Você está na página 1de 21

A Origem da Terapia com Cone Chinês

O Cone Chinês, também conhecido como Cone Hindu, Canudos de


Hopi, Velas de Ouvido e alguns outros nomes, é uma técnica milenar
passada de geração a geração.

Utilizada a mais de três mil anos pelos hindus para limpar os


ouvidos e canais respiratórios e pelas elites religiosas das grandes
civilizações, como sacerdotes maias e monges tibetanos para obter
centralização, alinhamento e harmonização de pensamentos,
sentimentos, emoções e todos os demais aspectos que, quando em
equilíbrio favorecem a conexão com a divindade, a comunicação com as
esferas superiores.

Não se sabe ao certo quem foram os percussores. Alguns dizem


que foram os egípcios, tibetanos, hindus, chineses, xamânicos e por aí
vai. Há registro de sua utilização na Europa Oriental a séculos, muito
utilizado na Grécia, no Egito e Tibet. Hoje, os “Cones de Ouvidos” são
usados em todo o mundo e tem como principal objetivo a desobstrução
dos canais energéticos (limpeza do campo áurico), desobstrução do
ouvido, nariz e garganta.

Segundo a lenda, durante as limpezas nas cerimônias de sacrifício


das aldeias indígenas primitivas da América do Norte, os nativos
queimavam as palhas de arroz e às colocavam nos ouvidos. Terminando
esse processo de limpeza sentiam um bem-estar no corpo todo e o
cérebro ficava mais lúcido, achavam que podiam curar as doenças e os
demônios não os atingiam.

O tratamento do Cone Chines é uma cultura oriental milenar,


porém atualmente, ele é muito utilizado em países da Europa e EUA. O
cone tem propriedades de limpeza no ouvido, evitando males como
infecções.
Do que são feitos os Cones Chineses

Os cones orientais levam em sua composição extrato de própolis,


óleos medicinais, tecido, um pouco de parafina para sustentar e o
restante de cera de abelha, porque é a cera de abelha que tem
capacidade de adentrar os nossos corpos sutis e energéticos.

A cera de abelha é o produto mais importante do cone, pois é ela


que o caracteriza como sendo os cones orientais. A combustão da cera
é que promove as transformações necessárias, pois este fogo é
proveniente de um produto natural e assim sendo, este fogo é luz!
Quando se usa os verdadeiros cones com cera de abelha, além de fazer
o tratamento físico do local, você estará também tratando
energeticamente a aura.
Qual a função do Cone

Quando usado para o tratamento do ouvido e canais respiratórios, o


calor gerado pelo cone, que queima como uma vela, acrescido de uma suave
pressão negativa gerada da queima agirá como um bactericida para os
ouvidos e as vias respiratórias, estimulando a limpeza natural de mucosas
em excesso ou solidificadas. Assim, ajuda no combate a inflamações e
infecções.

Aplicação – ao ser encaixado no ouvido com a ponta mais larga acessa,


inicia-se o processo de aplicação do Cone Chinês. Internamente desce uma
fumaça morna. Essa fumaça, juntamente com o suave vácuo promovido pelo
cone é que terá o efeito de desobstruir a via respiratória, popularmente
chamada de limpeza dos ouvidos.

Durante a aplicação com os Cones, esse vácuo mobilizará todo o muco


dessas passagens internas (sinus, face, frontal, etc). Nos dias seguintes a
pessoa poderá perceber maior eliminação do muco, sendo colocado para
fora através de espirros, pois precisamos eliminar de alguma forma o muco
existente nesses canais.

O procedimento também é utilizado com sucesso para clarear a mente,


aguçar os sentidos e aflorar a sensibilidade, pois promove um reequilíbrio
sensorial apurando os sentidos, melhorando a visão, olfato, paladar e
audição.

O Cone também é usado para abrir os centros espirituais e para limpar


e clarear os corpos físicos e espirituais, bem como outros campos áuricos,
através da queima em pontos específicos do corpo, chamados Chakras.

Materiais necessários para aplicação

Além do Cone, o profissional precisa ter em mãos os materiais que


serão usados para acender e apagar o cone (isqueiro ou fósforos e uma
vasilha com água). Além disso é necessário usar uma toalha para proteger a
pele, cabelos e vestuário do cliente. É necessário ainda ter em mãos
Compressas de Gaze, que serão usados para envolver a parte fina do cone e
evitar que resíduos da cera derretida escorram para o interior do ouvido.

Avaliação terapêutica

Antes de iniciar qualquer procedimento, o profissional deve fazer uma


avaliação do paciente, seu histórico e se possui algum dos requisitos
contraindicados para aplicação do Cone Chinês.
O profissional também deverá observar a parte interna do ouvido para
identificar feridas, acúmulo de pus ou objetos estranhos no interior do canal
auditivo.

Indicações para aplicação do Cone

O tratamento com o Cone Chinês é indicado para o excesso de cera


nos ouvidos, rinite, sinusite, labirintite, congestão nasal, irritação e inchaço
nas adenoides, pigarro, tosse, ressonar (ronco), dor na garganta, asma,
pressão nos ouvidos, zumbidos. Também umidade e cerosidade, tensões na
ATM (bruxismo), desintoxicação, alivio das dores e tensões na cabeça. A
sensação de alívio e relaxamento após a aplicação do Cone Chinês é notória.

Contraindicações para aplicação do Cone

A aplicação dos cones é contraindicada para quem passou por cirurgia


recente na região dos ouvidos, se está com tumor nas vias aéreas ou fez
limpeza com otorrinolaringologista nos últimos 15 dias.

Também é contraindicado para quem tem o tímpano rompido (furado).

Tratamento dos ouvidos

É preciso fazer a preparação da pessoa, deitando-a confortavelmente e


protegendo suas face, olhos e cabeça com uma pequena toalha antes
acender o cone. Enrole a parte inferior do cone (extremidade fina) com um
pequeno pedaço de Compressa de Gaze e só então acenda a parte superior.
Espere começar a sair um pouco de fumaça na ponta mais fina e então
poderá encaixar no ouvido. Não precisa apertar e nem aprofundar muito
dentro do aurículo do ouvido. A fumaça irá desaparecer. É preciso o contato
do cone com o local a ser tratado, isto é, que encoste no local.

Queime um cone inteiro neste ouvido e apague em um pote com água.


Vire a pessoa para o outro lado, proteja com a toalha e faça o mesmo
procedimento no outro ouvido. É sempre bom tratar os dois ouvidos, mesmo
que a dor seja em um só.
Ouvido inflamado

No 1º dia, fazer o cone nos dois ouvidos e poderá continuar nos dias
seguintes a tratar somente o ouvido inflamado, aplicando o cone uma vez ao
dia por até 7 dias seguidos, se necessário.

Importante dizer que a queima do cone não retira a cera do ouvido. A


sua ação é mais no Campo Energético, queimando o registro da dor e da
inflamação que está nesse campo e assim refletindo a melhora no ouvido
físico.

Zumbido no ouvido

Aplicar um cone em cada ouvido, mesmo que o barulho seja em um


só. Existem várias causas para o zumbido nos ouvidos e a maioria se refere
a alguma disfunção física dos nervos dessa região, algum pinçamento e até
desvios da coluna cervical podem ser a origem desses zumbidos. A queima
do cone no ouvido nesse caso vai facilitar a melhora e algumas vezes pode
até diminuir a intensidade do barulho, pois trabalha a reorganização desse
Chakra do ouvido, pois nossos ouvidos são Chakras também.

Perda de audição

Aplicar um cone em cada ouvido. Lembre-se que sendo nossos ouvidos


2 grandes Chakras e que interagem com nosso Corpo Energético (Aura), a
limpeza desse canal facilitará a remoção dos registros aí contidos, podendo
assim promover uma melhora.

Introdução aos Chakras

A atuação do Cone Chinês confeccionado com cera de abelha acontece


em nosso corpo energético e este corpo fica além dos limites do nosso corpo
físico, abrangendo a nossa aura e ainda vai mais além dela.

Este corpo energético seria o molde onde o corpo físico se encaixa e é


ele que determina todos os reflexos que o corpo físico irá apresentar. Toda
somatização de processos de desequilíbrio no nosso corpo físico começa
antes do corpo energético, que podem ser de ordem reativa, emocional,
mental e espiritual. Então, todo e qualquer processo de desarmonização que
a pessoa está manifestando pode ser tratado no corpo energético e isso irá
refletir prontamente no físico, acelerando a melhora.
Durante o conteúdo deste curso vamos explicar e definir o que é nosso
corpo energético, onde fica, como interage com os outros corpos (físico e
espiritual) e com nossos Chakras. Esse sistema funciona automaticamente,
enquanto não temos informações ou ciência desse funcionamento. É uma
interação e interligação perfeita e que trabalha sozinha, independente do
nosso conhecimento ou crença, e faz toda diferença quando adquirimos
estes conhecimentos, pois poderemos interagir e interferir nos resultados,
criando possibilidades de melhoras reais.

É necessário falar um pouco do nosso sistema de Chakras e também


do nosso Sistema Energético (Aura).

Composição Humana e seus três Corpos

O corpo humano é composto por três corpos:

1. CORPO FÍSICO – onde estão os órgãos, sentidos, ossos, musculatura e


nervos.

2. CORPO ENERGÉTICO – onde está o emocional, afetivo, sensitivo e


mental. O Corpo Energético é a nossa AURA, sendo assim:

Corpo Etérico - É o corpo mais denso depois do corpo físico, a cerca


de 15/30 cm deste corpo e é formado por uma camada de energia
sutil, que acompanha completamente a forma do corpo físico. Esta
estrutura constitui a matriz de energia sob a qual se modela e
consolida a matéria física dos tecidos do corpo, que só existem graças
ao campo vital que os sustenta. Inúmeras feridas, bloqueios e dores
do corpo físico estão presentes no corpo etérico. É este corpo que
permite ao corpo físico viver, porque é este que o vitaliza com a
energia do prana.

Corpo emocional - É a energia sutil na qual se refletem as emoções e


os desejos de cada pessoa. É também por este corpo que nós
entramos em contato com o nosso meio circundante – os outros, a
natureza, o planeta, o cosmos – e que o sentimos. Este corpo penetra
nos corpos mais densos (etérico e físico), que ele envolve, e os seus
movimentos energéticos têm repercussões profundas nesses corpos,
podendo provocar doenças.

Corpo mental - Rege a nossa faculdade racional (o intelecto). Contém


a estrutura das nossas idéias, dos pensamentos e processos mentais.
Permite desenvolver a nossa aptidão para o raciocínio. Se esta for
muito acentuada (é o caso da maioria da sociedade ocidental),
dificultará o acesso a toda a dimensão intuitiva do nosso ser. É o plano
de transição entre os planos da matéria e os do espírito, isto é, das
energias terrestres e das energias espirituais.

3. CORPO ESPIRITUAL – onde está seu mental superior e sua consciência.

Corpo astral - É o corpo de transição entre os corpos da


“personalidade” e os corpos “celestes”. É aqui que são armazenadas as
memórias cármicas, as recordações e as impressões das vidas
passadas. Estas memórias vibram a partir do corpo astral e
influenciam-nos constantemente. É aquilo a que chamamos “Energia
do Carma”. É a porta entre os planos celestes e os planos terrestres.

Esses 3 corpos interagem entre si, através dos nossos Chakras, que
começam no corpo físico e atravessam pelo corpo energético e espiritual
(que é a nossa aura). A interligação entre eles é que permite que usando a
técnica da queima do Cone Chinês, possamos atingir o corpo da aura e que
refletirá em seguida no corpo físico, promovendo o alívio e melhora dos
sintomas.

Chakras: o que são?

São centros de força de energia sutil e situam-se em diferentes planos.


É por eles que circula a energia vital: PRANA. É através destes centros de
energia que os seres humanos recebem e transmitem as energias cósmicas.
Os Chakras alimentam o corpo físico e todos os corpos sutis (etérico,
emocional, mental e espiritual). O estado energético de nossos Chakras é
que determinam o nosso estado de consciência.
Os Chakras têm três funções principais:

 Vitalizar o corpo físico;


 Desenvolver a consciência própria no homem;
 Transmitir e receber energia entre os três corpos.

Vamos aqui falar dos 7 Chakras principais.

1. Básico (base da coluna) – vermelho – correspondente com corpo físico.

2. Umbilical (umbigo) – laranja – correspondente com corpo duplo-etérico.

3. Plexo solar (estômago) – amarelo – correspondente com corpo


reação/emoção.

4. Cardíaco (coração) – verde – correspondente com corpo emocional.

5. Laríngeo (garganta) – azul celeste – correspondente com corpo pré-


mental.

6. Frontal (fronte) – azul índigo – correspondente com corpo mental.

7. Coronário (topo da cabeça) – violeta – correspondente com corpo


espiritual

Esta explicação é bem reduzida sobre os Chakras. É sempre bom conhecê-


los mais profundamente, mas para nosso curso de Cone Chinês este
conteúdo é suficiente. Vamos fazer algumas aplicações nos orientando pelos
Chakras, principalmente o tratamento energético.

As letras na figura 1 representam os diferentes corpos:

A. Corpo físico;

B. Corpo duplo etérico;

C. Corpo reação/emoção;

D. Corpo emocional;

E. Corpo pré-mental;

F. Corpo mental;

G. Corpo espiritual.
Tratamento físico

A grande maioria das pessoas conhece somente a aplicação da técnica


do Cone Chinês para tratamento dos ouvidos, desconhecendo a sua
abrangência para todo o corpo. É bastante eficaz seu uso para retirar dores,
acalmar cólica, dores ósseas e das articulações. É muito bom para dores de
cabeça, que na grande maioria das vezes simplesmente some.

Segue um roteiro para aplicação do Cone Chinês em tratamentos


físicos.

O local da aplicação pode ser no local da patologia ou no Chakra


correspondente aquela região, por isso estaremos indicando alguma região
ou algum Chakra.

Sintoma Ponto de Aplicação Quantidade de Cones

Dor de ouvido Ouvidos 1 cone por ouvido

Chakras Coronário e
Gripe / Resfriado 1 cone para ambos
Frontal

Dor de Cabeça Chakra Frontal 1 cone

Enxaqueca Têmporas e fígado 1 cone em cada ponto

Chakra Frontal e maça 1 cone para todos os


Sinusite
do rosto pontos

Tosse Sobre os pulmões 1 cone para cada pulmão

Tonturas Chakra Coronário 1 cone

Cólicas Umbigo 1 cone

Dores nas juntas No local da dor 1 cone

Dores em geral No local da dor 1 cone

Tratamentos Energéticos

A melhor e mais ampla atuação do Cone Chinês é no nosso Corpo


Energético, onde se encontram nossas emoções, nossas reações, nossa
criatividade, nossos pensamentos e nossas escolhas superiores. Nesse corpo
energético estão todos os registros desses campos e a aplicação do cone nos
Chakras vem possibilitar a sua retirada, favorecendo em muito o Corpo
Emocional (aliviando emoções), o Corpo Mental (retirando o excesso de lixo
mental) e o Corpo Espiritual (estimulando o processo intuitivo do ser).
O tratamento psicológico que envolve terapia, por exemplo, pode ser
bastante auxiliado com aplicação do cone, que vai aliviar sintomas
estagnados. Exemplo: aplicar o cone no Chakra cardíaco quando há conflitos
amorosos, perda de pessoas e tristezas.

Assim também acontece com o tratamento de estados de stress, que


apresentam excesso de pensamentos, pensamentos confusos e repetitivos,
desordem mental e dificuldade de dormir. Aplicamos o cone no Chakra
frontal, limpando esse canal e transmutando todo o cansaço mental e assim
promovendo a melhora do sono e reequilibrando esse Chakra.

Segue roteiro de aplicação do Cone Chinês no tratamento energético.

Sintoma Emocional Ponto de aplicação Quantidade de cones

Chakra Coronário e
Ansiedade 1 cone para ambos
Frontal

Angústia Chakra Cardíaco 1 cone

Depressão Chakra Cardíaco e Frontal 1 cone

Stress / Cansaço Chakra Coronário 1 cone

Stress mental Chakra Frontal 1 cone

Chakra Coronário e
Perturbações do sono Frontal 1 cone para ambos

Medo Rins 1 cone para ambos

Chakra Cardíaco e
Tristeza 1 cone para ambos
Coronário

Tratamentos através dos Chakras

1° Chakra – Básico (base da coluna)

TRATAMENTO FÍSICO – problemas do quadril para baixo (pés, joelhos e


quadril), como dores ósseas (aplicar no local também), inchaços, prostração
sexual, problemas de intestino grosso e bexiga.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – pessoas sem ânimo e sem vitalidade.


Dificuldades com a sua sustentação (dinheiro), pessoas magnetizadas
sexualmente (fazer mental também), pessoas com dificuldade no seu
caminhar.
2º Chakra – Umbilical (umbigo)

TRATAMENTO FÍSICO – aparelho reprodutor feminino, cistos, ovários, útero,


próstata, intestino, diarréia, vômitos, náuseas, miomas e endometriose.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – pessoas que não realizam os seus sonhos, não


tem satisfação, não fazem trocas com o outro. Pessoas sem energia.

3º Chakra – Plexo Solar (estômago)

TRATAMENTO FÍSICO – problemas com fígado e baço, intestino preso,


aparelho digestivo, estômago, diabetes e gases.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – diabético (falta o doce), falta de motivação,


para ela tanto faz, sem brilho nos olhos.

4º Chakra – Cardíaco (coração)

TRATAMENTO FÍSICO – problemas de pulmão, problemas de coração,


problemas de pressão, esôfago e refluxo.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – para ansiedade, para respiração curta, para


angústia, para desentendimentos afetivos e perdas de pessoas.

5º Chakra – Laríngeo (garganta)

TRATAMENTO FÍSICO – problemas com a glândula tireóide (hiper ou hipo),


problemas hormonais, dores de garganta, sinusites, otites.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – problemas com a fala, gagueira, dificuldades


de expressão, limpeza dos ouvidos, zumbidos e surdez astral.

6º Chakra – Frontal (fronte)

TRATAMENTO FÍSICO – problemas com os olhos, nariz, boca e ouvidos,


dores de cabeça, tonturas, estresse mental, dor nas têmporas.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – alívio mental, excesso de lixo mental,


depressão, confusão, perturbação do sono.
7º Chakra – Coronário (topo da cabeça)

TRATAMENTO FÍSICO – dor de cabeça, aliviar peso mental, tonturas,


pensamentos confusos, hemorróidas.

TRATAMENTO ENERGÉTICO – tristeza, insegurança, sentindo-se perdida,


retira energias intrusas e negativas (de outras pessoas).

Harmonização de chakras

Colocar a pessoa deitada e devidamente preparada e protegida com


toalha sobre os olhos, começar a aplicação do cone pelo Chakra Coronário e
passando por todos eles na sequência: Coronário, Frontal, Laríngeo,
Cardíaco, estômago, umbigo e básico (que você vai aplicar perto dos
joelhos, pois este é o único chakra que não podemos fazer no local). Esta
sequência de aplicação você vai usar 1 único cone distribuindo a sua queima
por igual entre os Chakras e a sequência é sempre de cima para baixo.

Neste procedimento você limpou e harmonizou os Chakras. O ideal


seria fazer uma aplicação por semana para manter o tratamento.

Limpando os canais da intuição

Os nossos ouvidos são os Chakras que nos ligam a nosso eu superior,


por onde recebemos nossas intuições e percepções da alma. Aplicar 1 cone
em cada ouvido, mesmo sem nenhum problema físico, favorece a abertura
para o intuitivo. Todos gostam de receber este cone e que é muito agradável
e nos dá conforto.

Para você que está aplicando o cone no seu cliente, procure ficar em
silêncio nestes momentos, isto é sem conversar, pois assim essa pessoa
conseguirá sair do estado de alerta e ficar em outro estado alterado de
consciência. Isto lhe dará paz, e permite que acesse suas intuições e
entendimentos pessoais.

Retirando uma sensação de peso inexplicável

Algumas pessoas relatam sentirem que estão pesadas, com sensação


não agradável e que não sabem o que é. Sentem um desconforto ao seu
redor, ao qual não sabem identificar de onde vem! Nestes casos é bom
aplicar um cone no alto da cabeça (Chakra Coronário) deixando a pessoa
sentada, cobrindo seus cabelos com uma pequena toalha, ficando ambos em
silêncio.

Esta sensação pode ocorrer quando o campo energético desta pessoa


está muito cheio de registros que não são dela, que foram adquiridos de
outras pessoas ou então do mental coletivo. Todos nós temos essa sensação
na presença de pessoas pesadas energeticamente, descrevendo que após
aquele encontro com tal pessoa “eu fiquei mal”, “fiquei pesada” ou com “dor
de cabeça”. A aplicação do cone vem queimar esses registros e dar sensação
de alívio deste peso.

No encontro de 2 pessoas sempre há a troca de energias entre os 2


campos energéticos e isto ocorre de maneira automática, sem que
percebamos, e acontece entre os Chakras que se comunicam entre si.
Quando entendemos como este processo ocorre, podemos minimizar e até
neutralizar esta troca. Como? Fechando nossos Chakras intencionalmente,
tendo a intenção de fecha-los para as trocas e fazendo um comando verbal
no qual se diz: “Neste momento comando que meus Chakras estejam
fechados para toda e qualquer troca, não dando e nem recebendo energias.
Comando também que se faça a presença da cor azul em minha aura e que
eu possa sustentar este padrão”. Imagine que seu Chakra do estômago e o
Chakra do umbigo estão sendo protegidos por um escudo protetor. Algumas
pessoas costumam colocar no umbigo algodão com alecrim ou esparadrapo.
É bom fazer este procedimento, que garante a possibilidade de se sofrer
pouca influenciação do outro.

Bem, estes conselhos são bem aceitos por aqueles terapeutas que
costumam trabalhar com energias de seus clientes, mas isto não é uma
regra. Para aqueles terapeutas que trabalham mais a condição física, como a
dor de ouvido, pode não estar considerando estes procedimentos, pois tem
uma postura mais clínica para atender as necessidades emergentes. Tudo
está certo, pois a ação do Cone Hindu é eficaz sempre.

Perguntas frequentes

Quantas vezes posso usar o Cone Hindu?

Para manter a Aura harmonizada, fazer 1 vez por semana. Pode-se


começar com a harmonização dos Chakras, e nas outras semanas seguir o
emergente, isto é, por exemplo, trabalhar mais o Chakra mental, depois o
Chakra emocional, etc...
Posso fazer em crianças?

Pode, mas como elas tem medo do fogo, aconselho fazer quando estão
dormindo e peça sempre para outra pessoa te ajudar segurando-a e
protegendo com toalha. Em crianças devemos somente trabalhar os
processos físicos, como gripes e resfriados, otites ou cólicas, não é
aconselhável trabalhar os Chakras, pois elas possuem proteção automática
do funcionamento deste sistema até mais ou menos os 7 anos.

Posso fazer em idosos?

Pode. Procure seguir as necessidades reais de suas dificuldades físicas,


como eles costumam apresentar muitas dores de articulações e dores
ósseas, poderá aplicar o cone na região da dor. Se estiverem deprimidos é
bom fazer no alto da cabeça (Chakra Coronário). Se a dor persistir poderá
fazer até 3 dias seguidos no mesmo lugar, exemplo: dor no joelho.

Importante frisar que a aplicação do Cone Hindu é uma terapia


complementar, auxiliando em muito a recuperação das patologias, mas não
se deve abandonar o tratamento médico e clínico já existente.

Posso fazer no meu cachorrinho?

Pode. Aliás, o resultado é muito bom, pois os animais não influenciam


o resultado, e seu campo energético é muito receptivo ao tratamento.
Também se devem ter todos os cuidados para a proteção dos pelos. Alguns
clientes estão introduzindo o Cone Hindu em seus pet-shops.

Sou esteticista! Como posso usar o Cone Chinês?

Para você que trabalha com muitas pessoas e ao final do seu dia de
trabalho está se sentindo cansada e energeticamente debilitada, é bom fazer
uma auto aplicação no alto da cabeça (Chakra Coronário), para retirar do
seu campo energético todas as energias e registros que não são seus e que
vieram com as clientes, assim você vai para casa só com o que é seu.
Também poderá aplicar o cone naquela cliente que chega pesada, e isto
poderá dificultar o seu trabalho, e assim sendo você aplica o cone antes do
tratamento estético.

Qualquer pessoa que trabalha com o público poderá estar se auto


aplicando o cone, para aliviar sua aura da energia dos outros, e em qualquer
profissão. Importante dizer que a auto aplicação só deve ser feita no Chakra
coronário. Procure ficar em frente de um espelho, assim saberá se o cone
está em pé e no lugar certo, e não se esqueça de proteger os cabelos com
uma toalha. Para fazer a auto aplicação em outras posições, peça para
alguém segurar o cone para você, pois pode ser perigoso. Qualquer pessoa
pode segurar.

O que significa aqueles resíduos que ficam dentro do cone ao final da


aplicação?

Quando após apagar o cone na água e você retirar a parte preta com a
tesoura, e observar o que sobrou do cone cortando-o ao meio, vai encontrar
2 tipos de resíduos dentro deste pedacinho de cone.

1 – Quando o resíduo é branco - Isto indica que a queima do cone rastreou o


nosso corpo energético e retirou registros deste campo.

2 – Quando possui resíduo amarelo – Isto indica que além de rastrear nosso
corpo energético, ele também rastreou alguma somatização no corpo físico.

E aí? O que fazer? Nada! Não é preciso fazer nada, pois a queima do
cone já retirou estes registros e olhar estes resíduos somente nos orienta ao
diagnóstico. Não é preciso fazer mais nada além do tratamento já existente
que essa pessoa já possui.

Porque o cone entorta algumas vezes durante a aplicação?

Nem sempre o nosso corpo físico está bem encaixado ao nosso corpo
energético. Às vezes está mais para a esquerda ou para a direita, para
frente ou para trás. Quando o cone entorta durante a aplicação mostra que o
corpo energético estava mais para o lado em que ele entortou. E aí? O que
eu faço? Nada mais, pois ele já corrigiu durante a aplicação.
Localização dos Chakras
Há algumas diferenças onde cada chakra é supostamente para ser
localizado. As diferenças estão como níveis no corpo são supostas para ser e
se estão na parte dianteira ou na parte traseira do corpo.

Os chakras são frequentemente situados na parte dianteira do corpo,


particularmente em muitos retratos bonitos, porém só as vezes na espinha.
Os autores que os situam na parte dianteira, ou em algum outro lugar no
corpo, frequentemente descrevem uma conexão com a espinha. Quase todos
parecem concordar que os chakras enganam na metade do corpo (contudo
há algumas exceções).

O primeiro Chakra, por muitos autores situado entre o ânus e as genitais.


Mas há também aqueles que o localizam ao final da espinha (Ex.:
Leadbeater).

O segundo chakra é geralmente localizado no osso Sacro, perto das genitais.


Como discutido antes, alguns o confundem o Chakra do Baço (que não é o
Sistema Indiano dos chakras) que é situado no baço (a costela inferior à
esquerda do meio).

A localização do terceiro chakra se difere com cada autor, ou pelo menos é o


que parece. Alguns localizam isso sobre metade da largura da mão abaixo
do Chakra Umbilical, dentro do corpo. Esté é o mesmo tópico de Dan Tien
sobre Medicina chinesa e artes marciais, portanto aqui parecem que estes
centros de duas energias estão supostos para ser a mesma coisa. Outros o
localizam na parte de trás do corpo ligeiramente acima do Umbilical. Então
muitos pensam que está situado no Plexus Solar, que é justo sob o osso do
peito, dois dedos acima do Umbilical, na parte dianteira do corpo. E há
também autores que situam o ponto do Chakra Umbilical.

O Chakra Sacro tendo as propriedades clássicas, localizado abaixo do


Umbilical, e o Chakra do Plexus Solar.

O Chakra do Cardíaco é o mais considerado para ser localizado no centro da


Caixa Toráxica; contudo Leadbeater situa-o na frente do coração, à
esquerda do meio.

Muitos autores concordam sobre a localização dos outros dois Chakras, o da


Laríngeo e o Terceiro Olho. O Chakra da Laríngeo é a base da garganta em
si, e o Terceiro Olho entre as sobrancelhas.
O Chakra da Coronário. É
considerado por muitos para ser
a ponto mais alto da cabeça,
outros o consideram para ser
acima da cabeça, não no corpo
em si.

O que fazer com estas


diferenças?

A pergunta é se essas
diferenças importam.

As diferenças em nomear
parecem ser o menor dos
problemas, embora estes
pareçam pertencer também à
posições diferentes.

Contudo as diferenças nas


localizações à primeira vista,
não parecem ter tanta
importância, este não é o caso.
Muitas técnicas para abrir os chakras dependem da concentração no ponto
onde o chakra é situado. Tanta concentração no ponto errado, faz as
técnincas serem menos efetivas. As posições são sabidas mais exatamente,
o melhor.

Seria bom se fosse bem claro quais funções os chakras têm. Mas
desafortunadamente há algumas diferenças em opinião. Conhecimento como
este tem que vir da observação das pessoas ou de si mesmo e há muitos
fatores perturbando.
FOTO DOS CHAKRAS BÁSICOS
DADOS DE CONTATO DA INSTITUIÇÃO

*51 9 81153351 Whatsapp*


*51 30373400 Fixo*

*Endereço:* Av. Theodomiro Porto da Fonseca, 1168 – Padre Reus – SL/RS

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/gayaescola
Instagram Cursos: https://www.instagram.com/gayaescoladeformacao
Instagram Produtos: https://www.instagram.com/gayaprodutos
Site: www.escolagaya.com.br
Cursos online: https://gayaescoladeformacao.lmsestudio.com
O QUE SEREMOS NO FUTURO É QUESTÃO DE ESCOLHA

© Direitos de imagens reservado a Gaya Escola de Formação

Você também pode gostar