Você está na página 1de 16

Página 1 15 a 31 de Março de 2011

www.jornaltribuna.net • tribunaunai@uol.com.br
Ano XXII - Número 283 15 a 31 de março de 2011

Meio Ambiente Segurança


Saae e Antério
Prefeitura apresenta pauta
de reivindicações
comemoram
ao secretário de
o Dia Mundial Estado de Defesa
da Água Social

12 milhões de reais para Unaí


Deputado Delvito Alves consegue liberação de mais de 11 milhões de reais
para construção de um Centro Socioeducativo em Unaí e mais de 500 mil
reais para reforma e ampliação da Escola Estadual Delvito Alves da Silva
O secretário de Es- do mais de sessenta
tado de Defesa Social, empregos, ocupados
deputado Lafayete An- por profissionais qua-
drada e o deputado lificados e treinados
estadual Delvito Alves para desempenhar da
estiveram em Unaí no melhor maneira as su-
último dia 21 de mar- as atividades.
ço, para participarem O deputado Delvito
do início das obras Alves também conse-
do Centro Socioedu- guiu a liberação junto
cativo que será cons- ao Governador Antô-
truído no bairro Santa nio Anastasia de cerca
Clara, próximo ao bair- de 600 mil reais para a
ro Mamoeiro em uma realização de obras na
área de duas hectares Escola Estadual Delvi- Deputado Delvito Alves com Lafayete
que será concluído em to Alves, localizada no Andrada no local onde será construído
o Centro Socioeducativo, no bairro
dezoito meses geran- Município de Unaí.
Santa Clara, próximo ao Mamoeiro

A força do Cooperativismo Hélio Machado


Em cumprimento recepciona o secretário
às obrigações
sociais e es- Elmiro Nascimento
tatutárias as
Cooperativas
COANOR, CAPUL
e COAGRIL
realizaram suas
Assembleias Ge-
rais Ordinárias,
respectivamente
nos dias 25, 27
e 30 de março,
submetendo aos
seus associados
o Balanço Finan-
ceiro de 2010 e
outros assuntos
deliberativos.
Confira os re-
sultados dessas
Assembleias
nas páginas
04, 07 e 10.
Página 2 15 a 31 de Março de 2011

Anotei & Bastidores em Parceria


com UnaíNet e Portal Unaí

Vazante espera 50 mil visitantes Antério faz reivindicações do Noroeste


na 130ª Festa da Lapa ao secretário de Agricultura
Gustavo Lima e Padre Antônio
Maria serão atrações do evento

Antério com os prefeitos do Presidente da Emater, Antério


noroeste em seu gabinete com Mânica, Pedro Rocha, secretário
o secretário de Estado de municipal de Agricultura de Unaí,
Agricultura, Elmiro Nascimento Elmiro Nascimento e Branquinho

Após o evento realizado no Parque de continue seu desenvolvimento. Elmiro Nas-


Exposições com o secretário de Estado de cimento ouviu atentamente as reivindicações
Gustavo Lima: ídolo do sertanejo Matheus & Kauan: revela-
Agricultura, Elmiro Nascimento, o prefeito e prometeu durante a sua gestão atender todas
universitário fará show em Vazante ção do Caldas Country confir-
de Unaí, Antério Mânica, reuniu em seu gabi- as solicitações dos prefeitos noroestinos.
ma presença em Vazante
nete vários prefeitos da região noroeste, que Na próxima segunda-feira (04 de abril), às
num bate papo descontraído, aproveitaram a 10 horas, no gabinete da prefeitura de Unaí,
oportunidade para fazerem suas reivindica- o prefeito Antério Mânica assina ordem de
ções junto ao secretário. serviço da reforma da Escola Municipal Eva
Para o prefeito de Unaí é de fundamen- Maria Vieira, no distrito de Palmeirinha, e
tal importância que o estado atenda a essas também da construção do muro da Escola
reivindicações para que o noroeste mineiro Municipal Doutor Israel Pinheiro-Caic.

Padre Antônio Maria vai encerrar Prefeito Orlando Fialho: “A festa


programação da 130ª Festa da Lapa movimenta a economia de Vazante
e ressalta a fé dos vazantinos”

Com cerca de 20 mil ha- do o movimento da Festa da recente ídolo do sertanejo


bitantes, Vazante, cidade do Lapa é concentrado nas bar- universitário. No dia 2, a
Noroeste Mineiro que cul- racas de comércio popular, atração será a dupla, Ma-
tiva o turismo da fé, deve instaladas no centro da cida- theus e Kauan, sucesso re-
receber aproximadamente de, e nas tradicionais nove- velação do último Caldas
50 mil pessoas durante o pe- nas urbanas, com bingos, lei- Country Show. No dia 3
ríodo da Festa em Louvor a lões, forrós e outras atrações de maio, o público poderá
Nossa Senhora da Lapa, que na Praça do Santuário. assistir a apresentação do
está completando 130 anos Além de apoiar os eventos padre-cantor Antônio Maria,
de tradição. religiosos organizados pela após a tradicional procissão
Historicamente, o evento Igreja, a Prefeitura de Vazan- em Louvor a Nossa Senhora
concentra maior movimen- te também investe em uma da Lapa, que marca o encer-
to do dia 1º a 3 de maio, concorrida programação de ramento do evento.
quando romeiros e visitantes shows, com entrada franca, O prefeito de Vazante,
de todas as partes do país, que vem contribuindo para Orlando Fialho (PP), acha
principalmente do estado de o estrondoso aumento de pú- importante o investimento
Goiás, aportam na cidade pa- blico da Festa da Lapa. da administração municipal,
ra participar das celebrações Ao longo dos últimos considerando os reflexos po-
religiosas em homenagem a anos, esta programação já sitivos da festa para o muni-
Santa, padroeira de Vazante. contou com artistas famosos, cípio. “Além de movimentar
Tradicionalmente, porém, como César Menotti & Fa- a economia e ressaltar a vo-
a festa começa antes, com biano, Victor e Léo, Rick e cação turística de Vazante, a
as novenas nas comunidades Renner, Gino e Geno, Pedro Festa da Lapa reforça nossa
rurais do município, que este Paulo e Mateus, entre outros tradição de cidade nascida
ano tiveram início no dia 12 nomes consagrados no cená- da fé, proporcionando mo-
de março na localidade dos rio musical do país. mentos de reflexão, devoção
Tains e serão encerradas no Este ano, a agenda artís- e confraternização para as
próximo dia 9, no distrito de tica da Festa da Lapa come- famílias vazantinas, romei-
Claro de Minas. ça no dia 1º de maio com o ros e visitantes”, justifica,
Do dia 23 a 30 de abril, to- cantor Gustavo Lima, mais ele.

DIRETOR PRESIDENTE: Everson Luiz da Silva CIRCULAÇÃO: COLABORAÇÃO: Maria Madalena MARKETING:
REDAÇÃO: Everson Luiz da Silva Arinos, Buritis, Formoso, Bonfinópolis de Minas, Riachinho, IMPRESSÃO: Editora Sempre - BH Andre Oliveira - 38 3676-7776 / 8818-2188
tribuna@portalunai.com.br- tribunaunai@uol.com.br Brasilândia de Minas, Dom Bosco, Natalândia, Urucuia, TIRAGEM: 5.000 Exemplares contato@graficaprinthouse.com
Chapada Gaúcha, Uruana de Minas, João Pinheiro, Paracatu,
DIAGRAMAÇÃO E ARTE FINAL: Cabeceira Grande, Unaí e Entorno do Distrito Federal TRIBUNA PROMOÇÃO E PUBLICIDADE LTDA. - CNPJ 41 824 194/0001-27
Print House - 38 3676-7776 - 8818-2188 - folhadeunai@hotmail.com
Página 3 15 a 31 de Março de 2011

Saae e Prefeitura comemoram o Dia Mundial da Água


O Serviço Municipal de 50% da tarifa da Copasa que
Saneamento Básico – SA- atua em 90% dos municípios
AE – e a Prefeitura Muni- mineiros”.
cipal de Unaí em conjunto Representando o poder
com a comunidade estudan- legislativo, o vereador Tia-
til unaiense comemoraram o go Martins parabenizou aos
Dia Mundial da Água com professores presentes, que
os lançamentos da Gincana segundo ele, têm papel im-
“SOS Água - Poupe Água e portante na educação dos
Ganhe Prêmios” e do Selo estudantes sobre a preserva-
Comemorativo ao Dia Mun- ção da água. O vereador lem-
dial da Água, em parceria brou que antigamente, ele e a
com os Correios. maioria das pessoas jogavam
O evento foi realizado no papel de bala e chiclete nas
auditório do Sicoob Noroes- ruas, mas que hoje a cons-
te no dia 22 de março, contou cientização é bem maior. O
com a presença de inúmeras vereador solicitou as auto-
autoridades ligadas ao meio ridades municipais que a ci-
ambiente e diretores, profes- dade fosse mais arborizada
sores e alunos da rede públi- com plantação de árvores
ca municipal e estadual de pelas ruas. “Nossa cidade fi-
ensino. caria mais bonita, fresca, e a Alunos, professores e diretores da rede pública municipal e
Na abertura da cerimônia comunidade teria uma quali- estadual de ensino participaram da solenidade
o diretor geral do Saae, Ge- dade de vida melhor”.
raldo Antônio de Oliveira, O prefeito Antério Mânica
disse que a autarquia tem alertou para a importância de
a função de proporcionar a se colocar na pauta diária de
população de Unaí um abas- cada um a questão da água.
tecimento de água tratada e Para ele só os prefeitos, os
de qualidade. “Hoje a nossa governos federais e estadu-
missão no Dia Mundial da ais, os vereadores, o Saae
Água é buscar a conscienti- não resolvem os problemas
zação da população para que sozinhos, cada um tem que
através dela tenhamos suces- se conscientizar no consumo
so e não tenhamos um futuro e no cuidado com a água. “O
de penalização em relação à grande problema do mundo
água”. hoje é a poluição da água e
A gerente de vendas dos falta de cuidado com ela,
Correios das regiões Noroes- e temos a graça de sermos
te e Triângulo Mineiro, Adé- abastecidos pelo Rio Preto
lia Maria Gomes Santos, ex- que, juntamente com o Rio
plicou sobre o lançamento do Urucuia são os dois rios não
selo comemorativo que traz poluídos em Minas Gerais.
o mapa do Brasil em forma Convoco a todos para sair-
de um Ipê amarelo, típico do mos daqui com a missão de
Prefeito Antério Mânica com o diretor do SAAE,
cerrado, e uma bolha de água cuidar mais da água, preser-
Geraldo Antônio de Oliveira, e autoridades na abertura do evento
no formato de um feto, espe- var mais para que tenhamos
rança de um futuro promis- mais água potável em nosso
sor. “O Ministério das Co- planeta”.
municações lança esse selo O evento foi encerrado
para aplaudir as boas ações, pelo ator Nazareno, que en-
os eventos que têm contri- cenou a peça “Carta do Ano
buído para o melhoramento 2070” narrando a falta de
da comunidade e está de pa- água no planeta num futuro
rabéns Unaí”, disse pedindo próximo que foi aplaudidís-
ao público que se levantasse sima pelo público.
e aplaudisse o trabalho do
Saae. Gincana “SOS Água
A secretária municipal de - Poupe Água e Ga-
Meio Ambiente e Desenvol- nhe Prêmios”
vimento Sustentável, Kátia Com o intuito de reduzir o
Regina, elogiou a presença desperdício e o consumo ra-
das crianças e adolescentes cional de água no município
na platéia e que estão em- a Prefeitura de Unaí vai rea- Prefeitura e SAAE no lançamento do Selo Comemorativo
penhados na campanha. “O lizar uma gincana, que é um ao Dia Mundial da Água, em parceria com os Correios
futuro do planeta está em projeto da secretaria munici-
nossas mãos, sem educação pal de Meio Ambiente e De- panhamento do consumo O objetivo da data é refle-
o planeta não tem futuro. Te- senvolvimento Sustentável das escolas participantes por tir, discutir e buscar soluções
mos que comemorar todos os (Semand) e do Serviço Mu- meio da leitura mensal de hi- para a poluição, desperdício
dias porque todo dia é dia de nicipal de Saneamento Bási- drômetros. e escassez de água no mun-
economizar, é o dia da água”. co (Saae), e conta com a par- Será vencedora da ginca- do todo. Mas há muitos ou-
O vice-prefeito José Go- ceria da secretaria municipal na a escola que economizar tros desafios: saber usá-la de
mes Branquinho elogiou a de Educação, da Unimontes, mais água, de acordo com forma racional, conhecer os
iniciativa dos parceiros na da Unitec e da Polícia Militar a média de consumo/aluno/ cuidados que devem ser to-
preocupação com a questão de Meio Ambiente.  mês. A escola que vencer a mados para preservar as suas
da água e colocou três pon- Com o tema “SOS Água gincana será premiada com fontes e garantir o consumo
tos fundamentais, segundo - Poupe Água e Ganhe Prê- um notebook e um equipa- de uma água com qualidade.
ele: as catástrofes que vêm mios”, a gincana tem por mento de data-show. Para É um momento também
causando transtornos, o ser estratégia estimular a consci- os alunos da escola vence- para lembrar que em diver-
humano que degrada e suja o ência dos alunos em relação dora, serão sorteados uma sos lugares do mundo, milha-
meio ambiente e a conscien- à importância da água e evi- máquina fotográfica digital, res de pessoas já sofrem com
Ator Nazareno na peça teatral “Carta do Ano 2020”
tização do produtor rural lo- tar o desperdício. uma bicicleta, dois aparelhos a falta desse bem essencial
cal na preocupação de reter a O projeto é destinado às MP4 e dois Pen Drives. à vida e agradecer, porque Para as Cidades”: responder Água 2011 é chamar a aten-
água para alimentar o lençol escolas públicas municipais   Unaí é um município privi- ao desafio urbano, incentivar ção do mundo para o im-
freático. “Aqui em Unaí be- e estaduais de Unaí. As es- Dia Mundial da Água legiado, pois tem boa dispo- os governos, organizações, pacto do rápido crescimento
bemos uma água de boa qua- colas inscritas terão seu con- O Dia Mundial da Água - nibilidade de água e de fácil comunidades e indivíduos urbano, industrialização e as
lidade, altamente confiável e sumo de água avaliado no 22 de março – foi instituído acesso a toda a população. a participarem ativamente incertezas provocadas pelas
bem tratada, e o Saae presta período de 1º de maio a 30 pela ONU – Organizações na resolução do desafio da mudanças climáticas, os con-
um serviço extraordinário à de outubro. Durante os seis das Nações Unidas – em Água para as cidades gestão das águas urbanas. O flitos e as catástrofes naturais
população, com tarifa menos meses, o Saae fará o acom- 1992. O tema deste ano é “Água objetivo do Dia Mundial da em sistemas urbanos de água.

Geraldo Antônio Adélia Maria Gomes Kátia Regina, secretá- José Gomes Vereador Tiago Prefeito Municipal
Oliveira, Diretor Santos, Gerente de ria de Meio Ambiente Branquinho, vice- Martins, representou de Unaí,
Geral do SAAE Vendas dos Correios e Desen. Sustentável prefeito de Unaí a Câmara Municipal Antério Mânica
Página 4 15 a 31 de Março de 2011

COANOR realiza Assembleia


Com 15 anos de existên-
cia, a COANOR – Coope-
cédulas de presença dos con-
selhos de administração e
dividados uma boa notícia:
o presidente Irmo informou
rativa Agropecuária do No- fiscal; eleito o novo conselho que foi procurado por um
roeste Mineiro Ltda, é uma fiscal e debatidos outros as- grupo de ex-diretores do
Cooperativa que com os suntos de interesse social. Banco do Brasil que criaram
esforços sem medidas dos Com a presença de boa uma empresa de consultoria
cooperados e colaboradores, parte dos cooperados, dos com o objetivo de renegociar
vem se mantendo como re- presidentes do Sindicato dos as dívidas dos produtores. Os
ferência no Noroeste de Mi- Produtores Rurais de Unaí, interessados podem procurar
nas, sendo um elo regional da Capul e do Sicoob Noro- a Cooperativa para maiores
importante para o nosso país. este, Irmo Casavechia, pre- informações.
Os resultados apresentados sidente da Coanor, alertou A diretoria da Cooperati-
pela diretoria na Assembleia aos cooperados da necessi- va informou aos cooperados
Geral Ordinária ocorrida no dade da Cooperativa tem em sobre a visita do Secretário
dia 25 de março mostram o adequar a Certificação que de Estado da Agricultura,
desempenho da Cooperativa é uma norma do Ministério Pecuária e Abastecimento,
no ano de 2010 que, mesmo da Agricultura que obriga os Elmiro Nascimento, no dia
com a interferência das mu- armazéns a se certificarem, 31 de março, solicitando a
danças climáticas em parte ou seja, obedecer a um pa- todos que comparecessem ao
da área de atuação da coope- drão de armazenamento em evento.
rativa afetando a produção, termos de limpeza, higieni- Outro pedido solicitado
foram bastante satisfatórios. zação para ter qualidade da aos cooperados foi a mani-
“Acreditar no que faremos é produção na hora de vender festação que os produtores
nossa obrigação, principal- os produtos, essencial no rurais irão fazer em Brasília
mente se colocarmos amor e meio competitivo de hoje. no dia 05 de abril, quando se- O presidente Irmo Casavechia e sua diretoria apresentam o
dedicação à frente das ações Casavechia informou tam- rá votado o projeto na nova Relatório de Gestão da Cooperativa relativo ao ano de 2010
de trabalho exigidas pelo bém que a Cooperativa já es- reforma do Código Florestal,
nosso setor”, foi a mensagem tá fazendo isso, reestruturou de suma importância para a
da diretoria aos cooperados. a recepção, a balança, colo- agricultura brasileira. Sai-
A COANOR tem 249 co- cando aparelhos modernos rão três ônibus de Unaí, às
operados e 32 funcionários. para poder qualificar o pro- 5 horas da manhã, do pátio
Atua nos municípios de Ari- duto verificando a umidade do Sindicato dos Produtores
nos, Buritis, Bonfinópolis de e o índice de impureza para Rurais.
Minas, Cabeceira Grande, depois passar ao processo de Ao encerrar a Assembleia,
Natalândia, Paracatu, Ria- limpeza e secagem, sendo o presidente Irmo Casave-
chinho, Unaí e Uruana de armazenado e pronto para a chia agradeceu a presença
Minas. A previsão orçamen- expedição. Outras reformas dos cooperados, das autori-
tária para o exercício de 2011 também estão sendo feitas dades ligadas à agricultura
compreende o recebimento na estrutura do prédio da da região e aos funcionários
de 50.000 toneladas e fatura- Cooperativa como mudança da Cooperativa. “Fico feliz
mento de R$ 45.000.000,00. da entrada, energização da em saber que os cooperados
Durante a Assembleia foi cerca elétrica no muro, sina- estão presentes nos apoiando
apresentada e aprovada a lização com placas, coloca- e nos ajudando. Eu gostei do
prestação de contas que com- ção de extintores, banheiros que ouvi hoje, todo mundo
preende o relatório da gestão, adequados, fossas sépticas, participando, e isso é grati-
o balanço patrimonial, o de- mudança de lugar do arma- ficante como presidente da
monstrativo das sobras apu- zém de defensivos, uma série cooperativa, e que Deus nos
radas, o parecer do conselho de novidades que, a partir de ajude para continuar essa
fiscal e o plano de atividades. agora, a Cooperativa é obri- nossa empreitada”, finalizou
Também foi apresentada e gada a se organizar e espera convidando os cooperados
aprovada a destinação das que o cooperado entenda to- presentes para o sorteio de
sobras apuradas; fixados os da essa mudança. 10 prêmios e depois o tradi- Cooperados participaram das decisões
honorários, gratificações e Para os cooperados en- cional churrasco. votando e aprovando as contas da cooperativa

Plano de Atividades da
COANOR para 2011
• Ampliação do sistema de Informática Áreas II,
III e CDI;
• Melhoramento no pátio de recebimento das
unidades;
• Treinamento aos funcionários;
• Palestras aos Cooperados e membros dos Con-
selhos de Administração e Fiscal;
O Balanço Financeiro da Cooperativa foi apre- Em clima de democracia os
• Participação conjunta com empresas, entida-
sentado pela Contadora Ivone Aparecida Mota cooperados deram suas sugestões des bancárias e de crédito, no repasse de in-
sumos;
• Fornecimento insumos básicos;
• Repasse adiantamento soja e milho;
• Acompanhamento pelos cooperados na entre-
ga da produção;
• Verba e implantação de pesquisa;
• Ampliação e estruturação Departamento Téc-
nico;
• Melhorar a estrutura administrativa;
• Reflorestamento nas Áreas II, III, CDI e Lote
49;
• Estudo de viabilidade para produção do óleo
Ronaldo Vedove, gerente da Coanor; Allan Kar- vegetal e biodiesel;
dec, Diretor Financeiro da Coanor; Hélio Ma- • Participação da Cooperativa em órgãos de
chado, presidente do Sindicato dos Produtores Gestão de Águas, Meio Ambiente e Câmaras
Sorteio de 10 prêmios entre os cooperados presen- Rurais de Unaí; Zuza Machado, presidente da
tes. O associado Edson Mani ganhou uma televisão
Setoriais;
Capul e Irmo Casavechia, presidente da Coanor
• Implementar ações de maior comprometimen-
to dos cooperados com a Cooperativa;
Novo Conselho Fiscal • Promover ações para estreitar relacionamento
eleito: Orlando Osmar entre as Cooperativas locais e do Noroeste;
Trentini, Edinaldo Luis • Manutenção e Conservação das Unidades Ar-
mazenadoras II, III e CDI;
Correia da Silva, Mauro
• Filiação em outras Cooperativas;
Naoki, Doi, Elvino Antô-
• Estudo de parcerias entre cooperativas;
nio Piveta, Mário Marco-
• Certificação das Unidades armazenadoras II,
vig Dias e Antônio Ber- III e CDI;
nardo Maria Nijenhuis • Adequação do Armazém de Defensivos Agrí-
colas.
Página 5 15 a 31 de Março de 2011

Vereador Paulo Arara busca parceria Vereador Edimilton Andrade critica


com o deputado Delvito Alves em o aumento da tarifa de água em
prol do esporte unaiense Unaí e cobra da prefeitura execução
Vereador alerta pela falta de apoio do
governo municipal ao esporte e pede apoio
de obras no distrito de Boa Vista
do deputado junto ao governo estadual
Decreto de Lei do prefeito municipal
causou polêmica e indignação na
Câmara Municipal e na comunidade
Em reunião ocorrida no
dia 14 de março, no plená-
rio da Câmara Municipal, o
vereador Edimilton Andrade
questionou com veemência o
Decreto do prefeito munici-
pal que aumentou o valor da
tarifa da água em 5,99%.
Segundo o vereador Edi-
milton, ele foi procurado
por representantes de várias
associações comunitárias e
entidades para reclamar e pe-
Dorinha Melgaço, Delvito Alves, Paulo Arara e Netinho do Mamoeiro dir providências acerca desse
aumento. Vereador Edimilton Andrade
Em visita ao gabinete do Ante às dificuldades en- ador junto ao secretário de “Não podemos admitir
deputado estadual Delvi- contradas na prefeitura de Estado de Esportes, Bráulio que o prefeito tente a todo o de Unaí, irá propor à Co- no vereador e nos cidadãos
to Alves, o vereador Paulo Unaí, Paulo Arara buscou Brás, que é seu companheiro momento onerar o cidadão missão um estudo completo do distrito de Boa Vista, pois
Arara levou sua grande pre- apoio no gabinete do Depu- de partido. com aumento de impostos e e emissão de parecer sobre o prefeito já perdeu várias
ocupação com a omissão da tado Delvito Alves, onde so- O vereador Paulo Arara tarifas, como vem ocorrendo o valor da tarifa de água em verbas de emendas apresen-
administração de Unaí para licitou verba para a reforma é um grande incentivador em Unaí. Recentemente tive- Unaí. tadas por vários deputados.
com o esporte. Segundo ele, do estádio municipal Urbano do esporte e sempre tem le- mos o caso do IPTU em que Além de criticar a admi- “Unaí é um município
o esporte no município está Adjuto e também parceria vado cobranças dos proble- o prefeito propunha aumento nistração pelo aumento injus- que depende muito dessas
em pleno abandono e que para destinar materiais es- mas dessa área ao executi- de até 1.500%. Agora, apre- tificado, Edimilton Andrade emendas parlamentares para
quem mantém os projetos portivos para as associações vo municipal, a quem cabe senta para a população mais cobrou a execução da obra melhorar a qualidade de vida
esportivos é a sociedade ci- que trabalham com o espor- executar políticas públicas uma conta sem nenhuma jus- de asfaltamento do distrito do povo. Não podemos per-
vil. Também criticou a secre- te. de apoio ao esporte. O par- tificativa plausível”. de Boa Vista, pois o dinheiro der nenhum benefício para
taria municipal de Esportes O deputado Delvito Alves lamentar ficou entusiasmado O parlamentar frisou que, já se encontra à disposição nosso povo. Essa é a razão
dizendo que apoiar o esporte prometeu todos os esforços com o apoio do deputado e como presidente da Comis- da prefeitura na Caixa Eco- de minha preocupação e da
não só distribuir bolas e ca- necessários nos sentido de disse que espera resultados são de Obras e Serviços Pú- nômica Federal. A demora comunidade de Boa Vista”,
misas para alguns times. viabilizar o pleito do vere- positivos dessa parceria. blicos da Câmara Municipal está causando preocupação finalizou o Vereador.

Cobrança do vereador José Inácio leva executivo municipal a dar posse


aos concursados e cobra solução do processo seletivo simplificado
Aprovados do último concurso público se sentem aliviados com
o anúncio do chamamento para posse na prefeitura de Unaí
Com a proximidade do diatamente chamados para sistentemente uma solução municipal anuncia a contra-
vencimento da validade do ocupar as vagas que por di- para o Processo Seletivo tação em cargos de confian-
último concurso público reito lhes pertencem. que foi cancelado pela pre- ça, o que tem prejudicado a
realizado pela prefeitura O vereador José Inácio feitura. O processo foi anu- execução de serviços públi-
municipal de Unaí, os apro- afirmou categoricamente lado e até a presente data o cos essenciais. Espero que
vados estavam inseguros que é pacífico nos tribunais executivo municipal não se as providências para a so-
quanto a posse no cargo pa- pátrios que as vagas previs- manifestou publicamente lução do processo seletivo
ra o qual obtiveram aprova- tas no edital do mencionado sobre quais providências sejam tomadas assim como
ção. concurso devem ser ocupa- serão tomadas para que ne- está sendo feito no caso do
Sensibilizado com os pe- das dentro do prazo de va- nhum cidadão seja prejudi- concurso público. Sempre
didos formulados por vários lidade, fato que justificou o cado pela administração. cobrei a solução desses pro-
cidadãos, o vereador José seu empenho para que a lei “Vários projetos do mu- blemas até mesmo porque
Inácio fez diversas manifes- fosse cumprida. nicípio estão funcionando a inércia do executivo não
tações e tomou outras pro- Além da luta pela posse precariamente por falta de pode prejudicar os direitos
vidências no sentido de que dos aprovados, o vereador servidores, enquanto cons- do cidadão”, falou o vere-
os aprovados fossem ime- José Inácio tem cobrado in- tantemente o executivo ador. Vereador José Inácio

Vereador Tadeu é Praça Bom Jesus no distrito de


referência de conhecimento
na Câmara de Unaí Garapuava será finalmente construída
Vereador Olímpio Antu- horas de lazer e/ou pratican-
Em seu segundo manda- nes viabiliza revitalização do algum esporte.
to na Câmara Municipal de da praça que leva o nome da Foi com alegria que o
Unaí, o vereador Tadeu tem Igreja local e espera que tudo vereador Olímpio Antunes
demonstrado muito maturi- esteja pronto já para a tradi- recebeu a notícia de que a
dade na análise das propo- cional Festa de Agosto verba esperada, no valor
sições que tramitam naquela Majoritário na região onde aproximado de 150 mil re-
Casa. Tadeu tem obtido mui- tem posses, parentes e ami- ais, já se encontra na Caixa
tos êxitos em seus questiona- gos, o vereador Olímpio An- Econômica Federal apenas
mentos jurídicos e ponto de tunes desde o inicio de seu a espera da licitação, proje-
referência dos demais verea- mandato tem mostrado um to e a comprovação da con-
dores. interesse especial pelo distri- tra partida do município que
O parlamentar destaca-se to que fica a noroeste da se- gira em torno de 20%. O
na Comissão de Justiça, onde de do município. No ano de vereador disse já ter o aval
com sua experiência e conhe- 2010, em reunião no gabine- da prefeitura e espera que o Vereador Olímpio Antunes
cimentos jurídicos vem con- te do então deputado federal mais breve possível a obra distrito como o de Garapu- a população possa colaborar
Vereador Tadeu
tribuindo de forma contun- Silas Brasileiro, o parlamen- possa ser licitada, esperando ava, que tem pretensões até com os trabalhos, que tenho
dente para engrandecimento jeto, além de ser totalmente tar unaiense solicitou ao de- ainda que os trabalhos termi- de se emancipar, não pode certeza terão início em breve
do processo legislativo. ilegal, era meramente eleito- putado uma emenda com fins nem a tempo da grande festa ficar esquecido como está. e assim, em um futuro pró-
O vereador Tadeu foi um reiro. específicos de construção realizada em todos os meses Nós estamos trabalhando ximo, estaremos todos aqui,
dos principais articulado- Além de sua dedicação da Praça Bom Jesus, marco de agosto e que tem atraído por todo o município, visi- reunidos em festa, inaugu-
res pelo êxito da rejeição do pela observância da legalida- referencial do distrito e que visitantes da região e até de tando todas as localidades e rando essa obra que hoje é
Projeto de Lei do IPTU que, de, Tadeu tem sido defensor está abandonada há vários outros estados. tentando resolver os proble- uma grande necessidade de
segundo ele, comprometia ferrenho das causas que en- anos, privando os moradores “Este é o fruto de mais um mas que, infelizmente, são nossa comunidade”, disse o
seriamente o orçamento do volvem a saúde e a educação da comunidade de terem um trabalho nosso em benefício muitos. Fico feliz por mais vereador Olímpio Antunes
município. Falou que o Pro- do município. local adequado onde passar de nossa comunidade. Um esse passo dado e espero que sobre a nova conquista.
Página 6 15 a 31 de Março de 2011

EDITAL COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE UNAÍ E NOROESTE DE MINAS


CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL LTDA – SICOOB NOROESTE DE MINAS– RUA SÃO JOSÉ, 667, CENTRO, UNAÍ-MG –
PESSOA FÍSICA – EXERCÍCIO DE 2011 CNPJ MF: 86.564.051/0001-61 – NIRE: 31400008128(4) – EDITAL DE 1ª, 2ª E 3ª
CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA.
A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, a Federação
da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais – FAEMG e o Sindicato O Diretor Presidente da COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE UNAÍ E
dos Produtores Rurais de Unaí, de Buritis, de Cabeceira Grande, de For- NOROESTE DE MINAS LTDA – SICOOB NOROESTE DE MINAS – no uso das atribuições
moso e de Urucuia, com base no Decreto-lei nº 1.166, de 15 de abril de que lhe confere o Estatuto Social, convoca os associados que nesta data são de
1.971, que dispõe sobre a Contribuição Sindical Rural, em atendimento ao número 3.711, em condições de votar, para se reunirem em ASSEMBLÉIA GERAL
princípio da publicidade e ao espírito do que contém o art. 605 da CLT, vêm ORDINÁRIA a ser realizada no dia 30/04/2011, no Edifício Francisco Lemos de
NOTIFICAR e CONVOCAR os produtores rurais, pessoas físicas, que possuem Souza (sede social do Sicoob Noroeste de Minas) sito a Rua São José, 667, Centro
imóvel rural ou empreendem, a qualquer título, atividade econômica rural, de Unaí-MG – às 07:00 horas, com a presença de, no mínimo, 2/3 (dois terços)
na base territorial das mencionadas entidades sindicais, enquadrados como dos associados, em primeira convocação, às 08:00 horas, com a presença de
“Empresários” ou “Empregadores Rurais”, nos termos do artigo 1º, inciso metade mais um dos associados, em segunda convocação, às 09:00 horas, com
II, alíneas a, b e c do citado Decreto-lei, para realizarem o pagamento das a presença de, no mínimo, 10 (dez) associados, em terceira e última convocação
Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Rural do exercício de 2011, para deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA:
devida por força do que estabelecem o mencionado Decreto-lei e os artigos I. Prestação de contas dos órgãos de administração, acompanhada do Parecer do
578 e seguintes da CLT, aplicáveis à espécie. O seu recolhimento deverá conselho Fiscal, compreendendo: a) relatório da gestão; b) balanços elaborados no
ser efetuado impreterivelmente até o dia 22 de maio de 2011, em qualquer primeiro e no segundo semestres do exercício social anterior; c) relatório da auditoria
estabelecimento integrante do sistema nacional de compensação bancária. externa - Confederação Nacional de Auditoria Cooperativa – CNAC; d) demonstrativo
A falta de recolhimento da Contribuição Sindical Rural até a data de venci- das sobras apuradas ou das perdas decorrentes da insuficiência das contribuições
mento acima indicada, constituirá o produtor rural em mora e o sujeitará ao para cobertura das despesas da sociedade; II. Destinação das sobras apuradas,
pagamento de juros, multa e atualização monetária previstos no artigo 600 deduzidas as parcelas para os fundos obrigatórios, ou rateio das perdas verificadas,
da CLT. As guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos com a possibilidade de compensar, por meio de sobras dos exercícios seguintes o
contribuintes nas Declarações do Imposto Sobre a Propriedade Territorial saldo remanescente das perdas verificadas no exercício findo; III. Estabelecimento da
Rural, repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, com fórmula de calculo a ser aplicada na distribuição de sobras e no rateio de perdas, com
amparo no que estabelece o artigo 17 da Lei nº 9.393, de 19 de dezembro base nas operações de cada associado realizadas ou mantidas durante o exercício,
de 1.996, e estão sendo remetidas por via postal para os endereços indi- excetuando-se o valor das quotas-partes integralizadas; IV. Eleição dos membros do
cados nas respectivas declarações. Em caso de perda, de extravio ou de Conselho de Administração e do Conselho Fiscal da Cooperativa; V. Fixação, quando
não recebimento das Guias de Recolhimento pela via postal, os contribuintes prevista, do valor das cédulas de presença, honorários e gratificações dos membros
deverão solicitar a emissão da segunda via diretamente à Federação da Agri- do Conselho de Administração e cédula de presença dos membros do Conselho
cultura do Estado onde têm domicílio, até 5 (cinco) dias úteis antes da data Fiscal; VI. Fixação, quando previsto, do valor global para pagamento dos honorários
do vencimento. Eventuais impugnações administrativas contra o lançamento e das gratificações dos membros da Diretoria Executiva. VII. Quaisquer assuntos de
e cobrança da contribuição deverão ser feitas, no prazo de 30 (trinta) dias, interesse social.
contados do recebimento da guia, por escrito, via postal ou diretamente, OBS: 1- A eleição realizar-se-á na sede social do SICOOB NOROESTE DE MINAS ,
mediante protocolo perante a CNA, situada no SGAN Quadra 601, Módulo situado a Rua São José, 667, Centro de Unaí-MG, no dia 30/04/2011, com início às
K, Edifício CNA, Brasília, Distrito Federal, CEP: 70.830-903. Belo Horizonte, 10:00 (dez horas) horas com duração máxima de 4 (quatro) horas ininterruptas, no
30 de março de 2011 – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – único dia marcado para a eleição, podendo ser encerrada em um prazo menor, desde
CNA, Presidente Kátia Regina de Abreu. Federação da Agricultura e Pecuária que todos os associados presentes e com direito a voto tenham votado; o prazo para
do Estado de Minas Gerais – FAEMG, Presidente Roberto Simões. Sindicato registro das chapas será de10 (dez) dias úteis contados da publicação deste edital,
dos Produtores Rurais de Unaí, Presidente Hélio Oscar Machado. Sindicato ou seja do dia 29/03/2011 ao dia 11/04/2011; O registro das chapas será feito na
dos Produtores Rurais de Buritis, Presidente Délio Prado Lopes. Sindicato Cooperativa, junto ao Diretor Administrativo, ou outra pessoa por ele designada no
dos Produtores Rurais de Cabeceira Grande, Presidente Fábio de Salles Mei- horário de 10:00 (dez horas) às 15:00 (quinze horas). Em caso de empate entre as
relles Filho. Sindicato dos Produtores Rurais de Formoso, Presidente Zenir chapas haverá nova eleição no dia 20/05/2011, em horário a ser fixado no edital de
João Pascoal. Sindicato dos Produtores Rurais de Urucuia, Presidente Antô- convocação da respectiva assembléia geral. Unaí (MG), 28 de março de 2011. José
nio Júlio Carneiro. Augusto de Carvalho – Diretor Presidente- SICOOB NOROESTE DE MINAS.

REQUERIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO


 José Carlos Cepera, CPF 393.613.308-53; por determinação do Conselho Estadu-
al de Política Ambiental - COPAM -, torna público que solicitou através do requerimento
de licença n.º 06727 / 2004, a Licença de Operação para as atividades de Suinocultura
(crescimento e terminação), Bovinocultura de Corte Extensivo, Bovinocultura de Corte
Confinado, Culturas Anuais, Piscicultura em Tanque Rede, Silvicultura e Formulação de
Rações Balanceadas desenvolvidas no empreendimento Fazenda São Paulo II, locali-
zado no município de Bonfinópolis de Minas/MG.

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS – ARINOS/MG


Rua Major Saint Clair, nº696 – Centro – Arinos/MG. CNPJ: 20.638.052/0001-03
Extrato de Balanço Patrimonial encerrado em 31/12/2010. (Valores em R$1,00)
Ativo:342.827,24 – Ativo Circulante: 28.188,41 – Disponibilidade: 28.188,41 –
Ativo Permanente: 314.638,83 – Imobilizado: 335.050,45 – Passivo: 342.827,24
– Passivo Circulante: 19.700,66 – Contribuições Sociais a Recolher: 5.430,63 – Pa-
trimônio Social: 323.126,58 – Fundo Social: 286.863,04 – Superávit Acumulado:
36.263,54. Arinos – MG, 31 de Dezembro de 2010 – Demilson Carvalho Rodrigues
– Presidente – CPF: 068.061,631-49

A Cooperativa Agropecuária Unaí Ltda - CAPUL, inscrita no CNPJ 25.834.847/0018-


40, por determinação do Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM torna públi-
co, que foi concedida na 41°Reunião Ordinária da URC Noroeste de Minas do Conselho
Estadual de Política Ambiental – COPAM, realizada no dia 17 de março de 2011, a
Licença de Operação em Caráter Corretivo – LOC, com condicionantes, para a atividade
de formulação de rações balanceadas e de alimentos preparados para animais, no Mu-
nicípio de Unaí/MG, conforme – PA COPAM Nº 00084/2006/002/2010, com validade
de 06(seis)anos.
Unaí, 30 de março de 2011.

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL - ESTADO DE MINAS GERAIS 004917 - BRUNO PEREIRA NEVES, solteiro, maior. Bancário, residência Rua José Marcia-
MAGDA ALICE DA SILVA - Oficial do Registro Civil no Pinto n. 124, Unaí-MG, filho de RAIMUNDO PEREIRA NEVES e CLEONICE MARIA DE JESUS
NEVES: e ALINE ALVES DE ALMEIDA, solteira, maior, Bancária, residência O mesmo do nubente,
Faz saber que pretendem casar-se: Unaí-MG, filha de ANTuNIO DE PADUA ALVES DE ALMEIDA e DIVONEI ALVES DE ALMEIDA:
004903 - LÁZARO DELEON DE CASTRO PEREIRA, solteiro, maior, mecânico, residência 004918 - AMOS ABDALLA GONÇALVES, divorciado, maior, vendedor, residência Rua das
Rua Nego Bilico n. 102, Unaí-MG, filho de DONIZETT PEREIRA JORGE e VITORIA FRANGISCA Buaanvilles 37 - apt. 104 - BI. F, Unaí-MG, filho de JOSÉ JORGE GONÇALVES e JANICE ABDALLA
DE CASTRO PEREIRA; e SUELEN RAYANE DE JESUS, solteira, nascida em 07 de Janeiro de GONÇALVES: e DIONY MACIEL RODRIGUES, solteira, maior, secretária, residência o mesmo do
1991, do lar, residência o mesmo da nubente -Unaí-MG. filha de // e MARIA APARECIDA JESUS nubente, Unaí-MG, filha de PEDRO BATISTA RODRIGUES e VALDENILDE RODRIGUES MACIEL:
OLIVEIRA: 004919 - OSANO FRANCISCO ROSA, solteiro, maior, aeente penitenciário; residência Rua
004904 - DANIEL PEREIRA AMARAL, solteiro, nascido em 9 de outubro de 1990, repo- D.ialma Torres n. 1116, Unaí-MG, filho de SÉRGIO FRANCISCO ROSA FILHO e MARIA JOSÉ DE
sitor, residência Rua Alba Gonzaga n. 1004, Unaí-MG, filho de VALMIR RODRIGUES AMARAL OLIVEIRA ROSA: e CINTHIA DAYREEL LUCAS DOS REIS solteira, maior, técnica em enfermaeem,
e ESILENE PEREIRA SANTANA: e LUCIMAR GONÇALVES NETO, solteira, maior, auxiliar de residência Rua Levindo Torres Brochado n. 374, Unaí-MG, filha de GERALDO MAGÉLIO LUCAS
manipulação, residência o mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de JOSÉ ARNALDO SOUZA NETO DOS REIS e VILMA PEREIRA CAIXETA DOS REIS;
e TEREZINHA GONÇALVES LOPES: 004920 - WILISTERMAN JOSÉ DA SILVA, solteiro, maior. Policial Militar, residência Rua
004905 - ELISMAR ANTÔNIO BATISTA, solteiro, maior, mecânico, residência Rua Domin- Presidente Bernardes n. 1385, Unaí-MG, filho de JACI JOSÉ DA SILVA e MARIA DE LOURDES DA
gos Pinto Brochado 659, Unaí-MG, filho de EVANDIR ANTÔNIO BATISTA e MARIA APARECIDA SILVA; e JAMAINE RODRIGUES DE OLIVEIRA, solteira, maior, pedaeosa, residência O mesmo do
SOARES BATISTA: e ALINE IRINEIA PEREIRA DA SILVA, solteira, maior, doméstica, residência nubente, Unaí-MG, filha de JOAQUIM AGOSTINHO DE OLIVEIRA e NILCE LUIZ DA SILVA;
Rua Primeiro de Maio 124. Unaí-MG, filha de BENTO PEREIRA DA SILVA e MARIA LUZIA FEITOZA 004921 - GEDEON BALDEZ SARAIVA, solteiro, maior, Comerciário, residência Rua Jaçanã
DA SILVA: n. 497 A, Unaí-MG, filho de JOSÉ SARAIVA DA SILVA e EVALDINA BALDEZ SARAIVA; e ATAINARA
004906 - MURILO AMARAL ZAGO, solteiro, maior, vendedor, residência Rua Nossa Senhora FERNANDA ROSA DA COSTA, solteira, nascida em 10 de setembro de 1990, comerciaria, resi-
do Carmo n. 168 apt. 1201, Unaí-MG, filho de ERNANI ZAGO e EDSLEY MARIA AMARAL ZAGO: dência O mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de e MARIA MADALENA DA COSTA;
e ELISA CAMPOS RIBEIRO, solteira, maior, analista de sistemas, residência Rua o mesmo do 004922 - JUNIO FREIRE LIMA, solteiro, maior, operador de máauinas agrícolas, re-
nubente, Unaí-MG, filha de JESUINO CAMPOS RIBEIRO e SENI GONÇALVES DE ANDRADE: sidência Rua Aldeia 1035, Unaí-MG, filho de MANOEL FREIRE ALKMIM e ELOINA DE ALKMIM
004907 - JOSÉ GERALDO BATISTA SARAIVA, solteiro, maior. entregador, residência Rua LIMA; e REGIANE ROCHA BRANDÃO, solteira, maior, auxilar de serviõs, residência Rua Natal
Aldemar Gonçalves Pereira n. 224, Unaí-MG, filho de JACINTO SARAIVA SOBRINHO e LAURENCIA Justino da Costa 888, Unaí-MG, filha de JOÃO PINTO BRANDÃO e MARIA APARECIDA JOSÉ DA
BATISTA SARAIVA: e MARTA CORDEIRO, solteira, maior, servidora pública, residência Rua Ar- ROCHA;
gentina n. 15, Unaí-MG, filha de JOSÉ MARIA CORDEIRO e DALVA MIRANDA CORDEIRO: 004923 - ADALTON ALVES DE JESUS, solteiro, maior, técnico em agropecuária, residência
004908 - DEYVID ERIKY DOS SANTOS, solteiro, maior, motorista, residência Rua Tancredo Rua Canabrava n. 66, Unaí-MG, filho de LOURENCO ALVES DE OLIVEIRA e MARIA APARECIDA
Neves n. 83, Unai-MG, filho de JOSÉ GERALDO DOS SANTOS e EDNA MARIA DE OLIVEIRA SAN- DE JESUS; e VALÉRIA RIOS FERREIRA, solteira, maior, estudante, residência Fasenda Salabro,
TOS; e LUCIENE DELFINO ALCEBIADES, solteira, maior, do lar, residência o mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de GILMAR GOMES FERREIRA e MARTA HELENA RIOS GOMES:
Unai-MG, filha de DELFINO ALCEBIADES PAULINO e MARIA IVES ALVES DO NASCIMENTO: 004924 - REINALDO DE ALMEIDA, solteiro, maior, entregador, residência Rua D n. 69,
004909 - EDUARDO VENANCIO DA SILVA, solteiro, nascido em 30 de maio de 1991, Unaí-MG, filho de BALTAZAR DE ALMEIDA e CEMIRA MARIA DE ALMEIDA: e ELIZETE PEREIRA DA
pintor, residência Avenida Otávio Araújo n. 379, Unai-MG, filho de JOSÉ VENANCIO DA SILVA SILVA, solteira, maior, do lar, residência o mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de VANNI PEREIRA
e JULITA DE TORRES DE OLIVEIRA: e LUCIANA PEREIRA GOMES, solteira, nascida em 30 de DA SILVA e ALICE DA SILVA VIANA:
maio de 1990, vendedora, residência Rua Ursulina Lopes Siqueira n. 161, Unai-MG, filha de 004925 - SEBASTIÃO ELIAS GONÇALVES, viúvo, maior, serviços gerais, residência
VALDEMAR DE SOUSA GOMES e MARIA PEREIRA DE SOUSA: Rua Vénus n. 52, Unai-MG, filho de VICENTE ELIAS GONÇALVES e MARIA GOMES GONÇALVES:
004910 - NADIR LOURENCO DE CARVALHO, divorciado, maior, encanador, residência Rua e MARIA APARECIDA RODRIGUES DE ALMEIDA, divorciada, maior, serviços eerais, residência O
Levindo Torres Brochado n. 86, Unai-MG, filho de JACOB LOURENCO DE CARVALHO e HILDA mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de e ZÉLIA RODRIGUES DE ALMEIDA;
PEREIRA DE CARVALHO: e HELENICE ALKMIM RODRIGUES, solteira, maior, do lar, residência 004926 - SIMON RODRIGO BAILAO SERRA, solteiro, maior, motorista / segurança,
o mesmo do nubente, Unai-MG, filha de JOÃO JOAQUIM RODRIGUES e TEREZA RODRIGUES residência Av. Gov. Valadares 2625, Unaí-MG, filho de ARISTEU ANTÓNIO DA SERRA e LUZIA
ALKMIM; BAILAO SERRA: e FERNANDA COIMBRA MARCHIONI FERRARI, solteira, maior, manicure, resi-
004911 - VILMAR GOMES DA SILVA, solteiro, maior, vendedor, residência Rua Liffia Versia- dência o mesmo do nubente, Unaí-MG, filha de FERNANDO FERRARI e ELIANA MARIA COIMBRA
ne n. 55, Unai-MG, filho de OSMAR MARTINS DA SILVA e CONCEIÇÃO GOMES DA SILVA; e ANA FERRARI;
PAULA TEIXEIRA DE JESUS, solteira, maior, serviços gerais, residência Rua Maria Borges n. 004927 - MARCOS ANTÔNIO BOAVENTURA, viúvo, maior, militar, residência Rua Frei Su-
133, Unai-MG, filha de MANOEL TEIXEIRA DE JESUS e ANA DJABADIA ALVES DE JESUS; priano 53, Unaí-MG. filho de PEDRO BOAVENTURA e ANA MARIA BOAVENTURA: e ALMIN-
004912 - ABEL VENANCIO DA SILVA, solteiro, maior, pintor, residência Rua Otávio Araú.io DA CRISTINA MÁXIMO RODRIGUES, viúva, maior, gerente de vendas, residência o mesmo do
379, Unai-MG, filho de JOSÉ VENANCIO DA SILVA e JULITA DE TORRES DE OLIVEIRA; e NILMA nubente Unaí-MG, filha de UELITON ANTÔNIO MÁXIMO DOS REIS e GERALDA MÁXIMO DOS
ARAÚJO MESQUITA, solteira, maior, contadora, residência Av. Lisboa 420, Unai-MG, filha de SANTOS;
EDVARDES DE ARAÚJO MESQUITA e NADIR GONÇALVES MESQUITA; 004928 - JOABE PIRES GONÇALVES, solteiro, maior, fiscal, residência Rua Prefeito João
004913 - DONATO PEREIRA DA MOTA NETO, solteiro, maior, Lubrificador, residência Fa- Gosta 492, Unaí-MG, filho de JOAQUIM GONÇALVES DE SOUSA e HARIA APARECIDA PIRES GON-
zenda Amaro, Unaí-MG, filho de IRATON PEREIRA DA MOTA e CECI MOTA OLIVEIRA: e RAISLA ÇALVES DE SOUSA: e FERNANDA GUIMARÃES FREITAS, solteira, maior, aux. administrativo,
JUSTINO PARREIRA, solteira, nascida em 07 de deaembro de 1993, estudante, residência residência Av. Prefeito João Costa 502, Unaí-MG, filha de FERNANDO SOARES DE FREITAS e
Rua Bei.ia Flor n. 40, Unaí-MG, filha de MARCOUI ALVES PARREIRA e ELIENE JUSTINO FERREIRA: ANA ELISA MACHADO GUIMARÃES FREITAS:
004914 - GUSTAVO MASAAKI NAITO, solteiro, maior, empresário, residência Rua Frei Su- 004929 - PAULO HENRIQUE GOMES BAECA, solteiro, maior, toldeiro, residência Av. Mauá
priano n. 274, Unaí-MG, filho de JAIME NAITO e NEIDE KAZUKO SUZUKI NAITO: e MARIANA n. 365, Unaí-MG, filho de EUSTAQUIO BENO BAECA e ZULMIRA GOMES DANTAS BAECA; e NA-
ANDRADE COSTA, solteira, maior, advogada, residência Rua Canabrava 448 -apt. 102, Unaí- TALIA CAMILA EVANGELISTA, solteira, maior, secretária, residência Rua dos Lírios 91, Unaí-MG.
-MG, filha de GERALDO ALEXANDRE COSTA e MARIA APARECIDA ANDRADE COSTA: filha de PEDRO PINTO EVANGELISTA e ALVERINHA EVANGELISTA DOS SANTOS;
004915 - LUIZ ANDRÉ PRUDENCIO, solteiro, maior, aeente penitenciário, residência Rua
Glacio M. de Sousa 33, Unaí-MG, filho de ANAIBA PRUDENCIO e MAFALDA GONÇALVES PRUDEN- Apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1.525 do Código Civil Brasileiro. Se
CIO: e FABRICIA APARECIDA DA CUNHA, solteira, maior, do lar, residência o mesmo do nu- alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavra o presente para ser
bente, Unaí-MG, filha de PEDRO ORDONHES DA CUNHA e ARLETE MARIA CARDOSO DA CUNHA: afixado em cartório e publicado pela imprensa.
004916 - JOÃO DE CENA MACIEL, solteiro, maior, vendedor autónomo, residência Rua
Glacio Martins de Sousa n. 33, Unaí-MG, filho de SIDNEI DE CENA MACIEL e NAIRA DE CENA Unaí 30 de Março de 2011
MACIEL: e ARLETE MARIA CARDOSO, divorciada, maior, funcionária pública, residência o mes- MAGDA ALICE DA SILVA
mo do nubente, Unaí-MG, filha de JOSÉ LOPES CARDOSO e ALBERTINA TEODORA DE JESUS: Oficial do Registro Civil
Página 7 15 a 31 de Março de 2011

A maior Cooperativa da região faz Assembleia


A CAPUL democraticamente com seus cooperados decidiu metas e objetivos para o ano de 2011

Os cooperados da Capul decidiram democraticamente as questões expostas na assembleia através do voto

A Cooperativa Agrope- va, deixando a parte de cima


cuária Unaí Ltda, CAPUL, para quem necessitar ir ao
realizou no dia 27 de março, supermercado e ao posto de
no Salão Rural, no Parque de gasolina, resolvendo parcial-
Exposições, sua Assembleia mente o problema da falta de
Geral Ordinária, cujo objeti- vagas para estacionamento.
vo principal foi a divulgação Segundo ele, a fábrica de
do relatório anual do exercí- ração e nutrição animal vem
cio de 2010. Estiveram pre- crescendo anualmente, on-
sentes o presidente da entida- de serão investidos recursos
de, Jesus Pedro Machado, o na área de informática com
Zuza;  Tarciso Braz da Silva, o objetivo de reduzir custos
diretor administrativo, mem- e melhora da qualidade dos
bros do Conselho Fiscal e produtos. Disse também que
Administrativo, autoridades o objetivo da chácara da
ligadas ao cooperativismo, Capul não é dar lucro e sim
além de seus cooperados de capacitação e treinamento
Unaí e região. Autoridades ligadas ao setor agropecuário da região presentes na assembleia da Capul para os cooperados. “As de-
Foi aprovada a prestação cisões aqui tomadas hoje são
de contas do exercício 2010, votação, depois de muito orçamentária é estimada em Mauro Amparo Silva Couto chapas concorrendo. Zuza de suma importância para a
marcada pelo segundo ano debate, discussão e sugestão R$ 4.947.456,82, para ser e Valter Marins. Machado disse que a chapa cooperativa e seus coopera-
de Zuza à frente da presi- foi aprovada a proposta da utilizado em investimento Durante a assembleia o de oposição foi derrotada, dos, e isso mostra cada vez
dência da entidade, no qual diretoria que era de incor- em todos os setores da Ca- presidente do Sindicato dos mas eles se consideram ven- mais a união e participação
obteve  aprovação unânime. poração ao capital de cada pul. Produtores Rurais de Unaí, cedores porque estavam de- dos cooperados. Estamos de
“Hoje, além de um marco cooperado. “Se essa sobra A Capul  é uma entidade Hélio Machado, convidou fendendo a classe produtora almas e corações abertos pa-
democrático como sempre, fosse distribuída para cada comprometida com o social. para visita do secretário de de leite. ra trabalhar muito mais, para
foi uma demonstração de cooperado de acordo com Por isso, ela sorteará 150 Estado da Agricultura, Pe- Durante a assembleia o que no ano que vem também
confiança que os coopera- sua movimentação financei- bolsas de estudo de nível Su- cuária e Abastecimento, El- diretor administrativo, Tar- possamos estar aqui apre-
dos têm com essa adminis- ra, seria uma soma pequena perior entre os cooperados miro Nascimento, no dia 31 ciso Braz, informou da série sentando novo crescimento
tração, e é importantíssimo para a maioria dos produto- no valor de R$ 250,00 cada. de março, no salão rural do de mudanças que começam de nossa cooperativa”, fina-
para nós, porque há muitos res, e ficando incorporado O sorteio ocorrerá no dia 19 Parque de Exposições, e da a ocorrer no prédio da coo- lizou.
anos a cooperativa não con- ao seu capital, a cooperati- de abril, ao meio dia, no au- importância da manifestação perativa em Unaí: será cons- “Essa assembleia nos
seguia reter uma sobra, e va pode usar esse valor para ditório da cooperativa. As que os produtores rurais irão truído um novo galpão para deixa muito engrandecidos.
isso mostra que o coopera- fazer compras de produtos inscrições podem ser feitas fazer no dia 05 de abril em onde serão transferidos os porque o cooperado está
do está satisfeito, e a nossa com um desconto maior nos municípios onde a coo- Brasília, quando será votado setores de peças e farmácia, demonstrando que está sa-
luta é para a melhora dos que vai beneficiar o produ- perativa atua de 1º ao dia 15 o novo código florestal. O com isso a área do supermer- tisfeito, e estamos adminis-
cooperados, especialmente tor com preço mais baixo”, de abril. ex-presidente da Capul, Val- cado será ampliada para on- trando a Capul com muito
para os produtores de leite”, alertou o presidente Zuza O novo conselho fiscal foi dinei Oliveira, falou da elei- de funcionava o setor de pe- profissionalismo e trans-
disse o diretor administra- Machado. eleito e empossado, sendo ção que ocorreu na Coopera- ças, e a parte administrativa parência. A Capul, que é a
tivo, Tarciso Braz da Silva, Também foram apro- constituído pelos coopera- tiva Central dos Produtores passará a ocupar o local do maior cooperativa do noro-
se referindo à destinação da vados, por unanimidade, dos Edson Machado Guima- Rurais - CCPR (ITAMBÉ) - setor da farmácia. Com isso este, só tem é que agradecer
sobra de R$ 925.595,28 que o orçamento e o plano de rães, Adelson Eustáquio Ba- da qual a Capul é filiada. Se- quem for aos setores de peça aos seus cooperados”, disse
a diretoria colocou à dispo- atividades do exercício do sílio, José Alves Viana Filho, gundo Valdinei, há 25 anos e farmácia irá estacionar na Zuza Machado após o térmi-
sição dos cooperados para corrente ano, cuja previsão Ângelo Pereira de Freitas, não havia eleição com duas parte de baixo da cooperati- no da assembleia.

Zuza Machado, Diretor Presidente O diretor administrativo, Tarciso Braz da Silva, ex- O Balanço Financeiro da Capul foi apresentado
da Capul, presidiu a assembleia plicou detalhadamente os investimentos para 2011 pelo Contador Claudimar Oliveira

Novo conselho fiscal eleito e empossado Em clima de democracia os cooperados tiveram voz dentro da assembleia
Página 8 15 a 31 de Março de 2011

Mais uma conquista do


Deputado Delvito Alves
O governador Antônio Anastasia atendendo solicitação do
deputado Delvito Alves liberou mais de 11 milhões de reais
para a construção de um Centro Socioeducativo em Unaí
O secretário de Estado de
Defesa Social, deputado La-
fayete Andrada, e o deputa-
do Delvito Alves estiveram
em Unaí no último dia 21
de março para participarem
do início das obras do Cen-
tro Socioeducativo que será
construído no bairro Santa
Clara, próximo ao bairro Ma-
moeiro, em uma área de dois
hectares e que será concluído
em dezoito meses gerando
mais de sessenta empregos,
ocupados por profissionais
qualificados e treinados para
desempenhar da melhor ma-
neira as suas atividades.
O deputado Delvito Alves
lutou pela liberação destes
recursos por entender que
esta obra é de fundamen-
tal importância para Unaí e
também para toda região do
noroeste do estado. Demons-
trou seu prestígio ao receber
elogios do secretário de esta-
do de defesa social, Lafayete
Andrada, que fez questão de Para Lafayete Andrada a visita ao local marca o simbolismo do investimento do Governo de Minas em Unaí. O secretário posou para
destacar a importância de sua a foto que registra o início das obras da Unidade Socioeducativa ao lado do deputado Delvito Alves, vereadores e lideranças locais
luta para que esta tão sonha-
da obra viesse para Unaí:“O “O deputado Del-
Deputado Delvito Alves tem vito tem sido na
sido, na Assembleia, um
Assembleia, um
grande parceiro de Minas.
Batalhador incansável pela
grande parceiro
região noroeste e, sem dú- de Minas. Bata-
vida nenhuma, se hoje aqui lhador incansável
estamos para iniciar a cons- pela região noro-
trução da Unidade Socioedu- este. Certamente
cativa certamente a palavra a sua palavra, o
do deputado Delvito, o seu seu empenho em
empenho em favor de que
viesse para cá essa grande
favor de que vies-
obra, foi decisivo. Na época se para cá essa
havia uma indefinição sobre grande obra, foi O ex-vereador Donizete do Novo Horizonte, o O presidente do PMDB de Unaí, Alberto Gaia, o de-
o local onde seria instalada, decisivo. Havia deputado Delvito Alves e o secretário de defesa putado Delvito Alves, o secretário Lafayete Andra-
e certamente a palavra do uma indefinição social Lafayete Andrada em frente ao terreno da, o diretor das Faculdades Inesc, Dr. Romualdo
onde será construída a Unidade Socioeducativa Neiva, e Giovani, uma das lideranças do Mamoeiro
Deputado Delvito, que é um sobre o local
companheiro de primeira ho- onde seria insta-
ra do Governo de Minas, foi
determinante”. 
lada a Unidade
Ainda sobre o deputado Socioeducativa
Delvito, Lafayete Andrada e certamente a
se referiu de forma elogiosa palavra do depu-
ao trabalho do representante tado Delvito, que
da região Noroeste na As- é um companhei-
sembléia de Minas: “Quero ro de primeira
parabenizar a todos vocês
hora do Gover-
por terem um representante
da envergadura do deputado
no de Minas, foi
Delvito, que realmente é um determinante.”
homem que honra sua região Lafayete Andrada,
no parlamento mineiro”. O presidente do Sindicato Rural, Delvito Alves que é vice- líder do PTB na
secretário de Estado
Para surpresa de muitos, Hélio Machado, o secretário Lafayete Assembleia ao lado de Ernandes Menezes,
de Defesa Social
no local da obra, o deputa- Andrada e o deputado Delvito membro da comissão provisória do PTB de Unaí
do Delvito Alves foi alvo de
elogios por parte do prefeito da defesa social a execução Foi Donizete quem procurou questão de convidar todos essa cidade. Daí a decisão de Estado de Defesa Social,
de Unaí, que também par- da construção da unidade so- o deputado Delvito Alves, para vir ao terreno onde se- para que fossem investidos Lafayete Andrada, seu com-
ticipou do ato que marcou cioeducativa, uma obra anun- em seu gabinete, na Assem- rá construída essa obra foi mais de 11 milhões de reais panheiro e amigo da Assem-
o início das obras no bairro ciada pelo ex-governador Aé- bleia, para pedir sua interfe- para marcar o simbolismo nesta obra. Quero parabeni- bléia Legislativa. Agrade-
Santa Clara, que o agradeceu cio Neves e aguardada ansio- rência junto ao Governo de do investimento do Gover- zar a dedicação do deputado ceu, também, o governador
dizendo:“Doamos 2 hectares samente pela sociedade. Tra- Minas, através da Secretaria no de Minas em Unaí, que Delvito Alves, parlamentar Antônio Anastasia pela li-
de terras para a construção balhamos, pedimos, e o go- de Defesa Social, na época somente anuncia a constru- atuante, que realmente cobra beração dos recursos para a
da unidade de reeducação vernador Anastasia com a sua sob o comando do então se- ção de uma obra, quando os e exige para sua região. E, se construção desta importante
de menores. Essa é uma sensibilidade atendeu o nosso cretário de estado, Maurício recursos já estão em caixa. hoje estamos iniciando essa obra para a nossa região e
conquista do povo de Unaí. pedido porque reconheceu a Campos, para que a obra fos- Por isso posso garantir que obra de grande vulto para que foi anunciada pelo en-
Obrigado ao Governo de Mi- importância de uma obra co- se instalada definitivamente após dezoito meses estare- Unaí, certamente tem aqui, tão governador Aécio Neves,
nas e obrigado ao deputado mo esta para a região”. em nossa cidade. mos aqui inaugurando esta de maneira muito concreta, a hoje senador da República,
Delvito Alves”. Delvito Alves enalteceu Marcando o início da exe- unidade socioeducativa, que influência do deputado Del- e os recursos liberados pelo
Ao agradecer pela libera- a importância das parcerias cução das obras, em frente sabemos tem uma importân- vito. Enfim, quero agradecer governador Anastasia. Isto
ção dos recursos, o deputado de trabalho na busca do bem ao terreno onde já está sendo cia social muito grande não a Prefeitura municipal que significa que o Governo do
Delvito Alves disse: “Que- comum e a união de forças, construído o centro de reedu- somente para Unaí, mas para fez a doação do terreno e o Estado continua firme nos
remos agradecer muito ao destacando-se a efetiva par- cação, o secretário Lafayete todo o noroeste mineiro. As- envolvimento de todos”. investimentos de infraestru-
secretário Lafayete Andrada ticipação do ex-vereador Andrada dirigiu novamente sim como eu, o Governador No final o deputado Del- tura, destinados ao cresci-
por determinar ainda no seu Donizete do Novo Horizonte aos presentes dizendo: “Es- Anastasia tem um carinho vito Alves agradeceu a pre- mento e ao desenvolvimento
segundo mês à frente da pasta na construção desta unidade. te é um ato simbólico. Essa especial por essa região e por sença em Unaí do secretário da nossa região.
Página 9 15 a 31 de Março de 2011

Deputado Delvito Deputado Delvito


participa de encontro
Alves é recebido pelo com o secretário de
governador Anastasia Agricultura em Unaí

no Palácio Tiradentes
Deputado Delvito Alves com Hélio
Machado e Elmiro Nascimento
O deputado Delvito Al- de Minas,Minas Leite e o
ves participou do encontro Pró-Noroeste vão propor-
com prefeitos e lideranças cionar para o Noroeste de
ligadas ao agronegócio e Minas”, disse Delvito.
ao lado do presidente do O parlamentar ainda elo-
Sindicato Rural de Unaí, giou o trabalho do Sindica-
Hélio Machado, recepcio- to dos Produtores Rurais
nou o secretário de Estado de Unaí e dedicação dos
de Agricultura, Pecuária diretores Hélio Machado e
e Abastecimento, Elmiro Osmar Leitão. “Parabeni-
Nascimento. zo aqui o presidente Hélio
Em seu pronunciamento, Oscar Machado e o diretor
o deputado Delvito agrade- Osmar Leitão que muito
ceu a presença do secretá- bem representam a direto-
rio e enfatizou a importân- ria desta grande entidade e
cia do agronegócio para o que mais uma vez nos sur-
desenvolvimento da região. preenderam trazendo para
“Sabemos que o desejo Unaí, prefeitos,vereadores
do secretário de Estado da ,empresários, representan-
Agricultura, Elmiro Nas- tes associações,sindicatos
O deputado Delvito Alves foi recebido pelo governador Anastasia no Palácio Tiradentes. Em uma conver- cimento, e do Governo de e cooperativas mostrando
sa intimista Delvito e Anastasia trataram de assuntos de extrema relevância para o Noroeste de Minas Minas é estimular cada vez a força do Noroeste de Mi-
mais o crescimento dessa nas”, finalizou.
Com uma vasta lista de audiências com o governa- os estados de Goiás, Bahia e e Queimados, lembrando ao promissora e rica região. Elmiro Nascimento, que
reivindicações para a região dor, Delvito aproveitou para o Noroeste de Minas Gerais deputado que o Anel Viário Sabemos também que o por muitas vezes elogiou
Noroeste de Minas, o depu- agradecer sua permanência ao Terminal Ferroviário de já está em fase avançada en- sustentáculo da economia o potencial produtivo do
tado estadual Delvito Alves na Assembleia Legislativa, Pirapora, e, consequente- tre as obras do governo para do Noroeste Mineiro é o noroeste, prometeu apoio
foi recebido pelo governador que contou com o desejo do mente, ao Porto de Tubarão, a região, dizendo que havia agronegócio e para que a para trazer ainda mais in-
Antônio Augusto Anastasia governo em vê-lo continuar no Espírito Santo. O depu- recebido o deputado Delvi- região cresça cada vez mais vestimentos do Governo
no Palácio Tiradentes no dia representando a população tado Delvito pediu ainda ao to Alves em 2009, quando precisamos de importantes de Minas para a região.
22 de março, um dia depois de Unaí e do Noroeste, onde governador a criação de um estava à frente do governo, investimentos em infra-es- Falou do desejo do Sin-
de ter acompanhado o se- recebeu uma votação nunca Fundo Estadual do Leite, que durante a viagem do então trutura. É do conhecimento dicato Rural em trazer de
cretário de estado de defesa antes alcançado por um can- visa a criação de crédito para governador Aécio Neves pa- de todos que o Noroeste de volta a EPAMIG para Unaí
social Lafayette Andrada em didato a deputado. beneficiar os produtores de ra tratar do referido projeto. Minas só passou a receber e garantiu que há um gran-
efetivamente investimen- de interesse do estado em
visita a Unaí para tratar de Entre as reivindicações todo o estado. Após ouvir os O deputado Delvito apro-
tos do estado após a pos- manter um escritório da
assuntos relacionados à se- estava a inclusão do asfal- pedidos feitos pelo deputado, veitou a oportunidade e con-
se do ex-governador, hoje entidade na cidade, garan-
gurança pública e para o iní- tamento da estrada que liga o governador Anastasia disse vidou o governador Anasta-
senador, Aécio Neves, que tindo suporte a Unaí e de-
cio das obras de construção Cabeceira Grande a Palmi- que a sua permanência na sia para estar em Unaí no mês
acreditou, assim como o mais municípios da região.
do Centro Socioeducativo, tal até a BR-251, via Usina Assembleia atende aos inte- de setembro durante a 52ª
governador Anastasia acre- Ao final, Elmiro elogiou
uma conquista do deputado de Queimado, no Programa resses de Minas e da região, Festa de Exposição Agrope-
dita, no potencial dessa re- também “a postura do de-
Delvito, que contará com re- Caminhos de Minas. Foi tra- que foi muito bem represen- cuária, que este ano será re-
gião. Nós temos aproxima- putado Delvito na Assem-
curso de mais de 11 milhões tado também, e pedido pelo tada nestes últimos quatro gionalizada. Ao final do en-
damente 1 milhão de hec- bleia, lembrando que é ele
de reais, liberado através do deputado, a aceleração da 1ª anos, sendo, portanto, um contro, Delvito demonstrou
tares plantados, produção quem defende o nome da
governador Anastasia, e atu- etapa de construção do Anel fato de grande importância toda a sua satisfação com a
que tende a aumentar com região mais promissora do
ará na ressocialização de me- Viário, que foi incluído no política que atendeu a todos. forma como tem sido distin- base nos investimentos re- estado”.
nores infratores de Unaí e da Programa Caminhos de Mi- Disse ainda que iria determi- guido pelo governador, que alizados e anunciados pelo Muito à vontade, Delvi-
região, que foi considerada nas, sendo após a sua cons- nar aos órgãos do estado li- por várias vezes demonstrou Governo de Minas. Cres- to conversou com prefei-
um marco de alcance social trução, de grande importân- gados ao setor a inclusão do o seu apreço por Unaí e pela cimento e desenvolvimen- tos, abraçou companheiros
inquestionável. cia para a consolidação do asfaltamento do trecho que região, considerada por ele to, é exatamente isso que, políticos e posou para fotos
Durante a visita que durou desenvolvimento econômico liga Cabeceira Grande à BR como uma das mais promis- projetos como o Caminhos com amigos.
mais do que o esperado em da região, uma vez que ligará 251, passando por Palmital soras do estado.

Deputado Delvito consegue a liberação de R$ 553


mil para a Escola Estadual Delvito Alves da Silva
Delvito Alves tem se ca- quatro salas de aula e cons- na parte física da rede esta-
racterizado como um par- truirá uma quadra poliespor- dual de ensino de Unaí e re-
lamentar atuante e presente tiva coberta, sonho daquela gião, se caracterizando como
nas questões educacionais da comunidade escolar. um parlamentar atuante e
cidade e região Segundo o deputado Del- presente nas questões educa-
O deputado estadual Del- vito Alves, as obras são de cionais.
vito Alves conseguiu a li- suma importância para a As demais escolas estadu-
beração junto ao Governa- direção, professores, fun- ais que já receberam recursos
dor Antônio Anastasia de cionários e alunos da escola para a reforma e melhoria do
R$553.533,01 (quinhentos beneficiada por onde já pas- seu funcionamento, dentro
e cinquenta e três mil reais saram milhares de unaienses: em breve estarão recebendo
e quinhentos e trinta e três “Todo o nosso esforço tem recursos como este da Escola
reais e um centavo), para a sido no sentido de garantir Delvito Alves da Silva, prin-
realização de obras na Es- melhores condições para to- cipalmente na construção de
cola Estadual Delvito Alves, da a comunidade e promover áreas de lazer e cobertura das
localizada no Município de uma ampla integração com a quadras poliesportivas, o que
Unaí/MG. sociedade”. contribuirá e muito com a
Com a liberação deste re- Além da reforma e melho- permanência dos alunos na
curso, a escola que leva o rias na escola citada, Delvito prática de esportes, que além
nome do pai do parlamentar, Alves tem conquistado inú- de ocuparem o tempo ocioso, A E. E. Delvito Alves da Silva fará a ampliação de quatro salas de
o ex-vereador Delvito Alves meros benefícios, como me- é fator determinante para a aula e construirá uma quadra poliesportiva coberta com mais de
da Silva, fará a ampliação de lhoramentos e investimentos saúde dos jovens. meio milhão de reais conseguidos pelo deputado Delvito
Página 10 15 a 31 de Março de 2011

COAGRIL realiza Assembleia

O presidente José Carlos Ferigolo parabenizou a Associados da Coagril durante a Assembleia


diretoria e aos associados pelo excelente resultado Geral Ordinária realizada no dia 30 de março
A Cooperativa Agrícola de sobras que ficaram à disposi- 36.000,00 destinados a cam- cédula de presença dos Con- cia Rodoviária que faça um PROAGRIL
Unaí Ltda, COAGRIL, reali- ção da assembleia. Tais da- panhas sociais. selheiros de Administração levantamento do tráfego no O Programa de Redução
zou no dia 30 de março sua dos não apenas evidenciam, Durante a Assembleia e Fiscal. local, o que será enviado ao de Custos com Qualidade
Assembleia Geral Ordinária, mas comprovam o potencial foram eleitos, por unani- Segundo o gerente da Co- Dnit objetivando um trevo – Proagril – teve suas ati-
cujo objetivo foi a divulga- econômico da Cooperativa, midade, através de eleição operativa, Juca da Coagril, o ou placas mais sinalizadas vidades iniciadas na Coa-
ção do balanço do exercí- como uma de suas principais secreta, entre os 43 coope- aumento de 100% no resul- no local. gril na safra 2009, a partir
cio de 2010, apresentação características. rados presentes, os novos tado das sobras de 2009 para Após o encerramento da daí vem se consolidando
do plano de atividades para “Este resultado é fruto do membros do Conselho Fiscal 2010 se deve ao programa Assembleia, o presidente cada dia mais, alcançando
2011, fixação dos honorá- programa de redução de cus- da Gestão 2011, cujos conse- Proagril. “Tivemos um au- Ferigolo disse a nossa re- seu maior objetivo que é a
rios da diretoria e do conse- tos com qualidade, uma nova lheiros efetivos são: Carlos mento significativo no rece- portagem que o sucesso da redução de custos no plan-
lho fiscal, deliberação sobre atividade que estamos desen- Eduardo Vilas Boas, Harald bimento de produção agríco- Coagril é a grande sintonia tio das lavouras sem perder
o resultado do exercício e a volvendo junto ao associado Ralf Germendorff, Luciano la desse ano onde chegamos entre a diretoria e associa- a qualidade. Ao concluir as
eleição de novos membros e que exigiu muito trabalho, Rodrigues Branquinho, e co- a receber 86 mil toneladas de dos. “Em qualquer atividade primeiras etapas do progra-
do Conselho Fiscal. esforço e dedicação do nos- mo conselheiros suplentes: soja, e o valor mais expres- o empreendedor se interessa ma foi comprovado que os
Composta por 264 asso- so quadro de colaboradores”, Francisco Sousa Lima Chie- sivo aconteceu no novo pro- pela melhoria de seu inves- resultados são positivos tan-
ciados e atuando nos municí- disse o presidente da Coagril, richetti, Sérgio Monteiro de grama implantado pela coo- timento, ou seja, para ter to para os associados quanto
pios de Unaí, Buritis, Cabe- José Carlos Ferigolo. Souza Lima e Tarcizo Lucas perativa que é o Proagril”. mais ganho, e hoje a Coa- para a Cooperativa, aten-
ceira Grande e Bonfinópolis Por unanimidade a Assem- Fontana. Por sugestão de um asso- gril oferece a cada associa- dendo assim todas as ex-
de Minas, a Cooperativa tem bleia aprovou a sugestão da Os associados decidiram ciado que está preocupado do da Cooperativa um ga- pectativas esperadas. Hoje,
capacidade de armazena- diretoria sobre as sobras de também que, como o re- com o grande fluxo de veí- nho melhor do que ele tinha entrando no terceiro ano de
mento de grãos tanto a gra- R$ 1.375.062,50, ficando R$ sultado das sobras foi um culos, principalmente cami- anteriormente e o que traz programa, as perspectivas
nel quanto ensacados de cer- 703.000,00 para reserva de recorde, o que exigiu mui- nhões, na época da colheita, o produtor para dentro da são ainda melhores, pois já
ca de 128.000 toneladas, e, contingência, R$ 581.602,50 to trabalho e dedicação do que transitam e congestio- Coagril, para ter essa sinto- atingiram 100% de fidelida-
segundo o balanço de 2010, para incorporação ao capital Conselho de Administração, nam o trecho da BR 251 em nia, essa confiança, é o que de e credibilidade por parte
a referida entidade registrou integralizado do associado, foi fixado um aumento de frente a entrada da Coope- a cooperativa oferece que é dos cooperados da Coagril,
um total de R$ 1.375.062,50 R$ 55.000,00 para gratifi- 25% nos honorários dos ad- rativa, ficou definido que a a redução de custos em seu triplicando assim, o volume
de verba acumulada, ou seja, cação aos funcionários e R$ ministradores e no valor da diretoria irá solicitar a Polí- empreendimento”, disse. de vendas.

Plano de Atividades da
COAGRIL para 2011
• Estruturar e disciplinar os controles para acesso de
pessoas e veículos, às dependências da Cooperati-
va;
• Fortalecer o PROAGRIL – Programa de Redução
de Custos com Qualidade, buscando novas opções
de negócios e parcerias com fornecedores, bem co-
mo da estrutura administrativa interna, para agilizar
o atendimento aos novos Cooperados;
O secretário Everaldo Peres Domingues leu o O gerente Juca da Coagril apresentou o balanço • Buscar consultoria técnica para avaliar o sistema de
Edital e apresentou o Plano de Atividades financeiro da Cooperativa relativo ao ano de 2010 informática e promover as mudanças necessárias
para o desenvolvimento das atividades administra-
tivas com maior eficiência;
• Contratar consultoria externa, para avaliar o qua-
dro de colaboradores e implementar as alterações
na área de recursos humanos, com a definição do
Organograma Administrativo e Operacional;
• Fortalecer a estrutura de classificação, rebenefício e
comercialização de café, melhorando o atendimen-
to aos Cooperados e consolidando a participação da
Cooperativa junto ao Mercado, bem como apoiar a
reestruturação da marca Café do Cerrado Mineiro;
• Participar de projetos sociais, organizados pelo
Quadro Social e funcionários, junto a comunidade,
seja por iniciativa própria ou em parceria com ou-
Os associados Maurício Fontana e
tras cooperativas e entidades;
O conselheiro Régis Wilson Nunes Ferreira Irineu Silveira coordenaram a votação
• Consolidar a capacidade profissional do quadro de
apresentou o relatório do Conselho Fiscal do Balanço Financeiro de 2010
pessoal, com Programa Permanente de Treinamen-
to, utilizando recursos do F.A.T.E.S;
• Viabilizar a aquisição de Fertilizantes a granel, com
importação de matéria prima através de parceria
com Fornecedores e com apoio do Governo do Es-
tado, via incentivos fiscais;
• Participar das ações da Secretaria de Estado da
Agricultura para fomentar o cultivo de Trigo no Es-
tado de Minas Gerais;
• Incentivar a retomada do cultivo do algodão para
viabilizar a estrutura de beneficiamento – Filial;
• Estudar a viabilidade da Cooperativa participar da
comercialização de Feijão, utilizando os mecanis-
mos do mercado (colorimetro) para operação com
Os associados José Amado Noivo e Alessandra O novo Conselho Fiscal foi eleito por produto físico em Bolsa.
Sobral fiscalizaram a eleição do Conselho Fiscal unanimidade em votação secreta e empossado
ALERTA:
Página 11 15 a 31 de Março de 2011

INFORMATIVO
PUBLICITÁRIO

NÃO DEIXE MORRER QUEM VOCÊ AMA


Você e a água não podem ficar parados.

Encha de areia até a borda os Guarde grarrafas sempre Jogue no lixo todo objeto que Mantenha bem tampados
pratinhos dos vasos de planta. de cabeça para baixo. possa acumular água. tonéis e barris d’água.

Lave semanalmente por dentro Matenha a caixa d’água sempre Entregue seus pneus velhos ao serviço Remova folhas, galhos e tudo que
com escova e sabão os tanques fechada com tampa adequada. de limpeza urbana ou guarde-os sem água possa impedir a água de
utilizados para armazenar água. em local coberto e abrigados da chuva. correr pelas calhas.

Não deixe a água da chuva Coloque o lixo em sacos plásticos e


acumulada sobre a laje. mantenha a lixeira bem fechada.

DISQUE DENGUE
Feche bem o saco de lixo e
deixe-o fora do alcance de
animais.
3677.5057 Lave com água e sabão os recipientes
para água de animal doméstico, pelo
menos uma vez por semana.
Página 12 15 a 31 de Março de 2011

Cooperativa de Crédito de Rua São José, 667


Bairro Centro - Unaí-MG
Unaí e Noroeste Mineiro Ltda Telefones: 3676-1532 / 3676-3035

Relatório da Administração Demonstrações Contábeis


Senhores Associados,

Submetemos à apreciação de V.S.as as Demonstrações Contábeis do exercício de 2010 da Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro
Ltda. – SICOOB CREDIUNAÍ, na forma da Legislação em vigor.

1. Política Operacional

Em 29 de abril de 2010 o SICOOB CREDIUNAÍ completou 16 anos mantendo sua vocação de instituição voltada para fomentar o crédito
para seu público alvo, os cooperados. A atuação junto aos seus cooperados se dá principalmente através da concessão de empréstimos e
captação de depósitos.

2. Avaliação de Resultados

No exercício de 2010, o SICOOB CREDIUNAÍ obteve um resultado antes das participações estatutárias no montante de R$2.337.693,62 (dois
milhões, trezentos e trinta e sete mil, seiscentos e noventa e três reais e sessenta e dois centavos), representando um retorno anual sobre o
Patrimônio Líquido de 16,73%.

3. Ativos

Os recursos depositados na Centralização Financeira somaram R$13.935.344,16 (treze milhões, novecentos e trinta e cinco mil, trezentos
e quarenta e quatro reais e dezesseis centavos). Por sua vez a carteira de créditos representava R$40.442.192,55 (quarenta milhões,
quatrocentos e quarenta e dois mil, cento e noventa e dois reais e cinqüenta e cinco centavos).

A carteira de crédito encontrava-se assim distribuída:

Carteira Rural R$20.621.199,75 50,99%


Carteira Comercial R$19.820.992,80 49,01%

Os Vinte Maiores Devedores representavam na data-base de 31/12/2010 o percentual de 32,91% da carteira, no montante de R$13.531.481,61
(treze milhões, quinhentos e trinta e um mil, quatrocentos e oitenta e um reais e sessenta e um centavos).

4. Captação

As captações, no total de R$25.941.817,96 (vinte e cinco milhões, novecentos e quarenta e um mil, oitocentos e dezessete reais e noventa e
seis centavos), apresentaram uma evolução em relação ao exercício anterior de 34,92%.

As captações encontravam-se assim distribuídas:

Depósitos à Vista R$14.122.808,45 54,44%


Depósitos a Prazo R$11.819.009,51 45,56%

Os Vinte Maiores Depositantes representavam na data-base de 31/12/2010 o percentual de 32,90% da captação, no montante de
R$8.590.134,84 (oito milhões, quinhentos e noventa mil, cento e trinta e quatro reais e oitenta e quatro centavos).

5. Patrimônio de Referência

O Patrimônio de Referência do SICOOB CREDIUNAÍ era de R$13.907.616,35 (treze milhões, novecentos e sete mil, seiscentos e dezesseis
reais e trinta e cinco centavos). O quadro de associados era composto por 3.657 Cooperados, havendo um acréscimo de 13,96% em relação
ao exercício anterior.

6. Política de Crédito

A concessão de crédito está pautada em prévia análise do propenso tomador, havendo limites de alçadas pré-estabelecidos a serem
observados e cumpridos, cercando ainda a Singular de todas as consultas cadastrais e com análise do Associado através do “RATING”
(avaliação por pontos), buscando assim garantir ao máximo a liquidez das operações.

A Singular passou a utilizar-se dos serviços prestados pela Cobrança Centralizada do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, visando padronizar
os procedimentos de cobrança de créditos de difícil recuperação.

O SICOOB CREDIUNAÍ adota a política de classificação de crédito de sua carteira de acordo com as diretrizes estabelecidas na Resolução
CMN nº 2.682, havendo uma concentração de 99,34% nos níveis de “AA” a “C”.

7. Plano de Negócios

No exercício de 2004 a cooperativa elaborou o plano de negócios e estudo de viabilidade econômica com vistas à concessão de autorização
para funcionamento ou alteração estatutária para cooperativa de livre admissão, em conformidade com o disposto no artigo 8º da Resolução
CMN nº 3.321, com texto mantido no artigo 11º da Res. CMN nº 3.442.

O plano de negócios foi elaborado com projeções para os exercícios de 2004, 2005 e 2006.

O SICOOB CREDIUNAÍ participou como as demais singulares do Sistema CREDIMINAS do Projeto Empresarial para o ciclo – 2007/2010 e
estará participando do ciclo de 2011/2014.

8. Governança Corporativa

Governança corporativa é o conjunto de mecanismos e controles, internos e externos, que permitem aos associados definir e assegurar a
execução dos objetivos da cooperativa, garantindo a sua continuidade, os princípios cooperativistas ou, simplesmente, a adoção de boas
práticas de gestão.

Nesse sentido, a administração da Cooperativa tem na assembléia geral, que é a reunião de todos os associados, o poder maior de decisão.

A gestão da Cooperativa está alicerçada em papéis definidos, com clara separação de funções. Cabem ao Conselho de Administração as
decisões estratégicas e à Diretoria Executiva, a gestão dos negócios da Cooperativa no seu dia a dia.

A Cooperativa possui ainda um Agente de Controles Internos, supervisionado diretamente pelo SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, que, por
sua vez, faz as auditorias internas.

Os balanços da Cooperativa são auditados por auditor externo, que emite relatórios, levados ao conhecimento dos Conselhos e da Diretoria.
Todos esses processos são acompanhados e fiscalizados pelo Banco Central do Brasil, órgão ao qual cabe a competência de fiscalizar a
Cooperativa.

Tendo em vista o risco que envolve a intermediação financeira, a Cooperativa adota ferramentas de gestão. Para exemplificar, na concessão
de crédito, a Cooperativa adota o Manual de Crédito, aprovado, como muitos outros manuais, pela confederação SICOOB Brasil e homologado
pela Central.

Além do Estatuto Social, são adotados regimentos e regulamentos, entre os quais destacamos o Regimento Interno, o Regimento do Conselho
de Administração, o Regimento do Conselho Fiscal, o Regulamento Eleitoral.

A Cooperativa adota procedimentos para cumprir todas as normas contábeis e fiscais, além de ter uma política de remuneração de seus
empregados e estagiários dentro de um plano de cargos e salários que contempla a remuneração adequada, a separação de funções e o
gerenciamento do desempenho de todo o seu quadro funcional.

Todos esses mecanismos de controle, além de necessários, são fundamentais para levar aos associados e à sociedade em geral a
transparência da gestão e de todas as atividades desenvolvidas pela instituição.

9. Conselho Fiscal

Eleito anualmente, com mandato até a AGO – Assembléia Geral Ordinária do exercício de 2011, o Conselho Fiscal tem função complementar
à do Conselho de Administração. Sua responsabilidade é verificar de forma sistemática os atos da administração da Cooperativa, bem como
validar seus balancetes mensais e seu balanço patrimonial anual. Em 2010, todos os membros efetivos e suplentes do Conselho Fiscal
participaram de um curso de formação ministrado pela SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, com o objetivo de detalhar as responsabilidades dos
conselheiros fiscais e as formas de exercê-las.

10. Código de Ética

Todos os integrantes da equipe do SICOOB CREDIUNAÍ aderiram por meio de compromisso firmado, ao Código de Ética e de Conduta
Profissional proposto pelo SICOOB CENTRAL CREDIMINAS. A partir de então, todos os novos funcionários, ao ingressar na Cooperativa,
assumem o mesmo compromisso.

11. Sistema de Ouvidoria

A Ouvidoria, constituída em 2007 representou um importante avanço a serviço dos cooperados, dispõe de diretor responsável pela área
e de um Ouvidor. Atende às manifestações recebidas por meio do Sistema de Ouvidoria do SICOOB, composto por sistema tecnológico
específico, atendimento via DDG 0800 e sítio na internet integrado com o sistema informatizado de ouvidoria tendo a atribuição de assegurar o
cumprimento das normas relacionadas aos direitos dos usuários de nossos produtos, além de atuar como canal de comunicação com os nossos
associados e integrantes das comunidades onde estamos presentes.

Agradecimentos

Agradecemos aos nossos Associados pela preferência e confiança e aos funcionários e colaboradores pela dedicação.

Unaí (MG), 31 de dezembro de 2010.

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA O SEMESTRE E EXERCÍCIO FINDO EM


31 DE DEZEMBRO DE 2010 E PARA O EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 (Em reais)
1. Contexto operacional i) Diferido
Na elaboração das demonstrações contábeis faz-se necessário utilizar estimativas para contabilizar certos ativos, passivos
A Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro Ltda. - SICOOB CREDIUNAÍ, é uma cooperativa de crédito singular, e outras transações. As demonstrações contábeis da Cooperativa incluem, portanto, estimativas referentes à provisão O ativo diferido foi constituído pelas benfeitorias realizadas nas propriedades de terceiros, e pelos softwares adquiridos,
instituição financeira não bancária, fundada em 29 de abril de 1994, filiada à Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais para créditos de liquidação duvidosa, à seleção das vidas úteis dos bens do ativo imobilizado, provisões necessárias para registrados pelos custos incorridos nas benfeitorias e pelo custo de aquisição, respectivamente, e classificados nessa conta
Ltda. – SICOOB CENTRAL CREDIMINAS e componente do SICOOB - Sistema das Cooperativas de Crédito do Brasil, em passivos contingentes, entre outros. Os resultados reais podem apresentar variação em relação às estimativas utilizadas. A conforme determinação do COSIF. Esses gastos estão sendo amortizados pelo método linear no período de 5 anos.
conjunto com outras cooperativas singulares e centrais. Tem sua constituição e o funcionamento regulamentados pela Lei Cooperativa revisa as estimativas e premissas, no mínimo, semestralmente.
4.595/64, que dispõe sobre a Política e as Instituições Monetárias, Bancárias e Creditícias, pela Lei 5.764/71, que define Conforme determinado pela Resolução no 3.617/08 do CMN devem ser registrados no ativo diferido, exclusivamente, os
a Política Nacional do Cooperativismo, pela Lei Complementar 130/09, que dispõe sobre o Sistema Nacional de Crédito c) Caixa e equivalentes de caixa gastos que contribuirão para o aumento do resultado de mais de um exercício social. Os saldos existentes em setembro de
Cooperativo e pela Resolução 3.859/10 do Conselho Monetário Nacional, que dispões sobre a constituição e funcionamento 2008 são mantidos até a sua efetiva realização.
de cooperativas de crédito. Caixa e equivalentes de caixa, conforme Resolução 3.604/08, do Conselho Monetário Nacional – CMN, incluem caixa,
depósitos bancários e as relações interfinanceiras de curto prazo e de alta liquidez, com risco insignificante de mudança de j) Ativos contingentes
O SICOOB CREDIUNAÍ possui três Postos de Atendimento Cooperativo –PAC’s nas seguintes localidades: Arinos, Buritis valore e limites, com prazo de vencimento igual ou inferior a 90 dias.
e Formoso (MG). Não são reconhecidos contabilmente, exceto quando a Administração possui total controle da situação ou quando há
O caixa e equivalente de caixa compreendem: garantias reais ou decisões judiciais favoráveis sobre as quais não cabem mais recursos contrários, caracterizando o
O SICOOB CREDIUNAÍ tem como atividade preponderante a operação na área creditícia, tendo como finalidade: ganho como praticamente certo. Os ativos contingentes com probabilidade de êxito provável, quando aplicável, são apenas
divulgados em notas explicativas às demonstrações contábeis.
Descrição 31/12/2010 31/12/2009
(i) Proporcionar, através da mutualidade, assistência financeira aos associados;
Caixa 340.924,99 492.606,46
(ii) A formação educacional de seus associados, no sentido de fomentar o cooperativismo, através da ajuda mútua da Relações Interfinanceiras – Centralização Financeira 13.935.344,16 7.180.857,12 k) Obrigações por empréstimos e repasses
economia sistemática e do uso adequado do crédito; e Total 14.276.269,15 7.673.463,58
(iii) Praticar, nos termos dos normativos vigentes, as seguintes operações dentre outras: captação de recursos, concessão As obrigações por empréstimos e repasses são reconhecidas inicialmente no recebimento dos recursos, líquidos dos custos
de créditos, prestação de garantias, prestação de serviços, formalização de convênios com outras instituições financeiras d) Operações de crédito de transação. Em seguida, os empréstimos tomados são apresentados pelo custo amortizado, isto é, acrescidos de encargos
e aplicação de recursos no mercado financeiro, inclusive depósitos a prazo com ou sem emissão de certificado, visando e juros proporcionais ao período incorrido (“pro rata temporis”).
preservar o poder de compra da moeda e remunerar os recursos. As operações de crédito com encargos financeiros pré-fixados são registradas a valor futuro, retificadas por conta de rendas a
apropriar e as operações de crédito pós-fixadas são registradas a valor presente, calculadas “pro rata temporis”, com base l) Demais ativos e passivos
Em 23/10/04 ocorreu a transformação do SICOOB CREDIUNAÍ para entidade de “Livre Admissão de Associados”, aprovada na variação dos respectivos indexadores pactuados.
junto ao Banco Central do Brasil – BACEN em 30/12/04, Processo nº 0401241031. São registrados pelo regime de competência, apresentados ao valor de custo ou de realização, incluindo, quando aplicável,
e) Provisão para operações de crédito os rendimentos e as variações monetárias auferidos, até a data do balanço. Os demais passivos são demonstrados pelos
2. Apresentação das demonstrações contábeis valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos e das variações monetárias
Constituída em montante julgado suficiente pela Administração para cobrir eventuais perdas na realização dos valores a incorridos.
As demonstrações contábeis são de responsabilidades da Administração da Cooperativa e foram elaboradas de acordo receber, levando-se em consideração a análise das operações em aberto, as garantias existentes, a experiência passada, a
com as práticas contábeis adotadas no Brasil, considerando as alterações exigidas pelas Leis nº 11.638/07 e nº 11.941/09, capacidade de pagamento e liquidez do tomador do crédito e os riscos específicos apresentados em cada operação, além
adaptadas às peculiaridades da legislação cooperativista e às normas e instruções do Banco Central do Brasil – BACEN, bem da conjuntura econômica. m) Provisões
como apresentadas conforme o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional – COSIF. Consideram ainda, A Resolução CMN nº 2.682/09 introduziu os critérios para classificação das operações de crédito definindo regras para
no que for julgado pertinente e relevante, os pronunciamentos, orientações e as interpretações técnicas emitidos pelo Comitê constituição da provisão para operações de crédito, as quais estabelecem nove níveis de risco, de AA (rico mínimo) a H São reconhecidas quando a cooperativa tem uma obrigação presente legal ou implícita como resultado de eventos passados,
de Pronunciamentos Contábeis – CPC, tendo sido aprovadas pela administração em 31 de janeiro de 2011. (risco máximo). sendo provável que um recurso econômico seja requerido para saldar uma obrigação legal. As provisões são registradas
tendo como base as melhores estimativas do risco envolvido.
3. Resumo das principais práticas contábeis f) Depósitos em garantia
n) Passivos contingentes
a) Apuração do resultado Existem situações em que a cooperativa questiona a legitimidade de determinados passivos ou ações movidas contra si. Por
Os ingressos e dispêndios são registrados de acordo com o regime de competência. As operações de crédito com taxas conta desses questionamentos, por ordem judicial ou por estratégia da própria administração, os valores em questão podem São reconhecidos contabilmente quando, com base na opinião de assessores jurídicos, for considerado provável o risco de
pré-fixadas são registradas pelo valor de resgate, e os ingressos e dispêndios correspondentes ao período futuro são ser depositados em juízo, sem que haja a caracterização da liquidação do passivo. perda de uma ação judicial ou administrativa, gerando uma provável saída no futuro de recursos para liquidação das ações,
apresentados em conta redutora dos respectivos ativos e passivos. Os ingressos e dispêndios de natureza financeira são e quando os montantes envolvidos forem mensurados com suficiente segurança. As ações com chance de perda possível
contabilizados pelo critério “pro-rata temporis” e calculados com base no método exponencial, exceto aquelas relativas a g) Investimentos são apenas divulgadas em nota explicativa às demonstrações contábeis e as ações com chance remota de perda não são
títulos descontados, que são calculadas com base no método linear. As operações de crédito com taxas pós-fixadas são divulgadas.
atualizadas até a data do balanço. Representados substancialmente por quotas do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS avaliadas pelo método de custo de
aquisição. o) Obrigações legais
As receitas e despesas são reconhecidas na demonstração de sobras em conformidade com o regime de competência.
As receitas com prestação de serviços são reconhecidas na demonstração de sobras ou perdas quando da prestação h) Imobilizado São aquelas que decorrem de um contrato por meio de termos explícitos ou implícitos, de uma lei ou outro instrumento
de serviços a terceiros, substancialmente serviços bancários. Os dispêndios e as despesas e os ingressos e receitas fundamentado em lei, as quais a Cooperativa tem por diretriz.
operacionais, são proporcionalizados de acordo com os montantes do ingresso bruto de ato cooperativo e da receita bruta de Equipamentos de processamento de dados, móveis, utensílios e outros equipamentos, instalações, veículos, benfeitorias
ato não-cooperativo, quando não identificados com cada atividade. em imóveis de terceiros e softwares, são demonstrados pelo custo de aquisição, deduzido da depreciação acumulada. A p) Imposto de renda e contribuição social
depreciação é calculada pelo método linear para baixar o custo de cada ativo a seus valores residuais de acordo com as taxas
b) Estimativas contábeis divulgadas na Nota nº 09, que levam em consideração a vida útil econômica dos bens. O imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro são calculados sobre o resultado apurado em operações consideradas
Página 13 15 a 31 de Março de 2011

como atos não-cooperativos. O resultado apurado em operações realizadas com cooperados é isento de tributação. Capital de Giro. As garantias oferecidas são a caução dos títulos de créditos dos associados beneficiados.

q) Segregação em circulante e não circulante OPERAÇÕES ATIVAS – SALDO 31/12/2010


Instituições Taxa Vencimento 31/12/2010 31/12/2009
02/03/2011 a
Os valores realizáveis e exigíveis com prazos inferiores a 360 dias estão classificados no circulante, e os prazos superiores, Banco BANCOOB 6,25% e 6,75% a.a. 8.157.881,83 6.242.128,83 PCLD (PROVISÃO % DA OPERAÇÃO
02/01/2013 VALOR DA
no longo prazo (não circulante). PARA CRÉDITO DE CRÉDITO
Banco Itaú 6,75% a.a. 25/06/2011 141.615,88 288.067,51 NATUREZA DA OPERAÇÃO DE CRÉDITO OPERAÇÃO DE
0,7783% a.m. e 10/02/2011 a DE LIQUIDAÇÃO EM RELAÇÃO À
r) Valor recuperável de ativos – impairment SICOOB CENTRAL CREDIMINAS 6.425.237,16 1.609.213,75 CRÉDITO
6,75% a.a. 11/12/2013 DUVIDOSA) CARTEIRA TOTAL

A redução do valor recuperável dos ativos não financeiros (impairment) é reconhecida como perda, quando o valor de Total 14.724.734,87 8.139.410,09 Conta Corrente - Cheque Especial 110.093,90 788,36 0,27%
contabilização de um ativo, exceto outros valores e bens, for maior do que o seu valor recuperável ou de realização. As perdas
por “impairment”, quando aplicável, são registradas no resultado do período em que foram identificadas. Em 31 de dezembro Crédito Rural RPL e Recursos Repassados 864.997,54 10.758,55 2,14%
13. Obrigações sociais e estatutárias, fiscais e previdenciárias
de 2010 não existem indícios da necessidade de redução do valor recuperável dos ativos não financeiros. Empréstimo 579.731,98 7.169,21 1,43%

4. Relações interfinanceiras Descrição 31/12/2010 31/12/2009 Títulos Descontados 14.474,58 338,64 0,04%
Cobrança e Arrecadação de Tributos e Assemelhados 10.788,15 12.700,76
FATES - Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social 464.098,80 332.729,01 Total 1.569.298,00 19.054,76 3,88%
Referem-se a depósitos efetuados na centralização financeira do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, conforme determinado
Cotas de capital a pagar 2.314,34 4.029,00
no artigo 37º da Resolução CMN nº 3.859/2010. Os recursos são remunerados pelo resultado da aplicação destes em uma
Fiscais e Previdenciárias 139.415,24 156.806,27
cesta de ativos que busca como benchmark a taxa do CDI (CETIP). Total 616.616,53 506.265,04 OPERAÇÕES PASSIVAS – SALDO EM 31/12/2010
% DA CARTEIRA DE DEPÓSITO EM
5. Operações de crédito O FATES é destinado a atividades educacionais, à prestação de assistência aos cooperados, seus familiares e empregados NATUREZA DO DEPÓSITO VALOR DO DEPÓSITO
RELAÇÃO À CARTEIRA TOTAL
da cooperativa, sendo constituído pelo resultado dos atos não-cooperados e 15% das sobras líquidas do exercício, conforme Depósito a prazo 166.915,34 0,64%
a) Composição por tipo de operação, e classificação por nível de risco de acordo com a Resolução CMN nº 2.682 de determinação estatutária. A classificação desses valores em conta de passivo segue determinação do plano de contas do Depósito a vista 167.527,13 0,65%
21/12/1999: COSIF. Total 334.442,47 1,29%

14. Outras obrigações - Diversas Foram realizadas transações com partes relacionadas, na forma de: depósito a prazo, cheque especial, cheques descontados,
Nível / Percentual de Emprést. / Tít. Financ. Total em Provisões Total em Provisões crédito rural – RPL, crédito rural – repasses, empréstimos, dentre outras, à taxa/remuneração relacionada no quadro abaixo,
Risco / Situação Desc. * Financiamentos Rurais 31/12/2010 31/12/2010 31/12/2009 31/12/2009 por modalidade:
AA   Normal 7.792,14 - 7.792,14 - - - Descrição 31/12/2010 31/12/2009
A 0,5% Normal  2.754.532,64  818.267,00 3.389.024,40   6.961.824,04  34.809,12  4.064.003,52  20.320,02 Cheques administrativos (a) 2.322.274,00 430.000,00
B 1% Normal  10.598.151,25  1.572.329,72 13.215.030,98   25.385.511,95  253.855,12  21.051.850,20  210.518,50 Obrigações por Prestação de Serviços de Pagamento 198.967,98 123.555,69 NATUREZA DAS OPERAÇÕES Taxas aplicadas em relação Taxa aprovada pelo Conselho de
B 1% Vencidas  -  - -   -  -  699.871,19  6.998,71 Despesas de Pessoal 303.927,08 215.305,27 ATIVAS E PASSIVAS às partes relacionadas Administração/Diretoria Executiva
C 3% Normal 4.153.364,68   313.025,93 4.002.839,42   8.469.230,03  254.076,90  3.679.015,44  110.370,46 Outras Despesas Administrativas (b) 70.757,41 62.269,72
Credores Diversos – País (c) 72.712,12 52.892,42 Cheque Especial 5,50% a.m. 5,50% a.m.
C 3% Vencidas -   - -   -  -  91.349,30  2.740,48 Desconto de Cheques 2,00% a.m. 2,00% a.m.
D 10% Normal 12.359,47   - -   12.359,47  1.234,95  32.104,76  3.210,48 Cheques Descontados (d) 33.104,56 89.549,06
Total 3.001.743,15 973.572,16 Empréstimos 0,94% a 2,10% a.m. 0,94% a 2,75% a.m.
D 10% Vencidas -   - -   -  -  2.256,72  225,67 Crédito Rural – RPL – Recursos
E 30% Normal 136.465,76   - -   136.465,76  40.939,83  -  - (a) Refere-se a cheques emitidos pela Cooperativa contra o próprio caixa da instituição, porém não compensados até a 1,30% a.m. 1,30% a 1,76% a.m.
Próprios Livres
E 30% Vencidas -   - -   -  -  679,41  203,72 data-base de 31/12/2010; Crédito Rural – Recursos Repassados 6,75% a.a. 6,75% a.a.
F 50% Normal 78.297,66   8.545,08 14.304,95   101.147,69  50.573,85  90.343,38  45.171,69
Aplicação Financeira 0,85% a 100% do CDI 0,85% a 100% do CDI
F 50% Vencidas -   - -   -  -  5.192,37  2.596,19 (b) Refere-se a provisões para pagamento de despesas com água/energia/gás (R$1.564,84), assessoria técnica
G 70% Normal -   - -   -  -  -  -
(R$5.750,00), auditoria externa (R$8.691,99), comunicações (R$15.027,12), processamento de dados (R$5.898,88),
G 70% Vencidas 11.174,32   - -   11.174,32  7.823,08  964,09  674,84 PERCENTUAL EM RELAÇÃO À CARTEIRA GERAL
manutenção e conservação de bens (R$1.400,00), transporte (R$4.582,50), serviços de compensação (R$23.505,98) e
H 100% Normal -   - -   -  -  -  - MOVIMENTAÇÃO NO EXERCÍCIO DE 2010
H 100% Vencidas 11.235,32   - -   11.235,32  11.235,32  5.103,55  5.103,55 outras (R$4.336,10);
Conta Corrente – Cheque Especial 0,27%
Total Normal 17.740.963,60   2.712.167,73 20.621.199,75   41.074.331,08  635.489,77  28.917.317,30  389.591,15 Empréstimos e Financiamentos 2,74%
Total Vencido 22.409,64   - -   22.409,64  19.058,40  805.416,63  18.543,16 (c) Refere-se a pendências a regularizar (R$4.719,60), diferença de caixa (R$3.271,75), pagamentos a processar
(R$12.379,66), pendências a regularizar do BANCOOB (R$19.056,83), créditos de terceiros (R$3.153,31), rateio de Títulos Descontados e Cheques Descontados 0,43%
Total Geral 17.763.373,24   2.712.167,73 20.621.199,75   41.096.740,72  654.548,17  29.722.733,93  408.134,31 Credito Rural – RPL e Recursos Repassados 0,80%
Provisões (344.736,98)  (33.477,97) (276.333,22)  ( 654.548,17)   (408.134,31)   despesas da Central (R$16.340,58), seguro de terceiros a pagar (R$11.790,39) e outros (R$2.000,00);
Aplicações Financeiras -
Total Líquido 17.418.636,26   2.678.689,76 20.344.866,53   40.442.192,55   29.314.599,62    Total 4,24%
(d) Refere-se a cheques depositados relativo a descontos enviados a compensação, porém não baixados até a data-base
* Em Empréstimos estão contidos os valores das Operações Renegociadas.
de 31/12/2010. No exercício corrente os benefícios monetários destinados às partes relacionadas foram representados por honorários e
cédulas de presença, apresentando-se da seguinte forma:
b) Composição da carteira de crédito por faixa de vencimento – operações vincendas (dias):
15. Outras obrigações - Diversas - Provisões para riscos tributários

Descrição Até 90 De 91 a 360 Acima de 360 Total Considerando a avaliação dos consultores jurídicos quanto às chances de êxito em determinados questionamentos fiscais em
Empréstimos 4.925.579,00 7.891.827,76 282.463,86 13.099.870,62 que a cooperativa é parte envolvida, foram constituídas as seguintes provisões: BENEFÍCIOS MONETÁRIOS – EXERCÍCIO DE 2010
Títulos Descontados 3.064.179,96 200.087,75 - 3.264.267,71 Honorários e Cédulas de Presença 406.570,69
Financiamentos 345.812,52 963.202,98 1.403.152,23 2.712.167,73
Financiamentos Rurais 2.333.549,36 10.452.641,66 7.835.008,73 20.621.199,75 Descrição 31/12/2010 31/12/2009
Total 10.669.120,84 19.507.760,15 9.520.624,82 39.697.505,81 INSS patronal sobre cédulas de presença dos conselheiros 28.620,00 28.620,00
PIS sobre Atos Cooperativos (a) 56.762,16 56.762,16 22. Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais Ltda - SICOOB CENTRAL CREDIMINAS
Obs.: Não inclui Adiantamento a Depositantes, Cheque Especial e Conta Garantida. COFINS sobre Atos Cooperativos (a,b) 295.427,49 201.073,56
Complemento provisão para crédito de liquidação duvidosa - 14.427,50 O SICOOB CREDIUNAÍ, em conjunto com outras cooperativas singulares, é filiado à Cooperativa Central de Crédito de Minas
c) Concentração dos Principais Devedores: Total 380.809,65 300.883,22 Gerais Ltda. - SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, que representa o grupo formado por suas afiliadas perante as autoridades
monetárias, organismos governamentais e entidades privadas.
(a) PIS e COFINS - quando do advento da lei no. 9.718/98, a cooperativa entrou com ação judicial questionando a legalidade
Descrição 31/12/2010 % Carteira Total 31/12/2009 % Carteira Total da inclusão de seus ingressos decorrentes de atos cooperados na base de cálculo do PIS e COFINS. Conseqüentemente, O SICOOB CENTRAL CREDIMINAS é uma sociedade cooperativista que tem por objetivo a organização em comum em
registrou as correspondentes obrigações referentes ao período de março de 1999 a julho de 2004, sendo que os valores maior escala dos serviços econômico-financeiros e assistenciais de suas filiadas (cooperativas singulares), integrando e
Maior Devedor 1.437.395,10 3,50% 1.180.903,17 3,97%
equivalentes foram depositados em juízo e estão contabilizados na rubrica Depósitos em garantia; orientando suas atividades, de forma autônoma e independente, através dos instrumentos previstos na legislação pertinente
10 Maiores Devedores 9.393.989,46 22,84% 8.673.472,22 29,18%
50 Maiores Devedores 19.823.839,59 48,21% 17.328.593,85 58,30% e normas exaradas pelo Banco Central do Brasil, bem como facilitando a utilização recíproca dos serviços, para consecução
(b) A Reserva para Contingência, constituída para COFINS sobre Atos Cooperativos, no montante de R$94.353,93 de seus objetivos.
(noventa e quatro mil, trezentos e cinqüenta e três reais e noventa e três centavos) foi reclassificada em 30.06.2010 para a
d) Créditos Baixados Como Prejuízo, Renegociados e Recuperados: rubrica – Provisão para Passivos Contingentes/COFINS - Depósito Judicial. Para assegurar a consecução de seus objetivos, cabe ao SICOOB CENTRAL CREDIMINAS a coordenação das atividades
de suas filiadas, a difusão e fomento do cooperativismo de crédito, a orientação e aplicação dos recursos captados, a
16. Instrumentos financeiros implantação e implementação de controles internos voltados para os sistemas que acompanhem informações econômico-
Descrição 31/12/2010 31/12/2009
Saldo início do exercício 113.675,15 104.239,29 financeiras, operacionais e gerenciais, entre outras.
O SICOOB CREDIUNAÍ opera com diversos instrumentos financeiros, com destaque para disponibilidades, relações
Valor das operações transferidas no período 19.598,93 9.489,47 interfinanceiras, operações de crédito, depósitos a vista e a prazo, empréstimos e repasses.
Valor das operações recuperadas no período - (53,61) O SICOOB CREDIUNAÍ responde solidariamente pelas obrigações contraídas pelo SICOOB CENTRAL CREDIMINAS
perante terceiros, até o limite do valor das cotas-partes do capital que subscrever, proporcionalmente à sua participação
Total 133.274,08 113.675,15 Os instrumentos financeiros ativos e passivos estão registrados no balanço patrimonial a valores contábeis, os quais se nessas operações.
aproximam dos valores justos, conforme critérios mencionados nas correspondentes notas explicativas.
6. Outros créditos As demonstrações contábeis do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, em 30 de junho de 2010, foram auditadas por outros
17. Resultado de Exercícios Futuros – Rendas Antecipadas auditores independentes que emitiram parecer datado de 05 de agosto de 2010. A auditoria de suas demonstrações
Valores referentes as importâncias devidas à Cooperativa por pessoas físicas ou jurídicas domiciliadas no País, inclusive as financeiras de 31 de dezembro de 2010 está em andamento.
resultantes do exercício corrente, conforme demonstrado: Estão registradas as rendas antecipadas de operações com o MINASCOOP que são apropriadas mensalmente. Em 31
de dezembro de 2010 o montante registrado era de R$100.990,98 (Cem mil, novecentos e noventa reais e noventa e oito 23. Coobrigações e riscos em garantias prestadas
centavos).
Descrição 31/12/2010 31/12/2009 Em 31 de dezembro de 2010, a cooperativa é responsável por coobrigações e riscos em garantias prestadas, no montante de
Rendas de Serviços Prestados a Receber 736,25 692,72 18. Patrimônio líquido R$226.976,89 (duzentos e vinte e seis mil, novecentos e setenta e seis reais e oitenta e nove centavos) e em 31 de dezembro
Outras Rendas a Receber (a) 180.360,27 73.608,45 de 2009 o valor de R$221.652,74 (duzentos e vinte e um mil, seiscentos e cinqüenta e dois reais e setenta e quatro centavos),
Adiantamentos e Antecipações Salariais 38.266,12 9.429,71 a) Capital Social referentes a aval prestado em diversas operações de crédito de seus associados com instituições financeiras oficiais.
Adiantamentos para Pagamentos de Nossa Conta 800,00 1.000,00
Devedores por Depósito e Garantia (b) 380.809,65 380.809,65 O capital social é representado por cotas-partes no valor nominal de R$ 1,00 cada e integralizado por seus cooperados. 24. Cobertura de seguros
Impostos e Contribuições a Compensar 40,65 47,95 De acordo com o Estatuto Social cada cooperado tem direito em um voto, independente do número de suas cotas-partes.
Títulos e Créditos a Receber (c) 4.342,50 4.077,00 A Cooperativa adota política de contratar seguros de diversas modalidades, cuja cobertura é considerada suficiente pela
Administração e agentes seguradores para fazer face à ocorrência de sinistros. As premissas de riscos adotados, dada a sua
Devedores Diversos (d) 13.000,00 2.716,07 b) Destinações estatutárias e legais natureza, não fazem parte do escopo de auditoria das demonstrações contábeis, consequentemente, não foram examinadas
Total 618.355,44 472.381,55 pelos nossos auditores independentes.
De acordo com o estatuto social da cooperativa e a Lei nº 5.764/71, as sobras líquidas do exercício terão a seguinte
(a) Refere-se a receita sobre saldo mantido na Centralização Financeira do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS destinação: 25. Índice de Basiléia
(R$165.153,99), rendas a receber da Previdência Social – INSS (R$1.207,85) e outras (R$13.998,43);
Descrição 31/12/2010 31/12/2009 O Patrimônio de Referência - PR da Cooperativa encontra-se compatível com o grau de risco da estrutura dos ativos,
(b) Refere-se a depósitos judiciais para INSS patronal sobre cédulas de presença dos conselheiros (R$28.620,00), PIS Sobras /lucro líquido do exercício 2.337.693,62 1.853.149,11 apresentando margem para o limite de compatibilização de R$7.734.821,19 (sete milhões, setecentos e trinta e quatro mil,
sobre atos cooperativos (R$56.762,16) e COFINS sobre atos cooperativos (R$295.427,49); Lucro líquido decorrente de atos não-cooperativos apropriado ao FATES (90.399,01) (63.630,97) oitocentos e vinte e um reais e dezenove centavos) em 31 de dezembro de 2010 e R$6.840.573,68 (seis milhões, oitocentos
Sobras líquidas, base de cálculo das destinações 2.247.294,61 1.789.518,14 e quarenta mil, quinhentos e setenta e três reais e sessenta e oito centavos) em 31 de dezembro de 2009.
(c) Refere-se a tarifas a receber (R$4.342,50); Destinações estatutárias (1.123.647,31) (894.759,07)
Reserva legal - 35% (786.553,12) (626.331,35)
(d) Refere-se a pendências a regularizar do BANCOOB (R$13.000,00). Fundo de assistência técnica, educacional e social - 15% (337.094,19) (268.427,72) 26. Resumo da descrição da estrutura de gerenciamento de riscos do Sistema de Cooperativas
Sobras à disposição da Assembléia Geral 1.123.647,30 894.759,07 de Crédito do Brasil – SICOOB
A Reserva legal destina-se a reparar perdas e atender ao desenvolvimento de suas Atividades;
7. Outros valores e bens Risco Operacional
O Fundo de assistência técnica, educacional e social (FATES) é destinado a atividades educacionais, à prestação de O gerenciamento do risco operacional objetiva garantir a aderência às normas vigentes e minimizar o risco operacional, por
Em despesas antecipadas está registrado o montante de R$23.479,12 (vinte e três mil, quatrocentos e setenta e nove reais e assistência aos cooperados, seus familiares e empregados da cooperativa; e meio da adoção de boas práticas de gestão de riscos, na forma instruída na Resolução CMN nº 3.380/2006.
doze centavos), referente a prêmios de seguros, serviços de auditoria externa e apoio cultural. Conforme preceitua o artigo 11 da Resolução CMN 3.721/2009, o SICOOB CREDIUNAÍ aderiu à estrutura única de gestão
Os resultados decorrentes de atos não cooperativos são destinados ao FATES. do risco operacional do SICOOB, centralizada na Confederação Nacional das Cooperativas do SICOOB Ltda. (SICOOB
Confederação), a qual se encontra evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br.
8. Investimentos c) Reserva Legal
O processo de gerenciamento do risco operacional está estruturado com base no preenchimento de Listas de Verificação
Representada pelas destinações estatutárias das sobras, no percentual de 35%, utilizada para a reparar perdas e atender de Conformidade (LVC), baseadas na metodologia Controll Self Assessment (CSA), processo por meio do qual, sob a
O saldo é representado por aportes de capital e o recebimento de distribuição de sobras efetuadas pelo SICOOB CENTRAL ao desenvolvimento de suas Atividades. responsabilidade da Diretoria Executiva e a coordenação do Agente de Controle Interno e Risco, são identificadas situações
CREDIMINAS e aquisição de ações do BANCOOB, conforme demonstrado: de risco que são avaliadas quanto ao impacto e à probabilidade de ocorrência, de forma padronizada.
d) Sobras Acumuladas
Para as situações de risco identificadas são estabelecidos planos de ação, com a aprovação da Diretoria Executiva, que são
Descrição 31/12/2010 31/12/2009
As sobras são distribuídas e apropriadas conforme Estatuto Social, normas do Banco Central do Brasil e posterior deliberação registrados em sistema próprio para acompanhamento, pelo Agente de Controle e Risco.
Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais Ltda.
1.632.264,67 1.210.281,49 da Assembleia Geral Ordinária (AGO). Atendendo à instrução do BACEN, através da Carta Circular 3.224/06, o Fundo de
SICOOB CENTRAL CREDIMINAS
Assistência Técnica, Educacional e Social – FATES, é registrado como exigibilidade, e utilizado em despesas para o qual se Da mesma forma, perdas operacionais ocorridas têm as causas e as ações de mitigação identificadas, sendo as informações
Banco Cooperativo do Brasil S.A. – BANCOOB 46.861,94 46.861,94 devidamente registradas em sistema informatizado, para acompanhamento pelo Agente de Controle e Risco.
TOTAL 1.679.126,61 1.257.143,43 destina, conforme a Lei 5.764/71.

Em Assembléia Geral Ordinária, realizada em 27 de março de 2010, os cooperados deliberaram pelo aumento do Capital Não obstante a centralização do gerenciamento do risco operacional, o SICOOB CREDIUNAÍ possui estrutura compatível
9. Imobilizado de uso social com as sobras do exercício findo em 31 de dezembro de 2009, no valor de R$894.759,07 (oitocentos e noventa e com a natureza das operações, a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição
quatro mil, setecentos e cinqüenta e nove reais e sete centavos). ao risco operacional.
Demonstrado pelo custo de aquisição, menos depreciação acumulada. As depreciações são calculadas pelo método linear,
com base em taxas determinadas pelo prazo de vida útil estimado conforme abaixo: 19. Resultado de atos não cooperativos Risco de Mercado
O gerenciamento do risco de mercado do SICOOB CREDIUNAÍ objetiva garantir a aderência às normas vigentes e minimizar
O resultado de atos não cooperativos tem a seguinte composição: o risco de mercado, por meio das boas práticas de gestão de riscos, na forma instruída na Resolução CMN nº 3.464/2007.

Taxa de Conforme preceitua o artigo 11 da Resolução CMN nº 3.721/2009, o SICOOB CREDIUNAÍ aderiu à estrutura única de
Descrição 31/12/2010 31/12/2009
Depreciação Descrição 31/12/2010 31/12/2009 gestão do risco de mercado do SICOOB, centralizada no Banco Cooperativo do Brasil S.A. (BANCOOB), a qual encontra-se
Terrenos - 200.000,00 200.000,00 Receita de prestação de serviços 248.713,76 189.723,43 evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br.
Edificações 4% 1.329.379,93 1.329.379,93 Despesas específicas de atos não cooperativos (34.300,33) (32.424,16) No gerenciamento do risco de mercado são adotados procedimentos padronizados de identificação de fatores de risco, de
Instalações, Móveis e Equipamentos 10% 257.311,71 205.669,71 Despesas apropriadas na proporção das receitas de atos não cooperativos (105.291,49) (77.822,25) classificação da carteira em trading e banking, de mensuração do risco de mercado (Value at Risk – VaR), de estabelecimento
Sistema de Processamento de Dados 20% 329.667,63 266.009,31 Resultado operacional 109.121,94 79.477,02 de limites de risco, de testes de estresse e de aderência do modelo de mensuração de risco (backtesting do VaR).
Sistema de Comunicação 10% 3.168,99 1.824,33 Receitas (despesas) não operacionais, líquidas 16.551,87 3.664,27
Lucro antes do imposto de renda e da contribuição social 125.673,81 83.141,29
Sistema de Segurança 10% 60.089,20 59.754,20 Para as situações de risco identificadas são estabelecidos planos de ação, com a aprovação da Diretoria Executiva, que são
Imposto de renda e contribuição social (35.274,80) (19.510,32)
Sistema de Transporte 20% 40.374,40 40.374,40 registrados em sistema próprio para acompanhamento, por parte do Agente de Controle e Risco.
Resultado de atos não cooperativos (lucro líquido) 90.399,01 63.630,97
TOTAL 2.219.991,86 2.103.011,88
(-) Depreciação Acumulada (514.357,55) (386.977,88) Não obstante a centralização do gerenciamento do risco de mercado, o SICOOB CREDIUNAÍ possui estrutura compatível
TOTAL 1.705.634,31 1.716.034,00 20. Pagamento de Juros ao Capital com a natureza das operações, a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição
ao risco de mercado da entidade.
10. Diferido O SICOOB CREDIUNAÍ remunerou juros ao capital no exercício de 2010 no montante de R$210.625,89 (duzentos e dez mil,
seiscentos e vinte e cinco reais e oitenta e nove centavos), e em 2009 no montante de R$517.280,56 (quinhentos e dezessete Risco de Crédito
Nesta rubrica registram-se as benfeitorias realizadas nas propriedades de terceiros, e pelos softwares adquiridos, registrados mil, duzentos e oitenta reais e cinqüenta e seis centavos). Os critérios do pagamento de juros ao capital obedeceram a Lei O gerenciamento de risco de crédito do SICOOB CREDIUNAÍ objetiva garantir a aderência às normas vigentes, maximizar
pelos custos incorridos nas benfeitorias e pelo custo de aquisição, respectivamente. Complementar 130, artigo 7º, de 17 de abril de 2009. A remuneração anual foi limitada ao valor da taxa referencial do Sistema o uso do capital e minimizar os riscos envolvidos nos negócios de crédito por meio das boas práticas de gestão de riscos.
Especial de Liquidação e de Custódia – SELIC. O referido pagamento foi demonstrado na Demonstração de Sobras ou
Descrição Taxa de Amortização 31/12/2010 31/12/2009 Perdas – DSP e na Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido - DMPL, conforme Carta Circular BACEN nº 2.739, Conforme preceitua o artigo 10 da Resolução CMN nº 3.721/2009, o SICOOB CREDIUNAÍ aderiu à estrutura única de
Benfeitorias 10% 22.119,74 22.119,74 artigo 3º. gestão do risco de crédito do SICOOB, centralizada no Banco Cooperativo do Brasil S.A. (BANCOOB), a qual encontra-se
Programa de Computador - Software 20% 5.937,02 10.701,02 evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br.
TOTAL 28.056,76 32.820,76 21. Partes Relacionadas
(-) Amortização Acumulada (10.959,12) (12.721,56) Compete aos responsáveis pela estrutura centralizada de riscos a padronização de processos, de metodologias de análises
TOTAL 17.097,64 20.099,20 As partes relacionadas existentes são as pessoas físicas que têm autoridade e responsabilidade de planejar, dirigir e controlar de risco de clientes e de operações, de criação e de manutenção de política única de risco de crédito para o SICOOB, além
11. Depósitos as atividades da cooperativa e membros próximos da família de tais pessoas. do monitoramento das carteiras de crédito das cooperativas.

Os depósitos à vista não são remunerados. Os depósitos a prazo recebem encargos financeiros contratados. As operações são realizadas no contexto das atividades operacionais da Cooperativa e de suas atribuições estabelecidas Não obstante a centralização do gerenciamento de risco de crédito, o SICOOB CREDIUNAÍ possui estrutura compatível com
em regulamentação específica. a natureza das operações, com a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição
ao risco de crédito da entidade.
Descrição 31/12/2010 31/12/2009 As operações com tais partes relacionadas não são relevantes no contexto global das operações da cooperativa, e
Depósito à Vista 14.104.501,28 9.917.339,51 caracterizam-se basicamente por transações financeiras em regime normal de operações, com observância irrestrita das
Depósito a Prazo 11.819.009,51 9.310.563,11 limitações impostas pelas normas do Banco Central, tais como movimentação de contas correntes, aplicações e resgates Unaí (MG), 31 de dezembro de 2010.
Outros Depósitos 18.307,17 - de RDC e operações de crédito.
TOTAL 25.941.817,96 19.227.902,62
Os depósitos, até o limite de R$60.000,00 (Sessenta mil reais), por CPF/CNPJ, estão garantidos pelo Fundo Garantidor do As garantias oferecidas em razão das operações de crédito são: avais, garantias hipotecárias, caução e alienação fiduciária.
SICOOB - FGS, o qual é um Fundo constituído pelas Cooperativas do Sistema SICOOB, regido por regulamento próprio.
Montante das operações ativas e passivas no exercício de 2010: ________________________________ _________________________________
Além das garantias prestadas pelo FGS, o SICOOB SISTEMA CREDIMINAS possui o seu próprio Fundo Garantidor de José Augusto de Carvalho Demilson Carvalho Rodrigues
Depósitos – FGD, que tem por finalidade efetuar o saneamento econômico-financeiro e/ou fortalecimento patrimonial, bem Diretor - Presidente Diretor – Financeiro
como prestar garantias de crédito nos termos e limites do Estatuto Social e Regulamento próprio, às operações de crédito MONTANTE DAS OPERAÇÕES ATIVAS % em relação à carteira total
realizadas entre as Cooperativas participantes e instituições como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – 1.713.662,35 4,24%
MAPA, BDMG, BANCOOB e outros bancos parceiros e nas hipóteses de descentralização, liquidação e/ou exclusão. MONTANTE DAS OPERAÇÕES PASSIVAS
% em relação à carteira total ________________________________ __________________________________
(depósito a prazo)
12. Relações interfinanceiras / Obrigações por empréstimos e repasses - Pedro Nilson Leite Sheila Carmen de Queiroz
-
Diretor – Administrativo Contadora – CRC/MG 089.914
São demonstradas pelo valor principal acrescido de encargos financeiros e registram os recursos captados junto a outras
instituições financeiras para repasse aos associados em diversas modalidades (art. 37, da Resolução CMN nº 3.859/2010) e Operações ativas e passivas – saldo em 31/12/2010:

Parecer do Conselho Fiscal RELATÓRIO DE AUDITORIA SOBRE


AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
O Conselho Fiscal do SICOOB CREDIUNAI – Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro
Ao Conselho de Administração, Administração e Cooperados da
Ltda, reunido em 14/03/2011, em cumprimento do art. 40, letra/iten “II”, do Estatuto Social, declara para COOPERATIVA DE CRÉDITO DE UNAÍ E NOROESTE MINEIRO LTDA.
os devidos fins legais e estatutários, que procedeu o exame em todos os documentos e peças contábeis, SICOOB CREDIUNAÍ
Unaí - MG
que compreendem o Balanço Patrimonial, relativo ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2010.
Prezados Senhores:
Examinamos as demonstrações contábeis da Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro Ltda. - SICOOB CREDIUNAÍ, que compreendem o balanço patrimonial
Na opinião deste Conselho, as Demonstrações Contábeis, lidas em conjunto com as notas explica- em 31 de dezembro de 2010 e as respectivas demonstrações de sobras ou perdas, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o exercício findo
naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas.
tivas, representam adequadamente em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da
Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro Ltda - SICOOB CREDIUNAI, em 31 de dezembro de 2010. Responsabilidade da administração sobre as demonstrações contábeis
A administração da Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro Ltda. - SICOOB CREDIUNAÍ é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas
demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a
Assim, somos unânimes e favoráveis à aprovação das demonstrações financeiras relativas ao elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro.

período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2010. Responsabilidade dos auditores independentes


Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas
brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com
o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos
selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do
Unaí-MG, 14 de março de 2011 julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa
avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da Cooperativa
para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles
internos da Cooperativa. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela
José Gonçalves da Silva administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente
e apropriada para fundamentar nossa opinião.
Coordenador do Conselho Fiscal
Opinião
Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da
Nilton Garcia da Silva Cooperativa de Crédito de Unaí e Noroeste Mineiro Ltda. - SICOOB CREDIUNAÍ em 31 de dezembro de 2010, o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa
para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil,
Secretário do Conselho Fiscal aplicáveis às instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Belo Horizonte, 04 de março de 2011


Gilberto Pereira Borges Alexandre Marx Victor Rodrigues
Conselheiro Efetivo Contador CRC MG 068.570/O-1
CNAI 1909
Página 14 15 a 31 de Março de 2011

Antério apresenta pauta de reivindicações


ao secretário de Estado de Defesa Social
O prefeito de Unaí, An-
Texto e fotos: www.prefeituraunai.mg.gov.br

tério Mânica, apresentou no


dia 21 de março uma pauta
de reivindicações ao secretá-
rio de Estado de Defesa So-
cial, Lafayette Andrada, que
esteve em Unaí para reunião
com os comandos regionais
da Polícia Militar, Polícia
Civil, Corpo de Bombeiros e
Sistema Prisional. Durante a
reunião, no auditório do Sa-
ae, os chefes das corporações
(sediadas em Unaí) apresen-
taram resultados do planeja-
mento da Segurança Pública
desenvolvido no Noroeste de Prefeito Antério assiste à apresentação do Diagnóstico Na mesa de autoridades, ladeado por Lafayette
Minas. da 16ª Risp ao lado do secretário Lafayette Andrada. Andrada e por comandantes das corporações da
Entre as reivindicações Ao fundo o vice prefeito Branquinho Segurança Pública do Estado, o prefeito Antério Mânica
do prefeito: construção em apresenta a lista de reivindicações do município
Unaí das unidades físicas da licitada pelo Governo do Es- Antonio Anastasia. “O presí- nicípio pela manutenção das Outra novidade para Unaí mais barato e eficiente in-
Risp (Região Integrada de tado. Doamos terrenos para dio tem capacidade para 110 parcerias com os órgãos de é a implantação do Progra- vestir no atendimento bási-
Segurança Pública); da Aisp a construção da Aisp, Risp, detentos e hoje guarda mais segurança pública, “a fim de ma de Segurança da Famí- co à família, na prevenção,
(Área Integrada de Seguran- PPI, Casa do Comando da de 200. É um barril de pólvo- enfrentar os bandidos que es- lia, projeto preventivo e de já que depois de instalada a
ça Pública); do Posto de Pe- Polícia Militar e para o novo ra que pode explodir a qual- tão cada vez se aperfeiçoan- atendimento básico inspira- doença requer investimentos
rícias Integradas (PPI); Casa Presídio Municipal. Então, quer momento”, o prefeito do mais em suas ações”. do no Programa de Saúde da em diagnósticos caríssimos,
do Comando da Polícia Mili- nossa expectativa é muito alertou. O secretário Lafayette Família (PSF), desenvolvido intervenções complexas”, ar-
tar; Novo Presídio Municipal grande em ver essas obras   Andrada ouviu as reivindi- pelo SUS (Sistema Único de gumentou Lafayette Andra-
e Centro de Ressocialização realizadas”, disse o prefeito. Parceria de resultados cações dos representantes Saúde). O projeto-piloto será da, “é mais fácil e eficiente
do Menor. Antério demonstrou preo- Unaí-Estado do noroeste, inclusive do implantado em Unaí e depois combater o crime antes de
“No nosso governo, ad- cupação particular pela situ- Na abertura da reunião prefeito Mânica, e prometeu “exportado” para outros mu- sua instalação, investir em
quirimos terreno e doamos ação do Presídio Municipal, de trabalho o prefeito Anté- estudar para inserir no cro- nicípios de Minas Gerais. ações preventivas. Parabéns
para o Centro de Ressocia- segundo ele, receio inclusive rio Mânica afirmou que há nograma de investimentos  “Da mesma forma que aos gestores da segurança
lização do Menor, obra já já revelado ao governador um grande esforço do mu- do Estado.  no setor de saúde fica muito pública local pela iniciativa”.

Ação Solidária no Bairro Mamoeiro Texto e fotos: www.prefeituraunai.mg.gov.br


Em parceria com a
Prefeitura, Escola
A Secretaria Municipal de
Gestão Participativa e Assun-
munidades, ouvir da própria
boca das pessoas suas suges- Agrícola faz trabalho
tos Distritais (Segep) iniciou
o Programa de Ação Solidária
tões, reclamações ou reivin-
dicações ao poder público, é com alunos sobre
este ano pelo Bairro Mamo-
eiro, no dia 18 de março. O
muito importante”, afirmou o
secretário. conservação de solo
evento ocorreu na Escola Mu- Ao comemorar a ação so- Equipe da Secretaria Mu- viços de gradagem do solo
nicipal Tomaz Pinto da Silva lidária no Mamoeiro, a pre- nicipal de Agricultura esteve em terrenos da escola.
e beneficiou as comunidades sidente da Associação Comu- na Escola Agrícola no dia 23  
do Mamoeiro e adjacências, nitária do Bairro Santa Clara, de março para iniciar o de- Médio, técnico
com destaque para os servi- Flávia Pires – representando senvolvimento de um novo e pós-médio
ços nas áreas de saúde, social, as associações dos bairros vi- trabalho de parceria. Alunos A Escola Agrícola está
assistência jurídica, meio am- zinhos na solenidade oficial da escola acompanharam situada a 20 km do Centro
biente, esporte, lazer e bolsa de abertura   – afirmou que aula prática sobre conserva- de Unaí (sentido Paracatu),
família. No ano passado, a todos os bairros gostariam de ção de solo, via construção possui 319 alunos e oferece
Segep realizou quatro Ações ter um evento desse tipo. de terraços (curvas de ní- o curso Técnico em Agro-
Rurais. Confirmando o desejo de Diácono Gê: "Tão importante quanto a vel), serviço realizado por pecuária, que pode ser feito
“Esta é a primeira de mui- outros bairros pela gama de prestação de serviços, é a aproximação máquinas e equipamentos da simultaneamente ao ensino
tas ações solidárias que vamos prestação de serviços à co- do poder público com a comunidade" Prefeitura. médio em três anos, ou após
fazer este ano, vamos para os munidade, o Diácono Gê De acordo com Elói Cas- o ensino médio (seqüencial
povoados, distritos, vamos salientou que foi procurado tro, professor e coordenador pós-médio), somente com as
para os bairros, onde há um pelo presidente da Associação da área técnica da Escola disciplinas técnicas específi-
número muito grande de pes- Comunitária do bairro Novo Agrícola, a parceria da Pre- cas em um ano e meio. De-
soas que precisam de serviços Horizonte, que solicitou um feitura ajudou os alunos a pois de formados e, na condi-
públicos e que, às vezes, não Dia de Ação Solidária na re- entenderem na prática como ção de técnicos, são registra-
têm a oportunidade de bus- gião. “Assim como dividimos funciona o levantamento de dos no Crea-MG (Conselho
car esses serviços no dia-a- a zona rural em cinco núcleos terraços – medição e nive- Regional de Engenharia, Ar-
-dia, até mesmo pelo custo”, para o programa de Ação Ru- lamento do terreno onde há quitetura e Agronomia).
declarou o vice-prefeito José ral, podemos fazer também na declividade e podem ocorrer O que tem garantido o
Gomes Branquinho, durante a cidade”, considerou Diácono erosões. fôlego e a sobrevivência da
abertura dos trabalhos. Gê. Secretário Municipal de Escola Agrícola, segundo o
Para o secretário de Ges-  A próxima ação solidá- Agricultura, Petrônio Ro- professor Elói, é a parceria
tão Participativa, Diácono ria de prestação de serviços cha afirma ser a Prefeitura com o poder público, a ini-
Gê, um dos grandes trunfos – desta vez Ação Rural – , parceira da Escola Agrícola ciativa privada e as coope-
das ações rurais e solidárias realizada pela Administração também na construção de um rativas unaienses. “Parceiros
é a aproximação do poder Municipal e parceiros, acon- galpão onde funcionará uma como a Prefeitura é que não
público com as comunidades. tecerá em abril no distrito de "Esta é a primeira ação solidária de muitas que pequena agroindústria e na deixaram a unidade fechar”,
“Conhecer a realidade das co- Garapuava. vamos fazer este ano", declarou o vice-prefeito cessão de máquinas para ser- desabafa.

Mutirão de cirurgias de catarata feito no Hospital


Municipal beneficia 182 pacientes de Unaí
Texto e foto: www.prefeituraunai.mg.gov.br
O Hospital Municipal de Das 294 cirurgias reali- para pagamento da mão-de- e atendimento à demanda
Unaí “Doutor Joaquim Bro- zadas durante o mutirão de -obra especializada e o mu- espontânea que estava repri-
chado” teve parte de sua outubro, 120 beneficiaram nicípio providencia todo o mida.
rotina interna alterada entre pacientes de Unaí. Agora restante: equipamentos, me- A demanda surgiu princi-
os dias 24 a 27 de março. somente moradores do mu- dicamentos e profissionais palmente dos atendimentos
Isso porque o município re- nicípio foram operados. Do auxiliares, entre servidores feitos pelo setor público de
alizou mais um mutirão de total de pacientes benefi- efetivos e colaboradores das oftalmologia do município,
cirurgias de catarata. Foram ciados pela operação, 80% escolas de enfermagem da localizado no Nasf (Núcleo
feitas cerca de 180 interven- possuem mais de 60 anos de Factu e Unitec. de Apoio à Saúde da Famí-
ções cirúrgicas em pacientes idade. Foi uma média de 46 A ação, explica o secre- lia), na avenida Governador
de Unaí. O último mutirão intervenções por dia. tário José Gonçalves (Saú- Valadares, 2.356, e também
de cirurgias de catarata reali- O mutirão resulta de par- de), atendeu a duas frentes: dos atendimentos do Pro-
zado no Hospital Municipal ceria entre as Secretarias pacientes que haviam fei- grama de Saúda da Família
ocorreu no mês de outubro e Municipal e Estadual de to a cirurgia em apenas um (PSF) e dos agentes comuni-
beneficiou pacientes de oito Saúde. O aporte de recursos dos olhos e voltaram para tários de saúde que cobrem a 182 pacientes de Unaí foram atendidos no
municípios do noroeste. do Estado é de R$ 83 mil completar o procedimento área rural de Unaí. último multirão de operação de catarata
Página 15 15 a 31 de Março de 2011

Buritis comemora 48 anos com grande festa


Por Luciana Menezes alegria incontestável do po-
vo da cidade. O evento teve
O aniversário de emanci- uma infra-estrutura surpre-
pação político-administrati- endente, além da segurança,
va do município de Buritis que foi reforçada especial-
foi comemorado nos dias mente para a data, a Polícia
28de fevereiro e 1º de março Militar esteve sempre pre-
em grande estilo. Os buri- sente para que as pessoas pu-
tienses acompanharam a so- dessem se divertir com tran-
lenidade oficial dos 48 anos. quilidade e segurança, isso
Muitas pessoas prestigiaram resultou em uma festa tran-
o evento, que contou com quila, sem nenhum registro
apresentações artístico-cul- de ocorrências relevantes.
turais e entrega de prêmios A Missa em Ação de Gra-
(sorteio da Aciab). ça foi celebrada pelo Monse-
O prefeito Dr.Keny Soares nhor João César na Igrejinha
e o vice-prefeito Dr.Clarindo (a primeira igreja da cidade)
Fonseca foram convidados a a qual contou com a presen-
subir ao palco. Com alegria, ça de autoridades e vários
convicção e seriedade em su- fiéis.
as palavras, Dr.Keny deixou A cidade de Buritis, que
transparecer sua satisfação: vem se desenvolvendo mui-
“hoje temos motivos para to ao longo desses últimos
agradecer e comemorar”,
disse citando que a cidade de
anos, é composta por um
povo trabalhador, honesto, FLASHES DO ANIVERSÁRIO
Buritis obteve muitos inves- gente humilde, que luta em
timentos e melhorias na edu- busca de um mundo melhor,
cação, saúde, infraestrutura, de um município melhor.
e por isso conta sempre com Esses agradecem e afirmam
a colaboração de todos. que eventos como esse traz
Pelo sexto ano consecu- alegria e esperança para o
tivo, a atual administração coração de cada um que vive
celebra o 1° de março, que nessa cidade, formando um
desde então sempre foi mui- verdadeiro exército de pes-
to bem comemorado e lem- soas entusiasmadas e con-
brado, o qual ofereceu vá- fiantes.
rias atrações como: corrida O prefeito agradece a to-
ciclística, passeio ciclístico, das as pessoas que percor-
rua de lazer (participação reram essa longa caminhada
do SESC de Paracatu), des- e acreditaram em suas pro-
file de cavaleiros, cinema e postas como o meio mais
shows musicais com a banda verdadeiro para se obter o
Nova York e a dupla sertane- progresso e o bem-estar do
ja Marcelo e Henrique, que povo, porém, maior ainda é
com seus repertórios atraen- a sua determinação, coragem
tes e envolventes, fizeram o e a certeza de que a adminis-
povo presente dançar até a tração está no rumo certo.
madrugada. Também foram Nestes tempos de mudanças,
realizadas várias ações de seguem todos rumo à me-
utilidade pública em parce- lhoria.
ria com as secretarias muni- “Essa foi uma forma que
cipais. encontramos para agradecer
Não poderia ter sido me- e comemorar com toda a
lhor a festa que agradou a população a passagem desta
gregos e troianos, a praça importante data”, salientou o
da juventude testemunhou a prefeito Dr.Keny Soares.

Carnaval em Buritis 2011, aqui a tristeza pula de alegria!


Por Luciana Menezes vários banheiros químicos ões, que puderam contar com cou por conta do Dj Gustavo dos foliões que dançaram até A administração agradece
e também na segurança dos uma extensa tenda montada Galvão. a madrugada foi a animadís- aos funcionários municipais
O Carnaval em Buritis foliões, bem como a do exí- no circuito do carnaval, para No Sábado, dia 05, a ani- sima Banda Tropicália. pelos incansáveis serviços
vem se tornando um dos mio reforço da Polícia Mili- haver mais conforto e prote- mação ficou por conta da E, incansavelmente, co- prestados e a todos os foliões
melhores carnavais do noro- tar juntamente com o corpo ção. Banda Mitiê, que com seus mo se não bastasse, um pú- por terem contribuído com
este mineiro, isso tudo se dá de bombeiros, tudo isso sem Na tarde de sexta-feira dia ritmos alucinantes e envol- blico de aproximadamente sua presença e alegria. E essa
devido ao investimento da contar com a hospitalidade 04, os jovens já começaram a ventes fez o povo dançar e 6.000(seis mil, segundo es- união foi a que resultou em
Prefeitura na qualidade das do povo buritiense. entrar no clima de carnaval, pular de alegria. timativa feita pelo corpo de um carnaval de sucesso.
bandas, na mega estrutura Apesar do tempo chuvoso, fazendo um aquecimento sob Dias 06 e 07, no domin- bombeiros) foliões, continua-
montada, na higienização do a chuva não atrapalhou em os inúmeros sons automoti- go e na segunda, respecti- ram com o mesmo pique du- Fotos: Luan Cordeiro
local da festa, contando com nada a animação dos foli- vos, e a diversão noturna fi- vamente, quem fez a alegria rante toda noite de terça-feira. www.portalburitis.com.br
Página 16 15 a 31 de Março de 2011

Hélio Machado recepciona o


secretário Elmiro Nascimento
O secretário de Agricultu-
ra, Pecuária e Abastecimen-
força, a representatividade da
querida Unaí perante a nossa
to de Minas Gerais, Elmiro rica Minas Gerais. Essa é a
Nascimento, visitou a cidade força que vem do campo,que
de Unaí, nesta quinta-feira, vem de nossa gente, que tra-
31 de março. Elmiro Nas- balha arduamente para fazer
cimento participou de um jus ao título de maior cida-
grande encontro com produ- de produtora de grãos, a de
tores rurais, representantes maior rebanho bovino e o de
de cooperativas, sindicatos, maior fornecedora de leite
associações, prefeitos de to- das cooperativas afiliadas à
da a região Noroeste, empre- Itambé do estado”, disse Hé-
sários e lideranças ligadas ao lio Machado na abertura do
agronegócio. O superinten- encontro.
dente do Banco do Brasil, o Ao finalizar, Hélio Macha-
representante da Vale – FCA, do destacou a mobilização
o presidente da Emater, o de- dos produtores rurais pelo
putado estadual Delvito Al- Código Florestal falando da
ves e o deputado federal Zé importância das alterações
Silva também participaram propostas em defesa dos
do encontro. produtores rurais. “É muito O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Unaí, Hélio Machado, na abertura do encontro que
O secretário de estado foi importante que todas as li- reuniu a classe agropecuarista do noroeste com o secretário de Estado de Agricultura, Elmiro Nascimento
recepcionado pelo presidente deranças ligadas ao setor ar-
do Sindicato dos Produtores regacem as mangas e façam
de Unaí, Hélio Oscar Macha- com que a voz do homem
do, que cuidou pessoalmente do campo seja ouvida. Esse
da organização do grandioso é o nosso dever, defender e
evento. O Salão Rural lotou trabalhar com muita dedica-
para a recepção do represen- ção por essa classe que tanto
tante estadual da agricultura produz e que orgulha a nação
e pecuária, que chegou cedo brasileira”.
e permaneceu até o começo O deputado estadual Del-
da tarde na sede do Sindicato vito Alves usou a palavra
Rural de Unaí. para pedir o apoio do secretá-
Hélio Machado dirigiu os rio de Estado da Agricultura,
trabalhos da mesa ladeado Pecuária e Abastecimento no
Delvito Alves, Zé Silva, Hélio Machado e Elmiro O Salão Rural lotou para o encontro que
pelo secretário Elmiro Nas- fortalecimento da agricultura
Nascimento com prefeitos do noroeste mineiro reuniu lideranças ligadas ao agronegócio
cimento e pelo deputado Del- familiar, obras de infra-estru-
vito. Ao se pronunciar, Hélio tura e geração de emprego e
fez agradecimentos, falou renda. “Temos certeza de o
sobre o importante momento governador Anastasia vai in-
em que vive Unaí e sobre a vestir ainda mais em obras
representatividade do muni- estruturais que apóiem o
cípio para o setor agropecu- crescimento de nossos muni-
ário. cípios. É também importante
“Unaí passa por um mo- criar políticas públicas volta-
mento particular de sua his- das ao crescimento e valori-
tória. Recebemos personali- zação do pequeno produtor
dades importantes de nossa rural. E ainda, Nós temos
política como o governador potencial para sermos muito
Antônio Anastasia, os sena- mais do que produtores de
dores Aécio Neves e Itamar matéria-prima, a região noro-
Presidente Hélio Machado, Osmar Leitão, O secretário Elmiro Nascimento e o presidente do
Franco, recentemente este- este deve começar a partici-
diretor do Sindicato , Elmiro Nascimento Sindicato Rural, Hélio Machado, com os presiden-
ve aqui também o secretário par do processo industrial, o
e o deputado Delvito Alves tes das cooperativas COANOR, COAGRIL e CAPUL
de Estado de Defesa Social, que possibilitará a geração de
Lafayete Andrada, e esses emprego e renda para a nossa Finalizando o encontro, o reunidos em um propósito só: potencial incrível de dobrar, mais e mais investimentos pa-
ilustres muito nos honraram população. Queremos contar secretário de agricultura, El- alavancar cada vez mais a nos- triplicar essa nossa produção e ra as nossas regiões, tornando
com suas presenças. Hoje, com o amigo que conhece o miro Nascimento, se dirigiu à sa produção e tornar não so- é por isso que estamos aqui em Minas Gerais um dos melhores
temos o prazer de recepcio- povo noroestino e criou uma classe agropecuarista do noro- mente a região noroeste, mas Unaí, no Noroeste, que repre- estados do Brasil”, finalizou o
nar o secretário de Estado identidade com essa região este. “Esta é a primeira cidade principalmente Minas Gerais, senta a pujança de Minas Ge- secretário.
da Agricultura e 1° suplente para nos apoiar com o seu em que realizamos uma reunião o celeiro do país e do mundo. rais, para pedir a integração de Também usaram a palavra o
do senador Aécio Neves, o dedicado trabalho junto ao como essa. Escolhemos estar Muitas pessoas não sabem o prefeitos, produtores, sindica- prefeito de Unaí, Antério Mâ-
amigo, Elmiro Nascimento. Governo de Minas, para que aqui por tudo que Unaí repre- que representa a agropecuária tos, cooperativas, associações nica, o presidente da Câmara
E não é só, dia sete de abril de uma vez por todas o Noro- senta não somente no presente, para a economia mineira. Toda e trabalhadores desta região Municipal de Unaí, o deputado
receberemos o secretário este de Minas deslanche para mas principalmente no futuro. a cadeia do agronegócio repre- que deslumbra o crescimento federal Zé Silva, os represen-
de Meio Ambiente, Adria- o desenvolvimento”, falou o Estamos aqui, com pequenos, senta hoje 35% da riqueza de mineiro para que a o agronegó- tantes do Banco do Brasil e da
no Magalhães. Isso mostra a deputado. médios e grandes produtores, nosso estado. Nós temos um cio se fortaleça, para que atraia Vale – FCA.

Hélio Machado e entidades mobilizam


agricultores pelo Código Florestal
“O produtor precisa dei- do Estado de Minas Gerais e 30 para 15 metros; que não 9:00h - Café da Manhã,
xar a fazenda e participar pelos sindicatos de produto- seja necessária a reserva com Missa Campal (gratuito)
desta mobilização nacional, res rurais. legal para áreas com até 4 10:00h - Execução do Hi-
se quiser que sejam ouvidas Para o presidente Hélio módulos e não de apenas 1 no Nacional
as propostas de mudanças no Machado, o Código da for- módulo e que as APP sejam Discursos e Shows Regio-
Código Florestal”. O apelo ma como está proposto pelos consideradas dentro do per- nais
é do presidente do Sindica- ambientalistas, inviabiliza centual de 20% obrigatórios 13:00h - Almoço, com ar-
to dos Produtores Rurais de das atividades rurais. “Nin- para reserva legal. roz carreteiro (gratuito)
Unaí, Hélio Oscar Machado. guém quer preservar mais Para a ida a Brasília, o Sin- 14:30h - Grande abraço
No dia 05 de abril, a enti- do que o produtor rural, no dicato dos Produtores Rurais dos participantes no Con-
dade quer levar produtores entanto, é preciso que ele se- e FAEMG irão disponibilizar gresso Nacional
rurais para participarem ja ouvido por ser ele o mais ônibus e alimentação para os Visita ao Congresso Na-
do Movimento pelo Códi- atingido com estas medidas”, participantes. A saída será cional
go Florestal, em Brasília, disse. as 05 hs da manhã, no pátio 17:00h - Retorno a Unaí
evento proposto pela CNA Segundo ele, a classe ru- do Parque de Exposições de
- Confederação Nacional da ral quer a redução da área Unaí. Na capital federal, a
Agricultura, pela FAEMG de preservação permanente programação no dia 05 de Mais informações pelo
- Federação da Agricultura (APP) nas faixas de rios de abril é a seguinte: telefone: (38) 3676-1235