Você está na página 1de 7

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS

PLANO DE ESTUDO TUTORADO

COMPONENTE CURRICULAR:ARTE
ANO DE ESCOLARIDADE: 9º
PET VOLUME: 02/2021
NOME DA ESCOLA: TURNO:
ESTUDANTE: TOTAL DE SEMANAS:
TURMA: NÚMERO DE AULAS POR MÊS:
NÚMERO DE AULAS POR SEMANA:

SEMANA 1

UNIDADE (S) TEMÁTICA (S):


Artes Visuais.

OBJETO (S) DE CONHECIMENTO:


Contextos e Práticas.

HABILIDADE(S):
(EF69AR01P9) Pesquisar, apreciar e analisar formas distintas das artes visuais tradicionais e
contemporâneas, em obras de artistas estrangeiros de diferentes épocas e em diferentes
matrizes estéticas e culturais, de modo a ampliar a experiência com diferentes contextos e
práticas artístico-visuais e cultivar a percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar e o
repertório imagético.

CONTEÚDOS RELACIONADOS:
- Fotografia: o foco e a intenção do olhar.
- Fotografia como linguagem artística.

INTERDISCIPLINARIDADE:
História da arte.

TEMA: Fotografia
Caro (a) estudante, nessa semana você vai analisar, pesquisar e apreciar a fotografia nas artes visuais.
BREVE APRESENTAÇÃO
A invenção da fotografia sem dúvida revolucionou a forma de representar o mundo. Antes dela, a
captura de uma passagem, um tratado era apenas possível através da pintura. Poucas pessoas
tinham o acesso às fotografias pois contratar um pintor era algo muito caro.

144
PARA SABER MAIS:
Conheça o trabalho de Sebastião Salgado.
<https://sites.google.com/site/7e5histfoto/sebastiao--salgado>. Acesso em: 07 abr. 2021.
Conheça a história de Henri Carter-Bresson. Disponível em: <https://www.infoescola.com/ar-
tes/a-fotografia-de-henri-cartier-bresson/>. Acesso em: 07 abr. 2021.

ATIVIDADES

1. O QUE É FOTOGRAFIA?
Fotografia é desenhar com luz. Sem luz, não há fotografia.
Engana-se quem acha que para se fotografar é preciso apenas apertar o botão de uma máquina
fotográfica. A verdadeira fotografia vai muito além de um clique, ela é o registro de um momento,
de uma cena escolhida pelo olhar do observador. Na fotografia é possível congelar um
movimento, analisá-lo em seus detalhes e guardá-lo por muito tempo. Uma fotografia boa é aquela
em que se consegue expressar as emoções e detalhes presentes em um momento. E para isso é
preciso que o fotógrafo observe os detalhes e dê o clique no momento oportuno.
FONTE: PACHECO, Thais. A arte da fotografia. Vida de professor de arte, 2021. Disponível em: <http://vidadeprofessor.pro.br/arte-da-
fotografia/acesso 31.01.2021>. Acesso em: 07 abr. 2021.

Observe esse retrato feito pelo fotógrafo Sebastião Salgado,


mineiro da pequena cidade de Aimorés.

a) Escreva o que você pode perceber nessa fotografia.


Que sensação ela te transmite? Sensação de
tristeza, medo, atenção, pena, preocupação e
angustia.

SALGADO, Sebastião. Terra. São Paulo:


Companhia das Letras, 1997. (foto da capa.)
2. Além de questionar a possibilidade de a arte representar uma realidade, a fotografia
introduziu na história da arte uma outra questão: A obra de arte é única?
Até o surgimento da fotografia, ela era única. O artista produzia e qualquer outra obra, feita com
base nela, era apenas uma cópia da original. A invenção da fotografia rompeu essa concepção,
pois, com o advento do negativo, a fotografia passou a ser multiplicada milhares de vezes
permitindo que fosse reproduzida em série.
Entre muitos os artistas que se dedicaram à fotografia, destaca-se o francês Henri Catier-Besson
(1908-2004) importante fotógrafo da primeira metade do século XX. Seu trabalho caracteriza-se
pela captura do momento decisivo.
PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo: Ática, 2019.

É considerado o pai da fotojornalismo, mesmo não tendo a


menor intenção de transmitir histórias jornalísticas em suas
fotos. Ele preferia registrar cenas do cotidiano que o atraís-
sem e que, geralmente, não eram interessantes como notí-
cia. Assim como muitos fotógrafos da década de 1930, seu
interesse estava em registrar a vida das pessoas comuns.
Um exemplo de instante decisivo, e também uma de suas
obras mais famosas, é a foto de um homem tentando saltar
sobre uma poça de água. Os pés do homem estão muito
próximos de tocar a água, sua imagem está totalmente refletida
e suas pernas estão posicionadas de forma parecida com as
pernas de uma bailarina retratada no cartaz ao fundo da foto.
FONTE: HENRI Cartier-Bresson (Grandes nomes da fotografia). Ipsis Pro,
03/12/2019. Disponível em: <https://blog.ipsispro.com.br/henri-cartier-
bresson-grandes-nomes-da-fotografia>. Acesso em: 07 abr. 2021.

O fotojornalismo é uma especialidade da fotografia cujo Disponível em: <https://blog.ipsispro.com.


ob-jetivo é passar uma informação clara e concisa, br/henri-cartier-bresson-grandes-nomes-da-
através da imagem fotografada. fotografia>. Acesso em 07/04/2021.

Pense em uma música. Procure na sua casa elementos


que a representa e faça uma fotografia.
Você pode imprimir a fotografia e colar abaixo ao lado da
letra da música ou colar um arquivo diretamente no Word.

Disponível em: <https://blog.ipsispro.com.


br/henri-cartier-bresson-grandes-nomes-da-
fotografia>. Acesso em 07/04/2021.

146
LETRA DA MÚSICA

Tá chorando por quê?


Se você tem um Deus
Que cuida de você, oh, oh
E jamais te esqueceu

Ele sabe de tudo


Que você tá passando
E mandou te dizer
Que Ele está cuidando

Lembra de onde você veio


E aonde você chegou
Lembra de todos os livramentos
Que você já passou

Nem era pra você tá aqui


Mas Deus falou assim
Esse aí, vou levantar
E onde colocar a mão, Eu vou abençoar

Não chore
Quem cuida de você não dorme
Levanta
Tem muita gente que te ama

Deus mandou te dizer, que vai acontecer


Deus mandou te falar, que tudo vai passar

Lembra de onde você veio


E aonde que você chegou
Lembra de todos os livramentos
Que você já passou

Nem era pra você tá aqui


Mas Deus falou assim
Esse aí, vou levantar
E onde colocar a mão, Eu vou abençoar

Não chore
Quem cuida de você não dorme
Levanta
Tem muita gente que te ama

Deus mandou te dizer, que vai acontecer


Deus mandou te falar, que tudo vai passar, oh, oh
Não chore
Quem cuida de você não dorme, não
Levanta
Tem muita gente que te ama, yeah, oh

Deus mandou te dizer, que vai acontecer


Deus mandou te falar, que tudo vai passar
Oh, oh, oh
Que tudo vai passar

Fotografia

3. Vincent Bourilhon é um fotógrafo francês. Aos 15 anos passou a fotografar cenas cotidianas.
Após dois anos de prática, adentrou no ramo da fotografia conceitual, inspirado pelo sonho e
pela fantasia.
O artista cria cenários utilizando aviões, nuvens de chuva, xícaras de café ou mesmo jarros
mágicos, os quais podem ser interpretados de maneiras diferentes.
Seu trabalho é bastante cinematográfico. Cada foto é carregada de história, aventura e criatividade.
FONTE: FIGUEIREDO, Raisa. Vincent Bourilhon e seu fantástico mundo. Arteref, 26/03/2021. Disponível em:
<https://arteref.com/ fotografia/vincent-bourilhon-conheca-o-fantastico-mundo-do-artista/ >. Acesso em 07/04/2021.

Observe o trabalho do artista.


https://format-com-cld-res.cloudinary.com/image/private/s--0748khq8--/c_limit,g_center,h_65535,w_1600/fl_keep_iptc.
progressive,q_95/v1/86f9e5ebdf1218dccf84e90c344b3685/DE481C93-83D0-4341-A493-D4B21A6C37D5.jpg

Podemos considerar o trabalho do fotógrafo Vincent Bourilhon como sendo:

a) Fotojornalismo.

b) São fotografias históricas.

c) (x)Fotografias surrealistas.

d) Fotografia social.

Você também pode gostar