Você está na página 1de 4

Planejamento e Controle de Custos

1)
A_
L Q PMEL PMGL
0 0 0 0
1 12 12 12
2 20 10 8
3 26 8*2/3 6
4 30 7*1/2 4
5 32 6*2/5 2

O produto médio do trabalho, PMEL é igual a Q/L, o produto marginal do


trabalho, PMGL, é igual VQ/VL.

B_

RT π CMg RMg
Q P CT
P = 35 P = 35 P = 35 P = 35
0 35 0 50  -35  -  -
1 35 35  100  -65 50  35 
2 35 70 128 -58  28   35
3 35  105 148  -43  20  35
4 35 140 162  -22 14   35
5 35  175 180  -5 18   35
6 35  210 200 10   20  35
7 35  245 222 23   22  35
8 35  280 260 20  38   35
2)

A_ LC= AC/PC
LC=1800/1200
LC=1,5
B_ LG= (AC+RLP) /(PC+ELP)
LG= (1800+1000)/(1200+800)
LG=1,4
C_ LI=D/PC
LI=100/1200
LI=0,0833
3_

Os resultados indicam que a empresa não tem como quitar suas dívidas.
Apesar de notarmos que o desempenho econômico-financeiro da empresa
apresentou melhora em 2017 quando comparando os Indicadores com o
Balanço Patrimonial, sabemos que uma empresa é incapaz de honrar suas
obrigações de curto prazo quando tem seu índice de liquidez corrente maior
que a unidade 1, no nosso caso temos que a empresa obteve um índice de
liquidez corrente igual a 1,59 em 2016 e 1,53 em 2017. Vemos também que, a
liquidez seca está abaixo de 1, ou seja, a companhia tem mais compromissos
imediatos do que recursos disponíveis no momento e, fechando o primeiro
quadro temos liquidez imediata, geralmente, a liquidez imediata da empresa
está atrelada à sua capacidade de lidar com emergências financeiras. Desse
modo, um alto grau de liquidez imediata, proporciona à empresa uma boa
vazão para lidar com as incertezas do mercado de forma ágil, o grau de
liquidez dessa empresa está bem abaixo do esperado, sendo 0,2 em 2016 e
0,12 em 2017, o que mostra um aumento das dividas de um ano para o outro.
A relação Passivo/Ativo total Indica que a empresa financia 45,7%
dos ativos com capital de terceiros. Do ponto de vista estritamente financeiro,
quanto maior a relação Capitais de Terceiros/Patrimônio Líquido menor a
liberdade de decisões financeiras da empresa ou maior a dependência a esses
terceiros.
4)
A_ Definimos demanda como o número de determinados produtos que os
consumidores desejam e podem comprar a cada preço. Isso mostra que, além
do preço, existem pelo menos dois outros fatores que afetam a demanda. A
vontade de comprar indica um desejo, que é o que os economistas chamam de
gostos e preferências. Se você não precisa ou não quer algo, não vai comprar.
O poder de compra mostra que a receita é importante. Geralmente, um patrão
de uma empresa tem melhores condições de moradia e transporte do que seus
funcionários por causa de sua renda mais elevada. Os preços das commodities
relacionadas também afetara a demanda. Se você quer um carro novo, o preço
do Honda pode afetar sua escolha por um Ford, por exemplo. Outro fator seria
o tamanho ou a composição de uma população, como uma quanto maior for a
quantidade de jovens em uma região, maior vai ser a demanda por material
escolar.
B) A linha de orçamento indica todas as combinações de duas mercadorias que
o indivíduo pode consumir exaurindo o dinheiro disponível. Tendo em vista as
preferências e tendo em vista a restrição orçamentária, se percebe que os
consumidores escolhem uma combinação de mercadorias que maximiza sua
satisfação, dado o orçamento limitado de que dispõem.

Você também pode gostar