Você está na página 1de 12

Prof. Dr. Eng.

Antonio Nunes Barbosa Filho


Introdução à Engenharia Legal

Introdução à
Engenharia Legal

Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho


Departamento de Engenharia Civil
Escola de Engenharia - UFPE
nunes@ufpe.br

Primórdios da Engenharia no Brasil

ESMATRA – 6ª Região
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

A presença da Engenharia no Brasil se iniciou pelo nordeste!


Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

O paradoxo da Engenharia:

• Onde estaria a humanidade se não


existisse a Engenharia tal como hoje a
conhecemos?

• Você já se questionou como certas coisas


tão presentes em nosso cotidiano existem?

 Um celular e os satélites?
 Um arranha-céu?
 A decolagem de um avião ?
 Como esta aula chegou até você?

• Observando as imagens ao lado, você se


maravilha com a Engenharia presente
nelas?

• Como um cidadão comum percebe a


Engenharia? E quanto a valoriza?
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

“De 1500 a 1822, do descobrimento à


independência, o Brasil exportou mercadorias
num total de 586 milhões de libras esterlinas.

Nesse total de valores, a que produção cabe o


maior contingente? Ao ouro, responder-se-á.
Não: o ouro contribuiu apenas com 170 milhões.

O café, só começou no fim, e, na nossa balança


comercial, pesava menos do que o arroz, do que
o algodão, do que o fumo, as madeiras, os
couros, e apenas um pouco mais que o cacau.
Sua exportação, no período colonial, não passou
de quatro milhões, no total.

Houve, do descobrimento à independência, um


produto que, sozinho, rendeu mais do que todos
os outros reunidos, aí incluindo-se os da
mineração: o açúcar, do qual exportamos 800
milhões de libras esterlinas”. 

AMARAL, Luís. História geral da agricultura


brasileira v. 1, p. 326, 1958.
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

• No mundo: 1506 (Veneza) – 1ª Escola Ocidental dedicada à formação técnica

No Brasil:

• 1648-1650: Miguel Timermans, no período holandês, contratado para


ensinar sua “arte e ciência”

• 1699: aulas de Fortificação (RJ)

• 1710: Aulas de Fortificação e Artilharia (BA)

1747: Escola de Pontes e Calçadas (França)

O inglês John Smeaton (1724-1792) se auto-intitulou “Engenheiro Civil”

1790: Academia Real de Fortificação, Artilharia e Desenho (Portugal)

• 1792: Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho


Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

Novas denominações:

• 1810: Academia Real Militar, seguida por West Point (EUA)

• 1822: Imperial Academia Militar

• 1835: Gabinete Topográfico – Topógrafos, Engenheiros de Estradas e


Cartógrafos

• 1832: Academia Militar da Corte

• 1840: Escola Militar

• 1858: Escola Central do Exército , conjugada ao Instituto Militar de Engenharia (IME)


– criação formal do Curso de Engenharia Civil

• 1874: Escola Politécnica do Rio de Janeiro, “Ensino das Engenharias” –


desvinculando- se da origem militar.

• 1875: Imperial Escola Agrícola da Bahia


Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

• 1876: Escola de Minas de Ouro Preto

• 1893: Escola Politécnica de São Paulo

• 1895: Escola de Engenharia de Pernambuco (EEP)

• 1896: Escola Politécnica do Mackenzie College (vinculada à New York University)

• 1905: O quê aconteceu com a EEP? Há controvérsias quanto aos motivos que levaram
ao seu fechamento.

• 1905-1925: Escola Livre de Engenharia, retornando ao final deste período à


denominação original

• 1912: Criação da Escola Politécnica de Pernambuco, hoje vinculada à UPE

• 1919: Fundação do Clube de Engenharia de Pernambuco (CEP), para a discussão


do papel do Engenheiro na Sociedade
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

Alguns engenheiros pernambucanos:

• José Mamede Ferreira (1820 – 1865)

• Luís Freire (1896 – 1963)

• Joaquim Cardozo (1897 – 1978)

• José Ermírio de Moraes (1900 – 1973)

• Newton da Silva Maia (1900 – 1973)

• Pelópidas da Silveira (1915 – 2008)

• Domingos Ferreira (

• Manoel Antonio de Moraes Rêgo

Um ilustre estrangeiro:
Louis-Léger Vauthier (1815 – 1901)
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal
Prof. Dr. Eng. Antonio Nunes Barbosa Filho
Introdução à Engenharia Legal

“Não há nada mais motivador para um


pesquisador de que ver o seu aprendiz
encantar-se com a mais óbvia das
descobertas, porque isso significa que ele
terá muito mais estímulo para ir além e
buscar descobrir, até mesmo, o infinito!”
Antonio Nunes Barbosa Filho

Você também pode gostar