Você está na página 1de 1

POLÍCIA FEDERAL

DELEGACIA DE REPRESSÃO A CORRUPÇÃO E CRIMES FINANCEIROS -


DELECOR/DRCOR/SR/PF/PR
Endereço: Rua Professora Sandália Monzon, 210 Santa Candida - CEP: 82640-040 - Curitiba/PR

Ofício nº 3922270/2021 - DELECOR/DRCOR/SR/PF/PR


Curitiba/PR, 23 de agosto de 2021.
URGENTE - PRAZO DE 30 DIAS - SIGILOSO
À Direção Jurídica das empresas
CAMARGO CORREA/CCCP/CCCC/MOVER (cf. ACORDO DE LENIÊNCIA)
Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1909 (MOVER); Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1327-
(CCCP/CCCC) 14 Andar; São Paulo / SP - Cep: 04543-011; E-mail:
vinicius.sciarra@camargocorrea.com; (CCCP) mariane.sertori@moverpar.com.br;
(MOVER); 11 278745666 (Secretária Bianca - recepção) 11 2383.9000 (Secretária Patrícia -
recepção)

Assunto: Informações (solicita)


Referência: 2021.0018210-SR/PF/PR (favor mencionar na resposta)
anexo evento 17.

   Senhores Diretores,

   Em cumprimento à determinação de DANTE PEGORARO LEMOS, Delegado de Polícia


Federal e visando instruir os autos do caso IPL 2021.0018210-SR/PF/PR, e conforme observado
pelo MPF no Evento 17 dos autos Eproc50117452520194047000/PR (em anexo) e o constante da
portaria inaugural, trata-se de inquérito policial instaurado para apurar a possível ocorrência
do delito previsto no artigo 1º, da Lei nº 9.613/98, decorrente dos antecedentes descritos
nos artigos 317 e 333, ambos do Código Penal, em razão de ROSANA CAMARGO DE ARRUDA
BOTELHO, conhecedora dos esquemas de corrupção da empreiteira CAMARGO CORREA, ter
realizado pagamento de propina a pessoas envolvidas na Operação Lava Jato (a exemplo de
GUIDO MANTEGA e PAULA MANTEGA), bem como ter dissimulado, para benefício próprio, a
origem de recursos ilícitos recebidos pela empreiteira: (a) mediante movimentação atípica
realizada por meio de uma série de outras pessoas jurídicas, tais como as empresas Participações
Rio Vermelho, ACR Consultoria Estratégica, Galeria de Arte Juliana Benfatti Ltda, Dan Galeria
Comércio de Livros Quadros Ltda; Paulo Kuczy Escritório de Arte Ltda e Rocabot Participações e
Desenvolvimento de Negócios Ltda; (b) saques em espécie mediante uso de laranjas, tais como
EDNALDO SANTOS DA SILVA, MARRO CÉSAR DA SILVA ROCHA, HENRIQUE TADEU
ROCUMBACK e WALDIR LUIZ ANTUNES MONTEIRO; e (c) remessas ilegais ao exterior
mediante o uso da corretora FAIR CORRETORA DE CÂMBIO.
      Na esteira da manifestação ministerial do Evento 17, resumidamente acima exposto, solicito à direção da construtora
CAMARGO CORREA e demais empresas do grupo, tendo como referência ACORDO DE LENIÊNCIA, PROCESSO Nº
00190.021050/2015-25 para que, na condição de leniente e no praz o de 30 (trinta) dias, esclareça pormenorizadamente (por
petição) as operações suspeitas acima indicadas.

   Atenciosamente,
Documento eletrônico assinado em 23/08/2021, às 14h16, por WELINGTON HENRIQUES FERNANDES, Escrivao de Policia
Federal, na forma do artigo 1º , inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006. A autenticidade deste documento pode ser
conferida no site https://servicos.dpf.gov.br/assinatura/app/assinatura, informando o seguinte código verificador:
c2316cca9d13e55e1dd1e783378c5edd3eb3c877