Você está na página 1de 17

Ricardo Resende – Direito do Trabalho – Aulas 01 a 20

Questões comentadas FCC

QUESTÃO 1 (resolução na aula 02)

(Analista – Área Judiciária – TRT da 2ª Região – FCC – 2008)

52. Raimunda é garçonete no restaurante do TIO TITO e recebe, além do seu salário mensal, gorjetas
fornecidas espontaneamente pelos clientes. Neste caso, as gorjetas

(A) integram a remuneração de Raimunda, não servindo de base de cálculo apenas para as parcelas de
aviso-prévio.

(B) não integram a remuneração de Raimunda, uma vez que não são cobradas pelo empregador na nota
de serviço, mas fornecidas espontaneamente pelos clientes.

(C) integram a remuneração da Raimunda e servem de base de cálculo para as parcelas de aviso-prévio,
adicional noturno, horas-extras e repouso semanal remunerado.

(D) integram a remuneração de Raimunda, não servindo de base de cálculo apenas para o repouso
semanal remunerado.

(E) integram a remuneração de Raimunda, mas não servem de base de cálculo para as parcelas de aviso
prévio, adicional noturno, horas-extras e repouso semanal remunerado.

QUESTÃO 2 (resolução na aula 02)

(Analista – Área Administrativa – 23ª Região – FCC – 2004)

39. Em relação às gorjetas, é correto afirmar que

(A) tanto as próprias como as impróprias são computadas para a composição do salário mínimo.

(B) nem as próprias nem as impróprias são computadas para a composição do salário mínimo.

(C) somente as próprias são computáveis para a composição do salário mínimo.

(D) somente as impróprias são computáveis para a composição do salário mínimo.

(E) assim como as ajudas de custo, não se compreendem na remuneração.

1 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 3 (resolução na aula 03)

(Analista – Execução de Mandados – 9ª Região – FCC – 2004)

52. Empregadores cujos empregados recebem gorjetas dos clientes do estabelecimento

(A) devem garantir o pagamento do salário mínimo aos empregados, independentemente do valor das
gorjetas recebidas.

(B) estão obrigados a pagar o salário mínimo apenas nos meses em que o montante das gorjetas não
atingir esse valor.

(C) estão obrigados a complementar o montante das gorjetas, para garantir aos empregados o
recebimento do salário mínimo.

(D) devem garantir o pagamento de 30% do salário mínimo em dinheiro, independentemente do valor
das gorjetas recebidas.

(E) estão dispensados de qualquer outro pagamento, tendo em vista que as gorjetas, assim como o
salário, constituem remuneração.

QUESTÃO 4 (resolução na aula 06)

(Analista – Área Administrativa – 24ª Região – FCC – 2003)

53. A porcentagem do salário mínimo a ser paga em dinheiro, quando parte da remuneração é paga in
natura é

(A) no mínimo 20%.

(B) no máximo 20%.

(C) no máximo 30%.

(D) no mínimo 30%.

(E) no mínimo 50%.

2 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 5 (resolução na aula 06)

(Técnico – 20ª Região – FCC – 2002)

56. Um empregado recebe remuneração correspondente ao valor do salário mínimo, sendo que, em
virtude do contrato, o empregador lhe fornece parte do salário in natura (alimentação, vestuário,
habitação). Nesse caso, a parcela paga em dinheiro não pode ser inferior a

(A) 10%

(B) 20%

(C) 30%

(D) 50%

(E) 70%

QUESTÃO 6 (resolução na aula 06)

(Analista – Área Judiciária – 3ª Região – FCC – 2005)

44. Se fornecidas pelo empregador, constituem salário “in natura”, além da alimentação e da habitação:

(A) lazer, medicamentos e transporte.

(B) vestuário, higiene e transporte.

(C) educação, higiene e lazer.

(D) transporte, lazer e seguro de vida.

(E) lazer, medicamentos e seguro de vida.

QUESTÃO 7 (resolução na aula 07)

(Técnico – 24ª Região – FCC – 2003)

53. De acordo com a lei, o salário mínimo deve satisfazer as necessidades normais do trabalhador
relativamente a

(A) saúde, alimentação, habitação, vestuário e lazer.

(B) saúde, alimentação, habitação, educação e lazer.

(C) alimentação, habitação, vestuário, higiene e transporte.

3 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(D) alimentação, habitação, educação, transporte e lazer.

(E) alimentação, habitação, higiene, educação e vestuário.

QUESTÃO 8 (resolução na aula 09)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – TRT23 – FCC – 2007)

43. Além do pagamento em dinheiro compreende-se no salário, para todos os efeitos legais, as
prestações in natura que a empresa, por força do contrato ou do costume, fornecer habitualmente ao
empregado. Em regra, tem caráter salarial

(A) a previdência privada.

(B) o seguro de vida e acidentes pessoal.

(C) o vale refeição fornecido por força do contrato.

(D) a assistência médica prestada mediante seguro-saúde.

(E) a assistência odontológica prestada diretamente.

QUESTÃO 9 (resolução na aula 09)

(Técnico – Área Administrativa – TRT da 18ª Região – FCC – 2008)

41. Considere:

I. Veículo fornecido ao empregado pelo serviço desenvolvido, utilizado inclusive nos fins de semana e
período de férias, como economia salarial do laborista.

II. Vestuários fornecidos aos empregados e utilizados no local de trabalho, para a prestação do serviço.

III. Educação, em estabelecimento de ensino de terceiros, compreendendo os valores relativos a


matrícula, mensalidade, anuidade, livros e material didático.

IV. Assistência médica e hospitalar, prestada diretamente ou mediante seguro-saúde.

NÃO são considerados salário in natura as utilidades fornecidas pelo empregador indicadas APENAS em

(A) II e IV.

(B) I e III.

(C) I, II e III.

(D) II, III e IV.

4 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(E) I e IV.

QUESTÃO 10 (resolução na aula 09)

(Analista – Área Judiciária – 2ª Região – FCC – 2004)

36. A habitação, a alimentação, o transporte e o vestuário que o empregador fornece ao empregado em


virtude do contrato de trabalho ou do costume constituem

(A) gratificações ajustadas.

(B) sobre-salários.

(C) salários em espécie.

(D) salário complessivo.

(E) salário in natura.

QUESTÃO 11 (resolução na aula 10)

(Técnico – 23ª Região – FCC – 2004)

50. A moradia que o empregador fornece ao empregado em virtude do contrato de trabalho ou do


costume constitui

(A) gratificação ajustada.

(B) sobre-salário.

(C) salário em espécie.

(D) salário complessivo.

(E) salário in natura.

5 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 12 (resolução na aula 10)

(Técnico – 3ª Região – FCC – 2005)

47. Um empregador, fabricante de produtos de higiene e limpeza, fornece aos seus empregados os
produtos de higiene que fabrica. O valor correspondente aos produtos fornecidos, nos percentuais
legais, integra a remuneração dos empregados para todos os efeitos. Essa contraprestação é
denominada

(A) sobre-salários.

(B) salário complessivo.

(C) salário utilidade.

(D) gratificação ajustada.

(E) participação nos lucros.

QUESTÃO 13 (resolução na aula 10)

(Técnico – 2ª Região – FCC – 2004)

58. Quando fornecido habitualmente ao empregado, por força do contrato ou do costume, considera-se
salário in natura,

(A) telefone celular e respectivas despesas.

(B) condução destinada ao deslocamento para o trabalho.

(C) seguro de vida e acidentes pessoais.

(D) vale-refeição.

(E) previdência privada.

QUESTÃO 14 (resolução na aula 10)

(Técnico – 22ª Região – FCC – 2004)

58. São consideradas como salário as seguintes utilidades concedidas pelo empregador:

(A) alimentação e equipamentos de proteção individual.

(B) alimentação e educação em estabelecimento de ensino próprio ou de terceiros.

(C) alimentação e habitação fornecidas habitualmente ao empregado.

6 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(D) equipamentos de proteção individual e assistência médica.

(E) assistência médica, hospitalar e odontológica, prestada diretamente ou mediante seguro-saúde.

QUESTÃO 15 (resolução na aula 10)

(Técnico – 17ª Região – FCC – 2004)

52. Quando fornecido habitualmente ao empregado, por força do contrato ou do costume, constitui
salário in natura

(A) equipamento utilizado para a prestação de serviços.

(B) transporte destinado ao deslocamento para o trabalho.

(C) educação em estabelecimento de ensino particular.

(D) previdência privada.

(E) aluguel de residência.

QUESTÃO 16 (resolução na aula 10)

(Técnico – 5ª Região – FCC – 2003)

58. NÃO se considera salário in natura, ainda que o empregador forneça habitualmente:

(A) cigarros.

(B) transporte.

(C) alimentação.

(D) habitação.

(E) vestuário.

7 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 17 (resolução na aula 16)

(ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA – TRT23 – FCC – 2007)

35. Considere as seguintes assertivas a respeito da remuneração:

I. Compreendem-se na remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, além do salário


devido e pago diretamente pelo empregador, como contraprestação do serviço, as gorjetas que
receber.

II. Não integram o salário as comissões, percentagens e gratificações ajustadas.

III. Considera-se gorjeta apenas a importância espontaneamente dada pelo cliente ao empregado.

IV. Incluem-se nos salários as ajudas de custo e abonos pagos pelo empregador.

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho está correto o que se afirma APENAS em

(A) I e IV.

(B) I, II e IV.

(C) I e II.

(D) II, III e IV.

(E) I, II e III.

QUESTÃO 18 (resolução na aula 17)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – TRT20 – FCC – 2006)

42. Considere as seguintes assertivas a respeito da Remuneração:

I – Não se incluem nos salários as ajudas de custo, assim como as diárias para viagens que não excedam
50% do salário percebido pelo empregado.

II – Como regra, a assistência médica, hospitalar e odontológica, prestada diretamente ou mediante


seguro-saúde pelo empregador, compreende-se no salário, para todos os efeitos legais.

III – Para todos os efeitos legais, as gorjetas não estão compreendidas na remuneração do empregado,
uma vez que não se tratam de contraprestação de serviços.

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho está correto APENAS o que se afirma em:

(A) I.

(B) I e II.

(C) I e III.

8 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(D) II.

(E) II e III.

QUESTÃO 19 (resolução na aula 17)

(Técnico – Área Administrativa – TRT da 2ª Região – FCC – 2008)

50. João, Joana, Juca e Jean são empregados da empresa Primavera. João recebeu ajuda de custo.
Joana recebeu abono de férias de 15 dias. Juca recebe diária de viagem que excedem 50% de seu salário
e Jean recebe gratificação ajustada com seu empregador. De acordo com a Consolidação das Leis do
Trabalho, integram o salário as verbas recebidas apenas por

(A) Joana, Juca e Jean.

(B) João, Juca e Jean.

(C) João e Joana.

(D) Joana e Juca.

(E) Juca e Jean.

QUESTÃO 20 (resolução na aula 17)

(Analista – Área Judiciária – 21ª Região – FCC – 2003)

51. Considere as afirmativas:

I. A ajuda de custo, paga a título de ressarcimento de despesas feitas pelo empregado, integra o salário
quando excede a 50% do valor deste.

II. As gorjetas integram o salário do empregado apenas e tão-somente quando cobradas


compulsoriamente na fatura ou nota apresentada ao cliente.

III. As diárias para viagem pagas ao empregado integram o salário quando excederem de 50% do valor
deste.

IV. Os vestuários fornecidos pelo empregador e utilizados para a prestação de serviços integram a
remuneração.

Está correto APENAS o que se afirma em

(A) I.

(B) II.

(C)) III.

9 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(D) II e III.

(E) III e IV.

QUESTÃO 21 (resolução na aula 18)

(Analista – Área Administrativa – 20ª Região – FCC – 2002)

57. O princípio da habitualidade NÃO se aplica

(A) aos abonos pagos pelo empregador.

(B) às gorjetas.

(C) à participação nos lucros ou resultados da empresa.

(D) ao adicional por tempo de serviço.

(E) às utilidades contratualmente fornecidas pelo empregador.

QUESTÃO 22 (resolução na aula 18)

(Analista – Área Judiciária – 9ª Região – FCC – 2004)

53. Em Convenção Coletiva, com vigência de 1 ano, ficou estabelecido adicional de 100% de horas extras.
Essa vantagem

(A) incorpora-se ao contrato de trabalho, tendo em vista a garantia da irredutibilidade salarial.

(B) incorpora-se ao contrato de trabalho, por se tratar de direito adquirido.

(C) incorpora-se ao contrato de trabalho, tendo em vista o princípio de proteção ao trabalhador.

(D) não se incorpora ao contrato de trabalho, porque a cláusula convencional só é válida no prazo de
sua vigência.

(E) não se incorpora ao contrato de trabalho, em virtude da proibição de pagamento de salário


complessivo.

10 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 23 (resolução na aula 18)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – TRT23 – FCC – 2007)

41. Segundo entendimento sumulado do TST, a gratificação semestral

(A) não repercute no cálculo das horas extras, das férias e do aviso prévio, ainda que indenizados, mas
repercute, pelo seu duodécimo, na indenização por antigüidade e na gratificação natalina.

(B) não repercute no cálculo das horas extras, das férias e do aviso prévio, exceto se indenizados, mas
repercute, pelo seu duodécimo, na indenização por antigüidade e na gratificação natalina.

(C) não repercute no cálculo das horas extras, das férias, do aviso prévio e na gratificação natalina,
exceto se indenizados, bem como na indenização por antigüidade.

(D) não repercute no cálculo das horas extras, das férias, do aviso prévio e na gratificação natalina,
ainda que indenizados, bem como na indenização por antigüidade.

(E) repercute no cálculo das horas extras, das férias, do aviso prévio e na gratificação natalina, ainda
que indenizados, bem como na indenização por antigüidade.

QUESTÃO 24 (resolução na aula 19)

(ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA – TRT23 – FCC – 2007)

44. O adicional de periculosidade

(A) será de 30% sobre o salário básico do empregado, com os acréscimos resultantes de gratificações,
prêmios ou participação nos lucros da empresa.

(B) pago com habitualidade integra o FGTS, o 13o salário, o aviso prévio, as férias e a indenização.

(C) não é devido aos empregados que operam bomba de gasolina por expressa vedação legal.

(D) será de 30% sobre o salário mínimo, sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou
participação nos lucros da empresa.

(E) poderá ser concedido concomitantemente com o adicional de insalubridade, desde que o
empregado trabalhe em condições insalubres e perigosas.

11 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 25 (resolução na aula 19)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – TRT23 – FCC – 2007)

44. Mário laborava há 5 anos na empresa Dida no período noturno, recebendo o respectivo adicional,
quando foi transferido pelo seu empregador para o período diurno de trabalho.

Neste caso a transferência para o período diurno de trabalho

(A) não implicará na perda do direito ao adicional noturno, uma vez que tal adicional já se encontrava
incorporado na remuneração do empregado.

(B) implicará em redução de 20% do respectivo adicional noturno, acrescido do pagamento de


indenização correspondente a um salário mínimo vigente.

(C) implicará em redução de 50% do respectivo adicional noturno.

(D) não implicará na perda do direito ao adicional noturno uma vez que a transferência de Mário
ocorreu a sua revelia.

(E) implicará na perda do direito ao adicional noturno.

QUESTÃO 26 (resolução na aula 19)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – TRT23 – FCC – 2007)

45. O adicional de insalubridade integrará a remuneração do empregado para o cálculo

(A) das férias, 13o salário, aviso prévio e FGTS, independentemente de ser pago com habitualidade.

(B) das férias, 13o salário, aviso prévio e FGTS, desde que pagos com habitualidade.

(C) das férias, 13o salário, aviso prévio e DSR'S, independentemente de ser pago com habitualidade.

(D) das férias, 13o salário, aviso prévio e DSR'S, desde que pagos com habitualidade.

(E) apenas do 13o salário e do aviso prévio, desde que pagos com habitualidade.

12 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


QUESTÃO 27 (resolução na aula 19)

(ANALISTA – EXECUÇÃO DE MANDADOS – 23ª Região – FCC – 2004)

39. O empregado vendedor pracista, que recebe comissões e empreende suas tarefas fora do
estabelecimento do empregador,

(A) não tem direito ao recebimento do repouso semanal remunerado.

(B) já tem inserido no valor das comissões o pagamento do repouso semanal e dos feriados.

(C) só terá direito ao recebimento do repouso semanal e dos feriados, se o pagamento for semanal.

(D) tem direito ao recebimento do repouso semanal e dos feriados.

(E) tem direito ao recebimento do repouso semanal, mas não dos feriados.

QUESTÃO 28 (resolução na aula 20)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – 23ª Região – FCC – 2004)

43. Empregado comissionista admitido em 18 de março de 2004, que trabalha habitualmente duas horas
extras por semana e que recebeu prêmio semestral por produção, receberá, a título de gratificação
natalina

(A) 9/12 da remuneração recebida no mês de dezembro.

(B) 9/12 da remuneração recebida no mês de dezembro acrescida da média das horas extras.

(C) 9/12 da média anual de salários, consideradas as horas extras e o prêmio semestral.

(D) 10/12 da remuneração recebida no mês de dezembro.

(E) 10/12 da média anual de salários, consideradas as horas extras e o prêmio semestral.

QUESTÃO 29 (resolução na aula 20)

(ANALISTA – ÁREA JUDICIÁRIA – 9ª Região – FCC – 2004)

52. A remuneração do descanso semanal do empregado mensalista, que habitualmente faz duas horas
extras, corresponde

(A) ao valor de um dia de trabalho.

(B) ao valor de um dia de trabalho, acrescido de duas horas extras.

(C) ao valor de um dia de trabalho, acrescido da média das horas extras trabalhadas.

(D) ao dobro de um dia de trabalho.

13 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(E) à metade de um dia de trabalho.

QUESTÃO 30 (resolução na aula 20)

(ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA – 5ª Região – FCC – 2003)

49. Durante o período aquisitivo do direito a férias, um empregado trabalhou por 5 meses em horário
noturno, percebendo o adicional respectivo. Todavia, no momento das férias cumpria jornada diurna.
Nesta hipótese, a remuneração das férias

(A) incluirá, também, o maior valor recebido a título de adicional noturno.

(B) não incluirá o adicional.

(C) incluirá, também, a média aritmética recebida no período aquisitivo.

(D) incluirá, também, a média duodecimal recebida no período aquisitivo.

(E) incluirá, também, o valor recebido a título de adicional noturno no último mês trabalhado naquele
horário.

14 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


OBSERVAÇÃO: QUESTÕES 31 A 35 REFERENTES AOS COMENTÁRIOS DO FINAL DA AULA 20

QUESTÃO 31

(TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA – TRT23 – FCC – 2007)

49. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, quando o salário-mínimo mensal do
empregado a comissão for integrado por parte fixa e parte variável, ser-lhe-á

(A) garantido, somente em algumas hipóteses especificadas em lei, o salário-mínimo, vedado


qualquer desconto em mês subseqüente a título de compensação.

(B) sempre garantido o salário-mínimo, permitido, porém, o desconto em mês subseqüente a


título de compensação.

(C) sempre garantido o salário-mínimo, vedado qualquer desconto em mês subseqüente a título
de compensação.

(D) garantido, somente em algumas hipóteses especificadas em lei, o salário-mínimo, permitido,


porém, o desconto em mês subseqüente a título de compensação.

(E) garantido, em algumas hipóteses especificadas em lei, o salário-mínimo, permitido, porém, o


desconto a partir do segundo mês subseqüente a título de compensação.

QUESTÃO 32

(TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA – TRT24 – FCC – 2006)

50 – Quando o salário-mínimo mensal do empregado que tenha direito a percentagem for


integrado por parte fixa e parte variável,

(A) ser-lhe-á garantido o salário mínimo, somente em alguns casos determinados em leis,
permitindo-se desconto em mês subseqüente a título de compensação.

(B) ser-lhe-á garantido o salário mínimo, somente em alguns casos determinados em leis, vedado
qualquer desconto em mês subseqüente a título de compensação.

(C) ser-lhe-á sempre garantido o salário mínimo, vedado qualquer desconto em mês subseqüente
a título de compensação.

(D) ser-lhe-á sempre garantido o salário mínimo, permitindo-se desconto em mês subseqüente a
título de compensação.

15 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(E) não será garantido o salário mínimo, exatamente em razão de ser o salário integrado por parte
fixa e parte variável.

QUESTÃO 33

(ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA – 2ª Região – FCC – 2004)

38. No último trimestre do ano, um vendedor, remunerado exclusivamente à base de comissões,


atingiu R$ 180,00 no mês de outubro, R$ 250,00 no mês de novembro e R$ 330,00 no mês de
dezembro. Nessa hipótese, receberá

(A) em todos os meses, somente o valor das comissões a que fizer jus.
(B) o valor do salário mínimo, mais as comissões a que fizer jus.
(C) o salário mínimo no mês de outubro, podendo, no entanto, sofrer desconto, a título de
compensação, nos meses subseqüentes.
(D) o salário mínimo no mês de outubro, podendo, no entanto, sofrer desconto, a título de
compensação, por ocasião do pagamento do décimo terceiro salário.
(E)) o salário mínimo no mês de outubro, não podendo sofrer qualquer desconto em mês
subseqüente a título de compensação.

QUESTÃO 34

(ANALISTA – ÁREA ADMINISTRATIVA – 20ª Região – FCC – 2002)

50. Uma balconista de loja, cujo salário é ajustado em comissões, garantido o salário mínimo,
ultrapassou este mínimo legal em apenas 8 meses. Uma vez que as comissões não atingiram o
valor do salário mínimo nos demais meses, a loja
(A) poderá fazer compensação somente por ocasião do pagamento das férias.
(B)) não poderá fazer qualquer compensação.
(C) poderá fazer compensação nos meses em que a empregada ultrapassou o mínimo.
(D) poderá fazer compensação somente se houver pacto expresso.
(E) poderá fazer compensação somente por ocasião do pagamento da gratificação de Natal.

QUESTÃO 35

(TÉCNICO – 21ª Região – FCC – 2003)

54. Um vendedor tem o salário composto de parte fixa mais comissões. Em setembro, a soma da
parte fixa mais as comissões de vendas realizadas atingiu R$ 180,00; em outubro, R$ 290,00; em
novembro, R$ 276,00 e, em dezembro, R$ 367,00. Nesta hipótese, o empregado terá direito

16 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?


(A) somente àquilo que resultou de comissões pelas vendas, independentemente da variação dos
valores.
(B) ao salário mínimo em setembro, podendo o empregador, nos meses subseqüentes, efetuar
descontos a título de compensação.
(C) ao salário mínimo em setembro, podendo o empregador compensar a diferença apenas com o
valor recebido no mês de outubro.
(D) ao salário mínimo em setembro, podendo o empregador compensar a diferença apenas por
ocasião do pagamento do décimo terceiro salário.
(E)) ao salário mínimo em setembro, não sendo permitido nenhum desconto posterior a título de
compensação.

GABARITO (QUESTÕES 31 a 35):

31 – C

32 – C

33 – E

34 – B

35 – E

17 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?