Você está na página 1de 27

INTRODUÇÃO:

Geralmente, a maioria das pessoas associam


a pele às questões apenas estéticas. Porém, na
verdade, ela tem um papel vital para a nossa saú-
de e para as nossas emoções.
Este ebook, portanto, aprofundará o conhe-
cimento deste órgão tão fundamental para nós
e para a Aromaterapia. Será revelada orientações
extremamente importantes e eficazes para o uso
correto dos óleos essenciais em toda a superfície
de nosso corpo.

01
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
A PELE, AS EMOÇÕES E O SISTEMA
IMUNOLÓGICO:

A pele compõe o sistema tegumentar, que é


constituído por ela, pelas glândulas, pelos cabelos
e unhas. A pele envolve todo o nosso corpo, sendo
considerada o maior órgão. É por isto que atinge cer-
ca de 16% de nosso peso corporal.

02
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Ela tem cinco principais funções. Uma delas
é a função excretora, responsável por eliminar as
toxinas e os resíduos do metabolismo, por meio do
suor. O suor, além de água, elimina também sais mi-
nerais, ureia, ácido úrico e até o colesterol.

03
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Uma outra função é protetora, responsável por
proteger o nosso organismo contra a penetração de
microorganismos ou substâncias indesejadas. Para
esta proteção, a nossa pele apresenta uma camada,
chamada córnea, que é a camada que entra em con-
tato com o ambiente. Devido a isto, acima dela, há um
manto ácido, cujo pH varia entre 04 e 06. Esta acidez
serve para matar as bactérias e os vírus nocivos para
nós.
Além disso, a pele também protege os nossos
órgãos internos contra traumatismos e nos protege
contra os raios ultravioletas.

04
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
A pele tem como outra função a de relação, onde
as terminações nervosas captam os estímulos sen-
soriais do ambiente, por meio do tato, da pressão,
da dor e da temperatura e os enviam para o sistema
nervoso central para serem processados e interpre-
tados.

Segundo Stern (1992), os primeiros meses do


recém-nascido são marcados por suas necessidades
fisiológicas, como sentir fome, aconchego e conforto.
Estas só são percebidas como sanadas pelo
bebê, quando ele sente estímulos sensoriais praze-
rosos e acolhedores oferecidos por seus cuidadores.
Como, por exemplo, ele se sentir aquecido ao ser
abraçado por seus pais. 05
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
E apenas se sentindo assim, ele pode vivenciar
interações afetivas que propiciarão o seu desenvol-
vimento. Neste caso, a pele ocupa o papel vital de ser
um dos principais órgãos de contato entre mãe-bebê
e que permite que ele se desenvolva por meio do to-
que e do afeto transmitido.
A função termorreguladora permite estabilizar
a temperatura do corpo, enquanto a função metabó-
lica se relaciona à síntese de vitamina D e ao reser-
vatório energético, onde a pele é capaz de reservar
energia para o organismo, em forma de gordura.

06
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Uma outra questão fundamental para enten-
dermos a importância da pele para a nossa saúde
é recordarmos que ela expressa as nossas emoções.
Quem nunca ficou literalmente vermelho de raiva?
Ou quem nunca sentiu um medo tão avassala-
dor que ficou totalmente pálido? É divertido lembrar
também que costumamos ficar vermelhos quando
encontramos uma paquera. Suamos bastante quando
nervosos também... Ou seja, a pele sempre expressa
aquilo que estamos sentindo.

07
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
De acordo com Azambuja (2000), a pele não é
apenas o envoltório que separa nosso ambiente in-
terno do ambiente externo. Mais do que isto, ela é
um reflexo de nossas emoções, acumuladas desde
a infância.
Consequentemente, as doenças de pele ma-
nifestam-se por influência de nosso estado mental
e emocional. Mas, da mesma forma, sabemos que
todas as doenças de pele aumentam a ansiedade, a
preocupação, a vergonha e até o sentimento de rejei-
ção de quem as tem.

08
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Por sua vez, estes sentimentos fazem com que
as doenças de pele tenham o seu curso agravado,
criando entre a pele e o nosso estado emocional
uma relação de sofrimento e dor.

09
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Todavia, nós sabemos que os óleos essenciais
atuam nos níveis físico, mental, emocional e energé-
tico de quem os usa. Assim, além deles contribuírem
para a imunidade de nossa pele e atuarem direta-
mente nela, eles equilibram as nossas glândulas e os
nossos sentimentos.

Veja, por exemplo, o trabalho de Soon-Hee et al


(2010), que comprova que a Camomila Alemã (Matri-
caria recutita) foi eficaz no tratamento de dermatite
atópica em ratos, já que atuou nos mecanismos imu-
norreguladores dos animais.
Embora eles não citam a função sedativa e an-
siolítica da Camomila Alemã para o tratamento, fica
fácil concluir a relação desta função com a redução
da produção da histamina. 10
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
A histamina é uma substância vasodilatado-
ra que é liberada pelo nosso sistema imunológico
quando ele precisa da ajuda de outras células de de-
fesa.
Concluindo, para qualquer questão emocional
que influencia na saúde de nossa pele e qualquer
disfunção que gere ainda mais emoções negativas
para as pessoas, o caminho é sempre o mesmo: o
uso dos óleos essenciais. Vejamos como:

11
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
OS ÓLEOS ESSENCIAIS E A SAÚDE
DA PELE:

É fato que a indústria farmacêutica utiliza al-


gumas substâncias danosas à nossa saúde, como,
por exemplo, as que têm nos filtros solares, que são
disruptoras endócrinas.
Isto significa dizer que elas alteram o funcio-
namento adequado de nossas glândulas, desequili-
brando todos os hormônios de nosso corpo.

12
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Este é o caso do melasma, que, embora as pes-
soas achem que é causado majoritariamente pela
exposição solar, aparece muitas vezes devido ao
aumento da melanina da pele causado pelos dese-
quilíbrios hormonais.

13
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
A indústria cosmética precisa usar destas subs-
tâncias que são disruptoras endócrinas para deixar
o cosmético branco, já que cosméticos industriais
não podem ter cor.
Além disso, elas precisam usar conservantes
mais duradouros, que carregam químicos danosos
à saúde, mais viscosos, mais agradáveis do que sua
marca concorrente. Nessa briga de mercado, quem
paga o preço é quem utiliza, mas não com seu dinhei-
ro, paga com sua saúde.
14
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Mas, no caso de quem quer usar formulações
mais naturais, é possível se optar por conservantes
mais naturais também, ou usar óleos essenciais
que atuam como antioxidantes.
Estes tipos de formulações podem ter a valida-
de de até 01 ano, podendo chegar até a 02 em luga-
res mais frios, como no Sul do Brasil. Os cosméticos
naturais podem sim sofrer alterações de coloração,
cheiro e textura.
Isso já não é tão desejável pelas grandes indús-
trias dos cosméticos, por isso a adição de substâncias
que controlam essas variações de características.
15
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Então, para a formulação de cosméticos mais
naturais, a primeira informação que precisamos
sempre recordar é que a nossa pele tem a função
protetora e, portanto, cuida também de nosso siste-
ma imunológico.
Sendo assim, cuidando da nossa pele, cuidamos
de toda a nossa saúde. Aí que entra a ação do óleos
essenciais, com todos os seus princípios ativos, as-
sessorados pelos óleos vegetais, que também pos-
suem os seus. Perfeito, não?

16
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
ÓLEOS ESSENCIAIS

Como os óleos essenciais são muito concen-


trados, na preparação de cosméticos, eles precisam
estar diluídos, em concentrações que variam de 1 a
5%, sendo que, para crianças, esta última concentra-
ção fica muito elevada.

Para gestantes, o Aromaterapeuta André Fer-


raz recomenda de 1% de concentração para me-
nos. 17
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Para recém-nascidos, concentração de 0,5%,
podendo aumentar um pouco, dependendo do resul-
tado.

Em bebês a partir de 6 meses até 2 anos, você


pode usar a concentração de 1%.

18
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
BASES CARREGADORAS

Quanto às bases carreadoras, a escolha depen-


derá dos objetivos terapêuticos.
Por exemplo, como o Óleo de Coco (Cocos nuci-
fera ou Elaeis guineenses) é extremamente antiviral,
ele é maravilhoso para o tratamento da herpes.

19
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Já a Jojoba (Simmondsia chinensis) é uma grande
aliada para a estética, já que ela preenche os sulcos
das marcas de expressão.

20
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
De qualquer modo, é importante considerar que
os óleos vegetais são parte integrante da Aroma-
terapia, justamente por exponenciar a atuação dos
óleos essenciais. Além disso, os óleos vegetais atu-
am em nosso manto ácido, explicado anteriormente,
preservando-o e contribuindo para o nosso sistema
imunológico.
Os óleos essenciais a serem escolhidos tam-
bém variam de acordo com o que se pretende alcan-
çar. Assim, por exemplo, a Lavanda Fina (Lavandula
angustifolia) e o Tea Tree (Melaleuca alternifolia) são
ótimos para a acne, pois prejudicam as bactérias que
a causam.

21
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Por outro lado, a Copaíba (Copaifera officinalis)
é maravilhosa em todas as formulações para cosmé-
ticos, porque tem efeito antioxidante, é anti-infla-
matória, conserva as formulações, além de ser brasi-
leira e ter um preço acessível.

22
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Segundo ainda o Aromaterapeuta André Fer-
raz, uma informação muito valiosa precisa ser trans-
mitida, relacionada à quantidade exata do óleos es-
senciais que precisa ser colocado nas formulações.
De um modo geral, 1ml de óleo essencial cor-
responde ao intervalo de 20 a 25 gotas. Todavia, devi-
do a fatores como o tipo de conta-gotas, a viscosidade
do óleo essencial a ser utilizado e etc., 1 ml pode não
corresponder à quantidade de gotas informada ante-
riormente.
23
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
Sendo assim, para agir com exatidão, é preciso
a utilização de uma balança, que contemplará tam-
bém a quantidade exata de gramas a ser usada.
Como aproximação, você pode usar a seguinte
e simples regra: se 1ml, vamos considerar aqui ser a
densidade do óleo essencial, a proporção é de 1 para
1. Ou seja, 1 g corresponde a 1 ml de óleo essencial.
Como, por exemplo, se vamos fazer uma formu-
lação com 3% de concentração para 100 g de produto,
acrescentamos 3 gramas ou 3 ml de óleo essencial.
Fazendo isto, você terá um cosmético inteligen-
te que atua na saúde da pele e, consequentemente,
em toda a nossa saúde.

24
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
CONCLUSÃO:

Vimos que temos que ter muito carinho com


a nossa pele. Ela nos protege, nos ajuda a eliminar
toxinas, nos aproxima de quem amamos, regula
nossa temperatura, contribui para sintetizar a vi-
tamina D de nosso corpo e ainda é o espelho de
nossas emoções e de nossos sentimentos, apon-
tando o que precisa ser identificado para que
olhemos para a nossa saúde.
Portanto, precisamos cuidar dela com todo
zelo e atenção, por meio dos óleos essenciais e
seus grandes amigos, os óleos vegetais, para que
assim, vivamos as melhores emoções através da
sensibilidade e expressão em nossa pele.

25
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

• AZAMBUJA, R. D. Dermatologia Integrativa: a pele


em novo contexto. Anais brasileiro de Dermatologia,
v.75, n.4, p.393-420, jul 2000.

• SOON-HEE, L. et al. Effect of German chamomile oil


application on alleviating atopic dermatitis-like immu-
ne alterations in mice. Journal of Veterinary Science.
V.11, n.1, p.35-41, set 2010.

• STERN, D. O mundo interpessoal do bebê-Uma visão a


partir da Psicanálise e da Psicologia do desenvolvimento.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

• ZIGMOND, M. J.; Bloom, F. E. et al. Fundamental


Neuroscience. São Diego: Academic Press, 1999.

26
Copyright© Editora Atmaeco 2020 - Todos os direitos reservados.