Você está na página 1de 2

COMO PREGAR EM UM SANTUÁRIO VAZIO

Por Dr. Stephen Rummage, Midwestern Baptist Theological Seminary, EUA. Traduzido por Pr. Scott (e
Google!)

Eu pastoreei e preguei há 28 anos e passei mais de 20 anos como professor de pregação. Até muito
recentemente, nunca pensei em como pregar em uma sala vazia. Meu objetivo sempre foi que a igreja
estivesse tão cheia quanto pudermos quando chegar a hora de pregar! Mas, considerando o coronavírus
e a realidade da prestação de serviços on-line de domingo, alguns líderes me perguntaram: "Quais são
algumas dicas para pregar em uma sala vazia?"

Aqui estão alguns pensamentos que tenho em mente ao pregar para o vídeo. Espero que eles ajudem
outros pregadores:

Faça a sua entrega o mais pessoal possível.

A câmera nunca pisca e exagera como você se comunica de maneira não verbal. Você se conectará
melhor com seus ouvintes fazendo o que for possível para uma comunicação individual eficiente.

Sorrir. Maximize seu contato visual com a câmera. Use notas mínimas, se houver. Procure um estilo de
entrega menos oratório e mais conversador.

Lembre-se de como as pessoas estarão assistindo a você.

Pregar para vídeo é diferente de pregar para uma congregação ao vivo, pois não é realmente uma
comunicação pública. Em vez disso, é mais íntimo e interpessoal. Muitas pessoas o observam sozinhas
em um computador ou dispositivo portátil. Alguns podem assistir com a família ou um grupo muito
pequeno.

Ao fazer seu vídeo, eu aconselho a não fingir que você está pregando para uma congregação. Andar pela
plataforma ou ficar atrás de um púlpito parecerá artificial. Em vez disso, imagine que você está falando
com uma pessoa. Use uma linguagem singular na segunda pessoa - diga "você" e "seu" - e faça a
aplicação da sua mensagem às pessoas.

Reconheça a situação atual, mas não lembre-se exclusivamente dela.

Sem dúvida, precisamos continuar orando pela intervenção de Deus na pandemia de coronavírus toda
semana, enquanto nossas igrejas se reúnem on-line. Os pastores precisam trazer uma palavra que
chame nosso povo a confiar em Deus diante dessa crise. Ao mesmo tempo, nosso pessoal está sendo
bombardeado com mensagens sobre o coronavírus de todas as formas que eles se viram.

Quando você fala, eles precisam ouvir uma palavra de Deus que fortalecerá sua fé. Seus ouvintes
sempre se beneficiarão espiritualmente de ouvir mensagens expositivas de todo o conselho das
Escrituras, especialmente com o passar das semanas.

Pregue ao vivo, se possível.

Embora o tempo ou as restrições tecnológicas possam exigir que você pré-grave seu sermão, é melhor
transmitir a mensagem em tempo real no domingo de manhã.
Após a nossa primeira semana de adoração online, um casal entrou em contato comigo para dizer que
havia assistido aos nossos cultos de domingo, e ficaram surpresos e agradecidos por eu ter pregado duas
vezes, em vez de apenas repetir a primeira mensagem no segundo culto. Há uma sensação de
imediatismo quando seu pessoal pode dizer que você está realmente pregando para ele no momento. E
eles podem perceber.

Relaxar.

Falar com uma câmera sem audiência para apoiá-lo e responder é difícil. Quando você fala errado ou
erra - não se preocupe, você vai - se livrar disso e continuar assim como faria na entrega de sermões ao
vivo na frente de uma congregação. Seu povo não está esperando perfeição. Eles querem ouvir e ver o
pastor e receber a Palavra de Deus de você.

Apresente o Evangelho e dê oportunidades para as pessoas responderem.

Participar do culto ao vivo da sua igreja é uma maneira de baixo risco para os não crentes ouvirem a
pregação. Eles não precisam ir à igreja, têm um relativo anonimato e podem desligar você sempre que
quiserem! Como resultado, seria sensato supor que pessoas não salvas estão assistindo.

Proclame com clareza o Evangelho e forneça uma maneira de as pessoas responderem que tomam
decisões ou têm perguntas ou necessidades de oração. Simplesmente listar um endereço de e-mail ou
um número de telefone para chamar pode abrir portas para o ministério.

Podemos agradecer a Deus pela oportunidade que temos de pregar para o nosso povo por vídeo
durante o distanciamento social que o coronavírus exige agora. Para meus companheiros pregadores
que estão pregando para salas vazias, eu digo:

Seja bíblico. Ser fiel. Seja relacional. Seja genuíno. Seja orante. Seja vulnerável. Seja encorajador. E seja
encorajado. Sabemos que Deus está usando isso mesmo para realizar algo para Sua glória.

_______________________________________________________________________________

Stephen Rummage é o pastor da Igreja Batista Quail Springs, em Oklahoma City. Ele é Ph.D. na pregação
do New Orleans Baptist Seminary e é o autor de Planning Your Preaching. Atualmente, ele atua como
professor de pregação e ministério pastoral no Seminário Teológico Batista do Centro-Oeste
(Midwestern).

https://christianindex.org/how-to-preach-to-an-empty-room/

Você também pode gostar