Você está na página 1de 1

PORQUE SOMOS UMA IGREJA EM CÉLULAS 

 
Quando estudamos a respeito da igreja primitiva, percebemos que ela funcionava no modelo celular, pois até o
terceiro século não havia templos. E esta igreja se reunia nos lares. Havia uma participação ativa de todos os
membros e estes serviam a igreja segundo os seus dons. Entendemos que por esta razão a igreja tinha uma
força muito grande e pôde conquistar cidades inteiras como Éfeso, num período aproximadamente de dois
anos. 
Como igreja, não devemos esperar que as pessoas, somente, venham a nós (no templo), mas devemos,
também, ir até elas, levando a igreja a cada casa. 
 
SOMOS UMA IGREJA EM CÉLULAS PORQUE JESUS NOS DEU O MODELO: 
1 – A primeira reunião com seus discípulos foi em sua própria casa. (Jo 1.35-39) 
2 – Ensinou e fez milagres nas casas. (Mc 2.1,5; Mc 5.38-41) 
3 – Jesus ensinou e ministrou na casa de fariseus e pescadores. (Lc 19.5-10) 
4 – Em casa de gente muito amada. (Lc 10.38-42) 
5 – Mandou os discípulos fazerem o mesmo. (Mt 10.12-14; Lc 10.5-7) 
6 – A igreja primitiva nasceu num lar. (At 1.13) 
7 – Havia comunhão diária de casa em casa. (At 2.46-47) 
8 – Pregava e ensinava todos os dias de casa em casa. (At 5.42) 
9 – A igreja se reunia na casa de Maria, mãe de João Marcos (At 12.9-17) 
10 – Paulo pregou de casa em casa. (At 20.20) 
11 – Paulo, em Roma, recebia as pessoas e as ensinava. (At28.30-31) 
12 – Rm 16.3-5, Rm 14, Rm 15 e Rm 23, nos fala de igrejas reunidas em casas. 
13 – Cl 4.15 fala da igreja hospedada na casa de Ninfa. 
14 – Fm 1:2, fala da igreja na casa de Filemon. 
 

Para que uma célula funcione adequadamente são necessárias algumas pessoas chaves:

O LÍDER DA CÉLULA – Precisa ser CRENTE


O LÍDER EM TREINAMENTO - está sendo treinado de forma prática, pelo líder de célula, para ser um
líder depois da multiplicação da célula da qual faz parte. Ele caminha junto com o líder e é o seu substituto.
O ANFITRIÃO DA CÉLULA - É aquele que recebe os irmãos na sua casa
com disposição e amor, para o bom funcionamento de uma célula. O que se
espera dele é que seja hospitaleiro e receba bem os irmãos.
 O anfitrião deve zelar para que nada atrapalhe o bom andamento da reunião.
Isto só é possível quando o anfitrião entende que está desempenhando um
ministério diante de Deus, e não meramente cedendo a sua casa para uma reunião.

Não se esqueçam da hospitalidade; foi praticando-a que, sem o saber, alguns acolheram anjos. Hebreus 13:2
Sejam mutuamente hospitaleiros, sem reclamação. 1 Pedro 4:9

CONCLUSÃO E APICAÇÃO 
Falar de igrejas em células hoje é falar de vida, do ensino e do ministério de Jesus e de seus apóstolos. E todos
que são seus discípulos farão o mesmo. Farão parte de um grupo pequeno para aprender a relacionar-se.
Sairão a pregar o evangelho. 
Abrirão suas casas para receber seus irmãos, os novos na fé e os que estão sendo conquistados para Jesus.
Cada cristão sabe que tem um caminho a percorrer: receber a palavra, aprender a palavra, amadurecer na
palavra e dar a palavra. 
Cada cristão se torna consciente de que cada membro é um ministro e cada casa é uma igreja. 

Você também pode gostar