Você está na página 1de 10

As Perguntas...

© 2007-2012 Al McAllister www.portalquantum.com

Todos os direitos reservados ao autor e donos do copyright dos textos, citações, fotos e
ilustrações contidos neste e-book. Imagens não do autor são “Fair Use”, uso ilustrativo,
educacional. Este PDF E MP3s; NÃO podem ser vendidos, seu material NÃO pode ser
copiado, reproduzido, adaptado, alterado em qualquer forma. Qualquer citação precisa ser
acompanhada da seguinte fonte: www.soubem.com

Notificação: o autor não se responsabiliza por quaisquer erros e omissões no texto, também
não se responsabiliza por danos sofridos pelo usuário do sistema, técnicas, descritos neste
PDF E MP3s. O leitor assume total responsabilidade pelo uso ou não do que é apresentado
aqui. Este material é oferecido unicamente para entretenimento, como informação
educacional. Os produtos e/ou tecnologias mencionados neste e-book e web sites associados
não tem a intenção de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer problema físico. Se
você sofre de alguma doença consulte um médico qualificado.
A mente não funciona 100% com afirmações, e sim com perguntas, e isso
é abordado e orientado nesse kit de Mp3s e PDF.

O manifestado (as respostas) é consequência de perguntas – a maior parte


das vezes inconscientes, e sustentado por elas.

Seja consciente: Mude suas perguntas - mude suas respostas (o


manifestado).

Bem vindo(a) a esse projeto de sintonia com o que o Colibri representa:


Abundância.

No momento você tem uma opinião formada sobre o que é a “abundância”,


e tem a ver com sua experiência de vida, agora. Isso é algo que ficará claro
e exposto a limpeza no Portal ao seguir a gravação.

Não vamos ocupar muito tempo com explicações e dados aqui nesse PDF
explicativo, ele é só uma apresentação com umas chaves importantes a
serem aplicadas no seu dia a dia de agora em diante – e que constam na
gravação em Mp3. É referência.
Essas chaves são testadas, tive a oportunidade de passá-las para algumas
pessoas em situações que elas puderam ser aplicadas. Funcionam como
ferramentas de chamada de atenção, declarações de sua consciência do
presente limpando o padrão indesejável e determinando mudanças.

Colibri: Uma nova visão.

Al McAllister

Recontando a História do Colibri

Antes de fechar a primeira parte do Workshop Atraindo a Prosperidade, eu


pensei em escrever para o Ihaleakalá Hew Len, o Dr. Len, lhe perguntando
se havia alguma ferramenta, seja ela uma frase, palavra ou até alimento,
especificamente para a falta de dinheiro. Queria ter algo de novo para
apresentar para as pessoas no workshop. Achei que era uma pergunta
válida, e escrevi um e-mail no dia 17 de Julho, às 6:23 da manhã.

Ao pressionar “enviar” entrou pela porta da sala um beija-flor! Ele voou


durante um minuto por toda a sala, rapidamente abri uma janela para ele
ter mais uma opção de saída, e ele escolheu a porta. Ao voar por ela ouvi
no pensamento; “Colibri. Eis a tua resposta.” Sinceramente fiquei
desconcertado com a clareza do que ouvi, e voltei ao computador para
verificar o significado, a simbologia de “Colibri”, fiquei pasmo:
“Prosperidade. Lucros inesperados. Sucesso profissional. Triunfo
sobre dificuldades.”!

Imediatamente escrevi um novo e-mail para o Dr. Len descrevendo o que


havia acontecido, iniciando o e-mail com; “Recebi a resposta...”. Algumas
horas depois ele me retornou:

“Ah, os mistérios da vida, Al. A Paz do Eu.


Não há escassez no Zero, o que Jesus chamou de o Reino. ‘Busque primeiro
o Reino (o nada, o coração puro) e todo o resto lhe será acrescentado (o
que é perfeito e certo)’.”

Portanto, de agora em diante:


Em todos os momentos de ansiedade sobre dinheiro use Colibri para
neutralizar o sentimento. Exemplo: aparece aquela ansiedade, aflição, de
não ter o dinheiro para pagar uma conta, de arcar com um compromisso,
aplique Colibri no sentimento, pense: Colibri !!!

Essa ferramenta corta a aflição, cancela a energia negativa daquela


memória, mudando a vibração para uma de a certeza da resolução se
apresentando, atraindo para você a partir do agora a prosperidade, a
alegria da abundância de recursos em sua vida.
Sou grato!

No Portal aprendemos a trabalhar com a ferramenta “Quem sou Eu?” para a


exposição de memórias no comando:

“Quem sou eu achando isso? Quem sou eu julgando, sentenciando,


negando?”, e pior; “Quem sou eu me criticando? Me culpando? Me
diminuindo?” , “Quem sou eu me julgando?”.

É através desses julgamentos que limitamos nossa capacidade de receber a


abundância em nossas vidas. Abundância de dinheiro, de oportunidades, de
relacionamentos, de alegrias, etc.. O julgamento desconhece, nega o fluir
natural do mundo da dualidade no qual estamos mergulhados. Quanto mais
identificados com essas memórias, os programas “eu sou assim”, maior a
assepsia através da escolha do aceitar ou não o presenciado, maior a
limitação no se permitir perceber e receber... tanto as coisas boas quantos
as ruins. Que são características próprias do mundo dual.

A Mente Pergunta

Toda vez que nos acontece alguma coisa de ruim as perguntas que
aparecem na mente são do tipo; "porque isso está acontecendo comigo?",
ou "porque eu mereço isso?", "porque tenho tal sorte?". A mente então vai
e busca as respostas para confirmar o porquê a pessoa está passando por
aquilo! O que acontece então é uma afirmação da situação ruim. Como
fazemos essas mesmas perguntas sempre, temos as mesmas respostas
sempre. Mude as perguntas e as respostas também mudam.

Ao acontecer algo já cubra com; "porque coisas boas sempre acontecem


comigo?", ou "porque eu mereço tudo de bom?", "poque tenho tanta sorte
boa?". Deu-se o nome de "Aformações" a esse processo, ao contrário de
"afirmações" você está formando novos padrões, diferentes do antigo
indesejável.

Na nossa compreensão com o Portal entendemos que são os programas "eu


sou assim" no ego" fazendo essas perguntas, é automático e insconsciente.
E o que acontece? Esses programas/memórias vão buscar as justificativas,
as razões/respostas nos dados armazenados na mente subconsciente, e
realmente afirmam, sustentam a situação. "Aformações" funcionam bem
até um certo ponto, a questão é que continua sendo programa/memória
querendo consertar algo. Como na vibração do Portal esses "eus" são
expostos a Luz da limpeza, as aformações tem mais eficácia em função de
ser uma real "caída de ficha".

Comentário da Elusa Vignatti em postagem no fórum:

Quando semeamos pensamentos no campo quântico, tudo aquilo é


manifestado na Terra; eles crescem, dão frutos, aumentam e se multiplicam
mil vezes mais. Tais pensamentos, por ora inconscientes, são os velhos
padrões que adquirimos ao longo de nossa caminhada, sejam porque meios
sejam.

Estes padrões limitantes, criam fortemente nossas memórias egóicas, e se


afirmam “eu sou assim”. E o pior… é que acreditamos piamente e nos
identificamos com eles. Com isso, nos expressamos inconscientemente com
esse “eu diminuto”, que na verdade não somos nós.

O que fazer? A didática é mudar o foco em quaisquer situações que nos


tirem da paz. Pensou numa pergunta negativa “ Por que tantas tragédias
acontecem em minha vida?” , pense rapidamente no seu oposto
perguntando “Por que tantas bençãos acontecem em minha vida, Por que
sou tão feliz ...?” De início, pode até parecer um pouco sem cabimento, sem
propósito, irrelevante. Contudo, permitamo-nos SER, desativando o
racional, tirando a ação da mente de pensar negativamente.

Elusa
Chave 1

Abundância tem a ver com a sua capacidade de receber. Você precisa


se permitir ser, fazer, ter, criar, receber tudo na vida, limpando os
julgamentos feitos pelos programas “eu sou assim” de que aquilo é bom,
ruim, mais ou menos, vantajoso ou não, presta, não presta.

Nas vivências presenciais temos mais tempo de abordar o fato que a mente
funciona com perguntas. Como demonstrado anteriormente, é automático.
Qualquer acontecimento, principalmente os desagradáveis, a primeira
pergunta feita na mente é; “porque isso aconteceu comigo?”. E lá se vão os
programas “eu sou assim” buscarem dados armazenados no subconsciente
que respondem essa pergunta. Que dão o significado ao evento. Isso gera
ansiedade, emoção que é o combustível para o padrão “sou vítima” se
firmar e ser sustentado e justificado.

 A limpeza então é ao expor o “quem sou eu?” no comando, pedir a


Deus para modificar aquilo que sentimos. Exemplo de frase: “Limpe
em mim o que está me impedindo de ser abundante.”.

 E ao sentir a neutralização daquele sentimento, pensar ou falar, a


pergunta; “porque eu sou tão abundante?”, e variações dessa frase
como; “porque sou tão próspero?”, “porque sou tão realizador?”,
“porque tenho tantas oportunidades?”,
Chave 2

Viver na pergunta. A substância do Campo de Infinitas Possibilidades que


sentimos, presenciamos no Portal, é consciente e nos atende no nosso
pensamento. Portanto, quando vivemos na pergunta estamos abrindo mão
do querer descobrir o porquê e o como das coisas, que é o teor da
declaração feita no Portal; “desconheço o porquê e o como...”.

A vida é para ser boa, de felicidade e abundância a maior parte do tempo, o


que não corresponde a isso é para "limparmos". O acesso ao Portal é essa
"limpeza", ela se dá pelo alinhamento com a Fonte em você. É a "vibração"
da Fonte que limpa, muda o padrão, essa vibração é uma experiência, e se
ligando a isso ela cresce, e nesse "crescimento" ocorrem as mudanças, os
milagres, ao nos permitimos viver esse presente.

Não somos nós que fazemos, mudamos as coisas em si, e sim, a Divindade.
Nós podemos nos permitir as soluções. Não podemos criar as soluções.

Pela ressonância nas sessões, e principalmente nas vivências, fica mais fácil
nos darmos essa permissão, o se entregar e vibrarmos cada vez mais um
pouco do que realmente somos; filhos e filhas de Deus.

Por isso o estar no Portal significa a Consciência do Agora.

 Exemplo: Ao receber um valor de dinheiro, seja em mãos ou na sua


conta bancária, declare: “Como pode isso ser melhor? Sou
grato”. Isso mantém aberto o fluxo do seu receber.

 Muitas vezes o sentimento de satisfação (por menor que seja) por um


determinado valor recebido faz com que o Universo registre esse
sentimento como “fechar o fluxo”. Não é Deus, o Poder Superior,
barrando sua abundância, é simplesmente como funcionam as coisas
aqui nesse mundo.
 Use essa pergunta para tudo! Recebeu uma conta, uma cobrança,
uma multa? Pense: “Como pode isso ser melhor? Sou grato”. Numa
situação dessas, “negativa”, desagradável, você está cortando esse
julgamento do “negativo”, permitindo-o na sua experiência de vida.
Mas também mostrando que está aberto para as outras
possibilidades, melhores; de recursos e capacidade para sanar o
problema.

Chave 3

Pedir a Deus para lhe mostrar o que você não está vendo.

Quando acontece algo ruim, um evento que não corresponde a sua


expectativa de algo bom se apresentando pela fé, uma insuficiência
qualquer em algum aspecto da sua vida, seja, saúde, relacionamento,
trabalho, olhe o sentimento, reconheça-o, não o negue.

 Pense essa pergunta: "O que há nisso que eu não estou


percebendo?" no sentido que você está reconhecendo no momento
o que há de ruim, mas está aberto para o que existe de bom, valioso,
correto, do Amor, que não estás enxergando ainda. A resposta vêm
depois de um tempo... garantido.
 Este exercício a seguir é para ser feito durante 3 dias se você tiver
uma questão pendente, uma realização esperada, um resultado
aguardado; fale ou pense essa pergunta 30 vezes duas vezes ao dia,
após 3 dias você terá o início de respostas em relação a assunto
colocado na linha traçada...

"O que preciso perceber, saber, ser, e receber, que me


permite_______________?"

Coloque o que estiver almejando de bom para si após o “permite”.


Quando se apresentar uma dúvida em relação a essas perguntas, a sua
prosperidade, felicidade, ou capacidade de ser próspero(a), pense Colibri,
ele chama a sua atenção de volta para o vibrar da Abundância Divina
vivenciado, recordado na gravação.

Concluíndo: Cole no seu espelho essa frase, e a repita várias vezes ao


acordar, antes de deitar, ou quando estiver perante o espelho:

"Tudo na vida vêm a mim com facilidade, felicidade na Glória de


Deus."

Sou grato pela sua atenção e colaboração nessa limpeza em conjunto.


Abençoado és, abençoados somos. Graças a Deus. Te amo.

www.metaseobjetivos.com

Website principal: www.soubem.com

O que consta neste PDF é derivado de estudo, prática e experiência a partir de


diversas fontes como Jens Weskott, Wallace Wattles, Dr. Ihaleakalá Hew Len, Noah
St. John, Gary M. Douglas, Dr. Dain Heer, e outros. Sou grato.