Você está na página 1de 13

PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006

CONHECIMENTOS PROFISSIONAIS

As questões de 1 a 18 são relativas a armamento em geral.

1a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) “choke” é um estrangulamento junto ou próximo à boca do cano de uma


espingarda.
B. ( ) “poder de parada” é a capacidade que um projétil, disparado por arma de
fogo, possui de parar no corpo de um oponente.
C. ( ) a desmontagem do anel regulador de escape de gases do fuzil 7,62mm Imbel
(FAL), deve ser feita com atenção, precedido de um aquecimento e um
pequeno torque de 90º.
D. ( ) a carabina Puma .38 é uma arma de emprego coletivo.

2a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) a alimentação do fuzil 7,62mm Imbel (FAL) é feita através de um carregador


metálico, tipo cofre, com capacidade para 20 (reto) ou 30 (semicurvo)
cartuchos.
B. ( ) a escopeta calibre 12 Rossi não possui qualquer sistema de segurança.
C. ( ) a espingarda CBC calibre 12 586.P e o Rifle Riot Gun M-8111 são armas
exatamente iguais.
D. ( ) a carabina Puma .38 não possui qualquer sistema de segurança.

3a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) a espingarda CBC calibre 12 586.P possui apenas uma corrediça que liga a
telha ao ferrolho.
B. ( ) a Espingarda CBC calibre 12 586.P possui trava do gatilho.
C. ( ) a segurança maior de um revólver reside em acionar a tecla do gatilho.
D. ( ) a mola do disparador do fuzil 7,62mm Imbel (FAL) é cravada, não se deve
desmontar, a não ser para substituição, em manutenções de 2° escalão.

4a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) a retirada do punho posterior da submetralhadora Taurus calibre 9mm faz


parte da desmontagem pelo usuário.
B. ( ) a vida útil de um revólver .38 gira em torno de 100.000 tiros.
C. ( ) alcance com precisão ou alcance de utilização é o alcance em que um
atirador experiente é capaz de atingir, com pouco grau de certeza, um
quadrado de 30 cm de lado.
D. ( ) a carabina Puma .38 pode ser desmontada pelo usuário para manutenção.

1
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
5a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) após o desengatilhamento, ao soltar a tecla do gatilho, o impulsor do ferrolho


do revólver .38, por ação de sua mola, volta à sua posição de repouso, bem
como o gatilho e o cão.
B. ( ) armamento leve é aquele que somente é transportado por um só homem.
C. ( ) armas automáticas são aquelas que realizam, automaticamente, todas as
operações de funcionamento, com exceção do disparo.
D. ( ) a velocidade prática de tiro de um revólver .38 depende da habilidade do
atirador.

6a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) berdan, boxer e bateria são os três tipos de espoletas para recarga de


munição.
B. ( ) cada tecla do gatilho da escopeta calibre 12 Rossi comanda os dois cães.
C. ( ) carregar consiste em colocar a munição no carregador.
D. ( ) armas de repetição são aquelas que realizam, automaticamente, todas as
operações de funcionamento, incluindo o disparo.

7a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) carregar o fuzil 7,62 Imbel (FAL) consiste em introduzir o carregador


municiado na arma.
B. ( ) cilíndrica, cônica e garrafinha são os três tipos de espoletas para recarga de
munição.
C. ( ) classificada quanto ao funcionamento a escopeta calibre 12 Rossi é uma
arma de repetição.
D. ( ) denomina-se alcance útil a distância máxima em que um projétil poderá
causar efeitos traumáticos no homem.

8a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) existem cálculos científicos definitivos para a determinação exata do “poder


de parada”.
B. ( ) impulsor do gatilho com ressalto e calço de segurança na placa lateral;
impulsor do gatilho com ressalto de segurança e calço de segurança
acoplado ao gatilho e impulsor do gatilho tipo haste com mola e calço de
segurança acoplado ao gatilho são mecanismos de segurança das pistolas
Taurus calibre 9mm (PT92).
C. ( ) mesmo sendo, necessariamente, transportado por mais de um homem em
fardos, determinado armamento pode ser classificado como leve.
D. ( ) municiar é a ação de colocar o carregador na arma.

2
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
9a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) no sistema de Recuo do Cano (curto ou longo) o cano é fixo com dispositivo


de trancamento.
B. ( ) no fuzil 7,62mm Imbel (FAL), o disparador impedindo a queda do martelo
torna possível o tiro automático.
C. ( ) o acionamento da alavanca de comando da carabina Puma .38 deverá ser
feito com qualquer parte da mão.
D. ( ) o alcance máximo de um revólver calibre .38 é de 3000 metros.

10a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) o alcance prático de um revólver .38 gira em torno de 200 metros.


B. ( ) na submetralhadora 9mm Taurus “MT12” e “MT12A”, a função do extrator é
extrair o estojo da câmara.
C. ( ) as dimensões da câmara do Rifle Riot Gun calibre 12 são as mesmas da
espingarda calibre 12 CBC 586.P, comportando cartuchos com 76mm de
comprimento.
D. ( ) alcance máximo é o mesmo que alcance útil, compreendido a distância entre
a boca do cano da arma e o ponto de chegada do projétil.

11a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) o armamento leve somente é classificado como de porte e portátil, ficando a


classificação de não portátil somente para o armamento pesado.
B. ( ) o calibre 12 significa que o diâmetro do cano da arma corresponde a 12 mm.
C. ( ) efetuando a inspeção preliminar em um revólver .38 o usuário deve verificar:
limpeza, presença e fixação dos parafusos, engatilhamento nas duas ações,
retenção do tambor, estado do percussor, fixação das placas do punho e
aspectos de segurança.
D. ( ) o estojo de munição pode ser de fogo lateral ou de fogo circular.

12a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) um cartucho de munição é constituído de estojo, espoleta, carga de projeção


e projétil.
B. ( ) o Rifle Riot Gun M-8111 deve ser desmuniciado agindo-se em sua telha
móvel.
C. ( ) o sistema “blowback” é semelhante ao de recuo do cano com cano móvel e
trancamento.
D. ( ) o tubo carregador da espingarda CBC calibre 12 586.P comporta até 10 (dez)
cartuchos 12x70mm.

3
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
13a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:
A. ( ) o sistema de curto recuo do cano é utilizado em armas semi-automáticas ou
automáticas de maior potência visando minimizar os efeitos da pressão do
disparo sobre o mecanismo da arma.
B. ( ) os dois tipos de carregadores das submetralhadoras Taurus 9mm, “MT12” e
“MT12A” possuem capacidade de 30 ou 40 tiros e são de tamanhos
diferentes.
C. ( ) o revólver deve ser desmontado pelo usuário para sua manutenção.
D. ( ) o sistema de Ação dos Gases Sobre o Ferrolho também é conhecido por
Sistema “blowback” e uma de suas características básicas é não ser dotado
de trancamento.

14a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:


A. ( ) a parte mais fraca do cartucho é o culote do estojo, onde o projétil fica
engastado.
B. ( ) alimentar consiste na ação de colocar o carregador na arma.
C. ( ) quanto ao emprego, o armamento leve classifica-se em portátil e não portátil.
D. ( ) quanto ao funcionamento, o armamento leve classifica-se em de rajada e tiro-
a-tiro.

15a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:


A. ( ) quanto ao tipo, o armamento leve classifica-se em de antecarga e de
retrocarga.
B. ( ) quanto ao tipo, o Rifle Riot Gun M-8111 é classificado como uma arma de
porte.
C. ( ) são causas de apresentação defeituosa da munição em um revólver .38: o
retém do tambor gasto ou quebrado e o orifício onde se aloja o retém do
tambor obturado.
D. ( ) são causas de falha de extração em um revólver calibre .38: o retém do
tambor gasto ou quebrado e o orifício onde se aloja o retém do tambor
obturado.

16a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) virolada, cinturada e explosiva são os três tipos de espoletas para recarga de


munição.
B. ( ) a desmontagem de 2º escalão do extrator do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), é
feita com auxílio de uma ferramenta especial. Retirando o extrator, retira-se
com cuidado o impulsor do extrator de seu alojamento e sua mola.
C. ( ) um revólver calibre .38 não engatilha na ação simples porque apresenta a
alavanca de armar gasta.
D. ( ) o manejo do fuzil 7,62mm Imbel (FAL) é feito na seguinte ordem – municiar o
carregador, travar a arma, abrir a arma, alimentar a arma, carregar a arma,
apontar e disparar a arma.

4
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
17a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) engatilhamento é a operação de se colocar um cartucho na câmara em


condições de disparo.
B. ( ) fechamento consiste na obturação completa e perfeita da câmara pela culatra
ou ferrolho através de ressaltos, no momento do disparo.
C. ( ) trancamento consiste na obstrução da câmara pela parte anterior da culatra
ou ferrolho, sem nenhum dispositivo de fechamento.
D. ( ) os termos submetralhadora, subfuzil e metralhadora de mão correspondem
ao mesmo tipo de arma automática.

18a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) a função principal do sistema de Recuo do Cano é reduzir a velocidade do


projétil durante o disparo.
B. ( ) reparação é o ato de tornar o material ao estado de novo, pela desmontagem
do todo.
C. ( ) o armamento pode ser limpo, além dos solventes comuns, com soluções
aquosas (à base de água) com sabão ou carbonato de sódio.
D. ( ) conservação é o ato de retornar o material ao estado de disponível, pela
substituição de peças ou por outra ação necessária, incluindo a soldagem, o
esmerilhamento, a rebitagem, lanternagem, a regulagem, desempenamento e
a fosfatização.

As questões 19 e 20 são relativas a Submetralhadora Taurus 9 mmm, “MT12” e


“MT12A”.

19a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) o alcance útil das submetralhadoras Taurus 9mm, “MT12” e “MT12A” é de


2000m (dois mil metros).
B. ( ) as submetralhadoras Taurus 9mm, “MT12” e “MT12A” são alimentadas de
trás para frente.
C. ( ) as submetralhadoras Taurus 9mm, “MT12” e “MT12A” são classificadas
quanto ao funcionamento como armas semi-automáticas.
D. ( ) as submetralhadoras Taurus 9mm, “MT12” e “MT12A” são classificadas como
armas de emprego individual.

20a QUESTÃO – As duas diferenças básicas entre os modelos “MT12” e “MT12A” das
submetralhadoras Taurus 9 mm são:

A. ( ) o comprimento do cano e o seletor de tiro e segurança.


B. ( ) o percussor e a luva de fixação do cano.
C. ( ) o fundo do carregador e o punho anterior.
D. ( ) os registros de tiro e de segurança independentes e as dimensões da tecla
do dispositivo de segurança do punho.
5
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
As questões 21 e 22 são relativas a munições.

21a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) na fase de detonação o percussor golpeia a espoleta, produzindo uma


potente chama que é transmitida ao propelente (carga de pólvora).
B. ( ) na fase de extração, estando o cartucho na câmara, o mecanismo de
percussão incidirá sobre a espoleta ou cápsula, dando-se início à detonação.
C. ( ) na fase de queima do propelente, a pólvora de um cartucho explode, e
quanto mais rápida é a queima da pólvora mais potente será o cartucho.
D. ( ) na nomenclatura do estojo de munição, encontramos as seguintes partes:
espoleta, pescoço e perna.

22a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) munições são corpos carregados com explosivos ou agentes químicos


destinados a produzir danos.
B. ( ) explosivos são corpos carregados de agentes químicos destinados a produzir
danos.
C. ( ) a queima é a transformação do explosivo com velocidade de inflamação de
1000 a 2000 m/seg.
D. ( ) os altos explosivos são empregados para cargas de projeção.

As questões 23 a 25 são relativas ao revólver .38.

23a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) no revólver calibre .38 uma das causas de nega no disparo é estar com
placas do punho diferentes das originais.
B. ( ) no funcionamento do revólver .38 em ação dupla, ao acionar a tecla do
gatilho, o dente posterior superior do gatilho agirá sobre a alavanca de armar,
obrigando o cão a recuar.
C. ( ) no revólver calibre .38 uma das causas de nega no disparo é o cano mal
encaixado.
D. ( ) no revólver calibre .38 uma das causas de nega no disparo é o parafuso
retém do suporte do tambor estar apertado em excesso.

24a QUESTÃO – Quanto ao tipo o revólver calibre .38 classifica-se como sendo uma
arma:

A. ( ) portátil.
B. ( ) semi-portátil.
C. ( ) portátil.
D. ( ) porte.

6
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
25a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:
A. ( ) um revólver calibre .38 não engatilha na ação simples porque apresenta o
dente posterior inferior do gatilho quebrado.
B. ( ) no revólver calibre .38 uma das causas de nega no disparo é a ponta do
percussor gasta ou quebrada.
C. ( ) um revólver calibre .38 não engatilha na ação simples porque apresenta o
tambor fechado.
D. ( ) um revólver calibre .38 não engatilha na ação simples porque apresenta a
alavanca de armar quebrada.

As questões 26 a 29 são relativas ao fuzil calibre 7,62 mm Imbel (FAL).

26a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:


A. ( ) o mecanismo de segurança do fuzil calibre 7,62 mm Imbel (FAL) apresenta
as posições “S” (segurança) e “A” (rajada).
B. ( ) o princípio de funcionamento do fuzil 7,62mm Imbel (FAL) é obtido através da
tomada dos gases sobre ferrolho.
C. ( ) para se corrigir uma falha de percussão no fuzil 7,62mm Imbel (FAL), é
necessário reduzir o escape de gazes.
D. ( ) o manejo do fuzil 7,62mm Imbel (FAL) é feito na seguinte ordem – municiar o
carregador, colocar o registro de tiro e segurança em "S"), apoiar a arma,
puxar a alavanca de manejo, com a mão direita premer o retém do ferrolho,
soltar devagar a mão esquerda, colocar o carregador municiado na arma,
puxar o conjunto ferrolho e impulsor do ferrolho a retaguarda, o retém do
ferrolho o liberará. Após, soltar o conjunto, que ao se deslocar para frente
retirará um cartucho do carregador e o introduzirá na câmara, selecionar o
registro de tiro em "R" ou "A" de acordo com o regime de tiro desejado,
apontar e disparar a arma.

27a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) são causas de falha na apresentação ou alimentação do fuzil 7,62mm Imbel


(FAL), câmara suja, arma suja, cartucho defeituoso, ruptura de estojo.
B. ( ) são causas de falha na ejeção do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), câmara e retém
do ferrolho sujo, carregador defeituoso.
C. ( ) são causas de falha na extração do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), insuficiência
de gases, câmara suja, estojo sujo, extrator defeituoso.
D. ( ) são causas de falha no carregamento do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), excesso
de gás: o ferrolho recuo violentamente, percussor defeituoso.

7
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
28a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:
A. ( ) quando da desmontagem de 2º escalão do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), para
retirar o disparador de seu alojamento na caixa da culatra, girá-lo cerca de
120° efetuando leve pressão para trás. Continuar o movimento para a
retaguarda, até liberá-lo da caixa da culatra.
B. ( ) quando da desmontagem do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), ao adotarmos as
medidas preliminares devemos proceder da seguinte forma: abrir a arma, dar
dois golpes de segurança, travar, retirar a bandoleira.
C. ( ) quando da desmontagem do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), ao adotarmos as
medidas preliminares de segurança devemos proceder da seguinte forma:
abrir a arma, retirar o carregador, selecionar o regime de tiro, dar dois golpes
de segurança, travar o ferrolho, retirar o reforçador para tiro de festim e retirar
a bandoleira.
D. ( ) quando da desmontagem do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), ao adotarmos as
medidas preliminares de segurança devemos proceder da seguinte forma:
retirar o carregador, dar dois golpes de segurança, travar, retirar o reforçador
para tiro de festim e retirar a bandoleira.

29a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) são correções da falha na apresentação ou alimentação do fuzil 7,62mm


Imbel (FAL), limpar a câmara suja, limpar a arma suja, trocar o cartucho
defeituoso.
B. ( ) são correções da falha na ejeção do fuzil 7,62mm Imbel (FAL): limpar a arma,
reduzir o escape de gases.
C. ( ) são correções da falha na extração do fuzil 7,62mm Imbel (FAL): examinar,
limpar ou substituir o carregador, aumentar o escape de gases.
D. ( ) são correções da falha no carregamento do fuzil 7,62mm Imbel (FAL), limpar
a munição, examinar, limpar ou substituir o carregador e comunicar o fato.

A questão 30 é relativa a carabina Puma .38.

30a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) o acionamento da alavanca de comando da carabina Puma .38 deverá ser


feito com qualquer parte da mão.
B. ( ) o acionamento da alavanca de comando da carabina Puma .38 deverá ser
feito sempre com um ou quatro dedos no seu interior.
C. ( ) a carabina Puma .38 é uma arma semi-automática.
D. ( ) estando a carabina Puma .38 engatilhada e carregada, o usuário deverá
proceder conforme as regras de desmuniciamento, tentando desengatilhá-la
levando o cão à frente.

8
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
As questões de 31 a 40 são relativas a Pistola Taurus calibre 9mm (PT92).

31a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) No funcionamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), a abertura se dá


quando ao desengrazar-se do ferrolho, o cano completa o movimento
chamado de “curto recuo”. O ferrolho, entretanto continua recuando e se
afastando do cano, dando-se a abertura.
B. ( ) na pistola Taurus calibre 9mm (PT92) o trancamento é proporcionado pelo
mergulhador do bloco de trancamento.
C. ( ) o princípio de funcionamento da pistola Taurus calibre 9mm (PT92) é o
sistema “blowback”.
D. ( ) o espigão do tirante do gatilho da pistola Taurus calibre 9mm (PT92), no
momento do recuo do ferrolho, é forçado para baixo em decorrência da ação
de sua mola.

32a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.

A. ( ) Para a retirada do pino do registro de segurança da pistola Taurus cal. 9mm


(PT92), devemos proceder da seguinte maneira, engatilhar a arma, colocar a
armação sobre uma superfície plana, com o punho voltado para cima e sem
forçar o cão, com um toca-pino de diâmetro apropriado retirá-lo.

B. ( ) A retirada da armadilha da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), deve ser feita
com um toca-pino, deslocando o eixo para fora da armação, em seguida
retira-se a ferramenta, agir sobre a mola da armadilha deixando-a presa na
armação, em seguida com o auxilio de um alicate de bico terminar a
operação.

C. ( ) Quando da montagem do gatilho da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),


devemos proceder da seguinte forma, colocar a mola, deixando a pare de
encaixe para cima, colocar o gatilho na armação, colocar o eixo do gatilho da
direita para a esquerda.

D. ( ) No funcionamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), a extração do estojo


se dá quando ao final do curso do ferrolho este apresenta da nova munição.

9
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
33a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA:

A. ( ) quando da falha de alimentação da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), as


causas podem ser as seguintes, mola do carregador fraca ou defeituosa,
transportador defeituoso ou amassado.
B. ( ) para retirar o cão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), devemos proceder da
seguinte maneira, com um toca-pino, retirar o eixo do cão, retirar em seguida,
pela parte superior da armação o guia da mola do cão.
C. ( ) quando da desmontagem da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), ao retirarmos o
eixo do registro de segurança devemos engatilhar a arma, empurrar a
armadilha para baixo, liberar o cão e deixá-lo avançado.
D. ( ) quando da desmontagem de 3º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos adotar a seguinte rotina, retirar a mira do ferrolho, deslocar o eixo
do extrator, retirar o extrator, retirar o registro de segurança, retirar a
armadilha, retirar o retém do carregador, retirar o apoio da mola do cão,
retirar o cão.

34a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.

A. ( ) Quando da desmontagem da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), ao retirarmos o


retém do carregador, devemos proceder da seguinte forma, com a armação
apoiada, devemos com uma chave de fenda fazer um meio giro do parafuso
até o mesmo se encaixar no interior da peça, depois sacá-la pelo lado
oposto.
B. ( ) Quanto ao manejo da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), para se carregar a
arma, deve-se segurar firme o ferrolho com a mão fraca em sua parte
serrilhada, em seguida projetar a armação a frente, como se estivesse dando
um soco no ar, e soltar o ferrolho, deixando o mesmo ir a frente livremente.
C. ( ) Quando da falha de percussão (nega) da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), as
causas podem ser as seguintes, ponta do percussor gasto ou quebrado,
munição defeituosa, câmara com excesso de óleo.
D. ( ) Quando da desmontagem de 1º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos adotar à seguinte rotina, Retirar o ferrolho, retirar a haste-guia e
mola recuperadora, retirar o cano, retirar o bloco de trancamento, retirar as
placas do punho, desmontar o carregador.

10
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
35a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.

A. ( ) Quanto ao manejo da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), para se sanar uma
situação de pane de munição (negas) basta acionar o gatilho em ação dupla,
quando haverá novo engatilhamento pela ação do tirante e posterior
percussão, caso ocorra novamente, deve-se fazer o manejo do ferrolho.
B. ( ) No funcionamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), no primeiro processo
se dará da seguinte forma, destrancamento, extração, ejeção, apresentação
do cartucho, carregamento, fechamento, trancamento, desengatilhamento e
percussão.
C. ( ) Quando da desmontagem de 2º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos adotar a seguinte rotina, retirar a alavanca de desmontagem,
puxando-a para fora, retirar o retém do ferrolho com sua mola, retirar o tirante
do gatilho, com o auxilio de uma chave de fenda e retirar o gatilho com um
toca-pino.
D. ( ) Para maior segurança, quando da retirada do carregador da pistola Taurus
cal. 9mm (PT92), deve-se, sem executar o manejo da arma, observar se a
extremidade do extrator encontra-se saliente e destacando-se uma marca
vermelha. Em caso positivo significa que há um cartucho na câmara.

36a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.

A. ( ) Quando da desmontagem de 2º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),


devemos adotar a seguinte rotina, retirar o retém da alavanca de
desmontagem, retirar a alavanca de desmontagem através de um giro de 20º,
retirar o retém do ferrolho, através de movimentos oscilatórios, retirar o tirante
do gatilho, através da pressão no mola e retirar o gatilho com um toca-pino.
B. ( ) Quando da montagem da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), devemos proceder
observando a seguinte ordem, montar o cão, o retém do carregador, a
armadilha, o registro de segurança, o percussor e o extrator, o gatilho, o
tirante do gatilho, o retém do ferrolho, a alavanca de desmontagem, o
conjunto cano-bloco de trancamento, haste-guia e mola, placas do punho e
unir o conjunto armação ferrolho.
C. ( ) No funcionamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), a apresentação do
cartucho se dá quando o ferrolho, ao cair sobre o carregador, em seu
movimento horizontal, faz que este exponha o novo cartucho, levando-o a
rampa de alimentação para posteriormente este deslizar de forma
ascendente e em ação continua encaixado no fundo da câmara.
D. ( ) Quanto ao manejo da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), para se retirar o
carregador, devemos, estar empunhando a arma, pressionar o retém do
carregador com o polegar, e segurar o carregador que cairá livremente.

11
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
37a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.
A. ( ) O registro de segurança da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), é um dispositivo
projetado para uso ambidestro, localizado entre a parte superior das talas de
punho e a parte serrilhada do ferrolho onde se pega para fazer o manejo.
B. ( ) Quando da desmontagem do carregador da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos comprimir o ressalto da placa com um toca pino, em seguida, com o
polegar reter todo o conjunto devido a descompressão violenta da mola.
C. ( ) Quando da montagem do retém da alavanca de desmontagem da pistola
Taurus cal. 9mm (PT92), devemos colocar a alavanca no alojamento, girar o
seu ressalto para baixo (posição de desmontagem).
D. ( ) Quando da falha de engatilhamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos proceder da seguinte forma para solucionar o incidente, substituir o
tirante do gatilho, substituir a armadilha, substituir o cão.

38a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.


A. ( ) A trava do percussor da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), é um dispositivo
interno que fica permanentemente bloqueando este, impedindo seu avanço e
evitando acidentes de tiro.
B. ( ) Quando da montagem da armadilha da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos introduzir o ramo menor da armadilha no seu alojamento (em cima).
Introduzir o eixo da armadilha da direita para esquerda.
C. ( ) A retirada do ejetor da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), pode ser feita em
qualquer momento para manutenção e limpeza.
D. ( ) São mecanismos de segurança da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), trava do
percussor, registro de segurança, indicador de cartucho na câmara e
desarmador de cão.

39a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.


A. ( ) Quando da falha de desengatilhamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
as causas podem ser as seguintes, dente de engatilhamento do cão com
desgaste, mola do cão fraca ou quebrada, tirante com defeito, armadilha
quebrada
B. ( ) Quando da falha de carregamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos proceder da seguinte forma para solucionar o incidente, eliminar a
rebarba, limpar e lubrificar a câmara, remover o corpo estranho, substituir a
munição, substituir a mola recuperadora, substituir o carregador.
C. ( ) Quando da falha de percussão (nega) na pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos proceder da seguinte forma para solucionar o incidente. Substituir a
mola real, ajustar o percussor.
D. ( ) Para a retirada do registro de segurança da pistola Taurus cal. 9mm (PT92) é
importante prender a arma numa base fixa, com o registro de segurança
voltado para baixo, com o auxilio de um toca-pino ajustar a peça de apoio e
fazer movimentos oscilatórios para deslocar e extraí-lo.

12
PROVA DO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA O CAS/CASP MNT ARMAMENTO-2006
40a QUESTÃO – Marque a alternativa CORRETA.

A. ( ) Quando da falha de carregamento da pistola Taurus cal. 9mm (PT92), as


causas podem ser as seguintes, ponta do percussor aflorada, não deixa a
munição subir, câmara com excesso de óleo, retém do carregador gasto.
B. ( ) Quando da desmontagem de 3º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos adotar à seguinte rotina, Retirar o percussor, através do uso de um
toca-pino, retirar o ejetor, retirar o registro de segurança, através de
movimentos oscilatórios, retirar a armadilha, retirar o retém do carregador,
retirar o cão.
C. ( ) Quando da desmontagem de 3º escalão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92),
devemos adotar à seguinte rotina, retirar o ejetor, retirar o registro de
segurança, retirar a armadilha, retirar o retém do carregador, retirar o cão.
D. ( ) Para a retirada do apoio da mola do cão da pistola Taurus cal. 9mm (PT92) é
importante prender a arma numa base fixa, com o auxilio de um toca-pino
ajustar a peça de apoio e fazer movimentos de fricção até extrairmos a peça.

13

Você também pode gostar