Você está na página 1de 6

Refração da Luz - 6 questões

Questão 1)

Uma proposta de dispositivo capaz de indicar a qualidade da gasolina vendida em postos e, consequentemente,
evitar fraudes, poderia utilizar o conceito de refração luminosa. Nesse sentido, a gasolina não adulterada, na
temperatura ambiente, apresenta razão entre os senos dos raios incidente e refratado igual a 1,4. Desse modo,
fazendo incidir o feixe de luz proveniente do ar com um ângulo fixo e maior que zero, qualquer modificação no
ângulo do feixe refratado indicará adulteração no combustível.
Em uma fiscalização rotineira, o teste apresentou o valor de 1,9. Qual foi o comportamento do raio refratado?
Mudou de sentido.
Sofreu reflexão total.
Atingiu o valor do ângulo limite.
Direcionou-se para a superfície de separação.
Aproximou-se da normal à superfície de separação.
Resolução

Resposta Correta: E

Como a razão entre os senos dos raios incidente e refratado é 1,4, temos pela lei de Snell que:

Considerando nar = 1; e a razão entre os senos como 1,4, temos:


Concluímos que o índice de refração da gasolina é 1,4.
Para o teste realizado, a substância apresentou índice de refração 1,9. Como houve aumento do índice de
refração, o raio refratado se aproxima ainda mais da reta normal.

Questão 2)

Um arquiteto, em seu projeto mais recente, deseja fazer um teto \"aquático\", usar uma caixa de acrílico e
enchê-la de água de forma que quem olhar para cima observará água, em vez de gesso ou tiras de PVC, que
fazem o teto da maioria das casas. Para a iluminação, o arquiteto aplicará o conceito do ângulo limite de
incidência; dessa forma, ao acender a lâmpada, a \"piscina\" inteira será iluminada. Se o índice de refração do
acrílico é 1,49 e da água é 1,33, qual deve ser, aproximadamente, o seno do ângulo limite utilizado pelo arquiteto
para concretizar seu projeto?
0,45
0,60
0,75
0,90
1,12
Resolução

Resposta Correta: D

Questão 3)

Sempre que assistimos a um pôr do Sol, vemos o disco solar por vários minutos após ele ter descido além do
horizonte. A atmosfera terrestre é rarefeita no topo e densa no fundo. Como a luz se propaga mais rápido no ar
rarefeito do que no ar mais denso, a luz vinda do Sol consegue nos alcançar mais rapidamente se, ao invés de
seguir em linha reta, ela evitar o ar mais denso tomando um caminho alternativo mais elevado e mais comprido,
a fim de penetrar efetivamente na atmosfera de maneira mais íngreme. Como a densidade da atmosfera muda
gradualmente, a luz gradualmente é desviada, descrevendo uma trajetória final curva. Curiosamente, esse
caminho de mínimo tempo nos fornece um período diurno maior a cada dia.
HEWITT, Paul G. Fundamentos de Física conceitual. 9. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. p. 475.

O texto sugere, em sua descrição da posição aparente do Sol, um importante fenômeno ondulatório que ocorreu
com a luz por ele emitida ao atravessar as várias camadas da atmosfera. Esse fenômeno pode ser representado
em diversas situações cotidianas, entre elas, na formação
a) de imagens reduzidas nos retrovisores laterais dos carros.
b) da miragem do asfalto aparentemente molhado em um dia quente.
c) da imagem ampliada do rosto de uma pessoa em um espelho côncavo.
d) do colorido na superfície de um CD ou DVD quando exposta à luz do Sol.
e) do colorido na superfície de uma bolha de sabão quando exposta à luz do Sol.
Resolução

Resposta Correta: B

O fenômeno que o texto sugere com a descrição da posição aparente do Sol, no que se refere à luz ao atravessar
as diferentes camadas da atmosfera, é a refração da luz. Para explicar o aspecto molhado do pavimento de uma
rodovia em um dia quente, é necessário perceber que a luz vinda do céu ganha rapidez no ar próximo ao
pavimento, pois ele está mais aquecido e menos denso do que o ar que está por cima dele. Essa mudança de
velocidade que a luz sofre ao atravessar as várias camadas da atmosfera é chamada de refração.

Questão 4)

A banda larga brasileira é lenta. No Japão, já existem redes de fibras ópticas, que permitem acessos à internet
com velocidade de 1 gigabit por segundo (Gbps), o suficiente para baixar em um minuto, por exemplo, 80 filmes.
No Brasil, a maioria das conexões ainda é de 1 megabit por segundo (Mbps), ou seja, menos de um milésimo dos
acessos mais rápidos do Japão. A fibra óptica é composta basicamente de um material dielétrico (sílica ou
plástico), segundo uma estrutura cilíndrica, transparente e flexível. Ela é formada de uma região central envolta
por uma camada, também de material dielétrico, com índice de refração diferente ao do núcleo. A transmissão
em uma fibra óptica acontecerá de forma correta se o índice de refração do núcleo, em relação ao revestimento,
for
a) superior e ocorrer difração.
b) superior e ocorrer reflexão interna total.
c) inferior e ocorrer reflexão interna parcial.
d) inferior e ocorrer interferência destrutiva.
e) inferior e ocorrer interferência construtiva.
Resolução

Resposta Correta: B

Na fibra óptica, a luz fica confinada no interior do núcleo, sem penetrar na casca, sendo conduzida por reflexão
total, fenômeno que somente é possível quando o sentido de propagação da luz é do meio mais refringente para
o menos refringente. Portanto, o índice de refração do núcleo é maior que o da casca.

Questão 5)

Em um experimento, coloca-se glicerina dentro de um tubo de vidro liso. Em seguida, parte do tubo é colocada
em um copo de vidro que contém glicerina e a parte do tubo imersa fica invisível. Esse fenômeno ocorre porque a
intensidade da luz é praticamente constante no vidro.
parcela de luz refletida pelo vidro é praticamente nula.
luz que incide no copo não é transmitida para o tubo de vidro.
velocidade da luz é a mesma no vidro e na glicerina.
trajetória da luz é alterada quando ela passa da glicerina para o vidro.
Resolução

Resposta Correta: D

A glicerina e o vidro se confundem, pois têm o mesmo índice de refração, ou seja, a velocidade da luz é a mesma
nesses dois meios.

Questão 6)

Um dos discos clássicos do rock, o álbum The Dark Side of the Moon, do grupo inglês Pink Floyd, lançado em
1973, traz em sua capa uma bonita figura da luz branca sendo decomposta em um prisma óptico, o que
caracteriza o fenômeno da dispersão. Pelo que se conclui da ilustração, o prisma é de vidro (ou de material
semelhante) e está imerso no ar.
Cada frequência do espectro da luz branca sofre um desvio diferente na travessia do prisma, permitindo a
obtenção de um feixe policromático no qual se distinguem as cores fundamentais presentes, também, num arco-
íris.

A respeito do fenômeno da dispersão da luz no prisma, analise as alternativas abaixo e aponte a correta:
a) A cor que mais se desvia é a violeta, pois, ao refratar-se do ar para o vidro, sofre menor variação de velocidade
de propagação que as demais cores.
b) A cor que menos se desvia é a violeta, pois, ao refratar-se do ar para o vidro e do vidro para o ar, sofre maior
variação no comprimento de onda que as demais cores.
c) O diferente desvio sofrido por cada uma das cores componentes do espectro da luz branca é determinado
pelo índice de refração que o vidro apresenta para cada frequência, isto é, para a luz violeta ele apresenta maior
índice de refração que para a luz vermelha.
d) Na travessia do prisma, a cor de maior frequência sofre o menor desvio, enquanto que a cor de menor
frequência sofre o maior desvio.
e) O desvio sofrido por cada uma das cores componentes do espectro da luz branca é determinado pela variação
de frequência que cada uma delas sofre na refração do ar para o vidro e do vidro para o ar.
Resolução

Resposta Correta: C

O desvio de cada cor se dá devido ao índice de refração do vidro para cada frequência. Percebemos que o desvio
maior é sofrido pela cor violeta e o menor desvio é sofrido pela cor vermelha.

Questão 7)

Em um barco, encontra-se um pescador que olha verticalmente para baixo, para a água límpida de um lago
tranquilo. Em certo momento, ele vê um peixe a uma distância que parece ser de 60 cm da superfície livre da
água. Sabendo que o índice de refração da água vale e o do ar vale 1, a profundidade verdadeira em que se
encontra o peixe é
45 cm.
50 cm.
65 cm.
70 cm.
80 cm.
Resolução

Resposta Correta: E

Aplicando a equação do dioptro plano ao dioptro ar-água, tem-se:

Um raio de luz monocromática propagando-se no ar incide na superfície plana e horizontal do vidro A e sofre refração no
ponto O, onde o raio refratado forma 30° com a superfície do vidro A. Após, o raio sofre uma segunda refração (ponto O')
passando para o vidro B, formando um ângulo de refração de 30° com a reta normal à superfície deste vidro, conforme o
desenho abaixo. Sabendo que o índice de refração do vidro A é 1,5 e considerando √ 3=1,7 , calcule o valor do índice de
refração do vidro B.

Você também pode gostar