Você está na página 1de 1

APR – Analise Preliminar de Risco APR-11-18

CONSTRUSEC OBRA
EMPREITEIRA DE MÃO DE OBRA DATA __/___/____
Nome da tarefa: operação de pistola finca pinos.
Descrição: operação de ferramentas de fixação com pistola a gás e pólvora.
Equipes envolvidas/função: Pedreiro
Local da tarefa: todos os pavimentos.
RISCOS:
 Surdez
 Explosão
 Projeção de fragmentos de concretos
 Fraturas, lesões e morte.
 Alvo de retorno inesperado do pino
MEDIDAS DE PREVENÇÕES:
 Às ferramentas de fixação só podem ser utilizadas por pessoas habilitadas e após a apresentação do certificado ao técnico de
segurança/mestre da obra. O operador deve receber uma orientação técnica e assinar um termo de responsabilidade antes de ser concedida
sua habilitação.
 Os operários de ferramentas de fixação de pinos a pólvora deve seguir rigorosamente as instruções do manual do fabricante, relativo ao
uso, manutenção e segurança.
 O uso de ferramentas de fixação deve ser vedado a trabalhadores menores de 18 anos.
 A ferramenta de fixação deve estar descarregada, sempre que for transportada ou guardada.
 Não deve mistura fica-pinos de potência diferente para não haver trocas acidentais.
 O uso de ferramentas de fixação em ambientes contendo produtos inflamáveis ou vapores explosivos deve ser evitado.
 É importante localizar previamente tubulação embutida de água, gás ou elétrica para não danificá-las e provocar vazamento ou
acidentes por explosão ou  eletrocussão.
  Deve ser proibido fixar pinos a pólvora em materiais frágeis, quebradiços ou paredes pouco resistentes.
 É fundamental verificar antes da fixação do tipo de pino e fica-pinoa ser usado em função do tipo de espessura do material onde será
feita a fixação.
 Caso haja risco do pino atravessar a peça, a área oposta devera ser previamente interditada antes de usar ferramentas, deve-se verificar
o cano desobstruído.
 A ferramenta de fixação deve ser testada antes e durante a execução dos serviços, mediante o acionamento do gatilho, sem detonante
e pino para constatar o funcionamento da trava de segurança.
 Deve ser evitada a presença de pessoas na proximidade do local de disparo, incluindo o ajudante.
 Nos locais onde haja risco de queda, o funcionário deverá utilizar o cinto de segurança, ter feito exame médico para serviços em altura e
treinamento conforme NR35.
 Nunca emprestar a pistola para outra, somente funcionários com treinamentos poderão utilizar a mesma.
 Ao término do serviço, verificar se não há restos de materiais como cartucho de pólvora, pregos e arruelas,
 Na troca do cilindro de gás o mesmo deverá ser entregue ao almoxarife.
EPI´s
 Capacete (uso permanente)  Óculos de segurança contra impacto (uso permanente)
 Calça de segurança (uso permanente)  Protetor auricular (uso permanente);
 Luvas de PVC/ Raspa (uso eventual).  Cinto de segurança tipo paraquedista (uso eventual);

EPC´s ; PROTEÇÃO COLETIVAS


 Eventualmente linha de vida com cinto paraquedista
ACESSÓRIOS:
 Plataforma de trabalho;
 Andaimes;
FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS:
 Pistola finca pinos
RESPONSÁVEL: Euder Vieira Lustosa

ASS:
Responsável da obra:
VERIFICAR IN-LOCO (liberação da área)

(Encarregado e mestre) ASS:________________________________________________________

Assinatura dos trabalhadores envolvidos:


Nome:__________________________________________________Ass:_______________________________

Trabalho de rotina
Permissão para trabalha (PT)
Nome:__________________________________________________Ass:_______________________________

Você também pode gostar