Você está na página 1de 5

ATIVIDADE DE BASQUETE

PRATICA

Aluno: Alcindo Dini de Oliveira / RA: 1058923


1º ano de Educação Física. Turma: 1001
Tutor: MAIRA KARIN C. DOS SANTOS.
PESQUISA

Com base em pesquisa realizada na Escola Estadual Clotilde Ayello Rocha, nas
aulas de basquete com alunos da quinta série do ensino fundamental, notei os seguintes
elementos.
A participação integral do professor é fundamental. O conteúdo deve ser
transmitido de forma lúdica, porem de forma que acompanhe a realidade a cerca do
universo de cada aluno, sem fugir do contexto geral escolar.
O esporte sozinho não educa de forma completa, é fundamental utilizar-se de
outros conhecimentos para que assim o esporte se torne meio para transmissão de
conhecimento e sociabilização e não um objetivo da aula.
É importante também a aplicação das atividades em conformidades com a idade
física e mental dos alunos , sem excluir alunos, seja por desinteresse do aluno ou algum
tipo de descriminação.
Infelizmente na aula que presenciei tais elementos foram ignorados, tornando a
aula desinteressante com conteúdo maçante, onde alguns alunos ficaram visivelmente
estressados. Desta forma ficou evidente que o elemento fundamental é o respeito pelo
aluno, sua cultura, seu tempo e até seus interesses gerais, assim como o debate verbal
para que seja criado um ambiente saudável e natura para todos.
PLANO DE AULA 1

Publico alvo: Alunos do Ensino Fundamental II

Conteúdo: Brincadeiras comuns e debate livre.

Objetivo: Introduzir o aluno ao conhecimento a cerca do basquete e desenvolver a


noção de civilidade e responsabilidade social.

Material: Sacos de estopas grandes, duas bolas de basquete.

Estratégias: Propor atividades em grupo a serem desenvolvidas de forma lúdica através


de brincadeiras.

Parte Inicial:

Para o inicio das atividades faremos uma brincadeiras simples conhecida como
“corrida com saco” a fim de descontrair e preparar os alunos de forma lúdica para a
próxima etapa. Com os alunos distribuídos em filas e com sacos de estopa grandes
colocaram ambas as pernas dentro do saco e pulando irão atravessar a quadra de um
lado para o outro e voltar, sair do saco e entrega-lo ao aluno seguinte que fará o mesmo,
assim sucessivamente.

Parte Principal:

Paras esta etapa dividiremos os alunos em dois grupos mistos, para uma
brincadeira adaptada de “rouba-bandeira” onde ao invés de bandeira usaremos uma bola
de basquete para cada grupo. O local utilizado será dividido em dois, e cada grupo terá
que entrar no outro campo para tomar posse da bola adversária que ficará colocada
dentro de um circulo ao final do campo. Cada grupo pegar ou paralisar seu oponente se
estiver invadindo seu território, o mesmo só poderá ser libertado quando tocado por um
do mesmo grupo. Dentro do circulo onde está colocada a bola o aluno estará imune e
não poderá ser passada de mão a mão, não podendo ser passada a bola entre os alunos
de um grupo. O grupo que chegar com a bola do adversário no próprio campo.

Parte Final:
A fim de prepará-los para a próxima aula eles brincarão de “rela-ajuda” onde
espalhados livremente apenas um será pegador em sua função, porem deverão fazê-lo
de mãos dadas, sem se separarem assim será com todos.

Avaliação:

Com os alunos sentados em círculos e com o auxilio do professor promoverão


um debate sobre a aula e a melhor forma de se trabalhar em grupo democraticamente.
Assim, podendo ser avaliado o conteúdo absorvido na aula.
PLANO DE AULA 2

Publico alvo: Alunos do Ensino Fundamental II

Conteúdo: Jogos populares movimentos fundamentais do basquete.

Objetivo: Transmitir conhecimentos a cerca da cultura regional e conhecimentos gerais


como também ampliar a conscientização individual a respeito do próprio corpo e sua
capacidade de raciocínio. Incentivar o aluno a buscar meios de informação com a
finalidade ampliar seus conhecimentos.

Estratégia: Utilizar o movimento de passe de bola e seus fundamentos somados a


brincadeiras e jogos adequados a idade física e mental dos alunos.

Materiais: Folha de papel em branco, uma bola de basquete, uma caixa pequena vazia,
diversas bexigas coloridas, um cd player.

Parte inicial:

Para o inicio desta aula é usada uma adaptação da brincadeira “pega-pega”. Com
todos os alunos espalhados livremente, cada um terá de posse uma bexiga cheia, um
aluno apenas, a escolha do professor, não terá posse de bexiga.
O aluno sem bexiga tentará tomar a bexiga dos outros alunos sem estoura-la e os
mesmos deverão protegê-la, caso estoure uma bexiga devera haver substituição sem
prejuízos.
Quando o aluno sem bexiga conseguir toma-la de alguém, o aluno sem bexiga
assume a posição de pegador e assim por diante.

Parte principal:

Os alunos irão brincar de “batata-quente”, porém com algumas modificações.


Com os alunos divididos em dois grupos colocados em forma de circulo. Um circulo
maior com os alunos voltados para dentro e outro menor dentro do circulo maior com os
alunos voltados para fora, ficando os alunos do circulo de fora e de dentre de frente uns
aos outros. Com a bola de basquete, os alunos deverão passar a bola entre os círculos
alternando entre os alunos. Ao centro dos dois círculos estará uma pequena caixa
contendo papeis onde estarão escritas perguntas sobre cultura e conhecimentos gerais.
Ao som de uma musica escolhida por todos, o jogos se inicia com os alunos
passando a bola, repentinamente o professor pausa a musica e o aluno que estiver com a
bola deverá se dirigir ao centro e retirar da caixa uma pergunta, entrega-la ao professor
que a lerá em voz alta para que o aluno a responda. Caso o aluno não saiba a resposta, o
mesmo deverá leva-la para casa e fazer uma breve pesquisa sobre o assunto e trazer a
resposta na próxima aula.

Parte final e avaliação:

Nesta etapa, os alunos formarão um grande circulo e juntamente com o professor


debaterão sobre as dificuldades e possíveis problemas ocorridos durante a aula, assim
como produzir idéias para uma aula ideal usando o basquete como tema.
PLANO DE AULA 3

Publico alvo: Alunos do Ensino fundamental II

Conteúdo: Brincadeira populares somadas a movimentos básicos do basquete.


Objetivo: Desenvolver a confiança entre os alunos como também aumentar a
sociabilização entre eles. Transmitir conhecimentos a respeito do basquete.
Estratégia: Utilizar jogos somados a movimentos básicos do basquete assim como sua
originalidade, somados sutilmente a métodos de transmissão e recepção de
conhecimentos.
Material: Colchonetes, bolas de borracha, bolas de basquete.
Parte inicial:

Com os alunos sentados em circulo será iniciada uma conversa com os alunos
sobre aspectos do basquete e as diferenças entre as outras modalidades esportivas.
Identificando e mostrando os movimentos básicos teórica e na pratica, se possível fazer
uso de ilustrações e fotos a respeito. Neste momento também podemos fazer menção as
conquistas históricas do Brasil e os clubes tradicionais.

Parte principal:

Faremos uma apresentação dos movimentos básicos do basquete como


arremesso, drible, passe, manejo de bola e rebote.
Primeiro com os alunos divididos em diversas filas voltadas para a parede, o
primeiro aluno deverá saltar e arremessar a bola de basquete contra a parede ao mesmo
tempo em que executa um pequeno salto. O aluno de traz tentará pegar a bola também
com um pequeno salto e assim terá feito o rebote. O mesmo aluno que fez o rebote
arremessará a bola novamente contra a parede da mesma forma que o primeiro, assim
sucessivamente.
Depois com os alunos em pares, colocados um de costas para o outro, formando
filas de pares. Com as bolas de borracha, uma para cada fila, o primeiro aluno irá girar o
tronco segurando a bola com as duas mão e entregará pra seu par , que esta costas que
esta logo atrás, o mesmo passará a bola para o primeiro aluno do par a sua frente que ao
receber a bola repetirá o movimento, assim será feito até a bola atingir o fim da fila.
Ainda na mesma posição os alunos continuarão girando o tronco e entregando a
bola para seu par de costas, porém o primeiro aluno do próximo par tentará tomar a bola
que estará sendo quicada pelo aluno que recebeu a bola, com isso terão noção de drible.

Parte final:
Com os alunos divididos em trios, cada trio com um colchonete. Um aluno passara a
bola de basquete para o aluno que estará a sua frente, o mesmo ao receber a bola ira
largar seu peso para traz e o terceiro aluno deverá segura-l e deita-lo no colchonete que
estará logo atrás. Assim será feito rodízio entre os alunos alternado também os trios.

Avaliação:
A fim de avaliar o conteúdo absorvido a respeito do basquete, será aplicado um
jogo de basquete com dois times mistos, onde o jogador poderá tocar na bolar apenas
duas vezes na bola antes que o time arremesse a bola, também será aplicado rodízio
entre as posições. Deverá ser utilizada para este jogo as 13 regras de basquete originais,
criadas em 1891, a serem explicadas no momento do jogo.