a seleção
GIMP – GNU Image Manipulation Program 23

Caso necessite a seleção de um círculo, pressione a tecla “shift” logo


após a seleção do primeiro vértice, isso fará com que a seleção se
torne um círculo perfeito.

Se após a seleção do primeiro ponto você pressionar (e mantiver


pressionada) a tecla 'CTRL' o ponto inicial será o 'centro' da elipse e o
segundo estará contido em uma das arestas de um retângulo
imaginário como seria formado pela ferramenta de seleção retangular.
Mais uma vez isso é muito útil quando precisamos que nosso elipse
seja centralizado em um determinado ponto da imagem.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 24

Seleção à mão livre

Para utilizar a seleção à mão livre clique e arraste o cursor do mouse


e quando soltar ele completa a área selecionada ligando o ponto final
ao inicial.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 25

Seleção de áreas contíguas

Esta ferramenta é especialmente útil em fotos digitalizadas. A área a


ser selecionada é determinada pela cor do ponto em que se clica o
mouse. Todos os pixels da mesma cor ao redor do ponto marcado são
também selecionados, e assim sucessivamente até que a seleção não
possa mais se expandir.

Com a ferramenta de seleção de áreas contíguas clicaremos com o


mouse na área preta no braço do sofá da foto. Toda a área negra
contígua a partir do ponto assinalado será selecionada
independentemente das formas da figura.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 26

Modos de Seleção
As ferramentas da barra do Gimp, quando escolhida aparece as
opções de ferramentas disponíveis. A primeira dessas opções é o
modo, e indica de que forma a seleção que você está criando deve ser
combinada, por exemplo, com outra seleção já existente na imagem.

Nas opções do modo existem quatro configurações possíveis. A


primeira é a de Substituir a seleção atual, que fará com que a seleção
criada substitua uma seleção já existente. Caso utilize uma seleção
sobre a parte central de uma seleção já existente, ela funcionará
como a ferramenta mover, podendo arrastar a seleção para outros
locais da tela.

A segunda opção de modo de seleção é Adicionar à seleção, que faz


com que cada nova seleção criada integre uma eventual seleção já
existente na imagem. Quando já existir uma área selecionada, ao
utilizar o modo de adição, o que estiver selecionado permanecerá e a
nova seleção também será adicionada.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 27

Em seguida a opção Subtrair da Seleção, que funciona somente se já


existir uma seleção na imagem. A subtração é feita sobre áreas já
selecionadas, excluindo a parte interna do novo retângulo desenhado.
Por exemplo, subtrair apenas uma área retangular na seleção da
imagem inteira, após ter selecionado tudo através do atalho Ctrl + A
ou no menu Imagem:Seleção>Tudo.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 28

A última das opções de modo é a de Fazer intersecção com a seleção


atual, que também funciona somente se uma determinada área já
estiver previamente selecionada. Essa ferramenta funciona do
seguinte modo: tendo uma área previamente selecionada, você
seleciona uma nova seleção, e somente o que estiver compreendido
entre essas duas formará a nova seleção.

É possível acessar todos os modos de seleção através de atalhos no


teclado, de forma muito mais simples:
- para adicionar, pressione Ctrl;

- para subtrair pressione Shift;

- para fazer intersecção, Ctrl + Shift.

Os atalhos funcionam no primeiro clique, então não é necessário


manter a tecla pressionada durante a ação.

Porém, note que caso pressione as teclas após clicar e mantê-las


pressionadas durante a ação, o efeito será diferente Ex: No caso da
GIMP – GNU Image Manipulation Program 29

seleção retangular com a tecla Ctrl pressionada você torna um dos


cantos do retângulo selecionado o seu centro; a tecla Shift deixa a
sua seleção com proporções fixas iguais.

Desenhando linhas retas no Gimp.


1. Selecione a ferramenta, pencil (lápis), brush (pincel) ou airbrush
(aérografo).
2. Clique no ponto de origem da reta e segure a tecla shift, o ponteiro
irá mudar para um lápis apontando para baixo.
3. Basta definir o traçado.

Para se ter precisão angular em uma reta, após pressionar a tecla


shift segure também a tecla control, ideal pra se fazer facilmente
linhas horizontais, verticais ou inclinadas.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 30

Ferramenta de Preenchimento
Cores sólidas
Este primeiro modo de preenchimento de seleções . Basta selecionar a
Ferramenta Preenchimento, escolher uma cor e cliquar sobre a região
que deseja colorir. Ainda assim, se desejar, pode fazer com que
algumas pequenas edições possam ser realizadas. Alterar a opacidade
da cor é uma delas. Arraste o ponteiro da barra “Opacidade” para
qualquer um dos lados para mudar a intensidade da cor.

Existe a opção preencher as áreas escolhidas com a cor de frente ou a


cor de fundo. Para alterar este modo, pressione CTRL no seu teclado
ou clique nas opções de “Tipo de Preenchimento, logo abaixo da barra
“Opacidade”.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 31

Texturas
Outro meio de preencher alguma área da imagem é utilizar as
texturas que o GIMP disponibiliza. São diversas opções de texturas.
Para preencher a imagen com texturas, selecione a opção
“Preenchimento com Textura”, logo abaixo de “Preenchimento com cor
de fundo”.

O preenchimento de regiões utilizando texturas é semelhante ao uso


de papel de parede, ao invés de tintas para aplicarmos em paredes de
casas e apartamentos. São formatos regulares ou irregulares,
geralmente simétricos nas bordas, para se encaixarem uns ao lados
dos outros. Normalmente são utilizados para simular um tipo
específico de superfície, como rochas, metais e madeiras, entre
outros. Apesar de existir um conjunto de texturas que o programa
disponibiliza por padrão, novas texturas podem ser criadas(no próprio
programa) para aplicação,salvando-as com a extensão “.pat” (do
inglês, “pattern”).
GIMP – GNU Image Manipulation Program 32

Camadas

Para uma melhor manipulação com


imagens é recomendável utilizar
camadas, após iniciar o GIMP
aparecerá uma janela semelhante a
figura ao lado que representa a janela
de camadas.

1. Criar Nova camada: Este botão adiciona uma nova camada. A


nova camada adicionada se acomodará acima da camada existente.
2. Mover: botões que deslocam as camada para cima e para baixo.
3. Duplicar camada: Gera uma cópia da camada selecionada.
4. Ancorar camada: Cola camadas temporárias criadas como crtl+v.
5. Remover: Para remover a camada clique 1 ( uma ) vez na camada
a ser removida e clique neste botão.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 33

6. Camadas existentes na Imagem: para nomear uma camada


Clique 2 (duas) vezes na camada desejada nomear, Recomendável
utilizar nomes de fácil identificação.
7. Ocultar / Exibir: Todas as camadas visíveis possuem este ícone,
para torná-la oculta clique 1 (uma) vez sobre ele onde
desaparecerá e ocultará a camada.

Criando o logo Olimpíadas


Quando queremos criar um desenho no gimp o recomendável e que
cada item seja em camadas diferentes. Imagine a seguinte situação.
Temos uma imagem de uma paisagem e nesta paisagem queremos
remover as nuvens.
Se a imagem foi feita por camadas o trabalho que teríamos é só de
remover a camada onde está as nuvens, caso contrário temos que
restaurar uma grande parte da imagem para atingir o objetivo.
No exercício proposto será utilizado ferramentas de seleção,
preenchimento e camadas.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 34

Passos:
1. Crie uma nova imagem 640pxx480px;
2. Adicione uma nova camada conforme a figura abaixo;

3. Selecione a Ferramenta Elipse (E) e selecione a opção tamanho


fixo ;
GIMP – GNU Image Manipulation Program 35

4. Coloque 122px de largura e 122px de Altura;

5. Crie uma seleção;

6.
1º Habilite a ferramenta de preenchimento,
2º Escolha a cor de frente;
3º Clique com o botão esquerdo do mouse na região selecionada;
GIMP – GNU Image Manipulation Program 36

7.
1º Imagem:Seleção-Encolher.
2º Definir o tamanho em pixels da nova seleção e OK;
GIMP – GNU Image Manipulation Program 37

8.
1º Após encolher a seleção.
2º Limpe a seleção ( ctrl+k ).

9. Na janela de camadas Clique em “Alfa para Seleção”;


GIMP – GNU Image Manipulation Program 38

10. Crie uma nova camada transparente;

11. Pinte a seleção;


GIMP – GNU Image Manipulation Program 39

12. Repita os passos 9 até 11 até obter todas as cores do logo;


13. Com a ferramenta mover(M) mova os arcos para que fique de
acordo com o original. No final teremos uma imagem parecida com
exemplo abaixo.

Trabalhando com Imagem


Tipos de Imagem
Uma imagem no GIMP é composta de uma série de atributos. Uma
imagem normal é formada de um conjunto de camadas, que se unem
a outros conjuntos de objetos, como máscaras de seleção, conjuntos
de caminhos, lista de ações que podem ser desfeitas ou refeitas, etc.

A imagem não deve ser pensada apenas como uma janela que exibe
uma imagem, ou em algo simples como um arquivo JPEG. A principal
características da imagem é o seu modo; os modos principais são o
RGB, o modo indexado e o modo tons de cinza. O mais comum é o
modo RGB, no qual cada ponto da imagem é definido como uma
composição de três componentes de cor: uma porcentagem de
vermelho, uma porcentagem de verde e uma porcentagem de azul.
Ela é a mais comum porque praticamente todas as cores que podem
ser enxergadas pelo olho humano pode ser representada como uma
composição dessas três cores. Adicionalmente, a imagem RGB tem
GIMP – GNU Image Manipulation Program 40

um canal adicional que não representa uma cor, mas a opacidade. É o


canal Alfa, que define o quão opaca ou transparente é uma imagem.
Veja mais detalhadamente adiante.

No modo tons de cinza, cada ponto é representado por um valor que


representa uma intensidade de um tom de cinza, que varia do zero
(completamente branco) a 100 por cento (completamente preto).
Diferente do RGB, que possui três canais de cor, a imagem em tons de
cinza possui apenas um canal de cor. Ela pode ter também o canal
Alfa definindo a transparência.

É preciso perceber, em relação a esse modo de representação, que a


imagem não precisa necessariamente estar no modo Tons de Cinza
para que seja visualizada em preto e branco.

Formatos de Arquivos

Apesar de poder trabalhar com formatos de arquivos vetoriais, e ter


recursos de edição vetorial, o GIMP é um programa especializado em
edição de imagens bitmap, ou de mapa de bits. O canal alfa é quem
informa o nível de opacidade de um elemento. Este é um grande
benefício para mesclar imagens que não foram criadas inicialmente
para estarem juntas ou para quando não se sabe exatamente em que
ponto uma imagem se sobreporá a outra.

Na prática, o canal alfa se apresenta como um quarto canal de cor na


maioria dos aplicativos que suportam essa funcionalidade, logo após
os quantificadores de vermelho, verde e azul (RGB).

BMP ou BitMap: Esse formato de imagem suporta indexação ou


GIMP – GNU Image Manipulation Program 41

TrueColor, mas não é compactado. Esse formato não suporta canal


alfa, nem transparência.

TIFF ou Tagged Image File Format: Um formato popular, bastante


usado por artistas para guardar imagens sem perda ou para enviar
trabalhos bitmap para impressão. Suporta canal alfa e tipos distintos
de compactação. Também é possível usar nenhuma compactação e
este é, aparentemente, o uso mais comum.

GIF ou Graphics Interchange Format: Seria o formato mais restritivo


de imagem se não possibilitasse pequenas animações. Suporta apenas
imagens indexadas e transparência em lugar de canal alfa, ou seja,
um pixel desta imagem pode ser ou totalmente opaco ou totalmente
transparente. Esse formato possibilita pequenas animações de forma
simples e leve, pois novas frames não precisam representar o que for
idêntico à frame anterior e os momentos lentos ou estáticos não
exigem novas frames porque cada frame especifica seu tempo de
exposição.

Nota: Quando trabalhamos com animações as Camadas são


classificadas como Frames.

JPG ou JPEG ou Joint Photographic Experts Group: Esse é, com


certeza, é o segundo formato mais popular da internet, vindo logo em
seguida do html. Não é a toa que o JPG se popularizou tanto, pois seu
algorítimo de compactação gera imagens muitas e muitas vezes mais
leves que sua original na maior parte dos casos. Seu ponto negativo é
que esta compactação causa perda de informação e isso se representa
GIMP – GNU Image Manipulation Program 42

em danos a imagem, o que torna inadequado o uso desse formato


quando não se trata da publicação do produto final. O JPG também
não suporta transparência nem canal alfa.

PNG ou Portable Network Graphics: Se no passado eram necessários


formatos com um grande poder de compactação, mesmo que isso
signifique uma qualidade inferior, para que a imagem chegasse ao
visitante em tempo hábil, hoje precisamos de belas representações
artísticas no layout de sites para termos, no mínimo, o respeito do
visitante. Bem, se o JPG estiver te limitando, pense com carinho no
PNG. Esse formato livre foi criado com a intenção de substituir o
formato GIF, que era patenteado. Esse formato suporta um grande
número de informações, como canal alfa, correção de gama,
verificação de integridade, suporte a imagens com paleta de cores ou
truecolor, por fim, comprime com nível regulável e sem perdas. Pela
qualidade e pela necessidade de formatos livres para o
desenvolvimento da internet esse formato é recomendado pela W3C.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 43

Dessaturar uma Imagem


Remover a saturação de uma imagem deve transformá-la em uma
imagem em tons de cinza. Uma maneira de dessaturar a imagem no
GIMP é usar a função disponível em Imagem:Camada-Cores. Após
aplicar o Dessaturar, a imagem continua tendo três canais de cores
(RGB), mas agora os canais têm valores idênticos para cada ponto, o
que faz a imagem aparecer em tons de cinza.

Montagem com duas imagens


Montagem no GIMP utilizamos as camadas e ferramentas de seleção
que são remendadas para esse tipo de tarefa.
Para selecionar a imagem a forma de seleção recomendada é a “Máscara
Rápida”.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 44

Com o pincel da cor branca pinte a área que será selecionada.

Utilize o zoom para facilitar o trabalho de pintura use pressões


menores do pincel quando se aproximar do limite da imagem. Ao
término do processo clique no botão “Máscara Rápida” para retornar
para o fundo. A área que foi pintada virou uma seleção.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 45

Com a imagem selecionada copie (CTRL+C) e colar no fundo que


desejar. Ex:

Removendo itens não desejados na imagem


Algumas imagens contêm elementos que não desejamos. Por
exemplo, uma bela composição de uma paisagem urbana pode ser
estragada por fios elétricos; ou então foi impossível tirar uma foto de
um prédio ou ponto turístico sem que houvesse uma pessoa na
frente; ou ainda manchas, arranhões ou outros defeitos presentes
numa fotografia que foi escaneada do papel ou de um slide.

A remoção de um elemento pode ser ainda uma estratégia para


melhorar uma composição, sem que esse elemento fosse exatamente
um defeito ou algo indesejado. A mesma técnica pode ser usada para
remover manchas, espinhas ou rugas nas imagens de rostos de
pessoas.

Para tanto, a ferramenta mais útil será a de Clonagem. Ela é


encontrada na janela de ferramentas principal do GIMP, e permite
copiar, dinamicamente, a imagem, a cor, a luminozidade ou a textura
de uma região da imagem para outra.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 46

A imagem de exemplo é uma bela paisagem. Para utilizar a imagem


em algumas ocasiões, a presença de pessoas na foto pode não ser um
incômodo, mas poderíamos querer que a imagem não tivesse
nenhuma pessoa. Esse é o caso em que a ferramenta de Clonagem se
aplica perfeitamente.

Para remover as pessoas, escolha um pincel do Diálogo de Seleção de


Pincéis. Sugestão pincel suave de 19 pixels (Circle Fuzzy 19).
A idéia de usar a clonagem para remoção de um elemento é cobrir
esse elemento com uma textura semelhante à do fundo. A textura de
origem será da própria imagem. A ferramenta de clonagem cobre
parte da imagem com uma cópia de outra parte da imagem. Feita com
cuidado, a clonagem serve para esconder completamente um
elemento.

Para escolher qual região da imagem vai ser tomada como referência
para cobrir a outra parte, ou seja, qual parte da imagem será clonada,
deve-se clicar sobre ela segurando a tecla Control (Ctrl) após
selecionar a ferramenta de clonagem. Depois “pinte” sobre a parte
GIMP – GNU Image Manipulation Program 47

que deseja esconder. Basta clicar e arrastar o cursor sobre a região


que se deseja esconder. O cursor assume a forma do sinal '+'. Ele
mostra o centro da imagem tomada como fonte para a clonagem. O
tamanho e o tipo da cobertura que será “pintada” sobre a parte
indesejada será baseado no tipo e tamanho do pincel escolhido
anteriormente.

Se o ponto de referência for escolhido corretamente, pode-se “pintar”


de modo a parecer que a frente da imagem está sendo removida para
revelar o fundo. Na verdade clonaremos uma região próxima,
semelhante o bastante para que a região clonada pareça original. A
imagem a seguir mostra as pessoas sendo “apagadas”.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 48

Abaixo a mesma imagem com as pessoas apagadas, e substituídas


por elementos da própria imagem, nesse caso, a vegetação e o solo
de terra.

Sombras
Um dos efeitos mais utilizados na manipulação de imagens é a de
utilizar sombras ou contornos aos textos e aos objetos. Este efeito faz
que o texto ou objeto tenha uma aparência mais elegante ao seu
trabalho. São utilizados em banners, títulos de páginas ou folders.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 49

1 - Crie uma nova imagem com as dimensões que utilizei foram as


seguintes: width (largura) de 230, e height (altura) de 95 pixels.
Formato de cores é RGB e fundo Branco.
2 - Na janela de camadas na camada do texto Clique em “Alfa para
Seleção”;

3 – Com o texto selecionado entre no menu “Imagem:Seleção-


Aumentar” e coloque o numero de pixels que deseja aumentar.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 50

4 – Crie uma nova camada.


GIMP – GNU Image Manipulation Program 51

5 – Na camada criada preencha a seleção.

6 – Coloque a camada “sombra” abaixo da camada texto.

7- Resultado final.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 52

Criando uma página web


Não veremos os porquês e técnicas relativas a esta área, mas
somente algumas formas de usar o GIMP para este fim. O mais
importante na criação do layout é definir como a informação será
disponibilizada. Onde fica o título da página e onde fica o menu.
Depois de definir cada parte da página, pode-s aplicar arte gráfica
respeitando e usando esses blocos.

No layout acima, existe uma grande caixa que envolve o conteúdo,


seu título, logo e conteúdo. Existe um elemento HTML envolvendo
todas essas áreas, mesmo que no plano só tenhamos mostrado que o
conteúdo fica a direita. É importante saber fazer bom uso te um
esqueleto HTML enxuto. Tente criar de forma que se exija o mínimo
de código HTML além do obrigatório para uma boa definição de blocos
de conteúdo.

Nota: Um layout cheio de imagens e efeitos mostra bem o quanto


você domina técnicas de edição de imagens, mas não ajuda o
visitante. Um site deve ser confortável e focar no que interessa: o
conteúdo.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 53

O GIMP possui uma ferramenta para "fatiar" as imagens . Este recurso


é utilizado na criação de arquivos menores para a montagem de uma
página HTML.
Para criar os slices (“pedaços de paginas”), abra o seu layout e
marque as regiões utilizando linhas guia.
Depois é só clicar em “Imagem:Imagem-Transformar- Guilhotina” e o
GIMP se encarregará em criar os pedaços do arquivo original.
Com as imagens criadas e devidamente salvas é só abrir seu editor
web preferido e montar sua página.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 54

Criando animações
A palavra animação é derivada da palavra latina anima que significa
vida ou alma. Basicamente, a diferença entre uma animação e uma
pintura, é que uma animação, parece ter vida.
O método tradicional que os artistas tem utilizado para dar
movimento em uma figura, é criar múltiplas imagens. Cada imagem
representa um tempo diferente da cena no tempo, conhecida como
quadro, e estes quadros estão organizados numa ordem cronológica,
desde o primeiro quadro até o último quadro. A animação é
simplesmente um show de slides destes quadros. Uma animação pode
parecer muito real se é vista em uma velocidade apropriada. A
velocidade de uma animação é melhor conhecida como "velocidade
por quadro" e é frequentemente medida em quadros por segundo.
Cada camada atuará como um quadro a parte. O último quadro será o
primeiro quadro da animação, e os quadros são mostrados desde o
último até o primeiro utilizando a opção de Reproduzir Animação no
menu Filtros.
O GIF não é limitado a animações onde cada frame substitui
totalmente a anterior, pode-se fazer frames que se encaixam no frame
anterior criando uma nova imagem para a animação.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 55

Desta forma cada frame tem um peso de N Bytes. A maioria das


informações nesses frames é simples repetição da camada inferior.
Sendo assim podemos ter um gif mais leve se usarmos a combinação,
que nos permite modificar apenas o que for necessário de um frame
para outro. Para fazer o recorte automático do que existe de comum
entre as camadas vá no menu “Imagem:Filtros-Animação-Otimizar
(para GIF)”.
Resultado final.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 56

Adicionando Novas Fontes

Por padrão o Gimp contém um diretório especifico para as fontes para


não sobrecarregar o sistema, Nos passos a seguir será adicionado um
novo diretório para as fontes.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 57

Passos:
1. Na janela de ferramentas selecione: “Ferramentas:Arquivo-
Preferências”.

2. No lado esquerdo selecione a opção “Fontes”.


3. Clique no Botão “novo”.
4. Clique no Botão “Selecionar diretório”.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 58

5. Selecione o Diretório onde as fontes foram salvas.


6. Selecione a opção “Gravavél”.
7. Clique em Ok, feche o Gimp e abra-o novamente.
Todas as fontes salvas no diretório escolhido no passo 5, estarão
disponíveis somente no Gimp.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 59

Adicionando Novos Pincéis

Como as fontes por padrão o Gimp contém um diretório especifico


para os pincéis , nos passos a seguir será adicionado um novo
diretório para os pincéis.
Passos:
1. Na janela de ferramentas selecione: Arquivo- Preferências.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 60

2. Selecione a opção “Pincéis” do lado esquerdo.

3. Clique no Botão “novo”.


4. Clique no Botão “Selecionar diretório”.

5. Selecione o Diretório onde os pincéis foram salvos.


6. Selecione a opção “Gravavél”.
7. Clique em Ok, feche o Gimp e abra-o novamente.
Todos os pincéis salvos no diretório escolhido no passo 5, estarão
disponíveis no Gimp.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 61

Teclas de atalho das ferramentas


Seleciona Regiões retangulares R
Seleciona regiões elípticas E
Seleciona regiões a mão Livre F
Seleciona regiões Contíguas Z
Seleciona regiões por cor CTRL + O
Seleciona formas a partir da imagem I
Cria e edita vetores B
Seleciona amostra de cor O
Zoom -- e SHIFT +
Move Camadas ou Seleções M
Corta ou Redimensiona a Imagem SHIFT + C
Rotaciona a Camada ou Seleção SHIFT + R
Redimensiona a Camada ou Seleção SHIFT + T
Inclina a Camada Ou Seleção SHIFT + S
Muda Perspectiva da Camada ou Seleção SHIFT + P
Espelha a Camada ou Seleção SHIFT + F
Adiciona Texto a Imagem T
Preenche Com Uma Cor ou Textura SHIFT + B
Preenche com um degradê de Cores L
Pinta com Bordas Duras N
Pinta com Pinceladas Suaves P
Apaga Cor de Fundo ou Transparência SHIFT + E
Aerógrafo com Pressão Variada A
Pinta Usando Text. ou regiões de Imagem C
Desfoca ou Deixa Nítido V
GIMP – GNU Image Manipulation Program 62

Borra imagem S
Pincel de Sub-exposição ou Super-exposição SHIFT + D
Limpar Área Selecionada CTRL + K
Inverter seleção CTRL + I
GIMP – GNU Image Manipulation Program 63

Plano de aula
Aula 1
• Criar Diretório: Sugestão (gimp_nome).

• O que é GIMP: O que podemos fazer com este programa e


citar exemplos.

• Tipos de resoluções de imagens: Modelo de imagens e Cor de


Frente Cor de Fundo.

• Palheta de cores.

• Formas de Seleção: Seleção Retangular, Seleção Elíptica e


Seleção Mão Livre.

• Ferramentas de Desenho: Pincel e Preencher.

• Tipos de Extensão: XCF, PNG, JPG e GIF.

Exercício: Desenhar 3 Formas Geométricas utilizando


ferramentas de seleção e desenho.

Aula 2
• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.
• Camada: Criar Camadas , Renomear, Excluir e Duplicar.

• Ferramenta zoom.

• Ferramenta mover.

Exercício: Salvar imagem da internet e contorna-la


manipulando camadas.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 64

Aula 3

• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.


• Ferramenta Pincel: Tipos de Pontas do Pincel.
• Ferramenta Borracha: Tipos de Pontas da borracha.

• Teclas de atalho:Pincel, Preencher e Limpar seleção.

• Ferramenta Preencher:Cor solida e Texturas.

• Ferramenta texto: Cor, Tipo de Fonte, Tamanho de Fonte e


Alinhamento.

• Instalando novas Fontes: Fazer downloads de fontes:

− Sugestão ( http://www.zipfontes.com.br ).

• Criando objetos sombreados.

Exercício: Criar uma imagem com texto sombreado utilizando


ferramentas de desenho

Aula 4

• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.


• Menu seleção: Encolher seleção e Aumentar seleção;

• Guias: Medidas de Imagem, Adicionando guias, Movendo e


Excluindo.

Exercício: Criando logotipo Olimpíadas utilizando camadas e


ferramentas de seleção.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 65

Aula 5
• Instalando novos brushes:

− Fazer downloads dos Brushes : Sugestão (

http://www.devianart.com );

− Tipos de brushes para downloads;

• Ferramenta seleção por Vetor.

• Redimensionando imagens.

• Rotacionando imagens.

Exercício: Criando montagens Sugestão (Colocar um


astronauta em uma lua – Imagens capturadas da internet).

• Transformando imagens em desenho.

• Dessaturando imagens.

Aula 6
• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.

Exercício: Criar uma Polaroid ferramentas de seleção e


camadas.

• Tratamento de imagens: Ferramenta clone:

Exercício: Removendo estampas de camisetas com a


ferramenta clone.

• Ferramenta embaçar.
GIMP – GNU Image Manipulation Program 66

Aula 7
• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.
Exercício: Removendo marcas de expressões, espinhas e
manchas na pele manipulando camadas.

• Modos de camadas: Subtrair, multiplicar e tipos de luz.

Exercício: Colorindo cabelos, realçando maquiagens e


alterando cor de iris manipulando saturação e controle de
cores.

Aula 8
Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.
• Criando uma Homepage.

Aula 9
Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.
• Criando animações: Imagens com frames sequenciais.
• Manipulando textos animados.
Exercício : Criando um banner animado utilizando texto.

Aula 10
• Revisão do dia anterior e esclarecimentos de dúvidas.

• Formulação e criação do projeto.

• Criação do Projeto.
• Encerramento
GIMP – GNU Image Manipulation Program 67

Bibliografia
http://docs.gimp.org/2.6/en/
http://www.gimp.org/tutorials/
http://rpragana.tripod.com/SOSlinux/gimptut.html
http://www.ufpel.edu.br/lpd/ferramentas/
http://pt.wikipedia.org/wiki/GIMP
http://www.dicas-l.com.br/print/20050827.html

Você também pode gostar