Você está na página 1de 3

Direito Empresarial[* Talita Rodrigues

Introdução a matéria – Comércio e Estabelecimento Comercial


* Empresário: apenas o individual, que exerce sua profissão 2. Renascimento comercial na Europa: na baixa Idade Média:
sozinho- não tem sócios. grandes navegações comércio= surgem os mercadores (de
Veneza por ex.);
“Art. 966 Considera-se empresário quem exerce produção
econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou Num primeiro momento o Direito era costumeiro (consuetudinário) se
serviços. aplicavam usos e costumes, nos Burgos (burguesia). A transição foi entre
Parágrafo único. Não se considera empresário quem exerce o feudalismo para o mercantilismo.
profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística
ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores, salvo se o  Direito comercial= era um direito subjetivo, aplicado só aos
exercício da profissão constituir elemento de empresa.” (CC) comerciantes, e era costumeiro e corporativo (tipo comon Law)

 MEI: Micro-empreendedor individual (p/ tirar Séc XV – 1613: Ordenações Francesas= fortalecimento do
empreendedorismo da informalidade. (faturamento anual de no Estado: criação de normas comerciais editadas pelo Estado.
máximo R$80.000,00)
 Não existem + Código Comercial (1950-2002) foi revogado pelo CC; 1º Código Comercial Napoleônico (1807): influenciou no BR.

3. Evolução do Direito Comercial no Brasil: No período colonial


COMÉRCIO: havia as ordenações filipinas, afonsinas, Manuelinas etc.

- 1850 1º código comercial que adotou a teoria dos autos de


1. Origem do comércio: surgiu antes do Direito Comercial;
comércio: considera a partir daí o comerciante aquele que faz da
A) Sociedades primitivas viviam numa economia de subsistência;
mercancia (comércio) sua profissão habitual.
B) Começaram a produzir excedentes;
C) Chegada/surgimento da moeda/dinheiro.
Direito Empresarial[* Talita Rodrigues
 Surge na Itália (ainda na epóca da 2ª guerra mundial) 1942-  Atividade econômica: atividade lucrativa (c/ fim de lucros)
Código Civil Italiano= adota a Teoria da Empresa (que
substitui a dos comércios). CARACTERÍSTICAS DO EMPRESÁRIO:
1. Atividade é exercida de maneira reiterada (c/ habitualidade);
Código Civil de 2002 adotou a Teoria da Empresa, revogando toda 2. Com pessoalidade; de forma pessoal, assumindo os riscos do
a 1ª parte do código comercial de 1850. (muda de d. Comercial p/ Empresarial) negócio;
3. Monopólio dos riscos da atividade;
* EMPRESA: é o exercício da atividade econômica organizada 4. Produção de bens ou serviço
de produção ou circulação de bens ou serviços. 5. Circulação de bens ou serviço.

]Estabelecimento Empresarial:
- Empresa significa atividade econômica organizada.
Pode ser:
- Local onde a atividade é exercida (onde se situa a empresa);
* Pode ser empresa individual;
EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada;
“Art. 1.142 Considera-se estabelecimento todo complexo de bens
* Sociedade empresaria (limitada e SA que é a anônima)
organizados, para exercício da empresa, por empresário, ou por
sociedade empresarial.” (CC);
- Não é PJ (art. 44, CC mostra que só EIRELI é PJ);

 Não se confunde estabelecimento/local da empresa com a sede


- O empresário individual é equiparado a PJ só p/ fins tributários.
da pj;
(abrir conta em banco, pedir empréstimo etc)
Sede é domicílio legal da p.j (aonde ela pode ser encontrada e não
- Empreendedor informal (não escrito na sociedade comercial) é necessariamente onde ela vai exercer as atividades empresariais).
empresário informal ou de fato (tipo sociedade de fato).
O estabelecimento empresarial é onde desenvolve-se a
- Empresário não necessariamente precisa ser pj. atividade fim da empresa, e não todo o seu patrimônio material.
Ex: pão de açúcar- o estabelecimento seriam os mercados, mas a
- Empresário individual não tem separação patrimonial: patrimônio da sede financeira e logística, fazem parte do patrimônio da empresa,
pessoa é o mesmo da empresa= unidade patrimonial (pq não é PJ); mas não são a empresa em si.
Ex: Bar do zé. Seu estabelecimento envolve o prédio e tudo dele que
estiver dentro e que ele utiliza para fazer seu exercício da atividade.
Direito Empresarial[* Talita Rodrigues
 Estabelecimento- conjunto de bens, materiais ou imateriais, que o Art. 982. Salvo as exceções expressas, considera-se empresária a sociedade que tem
empresário utiliza no exercício da sua atividade; por objeto o exercício de atividade própria de empresário sujeito a registro (art. 967); e,
 Empresa- é a atividade realizada. simples, as demais.

 Empresário- a pessoa pf ou pj que desenvolve essas atividades. Parágrafo único. Independentemente de seu objeto, considera-se empresária a
sociedade por ações; e, simples, a cooperativa.

Fatores de produção:
1. Capital;
2. Mão de obra;
3. Insumos;
4. Tecnologia.

Sociedade empresária X Sociedade simples

- Tem por objeto social a atividade - Atividade que não é

própria de empresários. considerada empresária.

- Pode requerer recuperação judicial (RJ) - Não pode pedir RJ.

- Registro na junta comercial. - Registro no Cartório


de Registro de PJ.

1- Se dois engenheiros constituem uma sociedade destinada a


construção de prédios, essa sociedade é simples ou
empresária? Por quê?

Sociedade simples, pois é formada por profissionais liberais que


desenvolvem uma atividade intelectual que não está dentro dos
padrões de elementos que constituem uma empresa. (art. 982, CC)
(tem que analisar o caso concreto p/ ver se não tem pessoalidade).

Você também pode gostar