Você está na página 1de 3

aen gestante

Período Gestacional: Recomendação Atual:


Grande vulnerabilidade nutricional; Em 2004, o MS publicou um documento de
Intenso anabolismo -> Expressivo aumento das orientações básicas para a realização do
necessidades nutricionais; SISVAN
O estado nutricional pré-gestacional, assim Segundo esse documento a avaliação
como nutricional da
durante a gravidez, é crítico tanto para a mãe gestante deve ocorrer da seguinte forma:
quanto para o filho;
Uma assistência pré-natal acessível e de 1.Calcular a semana gestacional partindo da
QUALIDADE é essencial para o bom resultado DUM;
de DUM = Dia da última menstruação;
uma gestação; Para mulheres que não tem certeza da DUM,
considerar o dia 5 (DUM no inicio do mês), dia
Cuidado Nutricional Pré-Natal: 15
Identificar precocemente em gestantes
inadequações nutricionais para intervenção
apropriada -> baixa morbimortalidade perinatal
Engloba: Exame clínico/físico, Avaliação
bioquímica, Avaliação dietética, Avaliação
antropométrica.

obs: No 1◦ trimestre o ganho de peso não é


muito relevante (varia de uma perda de até 3 Kg

(no

meio do mês) e dia 25 (DUM no final do mês)

2. Calcular O IMC pré-gestacional e o atual


até o ganho ponderal de 2Kg).
3. Realize o diagnóstico nutricional utilizando o
Quadro 1.

Importante!
O mais importante no monitoramento
nutricional • Estado nutricional pré gestacional
da gestante é o ganho de peso. • Ganho de peso gestacional
Ganhos súbitos (mais de 500g/semana) – pode • Sinais clínicos de má-nutrição
ser • Avaliação laboratorial
indicativo de alguma patologia (ex. pré- •Uso de medicamentos
eclampsia); • Ocorrência de doenças crônicas ou infecções
A partir de 3Kg/mês – é motivo de • Avaliação dietética
preocupação;
É desejável que as grávidas com IMC
pré-gestacional baixo ganhem mais peso no
primeiro
trimestre;
Mulheres com IMC elevado -> hipertensão,
diabetes
gestacional, e podem gerar bebês grandes (>4
Kg).

exames bioquímicos:
Hematócrito e Hemoglobina
Aumento da expansão do volume
plasmático(50%) -> Hipervolemia;
Aumento do conteúdo Eritrocitário (20-25%) –
Hemodiluição (em consequência a
hipervolemia);
Resultado: ANEMIA FISIOLÓGICA.

ANEMIA:
Na gravidez a OMS considera anemia valores
de Hb <
11g/dL e de Ht < 31.

anemia leve moderada: > 8 <11g/dl


anemia grave HB: <8g/dl

A anemia ferropriva é comum na gestação: por


causa da grande demanda de ferro na gestação.

Diabetes Mellitus Gestacional (DMG) – Fatores


de Risco
Idade superior a 25 anos; Baixa estatura;
• Obesidade ou ganho excessivo de peso;
• História familiar de DM em parentes de 1º
grau;
•Crescimento fetal excessivo, polidrâmnio,
hipertensão ou pré-eclampsia;
•Antecedentes obstétricos de morte fetal ou
neonatal, macrossomias, abortos repetidos,
anomalias congênitas, ou diabetes gestacional;

Dados de interesse para AN


• Idade cronológica e ginecológica

Você também pode gostar